Elétricos Finanças Governamental/Legal Mercado

Paraná elimina IPVA para carros elétricos e quer cortar ICMS também

Paraná elimina IPVA para carros elétricos e quer cortar ICMS também

O estado do Paraná deu um passo importante para a expansão do mercado de carros elétricos na região. O governador Carlos Massa Ratinho Jr assinou um decreto estadual que isenta os veículos movidos 100% por energia elétrica do recolhimento de IPVA (Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores), que lá tem alíquota de 3,5% para automóveis.


Mas a ideia não é parar por aí, o Ratinho Jr quer cortar também o ICMS, que é o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação. No entanto, para isso, o governo paranaense precisa da anuência da União para realizar a alteração tributária.

Ratinho Jr anunciou que enviará uma proposta de isenção total de ICMS para o Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária), que é quem autoriza os estados nessa questão tributária, a fim de que não haja com isso uma guerra fiscal. O governador disse: “O Paraná será o primeiro estado a isentar o IPVA de carros movidos à energia elétrica, além de buscar com o Confaz, que autoriza as isenções fiscais, a possibilidade de também zerar o ICMS desses carros”.

Paraná elimina IPVA para carros elétricos e quer cortar ICMS também


Além disso, Ratinho Jr complementou: “A ideia é diminuir cada vez mais o preço dos veículos elétricos e torná-los mais acessíveis à população”. Argumentando sobre a redução do uso de veículos movidos por combustíveis fósseis, o governador enfatizou: “Estamos trabalhando antenados naquilo que o mundo vem fazendo. A busca de soluções sustentáveis é uma realidade com o uso de carros que poluem menos”.

O Paraná já tem uma eletrovia, a BR-277, cujos pontos de recarga a cada 100 km, ficam dispostos no trecho entre Paranaguá e Foz do Iguaçu, cortando assim todo o estado. A região também já comercializa carros elétricos com Renault e Hitech Electric, bem como possui locadora e veículos elétricos no serviço público e em operação na Itaipu Binacional.

[Fonte: Folha de Londrina]

Agradecimentos ao Arthur Lopes.

Paraná elimina IPVA para carros elétricos e quer cortar ICMS também
Nota média 4.7 de 9 votos

  • Luiz Fernando Ribeiro

    Notícias boas demais para serem lidas rapidamente!

    Que os demais estados sigam essa medida.

    • Deadlock

      Ainda precisa convencer, na questão do ICMS, os russos (Estados quase falidos), que não querem abrir mão de um centavo de receita, pois quem comprar um elétrico pode deixar de comprar um veículo movido a combustível fóssil/etanol, deixando de arrecadar o imposto. Mas, com os novos ventos que sopram por aqui, quem sabe não mude esse paradigma. Até porque a venda de um carro tem toda uma cadeia e se abrirem fábricas por aqui, o balanço pode até ser positivo.

      • Debraido

        Na verdade as vendas beiram 0 (zero), esse tipo de ação não acarreta em nenhum impacto no orçamento. E a iniciativa é louvável.

  • Bandit

    Não se enganem e pensem que isso será vitalício, mais tarde irão voltar com impostos dobrados para compensar a perda, o estado nunca perde.

  • ChalMust

    Torcendo pela chegada do Asteroide!

  • Domenico Monteleone

    É o tipo de notícia que eu gostaria de ler no meu estado =X

  • Parece até que é 1 de Abril.

    • cepereira2006

      Quando a gente vê o governo governando para o bem do povo a gente até estranha. Não estamos acostumados. Só notícia de roubalheira.

      • Bem falado… E se cada estado seguir no mesmo caminho, tbm podem ver outras formas de repor o que perdeu com outras formas.. até mesmo cobrando recarga, seria 1 outro meio de repor ou tentar repor o que perderia de faturamento..

      • rapaz, levaria muito tempo só pra empatar os 30 mil de icms que um carro eletrico paga. lembrando que é 18%, como os carros eletricos estão todos acima dos 120 mil, daria uns 20 mil de icms, considerando que o custo medio da recarga é de 20-30 reais, fazendo 2 por semana, o gasto com energia daria uns 240 reais, se considerar metade de imposto pra chegar em 20 mil levaria muitos anos, muito mais tempo do que vc provavelmente ficará com o carro.

        • Guilherme

          Se for pensar em tudo, teria a perda do icms da gasolina que vai deixar de vender

        • cepereira2006

          Infelizmente a recarga não vai ser tão barata como você colocou no cálculo. As baterias são entre 60 e 90 kw. Isso é ao menos metade do gasto de uma casa pequena a média. Ou seja, cada recarga vai custar metade da sua conta de energia. Calculo em torno de 50 a 80 reais cada recarga. Para sair mais barato, só com placas solares, produzindo parte da energia.

          • Daytona

            Essa conta está incorreta.
            Um Kwatt em SP custa R$ 0,484 e em quase todo Brasil custa menos de R$ 0,60.

            Uma carga na bateria de 60 kw em SP custaria R$ 29,04… já a de 90 kw custaria R$ 43,56.

            • cepereira2006

              Aqui em SC custa 0.60 os 100 primeiros kw e depois em torno de 0,70.

  • Benedict Benedito

    A Toyota pira con essa notícia.
    Imaigne então se os outros estados abraçarem também…

    • Louis

      Tem que ver se é só para 100% elétrico. Porque o Prius é um híbrido não-plug-in, nem dá para carregar na tomada.

  • TheuAMG

    Queria ver o Gov. Romeu Zema anunciando isso aqui em Minas Gerais. A Notícia é tão boa q parece falsa.

    • Jr

      MG esta falida, ele não esta em condições de abdicar de nenhuma fonte de arrecadação, os funcionários públicos estão recebendo pagamento de forma parcelada

      • TheuAMG

        Exatamente. O Desgoverno do PT/Pimentel quebrou o estado. Mas tenho confiança q o Zema conseguirá tirar Minas do buraco.

        • Jr

          Tomara, não sou mineiro, mas gosto muito de Minas e do pessoal dai, gente bacana e simpática, além do Pilantrel, eu colocaria o Aético Neves como responsável também por esse buraco que Minas esta

  • Samuelson

    A noticia e tão boa que dá um certo medo ao mesmo tempo.
    Vai que depois essa gente volta atrás e tenta recuperar o que não foi arrecadado, alegando um erro de cálculo sei lá? haha

    • Kkk bate na boca.. isso será até mesmo, um incentivo para os demais estados.. Pra verem, que dá certo.. pelo menos, eu deduzo dessa forma.

    • Hodney Fortuna

      Em se tratando de brasil, tudo é possível. Não confio em absolutamente nada que venha do Poder central. O estigma da mentira e corrupção no meio brasileiro veio para ficar, apesar de que haja uma mudança no horizonte creio que não será um mal fácil de ser repelido a médio e longo prazo.

  • Cesar

    Primeiro vicia o cidadão. Depois vocês sabem o que acontece.

    • Fanjos

      Quando todo mundo tiver elétrico, ai colocam 10% de imposto para todos xD
      Mas vamos com calma, é a primeira vez na historia do país que temos alguém com pelo menos um pouco de pensamento de liberdade econômica e com vontade de reduzir impostos então se continuarmos a votar em pessoas da mesma linha quem sabe no futuro, IPVA seja algo absurdo que contaremos para nossos netos que darão risada de tão ridículo que era

      • Cesar

        Fanjos,
        Queria ser inocente assim. Sabe porque eliminou, porque contou que deve ter 5 carros elétricos em todo o Estado e isso não afetaria a arrecadação. Quando a frota aumentar, tenha certeza que ou voltarão com o IPVA ou vão inventar outra coisa para compensar.
        Lembre-se que estamos em um país que colocam radares escondidos de 50 em 50 metros para arrecadarem mais e por isso, não irão perder de jeito nenhum.

        • Edgar

          Parana, ao contrário, é um dos estados onde se tem o maior número de carros elétricos… Como alguem ja falou acima: somos tão acostumados com a desorganização do pais e a roubalheira do Governo que quando vemos uma Notícia que deveria ser padrão ( O Estado ajudando no avanço das tecnologias com um custo justo) tomamos um susto… Sou do RJ, nunca ouvi falar do governador em questão (percebi que e filho do Ratinho), porem vejo que está fazendo algo útil enquanto só vejo notícias ruins sobre a política…

        • Allysson Santos

          Radar de 50 em 50 metros é coisa de SP. Fiquei abismado com o tanto de radar “pegadinha” atrás de ponte, viaduto e passarela, fora a infinidade de radar móvel.

          Em MG a maioria do radares são fixados no meio da calçada, quando não tem as placas avisando que o radar está lá e até uma luz intermitente amarela kkkkk.

          O Guedes semana passada falou que o objetivo, se tudo correr dentro do esperado, e pegar os cerca de 40 a 50 impostos atuais e transformar em 5 a 7 no fim do governo, para que seja possível pelo menos entender o que está pagando e para onde está indo.

          • Cesar

            Em Brasília tem lugar que você saiu de um radar de 80 cai em um de 40, vem outro de 80 e em seguida um de 60.

    • Marcio Souza

      Quando aumenta impostos, reclama. Quando tira impostos reclama.

  • Bela iniciativa, Floripa podia fazer a mesma iniciativa..

    • Unknown

      SC, no caso…

  • th!nk.t4nk

    Muito legal o corte de impostos, mas só uma observação sobre o corredor elétrico ali: grande parte dessa rodovia (que é importantíssima no PR) nem sequer duplicada é. É como botar uma TV OLED 55″ num barraco sem reboco na parede. Mas enfim, é um começo.

    • Nicholas Jensen

      O pior que é verdade, a concessionaria que cuidou durante 20 anos das rodovias, roubou milhões prometendo a duplicação total dessa rodovia logo no inicio da concessão. E só agora está iniciando essas obras, já que apertou muito pro lado deles com delações. Agora a luta é para baixar os pedágios daqui, que são os mais caros do Brasil.

    • A BR-277 realmente é uma vergonha, uma das rodovias mais importantes do PR e metade é aquela pista simples… Outra é a BR-376, que liga Curitiba até a região de Maringá e Londrina, mesma coisa… Mas torcendo pra que agora a coisa flua melhor!

    • Debraido

      No final do ano passado visitei Foz do Iguaçu, saindo de Indaiatuba – SP. Eu achava os pedágios de SP caros, más com excelentes estradas. Depois de conhecer as estradas e os valores de pedágios do Paraná, cheguei a conclusão que SP está “quase de graça”. kkkk

  • Nicholas Jensen

    Assim da até orgulho de morar nesse “Paranasão”.

    Espero que consiga a isenção de ICMS, ai fica um passo a mais para ter acesso a esses carros que hoje são absurdo de caro. Quem sabe depois disso não adquiro um para viajar até Foz do Iguaçu kkkkkkk

  • Louis

    Todos irão ganhar com isso. Ar mais limpo futuramente.

  • luiz

    A notícia é ótima sem dúvida, mas faltou incluir os híbridos né ratinho, que aliás não tem nenhum incentivo aqui no paraná. O IPVA de um Prius é 3k.

  • Kaian Reis

    Com elétrico mais barato custando 150k nem comemoro essa notícia

    • Hector Bonilla

      Mas no caso aí dessa proposta se você tirar os impostos o preço já cai pelos menos uns 35k.

  • Marcus Vinicius

    Ele quer atrair a produção de eletricos para o Estado

  • Diego

    Carro elétrico é um sonho utópico. Isso polui muito mais que um carro a combustão ( fabricação das baterias, recarga e descarte das mesmas ), NUNCA, disse NUNCA ninguém responde a pergunta mais questionada neste meio: Onde serão descartadas as baterias dos carros elétricos ? Quando começaram a utilizar usinas nucleares as mais variadas ideias eram ditas para tratar o lixo nuclear, hoje o destino são as fossas abissais dos oceanos. A maioria das fontes que produzem energia são de grande impacto ao meio ambiente, seja hidrelétricas, termoelétricas, geotérmicas….Poucas são efetivamente limpas como a eólica e a solar, a única coisa que querem fazer com carros elétricos é transferir o local de poluição de um local para o outro, dentre todos os projetos o mais sustentável seria o carro a hidrogênio, espero que essa tecnologia fracasse ao passo que as informações sejam mais claras a todos que quiserem adquirir um carro elétrico

    • th!nk.t4nk

      Teu discurso tá bons anos atrasado. Leia matérias anteriores sobre elétricos, pois esse assunto já foi muito discutido aqui.

      • Diego

        Eu te desafio com argumentos sólidos a defender está ideia. Exponha seu ponto de vista, este assunto não foi debatido o suficiente.

    • Marcio Souza

      Posso até concordar com vc nos EUA. No Brasil a matriz energética é limpa.

  • Hodney Fortuna

    A priori esse imposto JAMAIS era para ter existido, onde o governo vira um sócio imprestável do seu carro onde aquela participação de até 4% do valor do veículo dá um Poder ao Estado igual como se fosse de 50% da propriedade.

    • Marcio Souza

      Para os que “reclamam” que vão tirar o IPVA: se hoje inventarem uma nova CPMF e daqui um tempo extinguirem, vão falar: “ah, e os recursos para educação…blablabla”. O governo recebe muito, mas muito dinheiro do contribuinte (PIB) e por isso não economiza e o dinheiro vai pelo ralo. Experimenta dar apenas o dinheiro contado: ele terá que escolher fazer o mínimo pelo cidadão e permanecer no poder, ou usar na corrupção e não se reeleger.

  • Que bom, aí eles vão custar só 180 mil reais…

  • invalid_pilot

    Como sempre os mais ricos tendo privilégios… IPVA deveria ser abolido para todos que tem um carro e que não tenha lucro na exploração desse veículo.

  • Marcio Souza

    Paraná na frente na corrida pelo veículo elétrico.

  • Bikudin

    Nossa, muito bom

  • 4lex5andro

    Parabéns PR, estado-vanguarda do país.

  • Unknown

    Interessante? A velocidade máxima do carrinho é de 60 Km/h! Mal dá para andar na cidade…

  • carlos rodrigues

    São de incentivos assim que esse segmento preciso para se desenvolver e tornar mais acessíveis os elétricos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email