Governamental/Legal Mercado Preços

PCD: limite de R$ 70.000 está eliminando os SUVs das ofertas

PCD: limite de R$ 70.000 está eliminando os SUVs das ofertas

Era uma vez um SUV “chinês” que passou a ser feito no ABC, mas com R$ 20.000 de diferença, deixou de atender o PCD… Então, essa história era para ter apenas um protagonista, mas em realidade, existem vários e estão saindo de cena.


Com o limite de R$ 70.000, o mercado de carros para PCD, ou melhor, os consumidores portadores de deficiência física, estão vendo as ofertas diminuírem no Brasil.

O motivo é o limite de R$ 70.000, imposto pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) em 2009 e desde então, não ampliado.

Com a elevação dos preços dos automóveis, o que era um teto alcançável por sedãs médios, hoje só atende com veículos menores e, alguns deles, já manobrando para poder encaixar nessa vaga.

PCD: limite de R$ 70.000 está eliminando os SUVs das ofertas

Os SUVs, a moda do momento, ficaram bem nessa categoria, especialmente os mais recentes, como Chevrolet Tracker (o protagonista) e Volkswagen T-Cross.

No primeiro caso, a diferença entre a versão PCD e a que serviu de base chegou a R$ 20.000 e nem a tampa do bagageiro podia cobrir essa diferença. Resultado, saiu de cena.

O VW T-Cross até vacilou e sumiu das lojas por um tempo, mas retornou e ajudou o SUV a se tornar o carro mais vendido do país em julho, com 80% das vendas diretas, onde o PCD está incluído.

PCD: limite de R$ 70.000 está eliminando os SUVs das ofertas

Ele venceu ainda um tradicional campeão de PCD entre os SUVs, o Jeep Renegade. Contudo, este utilitário esportivo pernambucano acaba de jogar a toalha e sai do alcance dos portadores de deficiência.

O jipinho entra para uma lista de SUVs que também desistiram desse “mercado”, como o Citroën C4 Cactus e o Nissan Kicks. O Novo Duster, que chegou em março, nem entrou no PCD, restando apenas o Renault Captur.

PCD: limite de R$ 70.000 está eliminando os SUVs das ofertas

Aliás, além deste último, ainda permanecem Chery Tiggo 2, Peugeot 2008 (que chegou a sumir e voltou este ano), Hyundai Creta e Ford EcoSport.

Com o T-Cross, restam somente cinco modelos a escolher. A pergunta agora é: por quanto tempo eles resistirão com o limite de R$ 70.000? Talvez, um deles possa ser substituído por um irmão mais novo e até mais bonito…

 

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

                                          Quem somos

                                          O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

                                          Notícias por email