Matérias NA Tecnologia

Por que alguns carros tem dois escapamentos?

Por que alguns carros tem dois escapamentos?

Você já deve ter visto sedã, hatch, perua ou mesmo SUV com duas saídas de escape. Alguns mais exclusivos chegam a ter quatro bocas no escapamento. Mas, por que alguns carros tem dois escapamentos? Realmente é uma pergunta que muita gente já deve ter feito ao se deparar com um carro assim. Basicamente, existem duas finalidades para as saídas separadas. Uma é estética, a fim de deixar o carro com visual mais agressivo. A outra é mais prática, sendo uma forma de se buscar mais potência e torque, geralmente em motores mais potentes.


Obviamente você deve lembrar do Fusca. Afinal, quem não se recorda dos dois canos cromados que saíam sob o para-choque laminado do icônico besouro? Pois é, os tempos do clássico da Volkswagen passaram e agora todo carro comum, que não tem muita potência e que é barato na maioria dos casos, utiliza somente um escapamento. O objetivo é apenas expulsar os gases da combustão, enquanto os mais potentes, esportivos e de grande performance fundamentalmente possuem dois.

Por que alguns carros tem dois escapamentos?

Um carro barato e fraco em termos de potência, que ousou ter duas saídas de escape em termos modernos, no mercado brasileiro e exterior, foi o Chery Cielo. Ambas eram funcionais, mas tinham mais função estética do que propriamente em virtude de um aumento de potência e torque, que até ele merecia no caso.


Mas, atualmente, com a pressão ambiental se tornando cada vez mais forte em diversos mercados, as saídas de escape com duplo efeito (tanto decorativo quanto em termos de performance) estão sendo ocultadas, mas continuam presentes. Sobraram apenas as molduras alusivas aos canos de descarga.

Por que alguns carros tem dois escapamentos?

Funcionamento do escape

Antes de tudo, precisamos saber: qual é a função do escape? O objetivo primordial do escapamento é dispensar na atmosfera os gases não aproveitados na combustão do motor, que é gerada pela mistura ar-combustível injetada na câmara, a fim de que a explosão empurre os pistões, dando assim movimento ao virabrequim. Dessa forma, através das válvulas e coletor, os gases são lançados para fora do veículo através de uma, duas ou mais saídas.

Mas, a funcionalidade do escapamento vai muito além. Ele também permite reduzir o ruído provocado pelo motor, a fim de atender as normas de emissão de ruído e também para dar mais conforto ao condutor e passageiros durante as viagens. Outro benefício do escape é a redução na emissão de poluentes com a presença do catalisador, que filtra a maior parte das partículas nocivas à saúde humana e também ajudam a reduzir o impacto da poluição sobre a atmosfera.

Por que alguns carros tem dois escapamentos?

Também, o dispositivo tem como função ajudar a preservar o motor por um longo tempo, característica já desenvolvida com o projeto do carro. Ou seja, escape modificado tem a tendência de alterar profundamente a vida útil original do carro. O sistema foi desenvolvido igualmente para reduzir o consumo de combustível, que é o objetivo primordial de muitos carros disponíveis no mercado.

Mas, alguns automóveis apresentam o escape chamado “esportivo”, que possui um ronco mais grave e até saída dupla no mesmo cano. Não é preciso ser um produto assim tão potente ou de alta performance para ter direito ao escape duplo ou mesmo duas bocas separadas, como já mencionamos, mas esteticamente funciona bem, dependendo do estilo do automóvel. No entanto, o escapamento também propicia ganho em termos de potência e torque quando possui duas saídas, mas somente quando o motor é dimensionado para isso. Alguns, quando equipados com motores V6, V8 ou maior, possuem sistemas separados.

Por que alguns carros tem dois escapamentos?

Em busca de potência e torque

Nos carros de alta performance ou naqueles em que o motor foi preparado, a busca por potência e torque resulta em um sistema de escape dimensionado para o que se espera em desempenho. Isso significa que duas saídas de escapamento serão necessárias para que a expulsão dos gases aconteça mais rapidamente. Assim, com entradas para captação de ar de admissão maiores, o motor vai produzir melhor mistura ar-combustível, podendo assim expelir mais rapidamente os componentes resultantes dessa combustão mais rica.

É por conta disso que os fabricantes de carros esportivos ou de alto desempenho, sempre adicionam duas saídas de escape para que o carro tem mais cavalos disponíveis e força extra em rotações mais baixas. E de quanto é esse ganho? Isso varia de acordo com marca, modelo ou mesmo ano de fabricação, inclusive dependendo do tipo de motor usado. Geralmente ele varia de 15% a 20%.

Por que alguns carros tem dois escapamentos?

Para melhorar o ronco, alguns escapamentos com duas saídas possuem dispositivos eletromecânicos ou ressonadores para ampliar o som ou mesmo deixa-lo mais grave. Um exemplo interessante é do Audi TT, que tem duas saídas, mas em marcha lenta ou em baixa rotação, apenas uma delas funciona.

Em alta, a outra é aberta e o ronco fica bem esportivo. No Ford Mustang, por exemplo, são quatro opções diferentes de som, inclusive um silencioso para não perturbar a vizinhança. No Fusca TSI, havia um ressonador para que o som reverberasse no porta-malas, como forma de lembrar o modelo clássico de motor traseiro.

Por que alguns carros tem dois escapamentos?
Este texto lhe foi útil??

  • Lucia C.

    Esse fusca era o único VW com design diferente e agora não é mais comercializado, uma pena. Feliz de quem tem um, o carro é lindo!

    • zekinha71

      Esqueceu da caixa de creme de leite.

  • Daniel

    O escapamento do meu fusca ainda tem três funções: tiro, explosão e fogo.

  • Unknown

    Faltou mencionar que o fusca, mesmo sendo um motor de baixa cilindrada, tinha duas saídas de escape, devido ao motor ser boxer, com cilindros contrapostos e cada coletor de escape fica virado para lados opostos, ocasionando as duas saídas!

    • afonso200

      o fusca tinha dois escapes e a brasilia tinha um escape, mesmo motor, mesma posição de lugar, a kombi tambem apenas 1 escape,,,,, nao entendo isso…….

      • Unknown

        Óbvio que isto não é um impedimento para que seja feito um sistema de escape com somente uma saída, mas que a configuração do motor facilita que o escape seja duplo, isso com certeza!

    • Lorenzo Frigerio

      Em termos, pois o silencioso ficava transversalmente atrás das duas saídas, interconectando-as, então elas eram realmente mais estéticas que funcionais. Tanto que tinha muito Fuscão 1600 com Kadron e uma saída só do lado, além dos casos citados pelo afonso200 abaixo.

    • aletp

      Alguns fuscas, os itamar tinha somente um escapamento ao lado.

      • Unknown

        Como eu disse em outro comentário, não é inviável fazer com uma só saída, é só juntar os dois escapes em um cano só, mas duas saídas simplificam o processo.

  • Mike

    E aqueles escapes personalizados que prometem aumentar a potência do carro em até 7cv? Funcionam otimizando o fluxo de saída do ar? Acho que viria a calhar com um filtro de ar esportivo que facilita a entrada de ar.

    • carlos arriel

      Na minha opinião, é mais seguro atuar na saída dos gases devido ao risco da sujeira passar pelo filtro “esportivo”. Acho que li uma reportagem a esse respeito na quatro rodas. A mesma dizia que o ganho era pequeno e não era recomendável.

      • Charlis

        Se utilizar um filtro decente (KN por exemplo), não correrá esse risco.
        E o problema de mexer no escape, é que, além de ser muito mais caro, altera as emissões do carro…
        Depende da pessoa, isso não será legal, e se um dia haver algum tipo de vistoria anual (como havia em São Paulo), a pessoa vai ter problemas.

        Todas essas alterações dão pouco efeito em carro aspirado, e muito mais efeito em carro turbo.
        Desde que faça uma excelente reprogramação na eletrônica, ou utilize um piggyback confiável.

        Mas tem pessoas, que preferem optar pelo serviço mais barato.
        Mexer no carro, já não é o mais indicado, e ainda fazer o serviço mal feito, é aonde começa acontecer coisas indesejáveis no futuro…

        []s

        • carlos arriel
        • Lorenzo Frigerio

          Os carros atuais são mais bem dimensionados no geral. Não tem mais aquela de “reserva de preparação” dos motores antigos. Se você quiser aumentar a potência do motor, terá de mexer em tudo, inclusive no computador. Sai caro, melhor pegar um carro mais potente de fábrica.

          • Charlis

            Depende, isso não é regra.
            Os 3 últimos carros turbos que eu tive, são subdimensionados.

            Sobre a grana, em carro turbo alimentado (de fábrica), com um investimento entre 2 mil a 3 mil reais, o famoso stage 1 (ECU + Intake), você coloca uns 30% de potência no motor, tranquilamente.
            Com isso a mais na conta na hora de comprar o carro, não mudaria em nada o cenário.

            Não estou defendo alterar a potência do carro, okay?
            Eu mesmo nunca fiz, e não gosto disso.
            Mas, pra quem gosta, se for apenas o stage 1, não fica caro, e não compromete tanto os demais componentes do carro.
            Agora do Stage 2 (exhaust), já potência pode passar dos 50% comparado a original. Teria que rever muitos outros componentes do carro…

            []s

      • aletp

        Toda alteração feita fora de uma css reduz a vida ultil do motor e demais componentes relacionados, quem não quer ter dores de cabeça com manutenção mantem tal qual a engenharia da montadora projetou, estou falando de um uso normal do veiculo não em caso exclusivo de track days.

    • Lorenzo Frigerio

      Coletores de escape dimensionado (normalmente com tubos de igual comprimento) “organizam” melhor os pulsos dos gases, diminuindo a contrapressão. Motores aspirados têm o escape calculado para que a inércia dos gases puxe a mistura fresca no momento do cruzamento de válvulas, então um bom dimensionamento é fundamental. Mas é bom lembrar que essa potência extra só vai aparecer em altas rotações, se o motor for girador. Já os filtros tipo K&N, você vai ver 1 ou 2 cv a mais na rotação máxima num motor de rua, se tanto. Numa corrida, com motor preparado, pode fazer mais diferença, com outras modificações.

  • truco

    a audi que nos últimos lançamentos esta se bobeando a lançar escapamentos duplos fake.. até em carros voltados para perfomace como a SQ5.
    Uma decepção..

  • Ricardo

    Pena que o Chery Cielo não vingou, hatch muito lindo.

    • Xandy Paiva

      Podiam relançar o carro agora, mais atualizado e fabricado no Brasil, com certeza com a Caoa poderiam ter mais sucesso

      • Ricardo

        E ficar extremamente caro!

        • Xandy Paiva

          Provavelmente o preço do Gol e mais barato que o Pólo….

          • Ricardo

            Com a CAOA! Duvido!

            • Xandy Paiva

              A gente não pode ter tudo….

            • Xandy Paiva

              Se é com a Caoa é caro, se e sem não presta….. assim não dá…..kkkkk

  • Bruno Gomes

    O New Fiesta mexicano vinha com duas saídas também. Dava um charme a mais no carro.

    • Victor Canavesi

      era ponteira dupla apenas, não dois canos separados com abafadores independentes

  • afonso200

    o fusca tinha dois escapes e a brasilia tinha um escape, mesmo motor, mesma posição de lugar, a kombi tambem apenas 1 escape,,,,, nao entendo isso

  • Ricardo Blume

    O sistema do Fusca ao qual a matéria refere-se, chama-se Soundaktor.

  • Lucas Kami

    Essa reportagem não sabe o que diz. Audi RS3, BMW 328, AUDI RSQ3, TOYOTA SUPRA … Todos esses carros são potentes e caros e usam só uma saída de escape. Eu citei só alguns….

  • Luis Burro

    Qual a temperatura ideal de funcionamento do catalisador?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email