*Destaque *Featured JAC Motors Pickups Segredos-Flagras

Picape média da JAC Motors é flagrada em testes no Brasil

jac-picape-flagra-1 Picape média da JAC Motors é flagrada em testes no Brasil

A JAC Motors está preparando alguns lançamentos interessantes para 2018 e entre eles está uma picape média. O modelo é conhecido como T6 no mercado internacional, embora na China seja chamada de Frison. O modelo foi visto pelo leitor Matheus Moura no interior paulista, rodando tranquilamente sem qualquer camuflagem ou cobertura do logotipo da marca, que no caso é o nome JAC bem grande na grade frontal, que deve ser mudada, pois não está definida pela marca.



Com um estilo que lembra bastante a Toyota Hilux da geração anterior, a JAC T6 já está confirmada para o Brasil e chegará no final de 2018, oferecida somente com motor diesel e tração nas quatro rodas, como pode ser visto no veículo em testes. Vendida no Chile, a picape chinesa tem inclusive versão a gasolina com motor 2.0 de 151 cv, além da oferta diesel com motor 2.0 turbo com injeção Common Rail e 134 cv a 3.600 rpm. O torque é de 32,6 kgfm entre 1.600 rpm e 2.600 rpm. Este motor é Euro 5 em emissão de poluentes.

jac-picape-flagra-1 Picape média da JAC Motors é flagrada em testes no Brasil

Além disso, tem transmissão manual de seis marchas, bem como tração 4×2, 4×4 ou 4×4 com reduzida. A capacidade de carga é de 900 kg, mas aqui deve ser ampliada para mais de 1.000 kg. A JAC T6 mede 5,31 m de comprimento, 1,83 m de largura, 1,81 m de altura e 3,09 m de entre-eixos, tendo apenas cabine dupla. No C-NCAP, ela levou quatro estrelas. Em termos de segurança, a JAC T6 – cujo nome não está definido por causa do SUV médio vendido aqui – apresenta airbag duplo e freios ABS com EDB. Há também sensor de estacionamento e câmera de ré.



jac-picape-flagra-1 Picape média da JAC Motors é flagrada em testes no Brasil

No conteúdo, ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros e traseiros elétricos, retrovisores elétricos, rodas de liga leve aro 17 polegadas, pneus 245/65 R17, faróis de neblina, santantônio, estribos laterais, retrovisores com repetidores de direção, maçanetas cromadas, travas elétricas, volante em couro, barras de proteção no vidro traseiro, revestimento protetor da caçamba, alarme, computador de bordo, bancos em couro e multimídia com tela de 10 polegadas, Bluetooth e sistema Android. Esta vem com apps como Waze, Spotify, PlayStore, entre outros.

jac-picape-flagra-1 Picape média da JAC Motors é flagrada em testes no Brasil

Como se vê, a picape JAC T6 tem um pacote de equipamento e segurança simples e encontra na picape Mitsubishi L200 Triton GLX (R$ 114.990) uma concorrente mais direta, por conta de suas características, embora picape chinesa seja bem mais fraca que a japonesa. No Chile, ela tem diversas versões, mas aqui provavelmente o pacote a ser oferecido será mais completo, talvez com um pack para multimídia, bancos em couro e/ou capota marítima.

Agradecimentos ao Matheus.

 

COMPARTILHAR:
  • Henrique Bittancourt Gouveia

    Se chegar com um valor competitivo tem chance de começar a ganhar mercado.

    • TijucaBH

      verdade, mas tem que ser bem competitivo mesmo porque quem vai comprar uma pick up JAC nao será quem usa o carro pra trabalho pesado como fazendeiros, empresas, etc, até porque a rede de concessionárias é restrita aos grandes centros. Quem vai acabar comprando será o pessoal que vai usar no dia a dia e também em viagens e passeios em sítios e para esse mesmo publico, temos a Toro que na versão diesel é bem interessante e já tem preço bem inferior à S10, Ranger, Hilux, etc. Além dessas citadas, ainda temos L200 e Frontier que estao com um custo benefício bem interessante e já sao marcas mais consagradas, portanto a JAC tem que vir bem barata mesmo pro consumidor se interessar…

      • Ernesto

        Eu acho a Toro diesel muito mais interessante que esse JAC. Um amigo comprou no começo de Janeiro uma Toro Volcano Diesel. Pagou como PJ pouco mais de 100K. Pelo conforto do câmbio automático e pela vasta rede de concessionárias da Fiat, não tem como optar pelo chinês no lugar da Toro.

        • TijucaBH

          Isso aí! Concordo contigo e alem da Rede Fiat, o valor de revenda da Toro é razoavelmente bom, sendo que essa Pick Up Jac ainda é uma aposta…
          Da mesma forma que a Toro dividiu o degrau entre saveiro e Amarok, a JAC pra dar certo precisará dividir novamente o degrau entre saveiro e Toro.

      • Eduardo

        concordo e acrescento que, para uso predominantemente urbano, o motor a gasolina vale mais a pena. mancada…

    • Nicolas_RS

      A JAC já tem um valor muito competitivo, vide o T40, mas o pós-venda é HORRIVEL !

      • Tosca16

        Vejo falar bem, os donos de T40 no grupo estão até agora sem reclamações aparentes.

        • Nicolas_RS

          Sim, até dar problema, tem um cara que é dono de um T5 e fez um canal no Youtube, o carro é bom, mas qualquer coisinha demora meses para as pecas chegarem, sem falar que a assistência é burra, não sabe nome de pecas por exemplo, inclusive o T5 compartilha algumas pecas de um carro da Ford, que as mesmas pecas são mais baratas na Ford do que na JAC.

          • Tosca16

            Mesmo sabendo não usariam peças da Ford no JAC, o mesmo vale pros Lifan com peças de origem Toyota; perde-se a garantia; poderia recomendar paralelas para veículos fora da garantia, na garantia jamais.

          • Eduardo

            Falha da concessionaria, a de Porto Alegre funciona muito bem.

        • Eduardo

          Carro JAC é carro bom, mas o preconceito…

    • Renato Duarte

      Mas o problema é justamente o “preço competitivo”. Brasileiro tem vergonha de comprar um carro mais barato em relação ao concorrente e acabar perdendo o respeito na roda de amigos,, brasileiro costuma ter essa paranoia.

    • Filipe

      Impossível! Carro dessa categoria tem que ter robustez e passar confiança para o cliente. Só em ser chinês, esses itens estão ausentes! Pata piorar, a JAC vem com um veículo totalmente sem sal, misto de S10 (que já não é essa coca cola toda em termos de design)!

      Ao meu ver os chineses só terão alguma chance quando desenvolverem carros com design inovador, e claro, de qualidade.

  • Tosca16

    Quem poderia ter trazido uma era a Foton, que usaria a mesma rede dos VUC’s e de quebra teria uma legítimo Cummins!

  • Lucas Fernando

    Pra vender bem precisa ter um preço bem melhor que os veículos das marcas tradicionais (Fiat, Ford, GM, Mitsubishi, Nissan, Renault, Toyota, Volkswagen e etc.) No mínimo uns 20% a menos do que a concorrente mais barata. Caso contrário, já nasce predestinada ao fracasso (nas vendas).

    • Tosca16

      Preço de Flex numa diesel, apenas isso; e tem que ser robusta, já que não será das mais completas e tecnológicas.

      • leandro

        Mas aí teria que ser o preço da Toro flex manual, parece q o brasileiro já tá enxergando ela como uma média.

        • Tosca16

          Toro Flex é coisa de maluco, mas vende, fazer o que kkk

      • Matuska

        Concordo com suas palavras. Ela aparenta ser defasada. Provavelmente não terá nem mesmo um Controle Eletrônico de Estabilidade.

        • Tosca16

          Ela pelo que li é robusta, mas é rústica demais num mercado como o nosso.

  • Wise Old Man

    Uma S10 chinesa.

    Se tiver preço, vai vender.

    • José Barbosa

      Não é só preço. A S10 tecnicamente perde em algumas coisas, mas é imbatível em rede de assistência.

      • Wise Old Man

        Tecnicamente? Isso é teórico. É uma promessa.

        Tem toda a confiabilidade construída pela S10, pela Hilux, pela Mitsubishi etc ao longo dos anos.

        Os chineses ainda não conquistaram esse patamar. Se trabalharem direitinho, podem chegar lá.

        • Tosca16

          Por isso que um veículo destes poderia usar mecânica consagrada, facilitando a manutenção e dando confiança aos clientes; o modelo Tunland da Foton usam o 2.8 Cummins, por si só já venderia mais que esse JAC.

  • TT 230

    Eu gostei da linha de design. Não tem aspecto ruim como outras picapes chinesas já mostradas. Poderiam modificar a grade, que não tá combinando com o logotipo da JAC. E adesivar as colunas das portas.

    Só pra esclarecer, essa L200 de 115 mil é a da geração antiga, que usa um 3.2 Diesel de 180 cv e 38 kgfm de torque.

    • Tosca16

      É que não temos a linha de caminhões e picapes da marca, esse é o logotipo da linha de pesados da JAC; para muitos é uma imitação barata do “JMC”.

      • Rafael Neves

        Tosca não seria “GMC”?
        Abs

        • Tosca16

          Seria, mas tem JMC também, só que é outra “cópia” chinesa rsrsrs

  • Dudu Pimentel

    Claramente inspirada na S10 atual, antes do facelift.

    • Xandy Paiva

      Cara eu juro que assim que vi pensei na S10 da geração até anterior a atual kkkkk

      • Dudu Pimentel

        Tem razão…lembra sim…pelo menos um pouco.

  • J_Eduardo

    Para vender em grandes cidades precisa de apelo visual e falta isso nesta pickup…visual genérico não agrada quem quer chamar atenção…o preço tem que ser muito bom para atrair este tipo de cliente, vide a oroch que não delanchou como a Toro…

  • Handlay P.B.

    Quiçá, a JAC não homiziou o visual dessa picape, dado que seu visual ainda será modificado, consoante as conjecturas. É verossímil que o tempo para o exórdio das vendas de tal veículo em nossa plaga não é perfunctório, e que a JAC deve colocar preços baixos se apetecer colimar a ventura de ter vendas auspiciosas desse produto (cujo nome ainda é ignoto) que, provavelmente, não é apto a emular e nem subrepujar as picapes de jaez pariforme.

    • heliofig

      Quão sobejo é vosso colóquio!

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Realmente falta adequar a estética do modelo ao atual “family feeling” da marca.

  • Felipe Barreto

    Esse carro não vai andar, vai se arrastar pelas pistas com esses motores.

    • Tosca16

      Motores diesel, privilegiando torque… não me recordo onde vi mas a curva de torque é bacana.

    • Gil de Piento

      Ainda temos um monte de picapes cabine dupla com menos de 130 cv no diesel circulando por aí. Você sabia que as Hilux e L200 dos anos 1990 não chegavam sequer a 90 cv? Mas não é a potência apenas que importa, o torque conta muito.

      • Felipe Barreto

        E você acha que 32 kgfm de torque num motor 2.0 turbo a diesel tá bom? Tem motores a gasolina que oferecem isso nos seus turbos. Hoje as Pickups oferecem 50 kgfm de torque, é quase 50% de diferença. Num carro de mais de duas toneladas com capacidade para carregar mais 900kg. Esse carro vai se arrastar pelas pistas.

        • Paulo Lustosa

          Quero ver 50KGFM em um 2.0L Turbo diesel… maioria roda entre 33-38 kgfm… essa mesma picape lá na china oferece na mecânica topo de linha um MWM Sprint 4.08 TCE com 170 cv e 55,9 kgfm.

          • Felipe Barreto

            Cara, eu me expressei mal eu não estou falando em cilindradas somente, mas confesso que me deixei levar pelo ecoboost 2.0 que é muito mais moderno que este, e produz 38 de torque. A única referência em 2.0 diesel que temos aqui é a Compass que produz quase 36 kgfm de torque. Mas quando eu me refiro aos 50 kgfm de torque, me refiro a concorrência, que tem motores com cilindradas maior e consequentemente irá oferecer mais torque. Então, comparada com as outras, ela vai se arrastar, mas entendo o que você quis dizer, é o mesmo que comparar um 1.0 com um 2.0, é desproporcional, mas, na minha opinião, essa motorização fica aquém do mercado atual.

        • Gil de Piento

          A S10 da geração anterior vendida até poucos anos atrás, das quais milhares ainda circulam por aí, tinha um motor turbo diesel 2.8 com 140 cv e 34 mkgf. Você acha que ela se arrasta pelas pistas?

          • Felipe Barreto

            Se você comparar um carro que cuja última produção se deu há 7 anos, acho que se que sim. Se você for comparar, tem que ser com a atual 2018. A S10 2011 perto da 2018 vai “se arrastar” sim, pois o carro foi modernizado. E é isso que estou querendo dizer: se esta pickup tivesse sido lançada a até 10 anos atrás, ela seria compatível com o mercado em termos de desempenho, para os moldes de 2018, não.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Se custar uns 20 mil a menos que seus concorrentes na mesma versão, até vai.

  • Erick

    Parece que a JAC deu mais sorte que a Chery ao não trazer uma fábrica para o Brasil em um momento de crise como estamos passando.
    A decisao de nao trazer a fábrica parece ter sido acertada. A ´fabrica da Chery parece estar bem ociosa.
    Mas continuo torcendo pelas chinesas no Brasil.
    Onix, Prisma e Up 1.0 por 50 mil é um assalto!

    • Tosca16

      Veremos agora se a ociosidade perdurará com a chegada da nova gama; ao meu ver faltou na Chery só conhecimento de mercado, o que não faltará no grupo CAOA.

  • Gil de Piento

    Se esse motor proporcionar um baixo consumo como ocorria nas picapes diesel antes da moda dos 200 cv, poderá ser o maior apelo deste modelo junto a pequenos produtores rurais e comerciantes urbanos.

  • Gran RS 78

    “Visual que parece a Hilux da geração anterior”. Acho que eu estou cego, pois não vi semelhança alguma entre elas.

  • The punisher

    O que será que tem na cabeça alguém que compra um veiculo voltado para o trabalho de uma marca chinesa, com pouquíssimas concessionárias?????

  • Thiago André

    Se chegar com preço de STRADA vem sim. Agora poderiam dar uma lanterna traseira bonita.

  • Ela não é feia, mas parece um carro mais antigo, tipo 2010.

  • Paulo Lustosa

    Se vier equipada com o motor MWM Sprint 3.2L, caixa Eaton e diferencial DANA, será uma boa alternativa às médias atuais.

  • FocusMan

    Baseado em que o site afirma que a T6 é bem mais fraca que a Mitsubishi?

  • Luciano RC

    Esse motor Diesel é muito fraco. Precisa mudar isso aqui no Brasil. Um Diesel de 170cv e uns 40mkgf de torque.

  • Erivelton Freitas

    Design feio, simplista e antiquado. A Nissan que tem muito mais prestígio, luta aqui para emplacar a Frontier… A JAC, que é uma flopada em tudo, acha mesmo que tem chance, principalmente com a má fama dos Chineses?! Duvido muito!

  • Eduardo

    São bons os carros da JAC, uma pena o preconceito e essa grade feia pra K-ráleo!

  • Luciano Barbosa

    Se der um tapa nesse santo antônio, lanterna traseira ta xuning e mudar a fonte dessas letras na tampa traseira, fica show de bola.

  • 💀GHOC💀

    por 50 mil eu tenho coragem

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email