*Destaque Carros mais vendidos Mercado

Os carros usados mais vendidos em dezembro de 2017

Os carros usados mais vendidos em dezembro de 2017

Enquanto o mercado de automóveis e comerciais leves subiu 9,36% em 2017, emplacando 2.172.235 unidades, o mercado de carros usados não ficou atrás e fechou o ano passado com alta de 7,21%, mas com 10.730.763 veículos negociados. Só em dezembro foram 1.016.018 que encontraram novos donos, o que significou alta de 15,97% em relação à novembro, mas no período de um ano, caiu 2,19%.


Em dezembro, muitos consumidores acabaram segurando o dinheiro, o que fez o mês fechar no vermelho, exceto para ônibus e implementos rodoviários. Com 5,1 automóveis usados para cada novo e 4 comerciais leves em cada emplacamento de 2017, o mercado de usados teve 65,64% das vendas relacionadas com veículos flex e o restante com os demais combustíveis em separado.

No mês de dezembro, em automóveis, VW GM e Fiat ficaram bem próximas com 21,45%, 20,35% e 19,71%, respectivamente. Ford e Renault ficaram com 10,15% e 5,04%. Nos comerciais leves, a Fiat fechou com 25,75%, enquanto VW e GM ficaram com 21,86% e 20,21%. Ford e Toyota ficaram com 9,63% e 8,61%.

Os carros usados mais vendidos em dezembro de 2017


No geral, a VW liderou com 21,50%. Fiat e GM ficaram com 20,49% e 20,33%. No acumulado do ano, a VW ficou com 21,89% contra 20,89% da Fiat. A GM veio logo atrás com 20,44%. Ford, Renault, Toyota, Honda, Hyundai, Peugeot e Citroën aparecem em seguida como as mais negociadas em 2017. A Fenabrave não divulgou a lista dos usados mais vendidos de 2017, mas liberou a de dezembro.

O Gol liderou absoluto na troca de dono em dezembro, enquanto Palio e Uno ficaram próximos. Apesar de fora de linha há bastante tempo, o Celta é um carro com muita negociação no mercado de usados, tendo ficado em quarto no geral. Outro bom de venda é o Classic, em décimo. No caso dos carros clássicos, o Fusca é sempre o líder e ficou em trigésimo lugar no mês passado com 6.834 mudanças de dono.

Nos comerciais leves, Strada e Saveiro refletem o mercado de novos, mas a Toro só aparece em 12º. No segmento, não dá para se esquecer dela, a Kombi, que ainda sustenta a oitava posição entre os usados mais vendidos. No grupo, quem fecha é outro clássico, o Toyota Bandeirante com 106 vendidos.

Confira abaixo os 50 automóveis e 50 comerciais leves usados mais vendidos em dezembro de 2017:

Automóveis

1º GOL 91.275
2º PALIO 56.525
3º UNO 54.369
4º CELTA 33.079
5º CORSA 26.542
6º FOX 26.084
7º FIESTA 25.267
8º SIENA 24.390
9º COROLLA 21.460
10º CLASSIC 21.115
11º KA 18.205
12º CIVIC 17.916
13º SANDERO 15.865
14º ECOSPORT 15.260
15º VOYAGE 14.928
16º ONIX 13.622
17º PRISMA 12.721
18º FIT 12.243
19º HB20 11.512
20º VECTRA 8.881
21º GOLF 8.866
22º C3 8.785
23º PALIO WEEKEND 8.471
24º ASTRA 7.963
25º PUNTO 7.522
26º FIESTA SEDAN 7.393
27º CLIO 7.335
28º PARATI 7.036
29º LOGAN 6.920
30º FUSCA 6.834
31º IDEA 6.252
32º FOCUS 6.103
33º TUCSON 5.890
34º DUSTER 5.864
35º AGILE 5.598
36º CITY 5.416
37º COBALT 5.397
38º 206 5.257
39º PAJERO 5.073
40º MERIVA 4.866
41º CROSS FOX 4.704
42º CRUZE SEDAN 4.678
43º HB20S 4.652
44º POLO 4.629
45º CORSA SEDAN 4.597
46º ESCORT 4.341
47º 207 4.139
48º SPACE FOX 4.133
49º SPIN 4.045
50º I30 4.018

Comerciais leves

1º STRADA 24.568
2º SAVEIRO 19.459
3º S10 14.706
4º HILUX 11.153
5º MONTANA 8.516
6º RANGER 6.303
7º L200 5.877
8º KOMBI 5.837
9º FIORINO 4.895
10º FRONTIER 3.288
11º AMAROK 3.285
12º TORO 1.852
13º DUCATO 1.661
14º PAMPA 1.600
15º F1000 1.584
16º D20 1.428
17º COURIER 1.415
18º MASTER 1.328
19º HR 1.290
20º F250 973
21º K2500 679
22º KANGOO 566
23º D10 518
24º DOBLO 489
25º BESTA 460
26º SILVERADO 436
27º DAILY 3514 418
28º OROCH 410
29º BOXER 371
30º SPRINTER 313 355
31º HOGGAR 276
32º JUMPER 272
33º TOWNER 256
34º UNO 235
35º TRANSIT 232
36º SPRINTER 219
37º PARTNER 200
38º F100 199
39º CHEVY 198
40º C10 184
41º F75 172
42º RUIYI 168
43º SPRINTER 311 137
44º H100 136
45º TOPIC 136
46º DAKOTA 128
47º C20 124
48º RAM 123
49º K2700 115
50º BANDEIRANTE 106

[Fonte: Fenabrave]

Os carros usados mais vendidos em dezembro de 2017
Este texto lhe foi útil??

  • CharlesAle

    No mercado de usados, importante àqueles que já compram pensando na hora da revenda, a Eco é o suv compacto mais comercializado no mercado de usados, disparada na frente. O Fiesta também forte de comércio. O HB20 achei que era melhor de revenda.

    • MauroRF

      A Eco, assim como o Gol, é porque vendeu bastante no passado, e agora tem estoque de sobra nos usados. Conheço uma família que comprou duas Ecos agora em dezembro: o pai comprou uma 2008 para ele e a esposa usarem, e um dos filhos deles, que se casou recentemente, adorou a Eco do pai foi lá e comprou uma 2009 para ele.

      • CharlesAle

        Sim.Muita Eco no mercado como um todo.Mas é um nome forte no mercado de usados.Uma Eco bem cuidada vende-se facilmente. E isso é tranquilidade para quem compra uma zero km..

        • MauroRF

          Fala, Charles, blz? Vou colocar as mãos em uma Titanium azul zero bala quinta ou sexta, assim que sair a documentação, rs. Ou seja, se eu ficar com a minha vários anos (é a intenção) e cuidar bem, lá na frente é ativo “com liquidez diária” na certa, rs.

          Meu Ka 1.0 está com 13 mil km e sem dor de cabeça alguma. É 17/18, e rodei boa parte disso em estrada. Dá uma dó lascada de vender, mas ficar mantendo 2 carros sem necessidade é um $ jogado fora com seguro a mais, IPVA etc. Mas esse motor de 3 cilindros bem amaciado (kkkk, andei muito no “modo soviético”) está muito bom agora: ela está gastando bem pouco e andando muito bem. O motor ficou muito solto. Por essas e por outras, sim, dá dó de vender.

          Sim, essa família de que falei é do interior de SP, onde morei um tempo. Tenho amizade com eles e me mandaram fotos todos orgulhos das Ecos compradas. No Ano Novo, fomos lá passar a virada com o sogro e aproveitei para visitar esses amigos e ver as Ecos que compraram. Cara, estão impecáveis, acredita? A 2008 é Freestyle, tá nova demais, e o Sr Luiz tá babando, rsrsrs, ele tinha um Corsa 97, se aposentou e sacou uma grana de FGTS aí aproveitou e trocou de carro. Nisso, o filho dele adorou o carro, foi atrás de uma e achou uma 2009 vermelha, também bem arrumada. Essa 2009, segundo ele, tem algumas coisinhas para fazer (mas tá inteirona), mas se você visse a 2008, iria querer comprar, kkkk.

          • TijucaBH

            Mauro, cuidado com essas analises.
            Que a Ecosport é um bom carro, isso nao se discute, ainda mais nesse modelo novo Titanium com motor 2.0 e agora com o cambio acertado. O carro realmente agrada, tem bom nivel de equipamentos e boa qualidade de acabamento. Unico problema para alguns é o estepe na traseira e o espaço interno que está abaixo da média do segmento. Mas digo que para “alguns”, pois pra mim mesmo eu nao preciso de tanto espaço, mas nao gosto do estepe.

            Mas voltando ao carro, hoje a Ford vende o Ecosport recém lançado com taxa 0% em 30 vezes, com 60% de entrada e mais um bonus de 4 mil reais pra carro usado que entrar no negocio.
            Agora pensa que hoje uma Eco Titanium custa 95k e consideremos uma média de desvalorização de 10% no primeiro ano, daqui um ano, teoricamente o carro vai valer 85500, porém sem taxa zero e sem bonus no usado.
            Se voce colocar na ponta do lapis o custo do financiamento da Eco usada e a “falta” do bonus no carro usado da troca, a diferença entre o usado e o novo fica muito pequena para certos consumidores (quem vai financiar e quem vai colocar o usado na troca), fazendo com que muitas pessoas prefiram inteirar um pouco e pegar o carro zero.
            Agora veja o caso da HRV. O carro foi lançado a 3 anos e até hoje nao tem bonus pro usado, nao tem taxa zero e mesmo assim foi o SUV compacto mais vendido no ano passado!!
            Nao estou querendo dizer que voce fez mal negócio e nem que a HRV teria sido melhor, pois a HRV ganha em alguns itens mas perde em varios outros, varia em função do que cada consumidor avalia como prioridade. O que quero dizer é que pensar que um carro é bom negocio somente olhando esse ranking nao é correto e que se for pra comprar um carro já com olho na revenda, tem que pensar de forma mais ampla e avaliar outros fatores também!!
            Parabens pela compra e vai curtir seu carro feliz sem pensar em vende-lo!!! Bons passeios!!!

            • Linkera

              Acho triste isso.
              Carro no Brasil é tão caro que as pessoas não compram para si, mas compram para o próximo dono.
              Fato disso é que já cansei de ouvir: “Eu queria o azul, mas o prata é mais fácil de vender”, “Carrão esse seu Citroen, mas é um casamento né?”.

              • TijucaBH

                Verdade!!! Eu já consegui passar dessa fase. Só compro um carro mais “comercial” se pretendo ficar com ele por pouco tempo, tipo um ano só…
                Quando fico com o carro mais tempo, cerca de 3 anos, escolho a cor que eu quero e nao tenho dificuldades em vender porque cuido bem carro (nao sou daqueles que fica cheio de frescura, mas cuido bem e faço 100% das manutenções em dia) entao a questao da cor acaba nao atrapalhando porque o estado geral do carro está muito bom. Já tive carro vermelho (2), verde musgo (3), branco(2), prata(2), cinza(1), etc.
                Uma vez estava procurando um Corsa Sedan do ultimo modelo “orginal” com os farois arredondados. Queria um GLS 1.6 8 valvulas. Minha preferencia de cor era cinza huet ou o verde west que ficou famoso nos Vectras 97. Acabou que achei um 2001 unico dono, pouco rodado, extremamente bem conservado na cor prata. Nao era a cor que eu queria, mas acabei comprando!!

                • Linkera

                  Ah sim, se for pegar pra vender logo que seja um mais fácil de desovar, seja pela cor ou modelo.

                  Quando o carro está bem cuidado a cor acaba não sendo um fator determinante na hora da venda, é isso que precisa ser desmistificado. Tem gosto para tudo e tem para todos os gostos (ou quase rsrs).

              • Rodrigo Fonseca

                a hiperinflação adquirida pelos milicos nos levou assim, a entender o carro como um investimento e não como um bem de consumo durável, ainda vai levar tempo para isso mudar. se é que irá mudar…

                • Linkera

                  Eu acho que esta cultura é mais antiga. É da época da hiperinflação de verdade, onde os preços nos mercados mudavam todos os dias e onde a mesma chegava aos 1000% a.a. ao melhor estilo Venezuela.
                  Naquela época o dinheiro não valia hoje o mesmo que valia ontem, então as pessoas investiam em ativos tal como carros, casas, para poder manter o seu dinheiro “em dia”. Isso se arrasta até os dias de hoje, em proporções menores, seja através daquela geração ou através da nova geração que foi educada por aquela.

              • fschulz84

                Eu sinceramente ouço isso todas as vezes… Ainda mais com meu histórico hehe

                Mas eu sinceramente, nem dou ouvidos, compro carro para usar e sei que tenho que arcar com as consequências depois. Mas, se, durante o período que estive com o carro este tiver me deixado satisfeito, já valeu a pena.

                Já tive 2 Focus (um GL 2008 Verde e um Ghia 2009, este último monocombustível) e já tive Mégane e Fluence e todos atenderam perfeitamente minhas expectativas.

                Meu Fluence está indo embora semana que vem e olha que coisa, estou partindo para um 208 azul! hahaha

                • Linkera

                  Ou seja, só teve sedans tops! Rs
                  Eu por enquanto só tive jabiracas francesas, 2 206, 1 106 e 1 C4 VTR (que está indo embora esta semana, com muita dor no coração). Mas não me considero fã boy, até mesmo porque olho para outras marcas, mas elas apenas não me entregam o que as francesas me entregam na mesma faixa de preço.
                  Agora tenho que me decidir entre um DS3 vermelho ou azul ou um C30 T5 R-Design vermelho ou branco.

                  E não preciso nem falar que apoio a tua escolha né? Rsrs
                  Você vai sentir um pouco a falta de espaço mas vai gozar de um teto panorâmico (que não abre, é uma pena) e daquele conjunto painel, console e volante pequeno que eu acho sensacional no PUG! Pra ficar perfeito mesmo só precisaria ser o GT com o motor THP de 172cv (facilmente “upável” para 200cv rsrs). Mas aí eu sei que a mordida é muito maior!

                  Bora dar uma destoada nesse mar de carro igual meu velho! Rsrs

                  • fschulz84

                    O 208 que peguei é o Active de entrada (sem o teto), peguei de locadora mesmo… Preciso reduzir consumo, estou gastando mais de 1000 reais por mês de gasolina, já que estou trabalhando aproximadamente 30kms de onde moro (cruzando o trânsito terrível de SP)…

                    E justamente o critério da escolha se baseava em dois aspectos. O primeiro era o consumo, por isso optei pelo 1.2, mesmo perdendo o conforto do CVT, terei que me readaptar ao manual por algum tempo. E o segundo era que a diferença de valor não poderia ultrapassar os 10k… Poderia pegar um mais antigo (peguei um 2017), mas ai teria que abrir mão do 1.2 ou até pegar algum 2016 Allure bem mais rodado. E ainda ter que arcar com o IPVA deste ano (já que de locadora já vem com o IPVA 2018 pago integralmente e o do meu Fluence somente paguei a primeira parcela).

                    Enfim, o tempo dirá se eu acertei, mas, não tenho problema algum em arriscar :)

            • FocusMan

              “Unico problema para alguns é o estepe na traseira e o espaço interno que está abaixo da média do segmento. Mas digo que para “alguns”, pois pra mim mesmo eu nao preciso de tanto espaço, mas nao gosto do estepe.”

              Me desculpe, mas o que você citou como problema chama-se característica do produto.

              • TijucaBH

                Pra quem precisa de espaço é um problema sim. Voce entedeu muito bem o que eu quis dizer!!

                Pra quem quee um carro econômico, o consumo de um renegade é um problema, mas como todos sao assim, é característica do produto também….

            • MauroRF

              Fala, Tijuca! Muito obrigado pela dedicação em escrever todas essas informações!

              Entendi o que você quis dizer. Concordo, claro. Aliás, em relação ao Ka que estou vendendo, vale o mesmo princípio, pois os zeros estão com desconto, bônus, taxa etc. Por exemplo, a Fipe do Ka que tenho é 37k e uns quebrados, mas eu mesmo já percebi (e muitas pessoas me alertaram também) que pegar 37k nem pensar, devido a esse mesmo esquema com um 0km.

              Então, o que me fez levar a Eco foi o preço que consegui nela, por eu ter CNPJ: 83390 na cor azul. Na tabela, sai 98150. Comparando com o que eu conseguiria na concorrência (incluindo os descontos), não tinha nada igual pelo nível de equipamentos/segurança etc. Como aqui somos só eu e a esposa (e a cachorra Shi-Tzu, rsrsrsrs, ela tem suas tranqueirinhas para levar em viagens, rsrs), o porta-malas vai ser tranquilo. Não ligamos para a questão do estepe fora. Claro que preocupa a questão do furto, mas já providenciamos a porca antifurto e ainda vai sobre o estepe uma capa personalizada na cor do carro com cadeado. O bandido pode até tentar levar, mas vai ter trabalho, rs.

              Cara, a Honda é um “case” a ser estudado: não tem bônus nenhum em nada, raro ter desconto, taxa baixa para financiamento é coisa que não existe, e as concessionárias sempre cheias. E detalhe: os caras vendem! Veja a HR-V, ela é vendida nesses moldes. Falando dela, a gente até compraria, principalmente pelo bom pós da Honda (já tive Honda), mas acabamos achando a Eco mais negócio.

              Opa, valeu, pode ter certeza de que curtiremos muito o carro novo! Abraços, a gente se topa por aqui no NA, rs.

          • FocusMan

            Meu pai vendeu a dele 2016 rapidamente perdendo muito pouco dinheiro. Todo mundo, perguntava se ele estava vendendo porque o cambio deu defeito, mas foi porque ele decidiu anda de Uber, já que o carro após 1 ano de uso tinha apenas 6 mil km rodados.

            O carro tinha fila de espera para compra. Teve gente que ficou chateado porque ele vendeu para outra pessoa.

            • MauroRF

              Caramba, Focus, estavam disputando a Eco a tapa, rsrsrs. Isso é bom. Aqui no ABC, tanto a primeira geração quanto a atual tem aos montes. E já tenho visto algumas 2018 circulando.

        • Alexandre Viotto

          Realmente. Dei uma Eco de entrada no carro 0 Km que comprei em 2016 e peguei quase valor de tabela. E todas as concessionárias que eu a ofereci aceitavam como parte de pagamento.

    • Nelson Oliveira

      Eu tô namorando um new fiesta que olhei em uma concessionária de usados aqui perto de casa. Fico meio receoso, claro, mas ver um carro 2014/2015 por 40 mil reais me chama muito a atenção, apesar de ser o titanium, com aquele temível powershift

      • CharlesAle

        Eu compraria sem problema nenhum. A Ford da toda assistência ao câmbio. Desde que não seja carro de leilão, ai não há garantia..

        • Eng Turbo

          Nesse caso da Ford, o cambio tem garantia, independente da origem

      • MauroRF

        Nelson, tive um desse azul, 14/15. Claro que deu problema no câmbio, aí resolvi passar pra frente antes que caísse na boca do mercado. Fosse hoje, teria ficado com ele, apesar da dor de cabeça que tive quando começou a trepidar. Os caras estenderam a garantia. E vou te falar, o Titanium é muito completo, 7 airbags, sensor de chuva, sensor crepuscular, espelho eletrocrômico, ar digital, roda 16, banco de couro, eu sinceramente adorava o carro, pena que o câmbio deu problema. Mas, repito, fosse hoje, não teria vendido. Tente sondar se consegue preço menor nele. Uma coisa é certa: o meu New Fiesta era econômico, fazia 15, 16 km/l na estrada com gasolina com relativa facilidade. 15 km/l com ar ligado e rodando 110, 120 km/h era fácil de fazer.

      • Brasileiro

        A Ford estendeu a garantia do Powershift por 10 anos, nao da comparar um cambio convencional com conversor de torque com um de dupla embreagem.

        • D136O

          Uma pena a ford ter “queimado” o produto no mercado pq realmente quando funcionando direitinho o powershift é muito confortável e dinâmico. Por essas e outras que prefiro o bom e velho manual.

      • Michel

        O carro é muito gostoso de guiar!!!

    • SDS SP

      Fiesta e Ecosport já tem um bom tempo de mercado, sendo que o Crossover liderou por muito tempo.
      O HB20 ainda é relativamente novo em nosso mercado.

    • TijucaBH

      Charles, esse ranking tem que ser olhado com muito cuidado e nao pode ser usado conforme sua analise. Converse com um lojista de seminovos e pergunte a ele quais carros tem melhor saída, aquele que é só chegar na loja e em pouco tempo ser vendido. Aqui em BH a resposta é Onix (principalmente LT), HB20, HRV e Corolla. Observe que nesse ranking Onix aparece em 16º , HB20 em 19º , Corolla em 9º e HRV nem aparece!!!

      Gol aparece no topo porque existe desde 1983, Palio foi lançado em 1995, Uno 1985 e por aí vai. Com isso o volume desses carros é muito alto, jogando-os para o topo da lista!!

      Outro fator que deve ser levado em conta é que se um carro tem indice de satisfação baixo, os donos acaba trocando antes do previsto.

      Portanto, pra quem compra um carro já pensando em revenda, melhor indicador seria desvalorização real (nao a desvalorização considerando o valor da Fipe e sim por quanto o carro é realmente vendido no mercado ) e tempo gasto para a venda!!!

    • RyanSX

      Eu mesmo to de olho em uma Ecosport 2009 ou 2010. Se eu achar uma em bom estado vou fechar negócio, de preferência o modelo 1.6.

  • Eduardo Sad

    A matéria faz referência ao desempenho do Celta. No entanto, impressiona-me mais o desempenho do Corsa, levando-se em conta que deixou de ser fabricado em 2012, ainda possui muita representatividade no mercado de usados.

    • Uranium

      Me chamou atenção o Vectra.

      • FearWRX

        Justamente um dos que chamou a minha atenção também.
        É um belo carro ainda mesmo com uma certa idade. Porém ta difícil achar um bem completo com preço bom.

      • Robinho

        a minha tbm…

      • Ⓜ️arcelo

        Vectra no TOP 20!!!

    • sigma7777777

      Achei grande a distância entre os franceses C3 e 207, mas curiosamente antes tem o antigo 206 como o melhor Peugeot da lista.

      • Uranium

        Vendeu muito na época.

      • Vinicius Vasques

        O 206 é um carro que é muito barato de se comprar (nem tanto de se manter). Costuma ficar uns R$2.000 abaixo da trinca clássica Gol, Palio, Corsa no mercado de usados e ainda vem com a vantagem de na maiorias das vezes contar com kit básico de sobrevivência.

        • sigma7777777

          E tem um excelente consumo.

      • O 206 foi para a Peugeot o que o HB20 é para a Hyundai, na respectiva época.

    • Zé Mundico

      Volta e meia ainda se vê Corsa sendo leiloado por frotistas e locadoras. Já vi caso de pequenas locadoras de interior comprarem Corsa ( e outros carros) de locadoras grandes.

  • sigma7777777

    Ao menos nesta lista o Civic está mais próximo do Corolla.
    Interessante que no mercado de usados os SUVs estão lá embaixo, como o pseudo-SUV Ecosport apenas na 14ª posição, depois Tucson na 33ª, Duster 34ª e Pajero 39ª: portanto são apenas quatro SUVs no Top 50. Acho que o consumidor tem medo de um possível alto custo de manutenção.

    • Carlos

      A explosão de SUVs ainda é recente. A tendência é aumentar a participação nos próximos anos. Particularmente, a maioria eu não compraria usado. Muitos tem motor 1.6 e 1.8, e por causa do peso não andam nada e bebem feito 2.0 quando são novos. Imagina com 5, 6 anos de uso com motor cansado e judiado pelos donos.. desempenho de 1.4 e consumo de 2.8. Daí ou o sujeito faz aquela revisão top de linha (minoria), ou faz a brasileiragem: kit gás, kit botijão de cozinha, kit vapor de gasosa, chip mágico, galinha na encruzilhada, o que ofertarem de milagre o cara corre atrás.

      • sigma7777777

        Olha que o 2.0 do Corolla é mais econômico que alguns 1.8 e 1.4.

  • Robinho

    Gente o que vocês poderia dizer de um C3 usado, acima de 2011? minha irmã me perguntou e não soube dizer, pois não tenho experiência com este carro, se alguém tem real experiência e puder dizer, ela precisa de um carro para andar todo dia uns 80 kms (mais ou menos)…mas não quer comprar um 0KM porque estão construindo…

    • EDU

      Meu primo tem um C3 1.4 glx 2012 com mais de 160 mil km rodado ele roda muito a trabalho .Disse que quando for trocar quer um modelo novo. Nada a reclamar do carro anda bem e e economico e sempre faz manutençao preventiva dele. Esta satisfeitissimo com o carro assim como ja vi muitos proprietarios tbm satisfeitos com o C3

      • Robinho

        sim, tem duas pessoas aqui no trabalho que elogiaram, mas é sempre bom ter outras opniões, obrigado!

    • Vinicius Vasques

      Bom, o C3 chegou no Brasil totalmente tropicalizado, todos os problemas que vieram com o 206 estavam corrigidos nele. No geral é um carro bem interessante. Desde a chegada em 2004 contava com direção elétrica de fábrica. O custo de manutenção é caro em comparação a outros populares, mas se estiver bem cuidado é uma aposta mais segura que os primos da Peugeot por exemplo.

      • Robinho

        pois é minha irmã teve um 206 e deu muita dor de cabeça, mas a mesma esta pensando em um C3, porém não queria outra dor de cabeça, mas outra pessoa disse exatamente o que vc disse a ela…

        • Vinicius Vasques

          Nós temos um 206 2004 em casa que a grosso modo só apresentou problemas de bateria e no velocímetro, o resto vem de peças de desgaste normal. O problema critico do carro que é o eixo traseiro não deu as caras.

    • Bruno@BRN.CS

      Fala para ela pegar a versão Exclusive que já vem com airbag. Temos um 1.4 Exclusive 2011 há três anos. Sem dor de cabeça, carro muito silencioso, bom torque em baixa, só o entre-eixo que não é muito bom. Tenho 1,89 e fica difícil sentar alguém atrás de mim. Relatos de manutenção até agora aos 61 mil km: par de pneus dianteiros, bobina, ponta do chicote do bico injetor que ressecou e não estava prendendo, deu mal contato. De resto só óleo e filtros. Consumo estou fazendo uns 7,8 à 8,6 no álcool na cidade. Gasolina faz cerca de 10. Na estrada no álcool consigo fazer uns 10, 11 também no álcool.

      • Robinho

        OK, vou falar sim, Obrigado!

        • Bruno@BRN.CS

          Deve ter mudado o fornecedor da lâmpada. Tipo Osram para Philips

  • Tom Costa

    Em Belém um Civic ou corola 2012 é mais de 40.000 e manual, fora que estão beeeem rodados. Um 408 Allure manual tá 26-28 mil banco de couro e tudo. “ahhhh mas é ruim de revender…” Põe preço que vende, papai. Faz a manutenção que não dá problema papai.

  • Zé Mundico

    Quanto a lista de AUTOMÓVEIS, é o tipo de lista que é bem mais interessante lendo de trás prá frente…..

  • Muscle_V8

    25° Punto, adquire um tbm!

  • Luiz camurça neto

    chama atenção f-1000 e d-20 sempre fortes

  • Daniel

    O Onix consegue vender mais 0km do que usado!

  • FocusMan

    Caramba, já pensaram que cada carro desse que trocou de dono pagou uma taxa de transferencia em média de 400 reais?

    São 4 bilhões de reais, somente dessa receita! somente em dezembro, considerando somente o veículo Gol são 36 milhões de reais de receita! É coisa de louco!!!

  • Serginho_JEC

    HB20S é mosca branca. Pelo menos em Santa Catarina a procura é maior que a oferta. É um dos poucos carros que da pra pedir acima da FIPE e vende rapido.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email