Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

O Onix LTZ é a versão topo de linha do hatch compacto da General Motors, o carro mais vendido do mercado nacional nos últimos anos e que ajudou a colocar a marca Chevrolet no topo dos emplacamentos por aqui.

Essa opção tem um conjunto bem completo e serve de referência do produto no mercado, apesar do layout mais elaborado da antiga versão Activ.

Lançado em 2012, o Chevrolet Onix surgiu como um sucessor do antigo Corsa C e utilizou uma variante localizada e de custo reduzido da plataforma global Gamma II da General Motors.

O modelo veio acompanhado posteriormente do sedã compacto Prisma, que substituiu o anterior, derivado do Celta e que era um desenvolvimento do Corsa B.

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

Embora de início quase discreto, o Onix demorou a se impor no mercado.

Apostando não só num visual diferenciado, o hatch trouxe alguns itens de personalização, melhorias no acabamento e conectividade com o sistema MyLink, que colocou a Chevrolet na vanguarda da interatividade homem-máquina no Brasil.

No topo de tudo isso, o Onix LTZ concentrava a maior parte das novidades e dava ao modelo o pacote que muitos desejavam. Conforme o tempo foi passando, este conteúdo melhor foi parcialmente distribuído para outras versões, como o Onix Effect, por exemplo.

Ainda assim, no geral, mesmo com o Onix Activ, o Onix LTZ ainda é o “suprassumo” do compacto. Isso até a chegada da nova geração e sua versão Premier.

Onix LTZ

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

O Chevrolet Onix chegou em outubro de 2012 nas versões LS, LT e LTZ, sendo que esta última era a mais completa. Ele tinha motores 1.0 e 1.4, com a segunda opção tendo câmbio automático como alternativa ao manual. O Onix LTZ só foi disponibilizado com propulsor 1.4 e opção automática.

Na época, o Onix LTZ chegou custando R$ 43.090 sem pintura metálica e com transmissão manual de cinco marchas. Mais adiante, receberia o câmbio automático com seis velocidades.

Com o passar do tempo, essa versão recebeu alguns melhoramentos, ganhando ainda uma atualização visual de meia vida.

Onix LTZ – Design

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

O Onix LTZ chegou com design diferenciado. O hatch compacto e topo de linha tinha faróis com lentes azuladas, dando um aspecto personalizado ao modelo, que também vinha com grade cromada. O para-choque tinha detalhes em preto brilhante e faróis de neblina circulares.

Veja também: hatches mais vendidos do Brasil

As rodas de liga leve de 15 polegadas tinha acabamento em preto brilhante com partes diamantadas, antena no teto e lanternas escurecidas.

O Onix LTZ chamava atenção por não ter frisos cromados no restante do carro, assim como qualquer acabamento extra nas laterais e traseira.

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

Por dentro, o ambiente do Onix LTZ trazia um visual bem diferenciado, tendo cluster análogo-digital em cor Ice Blue, com computador de bordo e velocímetro digital. O volante de três raios não tinha ainda comandos remotos, mas o hatch já portava a multimídia MyLink.

Essa central de entretenimento tinha tela de 7 polegadas sensível ao toque, portando os sistemas Google Android Auto e Apple CarPlay.

Na ocasião, o aplicativo Waze não estava disponível, somente o Google Maps. A conexão era feita por meio da entrada USB. Os difusores de ar tinham detalhes cromados e o acabamento geral era preto.

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

Outro destaque era a tampa do porta-luvas, iluminado, que tinha abertura invertida, não tocando nas pernas do passageiro. Já os bancos eram bem envolventes e com costuras contrastantes, mas o banco traseiro bipartido tinha apenas dois apoios de cabeça e cinto de 2 pontos centralizado.

As portas dianteiras não tinham puxadores em forma de alça, dificultando o manuseio.

Onix LTZ – Conteúdo e motorização

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

O Onix LTZ 2013 media 3,93 m de comprimento, 1,70 m de largura, 1,48 m de altura e 2,53 m de entre eixos. O hatch da Chevrolet tem 280 litros no porta-malas e tanque de 54 litros.

Pesando 1.067 kg, o modelo chegou com motor 1.4 SPE/4, uma atualização do velho Família I da GM e com 8 válvulas por cilindro.

Com 1.389 cm3, o propulsor entregava 98 cavalos na gasolina e 106 cavalos no etanol, ambos a 6.000 rpm, tendo 13,0/13,9 kgfm a 4.800 rpm, respectivamente.

O câmbio manual de cinco marchas tem engates suaves, curtos e precisos. O consumo era de 7,9/9,6 km/l no etanol e 11,5/13,6 km/l na gasolina, respectivamente cidade/estrada. O Onix LTZ ia de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos, com máxima de 180 km/h.

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

No conteúdo, ele tinha ar-condicionado manual, direção hidráulica, pneus 185/65 R15, rodas de liga leve aro 15 polegadas, vidros elétricos nas quatro portas, retrovisores com ajustes elétricos, travamento central elétrico e multimídia MyLink com Android Auto e Apple CarPlay.

Tinha ainda volante com coluna de direção ajustável, banco do motorista e cintos dianteiros com regulagem de altura, porta-luvas iluminado, bancos com tecido diferenciado, banco traseiro inteiriço, 4 apoios de cabeça, 4 cintos de 3 pontos, 1 subabdominal, faróis de neblina, sensor de estacionamento, faróis com lentes azuis, antena no teto, freios ABS com EDB, cluster análogo-digital, computador de bordo, chave canivete, entradas USB e auxiliar, Bluetooth, alarme, entre outros.

Onix LTZ – Câmbio automático

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

Na linha 2014, em julho de 2013, o Onix LTZ 2014 recebeu transmissão automática GF6-3 de seis marchas e conversor de torque, sem modo Sport. A alavanca com seletor iluminado em Ice Blue, chamou atenção por ter botão de mudança de marcha manual ao lado do pomo, em local de manuseio ruim.

Além disso, o Onix LTZ 2014 ganhou também piloto automático com comando no volante. O hatch ganhou ainda indicador de marcha no painel e acabamento em couro, opcional, nos assentos.

A novidade reduziu o torque para 12,9 kgfm com gasolina. Com etanol, a aceleração de 0 a 100 km/h em 12 segundos com final de 171 km/h. O consumo era de 7,7/10,5 km/l no etanol e 8,9/13,3 km/l na gasolina, respectivamente cidade/estrada.

Onix LTZ – Atualização visual

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

Em julho de 2016, o Onix LTZ 2017 passou por uma atualização visual e mecânica.

A mudança ocorreu na linha 2017, consistindo no rebaixamento do capô, assim como adição de uma nova grade remodelada e para-choque com molduras laterais proeminentes, mantendo os faróis de neblina anteriores.

As rodas de liga leve do Onix LTZ 2017 ganharam um novo desenho, agora totalmente diamantado e com 5 raios. Na traseira, as lanternas ganharam layout diferenciado com luzes simulando LED, além de para-choque atualizado com sensores de estacionamento.

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

Por dentro, o Onix LTZ recebeu modificação no desenho das portas, que agora possuem puxadores mais avançados. O volante multifuncional tem comandos de mídia e telefonia, assim como piloto automático (versão automática) e acabamento em preto brilhante, tendo couro costurado no aro.

A multimídia MyLink ganha o sistema OnStar, que permite acessar central de concierge e até navegação guiada por setas e pacotes de serviço.

Além dos aplicativos Waze e Google Maps, pode-se utilizar também o Spotify e o Siri da Apple. O banco recebeu novo acabamento em couro e tecido.

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

A direção elétrica substituiu a hidráulica, mas o Onix LTZ 2017 ganhou reforço estrutural, bem como novos rolamentos, pneus de baixa resistência à rolagem, atualização nos freios, lubrificante mais fino, proteção de bateria, alternador mais potente e outros componentes, a fim de reduzir o consumo.

Mas a alteração principal foi o câmbio manual de seis marchas. Com ele, o consumo com gasolina chega a 14,9 km/l na estrada.

Em 2018, o Onix LTZ finalmente recebeu três apoios de cabeça no banco traseiro e cinto de segurança de três pontos, além de sistema Isofix e Top Tether para cadeiras infantis.

Onix LTZ: tudo sobre a versão topo de linha do compacto

Os bancos do Onix LTZ 2019 foram redesenhados e ganharam acabamento “Dark Galvanized”, enquanto o cluster passa a ter novo grafismo e iluminação em LED branco do painel “True White”.

O MyLink 2 atualizado tem ainda câmera de ré e as lanternas receberam lentes azuladas.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.