Europa Hatches Opel Preços

Opel Astra 2016 começa a ser vendido por cerca de R$ 63 mil

opel-astra-2016-3-700x466 Opel Astra 2016 começa a ser vendido por cerca de R$ 63 mil

A Opel divulgou nesta semana os preços da nova geração do Astra em seu configurador para a Alemanha. O modelo Astra 2016 será oferecido por lá a partir das próximas semanas com preço inicial de 17.960 euros, o que equivale a aproximadamente R$ 63 mil.



A versão mais em conta do novo Opel Astra é equipada com um moderno motor 1.0 litros turbo de três cilindros a gasolina, com 105 cavalos de potência, associado a uma transmissão manual de cinco marchas ou automática, também de cinco velocidades.

Segundo a marca européia, o modelo entrega consumo médio de 23,2 km/l e emissões de 99 g/km.

opel-astra-2016-11-700x466 Opel Astra 2016 começa a ser vendido por cerca de R$ 63 mil

Entre os itens de série do Novo Opel Astra, há retrovisores externos com aquecimento, direção elétrica, controle de estabilidade, monitoramento de pressão dos pneus, seis airbags, ar-condicionado, rodas de 15 polegadas com calotas, luzes diurnas de LED, entre outros.

Há ainda na gama do novo Astra os modelos com o motor 1.6 CDTI a diesel, com potências que variam de 95 a 136 cv, a partir de 20.260 euros (aproximadamente R$ 71 mil), que tem consumo médio de 29,4 km/l e emissões de CO2 de apenas 90 g/km.

Como opcional, a marca oferece faróis IntelliLux adaptáveis (1.150 euros) e sistemas de segurança e de assistência, como a câmera frontal Opel Eye, aviso de saída de faixa, entre outros, a partir de 500 euros.

opel-astra-2016-13-700x367 Opel Astra 2016 começa a ser vendido por cerca de R$ 63 mil

  • Martins Junior

    A Petrobrás não deixa esse carro vir pro Brasil, nossa média de 6 ou 7 km/litro não pode mudar!
    A verdade é que a alteração do combustível nunca foi para se manter o preço e sim para manter uma média do consumo.
    Daqui a pouco o PT aprova 60% de gasolina “pura”. Assim o PT fica feliz $$$$$$$

    • Stark

      Eu sou a favor de ter carros de passeio movidos à diesel no Brasil, mas acredito que se liberassem de uma hora pra outra ia ser um caos. O preço do diesel subiria bastante, assim como a demanda (se é que existiria produção suficiente pra atender a mesma).
      Isso geraria impacto também no preço do frete, pois com diesel mais caro esse custo precisa ser repassado ao consumidor, provocando aumento nos preços de vários produtos e serviços.

      O Brasil é muito dependente da malha rodoviária para escoar a produção e transportar mercadorias. A malha ferroviária que seria mais adequada pra um país de proporções continentais está sucateada, resultado da política voltada para estradas iniciada por JK, e seguida desde então pelos demais governos até os dias de hoje.

      Teria que existir um investimento em outros meios de transporte de mercadoria, para pensar em liberar os carros a diesel. Mas isso é algo que não veremos tão cedo, qualquer que seja o governo.

      • Debraido

        Sephiroth, quanto a demanda, não acredito que causaria tamanho impacto na produção, tendo em vista que o crescimento da demanda seria de longo prazo, ninguém sairia trocando de carro só pelo fato de ser movido a diesel e gastando muito mais na aquisição. Se aumentasse a demanda por diesel automaticamente diminuiria a de gasolina. Acho que tem muito da questão de “lobby” dos usineiros e falta de inteligencia do governo.

      • FocusMan

        Não creio nisso.

        O preço de carros Diesel costumam ser 30 a 40 % mais caros que um carro a gasolina. Acredito que só teria carro Diesel num primeiro momento as empresas em suas frotas, os taxistas e o Brasileiro burro quqe compra caminhonete Diesel para rodar dentro do Shopping.

        • Ricston

          Que isso, mas precisa da tração 4×4 para encarar aquela super rampa do estacionamento do shopping, ou mesmo para estacionar em cima de algumas calçadas, como alguns imbecilóides fazem por aí.

      • lheu

        Nós importamos Diesel para suprir a demanda atual. Nunca vão liberar carros de passeio a Diesel. Desistam.

        • Redpeak77

          Importamos gasolina também.

          • lheu

            pelo que me lembre exportávamos gasolina.

            • Redpeak77

              Nós somos autossuficientes em petróleo, somente. Mas não temos refinarias o suficiente para produzir gasolina, isso já há alguns anos. Pode procurar.
              Por isso a Petrobras estava construindo mais refinarias, até vir o Lava Jato e paralisar todas as obras…

        • zekinha71

          Chegamos a importa etanol.

      • Minerius Valioso

        O mercado que se vire para atender a demanda, ora bolas.

        Se está faltando diesel no mercado interno, é só importar ué! Vivemos numa era de comércio mundial, esse papo de autossuficiência de petróleo não existe no Brasil.

        Não terá liberação de carros a diesel, a não ser que o governo dê umas broncas em donos de transportadoras e de concessões de ônibus, isto é, tirar os subsídios, e isso também vale para os usineiros.

    • Martini Stripes

      Quanta asneira em um só comentário.

    • Rodrigo

      Alteram o combustível para manter média de consumo?
      De onde tirou essa idéia?!

      • ObservadorCWB

        Olha que não acho tão besteira assim não. Vide anos com supersafra de cana e preços do açúcar em baixa no mercado internacional, e nunca o governo diminuiu quantidade de etanol. São justamente estes impostos “despercebidos” que levam nosso dinheiro embora. Já imaginou seu carro consumindo 30% a menos os mesmos R$ ???

        • Martins Junior

          É exatamente isso.
          Como as fábricas estão desenvolvendo motores mais econômicos e as Usinas precisam de X pra se manter, então pra não cobrar 5 reais o litro eles mantem o preço, porém, batiza a gasolina e te obriga naturalmente a consumir os mesmo 5.

      • FocusMan

        Caramba, a galera está ficando criativa hein!

    • FocusMan

      Nosso combustível é lamentável…

    • Minerius Valioso

      E pra manter os usineiros vivos e felizes. Pobres coitados.

  • João LP

    Não faltou um motor a gasolina mais potente?
    No mais, ficou muito bonito.

    • Gustavo73

      Se não me engano tem o 1.4 turbo de 150cv.

      • João LP

        Aí, sim, fica bem bom.

      • Edson Fernandes

        Tem também o modelo 1.6 com 200cv.

  • FocusMan

    Poxa, eu gostava muito mais do antigo Astra. Esse ficou um pouco genérico demais.

    Mas é interessante ver que estão diminuindo de novo o tamanho dos carros. Os carros médios estavam ficando grandes demais para cumprirem seu papel “Europeu” existencial.

    • dallebu

      Um dos fatores que determinou o crescimento do tamanho e peso dos carros foi a maior facilidade de se obter boa pontuação nos Crash test do Euroncap.
      Os carros foram ficando maiores e mais largos, pra ganharem área de deformação tanto entre o banco e a porta como entre o banco e a frente do carro. Hoje em dia a tecnologia de produção se aperfeiçoou bastante, são usados novos tipos de aços e e os projetos são mais sofisticados, o que permite diminuir um pouco o tamanho dos carros e a quantidade de material empregado, diminuindo assim seu peso.

      • FocusMan

        Sim sim isso mesmo. Falou tudo certinho.

        Inclusive essa nova geração de carros maiores (2000 em diante) foi a grande causadora da alta lucratividade que alguns fabricantes tiveram em paises em desenvolvimento como o Brasil.

        Esse aumento no tamanho dos carros possibilitou que carros de categorias inferiores, substituissem os carros da geração passada, mantendo o mesmo patamar de preço, com claro aumento na lucratividade das operações.

        Imaginem como a Honda e a Toyota ficaram felizes em conseguir vender o Civic e o Corolla pelo mesmo preço que Vectra (coisa que a Fiat tentou sem sucesso com o Tempra e Marea) e como a GM foi forçada a lançar o Astra no Brasil como Vectra para se manter competitiva diante da concorrência, já que o substituto natural do Vectra Nacional havia se tornado um carro caro e pesado e até mesmo feio.

    • zekinha71

      Se continuassem aumento daqui a pouco iriamos ter compacto com tamanho de Landau.

      • Yuri Ravitz

        Eu pensava bem isso mesmo kkkkkk

  • pedro rt

    qria muito ver esse carro aqui no brasil no lugar do cruze hatch, n custa nada sonhar…

    • jorge

      se vier eu compro!

  • Redpeak77

    Não, obrigado. Prefiro o Cobalt.
    [ironic mode OFF]
    que lindo esse carro!

    • Junoba

      Sou mais o Corolla com calotas !

  • DTF

    Lindo, porém não curto esse prolongamento na coluna C, utilizado também pela Nissan no novo Maxima….

  • Rubens

    Merecia uma versão com um motor mais divertido.
    Os motores estão ótimos, média de consumo top. Mas gostaria de ver algo com mais desenpenho

  • Matheus L.

    Uma sugestão para o NA: Eu achava melhor quando os valores apresentados no título da matéria eram colocados na moeda original, e não convertidas para o real. Isso acarreta em um entendimento de que o carro será vendido no Brasil e também pelo fato de que com a conversão, esse valor está sujeito a mudanças mais rapidamente, então a notícia meio que tem prazo de validade. Com o valor em euros, por exemplo, independente de quando seja lida, será mais atual e cada pessoa que faça a conversão. Até porque estamos comparando valor de moeda em dois locais diferentes. A análise teria que ser muito mais profunda do que uma simples conversão.

  • Hey Du!

    Que graça há em ter toda esta tecnologia e não poder ter a super performance do motor a Etanol que engole também “Benzin”. Hahaha…

  • Braddock

    O problema de vir esses carros pro Brasil é que não iria fazer sucesso algum um Astra com um motor 1.0 turbo. Os europeus são muito mais sensatos no que consta a motoração, lá se valoriza muito downsize, aqui se vc vai pagar mais de 80mil num carro vc quer um motor condizente. Não é a toa que o renegade tem micado mesmo sendo um carro muito bom em todos os outros quesitos. Fora que pro brasileiro médio, um carro com motor 2.0 é melhor que um carro com motor 1.4, ainda que o 1.4 seja turbo. Falo isso por conta da enxurrada de críticas que recebi por comprar o Fusion e as pessoas descobrirem que o motor é 2.0 enquanto o do azera é 3.X. Ficam me perguntando, pows cara, mas esse motorzinho? Dai tento explicar o que é o turbo e ainda assim ficam com um pé atrás. Infelizmente o brasileiro médio é burro mesmo nesse quesito e culpa disso é da indústria que faz essa propaganda enorme em cima de detalhes como tamanho de motor, espaço interno e tamanho da tela.

    • Charlis

      Problema da Renegade é bem maior … o motor dela é longe de ser bom.
      Fazendo mais 15s de 0 a 100km/l, e ainda bebendo mais álcool do que eu nas épocas de solteiro em festa open bar, fica difícil!
      Eu creio que esse paradigma será quebrado aqui em breve.
      Acho que esse carro faria sucesso sim, ele é lindo demais. Iria ser um belo rival pro Golf TSI e o pro Focus.

      • Braddock

        Mas não com um motor 1.0 Turbo. Teriam que trazer o 1.6 turbo o que deixaria o preço lá pra perto dos 100mil =/

    • Junoba

      O pessoal é bem desinformado mesmo. Aceitam qualquer coisa que escutam. Sorte sua não te recomendarem um Corolla…

      • Braddock

        Me recomendaram, disseram que era mais barato e mais economico =P única coisa bonita pra mim no corolla são os faróis, que eu achava que eram de xenon, me falaram que era só luz branca =/

        • Junoba

          Esse povo não sabe nada de carro mesmo… Se for seguir o pensamento do brasileiro, nem teríamos veículos com airbag por aqui.

    • Ricston

      Se o pessoal quer litragem, fala para eles comparem o Opalão 4.1S de uma vez.

  • Cris Dorneles

    Essa coluna ”c” tipo Agile NÃO TRAZ BOAS LEMBRANÇAS…

  • Martins Junior

    Média de 23,2 pra gasolina e 29,4 pro diesel…isso fecha a Petrobrás e tira propina de muita gente!

    A MÁQUINA do combustível precisa de X pra se manter. Como os carros estão mais econômicos, no final do mês o consumo dos carros não rende X e então o que a MÁQUINA faz,?

    Pra não assustar e cobrar 5 reais o litro que seria o necessário pra manter a MÁQUINA, eles batizam a gasolina com mil desculpas, mantem o preço e assim, naturalmente seu carro precisará consumir os mesmo 5 reais. Simples assim!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend