Elétricos Trânsito

Paraná: eletrovia de 730 km será inaugurada no dia 10 de dezembro

Paraná: eletrovia de 730 km será inaugurada no dia 10 de dezembro

A concessionária de energia Copel, deverá inaugurar na próxima segunda-feira (10) o trecho completo da maior eletrovia do Brasil. Com 730 km de extensão, a rodovia federal BR-277, que atravessa o estado do Paraná, de Paranaguá até Foz do Iguaçu, passa a ter 11 eletropostos ao longo do caminho.


Executivos e técnicos da empresa deverão fazer a viagem completa com cinco carros elétricos, permitindo assim que veículos movidos por energia possam ir do litoral até à fronteira com o Paraguai, onde fica a usina da Itaipu Binacional, carregando as baterias em pontos de recarga nas cidades de Paranaguá, Curitiba, Palmeira, Fernandes Pinheiro, Prudentópolis, Candói, Laranjeiras do Sul, Ibema, Cascavel, Matelândia e Foz do Iguaçu.

Alguns trechos já operam com eletropostos, mas não era possível percorrer todo o trecho da BR-277 usando energia elétrica. Antonio Guetter, diretor da Copel Distribuição, diz: “Já existem alguns trechos de rodovia com eletropostos no País, mas uma rede que atenda toda uma rodovia não. O Paraná e a Copel saíram na frente novamente com a primeira e maior eletrovia do Brasil”.

Paraná: eletrovia de 730 km será inaugurada no dia 10 de dezembro


Para quem percorrer a BR-277, cada eletroposto da Copel tem três conectores e 50 kVA de potência, o mesmo que 10 chuveiros elétricos ligados ao mesmo tempo.  De acordo com a empresa, o tempo de recarga rápida (80%) varia de 1h a 1h30m, podendo ampliar o alcance entre 150 e 300 km, dependendo da densidade da bateria.

O melhor é que a recarga é gratuita e os resultados dos carregamentos deverão servir como base de pesquisa para melhoramentos na infraestrutura mais adiante. No Paraná, não por acaso, a Renault tem investido no segmento de carros elétricos com parceira na Itaipu Binacional, incluindo a montagem do urbano Twizy e uso do Zoe.

Este último, por sinal, é vendido em uma concessionária de Curitiba por R$ 149.990 (a outra fica em São Paulo). Com a BR-277, o proprietário do compacto elétrico poderá rodar das praias até as Cataratas do Iguaçu sem custo com energia e com garantia de que não ficará na estrada por falta dela.

Paraná: eletrovia de 730 km será inaugurada no dia 10 de dezembro
Nota média 4.3 de 6 votos

  • Bela iniciativa.

    • th!nk.t4nk

      A iniciativa é ótima. Já a rodovia em si é um lixo absoluto. Cruzar a BR-277 ou fazer roleta-russa com uma arma na cabeça dá na mesma.

      • Vixe, então que eles ampliem em outras rodovias, essa ideia.

      • jpm

        Ela é um “lixo absoluto” se considerar o pedágio cobrado, pois deveria ser no mínimo duplicada ponta a ponta. Mas a “roleta russa” acredito que está mais relacionada aos loucos motoristas que passam por ela. Mas em si, a estrada é muito boa e bem sinalizada considerando a topografia do PR. Falta também uma ferrovia decente até o interior para tentar tirar um pouco de caminhão da pista, mas aí é outro assunto.

        • th!nk.t4nk

          A maioria das curvas da BR-277 é porcamente projetada, forçando os carros pra fora da pista e dificultando a visibilidade do fluxo oposto. É basicamente uma estrada velha com sinalização e asfalto novo, nada mais. Considerando que essa rodovia corta o estado do PR de ponta a ponta, é uma vergonha absoluta. Mesmo que não tivesse pedágio algum, ainda seria inaceitável, dada a importância do fluxo de pessoas e mercadorias nessa rota.

      • Adolfo Piva

        A “rodovia do Café” (BR 376) de Londrina a Curitiba consegue ser pior, pois é igualmente perigosa e com o dobro de fluxo de veículos, principalmente caminhões. Isso sem falar nas obras de duplicação que não terminam nunca e deixam a rodovia com meia pista em vários trechos.

  • Edgar

    👏👏👏

  • Walter Augusto

    Paraná !!! Primeiro mundo !!!!

    • VINÍCIUS FREITAS DE SOUZA

      Desculpa amigo mas longe disso

  • Benedict Benedito

    Boa iniciativa 👍👍👏👏👏

  • Ricardo

    Não será de graça por muito tempo! Espero!

    • Faheina

      E se acabar sendo gratuito??
      Nao haveria explosão de vendas de elétricos, retorno com própria publicidade e parcerias….

      • GreatU2

        Uma simples falha no circuito pode causar essa explosão nos elétricos

      • Ricardo

        E se os carros elétricos continuarem caros só beneficiará os ricos.

    • GreatU2

      Quando você não paga por algo você não é o consumidor, você é o produto sendo vendido.

      Quando você passar a ser consumidor, ai sim vc será cobrado.

      Por enquanto é subsidiado por empresas, pois elas estão comprando o teu interesse no serviço.

      • Faheina

        E ?
        Então por isso não deve existir?

        • GreatU2

          Quem falou isso criatura? Apenas comentei com o colega acima porque está sendo subsidiado hoje. Na boa velho, não to com paciência pra geração mimimi. Bom dia.

          • Enzoando

            “não to com paciência pra geração mimimi.” ATA

          • VINÍCIUS FREITAS DE SOUZA

            Você fala de mimimi, mas chegou a analisar seu comportamento ?

      • Ricardo

        Nem é viável ficar de graça para sempre.

      • Deadlock

        Deve ficar de graça um tempo para divulgar o serviço, mas ainda assim o investimento é muito grande para o retorno proporcionado pela cobrança da energia (cada “posto”consegue atender poucos carros por dia). A empresa ganha com um maior número de elétricos sendo adquiridos devido a essa iniciativa, pois haverá aumento da demanda da energia elétrica.

      • Eric PB

        Muito bem observado. Mas tem pessoas que não entendem. Vivem no mundo do contra, onde tudo e todos estão contra eles e com segundas intenções. Não evoluem, só reclamam. Se não colocam pontos de abastecimento, os críticos bravejam. Se colocam, resmungam do mesmo jeito.

    • danilo bernardo

      se analisar bem hoje já não é gratuito, pois para ir de Curitiba até Foz do Iguaçu por essa estrada se paga mais de 100 R$ de pedagio em cada sentido indo de carro.

  • Edson Fernandes

    Curioso que na Rodovia dos Bandeirantes tem um posto de recargas com 3 tipos de tomadas distintas e cada uma tem uma potencia. Tem até instruções, eu achei bem bacana. Só acho estranho a não comunicação a respeito.

    No cliente que eu atuo, há um Renault Zoe para teste dos funcionários. Como eu queria ser funcionário para testar…rs

  • JOSE DO EGITO

    730 Km com uma velocidade dentro da lei e com carro a combustao vai entre 8 a 11 h pra percorrer em carro eletrico com mpelo menos 3 recargas vai levar entre 15 a 18 h pra percorrer o mesmo percursso Vai de cada um achar se compensa ou nao!

    • Annita Fingenberg

      Você não é obrigado a percorrer o caminho todo. Pense que você mora em Cascavel e vai até Foz, só de ter um ponto de “abastecimento” já deixa o trajeto muito mais tranquilo. Brasileiro e suas reclamações. Se não tem reclama, se tem reclama.

      • JOSE DO EGITO

        Vc faltou na aula de interpretaçao de texto,eu nao reclamei,apenas coloquei uma situaçao

    • Louis

      No atual estágio da tecnologia, carro elétrico deveria ser para rodar nas cidades.

  • Renato Pereira de Oliveira

    essa rodovia é um caos, sua extensão é quase toda pista de mão dupla, com vários trechos de serra, alto trafego de caminhões, 7 pedágios caros, aí agora implantam isso, que nada mais é que o famoso elefante branco do Brasil. Nunca vi um carro elétrico, mas ainda estão longe da autonomia ideal para rodovias, que pra mim tem de ser algo de +- 800km.

    • Ou ter uma autonomia maior, ou ter uma recarga mais rápida. Hoje levamos poucos minutos pra encher um tanque de carro e ter mais de 600km de autonomia. A solução da Tesla, de trocar a bateria do carro em postos robotizados resolve essa questão. O problema é o custo pra espalhar esses pontos de recarga pelo país.

      • Julio Alvarez

        ” A solução da Tesla, de trocar a bateria do carro em postos robotizados resolve essa questão”
        e dalhe desinformação, meu deus…

        • oi?

          • Julio Alvarez

            Onde você leu que a Tesla troca as baterias em vez de carregá-las??? Lendo qualquer notícia sobre a Tesla você descobriria que já faz 6 anos que a existem pontos de recarga Supercharger (carregando as baterias do carro, como qualquer elétrico) e que nenhum veículo da Tesla tem troca de baterias para recarga.

  • Louis

    Quando não tem pontos de recarga, reclamam. Quando colocam, reclamam também….

    • Enzoando

      Esse povo só sabe criticar

  • Bacana a iniciativa mesmo, porém o calcanhar de aquiles dos carros elétricos é esse tempo para recarregar. Em viagens longas, hoje você chega no posto e em poucos minutos tem mais 600km de autonomia. Imagina fazer uma viagem de 800km, e ter q parar a cada 300km por 1hora pra poder recarregar =/ Eu mesmo faço uma viagem de 1800km entre interior de SP e Cascavel-PR duas vezes por ano. Seria complicado ter que parar 3 ou 4 vezes por 1h pra recarregar baterias.

    • Martini Stripes

      Qual percentual da população roda 900 km e qual roda menos de 60 por dia?
      Voce está no menor grupo, um dia chega algo melhor, mas até lá, ficará com tecnologias obsoletas.

      Ou vc acha que os primeiros carros a combustão rodavam 600 km e tinha posto em todo lugar?

      • Ananias Anacleto

        Imagina se a maioria das pessoas utilizasse veículo elétrico no Brasil … imagina um feriado prolongado … imagina centenas e centenas de carros precisando de posto de recarga, ficando de 30 a 60 minutos parado para recarga … Existem casos e casos, para muitas pessoas um elétrico seria uma beleza para o casa-trabalho-casa. Mas carro no Brasil é “pau para toda obra”, a maioria tem só um e tem que servir para todas as situações.

        • FrankTesl

          se o cara vai viajar no fim de semana, deixou o carro carregando um dia antes. Aí antes da viagem é só completar a carga – isso é rápido. Só para ter uma idéia, as recargas rápidas demoram meia hora para ir de porcentagens baixas de carga na bateria (10% 15% 20% do total) para alcançar até 80%. Se a bateria já está nuns 70% 80% e for necessário para completar o restante, é questão de minutos.

          O pessoal usa os mesmos padrões de uso atuais dos donos de carros à combustão (deixar para abastecer ao posto só quando o tanque já baixou para menos de 1/4 do tanque). Com carros elétricos o padrão de uso e recarga é diferente – carregar de noite em casa, usar durante o dia, se for viajar no fim de tarde é só completar os 10% gastos e seguir em frente. O nem isso: se for possível deixar recarregando, em um totem de recarga tarifado, no estacionamento enquanto está trabalhando, mesmo que em recarga lenta, já está 100%.

          Se mesmo assim um carro puro elétrico não atende, há híbridos, híbridos plug-in, carros com motorização elétrica e motor-gerador movido à combustível.

          Mesmo após a invenção dos carros no século XIX, durante muito tempo a maioria das pessoas usavam cavalos e charretes, e foram migrando aos poucos.

          Muitas críticas partem do pressuposto irreal e sem fundamento de que magicamente todos os carros à combustão amanhacerão elétricos e não haverá tomadas nas garagens nem postos de recarga, e que esses carros precisarão de um posto de recarga em cada esquina.

          A transição será feita simultaneamente à adesão gradual de mais e mais motoristas para carros elétricos.

          • Ananias Anacleto

            Não quero passar a idéia de “ah, carro elétrico nunca e blá blá blá”. Ao contrário, me interessa a idéia de um veículo elétrico para uso no dia a dia. Mas claro que a transição é gradual, não se faz do dia para a noite, e ainda em certos casos (mais exceção do que regra) um elétrico se torna inviável (não se carrega eletricidade em galão em uma emergência) porém, para isso existem os híbridos.

      • Entendo seu argumento, e concordo com ele. Há casos e casos. No dia a dia, pra mim também seria perfeito! Mas pra sair da cidade, viajar começa a complicar, justamente pelo tempo de recarga…. Mas, o importante que a coisa está caminhando! E isso é fascinante!

  • octavio cesar godoy

    Carro eletrico só vai virar depois que as baterias tiverem tempo de recarga curto, autonomia de no minimo 600km, e postos de recarga distribuidos pelo brasil todo, assim como foi com o alcool

  • octavio cesar godoy

    Não vira nada esse negocio de energia em carro. Serve para taxi , Uber, mas carro tem que ser a gasolina, diesel ou alcool. vai fazer uma viagem onde moro até o Rio de jANEIRO, sÃO 900 KM COM AUTONOMIA DE 300 KM, 1 HORA PARA RECARREGAR, você sai na sexta e vai chegar só no domingo

    • FrankTesl

      a nissan tem o note e-power, motorização de tração elétrica, e um motor à combustão na função de gerador.

  • jfontes

    Com esse tempo de recarga, para longas distâncias não rola. Para realidade atual, os híbridos continuam sendo a melhor opção.

  • Razzo

    Muito bom este incentivo com esta eletrovia, de iso-latitude (leste-oeste). No entanto, se faz mais necessário uma eletrovia de quase iso-longitude (Norte-Sul), ligando Porto-Alegre à São Paulo.
    Obs: A eletrovia Rio-São Paulo já existe.

  • Luis Carlos K.

    Essas criaturas que comentam aqui não devem ter cérebro. Se dependesse deles ainda andaríamos de charrete, pois quando o veículo à combustão chegou aqui não haviam postos de combustível em qualquer lugar.

    Toda nova tecnologia leva um tempo para ser democratizada. Por mais iniciativas como essa!

    • Martini Stripes

      Primeiro carro a combustão tinha autonomia de 1.000 km, então não precisava de posto.
      Depois colocaram posto e reduziram a autonomia.

      Vi no whatsapp

      • FrankTesl

        a 5 km por hora, levando duas pessoas sem capota.
        furou o pneu, não tinha borracheiro, nem borracha tinha, o pouco que havia era de seringal da amazônia.
        gasolina era o resto do refino do querosene.

    • Era outra época também né, nem estradas havia em todo lugar. Com o tempo tudo foi se desenvolvendo… e vai ser assim também com o carro elétrico, o tempo irá resolver os problemas de autonomia e tempo de recarga.

      • Luis Carlos K.

        Essas criaturas não entendem isso. Querem que apareça do dia para a noite um carro elétrico com autonomia para 1.000 km e com recarga rápida de 10 segundos, e ainda tem que ser barato…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email