Audi Ecologia Europa Hatches

Para baixar emissão, Audi A3 Sportback 30 g-tron retorna com GNV

Para baixar emissão, Audi A3 Sportback 30 g-tron retorna com GNV

Muito se fala na eletrificação para baixar as emissões de CO2 na Europa, diante do novo limite de 95 g/km, imposto sobre os fabricantes estabelecidos no velho continente, assim como para as marcas que querem vender seus carros por lá.


Contudo, o gás natural é uma opção já estabelecida e bem aproveitada por algumas marcas. Como a pressão ambiental é enorme na região, mesmo marcas premium não podem se dar ao “luxo” de evitar o uso do GNV em alguns de seus produtos.

Para baixar emissão, Audi A3 Sportback 30 g-tron retorna com GNV

Esse é o caso da Audi, que trouxe de volta o A3 Sportback abastecido com gás, porém, agora em sua quarta geração. Chamado oficialmente de Audi A3 Sportback 30 g-tron 2021, o hatch médio alemão vem equipado com o novo motor EA211 1.5 TFSI de quatro cilindros com turbo, injeção direta e ciclo Miller. 

Assim como o EA888 2.0 TFSI Gen 3, esse propulsor tem a tecnologia de desligamento de cilindros e funciona de uma forma mais eficiente, mas com GNV, o 1.5 TFSI rende 131 cavalos e 20,4 kgfm entre 1.400 e 4.000 rpm. No ciclo Miller, a fase de compressão é abreviada, enquanto a expansão é alongada. O consumo é de 3,5 kg/100 km com 96 g/km de CO2.

Para baixar emissão, Audi A3 Sportback 30 g-tron retorna com GNV

Além disso, o 1.5 TSI vem com um recurso normalmente usado em motores diesel, a turbina de geometria variável, usada para reduzir o turbo lag. Com gasolina, o 1.5 TFSI volta a entregar 150 cavalos e 25,5 kgfm. O Audi A3 Sportback 30 g-tron 2021 é equipado com três cilindros de gás de alta pressão e resistência. 

Um deles tem capacidade para 4 kg de GNV e fica à frente do tanque de combustível, sob o banco traseiro. Os outros dois possuem 7 kg de espaço para gás em cada, fixados lado a lado sob o assoalho do porta-malas, eliminando assim o estepe. O volume cai para 280 litros, mas pode chegar a 1.100 litros com o rebatimento do banco traseiro.

Para baixar emissão, Audi A3 Sportback 30 g-tron retorna com GNV

Com 20% menos de emissão de CO2, o GNV não é o único gás admitido pelo A3 g-tron, sendo usado ainda o metano, obtido pela Audi em uma usina de resíduos agrícolas na Alemanha, sendo todo o processo com energia eólica. Existem 850 postos de gás no país. A autonomia é de 445 km com GNV (WLTP) e o modelo custa € 30.705,88.

Audi A3 Sportback 30 g-tron 2021 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

        Quem somos

        O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

        Notícias por email