Mercado Pickups Segurança

Picapes: faltam airbags laterais e de cortina em nosso mercado

ranger-ncap Picapes: faltam airbags laterais e de cortina em nosso mercado

Em nosso mercado temos várias ofertas de picapes, sendo que neste momento parte das opções estão sendo renovadas. Apesar dos recentes lançamentos disponibilizarem vários sistemas eletrônicos de segurança como controle de tração e estabilidade, por exemplo, faltam itens como bolsas infláveis adicionais.

Alguns modelos nem oferecem airbag duplo frontal. Alguns importados de forma oficial possuem airbag duplo, mas ainda não apresentam bolsas para proteção lateral e de cabeça.

Talvez essa situação mude com a chegada de novos players no segmento de picapes. Quem passar a oferecer tais itens, já estará em vantagem diante dos concorrentes.

Em crash tests realizados por institutos como NHTSA, IIHS, NCAP, entre outros, as picapes sempre ficam em desvantagem na proteção dos ocupantes, embora a Nova Ranger 2012 tenha conseguido inéditas cinco estrelas no Euro NCAP.

  • gustavohenrik

    pacote completo de seguranca no brasil??? so se for obrigatorio por lei e mesmo assim depois de uma batalha juridica das montadoras nacionais. so como opcional e olhe la

  • Romulo_Max

    Sem tirar a importância dos sistemas eletrônicos como controle de tração e estabilidade, que evitam os acidentes, mas não oferecer airbags laterais e de cortina em picapes é até meio irracional, visto que esses modelos são os mais suscetíveis à capotamentos, tombamentos, etc além de ter uma grande área lateral.
    Por essa e por outras que eu não vejo lógica em ter uma picape pra rodar na cidade se vc não tiver necessidade de um modelo com caçamba. :S

  • Jr_Jr

    É uma vergonha carros que completos custam mais de 100k vir em sua maioria com apenas AB2.

  • AndersonDak

    Ainda falta cinto de 3 pontos e apoio de cabeça pra quem senta no meio do banco traseiro….. isso é um absurdo

  • HK_S3

    Fugindo do assunto, curti a roda semelhante ao do Mille nesta pickup! =]

  • Julio_F

    O que me impressiona quando se trata de segurança é a fraqueza que a maioria dos modelos tem para impactos nas laterais.
    Todo mundo fala de AirBag duplo e ABS mas se esquece que se algo bater na frente ou atrás o próprio veículo pelo menos já é uma proteção se o fulano estiver com o cinto, mas dos lados a história é outra. Deveria haver maior interesse dos consumidores e governo para pressionar as montadoras a produzir mais tecnologia visando minimizar ferimentos ao usuário em impactos laterais.
    O melhor sedã médio do mundo por exemplo (falo do Hyundai Elantra, brincando claro) tem barras de proteção dentro das portas, assim como outros veículos de preço mais elevado. Associando isso a AirBags laterais já há uma segurança extra.
    É difícil lidar com tragédias como a do Tucson (também da Hyundai) que se espatifou ao tomar uma porrada lateral daquele Porsche e ser lançado contra um poste. Falta segurança nos projetos.

  • Se fossem só nas pickups tava bom né (embora seja um carro voltado para o trabalho hoje amplamente utilizado pra ir nos shoppings, drive-thrus e hipermercados). Mas hoje desde modelos básicos até os mais caros sempre sofrem com a falta de Airbags e outros itens de segurança passiva.

  • Lauro12

    Muito complicado isso!!! Nem a Hilux SRV que é a bam-bam-bam do mercado, custando 130 pauladas, não é capaz de acrescentar tais itens de segurança!!! Pra quem não conhece, seja bem vindo ao mercado brasileiro!!!

  • fan_na

    Na década de 80, andava de chiqueirinho em uma belina, junto com as malas. Sobrevivi. Mas aquela época os carros mal chegavam a 100 km/h, além das estradas serem esburacadas ao extremo e não dava para arriscar perder pneu. Hoje, qq carro chega a 100 km/h, as estradas são boas (qdo tem pedágio), e nas estradas, não raro, vejo carros com 1,5 ou 2 toneladas a 150 km/h. Como bem disse a LatinNCap, temos carros com tecnologia de 2 décadas atrás.

    • Edson Roberto

      Olha eu também conheço a década de 1980, mas posso dizer sem pestanejar… os carros eram inseguros e quem tinha possibilidade de te-los, eram pessoas mais responsaveis até porque era muito mais dificil ter um carro e muito raro a possibilidade de parar um carro para manutenção.

      Mas eu por ter passado por muitas viagens com meus pais lhe digo, pelo menos ir para São Jose do Rio Preto, Minas (sentido Fernao Dias) e Bragança Paulista, te digo que eram estradas mais simples, as vezes de pista unica ou então dupla, mas não posso reclamar do asfalto não.

      Eram bons sim. Havia um compromisso pelo menos em SP para que houvesse por muito tempo uma estrada viavel para viagens. E vamos considerar que muita gente na epoca postergava demais uma manutenção preventiva porque a inflação para os produtos era implacavel inviabilizando um motor que não fosse capaz de suportar de andar irregularmente. Tanto que o Fusca fez muito sucesso por conta disso e a maior reclamação na troca desse, foi justamente essa… um motor que por mais maltratos que sofria, continuava firme e forte.

      E também porque onde entrava um Fusca, não entrava um Fiat 147, Corcel, entre muitos outros. (estradas de terra, terrenos praticamente mais acidentados…)

  • Edson Roberto

    Só defendo que ao menos, antes isso era item considerando de super extra luxo no Brasil.

    E hoje já vemos isso nos sedans médios e hatches medios também. Quem das "nacionais" foi ousada nesse sentido foi a Fiat com seu Stilo Abbarth com diversos Air Bags, além de outros sistemas ainda não disponiveis em diversos carros.

  • Edson Roberto

    Romulo, vamos voltar um pouco a fita.

    Antes de existir os modelos atuais, passamos por:
    – Blazer
    – Explorer (importada)
    – Cherokee
    – SW4

    Só para exemplos. E esses são inseguros. Ai veio a onda Hyundai e Kia com seus Tucson e Sportage que novamente são inseguros e ceifam vidas em capotamento (o teto dobra no meio do carro) e assim houveram suas melhorias estruturais quais agora os novos Tucson (ix35) e Sportage sanaram.

    Ou seja, diversos modelos de mercado são inseguros e mesmo com a distribuição de peso não ajudam. Veja os casos mais simples falando dos atuais Duster e Ecosport.

    Infelizmente é uma realidade para picape e Suv's. (e aqueles que imitam tais)

  • Edson Roberto

    A escolha é dificil….rs

    Comprar carros com AB2 ou carros com AB6 aclamados com 10 Air bags e eles nao funcionarem?

    Claro que eu fui ironico.

  • Edson Roberto

    Sem contar o espaço interno apertado e mal definido para picapes. Elas simplesmente são desconfortaveis em sua grande maioria.

  • Edson Roberto

    HK, então vá até uma concessionaria proxima de voce e veja a Amarok Trendline. Vai matar sua curiosidade. Pior que a Amarok ainda reune mais um item interessante… ela tem aquele "copo" que a Kombi usou antigamente em sua roda.

    • HK_S3

      Huahsuahsuahs… Pior q eu vi neste fim de semana… Curti o copinho! xD

  • Edson Roberto

    Julio,
    Percebo que isso é importante, porém para se definir uma segurança lateral essa questão vai muito além de uma estrutura reforçada e sim dimensionada. Vamos a exemplos de primeiro mundo: Audi A3.

    Ele tem na sua composição dois tipos estruturas distintas: Aço e Aluminio. O Aluminio tem junção da parte superior da carroceria com a parte inferior de aço. Para se ter ideia, a Coluna B é feita de aluminio no modelo.

    Ou seja é uma estrutura leve, menos espessa mas que suporta um volume maior de pressão contra ela mesma. Vale frisar que esse tipo de estrutura começou a ser feito nos modelos 2008 em diante.

    Abraços

  • Edson Roberto

    Sem duvida Tripa. Alias, o preço do Palio 1.6 16v Essence com os itens de segurança foi muito bem posicionado.

    Eu que pude conhecer a versão 1.4 e 1.6 Sporting te digo, acho que dos modelos que eu compraria, o 1.6 é o que mais me chamaria atenção. (sempre com os modulos de segurança)

    Não que isso seja item de definição, mas o que assusta na Fiat é pedir R$2200 pelos bancos de couro (que na verdade são parciais em couro por causa da estrutura dos Air bags laterais).

  • Edson Roberto

    Lauro, na versão 2012 pelo menos ela recebe os 6 Air bags e ESP. Acho que só por isso ainda não é um bom negocio pois a mesma custa R$160000.

    • Lauro12

      Caro Edson, acho que você confundiu SRV com SW4, pois mesmo a SRV top vem apenas com airbags frontais, segundo o site da própria montadora. Contudo, também não considero um bom negocio, a relação custo x benefício passa bem longe!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Send this to a friend