China Ford SUVs

Perto do Brasil, Ford Territory ganha atualização visual na China

Perto do Brasil, Ford Territory ganha atualização visual na China

Ele chegará no segundo semestre de 2020, importado da China, mas com pretensões bem localizadas. O Ford Territory será feito em General Pacheco, Argentina, onde ocupará o espaço antes destinado ao Ford Focus.


Contudo, antes de chegar ao Brasil, o SUV de porte médio da Ford ganha atualização visual na China, onde é produzido pela Changan-Ford e é derivado do JMC Yusheng S330, que lhe emprestou quase tudo.

Visualmente, as alterações foram poucas e não devem atrapalhar sua chegada aqui. A grade recebeu um desenho mais elaborado no acabamento, ficando também mais escura.

Perto do Brasil, Ford Territory ganha atualização visual na China

As lanternas receberam uma repaginação com iluminação em LED ampliada. Também foram adicionadas novas rodas de liga leve, tendo ainda mais opções de cores externas.

Fora isso, dentro recebeu uma nova multimídia com comandos de voz mais eficiente, assim como ar condicionado com ionizador e acabamento imitando madeira de melhor qualidade. As tonalidades internas foram ampliadas.

Na mecânica, tudo continua igual, mantendo o motor JMC 1.5 Turbo de três cilindros (não é o Ford EcoBoost) com 140 cavalos e 22,8 kgfm. Esse propulsor com turbo e injeção direta tem uma versão mais potente no S330, que entrega 163 cavalos e que poderia ser oferecido por aqui.

Perto do Brasil, Ford Territory ganha atualização visual na China

A transmissão é CVT com simulação de cinco marchas, mas aqui ela deve chegar com pelo menos sete velocidades “virtuais”. Na China, o Ford Territory tem uma versão MHEV ou micro híbrida, com sistema elétrico de 48 volts, que pode ou não vir ao Brasil.

Vai depender do custo, visto que o dólar está nas alturas e a Ford pode ter que “bancar” parte do custo de trazer o Territory em um período pós-pandemia (esperamos por isso…).

Com 4,59 m de comprimento, o Ford Territory é do tamanho do Escape e de rivais como Honda CR-V e Toyota RAV4, por exemplo. Ou seja, bem maior que o Jeep Compass com seus 4,41 m. Ele tem 2,71 m de entre eixos e é bem espaçoso por dentro.

Ford Territory 2021 – Galeria de fotos

 

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Rafael Morozini

    Os desenhos da janela em conjunto com a coluna C não me agradam nenhum pouco , o resto é só sem graça …

    • Vini

      concordo! são horríveis

  • Bruno Silva

    Melhorou um pouco, principalmente a traseira. Faltou trocar essa alavanca de câmbio, muito feia.

  • Eduardo Brito

    Ficou mais bonito, mas temos que ver quanto ele vai custar aqui

    • Cleidson

      Ele vem da China. Com o dólar a 6 reais imagino q ele não venha barato e a Edge deve subir muito de preço também.

      • Luconces

        Ele vem da China e mesmo com o dólar na casa dos seis reais deve compensar e muito traze-lo pois ele chega a custar METADE do que um HR-V custa na China.

  • Eskarmory .

    Proibiram as tradicionais e belas rodas prateadas? Cada vez mais raro vê-las, infelizmente.

  • oscar.fr

    Ih rapaiz, que fase, trazer carro chinês que já recebeu reestilização lá fora. Esse Territory tá com cara de que não virá nunca.

  • th!nk.t4nk

    Lá vem o chinês fingindo ser Ford. E pelo jeito vem caro.

    • Sino Weibo

      A Ford é dona de 30% da JMC. E eles podem usar o modelo que quiserem. Não sei onde esse modelo “finge ser Ford”.

      • passis

        Exato. Inclusive há rumores, nunca confirmados, baseados no fato de que a China importou a linha de produção do Escape velho pouco antes do lançamento desse modelo.

        • Sino Weibo

          Isso acontece muito, de pegarem ferramental e projetos ja prontos, e so fabricar em cima. Fizeram muito isso com Hyundai, Daewoo, etc..

  • Dod.

    Ih, o Ford white label pelo jeito vem caro. Coragem deixar de levar um concorrente pra comprar esse Tellitoly xing-ling.

    • Gran RS

      Tudo depende do preço que a Ford irá cobrar por ele, pois se vier no mesmo preço dos seus concorrentes, irá micar com certeza.

  • Dimitri Diegoli

    Dependendo do preço e do acabamento, a chance de “matar” a Ecosport é grande.

    • Gran RS

      Mas não tem nada a ver um modelo com o outro, tanto em tamanho quanto em preço. Pelo seu pensamento, o Compass mataria o Renegade, coisa que não aconteceu e nem vai acontecer, pois todas as marcas tem suvs compactos e médios convivendo normalmente, com público para os dois segmentos.

  • RKK

    “o SUV de porte médio da Ford ganha atualização visual na China, onde é produzido pela Changan-Ford e é derivado do JMC Yusheng S330, que lhe emprestou quase tudo.”

    -> Só não emprestou o emblema Jiangling.

  • RKK

    “Na mecânica, tudo continua igual, mantendo o motor JMC 1.5 Turbo de três cilindros (não é o Ford EcoBoost) com 140 cavalos e 22,8 kgfm. Esse propulsor com turbo e injeção direta tem uma versão mais potente no S330, que entrega 163 cavalos e que poderia ser oferecido por aqui.”

    -> Esse motor 1.5 16v Turbo MIVEC DOHC (4B40) da Mitsubishi no Eclipse Cross tem um ótimo desempenho, porém neste último tem 165 cv e 25,5 Kgf.m de torque. Possivelmente devido à injeção direta no Eclipse Cross. No Territory não deve ter injeção direta.

    • radiobrasil

      Lembro que o concorrente Equinox tem um bom motor 1.5T com quase 28kg de toque e 175 cv aprox…

  • radiobrasil

    Nunca dirigi um CVT com marchas virtuais , so o terrivel CVT do ASX… que diferença faz no desempenho as marchas “virtuais”?

    • Marcos Megda

      Fica bem menos anestesiado, principalmente em motores Turbo. Dirigi no Civic, Forester e no A4. Muito bons de dirigir. Teria um desses novamente tranquilamente

    • leomix leo

      A sensação de enceradeira é menor, a não ser que vc dê uma pisada mais forte, vai virar enceradeira do mesmo jeito, não gosto de CVT, apesar do conforto melhor que o tradicional automático.

    • th!nk.t4nk

      Melhora um pouco, mas não muito. A meu ver não vale mais a pena insistir nesse câmbio, pois há opçoes bem melhores hoje em dia.

      • radiobrasil

        Eu tive at4 (Captiva 2.4.. terrivel), at6 (Fusion… dava uns trancos tambem, mas melhor que o at4) e agora tenho um at9 (Equinox 2.0t). Considero esse at9 perfeito!!!

  • G. de F.

    Quer dizer então que antes do lançamento por aqui já está “desatualizado”? É… A Ford não se ajuda de forma alguma!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email