Governamental/Legal

Paraná: liminar deixa placa Mercosul mais barata

Paraná: liminar deixa placa Mercosul mais barata

A placa Mercosul segue causando polêmica. Desta vez, a 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do estado Paraná ordenou, através de publicação de mandado de segurança com pedido de liminar, que o Detran PR (Departamento de Trânsito do Paraná) altere o sistema de emissão de placas Mercosul.


A medida foi tomada após reclamação de uma empresa que realiza a emissão das peças. De acordo com a empresa, através do sistema de rodízio, as estampadoras recebiam as encomendas em quantidades similares. Em virtude disso, não havia competição entre elas e as empresas cobravam o valor máximo de tabela exigido pelo Departamento de Trânsito do Paraná.

O preço alto fazia com que frotistas (automóveis, caminhões e ônibus) buscassem outros estados brasileiros para a realização do licenciamento. Em consequência, o Detran do Paraná perdia arrecadação.

Paraná: liminar deixa placa Mercosul mais barata


VEJA TAMBÉM:

O juiz responsável pela liminar, Rogério Ribas, considerou ilegal o sistema atual de rodízio. A partir disso, houve abertura de livre concorrência entre as quase 300 empresas credenciadas que fazem a fabricação, bem como o estampamento das placas Mercosul.

Com essa medida, o preço da placa pode cair. Segundo o jornal O Paraná, o valor para quem for colocar as placas Mercosul pode cair de R$ 300 para cerca de R$ 100 e R$ 150.

Paraná: liminar deixa placa Mercosul mais barata

Em maio deste ano, durante uma transmissão ao vivo no Facebook, o Presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) havia anunciado que iria acabar com as placas Mercosul no Brasil. Nas palavras dele, a placa não traz benefício para o país e que é um constrangimento. “Uma despesa a mais”, disse.

Elas foram apresentadas em 2014. O objeto era que Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela adotassem as chapas em janeiro de 2016. No entanto, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) adiou a adoção das placas no Brasil para janeiro de 2017. Se seguisse o cronograma estabelecido, o país inteiro deveria trocar as peças pelas novas até o dia 31 de dezembro de 2020.

Paraná: liminar deixa placa Mercosul mais barata
Nota média 3.5 de 6 votos

Darlan Helder

Darlan Helder

Darlan Helder, natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011. Além disso, atua com produção de conteúdo para plataformas digitais em agências de comunicação.

  • Chevalier

    Uma coisa é certa: o brasão de Teresópolis é bonito pra caramba!

    • Leonardo

      N achei n kkkkkk gosto ne, acho o do RJ mais bonito, porém a bandeira é feia

  • Cardoso (não aquele)

    Vou sentir falta de ver os nomes das cidades na placa.

    • Rael Core

      Isso foi um absurdo!

  • O estado se metendo no livre mercado kkk. Nesse caso a frase se aplica também? Quem sabe!

    • Fanjos

      Onde tinha livre mercado?

      “através do sistema de rodízio, as estampadoras recebiam as encomendas em quantidades similares. Em virtude disso, não havia competição entre elas e as empresas cobravam o valor máximo de tabela exigido pelo Departamento de Trânsito do Paraná.”

      Isso é cartel fis

      • Alaor

        O cara quer zuar sem saber o mínimo kkkk

    • Lyn

      Nesse caso o estado se meteu para garantir o livre mercado.

    • TijucaBH

      Pois é, se nao tivessem criado a regra de cotas e tivessem deixado livre, o preço seria mais baixo desde o inicio.
      E quem pagou 300 reais na placa? Vai ficar no prejuizo!

  • Fanjos

    Placa feia pra kct, e ainda querem comprar 300 lascas por um pedaço de lata?Beira o ridículo, o custo de cada placa se chegar a B$ 10.00 é muito, as empresas amigas do rei criam um belíssimo cartel e querem lucrar 3.000% em cima de cada unidade

  • Fanjos

    “O objeto era que Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela adotassem as chapas em janeiro de 2016.”

    Só por essa lista de países já se vê bem o lixo que essa placa é, dá fim nessa porcaria de placa comuna e cria uma placa com mais combinações de números e letras mas somente para o Brasil

    • Feliphe Santos

      O real motivo da criação dessas placas é que os carros circulavam em outro país, cometia infrações e não tinha como arrecadar nada com isso, já que está fora da jurisdição. Com a placa unificada, o cara comete infração no outro país e os dois países (o da placa e o local da infração cometida) ganham com isso.

      • Ric_Minas

        Sua explicação é válida mas não justifica e nem explica porque uma simples plaqueta de alumínio que deveria custar seus R$ 50 custa 5x ou 6x mais.
        No começo dessa semana cotei uma leva de 300 placas na mesma qualidade, relevo, textura que uma placa de automóvel.
        Em aço inox custaria R$ 100. Em alumínio ficou por R$ 40.
        Claramente que a fabricantes dessa placa padrão mercosul estava extremamente superfaturada. Lucro de 100% se não for mais.

    • oscar.fr

      “Lixos de países”
      Que tu goste ou nao, sao alguns dos nossos principais parceiros comerciais. Sobretudo, os paises para os quais mais vendemos bens com alto valor agregado. Menos lacraçao anticomunista e mais estudo. Ou, atualmente e num cenario de curto a medio prazo, estamos ou temos condicoes de exportar com valor agregado para os paises que o presidente atual gosta? Defender o interesse nacional passa por exportacoes de alto valor agregado e por aliancas comerciais pragmaticas, nao o delirio ideologico de virar as costas para os nossos vizinhos, com quem temos relacoes historicas, apenas pelo bel prazer bolsonarista.

      • Fanjos

        Chora Mais!
        Venezuela não é país e Argentina esta em contagem regressiva para falir de vez

        • oscar.fr

          É aquele clássico: contra argumentos, frases de efeito como « chora mais » e panfletos ideológicos do tipo « A Argentina vai falir de vez », engraçado que há nao muito tempo teu slogan deveria ser « Em alguns meses, a Argentina estará a salvo com Macri ». Normalmente, a ideologia nao nos permite ver as coisas com rigor, é o teu caso.

          • Fanjos

            Continua o choro ae comuna

            • oscar.fr

              kkkkk « comuna »

  • Marcelo Amorim

    Essa coisa horrível começou no RN desde dezembro,na ocasião 200 reais o par,por conta de um monopólio,depois que outras começaram a fazer,caiu pra 180 reais,ainda assim o dobro do preço que era cobrado no par de placas cinzas.

  • RicardoVW

    R$ 300 por um pedaço de metal! Disso, R$ 250 está indo para o bolso de uma galerinha por aí!

  • Saraiva

    Uma coisa eh certa. Só sistemas de vigilância pra localizar um carro. Pq as cinzas eram bem mais fácil de se decorar e reconhecer um carro. Seja cidade, sequência de letra ou dos números.

  • TijucaBH

    Cá pra nós, 80 reais em um par de placas já é muito bem pago né? Nao podia custar mais do que isso!

  • th!nk.t4nk

    Em muitos países pede-se a placa até pelo correio. Não tem lacre, você mesmo parafusa na sua garagem e tá feito. É um mero pedaço de metal, não faz sentido esse cartel por trás. E não evita clonagem, já que pros bandidos é ridículo pra falsificar placa e lacre. Ou seja, é apenas mais um cartel que ferra com a vida do brasileiro.

    • Guaraci Duarte

      A placa nova nem lacre possui, foi retrocesso.. Em Curitiba, vários furtos estão ocorrendo, é só desparafusar e levar.. Quando precisei trocar havia 2pessoas buscando apenas 1 placa que havia sido levada..

  • carnero

    Eu acho que quem ganha também perde com isso. Ninguem ganha e ninguem perde. Todo mundo ganha e perde

    • Rael Core

      Sai desse corpo que não te pertence, Dilma Rousseff!

  • Alvarenga

    Me fala uma coisa que seja feita direito neste pais ? Tem um monte de legisladores e seus indicados em orgãos publicos que ganham fortunas pra produzir lixo em cima de lixo!

  • Porto Velho

    Podiam pelo menos citar a fonte ne? Esse texto inteiro é da Gazeta do Povo. Copiaram na cara dura.

  • LArtur

    Potz, achei que essa baixaria ia acabar na farra das tomadas. Tem jeito não!!!!

  • Carlos Bruno Mundstock

    Um carro com placa mercosul é mais ou menos como um revólver com a numeração raspada.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email