Peugeot 208 1.0: detalhes e impressões ao dirigir

peugeot 208 10 impressoes na 28

O Novo Peugeot 208 chegou ao mercado sem muitas pretensões, afinal, na época, a marca francesa ainda lutava para mudar a imagem, contudo, veio a Stellantis e as coisas mudaram. Não, continuam a mudar…


Com o bom marketing mineiro e a sinergia de um grupo mais forte que a antiga PSA, o Novo 208 começou a acelerar sem mudar de motor, o antigo EC5M ainda em uso.

Agora, um constaste se faz no horizonte, o Peugeot 208 precisou de um motor 1.0 como seu ancestral 206 no começo de sua carreira aqui, há 16 anos.

Dessa vez, nada de Renault e sim Fiat, de onde o diminuto Firefly 1.0 6V saiu para acelerar nas vendas do hatch compacto premium do leão.

Aposta ousada que só poderia ter vindo de Betim, meter um motor mirrado num compacto que muitos pediam um motor mais potente.

peugeot 208 10 impressoes na 36

Nas versões Like e Style, o 208 1.0 custa R$ 72.990 e R$ 79.990, respectivamente, mas não é somente isso.

O francês naturalizado argentino se veste como se deve para não parecer apenas mais uma tentativa frustrada de recriar um novo popular.

Ainda que a pretensão de usar Mopar seja muito exagerada, a indumentária agrada, apesar do coração fraco.

Seu Firefly 1.0 6V tem menos que o Argo oferece em potência, pelo menos, tendo 71 cavalos na gasolina e 75 cavalos no etanol, ambos a 6.000 rpm, mas com 10,0 kgfm no primeiro e 10,7 kgfm no segundo, ambos 3.250 rpm.

peugeot 208 10 impressoes na 27

Note que a Peugeot aumentou o torque, apesar do corte de cavalos. O câmbio C513 é o da Fiat, enquanto a suspensão recebeu calibração nova, assim como o cofre foi mudado, incluindo o chicote elétrico, para receber o GSE.

O ajuste mecânico visa a economia, com a Peugeot falando em 10,4 km/l na cidade e 11,3 km/l na estrada, ambos com etanol. Com gasolina, ótimos 14,7 km/l no urbano e 16,3 km/l no rodoviário.

Ainda que seus números pareçam bons no derivado de petróleo, no geral e na categoria, o Inmetro deu “B” para o 208 1.0.

peugeot 208 10 impressoes na 11

No pós-venda, o plano de manutenção inclui revisões de 10.000 km, 20.000 km e 30.000 km por R$ 229, R$ 460 e R$ 430, respectivamente, totalizando R$ 1.119.

Com garantia de 3 anos, o Peugeot 208 1.0 tem planos de manutenção programada Basic (R$ 1.119), Intermediate (R$ 2.599 com itens de desgaste natural) e Full (R$ 3.999 com itens de desgaste natural e garantia estendida).

O Peugeot 208 1.0 é oferecido nas cores Branco Banquise, Azul Quasar, Cinza Artense e Preto Perla Nera, sendo todas metálicas, exceto a primeira. A perolizada é a Branco Nacré.

Peugeot 208 1.0 – Conteúdo das versões

peugeot 208 10 impressoes na 17

Peugeot 208 Like 1.0 – luzes diurnas em LED, rodas de aço aro 15 com calotas, retrovisores com repetidores de direção, vidros e retrovisores elétricos, multimídia com tela de 10 polegadas, projeção sem fio para Android Auto e CarPlay, dois USB, som com 6 alto-falantes e antena no teto.

Travamento central elétrico, chave canivete com telecomando, ar condicionado digital (multimídia), computador de bordo, volante e assento do motorista ajustáveis, alarme, banco traseiro inteiriço, controles de tração e estabilidade, assistente de rampa, quatro airbags e direção elétrica.

Peugeot 208 Style 1.0 – Itens acima, mais rodas de liga leve aro 16 polegadas escurecidas, grade preta, faróis full LED, teto panorâmico, defletor de ar no teto e retrovisores em preto brilhante, logotipo Style, escape esportivo e detalhes cromados.

Console em preto brilhante com tampa, carregamento indutivo de smartphone, detalhes em preto brilhante, detalhes internos cromados, bancos em tecido exclusivo, sensor de estacionamento, câmera de ré e monitoramento em 180 graus e ar condicionado automático (multimídia).

Peugeot 208 1.0 – impressões visuais

peugeot 208 10 impressoes na 33

Visualmente o Peugeot 208 Style 1.0 agrada, com rodas de liga leve aro 16 escurecidas, assim como a grade e os elementos que compõem faróis e lanternas, sendo os dianteiros full LED com os “sabres de luz”.

Detalhes como teto panorâmico, logotipo Style e o defletor de ar no teto, tornam a versão bem apresentável e nem lembra que se trata de uma opção de acesso pelo preço que oferece e proximidade com a Like.

Dentro, apesar de o cluster ser analógico e um tanto simples, a multimídia salta aos olhos com sua tela de 10 polegadas e comandos laterais no display, como no Novo Citroën C3.

peugeot 208 10 impressoes na 46

A projeção sem fio é uma benção, assim como duas portas USB, uma delas para recarga por fio. Se isso não bastar, o console em preto brilhante tem uma tampa que dá acesso ao carregador indutivo.

Ou seja, sem energia no smartphone não ficará. Com volante multifuncional e teclas estilo piano, o ambiente do 208 Style 1.0 não é ruim.

peugeot 208 10 impressoes na 22

Para ampliar a segurança, além do sensor de estacionamento, câmera de ré e visão 180 graus. O ar condicionado automático ajustado no display é um “luxo” para um quase popular.

Atrás, o espaço interno é pequeno, mas o teto panorâmico ajuda com uma sensação melhor. Tendo portas pequenas, o Novo 208 não ajuda no acesso, enquanto o porta-malas é suficiente.

Peugeot 208 1.0 – impressões ao dirigir

peugeot 208 10 impressoes na 50

Na pista do autódromo da Fazenda Capuava, nos limites de Vinhedo e Campinas, o Peugeot 208 1.0 mostrou que para um circuito assim, não é a melhor opção.

Feito para ser um urbano, passou longe de seu habitat, rendendo como esperado, ou seja, pouco. O pequeno Firefly até tem boa saída, mas a limitação de potência e torque logo se faz.

Movendo 1.102 kg, o três cilindros corta de giro aos 6.500 rpm e exige motor cheio em terceira para manter o embalo, entre 3.000 rpm e 4.000 rpm.

peugeot 208 10 impressoes na 23

O câmbio tem engates macios e justos, passando longe da maciez dos engates da Fiat. A embreagem bem ajustada também ajuda numa condução tranquila.

Não dá para tirar leite de pedra e o Peugeot 208 1.0 tem motor para o cotidiano urbano e viagens curtas.

Deve ser tratado como um 1.0 aspirado e ainda limitado por ter menos cavalaria que os rivais.

peugeot 208 10 impressoes na 14

Pelo menos a estabilidade é boa com seus pneus 195/55 R16, suspensão bem equilibrada, direção elétrica responsiva e freios condizentes com a proposta.

Num ambiente inóspito para um carro 1.0 aspirado, como é a Capuava, a impressão real mesmo só será válida numa avaliação no dia a dia, com trânsito, subidas, pessoas, compras e o que vem sempre pela frente… Saíamos na terra apenas para fazer fotos sem o reflexo do sol…

É bom? O carro entrega o que se espera dele com esse propulsor. No visual e conteúdo, se saiu melhor.

Peugeot 208 1.0 – galeria de fotos

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.