Por que muitas marcas recomendam a mesma calibragem nos pneus da frente e atrás, se a distribuição de peso é diferente?

distribuicao de peso
distribuicao de peso

O maior peso de um veículo geralmente fica concentrado no eixo dianteiro, pois ali está o motor.

Este peso na maioria das vezes supera o peso dos dois passageiros dianteiros. Um motor 1.6 do Chevrolet Chevette pesa 135 kg, o motor 2.5 do Chevrolet Opala pesa 160 kg, o motor 4.1 do mesmo modelo chega a 200 kg.

E motores mais parrudos chegam a encostar nos 300 kg, como é o caso do motor diesel da Ford F1000 lá dos anos 80 e também os motores V8 usados em modelos americanos antigos dos anos 60 e 70.

(Um site em inglês contém o peso dos motores de vários modelos vendidos no Brasil, para saber o peso em quilos, basta multiplicar o peso em libras por 0,45.)

E ainda por cima temos que adicionar a este grande peso de um motor, o peso adicional de componentes como câmbio, radiador, alternador, etc.

Se existe esta grande diferença de peso carregado em cada um dos eixos de um veículo, por que muitas marcas indicam uma mesma pressão de calibragem dos pneus na frente e atrás?

Se pensarmos na carga estática de peso que um veículo carrega, poderia fazer sentido uma pressão maior onde o peso concentrado também é maior.

Mas, os departamentos de engenharia das montadoras também indicam certas pressões de calibragem dos pneus para controlar o comportamento dinâmico do veículo, quando está rodando.

Muitas vezes um veículo acaba tendo uma tendência de sair de frente ou de traseira nas curvas, e isso pode ser controlado aumentando ou reduzindo a pressão dos pneus.

Mesmo com o peso influenciando o comportamento dinâmico do veículo, quando a recomendação da marca é de usar uma única calibragem na grente e atrás, isso facilita a vida do motorista, fazendo com que seja fácil lembrar de manter a pressão dos pneus correta.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.