*Featured Avaliações Crossovers Peugeot

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

O Peugeot 2008 2020 decidiu se atualizar e esperar pela próxima geração, que deve chegar por aqui nos próximos três anos.


Para fazer a diferença, a marca francesa optou por “padronizar” os preços e acrescentar o câmbio automático no 1.6 THP.

Como este ainda não está na frota da PSA, a saída foi avaliar a versão Griffe 1.6 EAT, que também traz novidades, embora não mecânicas.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta


Custando R$ 89.990, esta é a segunda opção mais cara do 2008 2020, ostentando o motor EC5M de até 118 cavalos, acrescido do obrigatório câmbio de seis marchas.

A proposta é equilibrada, embora o preço ainda seja indesejável.

De qualquer forma, as mudanças foram bem-vindas e o mercado poderá aproveitar a oportunidade de ter esse interessante SUV por mais algum tempo.

Por fora…

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Por fora, o Peugeot 2008 2020 ganhou um nariz mais alto e acentuado, onde a grade preta com o nome da marca em baixo-relevo, destaca o leão cromado.

Os faróis chanfrados continuam sendo a marca do Peugeot 2008.

Eles são dotados de luzes diurnas em LED, causando bom impacto visual, especialmente à noite.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Desses faróis, nascem vincos bem acentuados que cortam a parte inferior do para-choque e foram inspirados nos dentes do felino.

Semelhantes às do Peugeot 3008, as molduras pretas laterais reforçam a proposta do carro.

Nelas, faróis de neblina circulares completam o conjunto ótico. A grade inferior foi redesenhada, ficando mais retangular.

Nas laterais, saias de rodas protegidas e retrovisores em preto brilhante com repetidores de direção.

A mesma cor também é vista nas barras longitudinais no teto.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Na traseira, as lanternas em LED formam um “C” nas laterais e mantêm-se bem elevadas. O protetor preto e proeminente completa o conjunto.

O Peugeot 2008 Griffe 2020 preserva o teto panorâmico, um dos diferenciais do produto.

Novas, as rodas de liga leve aro 16 polegadas ficaram bem mais bonitas. O teto alto atrás é criativo.

Por dentro…

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

No interior, o Peugeot 2008 Griffe 2020 continua com o bom acabamento dos bancos com mescla interessante de couro e tecido, sempre na cor marrom.

O painel em “tungstênio” se harmoniza com esse ambiente.

Confortáveis, os bancos só não garantem melhor acomodação para quem vai atrás por causa do espaço reduzido.

Diferente da nova geração, o 2008 nacional não cresceu e os 2,542 m de entre eixos são sentidos facilmente.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

O vidro panorâmico no teto ajuda a diluir essa característica com uma bela distração com o exterior.

O i-Cockpit continua sendo uma das mais geniais criações da marca.

O volante Sportdrive é pequeno e levíssimo, lembra um kart. Já o cluster largo e vistoso, no alto, parece de um carro esportivo.

No 2008, assim como no 208 e na dupla de SUVs mais caros, você olha por cima da direção. Esta, por sinal, abusa do cromado na base, sendo muito bem-sucedida nisso.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

A multimídia com Google Android Auto e Apple Car Play tem uma boa tela, mas o conector USB poderia ficar mais abaixo.

Pelo menos não atrapalha a visão do display.

O ar condicionado dual zone é um padrão da Peugeot que gostaríamos de ver em mais carros por aí…

Já o seletor de marchas do EAT6 é bem pequeno, mas devidamente cromado. O freio de mão como um manete, é uma excentricidade do 2008.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

A persiana do teto é elétrica, acionada ali perto. Sim, em sol forte, deixa parte do brilho passar, como reclamam alguns donos.

Falta luz interna em LED, de leitura e para quem vai atrás. Um pecado num carro com essa proposta. Os para-sóis também mandam lembranças…

O porta-luvas é gigante, enquanto o porta-malas agora tem 402 litros com estepe fino, mas não é perceptível a alteração.

