Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

O mercado de carros usados nos EUA tem muita variedade, mas entre os 10 mais vendidos, ou melhor, os que ficam menos tempo nas lojas, só não se encontra utilitários esportivos. O motivo é que, assim como no resto do mundo, esse tipo de veículo está fazendo sucesso e é o que está movendo grande parte da oferta de produtos no mercado interno.


Nesta pesquisa, foram considerados os dias em que os modelos de carros usados ficam nas lojas até serem vendidos novamente. No grupo desse Top 10 “de segunda mão”, o que chama mais atenção é a liderança absoluta dos carros ecológicos, sendo híbridos, elétricos e híbridos plug-in na lista.

Os cinco modelos que menos pegam poeira nas revendas que trabalham com usados são dessa categoria, que ainda conta com dois esportivos (sim, o coreano é de fato esportivo nos EUA) e três carros considerados “populares” devido ao seu grande volume de vendas, só faltando o Toyota Camry para completar.

1) Toyota Prius C – 29,6 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

Em menos de 30 dias, um Prius C – você pode chama-lo também de Acqua ou Yaris Hybrid – sai da loja. O hatch compacto da Toyota tem um pequeno motor a gasolina 1.5 e outro elétrico, que confere boa economia no uso urbano.

2) Tesla Model S – 32,4 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

O topo de linha da marca de Elon Musk também é muito procurado quando em segunda mão. O motivo é bem óbvio, já que os preços quando zero km são exorbitantes. Assim, vale mais pegar um seminovo do que encarar um cheque pomposo para o fabricante de Fremont.

3) BMW i3 – 33,4 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

O caso é o mesmo em relação ao compacto elétrico alemão, que usado por custar pouco mais de US$ 23 mil, mas quando novo, sai por cerca de US$ 53 mil completo. Ou seja, vale muito mais encarar um hodômetro maior do que um zerado.

4) Toyota Prius – 33,4 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

No mesmo tempo do BMW i3, o Prius sai da loja para um novo dono. O liftback japonês é sim um modelo muito popular nos EUA, onde já vendeu mais de 1,5 milhão de unidades em pouco mais de 20 anos.

5) Chevrolet Volt – 34,3 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

A atual geração do elétrico (para alguns é híbrido) da General Motors dura pouco mais de um mês nas concessionárias quando usado. A procura pelo modelo mostra que o consumidor americano (em parte) aderiu ao sonho da gigante de Detroit.

6) Volkswagen Golf R – 34,4 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

Com um pouco mais de tempo, o Golf R sai da loja para a mão de um segundo dono. O hot hatch alemão revela que o consumidor não quer encarar o preço alto pelo novo, buscando o seminovo para meter a bota em seus 300 cavalos.

7) Honda Civic – 34,7 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

Aqui, trata-se de fato de um bom popular nos EUA, especialmente nesse caso é mais atraente por causa do corte no valor de revenda, ainda mais dos carros que voltaram do leasing de 36 meses e queimados pelas grandes redes de lojas.

8) Toyota Corolla – 34,9 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

O carro mais vendido do mundo é outro popular nos states e as unidades mais recentes, da atual geração, são apreciadas pelo baixo consumo, confiabilidade mecânica e conforto, mesmo que a proposta por lá seja para atender os jovens.

9) Honda Accord – 35,5 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

A atual geração é muito recente e as ofertas não são grandes como da anterior, que também oferece um bom nível de conteúdo, segurança e conforto. Ele é o único de sua categoria no Top 10 e mostra que a procura por ele é bem grande.

10) Hyundai Veloster – 36 dias

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

Esse modelo visto e incluído na pesquisa é o Turbo e não compreende naturalmente a versão com o Nu 2.0. Assim, com motor 1.6 T-GDi de 204 cavalos, o hatch sul-coreano apresenta o desempenho não visto quando foi vendido por aqui, na geração anterior.

Bônus: os carros que demoram mais para vender nos EUA

Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018

1 – Porsche Cayenne – 67,8 dias
2 – Buick Regal – 67,6 dias
3 – Buick LaCrosse – 67,5 dias
4 – Porsche 911 – 67,5 dias
5 – Land Rover Discovery Sport – 66,1 dias
6 – Ford Flex – 64,3 dias
7 – Cadillac XT5 – 64,2 dias
8 – Mazda CX-9 – 62,9 dias
9 – Ford Taurus – 62,6 dias
10 – Lincoln MKX – 62,2 dias

[Fonte: iSeecars]

Ricardo de Oliveira
Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

50 comentários em “Os carros usados que vendem mais rápido nos EUA em 2018”

  1. pode até ser um comentário bobo, mas a confiabilidade mecânica das japonesas prevalece mesmo, pois são 5 carros japoneses usados no top 10 que nem esquentam muito nas lojas

    • É que são todos muito baratos, esse é o segredo deles lá nos EUA. Tudo bem que são confiáveis, mas são bem simples os preços são extremamente atrativos, então faz todo o sentido venderem bem. Já aqui no Brasil, bom… tudo é ilógico.

            • Essa idéia de que os carros japoneses são baratos nos EUA é herança da época em que começaram a vender os modelos para os americanos. Atualmente o valor é igual ou maior do que dos equivalentes americanos que vendem menos que os japas pelo mesmo motivo daqui, confiabilidade.
              Essa realidade de que os honda e toyota são, em regra, mais duráveis que os equivalentes americanos e alemães se reflete em vários mercados, inclusive o americano.

      • Não acredite em tudo que falam. Os japoneses nos EUA não são todos baratos. Existem outras marcas mais baratas e que vendem menos, assim como no Brasil.
        Tampouco são simples. Os carros brasileiros é que são simples, os americanos são bem equipados.
        Outra incongruência da reportagem é falar que o Civic é popular. Um carro que custa a partir de US$20 mil não é popular. Se o Civic é popular, o Fit é o que entâo? Fiesta, Polo, Mirage, Versa, etc. esses sim são populares.

    • Nao é bem isso, é a presença no mercado mesmo. Desde a crise do petróleo nos anos 70 os japoneses investiram maciçamente no mercado americano, oferecendo carros econômicos por preços baixos. É o caso do Gol no Brasil também, que por outras razoes foi o modelo mais vendido por décadas: todo mundo achava que vendia bem porque era robusto, mas na realidade ele fez sucesso porque surfou no histórico do Fusca e a VW soube aproveitar isso. Da mesma forma nos EUA os japoneses viraram sinônimo de escolha racional.

    • Nada.. os preços são bem nivelados, tal como aqui.

      O negócio é que com a última crise, americanos começaram a procurar carros mais econômicos. Os asiáticos perceberam isso rápido, enquanto europeus e americanos comeram mosca. Isso criou uma fama positiva enorme pras empresas do oriente.

      • Exato, algum hater falou e todo mundo passou a acreditar que os carros japoneses americanos são baratos e populares. Não são. Os preços são bem equivalentes aos da concorrência.

    • É bobo mesmo, porque americano (ao contrário do brasileiro) enxerga com desdém carro japonês. É algo como a Hyundai de antigamente aqui no Brasil: oferecia um produto relativamente bom mas por um preço muito melhor. Acredito que o fato de lá vender bem é muito mais pelo valor, já que as pessoas que compram carros usados nos Estados Unidos são a classe baixa e média-baixa. Não à toa a desvalorização de uma BMW, Mercedes ou qualquer outro veículo de marca de luxo, destinado à classe média-alta americana, é mais acentuada.

  2. “O mercado de carros usados nos EUA tem muita variedade, mas entre os 10 mais vendidos, ou melhor, os que ficam menos tempo nas lojas, só não se encontra utilitários esportivos”.

    Uma coisa não tem a ver com a outra… o racional da matéria está errado. O fato do giro de estoque de um certo modelo ser rápido não significa que os números de venda são altos, e vice-versa.

  3. Estou em Orlando há 20 dias. O que mais se vê nas ruas são corollas, dodge challenger, Mustangs, picapes F series, silverados e suburban e muitos nissans – máxima, altima e sentra. Para cada 5 Mustangs, vejo um Camaro. Para cada 10 corollas, vejo um civic. Para cada 10 altimas, vejo um camry ou accord. Agora, suburban, silverados e f150/250/350 são aos montes.

  4. Boatos de que híbridos, elétricos e híbridos plug-in eram apenas fogo de palha e que a mídia inflava demais essa tendência. Gosto quando fatos reais destroe especulação. Está bem claro que essa alta demanda por esses tipos de propulsores só cresce e vai em um caminho sem volta, tanto quanto a autonomia também vem. Um prius pra mim estaria perfeito. Curioso foi o veloster aparecer na lista, reflexo que é um bom carro porém assassinaram ele aqui.

  5. O corolla americano consegue ser bem mais feio que o nosso, pessoalmente passa o aspecto de ser um carro menor (ou se torne pequeno diante os demais carros que existem por lá.)

  6. Para brasileiro que vai para aquela terra passar um tempo razoável é um bom artigo. Pelo menos tem como negociar mais rapidamente. A não ser que seja bem provido por lá.

Deixe um comentário