Chery Finanças Mercado Montadoras/Fábricas

Por conta dos prejuízos, Chery coloca controle da operação brasileira à venda

CHERY-NEW-QQ-3-2 Por conta dos prejuízos, Chery coloca controle da operação brasileira à venda

Em greve há 20 dias, a operação brasileira da Chery está à venda, segundo o site Auto Data. Por conta de diversos fatores, a montadora chinesa anunciou no último dia 10, na Bolsa de Valores de Anhui, província onde fica a sede da companhia, a intenção de venda do controle acionário da empresa no país, que é de 50,07%. O montante estaria avaliado em US$ 40.660.000. As outras ações estão com a Chery Investment (34,19%) e Wuhu Purui Automobile Investment (15,74%).



Por conta da baixa rentabilidade na operação brasileira, a Chery pretende evitar mais prejuízos na região com a transferência do controle, que pode já estar em mãos do grupo CAOA, que teria feito uma oferta pelo negócio. Nesse caso, se for aprovado – a data limite para propostas é 7 de novembro – a empresa brasileira terá direito ao controle da fábrica de Jacareí-SP, rede de concessionários e também da importação de produtos ainda inéditos por aqui. Ou seja, a expansão futura da marca ficará a cargo do novo controlador.

fabrica-chery-brasil-1 Por conta dos prejuízos, Chery coloca controle da operação brasileira à venda

Para ter acesso, o investidor precisa pagar 30% à vista e parcelar o restante em 12 meses. A operação de venda do controle da Chery no Brasil pode render ao fabricante chinês cerca de US$ 64 milhões nesse plano, um valor até modesto diante do enorme prejuízo que a empresa levou ao se estabelecer oficialmente no país. A CAOA já teria enviado uma equipe até a China para negociar um acordo, mas nenhuma das partes comenta o assunto. A filial brasileira diz desconhecer tal proposta de venda.

A fábrica de Jacareí – no momento parada – recebeu investimento inicial de US$ 400 milhões com capacidade para até 150 mil carros por ano. Em 2016, a Chery Brasil fechou com receita de US$ 167,7 milhões, mas o prejuízo foi de US$ 256,9 milhões. Até agosto, o prejuízo era de US$ 2,82 milhões. A chegada da montadora ao setor produtivo brasileiro foi marcado pelo início da crise econômica, bem como pela queda acentuada nas vendas e sucessivas greves, como a atual, que forçaram a empresa a trabalhar com 10% da capacidade instalada.

fabrica-chery-brasil-2 Por conta dos prejuízos, Chery coloca controle da operação brasileira à venda

A Chery tentou em vão durante muito tempo emplacar o compacto Celer no mercado nacional e trouxe o New QQ para tentar virar o jogo. De começo, sem sucesso, mas recentemente a empresa muda sua estrutura administrativa nas áreas de marketing e vendas, bem como promoveu o pequeno urbano com preço chamariz de R$ 25.990, o que deu resultado. Em setembro, o New QQ vendeu 504 unidades ante 430 do mês anterior, totalizando 2.304 exemplares este ano. Em comparação, o Celer Sedan emplacou 170 em 2017.

Ainda assim, os números são muito baixos para uma resposta financeira adequada. Além disso, a Chery prepara a produção do crossover Tiggo 2, mas diante da greve atual, o cronograma para o já bem atrasado lançamento pode se estender até a gestão da nova administração da operação. Se de fato for a CAOA, que conhece bem o mercado brasileiro e tem experiência suficiente para levantar a marca no país, como fez com a Hyundai, a operação pode passar por uma grande transformação, trazendo mais rapidamente ao mercado produtos como Tiggo 5x e Tiggo 7, explorando o segmento que mais cresce no mercado.

[Fonte: Auto Data]

  • Ariana Arantes

    parabens ao sindicato dos trabalhadores da cidade, bem como ao ridículo programa interventor petista com o nome de INOVARAUTO

    • Evandro

      Programa PETISTA aliado a SINDICATO e esses ligados as demais montadoras, era óbvio que iria dar mer**….

      • durango

        E parabéns a Chery em especial por ser burra o suficiente para se instalar naquele “covil”

        • Evandro

          vdd

        • CARnivoro

          verdade! Será que os caras não fizeram uma mínima pesquisa? Eu nunca fui nessa região e pelas noticias de internet sei que os sindicalistas lá lutam pra tirar as empresas de lá!

          • carroair30

            Conseguiram colocar a CHERY “pra correr” estava pensando aqui: sera que nao tem o dedinho das 4 ou 5 grandes humm sera??? acho que nao isso deve ser coisa da minha cabeça !!! hugnnn

            • Deadlock

              Não, tem dedo do sindicato, só…

            • 1 Raul

              Tem a turma do 9 dedos…

            • Edson Fernandes

              Não porque a Chevrolet de lá sofre igual. E até hoje tem excesso de funcionários.

              • Bruno Carvalho

                A GM hoje só monta a S-10 e Trailblazer e meia dúzia de motores por ano….triste cenário com portarias abandonadas e grande descuido com a fachada. Com o esforço do sindicato, todo o investimento de bilhões da matriz foram direcionados para S. Caetano e para Gravataí. Essa planta está fadada ao fim, logo logo…

        • Deadlock

          Poderiam vender para os sindicalistas, a falência seria muito mais rápida… já tinha falado há um tempo atrás que essa fábrica não era viável, pelo baixo volume de vendas. O pedido do sindicato de aumento nos salários foi a gota d’água.

      • Racional..

        Depois de meses batendo panelas na janela e desfilando de amarelo pelas ruas, conseguimos.

        • Evandro

          Não entendi, o que tem haver uma coisa com outra?

          • Dag Drollet

            Nada, mas os ressentidos adoram repetir isso.

            • Ernesto

              Esses mortadelas adoram deturpar a verdade.

        • Não foram “paneleiros” que encheram o saco dos chineses. Pelo contrário.

    • Mario Souza

      Está achando ruim, monta uma fábrica de carros na China! Lá é fácil, tenta a sorte e depois vem contar.

      • Sergio Quintela

        comparando mer** com mer** amigo

      • Angelo_RSF

        Olha…Todas as grandes montadoras do mundo estão lá na China e nenhuma fala em sair, devido as receitas que têm. Não conheço a realidade destas empresas para se instalar na China, mas parece que ruim é que não é

        • Mario Souza

          Todas as montadoras na China seguem as leis chinesas e os chineses não aceitam dinheiro para mudar nenhuma lei, como foi feito no brasil, onde o STF engavetou um processo até que uma lei comprada fosse alterada no congresso para evitar uma derrota judicial. Além disso as montadoras normalmente se unem as empresas chinesas para terem vantagens, tipo transferência de tecnologias para as chinesas, ou você acha que deixam entrar sem nenhuma vantagem como no país tupiniquim. O brasil desde F.H.C. lutou para comprar caças e um dos empecilhos era a transferência de tecnologia, nenhum país queria vender seus produtos e dar liberdade de informações para suas tecnologia. Daí chega Vampirão depois de anos de dinheiro em pesquisa para exploração do pré-sal, que nenhuma empresa no mundo se interessou em fazer pois achavam caro e não existia tecnologia, obriga a Petrobras a passar todas as informações de exploração e técnicas utilizadas para empresas estrangeiras. A troco de que isso? O que falta a sociedade é muita informação e nacionalismo e também se indignar por ver sendo suas riquezas vendidas ou repassadas ao outros quando esses cobram ou negam o mesmo!

          • Angelo_RSF

            Ok concordo em parte com o que você falou, mas não entendi o tudo isso que você escreveu tem a ver com o seu 1o comentário (“Está achando ruim, monta uma fábrica de carros na China! Lá é fácil, tenta a sorte e depois vem contar”) e a minha réplica (“Olha…Todas as grandes montadoras do mundo estão lá na China e nenhuma fala em sair, devido as receitas que têm. Não conheço a realidade destas empresas para se instalar na China, mas parece que ruim é que não é”)

            Entendi (desculpe se me equivoquei) que você achava que é mais vantagem montar uma fábrica de carros aqui do que na China o que discordei. É isso? Novamente desculpe se entendi errado sua 1a colocação

            • Mario Souza

              Não sei se me fiz entender, o que disse é que falta a contrapartida das montadoras, elas simplesmente querem chegar aqui com os seus produtos e terem incentivo para isso. Outros países cobram a troca de tecnológica e investimentos no local. Aqui nós temos que oferecer até as calcinhas como se estivéssemos sendo agraciados por uma empresa estar aqui. Aí quando a questão é petróleo e Amazônia o resto do mundo fica louco para ter o poder, a preço de banana é claro. A VW na China age sozinha e tem parcerias e todos os veículos com designer e nomes próprios para o país. Na china, a apple perdeu mercado para o xiaomi, eles abrem o mercado com a intenção de evoluir, no brasil querem a abertura plena do mercado apenas para as elites poderem consumir, não existe uma visão de desenvolvimento e de nacionalismo, apenas de exploração do mercado e de uma pequena parte do mercado.

              • mas isso é uma politica industrial brasileira, existe um artigo que se chama “Porque o Brasil não produz Aço” que conta a historia da comitiva sulcoreana que veio ao Brasil nos anos 70, pq eramos um dos maiores produtores de carros do mundo à época, o maior da América Latina: “…recebeu-os o presidente José Pelúcio, presidente da FINEP, agência de pesquisa e inovação. Ao cabo de sua exposição, centrada no sucesso da indústria automobilística brasileira, o coordenador da delegação visitante observou algo assim:
                — Parece que o senhor não nos entendeu; não estamos interessados em atrair montadoras estrangeiras, mas em criar nossa própria indústria automobilística. ” O resultado hoje das diferenças em políticas industriais ja sabemos, e o pior é que o Brasil continua com a mesmíssima política industrial daquela época até hoje kkk

                • Mario Souza

                  Então você comprovou que o problema é o sistema, a sociedade que tem o poder sobre esse sistema e não o povo pobre que somente anda com a manada!

                  • O povo e sim culpado pois elege os mesmos políticos que criam tais politicas industriais, se VC pergunta hoje a maioria quer votar no Lula mesmo sendo que foi no governo do partido dele que se fizeram as maiores cagadas que estamos pagando o pato agora.

                    • Mario Souza

                      O problema não são as cagadas do partido, o problema é a filosofia do partido que acha que deve ser contrário a todas as ideias de mercado livre, apoio irrestrito a conceitos antiquados e o resto não sabemos, pois aquilo lá é muito sujo. Vivemos no fogo, um lado populista ao extremo e outro entreguista ao extremo. Aquela anta só fez besteira, pobre política e péssima administradora, desde que começou a fazer besteira com as vendas/compras de energia todos sabiam que ia “dar ruim” no futuro. Burra e teimosa incentivada pelo barbudo que tomou uma volta.

                    • Agora pensa se ele reelege ano que vem, como muitos preveem, o desastre que vai ser pra economia? Até mesmo o Bolsonaro, que eu simpatizo, quando ele elogia muito os militares eu fico um pé atrás, porque a política industrial da Era Militar foi de protecionismo exagerado, investimento em elefantes brancos, na época era PROIBIDO importar, além da mesma política de hoje, esse artigo que citei fala de um episódio nos anos 70, pleno governo militar. Eles também não são liberais e o Bolsonaro não deixa claro sua política para a economia. Parece que o Brasil nunca vai ser um país liberal e de comércio exterior eficaz mesmo, a não ser em commodities.

                    • Mario Souza

                      Ele não tem a mínima chance, ou morre ou vai preso antes. Entretanto as pessoas votam nele porque entre o entreguismo e favorecimento ao capital, melhor ver o favorecimento do povo, regra simples, antes ele se dar mal do que eu. As opções são nulas, b@stanaro tem momentos de radicalismo e nos intervalos momentos de intolerância, no meio disso parece um frouxo rendendo a vontade da minoria. Tipo essa besteira da previdência q sobrou para o povo novamente, militares, servidores em geral continuarão ganhando muito por pouco tempo de trabalho e o restante do povo trabalhando até morrer, com a conivência do bolsa

                    • Não sei não, Bolsonaro pode ser o Trump brasileiro, se ficar um 2º turno entre ele e o Lula ele tem chances sim de ganhar, o povo já não aguenta mais e o discurso dele vai de encontro com os anseios da população agora, mais segurança principalmente. E ninguém mais ta dando bola para estes artistas da rede bobo que gostam de manipular a população.

                • Deadlock

                  Burro tem que se lascar mesmo.. E nada de igualdade…

          • joao vicente da costa

            Não concordo integralmente com tua análise, mas em mtos. aspectos a achei extremamente lúcida e bem fundamentada. A discussão de modelos de desenvolvimento que os países do BRICS adotam é muito pertinente (pessoalmente, acho que o Brasil está ficando para trás..).

            • Mario Souza

              A base do comentário tem a ver com o desenvolvimento da Coréia do Sul. A visão da sociedade era abertura comercial para adquirir conhecimento, a renda e todos os benefícios vem ao longo dos anos como se comprovou. No brasil a abertura do mercado é apenas exploratória, e nós somos os explorados! Não existe consciência de desenvolvimento e nacionalismo na população e quando se fala nisso somos comunistas, de esquerda e etc. Para quem não sabe as empresas que trabalham com petróleo mandam seus trabalhadores para cá. Sondas, navios, plataformas, etc com vários técnicos estrangeiros e sabe o que sobra para pouquíssimos brasileiros, os serviços de cozinha, limpeza e afins. Acha que isto está certo? Acha que o país sem educação irá ter concorrência?

              • joao vicente da costa

                O ‘case’ Coréia do Sul é muito interessante, emblemático até, mas tenho dúvidas (e já li estudos neste sentido) de que seja replicável – mesmo em países relativamente similares do Sudoeste Asiático, como Vietnam etc., parece que aplicar a fórmula da Coréia do Sul não é exatamente um “plug and play”… No entanto, um ponto que TODO país que se desenvolveu escolheu foi priorizar a educação – algo que o Brasil está longe de fazer.
                Enquanto essa escolha não for feita, não adianta: com mercado aberto ou fechado, o Brasil vai continuar sendo um país atrasado, o “país do futuro”.
                Abrir o mercado do Brasil hoje poderia sucatear nossa indústria (algo que aconteceu na Argentina dos anos 90, por exemplo) e nos tornar pouco mais que meros produtores de comodities (meros exportadores de comodities já somos no contexto mundial..). Fechar (ou manter fechado, vamos lá..) o mercado tampouco é solução, pois nos conduz ao eterno atraso e baixa competitividade.
                Complicada nossa situação.

                • Pedro Henrique

                  o método dos primeiros tigres asiáticos para o desenvolvimento funciona, tanto é que vemos agora a migração dos novos tigres asiáticos no sudeste como Malásia, Tailândia, Indonésia e Filipinas.
                  talvez não na mesma velocidade dos primeiros tigres asiáticos, mas ainda sim poderão ser a segunda leva dos únicos países pós revolução industrial (sem ser os que já “nasceram” desenvolvidos) a se desenvolver.

                  porém este método de desenvolvimento não funciona para países continentais como o brasil, é difícil de fazer até com países metade do tamanho do nosso, esse sistema funciona em pequenos países onde a administração e o desenvolvimento é muito mais fácil, rápido, barato e eficiente de se fazer.
                  um belo exemplo é a china, que esta a todo vapor e na melhor das hipóteses vai começar o caminho pela ralé do desenvolvimento lá pra depois de 2090, pois, quanto mais o tempo passa mais difícil se torna alcançar o desenvolvimento tanto econômico como cultural uma vez que os já desenvolvidos continuam a crescer.
                  o Brasil no estado em que se encontra agora seria um país desenvolvido na década de 30~40 (talvez)

                  • joao vicente da costa

                    Obrigado pela contribuição. Interessantes os aspectos abordados!

                  • Mario Souza

                    Acredito que o brasil poderia ser mais desenvolvido se sua sociedade não se baseasse em culturas totalmente diferentes da sua para isso. Tem os recursos necessários, mas prefere dar ao invés de explorar a venda ao máximo. O que o brasil produz de verdade? Quais os recursos que tem que poderiam ser vendidos como moeda de troca para obter tecnologia e desenvolvimento? Daí troca as riquezas pela manutenção do poder, ou seja, do mesmo sistema falido.

                    • Pedro Henrique

                      commodities sempre vão ter preço menor que manufaturados…

                • O problema do Brasil é achar que educação é para todos, e sabemos que não é, não existe em lugar algum no mundo educação, principalmente superior gratuita pra TODOS. Se o Brasil seguisse o ex. do Japão ou dos Eua, que cobram a universidade pública de quem pode pagar, no caso do Japão cobram até o ensino médio, e se concentram em um ensino básico digno e de qualidade. Mas fala em qualquer universidade brasileira tipo USP ou UFRJ em cobrar, mesmo com aqueles estacionamentos lotados de carros de 80 a 100 mil dos alunos, maioria ricos e que poderiam pagar, eles vão criticar e chiar até não poder mais. O caso é o Brasil quer as benesses de países de primeiro mundo, mas sem ter de pagar por isso.

                  • joao vicente da costa

                    Aqui, concordo integralmente contigo.

                  • Mario Souza

                    Como estudei engenharia na UFRJ e sou pobre, posso dizer que nem todos os cursos tem a maioria rica, principalmente na parte de Humanas. Minha turma mesmo tinha mais gente pobre do que com dinheiro e mesmo os que tem dinheiro não eram todos ricos. Assim fica complicado selecionar, já começa errado tentar melhorar pelo fim e não pelo início que seria o ensino básico. Escolas caras já temos bastantes, PUC, FGV, IBMEC que são referências em ensino e caríssimas. Brasil é um país pobre que não pode se dar ao luxo de elitizar o ensino superior, pelo menos não tão cedo!

                    • Elitizar o que já é elitizado? Kkkk kra não falei em cobrar de pobres. Sabia que os EUA e a Inglaterra da muito mais bolsas gratuitas que o Brasil da em vagas nas universidades públicas? Isso depende da forma que é estruturada e de como é o interesse dos alunos em estudar, do jeito que é aqui principalmente em humanas temos mais e parasitas que ficam anos ocupando vagas e não produzindo nada que preste.

                    • Mario Souza

                      Como eu disse, mesmo com bolsa, imagino que uma FGV não tenha tantos alunos nessa condição, então porque uma universidade federal brasileira deixando de ser gratuita teria mais alunos. O mercado americano tem vários processos de acesso a Universidade e começam desde o ensino básico, que neste país não existe. Então não tem porque começar um processo pela fase final dele. Somente quem tem acesso a educação teria oportunidades melhores. Entendo que cursos são elitizados e não a universidade. Vou pesquisar sobre a renda dos alunos nos cursos de medicina de faculdade particular e publica.

                    • Medicina é na casa dos 80% são de alta renda, engenharias também. Pode pesquisar, ou andar em um campus de qualquer universidade pública brasileira que vc vera a realidade, aqui teve uma época em uma eleição de reitor que uma das maiores petições era pra aumentar o estacionamento, pois os alunos não tinham onde guardar os carros.

                    • Mario Souza

                      Tirando os parasitas, em rápida pesquisa, as universidades particulares não oferecem bolsas para todos os cursos, apenas os menos procurados, além disso o postulante tem que ser miserável para ser elegível e mesmo assim para pouquíssimas, para não dizer de um ou duas vagas. Sendo assim tem que mudar muita coisa para um dia termos universidades todas pagas, não o inverso, pagarmos para um dia quem sabe termos acesso! Coisa que no brasil demoraria séculos.

                    • Vc fala aqui ou lá fora? Pq sabemos que as bolsas nos Eua e Inglaterra são conseguidas por mérito, pq eles analisam sua vida escolar, o college só te “aceita” se vc for realmente bom estudante, mas bolsa qualquer um pode ter em qualquer curso, basta ser elegível. A Inglaterra teve essa mesma discussão que estamos tendo em 1997, e eles decidiram por cobrar pra manter o nível de suas universidades, primeiro anualmente, agora é mensal. A Alemanha por um tempo cobrou também nas universidades públicas, disseram que era pra nivelar a qualidade, apenas esse ano que pararam de cobrar. Podemos ter um destes modelos, mas do jeito que está não tem condições, as universidade brasileiras sucateadas e o governo pensando em aumentar mais ainda o ICMS pra custear, sustentar um monte de gente parasita, e outros que tem grana e poderiam sim estar pagando. Isso é pra ontem.

                    • Ernesto

                      Inclusive esses parasitas são os que normalmente ocupam cargos na UNE.

                  • Pedro Henrique

                    japão cobra até creche publica!
                    só que é baseado na sua renda, se você é pobre você paga menos ou se for realmente pobre o governo lhe da um auxilio pra pagar.
                    claro o jardim de infância é igualmente cobrado nas publicas.
                    uma coisa interessante é que se você tiver dinheiro, o valor da mensalidade em uma publica pode chegar ao mesmo valor de uma particular…
                    isso tudo fora o material escolar que vai bem mais material que em uma escola brasileira…

                    • Sim eles levam educação a sério, quando uma criança nasce os pais já criam uma poupança pra custear os estudos dos filhos. Aqui espera-se tudo do governo e se o rebento passar na federal o papai da um carro do ano ou um apt proximo pra eles estudar tranquilo (isso os ricos ne).

                  • leitor

                    O que se paga no Brasil em impostos é suficiente para proporcionar Universidades Públicas gratuitas. Se cobrar alguma mensalidade é como pagar duas vezes, e não haverá diminuição de imposto por isso além de não ser repassado para outro setor. Se há alunos bem de vida nas faculdades, eles pagam muito mais impostos também.
                    Por outro lado, educação deve ser gratuita em todos os níveis se o país quiser crescer.
                    Não adianta comparar com países grandes já desenvolvidos. Outros que não
                    eram grandes deram um salto à frente considerável com investimento em
                    educação. E isso é a maior chance do mais pobre ter curso superior.

                    • O Brasil cobra impostos de maneira errada, cobra muito no consumo e pouco na renda, um rico aqui paga muito menos IR e imposto sobre herança do que nos EUA e na Europa, engana-se quem pensa o contrário, no Brasil a média de imposto no consumo é 52%, a média mundial é 22%, esse tipo de cobrança afeta mais pobres. Os pobres sim sofrem pq não conseguem ter acesso a univers. pública, pois esta cheia de ricos que estudaram a vida toda em escola particular e fazem cursinho e passam facilmente em qualquer uma. Em país desenvolvido a única obrigação do estado é dar ensino básico de qualidade, superior e ate medio em alguns países como Japão, Inglaterra e Eua são pagos, a Inglaterra teve essa mesma discussão em 1997 e passaram a partir daí a cobrar a universidade pública. E outra, vc esquece que se a partir de amanhã o governo não tiver que arcar com as caras universidades públicas, podem se concentrar em certas áreas, como o ensino básico, que seria, como nestes países, de qualidade melhor. Hoje o governo gasta 4x mais com um aluno de univers. pública, que em sua maioria é rico e teria condições de pagar, do que um aluno de ensino público básico, maioria pobre das periferias, que nem chega na universidade. Isso é justo?

                • A Coreia do Sul recebeu muito investimento americano: sua localização é estratégica demais para que o país ficasse “pobre”. Além disso, o general que mandava lá era totalmente maluco.

          • leitor

            O leilão começou com a anta e o vampirão chegou depois.

            • Mario Souza

              Quem controla o país é esta M do legislativo chefiado pelo PMDB há décadas, e contestem eles, desagradem para ver o que acontece, estamos vendo agora!

        • Rbs

          Um especialista falou que qualquer ser humano no planeta que se sentir prejudicado com a concorrência chinesa . . . Que vá produzir na China seja la o que for, e pode levar consigo a certeza que irá ganhar dinheiro! A unica questão é que os seus conhecimentos suas experiencias serão compartilhadas com eles.

          • joao vicente da costa

            E assim, lenta mas inexoravelmente, os 2 bilhões de chineses caminham para dominar o mundo.

            • Evandro

              Já estão dominando a África, onde a mão de obra é mais barata e possuem muitos recursos naturais inexplorados.
              O Brasil tentou (está tentando) também botar seus pés la mas já sabem né…

              • joao vicente da costa

                Perfeita a observação: a Africa já está se tornando colônia chinesa ‘de facto’.
                E isso que o Brasil tinha tudo para se tornar um investidor preferencial em Angola, Moçambique etc., mas (mais uma vez) perdeu o bonde da história.

                • Na verdade os maiores financiadores do governo ditatorial de Angola foi o BNDES na epoca do governo Lula, capitaneado pelas empresas Odebrecht e Andrade Gutierrez, entre outras. Eles enriqueceram o caixa da família que hoje é bilionária, simplesmente uma das mais ricas da África, do ditador José Eduardo dos Santos e sua filha que é igualmente bilionária e mulher mais rica da África atualmente, Isabel dos Santos. Tem muita grana de impostos brasileiros ali.

    • No_Name

      Você é tontinha, hein, filha… Você leu a notícia? A marca não vingou, a fábrica estava operando com 10% da sua capacidade, acumulando prejuízos, porque não se sustenta. InovarAuto é o de menos aí. E pelo que me consta os funcionários não estavam recebendo salários, daí o motivo das greves.

      • Mr. Pennybags

        Os funcionários estavam pedindo AUMENTO. Equiparação salarial com outras empresas da mesma cidade.

      • Mario

        O ‘sem nome’, a garota está certíssima! O sindicato dos metalúrgicos de SJC e região é um atraso ao país. Fala ai, por que a GM está se retirando de SJC??? A pelegada que aceitou trabalhar e assinou o contrato com salários menores aos da GM por exemplo, por que agora fazem greve? Você deve ser um dos pelegos atrasados, do século XIX!!! A Chery errou sim, foi em vir ao Brasil, esta terra arrasada e de pessoas que só sabem levar vantagens! Não está contente com o emprego na Chery, pede demissão e seja capaz de entrar na Embraer!!!

        • Deadlock

          É trabalhador braçal querendo ganhar que nem gente especializada, só na cabeça dos vermelhos mesmo… Aliás tem um famoso, que mal sabe falar e escrever… até dá recibo de 31 de junho…

      • Inovar Auto impediu sim a Chery e outras empresas de trazer modelos mais modernos pra se firmar no mercado, o investimento pra se fabricar no país é gigantesco, tem de modernizar a planta, não é simples como imaginam, tanto que até hoje a empresa não consegue lançar o Tiggo2, se estivessem pelo menos trazendo alguns importados da China sem imposto maior, estariam com maior visibilidade e vendendo mais.

        • Zergling

          E graças ao inovarAuto, não tem fábrica, nem carro importado barato. Todo mundo se ferrou.

      • Zergling

        “InovarAuto é o de menos aí”
        Só houve a necessidade de montar uma fábrica no Brasil por causa do InovarAuto. Estava muito melhor para o consumidor quando o carro estava vindo direto da China por um preço menor que seus concorrentes. Agora não tem nem um nem outro.

    • Mario

      Concordo com Ariana!! Este sindicato é do tempo das cavernas! Pelegada que só sabe agitar e trabalhar que é bom, nada!

    • carroair30

      Sindicato so uma coisa a dizer: VTNC

      • Rbs

        Esse vtnc tem alguma coisa a ver com anal? kkkkkkkk

    • Zé Mundico

      Cortesia do sindicato devidamente “direcionado” por montadoras rivais que devem ter soltado uma ponta para, digamos, “estimular” a luta desses guerreiros.

  • Rodrigo

    Nem vou entrar no mérito se o sindicato está certo ou não, mas tenho várias pulgas atrás da orelha se esse mesmo sindicato não esteja de conluio com outras montadoras (se não associações de montadoras) com o intuito de minar operações de novos players no mercado. É de se pensar… Por isso que a fábrica da Jac só tem a pedra fundamental e um J3 enterrado.

    • Evandro

      Eu não duvido, sindicato sempre foi e sempre vai ser um clube de vagabundos ao meu ver….

      • Mario

        Concordo!

      • Mas se a teoria do Rodrigo estiver certa o clube de vagabundos não seria somente o sindicato , e sim as demais montadoras que se uniram ao sindicato. É a velha máxima, imagina você sendo funcionário público e eu empresário, eu lhe ofereço 100 mil para liberar uma licença que não devia ser liberada, se você aceita receber a propina significa que temos dois coruptos (nesse caso você é eu).

        • Evandro

          Sim, são farinha do mesmo saco….

    • So se o sindicato também atuar no BNDEs, pois pelo que consta o problema todo foi que a empresa que era parceria entre o Habib e a JAC, que seria a gestora da fábrica e dona do negócio, não teve empréstimo liberado junto ao banco, e como são altas somas de dinheiro, talvez o kra não quis molhar a mão e pagar as propinas devidas.

    • V12 for life

      A GM também tem problemas com o sindicato dos metalúrgicos do Vale do Paraiba, diversos modelos foram oferecidos para ser produzidos lá mas nenhum foi aceito, não tinha necessidade de uma nova planta de motores em Joinville pois a de São José dos Campos poderia ser atualizada e ampliada, o problema daquele sindicato é querer para os metalúrgicos o mesmo que é conseguido pelos petroleiros, que é o outro grande sindicato da região, mas se esquecem que existe uma diferença gigante entre uma montadora e a Petrobras, e entre funcionários privados e públicos.

      • Mario Souza

        Desde quando funcionário da perrobras é servidor público. Que besteira enorme, melhor ler isso que ser cego! O problema do país é esta sociedade analfabeta e sem cultura nenhuma.

        • Sergio Quintela

          petrobras mais de 50% é do governo, entao na pratica é a mesma coisa. petrobras se der prejuizo, governo cobre, dinheiro da viuva e dos pagadores de impostos, nao muda nada. é igual a JBS/odebrecht/eike que cresceu nao sei qts vezes com dinheiro do BNDES, é privado mas é como se fosse publico, sem o governo eles nao seriam nada.

          • Mario Souza

            As ações que pertencem ao governo são de 31% ou 34% se não me engano. Petrobras não dá prejuízo, o que ocorreu foi um investimento muito acima do valor dos ativos e o governo não cobre se por ventura ocorrer prejuízo, ela vende seus ativos ou faz redução de custos, pois tem potencial futuro de arrecadação. A única interferência do governo é nos preços de derivados de petróleo e nomeações de conselho e altos cargos. Os funcionários estão cobertos pela CLT, podem ser demitidos como qualquer outro. Infelizmente a maioria da população pensa erroneamente como você, é totalmente ignorante da situação e operação da empresa, mas gosta de falar sobre o que não tem a mínima noção! Acho que a culpa disso é da imprensa, que faz as pessoas supor que sabem das coisas baseados em meias verdades e informações de manipulação de massas!

            • Sergio Quintela

              governo define o presidente da petrobras, define preço do combustivel.
              quer maior poder que esse pra fazer muita mer**? olha o bendine que era
              presidente do bb e foi ser da petrobras. quer maior patifaria q essa.
              petroleira dar prejuizo tem que fazer muito esforço né, mas até isso
              aqui conseguiram por um tempo

              • SDS SP

                E os correios com prejuízo bilionário nos últimos anos. Para pagar essa conta precisa recorrer ao tesouro, que no final de tudo é o pagador de imposto que fica com à encrenca.

            • Em qualquer país livre a Petrobras ja teria falido há tempos pela ma administração, como essa Chery ae, mesmo sendo estatal na China, não esta aguentando operar no Brasil.

              • Mario Souza

                John D. Rockefeller costumava dizer que “o
                melhor negócio do mundo é uma companhia de petróleo bem administrada e o
                segundo melhor é uma companhia de petróleo mal administrada”.
                Você não tem a mínima noção do que seja prejuízo e endividamento.
                Outra coisa que você também não tem ideia é sobre desenvolvimento de produtos para um grupo específico de consumidores.

                • Sim com certeza vc citou um kra ótimo o único trilionario da história que precisou de unir vários governos pra fazer a mega empresa dele se dividir e acabar o monopólio.

              • Mario Souza

                Esqueci de dizer que em qualquer outro país livre no mundo a Samarco teria fechado as portas e a Vale teria sido responsabilizada e pago pelas mortes e danos ambientais causado em Mariana e cidades adjacentes!

      • Rodrigo

        Um tio e um primo trabalharam lá na GM de SJC. As estórias que contam sobre esse sindicato são de arrepiar. Tudo bandido. Não sei como a Chery foi se meter nesse ninho de serpentes…

      • Mario

        Na verdade o sindicato é de SJC e região (http://www.sindmetalsjc.org.br/) que é da “Conlutas”. Em Taubaté, onde está a VW, o sindicato dos metalúrgicos (http://sindmetau.com/) que é ligado a “CUT”.
        Esta central CONLUTAS é o pior atraso deste país!

    • Deadlock

      Teoria da conspiração. Idiotice, ninguém quer comprar carro chinês, nem francês. Só alguns comentadores desses sites de automóveis.

  • G.Alonso

    Acho que a Chery errou na hora de fabricar um produto por aqui. Ela deveria ter começado com o Tiggo e com o QQ, vindo depois com o Celer. O SUV e o subcompacto já tinha algumas vendas, e a fabricação nacional melhoraria a imagem dos produtos.

    • Pedro Henrique

      eu já acho que ela só errou na localização da fabrica mesmo…
      porque se fosse outro local ela poderia evitar ter que prestar atenção em sindicato e prestar mais atenção no que realmente precisa

      • Devia ter feito em Camaçari, como era projeto da JAC, la teriam todo apoio e suporte das empresas de autopeças que rodeiam o complexo da Ford.

        • Mr. Pennybags

          Ou até mesmo no paraná onde temos Audi/VW e Renault e não ouvimos tanta choradeira.

      • G.Alonso

        Pois é, nisso também errou feio.

  • Alvarenga

    O sindicato conseguiu, kkkkkk !

  • Clementino Zelador

    Já me deram o aviso prévio e vou perder meu emprego de vigia

    • Rodrigo

      hahahahahaha…………….

  • Bem que a GWM Haval, aquela que fez proposta pela FCA pra levar a Jeep e ser a maior em Suvs no mundo (já é a maior na China) podia comprar essa operação da Chery pra entrar em 2018 com seus suvs aqui, se vcs entrarem no site da Haval vão observar que são perfeitos para o atual momento. Outro que pode fazer proposta é o Sérgio Habib, podia em uma tacada só levar a Chery e também usar a fábrica ociosa pra fabricar o recém-lançado T40 da JAC. A CAOA é boa mas se envolve em um monte de falcatruas junto ao governo, lembra da compra das MPs do Lula?

    • Pedro Henrique

      a venda é só da operação da chery…
      isso significa que quem comprar vende chery por aqui, não haval ou qualquer coisa…
      a pessoa vai comprar só o direito de ser o representante da marca e de fazer os planos de produtos e coisas do tipo (que caminho a filial vai seguir, só que isso sendo independente da matriz, igual a Hyundai CAOA)

      • Mas é provável que alguem que comprar, como vai ter mais de 50% das ações, como diz na matéria, terá poder de decidir qual produto lançar, e deve ter alguma cláusula pra proteger isso, se o kra quiser fabricar de outra empresa na mesma planta, pq não? Não teria pq a Chery ser contra. Estamos falando de controle acionário praticamente.

        • Pedro Henrique

          não, geralmente as marcas são bem céticas nesse ponto, você pode escolher qualquer produto DA MARCA na china pra vender e fabricar aqui, além de tropicalizar como quiser ou então como a JAC fez recentemente, pagar do bolso(50%) um projeto exclusivo junto da marca de um carro novo (T40 por exemplo)

          • Bom se for assim e se for a CAOA, tomara que ela trague então os produtos bons da Chery, mais daqueles caminhõezinhos da Rely, e as marcas boas do grupo a Qoros e essa nova tal de Exceed.

            • Pedro Henrique

              sim, acredito que produtos da Qoros se sairiam bem como uma linha mais premium e aí trazer os bons produtos que a chery ja tem na china…
              que são muitos, mas que por não sei que cargas d’agua ela não trouxe pra ca, como os arrizo..

              • Eu acho que nao trouxeram por questão de posicionamento de mercado, como so podem vender abaixo da conta de 4.800 carros/ano, eles tem de escolher o que trazer, e estes modelos são de alto volume, se trouxessem ultrapassariam a cota e ele encareceria por causa do IPI maior, bom mas isso ira acabar, ainda bem. Ano que vem poderão trazer qualquer modelo que quiserem, e o tanto que puderem vender.

  • Tochio

    Se for verdade o QQ vai passar ser o melhor compacto do mundo !!!

    • Raimundo A.

      Só o QQ? Difícil vai ser dizer que SUV da Chery será o melhor tendo os melhores Hyundai.

    • Paulo Eduardo Oliveira

      Pqp, verdade. A CAOA é excelente em transformar carros comuns em melhores do mundo. Kkkkkkkkkkkkkk

  • Marcel

    Parabéns para os sindicatos burros e metalúrgicos burros que aderiram a greve, e quem tem só dinheiro sem rabo preso com político é louco de investir no Brasil.

    • Mario Souza

      Nos outros países são fáceis de investir, aonde a Apple montou sua sede por causa dos impostos mesmo? Como é investir em empresas na China, já qué a maioria é estatal? Por que estão crescendo tanto se é um país socialista, comunista e de censura as mídias e reprime a liberdade?

      • Sergio Quintela

        segundo o lema chines do manda-chuva la: nao importa a cor do gato, no entanto que ele mate o rato. se o regime deles tem futuro ou nao, nao sei. mas eles vem tirando milhoes da pobreza por lá, diferente daqui, mas a china tem varios problemas sim, apesar de na parte economica eles deixarem rolar um pouco. parceria estatal lá é mais nas empresas grandes, tem muita empresa pequena na China operando com liberdade economica, e tirando milhoes de chineses da pobreza. mas sim, eles tem mtos problemas nas liberdades individuais.

        • joao vicente da costa

          (Lembrando que tirar “milhões” de chineses da pobreza, dado o tamanho da população de lá, é equivalente a dizer “tiramos milhares de brasileiros da pobreza”, ou seja não necessariamente algo relevante…)

          • Sergio Quintela

            Oi?

            • Sergio Quintela

              lá eles tiram com emprego, só pra lembrar…

            • joao vicente da costa

              Pensei alto.. relaxa.

        • Muita gente acha que a “falta de liberdade” chinesa é ruim, mas se pensar no empresariado chines, isso evitou que eles fossem dominados por Google, Facebook e afins. Hoje eles tem rivais tão grandes quanto, inclusive a Alibaba, que é atualmente a maior empresa de internet do mundo, a Huawei se tornou a 2ª maior em vendas de celulares e a primeira em soluções para tecnologia e telecomunicações, a Lenovo se tornou a maior em PCs e por ae vai… Uma coisa é fechar mercado para os outros, como se faz aqui, outra é fechar para que o seu proprio país evolua, isso quando se tem investimentos pesados ne.

          • Mario Souza

            A Xiaomi já vende mais celular que a Apple. O xiaomi mi6 é sucesso e vende mais que iphone na China. Se você entende e acredita no que diz não pode concordar com as políticas desse governo entreguista!

            • Não, o ranking geral a Apple ainda está na frente pq a Xiaomi deu uma caída na China está atualmente em quarto. Tem uma empresa chinesa que vende mais que é dona das marcas OPPO, Coolpad e VIVO. Mas ainda atrás de Samsung e Huawei.

              • Mario Souza

                Mercado rápido até na europa!
                Negócio da China! Huawei supera Apple na Europa; Xiaomi e Lenovo seguem na cola

              • carroair30

                PERA AI , NOS ESTAMOS FALANDO DE CARROS OU DE CELULARES ?? ENTAO DESCULPE ,UMA COISA NAO TEM NADA A VER COM OUTRA !

  • Ricardo Blume

    As chinesas no Brasil sempre terminando da mesma maneira. Tenho medo que a Foton em Guaíba siga o mesmo rumo sem nem mesmo ter inaugurado a planta. Bato na madeira e torço para que a Chery encontre uma saída.

    • Impossível, pois o problema todo dos chineses foi o Inovar Auto que acaba em dezembro. Em 2018 várias marcas novas chinesas vão aportar aqui, se estas que já estão venderem suas operações completamente vão perder esse bonde. Devem resistir e usar as plantas pra importar peças e produtos ano que vem, pois vai bombar.

      • Ricardo Blume

        Deus te ouça amigo.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Diferente da Chery a Foton tem parceria com um a empresa local sólida, no caso a Agrale

      • Ricardo Blume

        Esta parceria será por um tempo, até a planta em Guaíba ficar pronta. Até lá, os caminhões da Foton serão feitos na planta da Agrale em Caxias do Sul.

  • Davi Millan

    É uma pena a Chery estar vendendo o controle operacional, com o risco de até fechar as portas. Quanto menos concorrentes, é sempre pior, não importa qual seja.

  • jkpops

    Agora manda os FDP’S grevistas baba ovo de sindicato ir pedir esmola querem ganhar o mesmo que os funcionários de uma montadora com tradição e vendas consolidadas? tomem aí seus otários se eu fosse o xing-Ling dono da Chery fazia pior baixava as portas e colocava o prédio à venda e já era cambada de sindicalistas de merda…

  • Henrique

    E uma pena. Fiz 5 anos com um S18 da patroa. O carro não deu nenhum problema ate hoje, a não ser troca de óleos, filtros e uma válvula termoestatica. Não somente o bando de vagabundos desses sindicatos acabam o emprego dos trabalhadores, mas a Chery, errou em muita coisa como estoque de peças, redes de concessionárias limitadas, falta de peças e mal treinadas tecnicamente. Abuso nos preços das peças, pós venda deficiente. Apesar da fragilidade, e acabamento muito simples, os carros são bons. Quando essa porcaria e a enganadora da CAOA assumir, vão colocar os preços lã encima ! Torço para que não feche, ja estava pensando num tiggo 2.

    • CARnivoro

      POis é… lendo o seu comentário como um proprietário de carro da marca essa mudança pode até ser boa! Não digo só da CAOA mas de outro grupo assumir pois a Chery é mto amadora aqui no Brasil! Ela comete um erro após o outro e assim, mesmo com bons produtos não vai decolar aqui.

    • João Cagnoni

      Pode exemplificar o preço de alguma peça com preço absurdo? Ouvi falar que os preços eram bons.

      • Henrique

        E so vc comparar o preço de um par de amortecedores de um face, ou S18, o preço de 1 destes compra se o par de um nacional. Pode pesquisar também,. o valor de 1 homocinética, Há outros casos e exemplos mais gritantes.

        • João Cagnoni

          Pode citar preços?

  • ALVIN_1982

    O Tosca16 tá triste agora…

    • Gu.

      Acho que ele já sabia ou tinha uma leve suspeita… o.O

    • Tosca16

      Não, pelo contrário, todo mundo quer nos bastidores que a Chery Brasil firme parceria com a CAOA, e não temos a informação de ser por conta de prejuízos da operação brasileira, e sim da intenção da Chery aumentar sua participação de mercado ampliando o número de concessionários e reposicionando seu marketing no país.

  • DPSF

    A Chery deveria ter se instalado no nordeste, onde esses sindicatos parasitas tem menos força e os incentivos são maiores. Teria a opção de ser em PE ou BA. No sudeste os sindicalistas querem mamar.
    Segundo ponto, acho que a politica da Chery no quesito publicidade e produto foi errônea. Deveriam ter começado com o Tiggo e com o QQ, oferecendo preços competitivos e recompra garantida, plano fechado de manutenção a preços acessiveis e uma recompra garantida em x anos com x% do valor do carro nova, assim fidelizava o cliente e chamava a atenção de consumidores de marcas concorrentes. A Chery não fez nada disso e quem apostou em um Celer pode acabar com uma bomba na mão, com o carro saindo de linha e faltando peças, igual ao Cielo e Face… por isso fica dificil apostar em marcas chinesas aqui no Brasil. Elas não tem estrutura e pensamento a longo prazo. A MG tem otimos carros, bonitos e que aparentam ser resistentes, mas essa marca nao chega ao país, nossos vizinhos uruguaios, argentinos e os chilenos já contam com varias marcas chinesas interessantes e a gente fica com umas marcas que insistem em trazer so oq elas querem e ainda cobrar carissimo em carros que deveriam ser 30% ou 40% mais baratos do que as marcas mais consagradas. Assim fica dificil querer ter carro chinês em nosso país.

    • Mr. Pug

      A MG veio para o Brasil em 2011 por meio da Forest Trade. Venderam aqui o MG6 e o MG 550, mas sendo uma marca totalmente desconhecida aqui, com modelos caros demais, importados da China e apenas uma loja inicialmente (em São Paulo; uma abriu em Curitiba mas fechou rapidamente), não pegou. As vendas foram suspensas e há apenas uma oficina credenciada, em São Paulo capital.

      • FearWRX

        A MG só era MG até a década de 90, começo de 2000. Depois disso virou um monte de carro genérico chinês.

        • invalid_pilot

          Pelo preço que pediam na época dava pra levar algo muito melhor de marcas tradicionais, e o carro era ruim mesmo.

      • É outra que sofreu por causa do Inovar Auto, não podem trazer nada sem o IPI maior, pois não tem fábrica no país. Muita gente confunde mas só pode trazer dentro da cota de 4.800 carros/ano quem tem fábrica ou planos de ter uma, como fez a JAC por um tempo. Mas isso acaba em dezembro, vamos ver em 2018 se a MG volta, e a SAIC também.

  • Puma88

    Nem a empresa do país comunista aguentou a comunistada do sindicato.

    • Mario Souza

      Você sabe porque estão em greve, poderia me dizer?

      • Louis

        Porque querem um reajuste 102% acima da inflação. Porque também estão com preguiça de trabalhar.

        • Mario Souza

          Nunca vi ninguém pedir mais de 100% de aumento e ter preguiça de trabalhar. Já vi empresariado lucrar mais de 100%!

          • SDS SP

            Acredito que ele quis dizer que o aumento proposto pelo sindicato é mais do que o dobro da inflação prevista para este ano.
            E aqui por nossas bandas, o empreendedor precisa lucrar o máximo possível, diante da imprevisibilidade da nossa república das bananas.

  • Ricardo

    Cielo é lindo.

    • João Cagnoni

      Prefiro até a Daiane dos Santos.

      • joao vicente da costa

        HAHAHAHAHAHAHA…

  • Felippe2010

    Parabéns ao sindicato e os inteligentes dos “cumpanheiro que trabalham” na Chery Brasil, o objetivo foi alcançado com sucesso, é uma pena essa noticia porque a marca investiu pesado em nosso país.

  • Mr. Pug

    Parece que a única saída é a CAOA mesmo. Mesmo com toda “desgraça” é graças a ela que temos a Hyundai ininterruptamente no país desde o ano 2000. O que ela conseguiu fazer com a imagem da coreana aqui (que foi, literalmente, do lixo ao luxo) sem dúvidas contribuiu para a decisão da matriz de construir uma fábrica no Brasil e produzir o HB20, carro que pode ser considerado o divisor de águas no segmento dos compactos – pra quem não sabe, a marca saiu do país duas vezes na década de 90, a última poucos meses após ter retornado, deixando os compradores dos seus carros sem assistência alguma.

    Eu não duvido que se não conseguirem repassar a operação brasileira os chineses irão embora de mala e cuia e encerrarão de vez a marca no país sem fazer cerimônia. Péssimo para quem, corajosamente, ousou comprar um de seus carros.

    • FearWRX

      O que a CAOA conseguiu fazer com a Hyundai foi um caso, mesmo com as polêmicas de MELHOR DO MUNDO e cv-caoa (que atinge até a Subaru, acredite), de sucesso incontestável. Sem dúvida acertaram em cheio com a Hyundai.

      Uma pena a Subaru estar lá esquecida e às traças, outra com muito, mas muito, potencial mesmo, e tá lá capengando.

      • joao vicente da costa

        Eu apostaria que o sucesso da Hyundai no Brasil se deve menos à CAOA e mais ao esforço mundial da própria Hyundai para mudar de patamar – trago como exemplo o caso da Mitsubishi, igualmente representada no Brasil pela CAOA: Como lá fora a Mit esta(va) definhando, no Brasil não foi diferente… poucos modelos, preços altos, linha ficando defasada…
        Não consigo enxergar a CAOA sendo um diferencial real na operação de qualquer marca que represente aqui no Brasil (já seu potencial para fazer estragos, esse sim me parece ENORME…)

        • Nesse momento a Chery esta se modernizando rapidamente, acho que a CAOA tera uma nova Hyundai nas mãos, se comprar esta fábrica e trazer todos os bons modelos da marca (principalmente Qoros e Exceed, as marcas que lançaram pra vender na europa).

        • Mitsubishi é representada pela Souza Ramos até 2024, isso se a Renault-Nissan não romper o contrato antes.

          • joao vicente da costa

            Você tem TODA razão! Me confundi totalmente… Obrigado!

  • Mario Souza

    Nem dá para discutir com os comentaristas imbecis que escolheram um lado para criticar.
    Meu irmão trabalha há mais de um ano com o plano médico suspenso, o vale alimentação sai de vez em quando, normalmente com 2 meses ou mais de atraso. O salário idem. FGTS, INSS todos atrasados há mais de um ano, contudo continua indo trabalhar para justificar em algum momento receber. Tudo isso quando recebe não tem o menor ajuste devido ao atraso, aquilo que se paga nas contas. Daí, já está anunciado a redução salarial em torno de 50%, porque menos que isso já fica abaixo do salário mínimo, logo após o maldito dia 11/11. Dia esse que permite ao funcionário que não deseja a redução salarial saia de mãos vazias ou aceite o que lhe impuserem. Daí, se você faz greve para receber seus direitos sonegados durante mais de um ano, pronto, sindicado não presta. Eu mesmo tomei uma volta da justiça em um processo semelhante ao colega de trabalho e perdi escandalosamente. Correram boatos de dindim rolando solto, mas não posso provar então tenho que entubar.
    Vejo que aqui todos estão muito bem, graças a Deus, vivem num lugar de justiça de olhos bem abertos, empresariado que só pensa no desenvolvimento do país, políticos preocupados com o povo e ainda veem o Coelho da Páscoa e Papai Noel no Natal.

    • Rodrigo

      Sou empresário, NUNCA TIVE FÉRIAS, NÃO TENHO 13º (ESSA ABERRAÇÃO), NÃO TENHO FGTS (OUTRA ABERRAÇÃO), PAGO 100% DA MINHA PREVIDÊNCIA E 100% DO MEU PLANO DE SAUDÊ.

      Sê continuar pesando como esse maldito PT quer, continuaremos vivendo num país de pobres.

      • Mario Souza

        Se acha que está ruim, vai ser trabalhador e ganhar 1239,00 por mês bruto depois vem se lamentar. Melhor pensar como esse maldito do PT do que ter que trabalhar, por exemplo, para você e ganhar salário de fome, depois morrer trabalhando sem aposentadoria e ter que enfrentar hospital público e morrer sem atendimento como estamos cansados de ver. Deixa de bater panela na varanda da cobertura, larga o carro importado e os vários aluguéis dos imóveis e vai comer a ração do dória num abrigo publico!

        • Diego G. de Lima

          Já disse uma vez e repito, quero mais é ser defendido por sindicato mesmo porque patrão só quer escravizar. Esse é o perfil do empresariado brasileiro mesmo, quer que você trabalhe, sem 13º, sem FGTS, sem nada.

          • tjbuenf

            É tipo o Rodrigo ali em cima que não quer pagar férias, 13º, FGTS, previdência nem nada mais.

          • Mario Souza

            O problema do país é essa sociedade podre, que acham que o dinheiro serve para lhes dá prazer, as obrigações são torturas. Infelizmente não podem fazer tudo sozinho e tem o desprazer de ter funcionários que desprezam, ter que pagar uma miséria para aquele pobre infeliz. Ele disse q não tem previdência, porque não quer, pois eu pago uma para mim é mais duas para meus filhos, pois se depender dessa porcaria que pagam morro de fome.

            • Sergio Quintela

              Mario e amigos acima, sinto pela situacao, de ngm tá facil. Mas procurem ter uma visao mais macro da situacao, e o que levou a este problema, e o que pode tirar-nos dele. Olha um caso envolvendo montadora, dá pra ter uma ideia de como nossas leis atrapalham quem quer dar emprego e criar mais concorrencia entre trabalhadores, que é o unico jeito de aumentar salarios sustentavelmente: mises.org.br/Article.aspx?id=2649

              • Mario Souza

                Então você está por dentro da liberação do visto de trabalho no país. Sabe que a maioria das empresas estrangeiras trazem trabalhadores do seu país? Sabe que a maioria das empresas estrangeiras não segue as leis trabalhistas em vigor? Sabe que a terceirização foi um processo contra uma empresa chinesa que comprou a lei em favor deles? Infelizmente esse país não presta, e o povo é o responsável por isso. Sabe da história da criação da Vale e CSN? Que os EUA explorava o minério, exportava para seu país e importava máquinas para o brasil a preço de ouro para as fábricas, até Getúlio acabar com essa mamata. Empresário no brasil tem o mesmo pensamento desde sempre, ao invés de querer ganhar dinheiro desenvolvendo o país quer ganhar dinheiro explorando o país e ficam com raiva de quem discorda! Salvo alguns imigrantes daquela época que pensavam em desenvolvimento.

              • Diego G. de Lima

                Colega Sergio eu só sei é que se com o Ministério do Trabalho já é essa bagunça imagina o regime de escravidão sem. Eu já li e estudei razoavelmente pra ratificar o que comentei: nas relações trabalhista eu quero mais é sindicato me representando mesmo, nessas situações a “união faz a força”.
                A Chery quebrou simplesmente porque brasileiro não quer carro chines, simples assim, vários elogiam, quero vê é levar pra garagem.

                • Sergio Quintela

                  blz, eu penso o contrario, e que bom que agora é opcional o pagamento de 1 dia de trabalho anual.

                  • Fábio Costa

                    Não conte com isso. parece que o vampirão já está em conluio com representantes sindicais pra trazer de volta essa aberração.

                • Iran Borges

                  Acho q a chery quebrou pq o governo interveio pra proteger o cartel interno.

        • Mr. Pennybags

          Te ofereço o mesmo. Se acha ruim ser trabalhador, poupe a vida toda, arque com os custo de abrir uma empresa, com os custos da CLT e seja feliz.

          • Mario Souza

            já estamos fazendo isso aqui em casa, pois depois de 20 anos de trabalho, faculdade, pós e outros receber salário mínimo para aturar explorador não é opção de vida para ninguém!

            • Ernesto

              Então agora você se tornará um explorador? Quem sabe assim você não mude sua visão do que é ser empresário, aquele cara que rala muito para conseguir ganhar um dinheirinho e que tem um sócio fdp que não faz absolutamente nada para ajudar, mas sim que o atrapalha de todas as maneiras possíveis. Sim, o Governo é esse sócio.

              • Mario Souza

                Com a oferta de um salário de 1500,00 a recomendação é não aturar patrão miserável nenhum. O sócio só pensa em como manter o poder e o dinheiro 💵 da aposentadoria bem elevado com a contribuição do povo.

                • Ernesto

                  Quer dizer que você terá uma rotatividade enorme de funcionários? É isso que você quis dizer?

        • Iran Borges

          Acho q isso não é muito culpa de empresário. Empresário médio, na maioria dos casos aqui no brasil, se ferra e muito. Está no mesmo barco que o empregado… talvez com menos água na canela, mas enfim

          • Mario Souza

            Isso é problema da sociedade do país colônia. Só olham para seu umbigo quando da ruim reclamam dos outros.

      • Paulo Júnior

        Quero ver você ganhando um salário mínimo e falar essas atrocidades, pensa no próprio umbigo e não está nem aí para os outros.

        Não existe só o PT como partido político no Brasil e o correto é SAÚDE e não SAUDÊ.

        • Louis

          E o quê esse pessoal que ganha um salário mínimo faz para melhorar seu próprio salário? Se aprimora? Melhora produtividade? Faz um excelente trabalho? Não! Fazem greve! Criticam quem põe comida na mesa dele!

        • Ernesto

          O chororô é grande, mas fazerem alguma coisa para melhorar, fazem? Tente ser empresário, que seja aquele cara que abre um botequinho, ou qualquer outro. Você terá para sempre um sócio vagabundo que em nada o ajuda, só o atrapalha. E que não está nem aí se você tem lucro ou prejuízo porque o dele está garantido. Dá para saber quem é esse sócio, não dá? Pois é, o Governo! Aí a culpa é do cara que tenta crescer na vida…cada pensamento desse povão…

      • CharlesAle

        O sonho desses inúteis vermelhos é transformar esse País em uma Venezuela, essa é a verdade..

      • Mr. Pennybags

        Td mundo enche a boca pra falar dos EUA, que lá o carro é barato que lá é bom de viver, mas esquece que lá não tem nenhuma dessas patifarias.

        • É ótimo viver nos Eua, ainda mais pra rico ne, kkk la o imposto de renda IR é bem maior que o do Brasil, na casa dos 40% (aqui não passa de 27%, mesmo que vc seja um Neymar da vida) e o imposto sobre heranças é na casa dos 30% (o nosso é no maximo 8%, um dos mais baixos do mundo). Sem contar que nos Eua vc paga pela universidade, mesmo públicas cobram, e pela saúde, não tem SUS. Queria ver se os brazucas que reclamam disso tudo aguentariam viver nos Eua pagando tudo que eles pagam.

          • Mario Souza

            Se você sabe desses coisas porque não pensar em um mercado aberto em favor do nosso país ao invés de ser favorável ao país explorador?

            • Não sou favorável a exploração, apenas estou colocando que muita gente fala dos EUA mas esquece destas diferenças básicas principalmente para os mais ricos e o empresariado como o Brasil tem benesses que países como EUA e Europa não tem. E ainda assim o povo aqui só sabe reclamar que paga muito imposto etc..

          • Iran Borges

            Sei lá cara… não vejo o americano médio ou pobre sair de lá pra vir pra cá sob o argumento de que lá é ruim e aqui é melhor.

            • Eu estou sendo irônico, é óbvio que o sistema deles é mais justo, mas muita gente aqui pensa que lá é tudo muito fácil, mas as diferenças entre o Brasil e os Eua são principalmente estas, eles fizeram essa reforma tributária nos anos 80, e hoje colhem os frutos, impostos deles no consumo baixissimos, na casa dos 17%, os nossos passam dos 52%, e os de renda deles são altos, herança, transações financeiras etc.. e os ricos ainda assim pagam por praticamente tudo, literalmente, aqui pagam pq a pública é ruim, lá pagam pq não tem mesmo, saúde, universidade mesmo pública é paga, estradas pagas, etc… Não pagamos mais impostos que eles, apenas pagamos mais no consumo e menos na renda. Aqui pobre sofre muito mais pra pagar imposto que lá.

              • Iran Borges

                haha foi mal… tu pareceu bem sério, até fiquei em dúvida kk

              • Ernesto

                Já estava escrevendo para você quando li seu último comentário.
                O que eu acho mais engraçado é ator/cantor brasileiro exaltar a esquerda e querer morar nos EUA. O que tem de globais fazendo isso não é brincadeira…

                • Mario Souza

                  Será que é por causa da violência, da falta de crença em melhora de alguma coisa no país?

            • Mario Souza

              Mas daí tem outras questões não é mesmo, a violência e todas as outras M deste país. Além do que eles tem algo que brasileiro nem sabe o que é. Nacionalismo!

      • Daniel

        E tem um detalhe: você ainda é visto como “vilão”.

        • Dario Lemos

          Pois é, basta ler alguns comentários. O problema é que se esquecem que em todas as profissões existem os profissionais bons e ruins mas temos o costume de generalizar (eu me incluo nisso). A imagem que fica é sempre daquele que quer levar alguma vantagem, que é característica de parte do povo brasileiro.

          • Ernesto

            Além disso, esse povão que reclama de empresário não separa o empresário, dono de um pequeno comércio, de um dono de grande rede de lojas. Botam todos no mesmo bolo.

            • Mario Souza

              Da mesma forma como faz o IBGE e alguns abrem a boca para dizer que a economia esta melhorando, que está surgindo empregos. kkkkk
              Segundo o IBGE se você é camelo já é empresário, já não esta mais desempregado e se você não procura emprego também já sai da lista.
              Todos somente olham seus umbigos, pequeno ou grande empresario, empregado ou autônomo, quando todos se convencerem e resolverem dividir os prejuízos e lucros estará tudo certo, sabe quando? Nunca!

      • Mas vc lucra muito, pois não é obrigado a pagar os salários de primeiro mundo, se vc vivesse nos Eua ou Australia, ou europa, teria de pagar no mínimo entre 12 a 18 dolares por HORA (salário mínimo, dependendo da profissão é ainda mais). Tens sorte de ser empresario no Brasil, pq aqui o imposto de renda é uns dos mais baixos do mundo, o imposto sobre heranças é quase 5x menor que nos Eua, so pra citar um ex. e rico raramente vai preso ou é julgado como em países desenvolvidos.

      • Ernesto

        Rodrigo, infelizmente essa massa acéfala que existe no País não irá mudar, justamente por não ter capacidade de pensar.

    • Cesar

      Não existe esse negócio de redução salarial simplesmente porque a legislação não permite. Redução de salário somente com redução de horas trabalhadas e com acordo coletivo.

      • Mario Souza

        Depois do dia 10/11 a lei permite!

      • Reforma trabalhista amigo!

  • Fernando

    Dificil pensar em ter um carro chines no Brasil. Do mesmo jeito q elas vieram pra ca, estando saindo, uma a uma, de pouco em pouco.
    Ai como confiar? vc vai la, compra um carro, passa 2 anos, a marca vai embora, vc q comprou fica como? sem peças, sem nada, vira sucata.

    Sei q se parar na mao da Caoa, isto nao acontecerá com esta marca, mas e as outras?
    tem que passar muitos anos, trazer carros melhores e sem visual chines pra começar a emplacar aqui, tal qual fez a Hyundai nos anos de 2010 mais ou menos pra frente.

    • Calma que isso já esta pra acontecer, em dezembro acaba o nefasto Inovar Auto, que atrapalhou nao so chineses mas tambem outros importadores, e ate mesmo o mercado em geral, demoramos pra ter novidades que são comuns nos países desenvolvidos, agora que estão pensando em trazer pra ca hibridos, eletricos estamos longe ainda, autonomos nem no sonho, mas vamos torcer que com o fim desse programa tudo se ajeite.

  • Uranium

    Aguardando aqui os defensores falarem que chinês é ótimo negócio, melhores carros, que brasileiro é preconceituoso e bla bla bla…

    • Louis

      Temos que torcer para uma maior concorrência, mas já era previsível o que está acontecendo com a Chery.
      Estão tomando prejuízo gigantesco para sustentar a estrutura montada, estão pagando para trabalhar.
      Construir uma fábrica desse tamanho antes de consolidar a marca, ainda mais num país com sindicalistas sangue-sugas, pediram para dar errado.

    • Melhor é o Brasil ne kkk tem varias fabricas de carros e nao precisa fazer um programa idiota protecionista da noite pro dia pra proteger suas marcas proprias uhu #sqn

      • Uranium

        Ta. Carro chinês continua um lixo em todos os aspectos…

        • Vc ja ando em TODOS os carros chineses? Olha vai ser bem difícil, se sua resposta for sim vc é um ninja, pq na China tem mais de 100 marcas proprias, muitas com uma infinidade de modelos. Agora se está se baseando apenas nas marcas que operam aqui, já andou no JAC T40? Qual sua opinião sobre ele? É tão pior assim que seus concorrentes diretos?

          • Uranium

            Preciso provar veneno pra saber que faz mal? Tem mais de 100 marcas, mas as únicas que prestam são a Qoros e a Great Wall e olhe lá…

            E sim, o T40 é um carro pior que a concorrência, até a imprensa tem falado. É bem equipado, acabado, mas deve em qualidade e engenharia, como sempre. Isso porque ele é dos melhorzinhos…

            • Kra como levar a sério algumas matérias que dão vitória ao zeronix com aquele interior mal acabado em relação ao T40, são em sua maioria compradas, e na matéria aqui do NA ele foi bem elogiado. E vc esta bem por fora, várias marcas chinesas já são mainstream e tem bons carros, como a Geely, BYD, GAC, Chang’an etc.. No caso da Qoros vc quis dizer então a Chery pois ela é dona dessa marca e da recente Exceed. a GWM é dona da Haval e da WEY. Os chineses estão avançando e comprando marcas.

    • invalid_pilot

      Melhor não sei, mas similiar a carros de fabricas mais tradicionais em alguns casos, sem dúvidas.

  • V12 for life

    Todos já prevíamos isso, a Cherry chegou no momento, lugar errado, estratégia e os produtos errados, e ainda teve de lhe dar com o sindicato errado, e perceberam da pior forma que o Brasil não é a China.

  • Tosca16

    Já tínhamos a informação, e não é bem essa de por causa dos prejuízos e sim pela má administração da Chery Brasil que a mesma quer firmar a parceria com o grupo CAOA, que segundo alguns já está confirmada, Chery que dividirá a produção de modelos, ficando com o Tiggo2, New QQ, Celer e talvez já o Tiggo7 e segundo fontes CAOA montará em GO o Arrizo5 e Tiggo5 já a partir do ano que vem.

    • tjbuenf

      Finalmente Tosca assume que trabalha na Chery…

      • Lucas Oliveira

        Recebi de lá, de um funcionário da empresa. Cara, não sou funcionário da empresa não. Se fosse falaria abertamente.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Faz muito sentido por que já há alguns anos CAOA e Hyundai são um casal separado que divide a mesma casa por conveniência.
      Assim a CAOA passa a fabricar e distribuir os Chery na sua ampla rede e a Hyundai passa a ser o único distribuidor de seus produtos no Brasil e é possível que comprem a fábrica da CAOA em Anápolis por conta da produção do HR e para expandir a produção dos HB20 e Creta.
      E para não ficar fora do segmento dos VUC é possível que CAOA nacionalize a produção dos Rely que há pouco tempo deixaram de ser comercializados pela Venko.

      • Tosca16

        Creio que hoje o casamento “rompido” mas de fachada com a Hyundai vai ficar até lá pra 2022 sabe-se lá quando termina o contrato da CAOA com a Hyundai, e depois sim, rompem de vez… enquanto isso o marketing de uma Chery-CAOA seria feito meio que diretamente a Hyundai, trazer alguns SUV’s da Chery, bater na tecla que os chineses são os coreanos de outrora… Chery é líder na china (exportações), marca que tem designers renomados… e aos poucos pegar aquele cliente de HB20, Creta e Tucson pra Chery.

  • Sergio Quintela

    Celer, o melhor compacto do mundo! Eleito pela JD Power em Setembro/2017.

  • Haggard

    Posso até estar errado em falar isso, mas pra mim, isso aí é efeito do protecionismo.
    Foram “obrigados” a se instalar por aqui para não serem barrados com cotas ou impostos mais altos, não venderam bem (até por que, nunca vi muito marketing da Chery, pra ser sincero) e agora amargam prejuízos que, se bobear, se ninguém comprar nada, vai é acabar abandonando o país e deixar os milhares de brasileiros que compraram seus carros, com um abacaxi sobre rodas.
    Depois quando eu falo que não dá pra confiar muito em carro/marca/montadora chinesa, nego cai de pedrada em mim…

    • O protecionismo acaba em dezembro amigo, então é so eles segurarem mais um pouco as pontas, já estarão em vantagem sobre outras marcas de importados, pois quem tem fábrica é mais fácil tropicalizar os modelos, trazer, testar, mudar o que for preciso. Tipo a fábrica da Mercedes em Juiz de Fora mesmo depois dos prejuizos com o Classe A não fecharam, mantiveram e hoje usam ela ainda. A Chery tem de segurar um pouco.

      • Haggard

        Sim, concordo, mas pelo visto, eles não parecem estar afim de esperar muito mais não.
        Pra quem tá armagando em prejuízos, qualquer tempo a mais, só se enforca mais ainda, afinal… time is money.

        • Essa jogada da Chery é muito esperta na verdade se livrar da operação para alguém mais experiente mas manter ações pra num futuro próximo voltar a tomar a frente.

  • Dreidecker

    Consequência da seleção totalmente equivocada de produtos ao Brasil.

  • Sérgio Barbosa

    Sinceramente, acho que o sindicato não pode ser culpado. A greve é só consequência da má administração. O que deu a entender é que os investimentos foram errados. Colocaram muito dinheiro para trazer os modelos errados e não investiram muito bem em marketing. Nem lembro de ter visto propagandas dos carros da Chery. A marca ficou muito escondida.

    • ahah os kras querem os mesmos direitos da GM, onde a maioria trabalhava antes, sendo que a GM vende 1000x mais que a Chery em nosso mercado, o que eles tem na cabeça?

  • Racional..

    Batemos panela para isso. Brasil se afundando.

    • Dario Lemos

      Não adianta reclamar parado, tem que agir. Mas o brasileiro quer fazer isso ? Só faria se proibissem futebol, carnaval e novelas, aí sim, teríamos uma revolução armada.

  • MIN💀S

    Agora os grevistas podem pedir emprego no sindicato.

    • Racional..

      Ou no Planalto.

  • Andre Maruska

    Sinceramente acho que a culpa é toda da Chery. Tinha tudo para dar o pulo do gato e vender muito aqui. Com uma fabrica nao trouxe ainda nem o Tiggo novo. Tentando vender QQ e Celer quer o q? Mercado pedindo SUV a torto e a direito, ela com Tiggo 5 e 7 por que nao estao sendo vendidos aqui? Claro que vai quebrar! Agora CAOA pega a administracao, tras os carros certos, vende horrores e pronto. Mas so o tempo dira.

    • Fizeram sim o investimento errado, acharam que iriam bombar vendendo carros baratos, acham que o Brasil é a China, aqui carro não é bem de consumo e sim investimento, as pessoas irão no mais caro mesmo se apertando mais so pq ele é bom de revenda e desejado. Deviam ter desde o inicio investido apenas em Suvs e Crossovers.

  • Eduardo

    Quem não tem qualidade, não se estabelece.
    Quem assumir o controle irá amargar um enorme prejuízo. Boa sorte ao aventureiro que assumir essa pica!

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Mas Õnix não tem qualidade e tá estabelecido

      • Dario Lemos

        Mas tem multimídia, Onstar, é “bunitinho” e é GM.

        • Hugo Leonardo Dos Santos

          Hahaha

        • Coisa mais fácil para os chinas é colocar multimidia e telinha no painel kkk

      • invalid_pilot

        Kwid é a mesma coisa, brasileiro compra a marca e não o produto.

        • Hugo Leonardo Dos Santos

          Kwid ainda não se estabeleceu de vez.

  • Diego

    Isso acontece devido: Preconceito com veículo Chinês, falta de peças em fornecedores independentes, falta de mão de obra com qualificação técnica que não seja os concessionários, falta de concessionários , um ou outro, no RJ tem apenas uma única concessionária, o principal, falta de marketing, nunca vi nada parecido, eles simplesmente não divulgaram os produtos.

  • zekinha71

    Pelo menos agora o pessoal do marketing da Chery vão ser demitidos e vão poder descansar, pois trabalharam muito esses anos.
    Quando anunciaram que a fábrica ia ser em Jacareí, muitas pessoas comentaram que ia dar errado por causa do sindicato, daí juntaram produtos errados com publicidade zero e eis uma fábrica falindo.
    Mas teremos em breve os melhores chineses do mundo, ou até do universo.

  • octavio cesar godoy

    Parabéns aos funcionarios, parabéns ao sindicato, tomara que fiquem 5 anos sem emprego, passando fome pra largar de ser burros

  • Elinho Casagrande

    Demorou! Maior prazer que tive nos últimos anos foi conseguir empurrar o Tiggo da minha esposa em uma troca!! Ufa!!

  • Filipo

    Eu por um lado não gostei, pois apesar dos grevistas serem ignorantes, ficarão sem emprego. Mas por outro lado gostei, pois não curto carro chinês. Sou pré-conceituoso mesmo! Por que os chineses não estão produzindo suas tralhas nos EUA ou europa? Ah, não aceitam lixos por lá? E por que lixo para o Brasil? Saiam fora, não maltratem ainda mais nosso povo!

    • Nicolas Farias Jarjous

      Na verdade na Europa eles produzem sim, apenas nos EUA que não, mas na américa latina produz.

    • Vc que se engana, ja produzem nos Eua sim, tem algumas empresas gigantes chinesas investindo em carros eletricos nos Eua, já tem ate fabrica construindo, e tem prototipos. Na Europa eles ja criaram ate marcas exclusivas, mas é claro, se nem japoneses e coreanos conseguiram ainda dominar o mercado europeu, não vai ser fácil para os chineses se destacarem por lá. Eles estão então comprando as fábricas, como a Geely que comprou ja a Volvo, a Lotus e a empresa de Taxi Londrino, e a GWM (Great Wall Motors), líder chinesa em Suvs, fez proposta de compra pelo grupo controlador da Fiat e Jeep, a FCA.

  • Moisés Nunes

    Acredito que o problema da Chery foi a estratégia. Comparando com o mercado de motos, a Dafra começou do nada e hoje é terceiro lugar em vendas. Entender o mercado e o gosto dos compradores é fundamental e aparentemente a empresa não foi sensivel a isso.
    Sindicato e inovar auto foram apenas a cereja do bolo. Uma pena. Acredito que na mão da Caoa a Chery possa vingar aqui no Brasil.

    • A Dafra não é um case de sucesso. Tem participação infima num mercado onde mais de 80% é da Honda e outros 8% é da Yamaha. E os outros 12% é pulverizado em cotas de mais ou menos 1% para cada fabricante, onde volta e meia o terceiro lugar se reveza entre Traxx, Shineray, BMW, Suzuki, Dafra e Haojue. Dafra não chega nem a 5% do mercado.

      A Honda só lidera por incompetência das outras.

  • REDDINGTON

    Quem comprar ganha de brinde um bone colorido com hélice em cima…

  • Marcio Souza

    Sindicatos sanguessugas + empresários vorazes + governo insaciável + produtos com segurança veicular em cheque = marca fechando fábrica.

  • Zé Mundico

    Tem jeito não. Vendendo 200 carros por mês mal dá para pagar a conta de energia.
    Acho melhor admitir que carro chinês não emplaca por aqui, seria mais honesto. E para ser sincero, carro chinês só vende mesmo lá na China e em países lá perto, tipo Vietnã e Cambodja e alguns países da África.
    Entendo que o ciclo do carro com motor a explosão está acabando e os chineses já deveriam ter visto isso. É uma tecnologia esgotada que não tem mais para onde ir e que não gera mais pesquisa, investimento nem grana. Acabou, passou, morreu.
    O ciclo do futuro é carro elétrico e compartilhado e é nisso que os chineses devem estar se empenhando. Esses carrinhos fulêros deles não valem o que o gato enterra e para piorar, eles não entendem p$##@ nenhuma de marketing e pós-venda.
    Chinês acha que basta vender “balatinho” para fazer sucesso mas são tão tapados que esquecem que o mais importante da venda é manter o cliente perto DEPOIS DA VENDA!
    E agora que a CAOA que vai assumir o negócio, podemos esperar todo tipo de presepada e vigarice de um grupo sem nenhuma credibilidade nem alcance.

    • Uau kkk sabe tudo mesmo a maior vendedora de SUVs atualmente é chinesa, a GWM Haval, que aliás fez proposta pela FCA. A Geely está se tornando um conglomerado pois comprou marcas europeias. A China tem várias marcas de elétricos já, destaque para a BYD, tem empresa chinesa construindo fabricas de baterias e carros elétricos nos EUA. Veja só! E o governo chinês ate já decretou fim do carro a combustão naquele mercado daqui uns anos…. E parece que eles não entendem mesmo ne kkk

      • Zé Mundico

        É grande lá na China e em países periféricos. Em quais mercados importantes montadoras chinesas lideram ou estão entre os primeiros?

        • Esta dando lucro pra eles não esta? Estão evoluindo não estão? Precisa ser líder em mercados importantes pra ser bom ou grande?

          • Zé Mundico

            Lucro desse jeito, fechando fábrica? E como evoluir sem lucro?
            Não precisa ser líder mas tem que ter presença e volume de vendas. Fora isso, é melhor cair fora mesmo.

            • Kra existem várias marcas que vendem bem localmente e nem por isso precisam parar de produzir só pq vc acha, os chineses começaram tímidos mas já tem marcas em primeiro lugar no mercado mundial, é so uma questão de tempo para os carros chineses seguirem o que fizeram em ramos de tecnologia, bancos, mineradora, etc.. pesquisa as 50 maiores empresas globais da Forbes no momento, vc vai se surpreender com o número de chinesas no top 10.

              • Ernesto

                Por curiosidade, qual marca chinesa lidera algum mercado automotivo que não seja a China? E onde seria isso?

                • Primeiro lugar em vendas no caso de volume e não números de mercados onde atua. Acho engraçado criticarem eles por atuarem só localmente, mas estamos falando em um mercado de + de 20 milhões de carros/ano. Se vc considerar a região paises como Indonesia, Filipinas, Índia, Rússia, Austrália e Africa já da um mercado maior que os EUA e a Europa, senão maior em números absolutos. Por isso que demoram a sair da região asiática.

                  • Ernesto

                    Na verdade eles não atuam somente localmente. Tentam ter maior penetração na Europa, querem entrar nos EUA…aqui mesmo no Brasil eles já estão presentes há um bom tempo.
                    E a minha pergunta foi baseado no que você falou, que os chineses já tem marcas em primeiro lugar no mercado mundial. Então perguntei qual o mercado, que não seja o chinês, em que uma marca chinesa lidera. Pelo jeito, nenhum, não?

            • A China tem mais de 100 marcas proprias só de carros e pq uma delas que deu bobeira de montar fábrica no Brasil num momento péssimo, e ainda no lugar errado, sem fazer as projeções necessárias, ae pra vcs aqui o mercado chines não presta, chines não sabe fazer carro nem nada tecnologico, é inacreditavel como falam besteira. Então se uma empresa brasileira abre em algum país e falir ou vender todas as outras aqui do país não prestam?

              • Zé Mundico

                Tá, mas carro chinês continua não prestando, paciência.

                • Um mercado de 20 milhões de carros/ano e onde a maior parte produzida localmente e desse bolo uma boa parte de marcas proprias dos chinas e…. os brasileiros enchem o peito pra falar que nao presta kkk

    • invalid_pilot

      Chinês não, mas pseudo francês de qualidade similar, vende a rodo.

  • Erick

    JAC, Chery, Lifan, FOTON, Sinotruk…
    Coitado dos Chinas!
    Se empolgaram com o Brasil e se deram mal… Por isso a JAC nao vai fazer uma fabrica aqui tão cedo!

  • FocusMan

    Mais uma empresa que poderia gerar muitos empregos sendo fechada pelas nossas leis tributárias…

    • Edson Fernandes

      E pelo sindicato e trabalhadores com a cabeça do tamanho de uma azeitona em enxergar a dificuldade e ainda assim seguir a greve.

  • Auto Verdade

    Sabe aquele ditado: “Quem tudo quer, tudo perde!” Ninguém está tendo aumento e tem muita gente desempregada e as empresas com poucas vendas, mas estão exigindo mais aumento sem a empresa ter condições no momento pra isso. A greve agora está ameaçando os próprios trabalhadores. Se essa fábrica fecha…

    • Edson Fernandes

      Pois é… eu em 2 anos não peço aumento, mas eles fazem greve para isso… “ta serto”.

  • afonso200

    e dale greve, viu, perderam o emprego, CAMBADA

  • Junoba

    Isso se chama sindicato. Tenho pena da Chery.

  • Edson Fernandes

    E eu tenho uma coisa a dizer: PARABENS TRABALHADORES!!! A mercê de ficar desempregados, vão lá exigir salários para o fantasminha camarada!!! Olha que legal! Brasileiro é muito imediatista. Parece que falta visão de mercado para perceber isso.

    Uma pena de verdade. Curioso a CAOA fazer isso. MAs espero que faça como fez qdo chegou com a Hyundai. Tirando mentiras e forçadas de barra, se trouxer produto bom com preço certo, será otimo. Mas esses trabalhadores? Olha a possibilidade de serem demitidos por falencia (e aí meu amigo… não tem nada de direito para receber). Parabens pela greve por exigencias em uma empresa que já estava mal das pernas!

    • Esquilo Tranquilo

      Edson, faz um tempinho já mas na minha cidade aconteceu a mesma coisa, uma empresa que trabalha com componentes elétricos fechou por insistência do sindicato, vocês devem conhecer pelo nome de Legrand. Chegou um ponto onde os estagiários estavam ganhando 1600 reais por “turno” com todos os direitos iguais aos CLT. É bom pra eles? Claro, mas a empresa não aguenta. E conforme foram acontecendo mais e mais intervenções do sindicato, a fabrica demitiu muitos, se mudou pra SP e realocou alguns que concordaram.

      Ou seja, f*deu com muitos.

      Em tempo, gostei bastante do novo “modo” dos anuncios no site, ficou bem menos invasivo!

  • ale123

    Parabéns ao envolvidos !!

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Isso não tem a ver com greve funcionário – isso é merreca perto do investimento. E também não significa que a Chery vá abandonar o barco depois de fazer o mais difícil (construir fábrica, trazer da China autopeças parceiras, criar relações com fornecedores locais, adequar projetos ao gosto local). O questão é que a Chery, e o Luis Curi, fracassaram em desenvolver uma rede de distribuidores e pelo jeito pararam de dar murro em ponta de faca e agora querem um grupo local com condições de distribuir os produtos. E a CAOA parece ser o parceiro ideal por que seu contrato com a Hyundai está acabando e aparentemente não há interesse das partes em renová-lo. Lembro de notícias sobre a aproximação entre Chery e CAOA os há pouco mais de um ano mas naquela época fora noticiado que as partes não chegaram a um entendimento. Mas penso que o fim do Inovar Auto e as perspectivas para a redução da tributação para carros importados a partir do ano que vem devem ter reanimado as duas empresas a retomarem as negociações.

    • Esquilo Tranquilo

      Ou seja, nada vai mudar kk Pois recentemente ja postaram aquela noticia que não haveria redução de IPI pra importados e etc e que o Rota 2030 pelo jeito vai ficar pra 2030 mesmo, queria voltar naquele tempo que um cerato e um i30 desbancavam qualquer um com preços e equipamentos excelentes.

      • Vc entendeu errado, a redução de IPI que estão negociando é aquela do motor por cilindrada, seria por eficiencia energetica mas atingiria igualmente importados e nacionais. O Inovar Auto já acaba e com ele o IPI maior e as cotas, isso é fato. A OMC já condenou o Brasil, não existe a possibilidade de manterem isso. A discussão é pq querem dar outro tipo de incentivo nesse novo plano Rota 2030, que seria principalmente para motores novos eficientes e híbridos e elétricos, como zerar a carga tributária etc.. e o governo não quer, pq nao vai abrir mão de arrecadação. Só isso. Em 2018 só teremos mesmo os 35% de imposto de importação, ou seja, voltaremos aos patamares de 2011.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend