*Destaque *Featured Mercado

Os carros mais vendidos em abril de 2017

Fiat-Mobi-Drive-GSR-2018-14 Os carros mais vendidos em abril de 2017

O mercado de automóveis e comerciais leves caiu 17,11% em abril, na comparação com março. Foram 152.383 unidades vendidas em 18 dias úteis, por conta de feriados no período. Assim, as vendas foram 3,25% menores que o mesmo período de 2016. O acumulado do ano ficou 1,67% negativo com 612.167 emplacamentos.



Nos segmentos, a GM liderou em automóveis com 18,16%, seguida de VW, Hyundai e Ford com 11,58%, 11,05% e 10,22%, respectivamente. A Toyota ficou em quinto com 9,11%, enquanto a Fiat amargou 8,37% na sexta posição. Nos comerciais leves, a italiana tem 36,29%. A VW ficou com 17,13%, enquanto GM e Toyota fecharam com 13,51% e 12,06%. Mais distante, a Renault ficou com 6,11% de participação.

Em abril, a GM liderou no total com 17,53%, enquanto VW e Fiat ficaram com 12,34% e 12,20%, respectivamente. Bem próximas, Hyundai, Ford e Toyota ficaram na casa dos 9%, enquanto Renault e Honda em torno de 7%. A Jeep se distanciou da Nissan. As marcas da PSA deixaram a Mitsubishi para trás. A Mercedes-Benz liderou entre as luxuosas e a JAC entre as chinesas.

ford-ranger-2.2-xls-2017 Os carros mais vendidos em abril de 2017

Com uma diferença maior que as vendas do Prisma, o Onix botou mais uma vez grande vantagem sobre o HB20. Ka e Sandero se posicionaram bem. O Compass passou o HR-V e liderou entre os utilitários no período. O Mobi também emplacou bem, assim como o Creta. O Uno retomou o ritmo, mas o Renegade já não mostra mais o bom desempenho de antes, muito por conta do irmão maior.

O HB20S caiu bastante em vendas. O recém-chegado WR-V ficou bem perto do veterano Duster. O Captur não teve um bom desempenho e ficou abaixo do 2008, mas à frente do Tracker. O Cruze Sport6 foi o hatch médio mais vendido. Enquanto isso, nos comerciais, a Toro foi o modelo mais vendido seguido de Strada e Saveiro. Hilux e S10 ficaram acima de 2 mil unidades, enquanto a Ranger vendeu pouco mais de mil.

Por uma unidade, a Fiorino ficou na frente da L200. A Amarok ficou em décimo, ficando logo a frente da Montana, que não conseguiu se recuperar e fechou em 11º.O caminhão HR fechou na frente da van Master e a Frontier, não saiu de 14º lugar.

Confira abaixo as 21 marcas, 80 automóveis e 46 comerciais leves vendidos em abril de 2017:

Marcas

1º GM 26.707 17,53%
2º VW 18.802 12,34%
3º FIAT 18.587 12,20%
4º HYUNDAI 14.986 9,83%
5º TOYOTA 14.495 9,51%
6º FORD 14.489 9,51%
7º RENAULT 11.919 7,82%
8º HONDA 10.834 7,11%
9º JEEP 6.764 4,44%
10º NISSAN 4.241 2,78%
11º PEUGEOT 1.869 1,23%
12º CITROEN 1.683 1,10%
13º MITSUBISHI 1.512 0,99%
14º M.BENZ 1.022 0,67%
15º AUDI 777 0,51%
16º BMW 626 0,41%
17º KIA 608 0,40%
18º LAND ROVER 492 0,32%
19º SUZUKI 329 0,22%
20º JAC 309 0,20%
21º VOLVO 259 0,17%

Automóveis

1º GM/ONIX 12.689
2º HYUNDAI/HB20 7.934
3º FORD/KA 6.650
4º RENAULT/SANDERO 6.110
5º VW/GOL 5.515
6º TOYOTA/COROLLA 4.969
7º GM/PRISMA 4.619
8º JEEP/COMPASS 3.940
9º FIAT/MOBI 3.642
10º HONDA/HR-V 3.576
11º TOYOTA/ETIOS HB 3.271
12º HYUNDAI/CRETA 3.056
13º VW/VOYAGE 2.934
14º VW/FOX/CROSS FOX 2.920
15º FIAT/UNO 2.782
16º JEEP/RENEGADE 2.745
17º VW/UP 2.673
18º TOYOTA/ETIOS SEDAN 2.580
19º HONDA/CIVIC 2.394
20º FORD/KA SEDAN 2.305
21º FORD/ECOSPORT 2.206
22º HYUNDAI/HB20S 2.168
23º FIAT/SIENA 1.996
24º RENAULT/DUSTER 1.900
25º HONDA/WR-V 1.853
26º HONDA/FIT 1.846
27º RENAULT/LOGAN 1.779
28º FIAT/PALIO 1.759
29º GM/COBALT 1.758
30º GM/CRUZE SEDAN 1.721
31º NISSAN/KICKS 1.578
32º GM/SPIN 1.518
33º NISSAN/VERSA 1.178
34º FORD/FIESTA 1.174
35º HONDA/CITY 1.073
36º NISSAN/MARCH 1.032
37º TOYOTA/HILUX SW4 978
38º PEUGEOT/208 811
39º PEUGEOT/2008 805
40º RENAULT/CAPTUR 793
41º CITROEN/C3 737
42º HYUNDAI/IX35 704
43º GM/TRACKER 675
44º CITROEN/AIRCROSS 579
45º GM/CRUZE HB 535
46º VW/JETTA 504
47º FORD/FOCUS SEDAN 489
48º VW/GOLF 448
49º AUDI/Q3 420
50º FIAT/DOBLO 420
51º HYUNDAI/TUCSON 349
52º FORD/FUSION 345
53º GM/TRAILBLAZER 344
54º MB/GLA 333
55º MITSUBISHI/OUTLANDER 319
56º CITROEN/C4L 259
57º FIAT/WEEKEND 259
58º MB/CLASSE C 258
59º LR/DISCOVERY 251
60º HYUNDAI/ELANTRA 247
61º JAC/T5 243
62º MITSUBISHI/ASX 241
63º BMW/X1 239
64º FORD/FOCUS 234
65º NISSAN/SENTRA 233
66º BMW/SERIE 3 205
67º KIA/SPORTAGE 195
68º VOLVO/XC60 191
69º LR/EVOQUE 188
70º AUDI/A3 SEDAN 184
71º KIA/PICANTO 165
72º MITSUBISHI/PAJERO 155
73º SUZUKI/VITARA 142
74º FIAT/PUNTO 141
75º SUZUKI/JIMNY 128
76º TOYOTA/PRIUS 124
77º TROLLER/T4 114
78º KIA/CERATO 109
79º PEUGEOT/308 98
80º HONDA/CRV 91

Comerciais leves

1º FIAT/TORO 3.470
2º FIAT/STRADA 3.122
3º VW/SAVEIRO 2.895
4º TOYOTA/HILUX 2.515
5º GM/S10 2.189
6º FORD/RANGER 1.053
7º RENAULT/OROCH 872
8º FIAT/FIORINO 776
9º MITSUBISHI/L200 775
10º VW/AMAROK 679
11º GM/MONTANA 631
12º HYUNDAI/HR 451
13º RENAULT/MASTER 352
14º NISSAN/FRONTIER 219
15º IVECO/DAILY 3514 141
16º FIAT/DUCATO 121
17º KIA/K2500 85
18º FIAT/DOBLO 84
19º PEUGEOT/PARTNER 68
20º M.BENZ/SPRINTER 311 52
21º M.BENZ/SPRINTER 51
22º RENAULT/KANGOO 48
23º CITROEN/JUMPER 45
24º RAM/2500 41
25º M.BENZ/VITO 32
26º LIFAN/FOISON 21
27º M.BENZ/SPRINTER 313 13
28º EFFA/K01 11
29º PEUGEOT/BOXER 10
30º M.BENZ/RIBEIRAUTO 6
31º IVECO/DAILY 5
32º FOTON/AUMARK 1039 5
33º M.BENZ/SPRINTER 415 4
34º EFFA/V21 4
35º BYD/T3 3
36º TOYOTA/BANDEIRANTE 2
37º EFFA/V22 2
38º JAC/T8 2
39º RELY/RELY PICK-UP 2
40º AGRALE/AGRALE MARRUA 1
41º FORD/PAMPA 1
42º M.BENZ/SPRINTER 515 1
43º VW/KOMBI 1
44º HAFEI/MINIVAN 1
45º HAFEI/RUIYI 1
46º HAFEI/START PICK UP 1

[Fonte: Fenabrave]

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

  • Tyrion Lannister

    A coisa está feia para os hatchs médios. Focus hatch vendendo menos que o fastback (que também não está bem).

    • MauroRF

      Uma pena. Considero os hatches médios os mais “equilibrados” no geral, além do que, o Focus tem uma dirigibilidade incrível (tive dois).

      • Robinho

        sim, alias gosto mais da categoria de Hatches médio do que de outras, tenho um Cruze HB e quero troca-lo por um Focus, mas é uma pena ver esta categoria ladeira abaixo…

        • Victor Hugo

          Não está ladeira a baixo, está preço acima. Estão concorrendo com sedãs, Corolla/Civic.

          • beto

            O preço dos hatch médio e sedãs médio sempre foram semelhantes, até porque os carros se equivalem exceto pelo formato da traseira.

            • DiMais

              hatch custa mais porque precisa de muito mais reforços na traseira para manter a rigidez torcional da carroceria por ser totalmente aberta e ainda tem uma tampa bem mais complexa que a dos sedãs, mas brasileiro compra carro por metro..

              • Cristiano_RJ

                Pois é. Explicar para um consumidor médio aqui no Brasil que Cruze Sport6 é mais carro que o Tracker é um drama.

              • Luis Burro

                Não é comprar por metro,é só caso de pegar melhor custo benefício.Se o cuso for quase igual,o sedã tem o bonus do portamalas e do estatus na h de revender.

                • FocusMan

                  Estatus… Nossa…

                  • Luis Burro

                    Ah,pra uns isto é importante.

            • Cristiano_RJ

              Exato. Às vezes até me sinto papagaio repetindo a mesma coisa. Não entendo porque as pessoas não estudam um pouco determinado assunto antes de chegar a conclusões.

              • Edson Fernandes

                Mas veja que interessante: É essa mesma pessoa que demonstra que o mercado de hatches medios tem diminuido, porque o valor real do hatch medio demonstra a visão de muitos leigos que acham que é um carro inferior a um médio…

                E pensar que no meu caso, seria o melhor dos mundos…

              • FocusMan

                Cristiano desisti de gastar meu tempo com isso…

          • Jurandir Filho

            A culpa é dos SUV´s, essa categoria acabou com os hatchs e sedans (exceção do corolla)

            • fschulz84

              Exato… Os crossovers (me recuso a chamar de SUV) primeiro minaram as SWs e Minivan e agora também estão matando os hatches e sedans… O pior é saber que são produtos inferiores, mas como imagem é tudo, vendem que nem água.

              • radiobrasil

                O povo tá comprando esses crossovers derivados de compactos no lugar de médios… e pensa que está fazendo um GRANDE negócio.

                • MMM

                  Em muitos casos está. Troquei a Megane GT da minha esposa em um HRV EX e a troca foi muito boa. Mesmo ela querendo um carro mais alto, na época fui ver um Golf Variant. Paguei 79 mil no Honda, enquanto o Golf com kit dignidade para o segmento saía por mais de 100 mil.

                  Pra quem tem somente 1 filho pequeno, é o tipo de carro ideal para o dia a dia.

                  • Ernesto

                    As pessoas não entendem que as necessidades das pessoas podem ser diferentes do delas. Eu estava precisando de um carro maior e fui olhar o Tracker e o Kicks. Ambos não me atendem pelo espaço no banco traseiro e por isso acabei optando por um Corolla. Minha opção foi porque estamos esperando o 1o filho e temos dois cachorros pequenos que levamos para tudo quanto é lugar, por isso estes dois (Tracker e Kicks) não me atendem.

                    • MMM

                      Esse é o ponto. Eu compro sedan médio pq pego estrada. Tenho 1 filho pequeno e usamos meu carro pra viajar aos finais de semana. Minha esposa usa o carro pra levar meu filho pra escola e natação, além de ir ao Shopping. Tudo a menos de 2 km da minha casa. Pra ela um carro que facilite colocar e tirar da cadeirinha é muito mais útil do que outro com melhor acerto dinâmico, por exemplo.

                • Guedes

                  “brasileiro compra carro por metro quadrado”

                • Gomes

                  Vc está correto e isto só comprova que os comentartistas de blog automotivo não representam nem 0,1% dos compradores brasileiros. O cliente “comum” valoriza outras coisas e é para ele que as montadoras trabalham (e pelo lucro, claro). Exemplos: tem 670 clientes que não ligam pelo fato da Tracker não ter ESP, tem 1600 clientes que não ligam pelo fato do 208/2008 não terem câmbio de 6 marchas. Ok, nestes 2 casos venderia mais se tivesse esses equipamentos? Sim! Quanto a mais? Quanto precisa ser investido? Caso do Corolla que vendia 5000 por mês sem ESP, colocou, aumentou o preço (aumentou agora de novo) e continua no mesmo ritmo. O ESP não aumentou e nem diminuía as vendas, apesar dos comentaristas de blogs descerem o pau. É a vida como ela é.

                  • Luis Burro

                    No caso do corolla uma parte é pelo bom tratamento da fábrica com o consumidor e tbm pela fama de ter baixo custo de reparação e poucos problemas mecanicos.Acho q deva ficar na média da categoria,mas o problema é a marca fincar a faca nas costas no preço.Apesar de todas estarem caras ainda há boas opçoes de melhor custo beneficio q as japonesas.

                • RODRIGO MEIRELLES

                  O vitara não é derivado.

              • MMM

                Depende. Imagine que você tem 80 mil na mão para comprar um carro. Você pode optar por:

                – Palio Weekend dualogic 1.8 – 78 mil
                – Tracker 1.4 turbo automática – 82 mil
                – SpaceFox 1.6 motion – 83 mil

                Crossovers compactos hoje tem basicamente o preço de entrada igual a SW compactas mais completas e são muito superiores.

                • Edson Fernandes

                  Mas há tbm opção de sedan médio por esse valor que vc pode optar tbm.

                  • MMM

                    Duvido vc convencer mulheres na faixa dos 30 e poucos anos a dirigir sedans médios.

                    • Edson Fernandes

                      Minha esposa dirige, minhas irmãs adoram e sabe como se faz? Demonstrando os itens de série.

                      Minha mulher tbm gosta de altinhos. Só que quando mostrei o que meu carro atual possui (Fluence), ela percebeu que o sedan era muito melhor em tudo (principalmente no rodar que é um dos atributos que minha esposa tbm gosta de observar).

                      Quando conhecemos 2008, Duster, HR-V (esse ela acha lindo) e Renegade, ela ficou impressionada com a simplicidade de uns e com o preço e conteudo de outros. Foi assim que definimos nossa compra de carro além do que eu exaustivamente já pesquisava…rs

                    • MMM

                      Com a minha esquece. Levei ela pra ver Fluence, Civic, Cruze e ela disse que isso era carro pra mim. Também tem q ver a questão de filhos. Colocar e tirar da cadeirinha no HRV realmente é mais fácil.

                    • Edson Fernandes

                      Então, no meu caso teve sim o argumento da facilidade, posição de dirigir mais alta… mas na hora que ela viu os recursos que tinham no Fluence, ela entendeu o porque citei ele. (e no final foi ainda a versão de topo que veio a ser comprada, imagina se não tem mais recursos perante os altinhos).

                      Lado positivo do Fluence (para muitos é negativo) é ser um sedan alto que não raspa em qualquer lugar e a tocada é mais na suavidade, curtir a viagem com conforto é com ele. Esportividade não é o carro para isso, ele apesar de não ser instavel, vai jogar o carro pra fora em uma curva forte (o ESP não chega a atuar o que é bom) mas o carro mantém a trajetoria. Outros mais voltados a esportividade ficam neutros ou mais no chão.

                      Como ela gosta desse comportamento (e eu tbm) de conforto, então caiu como uma luva. Já o meu ex C3, raspava só de pensar em buraco. Então calhou que não precisamos de um carro mais alto (e não queremos filho, que é outro ponto que não precisamos da acessibilidade a ele de forma mais pratica).

              • Luis Burro

                Pior q nem sei se é tanto imagem,tlvz seja por akela sensação de segurança q um carro mais alto dá.Vejo principalmente mulheres dirigindo.Hatch médio imagino ter um consumidor de perfil em sua maioria masculino e por volta dos 30 pelo apelo mais esportivo,ao contrário dos suvs q é mais familiar.

            • Victor Hugo

              Concordo. Falei no meu comentário que está no valor dos sedãs, e esqueci de citar os SUV´s. Os três estão na mesma faixa de preço, então é uma batalha perdida. SUV virou febre no mundo inteiro, e entre um sedã e hatch, pessoal prefere sedã.

          • DiMais

            mania de brasileiro em comprar carro por metro, um hatch médio custa mais para produzir que um sedã mas aqui a cartilha segue o contrário e sedã tem que ser mais caro porque é maior (e garante mais lucros para as montadoras)..

          • Cristiano_RJ

            Faça uma pesquisa histórica. Volte 5, 10, 15 anos… Você se surpreenderá com a seguinte constatação: hatch médio SEMPRE teve preços alinhados com o de seus sedans equivalentes. Também pudera, são praticamente o mesmo carro, compartilhando praticamente tudo. Logo, essa explicação para as baixas vendas no segmento não corresponder à realidade.

          • FocusMan

            Hatches médios custam mais caros do que sedan em qualquer lugar do mundo. São maos caros de produzir tb.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Acredito que os hatches médios são as principais vítimas desta nova safra de SUV.

      • Robinho

        assim como as peruas um dia foi e jaz em paz…

      • Yuri Chaves Souza

        E creio q no futuro as picapes compactas “plus size” tipo Toro e Oroch abocanhem a linha dos sedans médios, viu?

        • beto

          A Toro já faz isso, já a Oroch tá difícil de fazer qualquer coisa.

          • oscar.fr

            Cerca de mil unidades para um carro com custo de desenvolvimento baixo em um cenário de crise não é ruim. Somando-se, ainda, que a Renault não tem a metade do tamanho da Fiat e não dá para considerar a Oroch como um fracasso. Não é como se fosse uma Hoggar 2. Até porque, diferentemente da Peugeot, a Oroch não é superior aos concorrentes.

          • Gilberto Silva

            A Oroch está vendendo mais que modelos muito superiores em acabamento como L200, Amarok e Frontier, e mais que a quase esquecida Montana, e isso é ruim? ser a 7º mais vendida é ruim?

            Seria ruim se a Renault tivesse uma longa tradição no segmento e tivesse perdido alguma posição de liderança por ter trocado um modelo, o que não foi o caso, é um Market Share que ela não possuía, ou seja são mais Dólares na conta da Matriz Francesa.

            E pelo contrário que muitos falam, eu particularmente não comparo a Oroch com a Toro, veja que embora sejam quase similares em tamanho, ambas visam clientes diferentes, pois possuem uma filosofia de acabamento e tecnologias diferentes, além do abismo do preço entre elas. Seria como comparar ressalvadas as diferenças, sedans que possuem tamanhos próximos mas de categorias e preços diferentes bem como propostas diferentes como por exemplo nas gerações passadas aconteciam com Cobalt e Cruze, embora próximos em tamanho, o Cobalt nunca competiu com nenhum Sedan médio.

            A Toro e a Oroch possuem preços, equipamentos, tecnologia e principalmente propostas diferentes, portanto não concorrem entre si, diria até que são dois lobos solitários aproveitando para abocanhar os clientes de versões mais completas de Strada e Saveiro, versões de entrada de S10, Ranger, e aqueles que sempre quiseram uma Camionete, mas não dispunham de capital suficiente para uma versão completa das grandes nem comprariam as versões completas das compactas.

            • Pedro Evandro Montini

              Eu acrescento que a Toro está capturando alguns clientes dos SUVs compactos também.

        • Fernando Bento Chaves Santana

          Concordo. A Toro foi pensada para agradar o dono do sedã médio que aspirava ter uma picape média, como S10 ou Hilux, mas que não queira bancar o preço alto e tinha medo dos custos de manutenção. Ao que parece está dando certo.

        • DiMais

          a Toro já eliminou a necessidade de a Fiat desenvolver uma linha de maior valor agregado por aqui, o Argo não será médio (nem a Fiat está chamando ele assim, apenas a imprensa ~especializada~ que vai querer insistir que ele veio para substituir o Bravo, esse que descansou em paz sem deixar sucessores).

    • Rodrigo

      Acho que tem alguns fatores além, claro, da onda mini-SUV.
      Golf: pra mim o melhor médio do mercado, mas o seguro continua algo proibitivo (pelo menos pra mim).
      Focus: já começa a sentir o peso da idade e também pesa contra o câmbio powershift (mesmo a Ford jurando de pé junto que não vai dar mais problemas)
      Cruze SP6: pra mim o mais promissor, mas acho a traseira estravagante demais.
      i30: dizem ser um ótimo carro mas depois que lançaram o HB20 fica impossível desvincular um do outro.
      308: old news. Ninguém vai comprar um 308 sabendo que o novo logo mais chega.

      E acabaram-se as opções… :(

      • Jurandir Filho

        Concordo contigo em partes, i30 caiu por conta da ambição da Caoa (preço nas alturas pra um carro 1.6) e o tardio lançamento aqui (deviam ter lançado o new i30 antes do hb20), o 308 europeu não vai vir pro Brasil nunca, pois o segmento dos hatchs morreu e o brasileiro ainda tem preconceito burro contra os franceses, a PSA tá trazendo o cactus e o 3008, além dos cambios AT6 marchas pros compactos

        • Rodrigo

          Mas o i30 já tem o motor 1.8 há uns 3 anos pelo menos… E a Hyundai Caoa deu uma incrementada nos equipamentos.

          • Jurandir Filho

            O i30 foi sucesso pois oferecia um desenho bem bacana, bons equipamentos de série além de preço um pouco abaixo da concorrência, o novo fez ao contrário disso, é caro e o motor não concorre com os turbos e de injeção direta da concorrência…

    • Leo

      Será que o segmento vai desaparecer, como o das peruas?

    • Fabão Rocky

      Culpa dos SUVs de shopping!

    • Luis Burro

      Faz tempo já!

  • BTRJ

    É impressionante um carro que parte de 105 k, Jeep Compass, vender 4 mil unidades. A classe média alta realmente já elegeu seu novo queridinho. Se a Jeep aprimorar seu pós-venda, ainda vejo espaço para mais crescimento. Se eu fosse a Jeep, eu colocaria o Compass com o kit de segurança completo e couro desde a versão sport e faria o povo abandonar de vez os caríssimos sedans médios atuais.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      É interessante como Compass engoliu o Rengade. Estou curioso para ver se a FCA vai traçar alguma estratégia para reposicionar-lo no mercado. Será que apostarão em motores mais econômicos? Ou em decorações para uma imagem mais “parruda” para distanciá-lo da imagem mais discreta do Compass? Só não aposto em redução de preços :-D

      • Fanjos

        Simples, vai aumentar mais 20 mil no Compass até ano que vem é só mais “cinquinho” no Renegade aí o pequeno dica parecendo um excelente negócio é todo mundo ganha xD

        • leomix leo

          Não fala isso Fanjos, que eles copiam sua ideias. Deixa do jeito que está, quem sabe ano que vem eu vá Boletar um.

    • radiobrasil

      Não consegui testar um Compass ainda… mas como é o desempenho dele comparado a um sedan 2.0 asp (Corolla) ou mesmo um 1.4t (Cruze)? Acho que por ser bem mais pesado deve ser beem mais lerdo, não?

      • Marcos megdA

        Basicamente o Compass Diesel é um tesão pra dirigir. Já na gasolina exige paciencia, porém é muito confortável. Eu particularmente nunca compraria ele na gasolina, apenas no diesel. E pelo preço do Compass a gasolina, um sedan médio é mais gostoso de guiar

        • afonso200

          eu ja detesto e nem quero nada a diesel, seguro caro, e barulho de trator

          • Verdades sobre o mercado

            Nem todo motor à diesel tem barulho de trator. O da Amarok é um exemplo.

            • Rbs

              Nem todo motor à diesel tem barulho de trator. kkkkkkkkk

            • Edson Fernandes

              E é impressionante como aquele cavalo gigante acelera.

          • Marcos megdA

            O Compass a diesel é mais silencio que muito carro por aí. Com os vidros fechados nem se escuta ele funcionando. O seguro de todo carro de 130mil reais é caro. E dá pra economizar uma grana na revisão do Compass porque é a cada 20000km

        • BTRJ

          Mesmo o Diesel anda menos que os sedans médios, mas oferece bom torque e maior agilidade que o à gasolina, além de beber menos.

          • Marcos megdA

            De 0-100 e em retomada o Compass diesel anda junto ou mais rápido que a maioria dos sedans médios. E concordo que o torque em baixa e a relativa economia são grandes chamarizes pro carro

        • Marcos megdA

          É que estou acostumado a dirigir carros turbo, então a maioria dos aspirados acho lentos. Mas o Compass mesmo a gasolina é um puta carro. Cogito fortemente comprar um trailhawk usadinho

        • Cristiano_RJ

          O desempenho das versões diesel e flex é muito parecido. A grande vantagem da versão diesel é que o consumo é comedido, enquanto a versão flex bebe mais que o cana brava.

          • Edson Fernandes

            Cristiano, é que se vc olhar a questão de 0-100 vai ser proximo mesmo. O diesel não é motor para ter tocada rapida. É para ter força.

            Nesse aspecto o “coice” quando pega para acelerar vai mais da força ali disponivel para maior necessidade de tração e controle do que exatamente ganho absurdo de velocidade, mas a retomada é muito boa. (e é aí que uma diferencia bem da outra)

            • Jeep Compass

              Na verdade o Compass Flex tem retomadas mais rápidas (ou com tempos parecidos) do que o Diesel na maioria dos testes:

              Car and driver:
              Compass Flex: 0-100 em 11,4 segundos.
              80-120 em 7,5 segundos

              Compass Diesel:
              0-100 em 11,6 segundos
              80-120 em 9,2 segundos.

              Auto Esporte:
              Jeep Compass 2.0 turbo diesel A/T 4×4 – 0 a 100 km/h = 11,8 s / 80 a 120 km/h = 7,4 s.
              Jeep Compass 2.0 aspirado A/T 4×2 —– 0 a 100 km/h = 11,6 s / 80 a 120 km/h = 7,6 s.

              Motor 1:
              Jeep Compass Flex:
              0-100 em 11,5 segundos
              80-120 em
              8,8 segundos
              Jeep Compass Trailhawk:
              0-100 em 11,4 segundos
              80-120 em 8,9 segundos

              • Edson Fernandes

                Olha, precisaria dirigir na pratica.

                Porque não faria muito sentido ter um motor diesel muito mais forte sem aproveitar isso. Entretanto, o carro é familiar sem apelo para correr. Mas deve ser bem mais gostoso e entregar uma potencia boa para o porte.

          • Jeep Compass

            O Flex inclusive anda mais de “alta”.

      • BTRJ

        A Jeep está no caminho certo, mas ainda comete dois pecados a meu ver: Essa política de opcionais (à la Fiat e Vw) e os conjuntos mecânicos medianos. Contudo, o acabamento, materiais utilizados e a monagem são muito superiores aos da concorrência, o que acaba conquistando quem prioriza a convivência a bordo e não se importa muito com desempenho e consumo.

      • Cristiano_RJ

        “Não consegui testar um Compass ainda… mas como é o desempenho dele
        comparado a um sedan 2.0 asp (Corolla) ou mesmo um 1.4t (Cruze)?”

        Mas nem um e muito menos o outro! Só para você ter uma noção, coloco a seguir resultados de aceleração e retomada do Compass (diesel e flex) ao lado do Corolla e do Cruze:

        Chevrolet Cruze 1.4 turbo A/T ————– 0 a 100 km/h = 8,8 s / 80 a 120 km/h = 5,9 s.
        Toyota Corolla 2.0 CVT ———————– 0 a 100 km/h = 9,8 s / 80 a 120 km/h = 6,4 s.
        Jeep Compass 2.0 turbo diesel A/T 4×4 – 0 a 100 km/h = 11,8 s / 80 a 120 km/h = 7,4 s.
        Jeep Compass 2.0 aspirado A/T 4×2 —– 0 a 100 km/h = 11,6 s / 80 a 120 km/h = 7,6 s.

        Fonte: Revista Auto Esporte números 621, 622 e 623.

        • Jeep Compass

          Interessante que os números do Compass Flex foram melhores do que os do Diesel na maioria dos testes, inclusive na Car and driver:
          Compass Flex: 0-100 em 11,4 segundos.
          80-120 em 7,5 segundos

          Compass Diesel:
          0-100 em 11,6 segundos
          80-120 em 9,2 segundos.

          Será se é por causa do peso?

        • Jeep Compass

          Agora, Cristiano. O Compass Flex pode não ser um primor em desempenho, mas para um Suv achei bem honesto (nem de longe é fraco).
          O 0-100 ficou entre 11 e 11,6 segundos na maioria dos testes, enquanto a retomada de 80-120 ficou na faixa de 7,5 segundos. Bons tempos para a sua categoria.

          Nem se compara aos ridículos Rav4 (0-100 em 14,0 segundos) e Crv, ou ao seu irmão menor Renegade 1.8 (também na casa dos 14,5 segundos).

    • afonso200

      renegade seminovo ja lotou as revendas por causa do compass

  • Supernescau

    A Honda não deve estar nada feliz com a venda do Civic. Acredito que eles imaginavam uma média muito maior. Mas devem estar muito felizes com o CRV e principalmente com o WRV, que nem eu imaginei que venderia alguma coisa. O Cruze aumentou bem a média em relação ao modelo anterior e está se aproximando do Civic, não para roubar a segunda colocação, mas para colocar distância do quarto.

    • Rodrigo

      O problema da Honda é excesso de ego. O Civic é ótimo (ainda mais nessa geração) mas não vale o que custa. Há algumas semanas atras fui levar meu Civic 2016 pra revisão e, bem despretensiosamente, fui ver quanto me pagariam pra trocar por um novo… Pagariam FIPE -20%… Então tá né, não devem estar precisando de vendas

      • Davi Millan

        Na própria honda isso?

        • Rodrigo

          Exatamente. Mais precisamente onde comprei o meu e onde sempre levo pra fazer revisões. Ou seja, desinteresse total em concretizar a venda.

          • Davi Millan

            Nossa… Seu carro anterior era um honda? Porque isso vai totalmente contra o marketing. Na própria Citroen se eu quisesse trocar de carro hoje eles me pagariam a FIPE e me dariam desconto no carro novo.

            • Rodrigo

              Não, meu carro AINDA é um Honda… com 2 anos de uso, mas novo e o qual gosto muito.
              Mais um mito que cai por terra. Pelo menos ainda tenho a esperança que a revenda no particular seja fácil.

              • MauroRF

                No particular é sim, vai rápido, se bem anunciado. Eu tive um LXR 2016/2016, o qual precisei vender para investir em um imóvel que surgiu do nada e é um bom negócio, e vendi rápido o Civic e por 73k (fechei a venda em 10/04). Se bem que o meu tinha 7 mil km só e nada, nada mesmo. O interessante foi que o comprei por 74,5k e tive IPVA e doc pagos por eles da Honda.

                • Marcelo

                  Isso porque a tabela do LXR 2016 é 68K. Estive procurando Civic EXR para comprar, tudo muito acima da tabela e o que aparece anunciado vai embora em pouco tempo. Aliás nem sei qual é a pesquisa que essa fipe faz para formar o preço, porque não é o praticado pelo mercado, no caso de Civics. Ano passado comprei um LXR 2016 em julho por 73K com 3mil Km. Vendi em novembro por 74K, e já estava com 8mil km.

              • Davi Millan

                Sim, sei que seu carro ainda é um Honda, mas antes desse atual, o anterior também era? Mas pode ter certeza que no particular quando quiser vender vai fácil.

      • oscar.fr

        Cara, sempre que fui em revendas foi assim. Na Peugeot a funcionária até riu de eu pedir a Fipe, “não é assim que funciona, não, moço”, ela me disse. Ao que eu retruquei, “ah, agora me lembrei que é por isso que comprei em Porto Alegre e não aqui, que vcs vendem acima da tabela e compram abaixo”. Um 208 Allure de 55 mil deve estar 62 nessa CSS.

        • Rodrigo

          Eu entendo, meu exemplo foi apenas ilustrativo. Mesmo para venda em particular fica complicado pedir FIPE já que o comprador sempre vai negociar. Mesmo em campanhas de marketing que dizem “pagamos FIPE no seu usado” você chega para ver e há 300 requisitos, alguns deles impraticáveis (exemplo: ter rodado 5 mil km em um ano).
          Meu ponto é que em nenhum momento a vendedora se demonstrou interessada em prosseguir com a negociação, o que estranhei bastante. Ela até argumentou que seria mais vantajoso vender o carro no particular… Sei lá, senti meio que uma má vontade…

          • Edson Fernandes

            Sabe o que é? A depender da versão eles fazem pouco caso. Se o seu é variante manual, esse tem baixa liquidez o que significa mais tempo de carro na hora de tentar vender.

            • Rodrigo

              Meu Civic é o LXR 2.0 automatico, não deveria ser mal cotado (acredito eu).

              • Edson Fernandes

                O seu seria a versão mais desejada do Civic seguindo tbm o EXR. Estranho ter sido desvalorizado dessa forma.

        • Edson Fernandes

          Só digo uma coisa: Se vc deu essa resposta a vendedora, foi uma resposta LINDA.

      • Guedes

        Isso é padrão em CC, não só na Honda. todas elas tem essa matemática, FIPE – 20%

        • Rafael Lima

          Na Toyota ofereceram já 100% da Fipe na troca pro Etios, depois de muito choro, mas no preço só carro eles não diminuiram um centavo, mas o Etios é feio demais então não foi concretizado

          • Edson Fernandes

            Mas tbm… o Etios vende por vantagens agregadas na hora da venda (não estou colocando demerito no carro, mas nesse modelo a palavra de lei é trazer vantagens para sua compra).

    • A uns cinco anos atrás existiam dois grupos de sedã médio, de um lado Civic e Corolla. Já no outro grupo simplesmente eram os outros sedãs (modelos que não tinham a menor possibilidade de assumir a liderança) . Se a coisa continuar assim daqui a pouco vamos ter o Corolla como referência em vendas no segmento e todos os outros modelos da categoria simplesmente vão virar outros sedãs. Lógico que o Civic teria que cair muito em vendas pra chegar nesse nível.

      • ViniciusVS

        Se continuar assim logo não teremos mais Sedan médio, A Toyota vende Corolla pq não tem SUV Compacto. Depois que a Honda lançou o Hrv o Civic foi só ladeira abaixo.

        • Vinícius

          Exatamente. Está bem claro que na medida que os SUVs cresceram, os sedans médios caíram. A Honda possui alem do HRV, o City, que é um Civic Compacto. Agora para quem quer um Toyota, quais as opções? Somente Etios e Corolla, que possuem um abismo entre um e o outro. Tenho certeza que se a Toyota tivesse um sedan compacto Premium, que concorresse com o City (a nível de qualidade), perderia vendas do Corolla e se tivesse um SUV compacto a partir de R$ 70/80 mil tambem. Por isso considero as vendas dá Honda muito boas! Para todos os modelos até o Civic.

          • BTRJ

            Exato. E ainda acrescento que a Honda poderia estar vendendo o Fit e o City entre 55/70 mil (como há menos de dois anos) e estaria ainda melhor posicionada. Lembrando que a Toyota também acaba dominando a parte das caminhonetes com a Hillux e a SW4. Acho que a Honda está trabalhando no limite de sua capacidade de produção, então acaba controlando a demanda com os preços elevados.

            • José Antonio

              E assim maximizando os lucros…

          • Edson Fernandes

            Olha me desculpe… mas para um City ser um Civic compacto falta MUITO. Apesar de criticar a algumas coisas, o Civic sempre teve um refinamento muito superior aos compactos.

    • Licergico

      lembrando que no lançamento do civic foi dito pela propiá honda que não almejava disputar a liderança pelo simples motivo que o Civic no Brasil tem produção limitada ( menos de 3k unidades / mes ) .

    • Fabio Marquez

      Insatisfeita? Toda a produção vendida desde o lançamento não está nada mal, quando lançaram ele a marca avisou qu e não produziria mais de 3000 carros por não almejar o topo da lista, mas a verdade é que não cabe ele junto com o HR-V agora o WR-V na mesma linha de produção. Todo canto que voc~e vai o Civic aparece, não vende mais porque não tem para vender.

    • Charlis

      Cara,
      Eu penso que a Honda não está muito preocupada com o Civic não.
      Visto que, está vendendo a HR-V que nem pão quente ainda (top 10).
      A p**** do WR-V também, e eu também pensava que não ia vender.

      Estes 2 carros são MUITO mais baratos para produzir que o Civic.
      Tudo é mais simplificado, começando pela plataforma, motorização, sistemas de suspensão (principalmente a traseira), freios, acabamento, enfim, tudo.

      Então, se a Honda consegue vender muito HR-V no preço que o Civic custa, ela está rindo a toa.
      Tipo, um restaurante vender arroz/feijão e ovo, a preços de frutos do mar.
      O que ele prefere?

      Único ponto zica, é que a Honda tem uma fábrica fechada, e escutei de colegas lá de dentro da Honda Sumaré, que eles não tem planos ainda de abrir a fábrica nova, e da atual já teve alguns cortes de funcionários.
      Mas isso, é o cenário nacional, a Honda e a Toyota ainda sofrendo menos que as demais.

      O WR-V é a prova disso, se a Honda anunciar carrinho de sorvete, vai vender a rodo.

      []s

      • Edson Fernandes

        Nem tanto. O Etios tá para provar que brasileiro pode aceitar valores altos, mas carro inadequado ao mercado não. O carro precisa ter uma “mascara” aceitavel, porque daí sim aceita pepino.

        • José Antonio

          A Toyota vem melhorando o Etios pouco a pouco e já vende 5851 (Abril), fora as exportações. Os caras sabem trabalhar.

          • Edson Fernandes

            Exatamente. Porque isso? Porque eles trabalham com descontos e se aproveitam obviamente daquilo que conseguiram vender no mercado.

  • Alexandre

    A GM vendendo míseras 631 unidades com a Montana e mesmo assim me faz aquele “face-lift” trash… Pode çim, com certeza vai subir muitas poZZZições.

    • Vitor Barcellos

      Que facelift? Montana é a mesma desde 2010 kkk

    • Jurandir Filho

      Se a GM vende 631 unidades da monstrana, deve é tá feliz pra KCT, tá vendendo mais que muito carro bom (focus, golf, etc..)

      • José Antonio

        Também não acho ruim.

  • Eduardo Sad

    o Focus Hatch vendeu menos que BMW X1, Discovery, Classe C, vendeu menos que o Jac T5. Se o Hatch não vendeu nada, o sedan vendeu quase nada. Pensando no carro em si, acabamento, nível de equipamentos, motor, design, preços, etc, não vejo nada que o desabone a ter um desempenho tão pífio em vendas, com exceção do câmbio é claro. Não entrando no mérito de ser ou não confiável, da Ford ter ou não reparado em definitivo (essa discussão já deu muito pano pra manga), acho que é meio óbvio que esse câmbio queimou bem a imagem de um excelente carro

    • Davi Millan

      O Focus Sedan vendeu mais que o hatch, e diga-se de passagem que a Ford vem dando mais desconto para o sedan que para o hatch. O carro é bom, nada contra, mas isso é fruto da própria Ford que com as revisões a cada seis meses, os preços absurdos das peças e manutenções e a qualidade do atendimento estão tirando a Ford das escolhas. Eu mesmo nem cogitei o Focus quando fui trocar de carro por esses fatores e pelo fato de não ter motor turbo.

      • Eduardo Sad

        Verdade Davi, esse lance de revisoes a cada 5mil km ou 6 meses não dá mais. 5mil km pra mim não chegam a 3 meses. Sem falar que fica muito dispendioso tbem. Mais um detalhe que não me agrada no Focus é a falta de espaço interno, mas aí já creio ser mais uma ponderação minha, que muito provavelemente não é a causa das baixas vendas do modelo.

        • Davi Millan

          Sim, por mais que essa revisão a cada seis meses tenham acabado, nesse período a Ford perdeu muitos clientes para outras marcas que não tinham essa besteira. Hoje para poder ganhar eles de volta vai ser bem difícil e um dos problemas grandes para o sedan é exatamente esse que você citou, a falta de espaço traseiro.

        • Evandro

          O Focus que eu tinha era a cada 12 meses ou 10k, porém, tive um jetta antes e era de 6 em 6 meses, uma desgraça total….

      • Robinho

        exatamente, acho o Focus o melhor médio do mercado, mas as revisões a cada 6 meses era de matar, eu msm pensei em trocar o meu velho Cruze por um Focus, mas estas revisões…

        • Davi Millan

          Mas atualmente não tem mais essas revisões a cada seis meses. Mas se queres trocar, da uma olhada já que gosta tanto do carro, mas já adianto que o novo Cruze ficou muito bom, vale a pena dar uma olhada também.

          • Robinho

            Sim, o Cruze tbm ficou bom (esteticamente falando, pois não dirigi o novo ainda), mas não é tão bonito quanto o Focus (minha opnião, claro)….

            • Davi Millan

              Em dirigibilidade o Focus ainda é muito melhor que o Cruze sedan, mas em powertrain o Cruze está melhor. Enquanto ao design… acho ambos muito bem acertados.

        • Evandro

          O Focus que eu tinha era 2015, e as revisões eram a cada 12 meses ou 10k km

      • Evandro

        Olha, vou falar uma coisa, em outubro de 2016, eu fui na Ford da minha cidade, eu já tinha um Focus Sedan 2.0 SE com o PS, fui ver um desse modelo mais novo, me agradou bastante um Hatch Titanium, com tudo e mais um pouco, mas acho que só não tinha park assist, não tenho certeza, enfim, perguntei a um vendedor o valor do carro, e ele veio e me falou que estava por 109k, mas se fosse comprar a vista, sem nada na troca, chegaria a uns 105k, pqp, nem perdi tempo para avaliarem o meu, dias depois passei na Volvo da minha cidade para fazer um trabalho lá, e vi um V40 T5 RDesing, acabei comprando o carro por 129k, sei que 20k a mais é bastante, mas se for comparar um carro com o outro o Volvo me oferece muito mais (sei que é a mesma base do focus e trala lá), mas tenho muito mais conforto, potência e tecnologia, acredito que a Ford está se queimando no preço dos seus produtos e não pela qualidade deles em si….

        • Lagarto Véio

          Não tem comparação.
          Bom negócio!

        • Davi Millan

          Estou pensando o mesmo. Meu próximo carro será um da tríade alemã ou um Volvo, no máximo um Fusion, porque com os preços que estão melhor sair de alemão… (só para rimar, porque o Volvo é sueco).

      • fschulz84

        Já faz muito tempo que a Ford retirou essa política de revisão… Agora é a cada 12 meses ou 10000kms

        • radiobrasil

          Exato.. tenho um Fusion 2016 que peguei em agosto/15 e só fiz 1 revisão até agora com 1 ano… de 350,00

        • Davi Millan

          Sim, mas demorou muito para mudar e acabou perdendo tempo e cedendo lugar a outros concorrentes que não tinham essa política. O mesmo pode-se atribuir a VW. Faz tempo, mas ao demorar para mudar cederam lugar na mente dos clientes aos concorrentes que não possuíam essa política.

    • Fanjos

      Ou a Ford troca o cambio ou não vende mais nada, ninguém confia, eu mesmo tenho 5 amigos com carros com esse cambio, todos deram problemas, 3 Fiestas, 1 Focus 1.6 e outro 2.0 do ano passado 15/16, eu jamais compraria um carro com esse cambio.

  • Pedro Evandro Montini

    Acho que ficaria melhor se fizessem um único ranking de veículos, incluindo as picapes junto aos demais, como fazem com os SUVs e crossovers. Não tem sentido manter um ranking separado, sendo que os SUVs (muitos deles versões “station” das picapes) já estão incluídos lá.

  • SDS SP

    Um carrinho tão legal como o Picanto na posição em que está é um pecado.

  • Rodrigo

    Ou eu estou ficando bem louco ou WR-V vendeu mais que Fit… 1.853 pra ser mais preciso. Isso é mais que Nissan Kicks e, pior, mais que a soma de Captur e Tracker (que por sinal só despenca apesar dos ótimos motor+câmbio).
    Tem algo muito errado no mercado brasileiro…

    • Ricardo Rangel Lirio

      Hahaaa… O Brasileiro merece! Mas quem perdeu mesmo foi a Honda que não roubou mercado de ninguém, além dela mesma.

      • Rodrigo

        Estou tentando me convencer que a maioria dos WR-V emplacados foi de unidades de test-drive. Não é possível ser venda pra consumidor final.

        • Davi Millan

          Pois então, eu só tive a infelicidade de ver um único modelo na rua até hoje.

          • Ricardo Rangel Lirio

            Eu também. E o dono mora aqui perto de casa…

        • Ricardo Rangel Lirio

          Também compactuo desse sentimento, Rodrigo.

        • leomix leo

          Rpz, aqui em minha rua tem um, que coisa mais estranha. Não sei se é de algum vendedor dá Honda, ou se alguém teve coragem de pagar por essa tranqueira.

          • Rodrigo

            Já vi o carro ao vivo em uma concessionária e achei-o interessante (é o tipo de carro melhor ao vivo que em fotos), mas eu não compraria por um único fator: preço. Se custasse até uns R$75 mil a versão EXL, talvez. Mas no preço que pedem, fora de cogitação.

        • oscar.fr

          Ontem estacionei ao lado de um em Porto Alegre. Já é real aquela coisa. O carro engana bem, estava ao lado de uma 2008 (que engana mal, parece menor que é), e o Honda parecia gigantão, sendo que nem é maior. Não sei se esse carro tem ESP, mas eu ficaria com medo de entrar numa curva acima da velocidade (mesmo sabendo que não se deve fazer isso, mas vai que…)

          • Duh

            Não tem esp, é mais pelado que passista de escola de samba, nem acabamento bom possui.

            • oscar.fr

              Ou seja, um legítimo Honda kkkkkk

          • Rodrigo

            O WR-V ao vivo fica melhor que em fotos. A traseira é controversa, sim é, mas não chega a ser o principal problema do modelo. Pra mim o maior problema ainda é o preço. R$75 mil estaria mais do que bem pago nele, ainda mais pela falta de vários itens que os concorrentes oferecem.

            • Ernesto

              A frente desse WR-V eu achei bacana, mas a traseira realmente é sua pior parte. Sem contar o preço, claro.

            • oscar.fr

              Concordo.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Pois é… os japas identificaram um nicho entre os próprios adpetos da marca. Eu criticava o WR-V, mas ele faz muito sentido no interior do país onde os Fit e o Civic sofrem com buracos ou ruas de paralelepípedo ou sem pavimentação, pois ele não passa de um FIT com suspensão mais robusta e alguma diferenciação estética. E se o sucesso do WR-V destacá-lo ainda mais do FIT será provável que este não tenha um sucessor direto por aqui, e que a Honda aproveite para oferecer um modelo de acesso mais próximo do Toyota Etios e Hyundai HB20.

      • Rodrigo

        Acho difícil a Honda descontinuar o Fit por aqui (pra não dizer impossível), mesmo num suposto sucesso do WR-V.
        É um carro muito bom e tem um público bastante fiel (minha vizinha por exemplo já está no seu 4o Fit). Sem contar que é uma das montadoras com o line up mais enxuto, não justificaria.

      • ViniciusVS

        Aqui no Brasil até tem espaço para o Honda Brio porém as css não tem estrutura para um volume maior e a qualidade do Pós venda cai.

        Existe pós venda Honda antes e depois do Hrv da mesma forma que existe pós venda Toyota antes e depois do Etios.

        É comum na Honda ver Civic com mais de 10 anos fazendo revisão na css, a maioria dos donos são completamente presos na autorizada e valoriza mais o pós venda que o próprio carro em si. Agora se a Honda já está com pós venda medíocre com o carro mais barato custando R$ 63.000, imagina vendendo um concorrente do Etios aqui ( Brio) por R$ 40.000. afunda de vez o pós venda.

        • Ernesto

          Eu não sabia que o pós venda da Honda tinha caído tanto para ser considerado medíocre. E na Toyota é igual, sempre tem Corollas antigos fazendo revisão.

          • ViniciusVS

            Infelizmente caiu e muito.

    • SDS SP

      Acho bem possível que o cara vai na Honda na intenção de levar um HRV, mas acaba levando um WRV e acha que está fazendo um ótimo negócio rs…Não que o HRV seja lá um negócio da China, mas enfim…

      • Rodrigo

        Eu pegaria um HRV manual mesmo. Isso só pra citar os dois.
        Mas por esses preços ficaria entre Kicks e Renegade (pendendo mais para o Kicks).

        • SDS SP

          Esse HRV manual à Honda faz questão de não oferecer…Se eu fosse ficar na categoria, olharia com carinho Creta ou Renegade mesmo o último não sendo um primor em desempenho e consumo.

    • Vinicius

      Rodrigo, se a Tracker tivesse test drive ia vender menos ainda. Dirigi a de um amigo e me apavorei com a rolagem. Numa saida de lombada que acelerei um pouco mais parecia que a tração era traseira. Lembrei dos tempos da “lambada”.

      • Rodrigo

        Que falta faz o ESP, né?!

        • MarcioMaster

          Não tem nada haver com ESP o que ele esta falando, que é a rolagem do carro em pista, a sensação que pode sair, o que na verdade é uma impressão, porem não sai, e nesse caso o ESP não funciona, caso tivesse, claro.

          • Rodrigo

            Então, o ESP ajuda na iminência de uma derrapagem, contendo abusos do condutor…
            E pra ser bem franco, comparar comportamento de rolagem em um carro alto é meio que chover no molhado. É esperado que o comportamento dinâmico de um carro mais alto nunca será o mesmo que um equivalente mais baixo, seja com a eletrônica embarcada que tiver. Mas… como não dirigi o Tracker nessa versão nova, não tenho experiência para dizer se realmente é uma falha de projeto ou se é um comportamento normal do modelo. O que posso dizer é que já tive Sonic (modelo do qual o Tracker deriva) e seu comportamento dinâmico era irrepreensivel.

            • MarcioMaster

              Sim, correto, eu tive um Sonic tambem e dirigi a tracker e achei o comportamento normal, nada me chamou a atenção quanto a rolagem.

          • Guedes

            Não tem nada a ver co ESP?! ESP serve pra que então?

            • MarcioMaster

              ESP serve para corrigir derrapagens, não para interferir na rolagem do carro. Vinicius passou sua impressão ao dirigir o carro, achando que o carro rola demais, ou inclina demais, passando uma impressão que pode escorregar a qualquer momento e nesse casso em nenhum carro o ESP entraria em funcionamento, somente apos ocorrer o desgarramento de uma das rodas de sua trajetória.

              • Guedes

                Mas o ESP corrigiria essa falha. Logo, tem a ver com ausência de ESP sim.

                • MarcioMaster

                  Creio que voçe não entendeu, ele se refere a sensação de inclinação do veiculo e não uma situação extrema onde os pneus cantariam, as rodas tenderiam a sair e seriam pinçadas pelo ESP. Em caso como descrito de inclinação não existe tecnologia de ESP que entraria em funcionamento, aliais o que ele sentiu é normal em veiculos com o centro de gravidade mais alto.

                  • Guedes

                    Teste do Alce, já ouviu falar? Toyota Hilux? com e sem ESP?

                    • MarcioMaster

                      Sim logico, e descreve exatamente o que eu estou falando, o nosso colega Vinicius NÃO vez teste do Alce, nem chegou perto desse limite, então na situação simples do teste dele o ESP não atua.

        • Vinicius

          Reclamei dos dois pontos, na verdade. Rolagem por suspensão macia, e falta de esp. Acelerava e ela dançava. E não precisava atolar o pé no fundo não.

    • ViniciusVS

      A Renault vai precisar atualizar o Captur logo pelo visto…

    • Licergico

      ” Captur e Tracker (que por sinal só despenca apesar dos ótimos motor+câmbio).
      Tem algo muito errado no mercado brasileiro… ”

      bom pra mim nem captur / tracker tem motor / cambio que presta.O cambio gf3 e o turbo beberrão da gm ( sim ! eles conseguiram ! ) só são melhores que o 1.8 e gf2 do modelo antes do facelift. A mecânica do captur é xoxa mesmo. A Tracker até anda bem mais bebe bem também… e o gf3 fica indeciso se sobe ou desce marcha … alem da tremenda rolagem da carroceria .

      Motor e cambio “the best” nesta categoria só o suzuki Vitara ( porem um player muito fraco …) .

      • Rodrigo

        Certamente o Vitara é superior, mas a Suzuki nem em sonho tem a mesma cobertura nacional igual à Chevrolet ou Renault e isso restringe bastante as coisas. Isso sem contar a reputação de ter saído do país no passado (embora diversas iniciativas demonstram que isso não deverá se repetir, mas o mercado é implacável quanto a isso).
        Quanto ao powertrain, pelo menos essa versão 1.4 Ecotec turbo tem se demonstrado bastante eficiente (em comparação com o antigo modelo 1.8). Pra mim pesa contra o fato de não ter ESP nem como opcional.
        O caso do Captur é o oposto ao do Tracker: tem bons equipamentos de série mas o powertrain (tirando o 1.6) já nasceu defasado. Vamos ver quando lançarem o 1.6 com CVT se esse panorama não muda, mas acho que o carro já nasceu queimado pela Renault ao oferecer (às pressas) o 2.0 do Duster com câmbio de apenas 4 marchas.

    • Marcelo

      Eu comprei um Civic EXR na concessionária Honda, que havia sido deixado por uma senhora em troca de um WR-V.

      • Rodrigo

        Não vou criticar a decisão da senhora, mas certamente o Civic EXR é bastante superior (tecnicamente) ao WR-V.

    • afonso200

      fui ver hoje na Honda o WR-V só ver, NAO EXISTE UMA PEÇA SOFTOUCH, é tudo plastico duro, painel arcaico com o radio, botos duros do AC, ridiculo,…nao compro pois tenho um azera 11, que ja tenho a 2 anos e vou usar pois mais uns 5-6 anos

  • Fernando Bento Chaves Santana

    FIAT + Jeep = FCA: 16,64%

    Se houve queda importante da FIAT entre os modelos pequenos a marca conseguiu liderança consolidada no segmento das picapes com Toro e Strada. E com a introdução da Jeep a FCA obteve participação em segmentos mais altos que dificilmente seria alcançada pela marca FIAT, dada a errática carreira comercial dos modelos médios da FIAT (Tipo, Tempra, Brava, Marea, Stilo, Bravo). Pois é importante lembrar que Renegade e Compass são sucessores indiretos do Bravo e concorrem por fora com hatchs e sedãs médios nas faixas entre R$ 80k e R$ 130K. No final das contas o grupo se saiu bem pois apesar de perder participação em segmentos com margens de lucro mais estreitas conseguiu ampliar sua participação em segmentos de produtos com maior valor agregado. Talvez obsevamos aqui o início de mudança no perfil da participação da antiga FIAT para a nova FCA com a redução da dependência dos segmentos de entrada que era observada na FIAT desde o surgimento do Uno Mille nos anos 90 para consolidação da participação em segmentos caros com as picapes e a marca Jeep.

    • Ernesto

      Concordo em muito do que você levantou, menos que Renegade e Compass são sucessores indiretos do Bravo.

  • RKK

    Para que já teve 25% do mercado, minguados 12,2% é uma prova que a Fiat está abusando e muito do consumidor.

    • Verdades sobre o mercado

      A Fiat não esta abusando do consumidor, o consumidor é que não esta nem ai para os automóveis da Fiat. Comerciais leves ela nada de braçada.

      • RKK

        O consumidor não esta nem ai para os automóveis da Fiat por que a Fiat está abusando do consumidor.

        • Verdades sobre o mercado

          A Fiat está abusando é da burrice de ter dominado o segmento dos compactos durante tantos anos e agora só faz m… lança o Mobi sem necessidade (era só ter deixado o Uno como carro de entrada, que teria boas armas com o novo motor e direção elétrica), jogou fora um produto com ótima reputação (o Palio, que bastava ela fazer um bom facelift e atualizar o interior que com o novo motor manteria boas vendas), nessa brincadeira o Uno está pelas tabelas para o consumidor pessoa física (só vende para frotistas com bons descontos), a esperança é o Argo que se for lançado com preço agressivo (como foi o Onix/PRisma) tem tudo para vender bem, agora se chegar com preço “normal” vai ser mais difícil recuperar o % de mercado perdido.

  • Davi Millan

    “Populares”: O Onix continua nadando de braçadas.

    hatch médios: Infelizmente o segmento continua minguando, mas o Cruze pelo que vejo será o novo líder do segmento por um bom tempo.

    Sedans médios: O Corolla continua vendendo muito e o Civic quase metade do primeiro e o Cruze o que sobra dos dois. Os demais ficam brigando pelas sobras, infelizmente. Um bom exemplo de carros que subiram no telhado são o Sentra e o Fluence que hoje cobram muito mais do que oferecem, sendo esse segundo é possível que venda menos que até o 408.

    Suv/Crossovers: O Compass caiu no gosto do brasileiro (até no meu que se hoje eu fosse trocar de carro eu o cogitaria). com isso o Renegade caiu para terceiro e impressionantemente o WR-V anda vendendo até mais que o Kicks (por mais que só tenha visto um WR-V na rua até hoje, diga-se de passagem a infelicidade de ver, putz carro feio). A queda do Tucson foi grande com as novas opções. Já o Captur que seria a arma da Renault é na verdade um mico, e não passará nem do 2008, pois nesse segmento o consumir não consegue aceitar um Dacia…

    • Leo

      Será que há alguma chance de a Renault se render, reposicionar o Captur e encerrar a produção do Duster?

      • José Antonio

        Dúvido. Eu gosto da Renault, mas tem alguns problemas entre Duster e Captur.

        Precisa enxugar o lineup do Duster, mantendo apenas a Expression Manual (63k) e deveria ter um Dynamique 1.6 CVT por uns 70K.

        Assim, o Captur poderia atuar na faixa a partir de 80 (1.6 CVT).

      • Davi Millan

        Sendo sincero… Eu divido. O milagre só aconteceria se o Captur vendesse ridiculamente pior do que já vende e um possível desconto aumentasse o volume de vendas de forma significativa.

    • fschulz84

      No caso do Fluence, a Renault sequer está disponibilizando o modelo para venda direta. Pelo que ouvi falar, agora o modelo só é oferecido para frotistas.

      • Davi Millan

        Caramba, nem sabia disso. Mas também, é melhor assim. Porque da última vez que eu fui a uma css da Renault atrás de um Fluence, além do preço altíssimo tinha um ágio enorme.

  • HugoCT

    Contrariando a previsão de “especialistas”, o Mobi emplacou e chegou no Top 10, superando em mais de 900 unidades o Up the best. Não concordo em ficar denegrindo imagem de produtos, cada um tem seu publico e suas particularidades. Quanto ao Uno foi so a fiat fazer uma promoção que as vendas subiram – attractive por 38 mil.

    • Hater x Haters

      Kkkkkkk ah se o Up estivesse no Top 10…

    • Matafuego

      Emplacou? O carro de entrada da marca vendendo menos que o Compass (que custa umas 3x o preço do Mobi)?

      • Licergico

        emplacou sim … exatamente 3.642 unidades .

        • Matafuego

          Se ele tivesse emplacado estaria brigando com o Onix e não em briga de foice com o Up p/ ver quem entra na rabeira do top 10.

          • José Antonio

            Não, micro carros não serão líderes de venda.

    • Verdades sobre o mercado

      Uno não tem nada a ver com promoção, pois promoção é no varejo e o Uno vendeu pouco mais de 900 unidades no varejo. Como no varejo o Uno não vai (Mobi toma as vendas dentro de casa e a diferença de preços para Onix, HB20 e Ka é pequena) a Fiat tem apelado para Venda Direta onde oferece gordos descontos para frotas.
      Mobi cresceu muito em vendas diretas em Abril, sua média era 600 / mês e em abril atingiu mais de 1500 unidades. Podem ser unidades test-drive da versâo Drive GSR e também alguém comentou sobre uma compra do governo de MG. No varejo Abril foi o pior mês do ano para o modelo.

  • Vattt

    Renault Captur é a prova de que nem só de beleza vive o mercado!!!!! Faz o seguinte dona RENÔ, coloca o preço do Captur no patamar do Duster 1.6 já que é o mesmo carro com roupa de balada!!!

    • SDS SP

      Até que está vendendo. Logo logo à Renault desova para à Localiza, como já faz há algum tempo com o Duster e Sandero.

      • Vattt

        Verdade!!! O visual externo pra mim é show, com estilo mais moderno do que seus irmãos, mas nada empolgante. Um interior simples, mas o cambio faz o carro nascer morto. Não sei se vai adiantar mudar, porque a má fama já pegou.

        • SDS SP

          Pois é, o carro é lindo por fora, mas o interior é de dar tristeza. Mecanicamente então, sem comentários.
          À Renault pensa que o mercado está uma maravilha para lançar um engodo como esse.

    • FearWRX

      Pra fechar a alegria só se o WR-V tivesse vendido pouco também… Aí sim eu ia COMEÇAR a acreditar no brasileiro de novo.

      • Vattt

        Rapaiz, eu não acho o WR-V caro, quem é caro é o Honda Fit, kkkkk. Esse WR-Viiiixi, ná verdade é a receita utilizada a tempos atras pela VW com 0 Crossfox, aquele carro com painel de kombi e suspensão altinha!!! É carro pra desinformado mesmo, vai vender pra quem quer continuar na Honda mas não tem como pagar por um HR-V, que tá cobrando muito a mais do que deveria valer!!!

  • Milton Baptista

    Por grupos automobilísticos:
    1º GM – 17,53 %
    2º FCA (Fiat, Jeep) – 16,64 %
    3º VW (Audi) – 12,85 %
    4º Renault (Nissan, Mitsubishi) – 11,59 %
    5º Hyundai – 9,83 %
    6º Toyota – 9,51 %
    7º Ford -9,51 %
    8º PSA – 2,33 %
    9º MB – 0,67 %
    10º BMW – 0,41 %
    Com o Kwid o Grupo Renault deverá ultrapassar o Grupo VW.
    Se a PSA trouxer a Opel, talvez, melhorasse a medíocre atuação.
    Para quem viu a VW, durante décadas, dar as cartas no Brasil…

    • oscar.fr

      Esquece, a PSA poderia ter comprado a Jeep e trazido ela que não teria feito sucesso. Tudo que leva o nome do grupo é menosprezado pelo brasileiro bem informado e esperto.

      • mauricio

        mal informado e leigo só se for.

        • oscar.fr

          Faltou o ironia ali hahahaha

  • Chen

    A Honda,enquanto não lançar no Brasil um hatch pequeno ou médio,jamais conseguirá subir muito na sua posição atual no mercado.
    Talvez exista um receio,após a má reação dos brasileiros quando ela comentou que poderia lançar o Brio no Brasil,ou mesmo o primeiros anos de vendas do etios.
    Decidiu em apenas vender Honda Fit,que está na mesma faixa de preço,decisão errada na minha opinião.
    Eu gostaria que o Civic Hatch seja novamente lançado no Brasil,com certeza conseguiria emplacar uns 1,5k por mês.

    Acho o Corolla muito sem graça em 2017,mesmo com a sua nova atualização,o CIVIC é uma escolha muito mais correta,por ser uma nova geração moderna com design incomparável e motores modernos.
    Para quem flw que a Honda cobra alto nos valores de seus veiculos,o Corolla GLI custa a partir de 90900 com motor 1.8 e o XEI custa 99900.
    O publico desse veículo,ainda prefere um carro mais discreto,por isso a Honda vende menos.

    Sobre mini SUV,o WRV é muito feio,principalmente na traseira,mas como está numa faixa de preço sem concorrentes diretos,vende bem.

    A respeito de SUV medio, o Kicks tem um motor sofrível,quem já fez test drive pode confirmar essa impressão.
    O HRV tem um bom motor,mas já está com design que cansou um pouco,perto do Captur e outros lançamentos que vieram após o seu lançamento.

    Sobre o Compass vender tanto,o publico na faixa dos 100k, acha que o Compass seja um carro que passe a impressão de maior valor e tem o fator novidade.

    Outro problema seriam os concorrente dele, Renegade a diesel,Honda HRV touring,ou até mesmo o IX35.
    São carros que possuem versões mais simples e o brasileiro ainda tem a tendencia,de querer que sua imagem seja atrelada claramente a um valor de veiculo.

    Eu prefiro o Kia Sportage,mas a Kia está em uma situação muito dificil no Brasil,continua nas cotas de importação,sem produzir carros no Brasil.

    • Marcos megdA

      Onde que o Civic tem motoreS modernoS? O 1.5T é bem legal e moderno, mas o 2.0 já passou da hora de dar adeus.
      O Kicks tem motor QUASE adequado pro tipo de comprador de SUV compacto
      O Compass tem um design equilibrado e acabamento acima da média. O 2.0 não é grandes coisa, mas pro publico alvo ele serve.
      WRV é nojento de feio, tenho que concordar.
      O Corolla vende pelo nome e fama, porque o preço é de doer. Aquele interior tambem acho muito velhoril, mas funcional.
      O Sportage é maravilhoso, mas aquele powertrain datado e as versões de entrada capadas e caras acabam com o carro

      • Chen

        O Corolla tb tem apenas o 2.0 nas versões intermediarias e top.
        O que salva nessa faixa de preco, seria o Cruze q não vende bem,ou o Citroen turbo,q tem aquela desvalorização absurda.

  • Luís Gustavo de Barros

    E não é que o povo engoliu o HONDA/WR-V? Brasileiro é uma desgraça mesmo

  • mauricio

    Que dó do Civic, pensando em dominar o mercado na sua categoria.

    • Licergico

      seria impossível … ele tem produção limitada a menos de 3k unidades / mês …
      nunca pensou …

    • Rodrigo

      De onde tirou tal informação? Quando a Honda indicou que a missão do Civic 10 era ser líder em vendas?
      A própria Honda limitou o volume em até 3000/mês.
      Ser líder, para empresas organizadas e rentáveis, não significa muito.
      O lance é vender o que produz, pronto! Estoque é dinheiro parado!

  • Joaquim Grillo

    Golf 448 unidades só kkkkk antes os VWistas falavam mau do Bravo da Fiat por vender isso agora o “Golf” um mistério kkkkkk vergonha

    • Guedes

      vergonha é o preço do Golf. Pode ser fantástico, mas os preços estão imprativáveis

    • Ernesto

      Quando o Bravo vendia somente isso, o mercado era diferente, portanto a comparação que você faz não tem sentido.

      • Joaquim Grillo

        Faz o bravo não nasceu com grande nome mundial como o golf, o golf pelo nome que tem mundial tinha que estar pelo menos no top 10 do pais, já que tem muitos carros mais caros e piores a frente dele

        • Ernesto

          Assim como o Focus, não é? Mas o mercado mudou, você sabe disso. Tem um monte de gente aqui que fala que adora hatch, mas na hora de adquirir um carro zero, a maioria ou não tem dinheiro para isso ou compra um carro de outra categoria.
          Eu mesmo gosto muito e compraria um Golf, mas hoje ele não atende ao que eu necessito, infelizmente (serei pai esse ano).

    • Marcos megdA

      A VW matou o Golf por diversos motivos.
      – Alta desenfreada de preços
      – Quantidade absurda de opcionais
      – Substituição do modelo alemão pela adaptação brasileira
      – Semelhança entre todos os modelos (identidade da marca)
      Se não fosse esses motivos talvez ele ainda venderia bem. E eu compraria outro Golf TSI, talvez o GTI hehehe

    • Verdades sobre o mercado

      Só para lembrá-lo que em 2015 o Focus vendeu 12.910 unidades, Golf 10.063 e Cruze HB 9.117 e o BRavo 2.795. Em 2016 os mesmos modelos venderam em média 45% menos que 2015.

      • Joaquim Grillo

        Mesmo assim pelo nome que tem o golf tinha que estar pelo menos no top 10

        • Verdades sobre o mercado

          Sem noção … Golf nem no auge do 4 e 4,5 esteve entre os TOP 10, no máximo brigou pelo TOP 20, imagina agora que os antigos compradores de hatches médios em sua imensa maioria estão comprando SUVs/Crossovers. Se fosse por nome BMW e Mercedes-Benz estariam no topo.

  • Victor Hugo

    Mobi vende mais que UP!
    Toro vende mais que Strada
    Compass vende mais que Renegade

  • Ricardo

    Saveiro vendendo bem, se tivesse melhores preços poderia estar em primeiro.

    • Verdades sobre o mercado

      Não é por aí. Saveiro vende mais que a Strada no varejo pois é superior para uso particular e Strada vende mais em venda direta pois é superior para por na mão de peão em trabalho pesado. Os preços das 2 são equivalentes. Se a VW baixasse preço a Fiat também baixava.

      • Ricardo

        Não sei até que ponto a Strada pode ser realmente considerada melhor para trabalho pesado ou é só lenda devido à mola reta!

        • Verdades sobre o mercado

          Fui gerente de css VW por 8,5 anos e Fiat por 4 anos. Quem tinha Saveiro para o trabalho pesado e trocou por Strada ficou mais satisfeito com a Strada. A Strada aguenta muito mais peso que o declarado e aguenta barbarides na mão de peão. Por outro lado para uso particular a Saveiro dá um banho na Strada.

  • Freaky Boss

    1. M Benz vendendo mais que Audi por aqui… Quem diria hein…Será que é fruto do pós venda mais barato??

    2. Sentra = 233 e Corolla=4969. Maior prova da IRRACIONALIDADE do mercado brasileiro, na minha humilde opinião. (critérios que maioria dos brasileiros usam para comprar carro são altamente não técnicos)

  • Alexandre Furtado

    Peugeot saindo do mercado brasileiro em 3,2,1…
    Essa dupla 408 e 308 Frankstain!!!!
    Até Mercedes, Audi,Land vendem mais

    • oscar.fr

      Recebi um email que a Peugeot sairá do Brasil em junho. Afinal, está trazendo um câmbio novo de seis marchas, o 3008 e a Citroën o Cactus justamente para deixar o Brasil. Bem certinho, mano.

      • Alexandre Furtado

        Ooo Manuuu!!!!!só fiz uma zuaçao com a PuG não ta vendendo nada,,,,,Há novidades são canceladas,,, tipo 308 e 408 modelo de fato novo,,,,,,mas eles ainda podem continuar ,,,,,,

    • mauricio

      Psa vai sair amanhã, e irá trazer o at6 pro C3 e 208, e a vinda do 3008 daqui alguns meses.
      Só fala asneira, fica caladinho.

  • zekinha71

    Esse negócio de ter vários carros da mesma marca na mesma categoria, como a VW e a Fiat estão fazendo, não dá certo.
    Quando um sobe um pouco, derruba legal o outro, como aconteceu com o finado líder Palio.
    Se a Fiat não certar a mão em Argo, a coisa vai ficar feia pro lado dela, pelo menos acertou em matar o Bravo, só ver as vendas do Very Best, Cruze HB e Focus, se continuarem assim a morte é o futuro.
    A Citroem e PUG juntas não conseguem passar a Nissan que não é nenhum exemplo de sucesso.

  • Hernan Carlos Granda

    Com os mesmos carros temos mercados diferentes, Na argentina Focus esta no 6 to lugar na vendas e PSA tem boa perfomance de vendas e GOL é lider : .
    1 Volkswagen Gol Trend 3.098
    2 Renault Nuevo Sandero 2.887
    3 Ford Ka 2.555
    4 Toyota Etios 2.141
    5 Fiat Palio 2.031
    6 Ford Focus III 1.583
    7 Peugeot 208 1.537
    8 Ford Fiesta Kinetic 1.534
    9 Volkswagen Suran 1.509
    10 Fiat Mobi 1.497
    11 Chevrolet Onix 1.210
    12 Chevrolet Cruze 1.208
    13 Chevrolet Prisma Joy 1.178
    14 Renault Duster 1.119
    15 Chevrolet Onix Joy 1.060
    16 Ford Ecosport 1.046
    17 Toyota Corolla 1.000
    18 Honda HR-V 979
    19 Volkswagen Voyage 942
    20 Chevrolet Tracker 924
    21 Chevrolet Prisma 859
    22 Volkswagen Up 791
    23 Renault Nuevo Logan 732
    24 Renault Captur 719
    25 Peugeot 2008 694
    26 Peugeot 308 688
    27 Fiat Siena 632
    28 Chevrolet Spin 577
    29 Volkswagen Fox 535
    30 Citroen C3 524
    31 Volkswagen Golf 457
    32 Citroen C4 Lounge 452
    33 Volkswagen Vento 421
    34 Nissan March 405
    35 Honda Civic 340
    36 Citroen C3 Aircross 338
    37 Peugeot 408 324
    38 Jeep Renegade 314
    39 Toyota Sw4 292
    40 Peugeot Partner 252

    • Ernesto

      Esse Focus em 6 contempla as duas versões? Hatch e Sedã? Pergunto pois não vi outro Focus na lista.

      • Hernan Carlos Granda

        sim as duas

        • Ernesto

          Obrigado!

    • José Antonio

      Bacana você ter trazido esse ranking da Argentina…. alguns desses carros são fabricados aqui, e vendem quase mais lá do que aqui…. Etios, Duster, Captur…

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Expliquem isto:

    41º FORD/PAMPA 1
    […]
    43º VW/KOMBI 1

    • radiobrasil

      Kombi até pode ser aquela edição de “colecionador”… mas o Pampa é SINISTRO kkkk

    • Verdades sobre o mercado

      Pode ser veiculo objeto de ação judicial envolvendo alguma CSS e que demorou a ter seu desfecho.

    • Fred

      Na verdade os dados são de emplacamentos, então pode ser uma pampa há tempos parada, com placa antiga e que só agora foi emplacada e regularizada pra 2017

      • Fernando Bento Chaves Santana

        Mas é estranho. Pois se confirmada esta hipótese veríamos mais carros antigos nestas listas e com frequencia.

  • Guedes

    WR-V vendendo mais do que Palio e Fiesta.

  • mauricio

    Focus não ta vendendo nada

  • R1 o comentário no1

    A Fiat Toro é o veículo mais caro da marca e líder na sua categoria.

  • Flight_Falcon

    O mundo está mudado mesmo.

    Focus Sedan vendendo mais que Focus Hatch, mas juntando os dois não venderam muito também.

    Sentra enterrado após a reestilização, pois a Nissan matou o preço dele.

  • Ailton Maschio Gomes

    A mosca branca da trailblazer vendeu mais de 300 unidades sem existir em concessionária nenhuma da gm.
    Se a chevrolet fizesse uma forcinha de leve, mas bem de leve mesmo, venderia mais que a sw4. Vai entender essa gm…

    • Verdades sobre o mercado

      Das 344 unidades, 305 foram por venda direta (provavelmente mais de 80% para órgões públicos, especialmente Polícia). A GM sabe que tem um produto superior ao da concorrência, mas sabe também que a força da marca Toyota é muito forte entre os compradores de SW4 pois a Toyota tem fama de menor custo de manutenção e melhor valor de revenda além da facilidade da revenda, ou seja, os consumidores abrem mão de um produto um pouco melhor em detrimento de menor custo de manutenção, menor depreciação e facilidade de negociar seu usado. Agora a GM realmente podia adotar uma estratégia agressiva em cima dos clientes de SW4 onde os mesmos na troca de sua SW4 por uma TRailblazer ganhariam um benefício exclusivo (uma viagem internacional, ou talvez daria 30 dias para o consumidor experimentar o carro e caso não gostasse poderia devolvê-lo sem custo que a GM devolveria o dinheiro e em caso de ficar com o veículo a GM daria um cheque no valor de R$ 10.000,00 ou R$ 15.000,00 ou R$ 20.000,00) realmente basta vontade que eles poderiam fazer uma ação para melhorar as vendas deste veículo.

      • Ailton Maschio Gomes

        Na verdade a gm prefere produzir a s10 em escala e deixar a trailblazer de lado. Mas se ela resolvesse produzir umas 1200 tb por mês e ter a mesma política que adota com a s10, venderiam todas.

  • fabricio

    E o Fluence?

    • fabricio

      Faleceu?

      • Verdades sobre o mercado

        Vendeu 43 unidades em Abril. Nos 3 primeiros meses do ano tinha vendido 92 unidades / mês em média. Pelo jeito só falta desligar o respirador …

        • fabricio

          No site da Renault agora, PREÇO INICIAL* R$97.390, tá de saca né? Só PF e PRF tem comprado este carro, licitações para desencalhar o estoque.

        • Maycon Farias

          Respirador? Esse carro está morto, a montadora está ejetando formol pra manter exposto até aparecer outro para ocupar o lugar.

  • Verdades sobre o mercado

    Nada de muito novo, apenas destacando os modelos que tem sido vendidos fortemente através de venda direta visto que a média em automóveis foi de 35% neste canal em abril, mas diversos modelos ultrapassaram os 50%:
    Sandero 57%
    Voyage 69%
    Uno 67%
    Renegade 61%
    Duster 63%
    Palio 70%
    Logan 73%
    Não citei Spin e Cobalt pois estes são bastante vendidos por venda direta para Taxi (Apesar da Spin também ter boas vendas para locadoras).
    Também chama a atenção o Mobi que aumentou muito suas vendas na modalidade venda direta(no varejo foi o pior mês do ano para o modelo) provavelmente unidades test-drive do modelo Drive GSR e alguém comentou outro dia uma compra do governo de MG.

  • afonso200

    compassa realmente, quem tem grana compra pra dizer que é novvo, cada final de semana agora passeando em cidades de interior é muito compassa nas ruas

  • Ramon Grigio

    Voyage ainda vendendo quase 3.000 por mês? Melhoraram o carro em algo? O preço no site é um desconvite…

    • Verdades sobre o mercado

      De cada 3 Voyages vendidos 2 são por venda diretas devido a gordos descontos para frotistas. Uno a mesma coisa

      • Ramon Grigio

        Faz sentido…

  • jose luiz caras

    Não consigo entender as vendas do Renegade.
    Baixo para um SUV, pequeno para um SUV, porta-malas pequeno para um SUV, apertado para um SUV e motor fraco para um SUV.

    • Verdades sobre o mercado

      No varejo Renegade ta vendendo apenas 1000 unidades. O restante é por vendas diretas para locadoras e PCD.

    • Maycon Farias

      Eu sei porque… nem todo mundo quer um carro super Alto, super gigante, um mega porta malas ou um mega motor. Por isso que existe concorrência para que cada um atenda gostos específicos. Em muitos teste ouvi que ele é um bom carro, não o melhor, mas um bom carro.

    • Zigfrietz Tazogh

      Ele é um SUV, os outros são apenas crossovers.

  • oswaldo luiz silva

    O que me impressiona foi a política absurda da Caoa relacionando ao I30, que há 4 anos foi o campeão de vendas disparado entre os hatches. Agora, não figura nem entre os 80 mais vendidos! Parabéns Caoa, isso chama-se canancia e derespeito ao consumidor. Eu já tive um e o carro é mto bom!

  • PePé Soares

    Gente, cadê a Chery? pq não aparece no ranking?

  • Luis Burro

    Ei,ainda tem Pampa 0 km?E como as chinesas vendem mal,a mais bem colocada é a Jac com 243 em 61o.

  • Luis Burro

    A maioria dos Suvs q vejo são dirigidos por mulheres.Qual a participação delas no segmento?

  • Vinícius de Oliveira

    Frontier é cansada kkk

  • Marcus Vinicius

    Rapaz me surpreendi com o Mercedes GLA vendeu cerca 333 unidades mas dó que muito carro por aí no mês e nos comerciais leves aparece a VW Kombi em 43°com 1 unidade deve ser a unidade que ficou encalhada dentro da fábrica de São Bernardo do Campo ou uma Saveiro vendida com um baú preso na caçamba !

  • Emanuel Martins

    Sinceramente não sei como a s10 e a hilux vendem mais que o dobro da ranger. Ela parece ser mais bem acabada, seguro mais barato, garantia de 5 anos, mais mimos…e pessoalmente acho mais bonita.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend