Conversíveis Híbridos Peruas Projeções Volvo

Polestar 1 já inspira projeções de conversível e shooting brake

polestar-cabrio-projeção-1 Polestar 1 já inspira projeções de conversível e shooting brake

A Polestar surgiu como uma boa surpresa no cenário de carros verdes. Com um cupê híbrido desenvolvido sobre a plataforma modular SPA, que será exclusivamente feito na China e com sistema de vendas por assinatura mensal, trazendo um propulsor híbrido de 600 cv com gerador a gasolina, que provavelmente é o Drive-E 2.0.



O anúncio da Polestar sobre o lançamento de mais dois produtos atraiu a atenção de designers, que começam a criar propostas em projeções de hipotéticos modelos da marca sueca, ligada à Volvo. Oficialmente, a empresa fala de um sedã elétrico para brigar com o Tesla Model S a partir de 2019, além de um SUV elétrico até 2021.

Ainda assim, as possibilidades para a Polestar podem ser ampliadas na medida que a Volvo se mantém distante de nichos de mercado. Com isso, outros produtos devem surgir na gama da marca sueca. O designer Aksyonov Nikita, por exemplo, aposta em um conversível  híbrido baseado no Polestar 1.

polestar-cabrio-projeção-2 Polestar 1 já inspira projeções de conversível e shooting brake

A ideia tem certo sentido, quando se considera vendas globais, especialmente nos EUA e Europa. A alternativa não traria grandes investimentos, aproveitando a base do modelo atual e reforçando a proposta premium da marca. O modelo poderia usar tanto o teto articulado quanto uma capota em tecido.

Outra proposta, mais focada em nicho de mercado, é uma projeção de X-Tomi Design com base no conceito Volvo Concept Estate, apresentado há algum tempo como alternativa ao Volvo Concept Coupé, que se converteu no Polestar 1. A ideia de uma perua shooting brake para a marca sueca é tentador para muita gente e poderia ser executado para buscar um tipo de cliente bem específico, provavelmente com maior alcance fora da China, nos dois principais mercados ocidentais.

polestar-shooting-brake-projeção Polestar 1 já inspira projeções de conversível e shooting brake

A mecânica poderia ser a mesma do Polestar 1, utilizando motor Drive-E como gerador e baterias de lítio alimentando os motores elétricos. Uma versão Cross Country ampliaria as possibilidades para uma perua jovial e descolada, igualmente vendida na forma de assinatura mensal e através da internet, o que sem dúvida aproximaria o produto de consumidores mais conectados, especialmente os jovens.

Por ora, aguarda-se com expectativa mais detalhes sobre os outros dois produtos que serão lançados nos próximos anos. No caso do Polestar 2, um modelo menor e direcionado para competir com o Model 3, o sedã pode chegar junto com a próxima geração do S60, compartilhando com esse muitos componentes, embora mantendo um design diferenciado.

Para o sedã da Volvo, a proposta pode acabar sendo de um híbrido plug-in T8 para não haver um conflito de interesses entre as duas empresas. O mais provável é que o Polestar 2 apareça como um cupê quatro portas. A mesma ideia poderia tomar forma no Polestar 3, que será um SUV elétrico. Este pode ser um equivalente cupê e esportivo ao Volvo XC60, mais tradicional e familiar.

[Projeções: Aksyonov Nikita/X-Tomi Design]

 

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend