*Destaque Chevrolet Hatches Mercado

Por que o Onix vende tanto?

Por que o Onix vende tanto?

O Chevrolet Onix é um verdadeiro fenômeno de vendas no mercado brasileiro. Introduzido por aqui no fim de 2012, o hatch compacto já teve cerca de 700 mil unidades produzidas na fábrica da marca em Gravataí, no Rio Grande do Sul. Este modelo é o carro mais vendido em nosso País desde 2014 e, somente no ano passado, conseguiu emplacar nada mais, nada menos que 188.654 unidades (uma média de 15.721 exemplares/mês), o que representa uma expressiva vantagem de 83.115 modelos em relação ao rival Hyundai HB20, que ficou com a segunda posição nas vendas gerais de 2017.


Entretanto, você imagina os motivos que fazem do Onix o carro mais vendido do Brasil? Ele não é o modelo mais bem-acabado, mais equipado, mais potente, mais seguro e tampouco o mais barato da categoria. Só que você certamente se depara com um Chevrolet Onix toda vez que sai para a rua. Separamos abaixo os principais motivos que explicam a liderança do modelo da Chevrolet. Confira:

Preços negociáveis nas revendas e ofertas constantes

A Chevrolet realmente é uma das marcas que mais sabem trabalhar na negociação junto ao cliente final nas concessionárias. Embora o Chevrolet Onix tenha preços que variam de R$ 42.990 a R$ 66.890, você dificilmente irá desembolsar estes valores para adquirir um exemplar do carro. Há uma série de relatos de proprietários que conseguiram bons descontos no momento da negociação numa concessionária. Além disso, a marca costuma dar algumas “regalias”, como o pagamento de emplacamento, licenciamento, transferência e IPVA, por exemplo, além de equipamentos como tapetes, películas, sensor de estacionamento, entre outros.


Como exemplo, no último fim de semana (dias 24 e 25 de fevereiro de 2018), a Chevrolet promoveu um Feirão de Fábrica em São Caetano do Sul. Na ocasião, a marca ofereceu o Chevrolet Onix LTZ e também o sedã Chevrolet Prisma LTZ com condições especiais, incluindo taxa zero e possibilidade de parcelamento em até 30x na troca pelo usado, além da oferta de câmbio automático grátis. A marca ofereceu ainda planos sem entrada com parcelamento em até 60 meses.

Em uma concessionária consultada, o Chevrolet Onix Joy pode ser encontrado por R$ 40.990, ou seja, R$ 2.000 a menos. Já as versões Activ e LTZ são ofertadas por R$ 3 mil a menos. A Chevrolet costuma oferecer ainda descontos de R$ 5 mil, como o oferecido em outubro do ano passado.

Por que o Onix vende tanto?

Ampla rede de concessionárias

Outro fator que contribui para as vendas estrondosas do Chevrolet Onix é a ampla rede de concessionárias da marca. Se a sua cidade não possui uma revenda da marca, provavelmente o município vizinho deve dispor de uma loja. São mais de 600 concessionárias da Chevrolet espalhadas pelo território brasileiro – este número se equipara ao volume de lojas de outras marcas, como Fiat e Volkswagen. Para efeito de comparação, a Hyundai soma cerca de 240 revendas por aqui.

Numa pesquisa realizada em 2016 pelo DataFolha, a Chevrolet conseguiu se sair como a rede de concessionárias mais bem avaliadas pelos consumidores paulistanos. Na opinião dos entrevistados, os principais diferenciais das revendas e oficinas credenciadas Chevrolet eram “os serviços especializados, as promoções atraentes e a procedência garantida”.

Por que o Onix vende tanto?

Bom valor de revenda

Esse item é capaz de brilhar os olhos de boa parte dos consumidores brasileiros e é um dos chamarizes do Chevrolet Onix e também outros modelos de categorias superiores, como o Corolla e a Hilux, da Toyota. O hatch da marca norte-americana consegue desvalorizar somente 8,5% em um ano, conforme o Prêmio Maior Valor de Revenda, da Agência AutoInforme. Na premiação, o Onix foi o carro com maior valor de revenda entre os 100 modelos novos mais vendidos que foram considerados pela agência.

Sendo assim, o Chevrolet Onix é mais “amigo” do bolso do proprietário. Por outro lado, pode não ser uma boa compra no mercado de seminovos devido ao valor elevado demais. Neste caso, é preferível optar por modelos concorrentes que desvalorizam um pouco mais, como o Volkswagen Fox.

Por que o Onix vende tanto?

Extensa gama de versões

É fato que o Chevrolet Onix conta com versões para praticamente todos os gostos e bolsos. A versão mais em conta do modelo, a Joy, tem preço de quase R$ 43 mil e é relativamente bem equipada (considerando os rivais), com direito a itens como ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, direção elétrica, alarme anti-furto, monitoramento da pressão dos pneus, preparação para sistema de som, banco traseiro rebatível, entre outros.

Há ainda o modelo LT, que custa a partir de R$ 52.790 na tabela, o LTZ, disponível por a partir de R$ 58.390, o Effect (que conta com penduricalhos exclusivos para dar a impressão de se tratar de um modelo “esportivo”) por a partir de R$ 56.590, e o pseudo-aventureiro Activ, que pode ser encontrado com preço inicial de R$ 61.490.

Uma recente novidade da linha do Onix é a versão Advantage, que se posiciona como a configuração mais em conta com câmbio automático de série e o segundo modelo no mercado brasileiro a dispor de tal recurso (ele perde somente para o Etios X 1.3 AT). O carro tem preço de R$ 53.990 e, além da transmissão automática, acrescenta em relação ao Joy itens como banco do motorista e volante com ajuste de altura, sistema de som com Bluetooth, retrovisores externos elétricos, vidros com acionamento por “um toque”, anti esmagamento e abertura automática pela chave, detalhes visuais extras, entre outros.

Por que o Onix vende tanto?

Pioneirismo com o sistema MyLink e outros recursos

Dá para dizer que o Chevrolet Onix foi o primeiro automóvel compacto a dispor de um sistema multimídia com tela sensível ao toque, no caso o Chevrolet MyLink – hoje ofertado em quase toda a linha da marca. Este item já é ofertado por praticamente todos os outros rivais, mas foi o grande destaque do carro em seu lançamento. Tanto é que a Hyundai viu a atração dos consumidores por tal equipamento e equipou o HB20 com a central blueNav em outubro de 2013.

Juntamente com a reestilização do carro, o MyLink estreou sua segunda geração e passou a adotar uma série de novos recursos, como é o caso do Android Auto e Apple CarPlay para pareamento de smartphones.

Há também o sistema OnStar, que oferece assistência 24 horas, navegação de forma remota, auxilio no processo de recuperação em caso de roubo do carro, notificação automática de emergência, app para smartphone para comandar o travamento/destravamento das portas, por exemplo, e também o serviço de concierge, que pode realizar procedimentos como a reserva de uma mesa em um restaurante indicado. Os recursos do OnStar variam de acordo com a versão do carro.

Por que o Onix vende tanto?

Motores econômicos

Os motores do Chevrolet Onix têm concepção antiga. Apesar disso, a marca trabalha constantemente em melhorias no conjunto mecânico do hatch compacto e, com isso, o Onix 2019 consegue entregar consumo de combustível equiparável ao dos rivais que usam propulsores modernos. Para se ter uma ideia, o Chevrolet Onix 1.0 consegue entregar consumo de 8,8 km/l na cidade e 10,5 km/l na estrada com etanol e 12,9 e 15,3 km/l, respectivamente, com gasolina, com notas “A” na comparação relativa na categoria e “A” na comparação absoluta geral, com selo Conpet de eficiência energética.

Já o Chevrolet Onix 1.4 com câmbio manual tem consumo de 8,6 e 10,2 km/l com etanol e 12,5 e 14,9 km/l com gasolina, respectivamente, com notas “A” e “A” e selo Conpet.

Por que o Onix vende tanto?
Nota média 5 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email