Manutenção Segurança

Pneu meia vida ou remold?

sulco-pneu-1024x680 Pneu meia vida ou remold?

Pneu meia vida ou remold? Qual dos dois vale a pena?

A maioria dos motoristas só se lembra dos pneus quando estes estão bem gastos (carecas), ou até mesmo com furos ou necessitam de reparos ou quando estouram. Existem soluções paliativas que infelizmente fazem parte da rotina do motorista brasileiro, com suas dificuldades finaiceiras, que é aquisição de pneus meia vida ou remold.

Você sabe a diferença entre eles? Os pneus usados ou pneus meia vida são aqueles que já foram usados, mas ainda tem uma vida útil pela frente. Geralmente são vendidos como meia vida mas sempre tem menos de metade da vida útil disponível, pois ninguém em sã consciência descarta um pneu que foi consumido só pela metade.



Já os pneus remold são aqueles que foram remoldados ou remodelados através do reaproveitamento do material. Aquelas estruturas que seriam jogadas fora, servem como materiais para reaproveitamento para uma vida mais longa aos pneus. É moldada uma nova banda de rodagem no pneu, mas a carcaça dele já é usada.

O que é melhor para o motorista? Pneu meia vida ou remold?

Pneu Remold – principais características

O pneu remold recebe uma nova camada em sua estrutura, desta forma é possível identificar as características do pneu original, tais como a marca, a especificação, entre outros detalhes. Um detalhe essencial a respeito da vida útil de um pneu: É impossível determinar a data de fabricação de um pneu remold, ao contrário de um pneu novo, que tem a marcação da fabricação em sua lateral no formato 1017, por exemplo. Se o número for esse, significa que ele foi fabricado na semana 10 do ano de 2017.

O Inmetro afirma que um pneu remold pode ter no máximo sete anos e com o passar do tempo ele vai perdendo a qualidade. É necessário avaliar o interior e o exterior e observar se ele está ressecado ou se ele tem qualquer outro problema.

A remodelagem cobre o exterior impossibilitando de ver alguns problemas existentes do pneu. Como podemos ver, o pneu remold possui características interessantes, mas ele é um risco muito grande para o motorista.

Muitos motoristas pensam no preço do pneu que chega a ser 50% mais barato do que o novo. Segundo especialistas o pneu remold é adequado para rodar apenas nas cidades e em velocidades mais baixas (no máximo 80 km/h). Ele dificulta o balanceamento das rodas, e perde muito em durabilidade. Caso o motorista decida por adquirir este tipo de pneu, é aconselhado que ele olhe a procedência da empresa e se faz pneus de qualidade e com garantia.

Pneu meia vida – principais características

Os pneus meia vida são muito mais baratos do que os remold. Vamos falar um pouco de cultura de outros países. Os americanos e europeus trocam os pneus quando eles estão um pouco pra frente da metade da vida útil deles. O Brasil e outros países compram estes pneus e revendem para os motoristas que desejam um produto de baixíssimo custo.

A maioria dos pneus que vem de outros países é lixo mesmo e não podem ser reciclados, e como se sabe, estes objetos demoram vários anos para se decompor. Os aterros brasileiros vivem cheios de pneus sem qualquer utilidade.

Quando você compra um pneu meia vida é impossível saber a condição verdadeira do pneu, portanto, não tem como saber a estrutura interna está apropriada para uso. Alguns pneus que vem de fora do país são utilizados no inverno europeu ou americano, e quando chegam aqui devido ao clima mais quente, se desgastam com muito mais facilidade.

Outro detalhe importante é que não é recomendado dirigir com quatro pneus diferentes entre si, de uma vez, devido a instabilidade que estes proporcionam ao carro e maiores problemas de dirigibilidade.

Os pneus meia vida não oferecem qualquer qualidade de segurança, pois, cada carro é um carro e cada motorista trata de forma diferente do outro. Um pneu que foi bom para um carro, pode não ser bom para você.

Qual escolher: pneus meia vida ou remold?

Se fosse para você escolher entre os dois, os remold são mais recomendados, pois, são feitos com base em outros pneus reaproveitando material utilizado. Ele também recebe uma nova camada de borracha mais recomendada ao clima brasileiro. Se falarmos em segurança, claro que o remold é mais apropriado, mas a melhor opção sempre é adquirir um pneu novo.

Analisando todos estes aspectos, os preços de ambos os pneus são muito baratos, mas não vale a pena correr qualquer risco. Na verdade é um barato que pode sair caro. Vale muito mais a pena cuidar do carro como um todo fazendo os alinhamentos e balanceamentos na hora certa e trocar os pneus nos momentos recomendados, bem como fazer o rodízio dos mesmos. Quando chegar o momento de trocá-los, procure sempre adquirir modelos novos e da fábrica a fim de evitar maiores problemas de segurança para você e sua família.

Podemos concluir que não vale a pena adquirir nenhum dos dois tipos, pois, o risco de acidente aumenta e muito, portanto, faça suas economias e adquira sempre pneus novos para o seu carro, nem que seja dois pneus novos agora e mais dois daqui seis meses, por exemplo.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend