Polo 2010: versões, equipamentos, preços, motores, consumo, fotos

Polo 2010: versões, equipamentos, preços, motores, consumo, fotos

Lançado no mercado brasileiro em 2002, o Polo de antiga geração ainda é uma boa opção de compra no mercado de usados. É um carro robusto, bem equipado, com bom nível de acabamento e mecânica que dá poucas dores de cabeça. E o Volkswagen Polo 2010 é um dos exemplares mais cotados pelos interessados pelo modelo.


O Polo modelo 2010 é a última linha do hatch compacto antes da chegada do Polo com facelift, este do último retoque visual da antiga geração do carro. Todavia, ele é bastante semelhante ao primeiro Polo lançado por aqui, no início da década de 2000.

Na época, o modelo concorria diretamente com outros hatches compactos “premium”, como Fiat Punto e Citroën C3, além de outros concorrentes indiretos, como o Chevrolet Astra hatch e o Honda Fit.

Abaixo, você pode conferir os principais detalhes da linha 2010 do Volkswagen Polo no Brasil:

Polo 2010: versões, equipamentos, preços, motores, consumo, fotos

Volkswagen Polo 2010 – novidades

Polo ganha versões BlueMotion e E-Flex em março de 2009

Uma das primeiras novidades da linha 2010 do Polo foi a chegada das versões BlueMotion e E-Flex, ambas focadas em eficiência. Os dois modelos foram anunciados em março de 2009.

A começar pelo Polo BlueMotion, tratava-se de uma versão com menor consumo de combustível. Ele usa o motor 1.6 Total Flex de até 104 cv com reprogramação da injeção eletrônica, direção eletro-hidráulica, pneus mais altos com rodas de 14 polegadas e tratamento térmico, suspensão mais baixa e câmbio com relações mais longas.

Além disso, trouxe algumas mudanças aerodinâmicas, como grade frontal com desenho mais fechado, spoilers nos para-choques e aerofólio no vidro traseiro. Esses recursos baixaram o coeficiente aerodinâmico de Cx 0,34 para 0,31.

O BlueMotion tinha como meta reduzir em 15% o consumo de combustível e a emissão de gás carbônico. Foi lançado por R$ 46.270.

Por outro lado, o Polo E-Flex chegou como uma série especial com motor 1.6 Total Flex sem o tanquinho auxiliar de gasolina para partidas a frio com etanol, com um aquecedor eletrônico do álcool no lugar para esquentar o combustível vegetal em 2 segundos a 14º C.

Este último era mais caro, com preço de R$ 47.490

VW lança Polo linha 2010 com teto solar em maio de 2009

Dois meses depois, em maio de 2009, a Volkswagen incrementou a lista de opcionais do Polo linha 2010 com a opção de teto solar elétrico, por R$ 1.990 adicionais, e também do sistema Coming & Leaving Home, que mantém os faróis acesos por 30 segundos após o carro ter sido desligado.

Além disso, o hatch compacto adotou um tanque de combustível um pouco maior, passando de 45 para 50 litros de capacidade. Outra novidade foi a introdução de uma luz de alerta que indica a necessidade de manutenção no painel de instrumentos do carro.

Polo 2010: versões, equipamentos, preços, motores, consumo, fotos

Polo linha 2010 ganha câmbio i-Motion em julho de 2009

A última e maior novidade do Volkswagen Polo linha 2010 foi a chegada do Polo I-Motion, em julho de 2009. O hatch compacto da marca alemã passou a oferecer a opção de transmissão automatizada ASG de cinco marchas, batizada de i-Motion (Intelligent Motion, ou em português, Mobilidade Inteligente).

Tal opção de transmissão sem o pedal de embreagem foi ofertada somente para o Polo 1.6, nas carrocerias hatch e sedã, com preços de R$ 42.580 para o Polo hatch básico e R$ 50.465 para o Polo Sportline. Estes valores representavam uma diferença de R$ 2.450 frente ao Polo manual nas mesmas configurações.

Volkswagen Polo 2010 – detalhes

Um dos destaques do Polo de primeira geração é justamente sua qualidade construtiva. Ele foi o primeiro carro nacional a usar soldas a laser em chapas da carroceria, o que elimina o famoso “borrachão” (aquela tira preta no teto dos carros) e rende uma melhor qualidade da carroceria e maior rigidez torcional.

Este modelo em específico é considerado um dos mais bem resolvidos no quesito design. Além disso, ele tinha um bom acabamento interno, com plásticos de boa textura, tecidos nas portas e pontos da lataria sem aparecer por dentro da cabine.

Oferecia também alguns recursos interessantes, como ar-condicionado Climatronic automático, direção eletro-hidráulica, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, teto solar elétrico, retrovisor interno eletrocrômico, entre outros. Tais itens não eram oferecidos em boa parte dos outros hatches compactos naquela época em nosso País.

O Polo de primeira geração entrega ainda um bom comportamento dinâmico, isolamento acústico satisfatório na cabine, motores não tão modernos, mas eficientes, e um câmbio com engates curtos, precisos e macios.

A Volkswagen chegou a oferecer também o Polo i-Motion, com câmbio robotizado. Porém, este foi o primeiro carro da marca a usar este câmbio, ainda em sua primeira versão. Logo, ele apresenta trancos excessivos nas trocas de marcha e é um tanto quanto problemático. Prefira os modelos com câmbio manual.

Polo 2010: versões, equipamentos, preços, motores, consumo, fotos

Volkswagen Polo 2010 – versões

Abaixo, você pode conferir todas as versões da linha 2010 do Polo disponíveis no mercado de usados:

  • Volkswagen Polo 1.6 2010
  • Volkswagen Polo 1.6 i-Motion 2010
  • Volkswagen Polo Sportline 1.6 2010
  • Volkswagen Polo Sportline 1.6 i-Motion 2010
  • Volkswagen Polo E-Flex 1.6 2010
  • Volkswagen Polo BlueMotion 1.6 2010
  • Volkswagen Polo GT 2.0 2010

Volkswagen Polo 2010 – equipamentos

Polo Hatch 1.6

Equipado de fábrica com itens como direção hidráulica, ar-condicionado, computador de bordo, brake light, retrovisores externos com repetidores de seta e banco do motorista com ajuste manual de altura.

Como opcional, podia receber o câmbio automatizado i-Motion com paddle shifts, volante multifuncional, sistema de som MP3 player, airbag duplo frontal e freios ABS, entre outros.

Polo Sportline 1.6

Agrega recursos como acabamento interno diferenciado, rodas de liga-leve de 15 polegadas, aerofólio traseiro na cor preta, sensores de estacionamento traseiros, travamento elétrico das portas com acionamento a distância, entre outros.

Podia receber opcionais como airbag duplo e freios ABS, retrovisores externos elétricos com função Tilt Down no lado do passageiro, ar-condicionado eletrônico Climatronic, lanterna traseira de neblina, sistema de som com Bluetooth, teto solar elétrico, sensores de luz e chuva, volante multifuncional com paddle shifts, câmbio i-Motion, retrovisor interno eletrocrômico, acabamento interno em couro, entre outros.

Polo E-Flex 1.6

Equipado de fábrica com os mesmos itens do Polo de entrada, mais vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas, retrovisores externos elétricos, rodas de liga-leve de 15 polegadas, computador de bordo i-System, grade frontal com filetes cromados, sensores de estacionamento traseiros, entre outros.

Podia receber rádio com Bluetooth, airbag duplo e freios ABS e coluna de direção com ajuste de altura e profundidade.

Polo BlueMotion 1.6

Além dos adereços estéticos e aerodinâmicos, traz ainda ar-condicionado automático Climatronic, sensor de estacionamento traseiro, sistema de som com Bluetooth e rodas de liga-leve.

Podia receber recursos como travas elétricas, airbag duplo frontal e freios ABS, piloto automático, retrovisores elétricos com Tilt Down, entre outros.

Polo GT 2.0

Equipado de fábrica com rodas esportivas de 15 polegadas, faróis com máscara negra, grade frontal tipo colmeia com moldura vermelha, freio a disco nas quatro rodas, dupla ponteira de escapamento, retrovisores externos elétricos com Tilt Down, rádio com Bluetooth, ar-condicionado automático Climatronic, coluna de direção ajustável em altura e profundidade, computador de bordo I-System, entre outros.

Entre os opcionais, oferecia sistema de som com Bluetooth, retrovisor interno eletrocrômico, sensores de chuva e luminosidade, teto solar elétrico, piloto automático, airbag duplo e freios ABS, entre outros.

Polo 2010: versões, equipamentos, preços, motores, consumo, fotos

Volkswagen Polo 2010 – preços

Veja a seguir os preços que a Volkswagen praticava na linha Polo linha 2010 quando ele ainda era comercializado como 0 km:

  • Volkswagen Polo 1.6 2010: R$ 40.130
  • Volkswagen Polo 1.6 i-Motion 2010: R$ 42.580
  • Volkswagen Polo Sportline 1.6 2010: R$ 48.015
  • Volkswagen Polo Sportline 1.6 i-Motion 2010: R$ 50.465
  • Volkswagen Polo E-Flex 1.6 2010: R$ 47.490
  • Volkswagen Polo BlueMotion 1.6 2010: R$ 46.270
  • Volkswagen Polo GT 2.0 2010: R$ 51.925

Já abaixo, os preços do Polo linha 2010 no mercado de usados, segundo a cotação na Tabela Fipe em junho de 2020:

  • Volkswagen Polo 1.6 2010: R$ 24.030
  • Volkswagen Polo 1.6 i-Motion 2010: R$ 24.050
  • Volkswagen Polo Sportline 1.6 2010: R$ 24.080
  • Volkswagen Polo Sportline 1.6 i-Motion 2010: R$ 24.740
  • Volkswagen Polo E-Flex 1.6 2010: R$ 23.900
  • Volkswagen Polo BlueMotion 1.6 2010: R$ 24.700
  • Volkswagen Polo GT 2.0 2010: R$ 26.000

Polo 2010: versões, equipamentos, preços, motores, consumo, fotos

Volkswagen Polo 2010 – motores

A respeito dos motores, o Polo linha 2010 pode ser encontrado em duas configurações diferentes. Há modelos com o 1.6 VHT Total Flex e outros com o 2.0 Mi Total Flex, sendo o primeiro com a opção de câmbio automatizado i-Motion de cinco velocidades.

O Polo 1.6 usa o mesmo motor encontrado até hoje em carros da Volkswagen, como Gol, Voyage, Fox e Saveiro. Trata-se de um quatro cilindros em linha, com oito válvulas. Ele consegue desenvolver 101 cavalos de potência com gasolina e 104 cv com etanol, a 5.250 rpm, e torque de 15,4 kgfm e 15,6 kgfm, respectivamente, a 2.500 giros.

Junto a ele está um câmbio manual de cinco marchas ou automatizado i-Motion, também de cinco relações.

Por outro lado, o Polo GT 2010, configuração mais completa e cara da linha do hatch compacto e com certo apelo esportivo, esconde sob o capô o 2.0 Mi Total Flex, também com quatro cilindros e oito válvulas.

Neste caso, são 116 cv quando abastecido com gasolina e 120 cv com etanol, a 5.250 rpm, e torque de 17,3 kgfm e 18,3 kgfm, nesta ordem, entregue a partir de 2.250 giros. Ele é ofertado somente com câmbio manual de cinco marchas.

Volkswagen Polo 2010 – consumo

Veja a seguir os números de consumo de combustível conforme os dados divulgados pela Volkswagen:

Polo 1.6 manual e i-Motion

  • Consumo de 6,2 km/l na cidade e 8,1 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 9,4 km/l na cidade e 12,1 km/l na estrada com gasolina.

Polo E-Flex 1.6

  • Consumo de 7,7 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 10 km/l na cidade e 12,7 km/l na estrada com gasolina.

Polo BlueMotion 1.6

  • Consumo de 7,4 km/l na cidade e 10,7 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 10,5 km/l na cidade e 15 km/l na estrada com gasolina.

Polo GT 2.0

  • Consumo de 6 km/l na cidade e 8 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 8,9 km/l na cidade e 12,2 km/l na estrada com gasolina.

Polo 2010: versões, equipamentos, preços, motores, consumo, fotos

Volkswagen Polo 2010 – desempenho

Abaixo, os números de desempenho do Polo 2010 na aceleração de 0 a 100 km/h e na velocidade máxima, também de acordo com a Volkswagen:

Polo 1.6 manual e i-Motion

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 11,3 segundos;
  • Velocidade máxima de 189 km/h.

Polo E-Flex 1.6

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos;
  • Velocidade máxima de 189 km/h.

Polo BlueMotion 1.6

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 11,1 segundos;
  • Velocidade máxima de 190 km/h.

Polo GT 2.0

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos;
  • Velocidade máxima de 196 km/h.

Polo 2010: versões, equipamentos, preços, motores, consumo, fotos

Volkswagen Polo 2010 – revisões e manutenção

Por se tratar de um carro fora de linha há uma década, o Polo 2010 já não tem mais seus preços de revisões tabeladas divulgados no site oficinal da Volkswagen.

Todavia, o Volkswagen Polo é um carro de manutenção simples, até porque seus motores são usados também por outros carros compactos e até médios da marca alemã no País. Ou seja, você não vai ter muitas dores de cabeça para encontrar peças de reposição, por exemplo.

Além disso, ele não é aquele carro que necessita de constantes visitas à oficina. Entre os principais defeitos, há somente o conjunto de suspensão que é um tanto quanto frágil, com a necessidade da troca de buchas e bieletas com menos de 70 mil km rodados, além de ruídos frequentes.

Outro item que merece atenção especial é o compressor do ar-condicionado. Clicando aqui, você pode conferir uma matéria especial com os principais defeitos e problemas do Polo no Brasil.

Volkswagen Polo 2010 – ficha técnica

Motor

1.6 VHT Total Flex

2.0 Mi Total Flex

Tipo

Dianteiro, transversal e flex

Dianteiro, transversal e flex

Número de cilindros

4 em linha

4 em linha

Cilindrada em cm3

1.598

1.984

Válvulas

8

8

Taxa de compressão

12,1:1

11,5:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Multiponto

Potência máxima

101 cv com gasolina e 104 cv com etanol a 5.250 rpm

116 cv com gasolina e 120 cv com etanol a 5.250 rpm

Torque máximo

15,4 kgfm com gasolina e 15,6 kgfm com etanol a 2.500 rpm

17,3 kgfm com gasolina e 18,3 kgfm com etanol a 2.250 rpm

Transmissão

Tipo

Manual ou automatizada i-Motion de cinco marchas

Manual de cinco marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado (dianteira) e tambor (traseira)

Disco ventilado (dianteira) e disco sólido (traseira)

Direção

Tipo

Hidráulica

Hidráulica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Aço ou liga-leve de 15 polegadas

Liga-leve de 15 polegadas

Pneus

195/55 R15

195/55 R15 / 195/50 R16

Dimensões

Comprimento total (mm)

3.915

3.915

Largura sem retrovisores (mm)

1.650

1.650

Altura (mm)

1.501

1.501

Distância entre os eixos (mm)

2.465

2.465

Capacidades

Porta-malas (litros)

250

250

Tanque (litros)

50

50

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

475

490

Peso em ordem de marcha (kg)

1.105

1.145

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,332

0,332

Volkswagen Polo 2010 – fotos

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.