Etc Europa Gadgets Tecnologia

Pesquisa feita na Inglaterra diz que uso de navegadores tipo GPS mais atrapalham do que ajudam

Um recente estudo desenvolvido pela Manchester Metropolitan University, da Inglaterra, revelou que os sistemas de navegação, incluindo os equipados com dispositivo de voz, acabam dificultando os motoristas, em vez de ajudar. A pesquisa concluiu que o ato de seguir os comandos do sistema, sejam eles indicados por sinais visuais ou de áudio, requer mais atenção do motorista do que tentar seguir o trajeto sem o auxílio do equipamento.

O estudo contou com a participação de 24 voluntários, todos homens. Eles tiveram os movimentos dos olhos monitorados para que os pesquisadores pudessem determinar o grau de concentração de cada um ao dirigir. Os que tinham o aparelho instalado no carro, mas não o utilizaram, se mostraram mais atentos ao volante e menos estressados que os motoristas que declararam tê-lo usado.

O psiquiatra Mark Wilson, que comandou a pesquisa, afirmou recentemente durante a conferência anual da Sociedade Britânica de Psiquiatria que o esforço para escutar algo ou alguém dizendo a você aonde ir, pode ser suficiente para desviar a atenção naquele momento. “Você corre o risco de não perceber um pedestre atravessando na frente do seu carro, rápido o bastante”, explicou Wilson, em entrevista ao jornal britânico The Times.

Segundo ele, há um “custo mental” em realizar duas tarefas ao mesmo tempo. “Seguir as indicações do sistema de navegação, ouvir alguém falando ou comer uma banana enquanto dirige é desgastante”, diz o psiquiatra. Ele recomenda aos motoristas que parem no acostamento ao consultar mapas, ou pergunte a alguém sobre a direção correta.

A maioria dos sistemas de navegação à venda na Europa e nos Estados Unidos permite que o monitor continue ligado mesmo com o carro em movimento. Alguns modelos mais modernos desabilitam a tela assim que o veículo começa a se mover e as indicações passam a ser feitas por meio de um comando de voz.

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br

Send this to a friend