_Destaque _Featured Peugeot Sedãs

Peugeot 408 2017 terá apenas motor THP e novas versões: preços ficam entre R$ 69.990 e R$ 90.590

peugeot-408-2016-1-700x467

(foto ilustrativa da linha 2016)

Neste mês de agosto chegará nas concessionárias o Peugeot 408 2017. O modelo será vendido apenas com motor 1.6 THP, e a versão Allure 2.0 deixa de ser comercializada.

Peugeot 408 2017 – Versões e preços

Peugeot 408 Griffe THP – R$ 90.590
Peugeot 408 Business THP – R$ 79.590
Peugeot 408 Business PRO THP (versão exclusiva para PCD – pessoas com deficiência) – R$ 69.990

As novidades para a linha 2017 do Peugeot 408 incluem:

  • Uso exclusivo do motor 1.6 THP de 173 cavalos
  • Câmbio EAT6 com relações alongadas em 11%, novo conversor de torque, função RDT, modo Sport, modo Eco com redução de consumo em 7,5%
  • Hill Assist – sistema que mantém os freios acionados por 2 segundos em subidas e descidas

Peugeot 408 2017 – Equipamentos de cada versão

Peugeot 408 Business Pro THP (R$ 69.990)

  • câmbio automático de 6 marchas
  • Modo ECO
  • faróis de neblina
  • volante revestido em couro
  • trio elétrico
  • ar-condicionado manual
  • sensor de estacionamento traseiro
  • ESP
  • 2 airbags
  • Hill Assist
  • Isofix
  • rodas de liga leve de 16 polegadas

Peugeot 408 Business THP (R$ 79.590)

  • Equipamentos da versão Business Pro mais:
  • piloto automático
  • DRLs
  • rádio com comando na coluna de direção

Peugeot 408 Griffe THP (R$ 90.590)

  • Equipamentos das outras duas versões mais:
  • airbags laterais e de cortina
  • sensor de estacionamento dianteiro
  • câmera de ré
  • acendimento automático dos faróis
  • ar-condicionado digital dual zone
  • limpador de parabrisa automático com sensor de chuva
  • retrovisores rebatíveis eletricamente
  • retrovisor interno eletrocrômico
  • teto solar
  • central multimídia com Mirror Link e Car Play
  • GPS
  • bancos em couro
  • volante esportivo em couro com detalhes cromados
  • rodas 17 diamantadas

O visual das versões Griffe THP e Business THP é o mesmo, apenas diferenciando-se pela falta de friso cromados nas janelas na versão Business e também as rodas, que são de 17 polegadas na versão mais cara e de 16 polegadas na versão mais barata.

Internamente, são maiores as diferenças. Retrovisor eletrocrômico, volante com detalhes cromados, bancos em couro e ar-condicionado digital dual zone são exclusivos da versão topo.

A cor Cinza Grafitto é fornecida sem custo adicional. A cor Branco Banquise custa R$ 690, as cores Cinza Alumínio e Preto Perlanera custam R$ 1.290 e a cor Branco Nacre custa R$ 1.690.





  • Hiboria

    Opa, um sedan médio THP por 69, agora estão realmente com vontade de vender. Mesmo com desvalorização em termos de reais deve perder menos que os concorrentes turbo que iniciam na faixa de 90K

    • Emilio

      Mas essa versão de 69k não conta, não é para qualquer um.

      Mas é uma ótima iniciativa…

      • Pedro Cunha

        Se eu arrancar um dedo, estarei apto á comprar essa versão PRO de R$69k?
        Tem gente que arranca dedo e se aposenta, vira presidente, rouba bilhões… eu só quero um pug.

        • mjprio

          Falou e disse

        • Zoran Borut

          Se você fizesse bom uso da internet, saberia que a ausência de um dedo não garante aposentadoria por invalidez, e que a pessoa à qual você se refere perdeu o dedo aos 18 anos de idade, e recebeu benefício previdenciário como anistiado político em 1993 devido à cassação de seus direitos no período da ditadura militar por ato de exceção. Ou seja, não é aposentado por invalidez. Quem é pessoa com deficiência e luta para conseguir emprego, sofrendo uma via crúcis quando não o consegue, não merece esse tipo de pensamento raso – ainda mais em tempos de informação abundante e de fácil acesso – de que “basta cortar um dedo para se aposentar”.

          • Pedro Cunha

            Era X-9 do regime militar e ainda conseguiu uma anistia então…?? Só nessa “mãe-brasil” mesmo. Aqui o barato é ser bandido. Mau-uso da internet é ter de receber releases de sujeitos feito você.

    • Guilherme Couto

      Francês desvaloriza muito.
      Já tem THP 14 por 47k aqui em MG, capaz que no resto do Huesil acha até mais barato!

    • Darlon Anacleto

      Pelo que entendi, essa versão se destina a clientes com necessidades especiais, é isso? Aquela destinada ao público geral é a de R$ 79 mil, com apenas dois ab e ar manual. Sei não, acho que venderá quase nada…

      • Hiboria

        Sim, mas estou falando para esse público mesmo, hoje tem só o Corolla pé-de-boi de sedan médio, agora pode ter acesso em um motor THP que, acredito, ser mais atual que o 1.8 usado no Toyota.

        • Edson Fernandes

          Dureza… porque tirando o motor, ele é ainda menos completo que o Corolla! Acho que dessa vez eu ficaria no corolla viu…

          Mas o que me chama atenção, é que o 408 Allure 2.0 tinha 6 air bags, ESP e central multimidia (para citar os principais) e o atual novamente foi empobrecido. Na boa? Ficaria com o motor 2.0 mas teria mais segurança. (e ainda custa R$75490)

      • Debraido

        Acho que se destina a PJ também.

      • Deadlock

        É sim, por conta da legislação, o carro para PCD deve custar menos de 60K. A Toyota vende o Corolla a menos de 70k também para qualquer consumidor e não só PCD.

        • sepchampions

          Até 70k para ter desconto de IPI e icms

        • Zoran Borut

          Carro para PCD deve custar até no máximo 70 mil.

      • vidgal

        Isso aí não é um mico é um GORILA!!!!!

        • Edson Fernandes

          Concordo! Os caras querem deixar de vender o 408, só pode. E olha que a Localiza procura ainda para alugar esse modelo.

    • kravmaga

      Quero ver quem vai dizer agora que é muito mais jogo comprar um Corolla GLi 1.8 pelado e manual pelos mesmos 69 mil.

      • Hiboria

        69 é o automático já, 69.990, meu pai adquiriu um 3 meses atrás (falta de opção)

      • Alexandre Taromaru

        Peladaço os 2 são. Se revezando na vantagem dependendo do consumidor alvo.

        • Edson Fernandes

          O Corolla ainda consegue ser um pouquinho mais completo… pois tem 5 air bags…

          • Dudu Pimentel

            Mas o Corolla não tem controle de tração e estabilidade nem na versão Altis…tb acho que não tem teto solar.

            • Edson Fernandes

              Também não possui. Entretanto, na parte de entrada ele por vezes supera alguns concorrentes nesse quesito.

              E o preço dele tem de ser considerado também.

              • Dudu Pimentel

                Ele custa, se não me engano, mais 70 mil na versão GLI e tem calotas…como um carro desse valor tem calotas? É fim da picada né…se não fosse a confiabilidade que tem carrega, seria ainda mais absurdo.

                • Edson Fernandes

                  Então, mas ainda vende pelo preço né? O cara vai por vezes pesar no valor cobrado. Eu particularmente acho que a lacuna entre 60000 a 80000 complicada. É complicado escolher um carro que me agradaria a todos os quesitos porque ou teria que optar por um compacto completo ou por um médio “incompleto”.

    • Eduardo Perrone Barbosa

      Para ficar abaixo do limite de 70k para pessoas com necessidades especiais.

    • vidgal

      Essa versão é só pros pernetas!! Estou pensando em arrancar um dedo e ficar igual ao Lula…será que dá certo?

      • Zoran Borut

        Não. A ausência de um dedo não te impede de dirigir nem exige adaptações especiais para isso. E pessoa com deficiência, como eu, não é “perneta”. Além de que o desconto não se refere somente a pessoas com deficiência, mas também a quem possui algumas enfermidades crônicas, como tendinite, que exigem adaptação no veículo (como câmbio automático). Talvez você consiga algum desconto por conta de sua triste deficiência moral e social congênita.

        • vidgal

          Deixa de hipocrisia!!! Talvez sua maior deficiência seja sua BURRICE.
          Não precisa ser inteligente pra notar que esse meu comentário leva um tom de brincadeira e, não a intensão ostensiva de desdém e menosprezo a qualquer um que seja.

          • Eduardo Alves

            Foi brincadeira? Ja sei, pela falta de graça deve trabalhar no zorra total.

          • Zoran Borut

            Além de tratar pessoas com deficiência pela palavra “pernetas”, ainda chama de burro quem critica isso. Deixe-me adivinhar, você deve ser o tipo de caráter que “brinca” com pessoas negras chamando-as de “macacos”, ou que “brinca” com mulheres sem qualquer intimidade dizendo que vai estuprá-las – e depois não entende por que as pessoas se ofenderam com “brincadeiras” baseadas nos restos de esgoto pútrido que compõem o caráter de quem as faz.

            • Edson Fernandes

              Zoran vc está advertido por responder ofensa. E o outro amiguinho que te xingou foi banido.

    • Ericson Lorenzetti Düsmann

      Para mim, essa é a melhor opção do segmento… E a Citröen quietinha não faz propaganda nenhuma… Uma pena…
      Só de saber que a ford cobra 70 mil num fiesta 1.0 turbo… Já tenho vontade de rir!
      Acho que o C4 é um carro injustiçado no mercado, que vive hoje uma ditadura japonesa. E as pessoas são cegas ou são levadas como as boiadas até às concessionárias Toyota e Honda.
      Aff

      • Ernesto

        Engraçado você dizer em ditadura, sendo que qualquer um pode fazer o que bem entender com o seu dinheiro, ou seja, a pessoa compra o carro que lhe convém. Se fosse ditadura, você não teria escolha, quem escolheria por você seria o Governo ou nesse caso, a montadora.

        • Ericson Lorenzetti Düsmann

          Realmente fiz uso errado da palavra… Mas como uma imagem explica mais que mil palavras… Assim fica mais fácil…

    • pedro rt

      a versao de 69mil e so pra deficiente fisico

      • Ericson Lorenzetti Düsmann

        No Peugeot sim, não no Citroën

    • Dudu Pimentel

      O C4 Lounge THP Origine (versão de entrada) custa o mesmo tanto.

  • Freaky Boss

    Problema é a desvalorização alta, mas para quem vai comprar novo e ficar muito tempo, pode ser uma boa opção. Completo (mesmo) por 90mil, e um bom motor/câmbio.

    • Pacheco

      Sim, vc acha um usado pela metade do preço. É um carro com desvalorização fora do normal.

      Um Griffe Top de linha já acha abaixo dos 35 mil reais.

      • Depende muito do estado do carro. Em estado normal de conservação, o THP mais antigo que você vai achar (2012) está na casa dos 40 mil. Tinha dado uma “sapeada” a mais ou menos um mês com meu irmão. Você até acha um pouco abaixo disso, mas só carros segunda linha.
        Bom se você for comprar Cruze LTZ 2012 vai achar na casa dos 47 a 49 mil. A diferença quando você fica um período um pouco maior com o carro não chega a ser algo que realmente vá ser decisiva na compra, até porque na aquisição zero km o Peugeot costuma sair mais em conta, com negociação mais fácil na concessionária.

        • Matthew

          Realmente a maior desvalorização ocorre nos dois primeiros anos de uso de carro. Acho pouco provável que nessa crise alguém em sã consciência pretenda comprar um carro zero km hoje desse naipe pra vendê-lo após dois anos, salvo alguma emergência.
          Tudo vai depender da forma que o cara vende o carro também. Largar na concessionária na troca de outro pode ser mais cômodo, mas qualquer que seja a marca e o modelo vai perder dinheiro. Se tiver tempo e paciência pode anunciar na net ou na mão daqueles personal cars.
          Minha tia mesmo quando comprou um novo Palio em 2012 praticamente deu o Fiesta Street 2006 da última série que ela tinha na época. O cara jogou um valor mó baixo e ela comentou comigo:”também, o carro era velho mesmo, não valia muita coisa”. Enfim, tem que saber fazer as coisas direito.

      • Edson Fernandes

        ADENDO: Griffe por R$35000 é o 2.0 AT4.

        • Pacheco

          Mas é ótimo. É quase o preço de um Vectra Collection.

          • Edson Fernandes

            O problema é o cambio que ele utiliza e o altissimo consumo. Além da suspensão ser bem dura.

            • Pacheco

              Eu ainda acho o 408 um excelente carro usado. Nunca achei muito beberrão e acho a suspensão justa pro uso do carro. Gosto de modelos mais firmes assim.

              • Edson Fernandes

                No meu caso que pego muito buraco no dia a dia, eu imaginaria ser bem incomodo. Mas essa situação se deu também porque ele se assemelha ao comportamento do C4 Pallas.

                Vc passa em valetas mais “secas” e ele vai seco (não bate a suspensão apesar disso), comportamento cansativo para quem pega muito transito e buraqueira que é meu caso.

                • Pacheco

                  Sim, te entendo. Eu tbm pego muita buraqueira e analiso até o perfil do pneu qndo pretendo adquirir um carro.
                  Por essas e outras que entrei pro mundo dos SUV e pretendo retornar até o meio do proximo ano.

  • celso

    Cobrar R$ 1.690 pela cor “branco nacre” é demais.

    • Pacheco

      A Hyundai cobrava 5 mil pelo branco… kkkkkk

      • Fanjos

        Branco geladeira…mas “O Melhor Branco Geladeira………DO MUNDO!!!”

        • Pacheco

          E pagariam 50 mil a mais, pq era o “melhor do mundo”

          • Bernardo Figueiredo

            na HMB não cobram…e as perolizadas e matálicas é mais 1100 e 1500 reais. Já na CAOA era 5 barão a mais pra ter o branco básico geladeira mesmo ! Assalto quase

            • Pacheco

              Sim, a CAOA que diferente. KKKK

    • GPE

      Se for a cor perolizada, ta muito dentro da média. Ta até barato. Agora se for sólida, é um absurdo

      • Davi Millan

        Sim, é perolizada. A Branca sólida é a Blanc Banquise que cobram 600 reais.

      • AlemãoMoreira

        É perolizada

        • GPE

          Ta muito dentro do valor

      • Não tá barato…

        Cruze – 1.550 perolizada
        Corolla – 1.250 perolizada
        Focus – 1.300 (mas não menciona se alguma é perolizada)

        PSA que enfia a faca mesmo, 1.690 no 408 e 1.890 no C4, junto com a VW que no Jetta cobra 1.885.

        Em 2014 fizemos uma matéria completa sobre quanto cada marca cobrava nas pinturas especiais: http://www.noticiasautomotivas

        Na época a Peugeot já se destacava, por cobrar 2.500 reais em pintura perolizada de modelos importados. Hoje tá ainda pior, com a perolizada sendo cobrada 2.790 no 3008. Os outros saíram de linha.

        • Edson Fernandes

          Eber,
          No C3 quando eu comprei (2008), a Citroen cobrava o mais caro pela cor perolizada. Na epoca era carissimos R$1700 num carro que valia R$42000!

          Era um azul pouco conhecido por isso.

    • O Nacre é o branco perolizado. A concorrência cobra daí pra mais.

      • celso

        Não sabia. Pra mim era pintura sólida e com “ágio”, por estar na moda.

      • Pesquisando vemos que a concorrência não cobra mais:

        Cruze – 1.550 perolizada
        Corolla – 1.250 perolizada
        Focus – 1.300 (mas não menciona se alguma é perolizada)

        PSA que enfia a faca mesmo, 1.690 no 408 e 1.890 no C4, junto com a VW que no Jetta cobra 1.885.

        Em 2014 fizemos uma matéria completa sobre quanto cada marca cobrava nas pinturas especiais: http://www.noticiasautomotivas.com.br/precos-de-cores-metalicas-perolizadas-e-branco-veja-quem-cobra-mais-caro/

        • A procura pelo Nacre na PSA é muito grande, possivelmente por isso se arriscam na valorização do “acessório”.
          Mas convenhamos, não dá pra dizer “enfia a faca”. Pela diferença de preços de tabela dos modelos de um mesmo segmento, não chega a ser uma desbunde o que a PSA pede na pintura perolizada.

          • Edson Fernandes

            Se vc visse o que um vendedor explicou sobre essa cor branca… vc acharia que seria a pintura automotiva mais perfeita do planeta viu…rsrs

    • Gustavo73

      Esse é o Branco perolizado.

      • celso

        Não sabia que esse branco era perolizado.
        Já vi alguns 2008, 308 e 208 brancos, mas todos me pareceram pintura sólida.
        Ainda não vi um 408 branco, aliás ver 408 nas ruas não é muito comum.

        • Gustavo73

          A cor é bonita, mas é discreta. 2008 a maioria que vejo aqui no Rio quando é branca é nessa cor. Ontem vi um pouco tempo antes de sair essa matéria o 208 às vezes aparece normalmente são as versões mais caras Griffe ou THP. No 308 é bem rara, se vê muito no 3008. Já o 408 é cada vez mais raroem qualquer cor. Depois do facelift vi só um 308 .

  • Pacheco

    A versão de 90 mil vem bem equipada hein. Uma boa compra.

    • GPE

      Com o Cruze LTZ1 custando 6mil a mais, acho q esse PUG já nasceu morto

      • Pacheco

        É um carro pra quem gosta… ele é mais esportivo que o Cruze.

        • GPE

          Pesando 200kg a mais, vc acha que ele tem uma dinâmica melhor? Acho difícil… O Cruze sei que tá ali no meio termo entre conforto e dinâmica, mais duro que o Corolla e mais mole que o Civic, o que não é ruim

          • Olha, o peso nunca é determinante na dinâmica geral. Tudo depende muito de acerto de suspensão e amortecedores. Existem carros muito pesados com excelente dinâmica, assim como há carros leves com comportamento não tão bom.
            Talvez se entrarmos na seara do sistema de direção, aí sim, podemos dizer que há boa probabilidade de a direção elétrica do Cruze ser um diferencial com relação à eletro-hidráulica do 408.
            Questão de dinâmica vai também muito do gosto do cliente. O 408 é meio “duro” no uso em ruas mais acidentadas. No asfalto liso é muito bom de guiar. O novo Cruze já não dá pra dizer sem tem uma boa convivência com o modelo. A mídia tem elogiado.

            • Yuri Ravitz

              Nissan GT-R é um excelente exemplo de carro pesado com dinâmica fora de série

      • O Cruze para vir equipado como o 408 sai na faixa acima de 100 mil. O LTZ básico tem uma boa lista de equipamentos a menos que o PUG.

        • Fillipe Youssef Saad

          Quais equipamentos o pug tem a mais? Ao meu ver, somente ar dual zone e teto solar.

          • Mas é isso mesmo, coloque o ar dual zone e o teto solar a preços de mercado no Cruze, a diferença não vai para 10 mil? Foi isso que eu quis dizer, até porque não há essa opção no GM: ou você compra no pacote 1 ou no 2, com diferença de 11 mil reais entre as duas.
            Se você for na coirmã de grupo da Peugeot, você também pode levar o C4 Exclusive com o sensor de ponto cego a mais por 89.990,00.

            • Fillipe Youssef Saad

              Ai vai de caso a caso.. gosto do teto solar, apesar de ser um item que eu usaria pouco. Já quanto ao ar condicionado, sempre uso no modo automático e o ajuste de temperatura para o passageiro é totalmente desnecessário para o meu uso. Acho o start/stop do cruze mais útil.
              Agora o alerta de ponto cego do c4 é bem bacana.

              • Pois é, é aquela coisa: cada um sabe o sapato que o aperta. Eu mesmo não faço questão nenhuma de teto solar. Cada um que avalie se há significância nos itens a mais e na diferença de preços. Só acho que a diferença vale a dúvida. O design já batido do 408 com relação ao novíssimo do Cruze também é um diferencial.
                O sensor de ponto cego realmente é algo bem útil.

                • Edson Fernandes

                  Só um detalhe que ajudaria e muito na escolha do C4 para mim: Farol de xenon.

                  Só nisso poderia ser um ponto que eu iria preferir o C4.

                  Outros detalhes faltantes no Cruze são:
                  – Não há saida de ar para ocupantes do banco traseiro
                  – Não há repetidor de seta

                  São nos detalhes que o Cruze peca.

                  • O farol de xenon faz muita falta, mesmo. Acho os faróis convencionais do Lounge fracos.
                    Mas no site da Citroen, no “monte seu carro”, está disponível o farol de xenon novamente, por pouco mais de R$2.000. Vou até procurar saber se o opcional realmente está disponível de fato, pois quando comprei o meu já não havia disponibilidade do acessório.

                    • Edson Fernandes

                      Já está sim. Eu confirmei e o vendedor até me disse que a maioria dos pedidos atuais de Exclusive já agregam ao produto pois até o visual é um pouco mais diferenciado ao se olhar o farol com projeto (mesmissimo caso do Fluence que felizmente a Renault estendeu o mesmo farol de xenon para as versões com farol halogeno, claro que teria de colocar a parte o Xenon, mas já é possivel ficar bem equilibrado).

                      E acho uma perda lastimavel no 408.

                    • A lente do pisca agregado ao farol no Lounge é branca nos faróis xenon. Nos convencionais elas são laranjadas. Claro, tudo isso além do visual dos canhões internos, que são bem diferenciados.

  • GPE

    Na faixa de 90mil, fico com o Cruze LTZ1, que custa 6mil a mais. Quem tem 90, tem 96mil p investir num carro realmente novo, mais econômico, mais leve, mais bonito e com mesmo ou até mais itens de série, além de não desvalorizar como o francês…
    Teria que custar no max 86mil p fazer a pessoa pensar 2x antes de comprar um Cruze

    • adrielmenezes

      estou de acordo

    • Davi Millan

      Concordo. Até eu que gosto de carro francês penso o mesmo, imagina quem não gosta…
      Por mais que o Cruze LTZ1 (porque o LT é bem pobrinho e custa pouca coisa a menos 89.9mil) custe mais e não tenha teto solar (mancada da GM, pelo menos na LTZ2 né), uma montagem que não condiz com o preço, pelo menos nessas primeiras unidades, mas tem uma CMM melhor, tem o Start Stop e por isso mais econômico. Entre a Griffe THP e o Cruze LTZ1, eu iria de Cruze.

    • João Cagnoni

      Discordo. 1- O motor do Cruze é bem inferior. 2- Os 2 são bonitos, difícil falar qual é melhor. 3- O Cruze é mais econômico, mas a diferença é pequena. 4- O 408 ganha em equipamentos do Cruze. 5- Discordo sobre a desvalorização, pois o Cruze também desvaloriza bastante. 6- Por 6 mil de diferença, não vejo motivos para escolher o Cruze, afinal os carros são bem parecidos… Bom, finalmente a GM tirou aquele 1.8 do Cruze, mas exagerou muito nos preços (só não foi pra Marte igual a Honda).

      • Ernesto

        Sei que beleza é algo muito pessoal, mas dizer que em termos de beleza esse 408 tem o mesmo nível de beleza do Cruze é um tanto exagero de sua parte.
        Sobre motorização, o THP já é um motor consagrado e utilizado em vários carros, isso é fato, mas o 1.4 turbo da GM não parece ser assim bem inferior como você diz.
        Dei uma olhada nos números de desempenho e o Cruze é superior ao 408 THP.
        Sobre desvalorização, pelo que percebo do mercado, vender um 408 é muito mais complicado que vender um Cruze o que afeta diretamente no preço.

        • João Cagnoni

          Quais números de desempenho você olhou? 0-100 ou retomadas? Usando os seus argumentos, um Corolla é uma melhor escolha frente ao Cruze.

          • Ernesto

            Aceleração, retomada e consumo o Cruze bate o 408. Estamos falando de 408 e Cruze, não é isso? E onde o Corolla é superior em desempenho?

      • Car Nívorus

        E o Cruze anterior tinha o custo mais alto da cesta de peças dentre os sedans. E nesse atual deve ser pior!

        • João Cagnoni

          No Cruze anterior eu lembro que o kit de embreagem custava 6 mil reais. Só isso já dá uma boa introdução aos preços… rsrs

      • Vattt

        Verdade, meu pai comprou um Cruze LTAT em 2016 e pagou 65 mil e hoje querem receber por 30 mil na troca de um novo e meu velho voltar 59.000 e falando que ele tá fazendo o melhor negócio da vida dele!!! kkkkkkkkkkk

        • João Cagnoni

          Sim, agora pouco um rapaz disse que fez o melhor negócio da vida porque comprou um Focus 1.6 por 60k. Cada um com a sua loucura…

        • GPE

          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
          De boa, a loja oferece quanto quer. Um Cruze LT 2016 deve valer uns 62mil na Fipe e vc vende, rápido, por 56/57 p lojista.
          Já tive um igual ao seu. Comprei no lançamento por 70mil e vendi com 2 anos e 10 meses de uso por 49mil (a FIPE dele era 55 na época). Desvalorização dentro do segmento.
          Pra ter uma base, em 2009 meu pai comprou um Corolla XEI AT por 73mil e vendeu 2 anos e 2 meses depois por 55mil, o que mostra que é quase igual a desvalorização entre eles. Agora tenta vender um francês…

          • Edson Fernandes

            Penso pra mim que um Frances nessa epoca (ele comentou 2016 mas deve ser 2014 ou 15 né?) custava o que? R$60000? (Fluence dynamique CVT)

            Espera vender por R$50000? Esqueça vai vender por R$45000.

            Se vc vende o Cruze por R$57000 percebeu a desvalorização? Tá na média. Mas vai deixar em concessionaria sem abrir o olho… vão pedir R$30000 tbm. Mas temos que analisar que os franceses que foram vendidos a preço menos, tbm foram comprados a preço menor.

            Dar outro exemplo: Eu comprei um C3 2008 0km por R$36000 (valor de mercado era R$44000) e vendi por R$19000 e no entanto, a FIPE dele era R$20000. Fui vender um Xsara GLX 2001 automatico…

            FiPE R$10500, vendi por R$9500….

            OBS: Menos de 1 semana no segundo e o C3 já tinham interessados (sou chato com manutenção e cuidados nos carros que possuo)

            • GPE

              Qnd foi q vc vendeu o C3 e a compra e a venda do Xsara?

              • Edson Fernandes

                No ano passado. Maio e Julho de 2015.

      • GPE

        1 – motor bem inferior? Aonde, colega? Se for mais fraco, ok… o PUG pesa 200kg a mais. Isso interfere na dinâmica, frenagem, desgaste de suspensão, freio… logo, nao adianta ter mais potência se vc pesa muito mais. Plataforma que tem 10 anos…
        2 – beleza é subjetivo, porém o 408 é um frankstein.

        3 – a diferença de consumo é de se considerar na estrada. 408 faz 7,3/9,2 com etanol e 11/13 na gasolina (cidade estrada). Cruze faz 7,8/9,6 etanol e 11,2/14 na gasolina. Tenho um Civic 2.0 q no inmetro tb marca 14 na estrada mas na prática, a 110 e ar ligado faz 15,5, ja chegando a passar de 16 qnd a estrada tem pouca alteração de relevo.

        4- quais sao os equipamentos relevantes q o 408 tem a mais?
        5 – aqui vc quis apelar. Chegue p qualquer lojista e ofereça um 408… qualquer um. A maioria nao vai sequer receber o carro. Se receber, é FIPE menos 35%

        • João Cagnoni

          1- Que seja, mais fraco. Já que você tocou no assunto, os discos de freio do 408 são maiores.
          2- Como eu disse, gosto dos 2, não acho que sejam feios.
          3- Você mostrou números muito próximos de consumo, não vi toda essa diferença. Repare que o percentual de potência é maior que a diferença no consumo. Civic? Gosto não… rsrs
          4- Teto solar? Aliás, as dimensões do 408 são bem maiores (o que se espera em um carro dessa categoria), além do porta-malas com quase 100L a mais.
          5- Ué, você tentou oferecer um Cruze a um lojista? Ele também não quer! Lojista só sabe trabalhar com carros populares, isso nunca foi segredo.

          • GPE

            Vá numa loja que trabalhe com carros melhores. Sempre tem especializadas nisso. Não adianta chegar em qualquer esquina e oferecer um sedan médio. Pode ter certeza q vc vende esse Cruze por 55mil rápido. O que não existe é avaliar um carro por metade do preço dele. POr exemplo, meu amigo pagou 28mil num Onix 1.0 LT 2013. Um Cruze 2011 LT igual ao seu é vendido na faixa de 37/39mil…

            Sobre os discos de freios, eles tem a obrigação de serem maiores, visto que o carro pesa mais.
            Na estrada a diferença de consumo é grande. Na cidade, não. Na prática, no 0 a 100, Cruze e 408 andam iguais, fazendo na casa de 8,8s com álcool, com levíssima (e diria, insignificante, vantagem de 0,1 ou 0,2s pro Cruze seja no 0 a 100, seja nas retomadas). Um mais pesado e mais potente, outro mais fraco e mais leve.

            • João Cagnoni

              Pesquisando aqui no Web Motors, um Cruze LT 1.8 2013 começa em 41.5k enquanto um 408 Allure 2.0 2013 começa em 28k. Realmente o 408 desvaloriza mais, mas o Cruze foi mais caro.

              • GPE

                Esqueça o preço inicial. Tanto pode ser um 408 ou um Cruze mt rodado ou acabado. Vc tem que olhar a média. E na época da compra, o 408 custaria, no máximo coisa de 8mil a menos que o Cruze. Sendo que o Allure perde em equipamentos p Cruze LT. (Não tem ESP e airbags laterais, por exemplo)

                E pior de tudo é a liquidez. Do tipo, imagine alguém querendo vender um carro super bem cuidado pelo preço “justo”. Civic e Corolla vai vender fácil. Cruze e Jetta vai ser mais difícil, mas aparece. Um C4 e um 408 vai aparecer 1 ou outro fanático pelo carro… E se for pra lojista, aí muitos querem nem olhar o carro. Essa é a questão…

                • Eu já fui assim por muito tempo, igual ao que você relata no seu texto: comprava carro pensando em vender. E sabe de uma coisa, depois de velho fui descobrir que eu tenho que comprar carro para usar… kkkk.
                  Olha, a questão é que vende, tem mercado pra tudo. Não acho que carro seja algo para se ter liquidez. Vai sim demorar um pouquinho mais para vender o francês, mais vai vender, e a diferença monetária entre um francês e um Cruze por exemplo, em cinco anos de uso, dificilmente vai chegar à casa de 10 mil reais em termos de “perda” real. Tabela FIPE dos dois dá na casa de 7 mil em favor do Cruze. Se contar a diferença no preço de aquisição, a perda não é o que se pode chamar de tão significativa assim.

                  • GPE

                    Eu pensaria de igual forma se houvesse algo realmente relevante no 408 frente ao Cruze… mas nao tem nada.

                    Bebe mais, é mais velho, é um remendo, ta desatualizado em relação ao exterior, tem uma assistência péssima, rede de ccs pequena e custa quase a mesma coisa que o Cruze que é melhor em tudo isso.

                    • Como eu disse, o 408 não seria para mim, não gosto do design dele, é um carro que não me cativa.
                      As vantagens que eu poderia citar no caso do 408:
                      – a parte traseira do habitáculo é melhor para pessoas mais altas;
                      – eu gostei mais do acabamento interno do 408, apesar de não trazer um design arrojado. Os materiais passam melhor percepção que os utilizados no Cruze;
                      – o preço de aquisição ainda é um chamariz;
                      – o porta-malas é um diferencial para quem o utiliza em capacidade perto da máxima.
                      No Cruze:
                      – o design é disparado mais agradável que o do 408;
                      – a direção elétrica é bem mais agradável que a eletro hidráulica do Peugeot;
                      – o design interno chama mais atenção;
                      – o peso da plataforma colabora muito no consumo em regime urbano.
                      Como eu já disse, sem entrar em mérito de juízo, acho as duas opções com certo grau de interesse, dependendo do consumidor. Mabas valem uma visita à concessionária para melhorar os parâmetros de comparação do comprador em uma futura aquisição.

    • Eduardo Alves

      Como proprietario de um 408 thp eu tbm nao compraria esse novo. Se fosse comprar um novo ( Nao tenho dinheiro e por questão comprar carro novo devido a desvalorização absurda ) eu iria no Cruze.

      • mariostefa

        Eduardo, que vc me diz do 408 thp ? Prós e contra ?

        • Eduardo Alves

          Cara, vou começar pelos Prós: O desempenho e conforto são muito bons, eu vim de um ecosport 1.6 manco e interior de plastico, foi um pulo gigantesco. Possui muitos mimos e é bemmm completo, com farol de xenon direcionais, teto solar, retrovisor eletrocrômico ( que é muito bom), acionador dos faróis e limpadores automáticos ( que eu acho dispensável, tanto que o do limpador eu desativo pois cai um pingo e ele despeara ) alem do ESP e 6 air-bags. O consumo na cidade o meu faz 7,5km/l com ar ligado em transito pesado ( o mesmo do ecosport) e na estrada andando a 110 km/h consegue fazer de 13 a 14 com tranquildade. O Cambio é o AISIN 6 marchs que é muito bom e nao recomendo o de 4 marchas.

          Os contras eu acho a suspensão muito dura ( ja comprei sabendo ) , os thp tem um lag no acelerador que nao chega a ser um defeito mas as vezes incomoda. Ele nao desvaloriza, ele despenca de preço ( mas confesso que comprei justamente por comprar mais barato um carro que entrega tanto). As peças nem sempre se acha facil mas acha e muita das vezes tem que morrer na ccs mesmo. O preço do seguro no meu perfil foi de R$ 3.400,00 ( 29 anos, casado e rodo menos de 1500 km). Dizendo o corretor que não e um carro visado porem em acidentes o reparo e muito caro. Manutencao basica como discos, troca de oleo , filtros , coifas, amortecedores, pneus e outros nao foge dos concorrentes.

          Eu comprei ja sabendo de todos prós e contras do carro e hoje te falo que nao me arrependo em hora nenhuma. Se for pensar na revenda nem compre pois com certeza ira perder. Eu usei da tatica de comprar barato para depois vender barato embora nao tenha sido o fator principal. Optei pelo carro devido ao conjunto que o carro é e pelo preço dificilmente voce acha um custo beneficio tao bom.

          • É aquela coisa: comprar carro para usar, e não para vender.
            Eu hoje tenho um Lounge THP (2 anos de uso). Olha, o Cruze novo tem o mesmo lagzinho do THP: saindo do zero, quando você pisa ele dá aquela vaciladinha de décimos de segundo até atingir os 1400 RPM e sai moendo o asfalto depois. É mal de motores turbo, não tem jeito.
            Não acho que quando for trocar deva pegar outro Lounge, a não ser que a até lá a Citroen apresente um modelo com muitas novidades, inclusive estéticas. Não me vejo pegando outro carro exatamente igual ao meu só pra dizer que é novo. Vou querer novidades.
            Tinha um Jetta, e achei um barato quando peguei o Citroen: tudo diferente, todos os comandos em locais diferentes, diferenças conceituais muito grandes, a gente vive intensamente a experiência do novo. Vamos ver daqui a uns 3 anos, quando resolver trocar o danado.

            • Edson Fernandes

              Vai ficar 5 anos com ele?

              Uia… gostou mesmo! rsrs

              Sabe que me encontro com pensamento parecido? O meu completou nesse mês 1 ano! (para ser mais exato antes de ontem! rs)

              Além do que o meu carro possui, quero também motorização turbo, pois sei dos beneficios em baixa que podem ter. E olha que tenho um carro com cambio CVT que privilegia a condução nesse regime.

              Porém é como vc disse… provar algo diferente. E olha que coisa interessante…. se a VW não melhorar o pacote desse Jetta 1.4 TSI, prevejo nção ser considerado no futuro. Porém irei considerar apenas o 2.0 TSI.

              Além dele (Jetta 1.4), descarto o Cruze por faltar em itens que para meu uso são importantes como a saida de ar condicionado para a traseira e por isso considero o C4 Lounge. Mas como tenho ainda 4 anos para pensar (disso para mais na verdade..rs) acho que há possibilidade de ter muita coisa boa no mercado qdo for trocar.

              Só que infelizmente na troca eu irei pegar um usado, porque nos preços atuais eu não tenho como compactuar….

      • Paulor1899

        Parabéns pela isenção e lucidez. Não deu uma de fanboy.

    • O Cruze com o mesmo nível de equipamentos do 408 fica acima dos 100 k, pode verificar. O de 108 k tem algumas coisinhas a mais, como o park assist. Por mais de 10 mil na diferença, vale pensar duas vezes.
      Problema maior dos sedãs da PSA está na plataforma muito pesada em relação aos concorrentes. Isso pesa no consumo.
      Mas o pacote de 408 Griffe e Lounge exclusive é imbatível no preço com relação à lista de equipamentos oferecida. E o Cruze tem um problema insolúvel para o meu caso: teto muito baixo na traseira. Para quem tem 1,93m e filho com mais de 1,90m é inviável.

      • GPE

        repetindo o que escrevi p Gustavo: pelo que vi aqui, os itens são o ar dual zone e teto solar, estou certo? Por outro lado, tem a partida sem chave a distância, PC de bordo com mais informações, multimídia melhor, melhor dinâmica e consumo por ser mais leve… o que vai inlfuenciar, tbm na frenagem e no desgaste de itens como suspensão e freios…

        • O computador de bordo do 408 é completíssimo, com dupla marcação e todo o necessário, sei lá o que poderia vir a mais no Cruze, não tive uso cotidiano do carro pra poder dizer com propriedade, mas não vejo o que poderia vir de importante a mais. A nova multimídia com Car Play e mirror link do 408 também está em um padrão excelente e bastante intuitiva, na mesma pegada da do 208, não sei o que pode der tão melhor na do Cruze (se fosse na comparação com a antiga da PSA, vá lá). A melhor dinâmica por ser mais leve é algo por demais relativo, e ainda não andei no Cruze para dar opinião, fica muito subjetivo. Tem muito carro mais pesado com excelente dinâmica, ter melhor dirigibilidade por ser mais leve é totalmente fora da realidade (pode até ser que o Cruze tenha melhor dirigibilidade, mas não será por conta do peso). O Fusion tem mais de uma tonelada e meia e tem ótima dinâmica. Também os desgastes de itens de suspensão e dos freios pelo peso não condiz com a realidade: o dimensionamento deles sendo correto para o peso do carro, a durabilidade é a mesma. Assim fosse, pick-ups grandes não sairiam da oficina arrumando suspensão e trocando pastilhas e discos.
          No fim, é isso aí mesmo que eu disse: o ar dual zone e o teto saem aí em preços de mercado coisa de 4 a 5 mil reais fácil, o que leva a diferença entre os carros para a casa dos 10 mil reais. Vai da opinião de cada um se a diferença é significativa ou não, se o ar dual zone e o teto são significativos e medir a escolha mais adequada a cada perfil. De certo você tem uma melhor habitabilidade aos ocupantes do banco traseiro mais altos no 408 (o teto do cruze continua muito baixo da coluna B para trás).
          Quanto à desvalorização que muitos tanto falam, se você ficar com o carro uns 5 anos, vai vender os dois por essa mesma diferença: 10 mil reais. Tiro isso avaliando o valor de tabela FIPE do próprio Cruze LTZ com relação ao 408 Griffe, ambos ano 2012. Tudo bem, capaz de ser mais chato de vender o 408, mas vende, pode ter certeza.

          • GPE

            Vai da necessidade de cada um. Eu penso que ainda que ausente esses 2 itens, o Cruze vale mais. Meu pensamento hj é que 0km não dá pra considerar o 408 pela idade do projeto e pela desvalorização e falta de liquidez. Usado, talvez sim

            • Eu também não compraria o 408. Não gosto do seu design. Mas acho que vale a consideração da hipótese em uma escolha na compra de um zero no caso de o cliente se identificar com o desenho do carro. Ainda é um valor de aquisição interessante para um pacote muito razoável.

        • Edson Fernandes

          Saida para o banco traseiro e também repetidor de setas (inexistente no Cruze).

    • Gustavo73

      Só não tem mais itens de série.

      • GPE

        Pq nao tem? O q o THP tem de relevante q o LTZ nao tem?

      • GPE

        Pelo que vi aqui, os itens são o ar dual zone e teto solar, estou certo? Por outro lado, tem a partida sem chave a distância, PC de bordo com mais informações, multimídia melhor, melhor dinâmica por ser mais leve… enfim…

        • Gustavo73

          Acho que faltou os faróis de Xénon. Nem estou discutindo quem seria melhor. Sóa questão dos equipamentos mesmo. Falando da CMM a da PUGtem Mirorlimk e Carplay não acho ela defasada. Os itens de suspensão e freios tem que estar dimensionados para as características do veículo. O Cruze obviamente tem a idade do projeto a seu favor.

          • GPE

            O xenon não foi mencionado na reportagem. Pesquisei no site da PUG e não tem nem como opcional. Só tinha no modelo anterior

            • Gustavo73

              Caparam um item que considero importante. Mancada Pug. Ele e o dual zone são itens que considero bem interessantes. O teto-solar principalmente esses de tamanho tradicional não me enchem os olhos. O Cruze deveria ter na versão LTZ o dual zone.

              • Edson Fernandes

                Deveria mesmo. Mas a PUG capou quando fez o facelift do 408.

                Inclusive eu achei que o facelift aplicado no 208 também piorou o conjunto de farois da versão Griffe. E para vc ver… no futuro qdo for trocar de carro, será exigencia os farois de xenon.

    • Alexandre Taromaru

      Eu curti muito o Cruze pelo valor. Mas algumas coisas me chatearam por não vir algo básico até nos populares como regulagem do cinto de segurança, repetidor de seta lateral e alças de teto traseiras.

      • Dudu Pimentel

        Acho que ele tem repetidor de seta nos retrovisores externos somente a partir da primeira LTZ…não?

  • DTF

    Para continuar a vender 100 unidades por mês…..o grande erro é ter esse visual frankstein…não funciona, vide o antigo 207 metade 206 metade 207 europeu…

    • Pedro Rocha

      Se fosse apenas o visual… Pelo que sei, a PSA possui no Brasil os sedans médios com as plataformas mais antigas do mercado (2002). Enxertaram o THP e o câmbio AT6, mas continua um frankstein.

    • Louis

      Realmente o desenho deste 408 não ajuda, visual poluído, sem harmonia nas linhas.

    • oscar.fr

      Não é um carro feito para o Brasil, mas para a Argentina, onde 308 e 408 vendem muito bem, sendo um dos líderes do segmento. Eles estão aqui no Brasil apenas para cumprir tabela.

  • Carlos Sá

    A versão Business perdeu muitos itens (rodas 17″; air bags laterais e cortina; leds diurnos; acendimento automático dos faróis; sensor de chuva; ar dual zone; som com comandos no volante e por voz).
    Não falaram do ASR, na reportagem.
    Em contrapartida ganhou um motor melhor e mais econômico.
    Porém, muito irão preferir o Corolla GLi com calotas e sem som.

    • Vitor

      Tive um THP 13/14. Deixei de comprar um civic. Compro carro com isenção para PNE. Deu até vontade de comprar, porém a PUG precisa melhorar muito. Certamente hoje compraria o Corolla, apesar de ver com menos coisa, teria menos dor de cabeça.

    • Edson Fernandes

      Na realidade, a versão Business sempre foi capada (e essa geralmente é a vendida para PJ) a outra mais barata para PCD.

      Me parece que não existe mais a venda outra versão que não seja a griffe THP para pessoa fisica. Mas estou no achismo.

      Agora, que tinha ainda a versão 2.0 Allure que vendia com esses itens citados por ti que foi uma grande perante a Business (se for comercializada para pessoa fisica) foi. Porque o preço era menor e mais completo em segurança e itens de conforto.

      Além de ficar bem transparente até a opção por bancos de couro (que era o unico item opcional na Allure).

  • Ronaldo Santos

    Ele e o C4 estão com bom custo X beneficio!

  • Carlos Sá

    Quando a Citröen vai lançar a linha 2017?

  • Thiago Maia

    Eles deveriam vender esse carro como o “mais barato sedan médio”

    Daria um caldo.

    Já o hatch, ficou horroroso com o facelift!

    • Não é o mais barato, pois a versão de 69.990 é apenas para deficiente. O Corolla tem preço igual, mas vende para qualquer um.

      • Thiago Maia

        Pois é, mas eles deveriam apostar no custo benefício.

        Bom mesmo seria a fabricação do novo 308 na Argentina

        Peugeot venderia o hatch e a Citroen o sedan (c4l)

        • Hernan Carlos Granda

          c4l es o mesmo carro que 408, tudo é igual, plataforma, motor, transmicion, tudo, so que no Brasil é percibido como otra coisa pela mala reputacao do Peugeot , mais é o mesmo carro

          • Thiago Maia

            Por isso deveriam vender apenas um sedan.
            Peugeot e Citroen deveriam se completar.

            • Hernan Carlos Granda

              no futuro acho que sera assim, mais agora Na Argentina 408 vende mais que c4l, e mais que no Brasil. As marcas tem diferentes pasados em umo e outro pais.

            • Edson Fernandes

              Mas veja que a percepção do consumidor não é essa.

              Percebe que o consumidor ainda desconhece que é a mesma fabricante?

      • Debraido

        NA, a versão Peugeot 408 Business Pro THP não será vendida tambem para PJ?
        Caso seja, o preço para as empresas sairia por volta de R$61.000,00. O que seria um excelente negocio. O desconto da Peugeot para PJ na linha 408 sempre esteve por volta de 12 – 15%.

        • Ronaldo Santos

          Venda direta tem um limite de preço q acho acho q e 70 mil, ai vc pode escolher optar por qualquer modelo q ñ passe desse teto.

          • Debraido

            Só para pcd tem limite. Pj não.

            • Ronaldo Santos

              bkna, bom saber!

        • No comunicado interno da marca a que tivemos acesso falava que essa versão “é exclusiva para venda PCD”.

          • Debraido

            Obrigado pela informação.

          • Edson Fernandes

            Eber, pode confirmar se a versão Business vai ser vendida para o consumidor comum? Pois é entendido que a versão Business seria apenas para PJ.

            • No comunicado a única observação era a versão mais barata para deficientes. As outras serão vendidas para todo mundo.

  • Licergico

    menos… menos…
    os franceses estão achando que o THP pode salva-los …

    • Debraido

      Acho que a questão é mais sobre as emissões de poluentes. Quem não se adequar pagará mais impostos. O 2.0 16V, apesar de ser um motor bem gostoso de guiar, é bastante gastão e poluidor.

      • Gabriel Oliveira

        nao é o motor que é gastão, é o carro que pesa demais.

        • Debraido

          Cara, esse 2.0 sempre foi gastão. Em todos os carros da PSA que o utilizaram.

          • Gabriel Oliveira

            compara o peso de um 408 com de um corolla, o meu corolla 1.8 fazia 8.5km/l na cidade, meu 408 2.0 faz 7.5, n tem como ser economico levando mais de 150kg nas costas

            • GPE

              200kg praticamente

            • Edson Fernandes

              Gabriel, o motor EW que hoje vc diz no seu 408, tem esse peso… mas ele vem desde os Xsara. E sempre teve um consumo um pouco mais alto. Mas sempre foi um motor gostoso de explorar e muito robusto.

      • Ernesto

        Me parece que é isso mesmo, a questão de emissão de poluentes. Pelo menos foi isso que vi sobre o C4 Lounge que também terá somente o motor THP.

  • Em termos de custo x benefício, excelente pacote.

  • Felipe S. Rangel

    Já tinha cantado isso desde o lançamento do THP. Só assim pra Peugeot vender bem. Faz um THP basicão pro 308 e 408, pra vender pelo conjunto.

  • Gabriel Oliveira

    ta caro demais, deveria ser uns 5 mil mais barato pra cada versão pra compensar a desvalorização sendo que já eh um projeto pago e nem mudou de geração ainda. Mesmo assim ainda é melhor custo x benefício que um corolla de 102 mil reais. Mas como os preços dos carros no Brasil cresce descontroladamente, meu 408 2011 velho de guerra vai continuar firme e forte por aqui por um bom tempo.

  • Raphael Pereira

    Apesar do visual um pouco antiquado, pedindo por nova geraçao, 69k num medio com motor turbo é uma excelente escolha, tem que trabalhar mais o marketing viu dona Peugeot!
    O antigo 2.0 apesar de ser bom e potente, ja era antigo e bebia de mais, ja cumpriu sua missao!

    • Licergico

      79…
      69 só pra PCD.

  • Schlatter70

    Se não fosse uma antiga geração requentada, seria um excelente negócio.

    • Raphael Pereira

      Mesmo sendo é otimo negocio, visto q tem compacto nesse peço com motor aspirado

      • Schlatter70

        Perceba que a versão de 70K é só para deficientes. Para as demais pessoas é 80K. Aí já não é tão interessante assim.

        • Raphael Pereira

          Verdade, passou batido este detalhe.

  • Esses led’s diurnos deveriam migrar para dentro dos faróis, como no 208. Isso faz um bem danado ao visual do carro.

  • Cassio

    Eu gostava muito do 408 antes do facelift, mas hoje já tenho a impressão de que o projeto sente o peso da idade, apesar do conjunto mecânico interessante.

  • Pedro Henrique

    alguém tem informações sobre esse cambio at6?
    faz parte do time dos problemáticos? ou é aquele aisin?

    • Raphael Pereira

      Esse cambio problematico ja saiu faz tempo de cena! Morreu com o 307.Todo mundo sabe que esse é Aisin.

      • Edson Fernandes

        Na verdade morreu com os 308 e 408 mesmo…rsrs

        Isso nos médios, porque ele ganhou o cambio automatico de 6 velocidades mais tarde. Mas o cambio de 4 marchas continua (AT8) nos 208, C3, Aircross e 2008.

    • Vitor

      Tive um 13/14 e deu alguns problemas. Bebe muito. 8,5km/l.

  • Lucas086

    Se tivesse um thp manual por 70 conto, até pensaria… pior que o c4 lounge vai vim no mesmo esquema.

    • Edson Fernandes

      Procure na Citroen… só tem os modelos THP atualmente…

  • Hernan Carlos Granda

    Na Argentina temos um 408 motor 1.6 aspirado com 115 cv que custa um 20% menos que THP, acho que poderia ser vendido lá por 60 mil reales

    • oscar.fr

      Um sedan médio com motor 1.6, infelizmente, não teria boa aceitação no Brasil. Um dos últimos que tentou isso foi o Renault Mégane II, que foi lançado inicialmente apenas com motor 1.6 16V (que é um excelente motor, ainda mais na época ~2006/7) e pegou má fama junto ao consumidor, que aceita apenas 2.0 para cima (ou 1.8 caso seja um Corolla ou Civic) nesta faixa. Considero isto uma bobagem, tenho uma Renault Mégane GT com motor 1.6, que dá conta do recado.

      • Hernan Carlos Granda

        concordo com voce que dao conta do recado, eu tenho um 408 1.6 115 cv, sem duvida voce nao pode fazer nada esportivo, mais é um carro bem legal por el preço que voce paga

        • Jurandir Filho

          Diesel?

          • Hernan Carlos Granda

            nao, gasolina, mesmo motor do 308 1.6, 208, etc

        • Davi Millan

          Um sedan médio com motor 1.6 associado a um bom cambio manual bem escalonado pode trazer um desempenho ok para quem não espera nada esportivo. Não vejo problemas, desde que tenha um preço condizente com a sua proposta, que como acontece aí na Argentina, esses 20% significam uma boa diferença. Quanto mais opções ao consumidor, melhor é!!! Eu tenho um Cerato 12/13 1.6 MT que tem um desempenho bom até pelo peso 1205kg com 128cv e 15,9kgf/m @ 4200rpm com 0 a 100 em 10,5s. Sendo assim adequado.

  • Gustavo73

    A lista de equipamentos das versões intermediária e de entrada me decepcionou.

    • SDS SP

      Não me convenceu, ainda mais se tratando de um projeto requentado.

      • Gustavo73

        Esperava pacote de segurança mais completo pelo menos.

        • Edson Fernandes

          O pior aconteceu…. a opção Allure 2.0 é completa nesse aspecto. Eu sinceramente abriria mão do motor mais competente para o motor mais velho porém mais seguro. Uma justificativa sem noção em reduzir os itens de segurança.

          • Gustavo73

            A opção do motor foi pelas questões de atender as exigências de consumo e poluição.

            • Edson Fernandes

              Entendo, mas o que eu não entendo na troca são esses itens retirados. O carro ficou praticamente o mesmo que aCitroen faz para ofertar a versão Tendance.

  • PrGirafales

    ja iria elogiar ai o detalhe, somente para PCD, na verdade para o publico em geral é 80k, MUUUUITO caro para esse carro mesmo com esse motor

    • Hernan Carlos Granda

      voce ja dirigio umo para ter esa opinion?

  • Jurandir Filho

    Essa reestilização enfeiou o 408, muito mais bonita (e completa) a geração anterior

    • Debraido

      Sem Duvida. O facelift deveria ser discreto, somente uma atualização. Não uma tentativa de torna-lo algo que ele não é.

      • Edson Fernandes

        Infelizmente tentaram fazer como no 206: Enxertar algo que ele não é.

  • Vattt

    Essa versão para PCD muito me interessa!!!! Valeu PSA.

  • Paulor1899

    O carro que todos indicam… E ninguém compra… Kkk.

  • Ronaldo M

    Espero que Peugeot e Citroen mantenham essas versões PCD até a próxima troca do meu pai, senão só sobrará o “resto” do resto.. rs

  • Renato Almeida

    Pagar de R$ 80mil a R$ 90mil num Peugeot? Sei não… Da PSA-Citröen, eu só arriscaria comprar o 208 ou C3 de entrada. Qualquer outro modelo vai ter que engolir péssimo pós-venda, desvalorização absurda, manutenção cara, falta de peças e por aí vai. Experiência própria…

    • Gabriel Oliveira

      fora a desvalorização pois ainda não vendi o meu, não tive nada disso. 408 2011 o meu

  • Zeca Piroto 🤘🔥

    ixi, ao meu ver, isso não muda nada… ainda mais com o marketing pífio da PSA. Vou continuar sem ver esse modelo “novo”(408,5) aqui pelas ruas de Salvador, até hoje, só o que vi foi “1” 308,5… A PSA tá cheia da grana mesmo, tem feito cada besteira…

  • Julio Werle Berwaldt

    essa versão de 69 sai por 54,455 com a isenção pra pessoa com deficiência, mesmo assim, é de se pensar, os 2015 eram 2.0 com 6 airbags

    • Edson Fernandes

      Exatamente. É uma pena que agora somente com o motor THP eles tenham perdido isso.

  • Danillo Santos

    Excelente custo-benefício

  • PEDAORM

    80 mil reais e 2, DOIS, dois airbags?? Esses caras tão de comédia.



Send this to friend