O banco inteiriço é outra falha que não ajuda a ampliar o bagageiro.

Por ruas e estradas…

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Sem um Puretech 1.2 Turbo, qualquer intenção com o EC5M realmente não empolga. De qualquer forma, o propulsor “VTi” do Peugeot 2008 2020 recebeu melhorias.

Em tempos de downsizing, que traz o melhor de dois mundos, o SUV poderia ter embarcado nessa. Isso deve ficar para a próxima geração.

Então, na realidade local, o EC5M cumpre o básico em desempenho. Para o dia a dia das grandes cidades, ele é até aceitável.

Seus 115 cavalos com gasolina e 118 cavalos obtidos no etanol, aparecem com 5.750 rpm. Normal.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Entretanto, o torque unificado de 16,1 kgfm aparece todo há 4.750 rpm no etanol, o que é bem alto. Na gasolina, surge aos 4.000 rpm.

Isso significa que o motor será mais exigido em subidas, ultrapassagens, saídas rápidas e retomadas.

Com relações de marcha focadas no conforto e no consumo, o crossover tende a ser modesto em performance, embora agradável dentro da cidade.

As mudanças de marcha são suaves e as reduções, pontuais.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

As duas marchas a mais em relação ao antigo, pouparam o motor (e o bolso do proprietário).

Por ter força apenas lá em cima, o giro se eleva demais para coisas do cotidiano, irritando com o ronco alto do propulsor.

Acima de 3.000 rpm, já há com o que se incomodar.

Nas situações citadas acima, ele passa facilmente de 4.000 rpm, mas não corresponde na resposta.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Moderadamente, o 2008 1.6 EAT cumpre sua missão, trocando por volta dos 2.000 rpm e obtendo ganhos importantes em consumo.

Para se explorar o conjunto e ter algum desempenho melhor, as marchas operadas manualmente até ajudam.

No modo Sport, mais giro alto e algum ganho também, mas nada especial.

Interessante é que, operando o controle de cruzeiro (com limitador), os modos Eco e Sport são desligados.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Quando se desativa o piloto automático, eles retornam à operação.

O modo Eco corta muito do pouco que já tem, mas funciona ao poupar combustível.

Confortável ao guiar, o Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 fez bons 11,5 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada.

Pelas características apresentadas, está muito bom.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Rodando a 110 km/h, o utilitário esportivo mantém 2.600 rpm, o que ajuda muito no conforto e na frugalidade.

Na estrada, ele se comporta bem, apesar da falta de força quando se exige mais desempenho. É por isso que existe o 1.6 THP por mais R$ 10.000…

Com direção ultraleve, mas bem ajustada em velocidade, o 2008 agrada ao volante.

A suspensão tem ajuste para o conforto e isso ajuda na hora de passar por caminhos ruins…

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Em curvas mais acentuadas, existe inclinação mais acentuada do conjunto, mas nada que desabone o carro.

No entanto, o curso da suspensão não é tão longo, então, alguns buracos e depressões (como lombadas apagadas, por exemplo) criam um efeito indesejado.

Os pneus largos (205/60) ajudam no conforto e na estabilidade. A boa visibilidade, especialmente à noite, é outro ponto positivo.

Os freios são pontuais e cumprem sua missão.

Por você…

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

O Peugeot 2008 2020 é uma atualização lógica de um produto que demorou algum tempo a chegar por aqui.

Tem um bom acabamento, mesmo que simplificado para o Brasil, mas falha em detalhes como as luzes, por exemplo.

O fechar de portas também não agrada, é seco e alto.

O bagageiro é apenas mediano, mas suficiente. Já o espaço interno fica devendo atrás.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

Ainda assim, traz um cluster elevado que agrada, bem como volante gostoso de manusear. O teto panorâmico continua sendo uma das coisas mais legais nele, mesmo não abrindo.

O pacote de equipamentos de conforto e segurança é bom.

Como havia mimos demais no passado da Peugeot, sente-se falta de coisas como retrovisores com rebatimento elétrico, por exemplo.

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta

É atraente por fora e corresponde ao mesmo por dentro.

O preço está na média do mercado, mas para quem paga R$ 90 mil, pagar R$ 100 mil pode trazer mais benefícios no 1.6 THP.

Com diferença de R$ 10 mil, melhor ir logo à opção desejável.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 4 em linha, flex

Cilindrada – 1.587 cm³

Potência – 115/118 cv a 5.750 rpm (gasolina/etanol)

Torque – 16,1 kgfm a 4.000/4.750 rpm (gasolina/etanol)

Transmissão – Automática de 6 marchas com mudanças manuais

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 12,4 segundos (etanol)

Velocidade máxima – 186 km/h (etanol)

Rotação a 110 km/h – 2.600 rpm

Consumo urbano – 14,3 km/litro

Consumo rodoviário – 11,5 km/litro

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Eixo de torção

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 16 com pneus 205/60 R16

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.159 mm

Largura – 1.739 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.583 mm

Entre eixos – 2.542 mm

Peso em ordem de marcha – 1.248 kg

Tanque – 55 litros

Porta-malas – 402 litros

Preço: R$ 89.990 (versão avaliada)

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 – Galeria de fotos

Peugeot 2008 Griffe 1.6 EAT6 2020 é apenas o suficiente em proposta
Nota média 4.8 de 4 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Rodolfo Deo

    Já não era dos carros mais atraentes, depois que a nova geração foi revelada então deu ruim para esse leãozinho

    • André

      A versão mais interessante é a básica, já vem razoavelmente bem equipada e com cambio AT. Custa 69mil, o mesmo que um sedã compacto melhorzinho. Ao invés de levar o Logan, Cronos, Yaris, HB20S etc…com cambio automático, tem esse 2008. Não é uma opção ruim. O porta malas de 402 litros, nem é tão pequeno.

  • Marcio Mentzingen

    Não acrescenta nada e não vai melhorar em nada as vendas baixíssimas desse carro.

  • Edgar

    Esse 2008 nunca foi um SUV, sempre foi uma perua de salto alto…

    • Luiz Felipe S. Silva

      O que não necessariamente é uma coisa ruim…

      • Gran RS 78

        Concordo, o problema é a marca mentir sobre isso para os clientes, e ainda por cima, querer cobrar alto justamente pela moda dos suvs, pois se o 2008 se “assumisse” como uma perua, seus preços teriam que descer e muito, pois os clientes não aceitam pagar o mesmo preço pela categoria do momento que se tornou os suvs compactos.

        • Luiz Felipe S. Silva

          Mas aí entra a questão: O que é um SUV? Kicks, Creta, Ecosport e Cactus podem ser considerados SUVs? E porquê?

          • Gran RS 78

            Isso é muito subjetivo, mas na minha opinião, nenhum deles poderiam ser considerados suvs, e sim crossover, mas o problema é que se vc colocar todos esses modelos que vc citou perto do 2008, parece que o modelo da Peugeot nem concorre com eles, pois a diferença de altura é gritante, o que denuncia que a marca está tentando concorrer em um segmento que ele não pertence. Ele está mais para uma perua aventureira, como uma Weekend adventure.

            • Luiz Felipe S. Silva

              Concordo, mas a Mercedes e BMW chamam o GLA e o X2 de SUVs também, que estão mais para hatch – As marcas podem chamar seus carros de avião se elas quiserem, é o consumidor que acredita se quiser

              • Gran RS 78

                Sim, concordo com vc quanto ao GLA e X2, que de suvs não tem nada, e tbm acho uma palhaçada isso, pois leva muitos clientes ao erro em achar que estão comprando um suv, mas na verdade não estão.

              • th!nk.t4nk

                GLA e X2 são crossovers, feitos pra transpor com mais facilidade trechos com neve e gelo. Não são projetados pra off-road no Brasil, mas cumprem sim seu papel no mercado-alvo destes modelos (onde até as estradas rurais são asfaltadas).

          • Tecnicamente até um Renault Kwid é um suv kkkk.

          • Felippe2010

            Na verdade todos eles são Crossover

        • André

          O 2008 AT parte de 69mil, um sedã compacto automático custa o mesmo, senão for até mais caro. Então o preço está mais do que coerente com o mercado.

          • Gran RS 78

            O problema é a versão intermediária e top, que custam praticamente o mesmo que os concorrentes que tem muito mais cara de suv que ele.

  • th!nk.t4nk

    O interessante é ler “lançamento”, olhar as fotos e ver que é o modelo velho. Se visse um zero km desse na rua, chutaria que é um usado antiguinho. E esse motor aspirado às vésperas de 2020 é uma viagem no tempo!

    • G E O

      É o grupo Peugeot / Citroën na América Latina.
      Só lembrar do câmbio automático de 4 marchas.

      • Josimar Genm Tavares

        Legal que o AT4 no Toyota Etios até hoje (o 4 marchas da PSA no Brasil já tem uns 2 ou 3 anos que saiu) é OK. Brasileiro compra marca, e não o que ela oferece. E o Etios AT além de datado (parece um carro de 1996), sequer vem com rádio.Mas o brazuca compra pq é um Toyota

        • Matheus_P

          Mas é o mais barato AT de todos, ao contrario desse aí…

          • Josimar Genm Tavares

            Presta atenção, esse aí é de 6 marchas. Se for para reclamar fala do AT4 da Renault na dupla Duster e Captur.
            Acabei de falar que tem 3 anos que a Peugeot largou esse câmbio.

    • Gran RS 78

      Mas esse mesmo carro ainda é vendido na Europa, certo? A nova geração dele já começou a ser vendida por aí?

      • Ernesto

        Pelo que li, será lançado somente no final do ano. O th!nk.t4nk não perde a chance de criticar, mesmo não tendo argumento válido.

        • th!nk.t4nk

          Sério mesmo? Entao pra você vender um carro por 90 mil com motor aspirado de 115 cv e sem nem sequer barras de proteção lateral tá “ok”? É graças a esse pensamento que o mercado automotivo brasileiro tá nessa situação.

          • Ernesto

            Não mude o contexto. A minha crítica é em relação a você dizer que se ver o carro achará que é um usado antiguinho, sendo que na Europa nem lançaram o 2008 novo, ou seja, o atual daí é basicamente igual ao nosso.

            • th!nk.t4nk

              Na Europa esse modelo morreu. O novo chega em 2 meses. Enquanto isso no BR, estão lançando um update do modelo velho e o povo tá aplaudindo. Tá certinho, continue assim.

              • Ernesto

                Você continua tentando mudar o contexto.
                Vamos então aos fatos:
                – na Europa o 2008 NG ainda não foi lançado, portanto o atual 2008 não morreu, morrerá (duvido que se alguém quiser comprar o atual 0Km não ache).
                – quem está aplaudindo? Eu? Me mostre onde eu fiz isso.

            • oscar.fr

              O cara tá num saltinho alto, pq supostamente mora na Europa. Na internet, eu moro na Lua e tenho um Peugeot 306 diesel que roda sem problemas em solo lunar.

          • Marcelo Ecosta

            Já ouviu falar em Toyota Yaris?

      • th!nk.t4nk

        Não, a versão européia é um pouco diferente ainda, e tá saindo de linha (a Griffe por exemplo nem é oferecida mais). Por conta disso estao dando grandes descontos pra desovar os estoques.

        • Gran RS 78

          Mas são o mesmo carro, com pequenas diferenças de visual, portanto se vc for em qualquer concessionária Peugeot daí, verá esse mesmo carro que temos no Brasil Okm.

    • oscar.fr

      Ah pronto. Acho que tu está precisando descer do salto. Rode um pouco Brasil afora e vai ver que um Peugeot 2008 está longe – mas muito longe – de ser um carro antiguinho. Mesmo na Europa, o novo foi lançado ontem (acredito que nem esteja no mercado). Então, parafraseando a poeta Xuxa, ‘Senta lá, Cláudia’.

  • RKK

    Cadê as barras de proteção lateral mesmo ?

  • El Gato!

    Esse carro tem o melhor conjunto mecânico de todos os crossovers do mercado! O excelente 1.6 THP com o AT6 é um conjunto imbatível, o melhor custo x benefício! Tá decidido, é o meu próximo carro! Vou ali na concessionária agora comprar o meu e… e… não… péra…

    • Gran RS 78

      Menos, muito menos, pois pelo preço que a marca vai pedir pelo 2008 THP, vc compra um Tracker turbo premier, que na minha opinião é mais interessante que esse Peugeot.

      • El Gato!

        Foi apenas uma brincadeira irônica, amiguinho. Miau! Só para cutucar a dona Peugeot, que frustra seus consumidores, anunciando um produto que não existe para a comercialização.
        Ah, em tempo… acho que o THP AT6 será mais barato (ou menos caro) que o Premier. Além de ser quase 300 kg mais leve.

      • Peppa Pica

        Tracker turbo premier por 99 mil??? Aonde???

        • Gran RS 78

          102 mil reais, concessionária Dahruj Campinas.

          • Peppa Pica

            Cara… bem interessante esse valor…

      • Jurandir Filho

        104 mil e uns quebrados pelo site da GM e pasmem, só com airbag duplo…

        • Gran RS 78

          A versão premier tem seis air bags e não dois,

          • Jurandir Filho

            A Gm tem que arrumar o site então

            • José Eduardo D’Acampora Guazzi

              Duplo no site só mostra na LT, a premier tem 6 lá mesmo.

  • Ric53

    Põe do lado do Nissa Kicks também 1.6, duvido que o Leão não leva!

    Ô implicância com PSA!

    • rodrigosr

      Com certeza.
      Talvez só o Renegade 1.8 seja pior que o Kicks.

      • Josimar Genm Tavares

        Renegade por mais beberrão e lerdo que seja (1.8) ele é bem acabado, multlink com bons opcionais. na minha opinião, o Creta que é o mico do seguimento. Obviamente tirando os jurássicos Duster e Escoport, apesar de terem suas respectivas virtudes.

      • hinotory O

        Eu já tive o kicks e afirmo que é pior que o renegade.

    • Jurandir Filho

      Creta 1.6 deve se arrastar também e bebe que é uma beleza, povo implica demais com a PSA

      • Gran RS 78

        Vc está enganado, pois o Creta 1.6 anda bem pela proposta dele.

        • Jurandir Filho

          Assim como o 2008

          • André

            E outra, por 69mil já tem o 2008 Allure AT razoavelmente equipado. Preço de Logan AT

            • Jurandir Filho

              Pois é…

          • Gran RS 78

            Na verdade o Creta 1.6 anda mais que o 2008.

            • Jurandir Filho

              Çei

              • Gran RS 78

                Que bom que vc sabe.

      • Josimar Genm Tavares

        E bota implicância nisso, freio a disco nas 4 rodas nem fala, enquanto no beberrão do Creta, nem a Versão 2.0 mais de 100k vem, nem no Kicks. Teto panorânmico é de sério, aliás o único com isso, e implica falando que o sol invade a cabine., vai por teto solar na T-cross que é mais 5K

        • Jurandir Filho

          esqueceu dos 6 airbags e ar digital dualzone, isso porque a PSA tirou os sensores dianteiros

        • Gran RS 78

          O 2008 tem freio a disco traseiro, mas não tem barras de proteção lateral em nenhuma versão, sem contar que o esp só está disponível para as versões mais cara da gama.

    • Bruno Silva

      Empate no desempenho, consumo do Kicks melhor em todas as situações. Nissan também é muito maior, 14 cm a mais no comprimento, 7 cm no entre-eixos, 3 cm na largura e 1 cm a mais em altura.

      • Faheina

        Fora bagageiro kicks ganha tbm

      • André

        Sim, mas não tem nenhum Kicks automático por 69mil. o 2008 AT allure sai por 69.000

        • Bruno Silva

          Entendo, mas o Peugeot sequer tem ESP nesse preço.

          • Josimar Genm Tavares

            e o Kicks é manual e vem com calota

            • Bruno Silva

              Não tem mais Kicks AT com calota, e ele falou do Kicks S, que é automático.

  • Yo soy Yo

    O que valeria a pena, o 1.6 THP, vai custar mais de 100k, eu acho absurdo demais!

    • O_Sabichão

      Deve ficar em exatos R$ 100 mil, tal qual o Citroën C4 Cactus Shine THP.

  • Éder Sibilin

    Eu não estou por dentro dos entreeixos desse SUVs pequenos.. mas 2,54m é pouco demais.. pqp. pagar tudo isso em um carro apertado?? tô fora!!! Se não fosse isso, esse PUG, apesar de não parecer um SUV .. COM o 1.6 THP é uma otima pedida.

    • Josimar Genm Tavares

      Eu compro um carro para dirigir, e não para ir na segunda fileira.

      • nbj

        Consumidores de “SUV´s” normalmente tem família.

    • Eskarmory .

      Não é pouco, acontece que o carro é essencialmente um hatch compacto cheio de penduricalhos. Sabe a mentira dita 100x que tornou-se verdade? Foi quando chamaram o 2008 de SUV.

  • José Romão Costa Filho

    Peugeot do Brasil, esse 2008 é mais uma perua que um SUV, porém se quiser retomar forte no suv compacto é trazer o nova geração do 2008, esse sim é um suv.

    • nbj

      Realmente sempre me pareceu como uma perua e nunca achei bonito esta elevação do teto ao estilo da extinta Fiat Panorama!

  • Tio do Rio

    Acho que o C4 Cactus é uma melhor escolha dentro da PSA por hora.

    • José Eduardo D’Acampora Guazzi

      Infelizmente não acho que dentro da PSA se tenha uma escolha boa nessas versões de 90 mil, podem até valer pra quem pega as de 69 onde os concorrentes não tem versão.

  • Ailton Junior

    a versão antes da estilização era mais bonita. Realmente o 1.2 turbo varia milagres na venda

    • nbj

      Acho que não. Somente a nova geração faria este milagre!

  • Ricardo Brito

    Infelizmente a Peugeot prefere deixar as novidades ficarem velhas antes de trazer…. 3 anos para chegada da próxima versão??? Quando chegar já tá na hora de mudar de novo. Dá para manter as duas versões, melhor que ficar com carro desatualizado, nem que seja importado. Eu gosto de Peugeot mas infelizmente o único carro interessante deles aqui tá em um patamar bem mais alto.

    • Luconces

      A nova geração do 2008 nem começou a ser produzida ainda. As entregas devem ficar para o final do primeiro semestre de 2020.

      A produção e vendas do New 208 deve ficar pro final do ano de 2020 na Argentina. Se o New 2008 chegar no final do primeiro semestre de 2021, ta dentro do esperado.

      Não existe milagre infelizmente.

      • Ricardo Brito

        É vamos ver quando chegar, entre 6 meses e 1 ano é um tempo bem razoável… agora se vier com 3 anos, ai vai ficar pra tras de novo. A tracker e Onix já estão quase prontos, sendo que mal sairam lá fora, o Corolla idem… Agilidade nos dias de hoje faz muita diferença. Tomará que a Peugeot consiga trazem em tempo de manter o ar de novidade.

  • delvane sousa

    Estou com essa versão no momento. O ponto positivo e absorver as imperfeições do solo, tornando o dia a dia mais agradável e o teto panoramico que é um plus bacana. O lado negativo e o espaço interno reduzido e o motor que é fraco na estrada. Com THP fica mais interessante, ai sim um foguetinho pq ele e bem leve.

  • Carlos AM

    É um carro interessante, pena que a Peugeot levou uma eternidade para colocar o AT6 neste carro.
    Lembro que na época a justificativa era a de que o câmbio não cabia no cofre do motor. Pelo visto foi uma bela desculpa para ganharem tempo.

    • Cesar

      Realmente não cabia. Esse câmbio foi um que desenvolveram por isso.

      • Carlos AM

        Este motor 1.6 sempre foi o mesmo, não?

        • renanfelipe

          O motor sim, o câmbio não.

  • Ducar Carros

    Podiam ao menos ter colocado ESP nessa versão. R$ 90 mil sem esse equipamento, bem como a série de limitações apontadas no texto, faz desse carro uma péssima compra. Melhor levar o Cactus Feel Pack.

  • O_Sabichão

    Comentários:

    “A Peugeot isso, a Peugeot aquilo…” E depois não há preconceito com marcas francesas?

    A Peugeot vende o excelente 3008 1.6 THP, a partir de R$ 139 990. É o flagship da marca no Brasil e, de fato, um SUV muito bom na categoria, com excelente acabamento, mecânica e itens opcionais exclusivos (ex.: câmera 360º) disponíveis nas versões mais caras.

    Mas voltando ao 2008, o interior é bem bonito. Na versão 1.6 THP vai ficar muito bom.

  • Josimar Genm Tavares

    OI?? O cara tá cobrando luz em LED? Nem é a falta de luz, é que a luz interna poderia ser em LED. É muita perseguição mesmo, assim como falar da luz que invade a persiana “QUE EU OUVI FALAR DE ALGUNS DONOS”. Que review mequetrefe.

  • renanfelipe

    Como sempre um desânimo pra falar de Peugeot que dá até sono.
    Luz interna de Led? Nunca tinha lido isso nunca avaliação anterior.

  • Yuri Lima

    Um carro interessante, mas muito cheio de “PORÉM”.
    Acho que o mais decepcionante é esse 1.6 pra lá de veterano. Não sei se corrigiram isso, mas esse motor no 307 e no 206/7 (tanto 1.4 quanto o 1.6) tinha um lag imenso entre pisar no acelerador e a rotação subir (quase o tempo da música Faroeste Caboclo), mais ou menos como acender aquelas lâmpadas fluorescentes.

    • nbj

      O lag no 1.4era horrível mesmo!

    • oscar.fr

      Os concorrentes também têm motores 1.6 ou com mesma proposta. Tenho um cactus 1.6 automático e o motor é mais que suficiente pro carrinho. Além do Cactus, também tenho na família uma Mégane GT 1.6, mais uma vez, motor suficiente. Quer correr? A PSA oferece o melhor motor da categoria, o THP.

  • Ramiz M.

    O carro é legal, entrega o necessário em relação ao segmento. O problema é que ele é tão SUV quanto Kwid, Ecosport e outros. A versão de entrada já está saindo por 67k e já entrega o kit básico (direção elétrica, ar condicionado, Central MM, Comandos no volante, limitador de velocidade, AT6, 4 airbags, freio a disco nas 4 rodas). Não dá para reclamar.

  • Eskarmory .

    Tenta se passar por SUV quando é acusado de ser uma perua, mas também não é.
    Não tem características que o qualifiquem como um legítimo station wagon, por exemplo suas colunas (C e D) não tem nada a ver com de uma perua. O que seria então? Nada mais que um hatch, ou simplesmente o Peugeot 2008, o carro andrógino.

    • oscar.fr

      Não tem nada de perua. Implicância de gente burra. Perua é uma Peugeot 307 SW, Mégane Grand Tour… 2008 é exatamente o mesmo que seus concorrentes.

  • Hernán Diego Ceccarelli

    MUY lejos de la estetica y calidad europea. Una lastima.

  • Lá na ficha “dos números, colocaram invertidos os cosumos.” Creio que o Rodoviário seja 14 e o Urbano 11.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email