Governamental/Legal Matérias NA Montadoras/Fábricas Preços

Por que os carros no Brasil são tão caros?

toyota-corolla-2018-NA-1009-1024x682

O Brasil é o 9º maior mercado consumidor de automóveis do mundo, mas já foi o quarto. Atualmente, ficamos atrás de vários países como China, Estados Unidos, Japão e Itália. Isso se deve a crise financeira que o país vem passando, pois um dos setores que mais sofreu com a recessão foi a da indústria automobilística, isso já vem desde 2015. Ainda há expectativa de voltar a crescer agora em 2018.


Segundo a Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, o primeiro mês do ano registrou 181,3 mil veículos comercializados, uma alta de 23,1% sobre as 147,2 mil unidades de igual período do ano passado. A produção ainda cresceu no mês de janeiro, de 2.700 para 3.055.

Sabemos que para ter um carro no Brasil não é nada barato, inclusive para manter um veículo também já vai muito dinheiro. É por isso que o comportamento de algumas pessoas que precisam de um veículo à disposição está mudando.

Publicamos recentemente aqui no Notícias Automotivas uma matéria mostrando os carros mais baratos do Brasil, geramos uma reflexão sobre dizer que existe carro popular no Brasil, na verdade, isso é uma grande contradição porque os populares não são baratos.


argo-rebaixado-4

Já existem muitos casos em que as pessoas estão alugando ou vendendo o carro para utilizar aqueles por transportes por aplicativo como Uber, 99 e Cabify. Claro, para fazer essa mudança é preciso realizar um planejamento de gastos e ver qual que compensa mais, além de que isso varia de acordo com as necessidades da pessoa.

Mas, afinal, por que é tão caro ter um automóvel aqui no Brasil?

Por que em outros países, inclusive da América do Sul, o carro é bem mais barato do que por aqui? Todo mundo se pergunta e os motivos também são muitos. Se você acha que é apenas impostos, como muito se dizia, está muito enganado (eles também são uma pedra no sapato).

Antes, devemos pensar: mesmo antes da crise, o Brasil era um dos maiores mercados do mundo, será que é tranquilo pagar um absurdo por um veículo? O brasileiro acha comum pagar caro em um automóvel, podemos dizer que virou até uma “cultura”, algo que já é comum. Muitos acham normal desembolsar R$ 60 mil em um carro “popular”, mas engana-se, esse é um preço de uma Mercedes-Benz semi-nova nos Estados Unidos, por exemplo.

Feir%C3%A3o-de-carros-usados

Um dos maiores motivos pelos quais os carros são caros no Brasil é porque as montadoras estão sempre aumentando suas margens de lucro, isso elas não admitem abertamente, mas estabelecem os preços que os consumidores devem pagar, e o povo paga.

Isso explica a diferença de preço no Brasil e no México, para você ter ideia, os modelos que são produzidos aqui e que também são vendidos no mercado brasileiro, são exportados para o território mexicano e argentino e por lá comercializados pela metade do preço daqui.

Isso ocorre devido aos impostos brasileiros, claro, mas também porque aqui se lucra muito mais na produção de um carro. Por conta do valor absurdo, ter um carro no Brasil virou um símbolo de status. Elas cobram caro porque o consumidor brasileiro aceita e já está acostumado e pagar.

Uma Ferrari que custa mais de R$ 1 milhão aqui, chega a valer R$ 400 a 500 mil reais nos Estados Unidos, para definir esse valor precisamos entender dois momentos: o primeiro é a importação, para uma montadora trazer um carro para o Brasil é necessário desembolsar muito dinheiro. O imposto cobrado por importação aqui é absurdamente alto (importação x exportação), enquanto lá fora a situação é completamente oposta. Isso explica a diferença na quantidade de veículos como superesportivos (Ferrari, Lamborghini, Maserati…), que vem para o mercado brasileiro. As montadoras precisam pagar taxas altas para trazer os veículos, e chegando no Brasil, é necessário que haja vendas, senão é prejuízo.

Outra etapa podemos chamar de “corredor dos impostos”, após entrar no Brasil, começa aquela chuva de taxas que todo mundo conhece ou já ouviu falar: IPI, ICMS, PIS/COFINS e até para o INSS, muitas pessoas não sabem, mas uma porcentagem do COFINS é destinada para o INSS.

Não podemos ainda esquecer do IPVA, Licenciamento e DPVAT. Além de tudo isso que apresentamos aqui, tem aquela margem dedicada a montadora, ela também levam muito nesse jogo.

Já os produzidos aqui também não fogem muito dos valores de um importado, o custo de produção também é elevado, começando pelos funcionários, o valor da mão de obra é bem alta, além das burocracias que estão presentes em todos os setores e há também algumas questões jurídicas.

Por mais que o governo incentive a fabricação por aqui e ofereça benefícios como redução tributária, ainda pesa muito para elas produzirem aqui. Não é à toa que muitas acabam abandonando o mercado brasileiro: Mazda, Geely Motors, Mahindra, Brilliance, Haima, Daewoo, Daihatsu e Asia Motors. As vendas baixas, a instabilidade da economia brasileira e a alta do dólar foram essenciais para que elas desistem de vender.

fabrica-eletricos

Para as novatas, principalmente as chinesas, é mais difícil conseguir uma margem de lucro. Para elas, o mercado acaba sendo muito fechado porque montadoras que já estão há anos no Brasil como Fiat, General Motors, Volkswagen e Ford já ganharam a confiança e por isso vendem mais, enquanto as outras ficam lá atrás. Salvo a sul-coreana Hyundai, que chegou aqui com bons carros e hoje conquistou o seu espaço, sendo a 6ª montadora que mais vende carros no país.

Se dividirmos as porcentagens de impostos na hora da venda de um veículo, ficaria cerca de 12% de tributo para o Governo Estadual e 30% para o Governo Federal, os outros 58% restantes seria porcentagem sem os impostos. Com tudo isso, o Brasil se torna um dos países que têm os carros mais caros do mundo.

ind40-01

A venda de veículos cresceu 9,23% em 2017 no país depois de quatro anos seguidos de queda (foram 4 quedas consecutivas), segundo a Fenabrave – Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores. Segundo a organização, foram vendidos 2.239.403 automóveis, incluindo comerciais leves, ônibus e caminhões.

Mesmo com essa alta, o setor ainda enfrenta um longo caminho para voltar a crescer, o nível de comercialização está igual a de 10/11 anos atrás. O último pico de vendas ocorreu em 2012 com mais de 3 milhões de veículos emplacados. Mas a grande queda ocorreu em 2015 (2.569.014) e 2016 (2.050.327). As concessionárias também foram afetadas, mais de 1.800 foram fechadas entre os anos de 2014 e 2017.

COMPARTILHAR:
  • 110anosimigraçaojapa

    mercado fechado

    • Ainnem Agon

      O Brasil É UMA CRISE.

      • 110anosimigraçaojapa

        muitos impostos

        • JOSE DO EGITO

          Por Que carros no Brasil sao tao caros ???? melhor resposta: PQ NOS BRASILEIROS NAO TEMOS VERGONHA NA CARA !! pronto falei…

    • Erivelton Freitas

      Interessante o uso desse termo, porque a mesma Elite Capitalista na Política que gera esse cenário, foi a Elite que faliu a Gurgel e a DKV.

      • Osni Duarte

        A Gurgel não faliu devido a uma suposta elite política. Faliu por erros estratégicos e administrativos. Ainda que seu fundador tenha sido inovador em vários aspectos, era também um teimoso na defesa de conceitos equivocados. Suas ideias para carros populares 100% nacionais acabaram entregando veículos inseguros, de baixo conteúdo tecnológico e, mesmo assim, caros. Quanto à DKW, esta foi incorporada à VW, assim como o foi na Alemanha, tornando-se o que hoje conhecemos pelo nome Audi.

        • Erivelton Freitas

          Insisto que um dos principais motivos que resultaram no fracasso da Gurgel foi a falta de apoio do Governo e os incentivos fiscais, bem como o financiamento. A Empresa até que conseguiu isso, mas não como deveria, e não como outras empresas em outros países, bem como as Chinesas e as Coreanas, haviam conseguido em seus respectivos países.

          Se a Elite Capitalista nacional não olhasse tanto para fora, mas um pouco para o desenvolvimento do mercado interno nacional, não somente a Gurgel, mas a Agrale, TAC, Troller e outras teriam surgido com muito mais força e tornado o Brasil numa grande potencia automotiva.

          Mas infelizmente, não, só olharam para o próprio bolso, e isso resultou no cenário nacional, onde não temos nenhuma empresa entre as maiores do mundo, onde não temos uma indústria nacional respeitável e onde não se investe no desenvolvimento de uma.

          • Luis Burro

            Mas isto pq o governo só favorece ele msmo.Antigamente pode até ser q algm se importasse em fazer a diferença,mas hj ele só quer saber da coleta dos impostos.Pouco importa se a empresa é nacional ou estrangeira,desde q gere imposto.
            Justamente por isto empresas nacionais não conseguem concorrer com multinacionais,pela diferença de faturamento.

          • Vinicius Maciel

            como vai seu da elite socialista :? discurso de garoto melador de ditador marxista. elite capitalista …

            • Erivelton Freitas

              E ser Capitalista sem Capital, deve ser ótimo para você!

              • Vinicius Maciel

                meu caro comunista, ou melhor, ilusionista. entao, melhor ser capitalista sem capital do que ser um comunista sem comida, meu caro. no mais, me conte onde o socialismo e o comunismo deram certo. na america latina, me diga a respeito das razoes do chile ser um sucesso e de cuba um belo e repetitivo fracasso comunista. na oportunidade, me explique quanto a venezuela. por hora, repito, melhor ser um capitalista sem os meios de producao, do que passar fome no comunismo. ops, já comeu hoje?

                • Erivelton Freitas

                  Deixe revelar um pouco da sua ignorância e desonestidade intelectual, coisa bem típica de gente de direita.

                  Nenhuma pessoa de Esquerda nesse país quer implementar um sistema político Socialista ou Comunista no Brasil, porque é claro e evidente que isso não funciona e nem nunca irá funcionar. O que queremos, é o fim do chamado Capitalismo Predatório.

                  Queremos que TODOS, veja bem, TODOS, dentro de suas condições sociais, financeiras e raciais, tenha chances iguais de chegar no TOPO, de ser alguém na vida. O sistema é injusto, paga pouco, paga ruim, não oferece oportunidade de crescimento a ninguém, e quem disser o contrário, é um mentiroso safado.

                  É um sistema que usa a mentira da meritocracia para se manter, sendo que essa ilusão ridícula não existe, pois quem sobe na vida dentro do Capitalismo é quem baba ovo, puxa saco, e é indicado, não existe a tal meritocracia!

                  Queremos enquanto posicionamento político, que pobres tenham acesso e direito as mesmas condições que os classes médias tenham, e não através da IGUALDADE, igualdade para todos é outra mentira, queremos através de EQUIDADE, e as políticas públicas dos ditos governos de Esquerda, como as ODIADAS Bolsa Família e Cotas, servem para isso, para diminuir esse lapso, já que se depender do Capitalismo predatório, pobre fica mais pobre e rico fica mais rico.

                  Ninguém aqui é contra o dinheiro não amigo, todo mundo ama dinheiro. Mas não sou egoísta de bater no peito e dizer: Eu gosto e mereço, e quero pra mim, e quem não pude ter como eu tenho, que se dane!

                  Não, não é assim que funciona e é sobre isso que queremos conscientizar os demais. Capitalismo predatório onde se trabalhar 8h por dia para ganhar R$ 937.00, enquanto o patrão trabalha 4h para ganhar 1000x isso, aí é tenso!

                  Mais tenso ainda, quando um pobre igual a mim abre a boca pra falar que não gosta de saber que alguém que ‘não estudou tanto’, pode entrar numa Universidade e ter acesso ‘aquele conhecimento’ e ‘aquela oportunidade’ de ganhar mais.

                  É por isso que eu não sou de Direita, é um pensamento excessivamente egoísta e mesquinho, de pessoas que querem crescer $$$$$$ sozinhas e o resto que se dane! Desculpe, mas não sou mal caráter desse jeito!

                  • Vinicius Maciel

                    mas voce ja comeu hoje?

                    • Erivelton Freitas

                      Já meu colega, e se brincar, melhor do que você!

                      Mas e você?! Já ficou rico hoje?! Ou ainda ta no esquema dos $2 reais pra ver se ganha na MEGA?

                  • Alisson Salus

                    Ótima argumentação

      • The punisher

        o comentário mais sem noção do ano! Para participar de fórum automotivo tem que ter certa cultura automotiva. Você nao tem ideia de quem foi o louco do Gurgel querendo vender O lixo do BR 800 (vc ja viu um ao vivo? Já andou em um? É uma pouco mais que um quadriciclo com carenagem…sabe como era produzido? De maneira tao artesanal e ultrapassada que nao era possível ter escala p baixar os custos, devido ao próprio projeto inadequado para produção em alta escala, etc, etc ) a preço de Gol e nao sabe que a DKW foi absorvida pela VW. Aliás, o que a DKW tem a ver com ter um veículo nacional ? Era uma empresa alemã!! PELO AMOR DE DEUS……

        • Robson De Souza Silva

          ele so veio crititcar a elite capitalista, mais um esquerdopata

          • Erivelton Freitas

            Claro, porque não é só a minha vida que eles estão ferrando. Adivinha só, a sua também! A diferença é que eu não sinto prazer ao se chicoteado e pisado, diferente do você, amigo masoquista!

        • Erivelton Freitas

          Certo, Sr. ‘Cultura Automotiva’, deixe-me lhe dizer uma coisa.

          Sabe porque carro é tão caro no Brasil?! A Culpa é dos Brasileiros!

          Sabe porque recebemos os lançamentos capados e muito atrasados?! Culpa dos Brasileiros!

          Sabe porque algumas excelentes empresas, que possui sim uma ótima qualidade, são depreciadas nesse segmento!? Culpa do Brasileiro!

          Sabe porque a Gurgel, Vemaq, Puma e outras faliram?! Culpa dos Brasileiros também!

          Mas o que o Brasileiro faz?! Ele tira o dele da reta, simples! “Minha culpa?! Não! Funciona assim porque essas empresas são assim, assim e assado”.

          Mas é culpa do Brasileiro sim!

          Vou repetir um argumento que eu já escrevi em 5 comentários diferentes, e vamos ver se você entende.

          Quando surgiu no Japão, a Toyota era um lixo, uma Gurgel da vida! Era 10x, 20x, não, 100x pior que Ford em todos os aspectos.

          Em mais de 20 anos, a Toyota fabricou apenas 15.000 carros, e SÓ! Porque não tinha dinheiro e nem tecnologia para fazer mais…

          Para uma empresa do porte dela, 20 anos fabricando lixo automotivo era mais do que suficiente para ter fechado as portas. Mas ela não fechou, e sabe porque?! PORQUE JAPONÊS COMPRAVA OS CARROS DA TOYOTA, mesmo sendo inferiores aos da Ford e GM na época.

          Quem é a Toyota hoje!? A 2ª maior do mundo, e muito maior que a Ford!

          Culpar os péssimos carros da Gurgel, e dizer que foi por isso que a empresa faliu é uma desculpa ridícula de gente covarde, quando todos nós sabemos que o PRINCIPAL motivo para a empresa ter fechado, foi a falta de apoio do Governo em benefício das Estrangeiras.

          Sobre a DKW, garoto culto sobre carros, deixe-me dizer porque a menção a ela. Talvez você não saiba, ou até saiba e ignore. Havia um projeto da DKW de criar uma grande indústria nacional aqui. Não como as outras fizeram, de apenas colocar uma fábrica e ponto. Não, era um projeto de produzir modelos no Brasil para os Brasileiros e assim por diante. Isso é história, isso está nos livros! Mas como você mesmo disse, veio a VW e ferrou com tudo! Por isso a menção a ela!

          E por hoje, é só!

          • The punisher

            Nao está satisfeito, Faça as malas e mude-se!

          • The punisher

            Aproveite que ainda nao derreteram todos, compra um Gurgel e saia para viajar pelo Brasil, vamos ver até onde vc chega!

            • Erivelton Freitas

              Sabe o que é mais engraçado quando você falar ‘não tá gostando, então porque não se muda!’. É um conselho que você mesmo tomaria para si próprio caso tivesse $$$ para tal. Porque não é só pra mim que ta ruim, não sou só eu que não estou satisfeito. É todo mundo, e isso inclui você! xD

              Porque você não faz parte da Elite dominante e existe 100% de chance de NUNCA fazer. Então não vai estar ruim só pra mim, tu também ta igualmente ferrado, a diferente real entre mim e você, é que eu não tenho talento ou mesmo vocação para ser Sadomasoquista!

              • The punisher

                Puxa, vc é vidente??? Pq se for, vai morrer de fome r s r s. Nao acertou uma sobre mim. Tenho o dobro da sua idade, 48, antes de vc nascer já já trabalhava na Ind. Automotiva, trabalhei anteriormente em 3 montadoras, estando na 4 agora. Ja trabalhei nos EUA, Argentina, México e Suécia. Cara, pare de querer descarregar sua raiva e revoltas aqui, seu comportamento é patético. Veja se ganha experiência de vida, vai se virar e pare de achar que o mundo está p acabar p todo mundo. CRESÇA E APAREÇA!

                • Erivelton Freitas

                  É feio mentir na internet, tiozão! Mas se for verdade, o duvido de todas as formas possíveis, isso já explica muita coisa! kkk xD

          • The punisher

            Graças a Deus q é “Só ” , filhote de Fidel!

            • Ernesto

              The punisher, não perca tempo com esse menino (ele falou que nem carro tem ainda). Infelizmente essa geração mimimi sofre com a infestação de professores esquerdistas. Se não tiverem cabeça boa, tornam-se “Erivelton Freitas”.

      • Sidney Rufino

        Adolescentes…

        • Erivelton Freitas

          Interessante seu comentário, porque eu tenho 24 anos, então de adolescente não tenho nada! Mas é curioso porque tenta depreciar a opinião alheia usando o argumento da idade, quando na verdade, e ao mesmo tempo, tanta mascarar certa ignorância política e fechar os olhos para os reais motivos de mazelas históricas, não somente nessa indústria, mas em todo o resto, advindo justamente da ganância de uma Elite Capitalista dominante. Das duas, uma, ou faz parte dessa sujeirada toda, ou é só outro Classe Média que se acha rico por ganhar R$ 3-5.000. =/

          • Sidney Rufino

            Kkkkkk. Idade mental de adolescente. Seu comentário só corroborou o que eu havia dito. Além disso, quem ganha 3/5 mil reais está longe de ser classe média de fato, infelizmente.

            • Erivelton Freitas

              Se tem uma coisa que me orgulho muito nessa vida, meu caro, é da minha cabeça. Cabeça essa que não troco por de nenhum ‘velho’ da geração passada. Até porque, trabalho na perspectiva da constante evolução. Essa geração tem essa possibilidade, a mais antiga, infelizmente, não!

              Mas uma coisa é certa, não vou chegar a fase dos 40 anos sendo um mimado vivendo numa bolha. Se jovens assim já são um saco, imagina coroas metidos a ‘donos do saber do mundo’.

              • José Barbosa

                Não é você que outro dia disse que não compraria uma série de veículos por causa das lanternas? Queria ver tu numa porcaria de Gurgel, que era basicamente um buggy com o mínimo para encarar as carroças dos anos 80. Uma das formas mais fáceis de você crescer é começar a ouvir e compreender as histórias de quem tem algum sucesso na vida. “Elite capitalista” é coisa desta esquerda enraizada nas universidades que só causaram ainda mais atraso.

                • Erivelton Freitas

                  Certo, vamos há alguns fatos interessantes. O primeiro, é o seu mau-caratismo, algo que eu já vi que é comum de outros aqui. Primeiramente, caro fake da internet, eu não disse que não compraria milhares de carros por causa das lanternas, eu disse que não compraria UM carro (O Prisma) por causa das lanternas, e os demais modelos citados, tiveram motivos diferentes para não serem opções para mim.

                  Segundo… Ciência >>>>>>>>>> Vivência. Fatos Científicos serão sempre superiores e com muito mais credibilidade, peso e importância que uma Experiência pessoal, particular ou proprietária.

                  Dando um belo exemplo disso: Todo mundo compra Corolla e Onix nesse país, mas os especialistas já disseram inúmeras vezes que são carros horríveis em CxB. Dessa forma, não importam os milhões de Proprietários satisfeitos, pois contra FATOS, não há argumentos, e satisfação do uso pessoal não diminui em nada os problemas e falhas que ambos os veículos tem. Tanto que eles nunca ganham os comparativos contra veículos concorrentes da mesma categoria!

                  Terceiro… Elite Capitalista sim! Que quer foder todo mundo sim, inclusive você! Acho interessante pensar nesse aspecto de ‘ouvir quem se deu bem na vida’. Umas merdas da internet que são Advogados, Engenheiros e ganham no máximo, R$ 10.000 acham mesmo que ‘se deram bem na vida’. Meu amigo, quem se deu bem é o CEO da Microsoft, que tem salário de US$ 300.000 dólares por mês. O que é um salário de classe ‘média-alta’ no Brasil perto disso?! Outra coisa interessante, é negar os problemas que essa mesma Elite Capitalista trouxe. Reforma do Ensino Médio, que só beneficia o filho do Rico, Reforma Trabalhista, que só beneficia o empresário, e assim sucessivamente. Ah, me desculpe, eu esqueci que para os caras que ‘são bem sucedidos na vida’, tudo isso são propostas saudáveis e inteligentes do fabuloso Governo Temer, não é?!

                  Então que bom que a Esquerda está enraizada nas Universidades. Pois assim, quando as pessoas saírem de lá, talvez elas não sejam tão escrotas quanto os formados de 1990 e tarará são hoje!

                  • José Barbosa

                    Você é tão pateta que citou expressamente dois. Prisma E Cobalt, mas já esqueceu.

                    Quer discutir mesmo método científico com um mestrando com duas graduações e duas especializações? Então me prove, matematicamente, porque um algoritmo bubble sort é mais eficiente que outros algoritmos. Detalhe, até cinco anos atrás, a matemática não tinha explicação, apenas a experiência.

                    Sobre Corolla e Onix. Quero saber se estes especialistas sabem como é bom transformar carro em dinheiro de maneira fácil e rápida. Se não incluíram este item, esqueceram de uma variável fundamental.

                    Com 24 anos, se você fosse tão foda, não estaria andando a pé, já teria um cargo ganhando mais que estes advogados, engenheiros e demais profissionais que critica. Um CEO nem tem “salário”, ou não é por isto que ele briga, nem quer dizer que por isto seja satisfeito. Ser bem sucedido vai muito além de uma conta bancária. Garanto que há muitos trabalhadores braçais que são mais felizes e satisfeitos com a própria vida que alguns bilionários.

                    A cada um é dada uma cruz que a própria competência dirá se é ou não capaz de segurar. Steve Jobs, Joaquim Barbosa, Machado de Assis, dentre inúmeros outros exemplos foram pessoas que saíram do nada para chegarem à elite nas suas respectivas áreas. O que não dá é para dois medíocres desejarem resultados ótimos a partir de patamares diferenciados. Cada um fará tão somente a média sobre aquilo que recebeu.

                    Se ficarem nas universidades, e criticando o status quo, ótimo. O problema foi quando chegaram ao poder e ferraram com tudo, querendo as coisas fáceis e dadas de bandeja. Todo o mundo odeia o empresário, mas esquecem que ele arriscou, muitas vezes, tudo o que tinha, com certeza abriu mão de sono, festas etc, não tem férias, paga para o Estado tipicamente, no mínimo o mesmo que tira de lucro, e ainda tem que ser considerado o vilão da história, por meia dúzia de manipuladores de uma mídia.

                    • Erivelton Freitas

                      Dito e feito! Obrigado por mostrar que eu estava certo sobre você!

                    • José Barbosa

                      Repito: prove, matematicamente, que o algoritmo bubble sort é o mais eficiente.

                      Querer falar de ciência sem saber fundamentos básicos do método científico e, ainda por cima, ter a ciência como verdade absoluta é risível, posto que a própria essência do método é reconhecer a limitação humana e que uma “verdade” pode ser reescrita à medida que aprendemos fatos novos.

                      Só para dar um exemplo, o clássico modelo da pilha e lâmpada, de uma corrente indo do positivo ao negativo por meio de cargas elétricas representadas por “bolinhas”. É o modelo de Thomson, a corrente está no sentido inverso (duas “mentiras”), mas que explicam perfeitamente o funcionamento da corrente elétrica, conversão de energia etc. Ou seja, modelos que satisfazem à “camada” do conhecimento que pretendem aprimorar. Desculpe, se a ciência te “enganou” todo este tempo.

                    • José Barbosa

                      Repito: prove, matematicamente, que o algoritmo bubble sort é o mais eficiente.

                      Querer falar de ciência sem saber fundamentos básicos do método científico e, ainda por cima, ter a ciência como verdade absoluta é risível, posto que a própria essência do método é reconhecer a limitação humana e que uma “verdade” pode ser reescrita à medida que aprendemos fatos novos.

                      Só para dar um exemplo, o clássico modelo da pilha e lâmpada, de uma corrente indo do positivo ao negativo por meio de cargas elétricas representadas por “bolinhas”. É o modelo de Thomson, a corrente está no sentido inverso (duas “mentiras”), mas que explicam perfeitamente o funcionamento da corrente elétrica, conversão de energia etc. Ou seja, modelos que satisfazem à “camada” do conhecimento que pretendem aprimorar. Desculpe, se a ciência te “enganou” todo este tempo.

                    • Ernesto

                      Meus parabéns para o seu comentário! Esses esquerdistas não conseguem ver a realidade, somente o que foram doutrinados a acreditar.

                  • Marco Pimenta

                    Não gasta seus argumentos com o pessoal que acha que é rico, o Gurgel nasceu no pais errado e acho muito difícil produtos de alto valor agregado ser fabricado sem a benção dos donos do capital.

                    • Ernesto

                      Donos do Capital? Por acaso o imposto que é pago pelas empresas privadas vai para quem, afinal? Governo esquerdista fez muito bem sua lição de casa! Criou uma geração de “pensadores” que andam de olhos vendados para a realidade do socialismo! Culpam empresários (lembre-se que a maioria é de micros e pequenos empresários) que criam empregos! Vocês são o câncer do Brasil!

                • Ernesto

                  É exatamente esse o menino, que ainda não tem carro, e ficou falando que não compra esse ou aquele carro. E concordo plenamente: as escolas estão infestadas de professores esquerdistas! Lamentável!

          • Ernesto

            Atacando tanto a “elite capitalista” como você, percebe-se claramente que você então defende o socialismo, e aí você nem pensa que nosso País há anos vive com governo de esquerda. E não é só PT, não. Veja como o PSDB é também de esquerda! Culpa do nosso País estar assim pode botar na conta da esquerda!

    • Danillo Barros

      Mas não é só carro, é tudo. Tudo nessa joça é caro demais…

  • Duh

    Os impostos altos, junto ao governo mais político do mundo (não começou a só 13anos, sempre foi assim independente de direito, esquerda, pra cima, pra baixo, pro meio) que só pensa em ganhar mais mordomias em deixar as empresas fazerem oq querem, nisso se formou esse cartel, o maior responsável pelos preços. Impostos são culpados mas são as empresas que aumentam quase todo mês msm com a inflação baixando, podem ganhar inúmeras isenções e benefícios, e seus preços se manter astronômicos, pelo simples motivo que o Brasil se tornou a terra dos lucros monstruosos com quase nenhum investimento, exemplo a Hyundai que vai trazer a nova Santa Fe porém vai manter a velha, para poder cobrar ainda mais, olha a Kia tbm que sempre culpou os impostos pelos preços altos e agr que não tem imposto de importação, cobra quase 60mil num Picanto com mecânica antiga e mal equipado, o próprio super ipi, quem quis ele foi as montadoras que queriam barrar os chineses, agr muitas dela querem dar uma de louco e botar a culpa nele por causa dos preços altos.
    Os preços não vão baixar com a diminuição dos impostos, já vimos isso várias vezes mas ainda tem papagaio que fica repetindo essa ilusão, só vamos ter preços menos absurdos quando a mídia cair pra cima das montadoras e tivemos um verdadeiro reboliço explorando (investigando) esses aumentos injustificáveis.

    • Luiz Romeu

      Um cartel que envolve sindicatos e corrupção nas altas esferas do governo, aliás o berço do lula é exatamente esse.
      Precisamos desestatizar o setor de AUTOS também, pode parecer estranho mas é exatamente isso.

    • José Barbosa

      A única forma que vejo de mudarmos esta cultura é aquela que boto menos esperança. Temos um tripé formado por consumidores, Estado e montadoras. Montadoras querem a maior margem de lucro possível. O Estado, também, posto que quanto maior os preços, maior a arrecadação. E aqui nem adianta falar em curva de Laffer, que esquecem dela. Logo, o ponto que pode ser mudado nesta conta é o consumidor. Mas aqui é quase chique pagar caro por um produto, que soa como exclusivo. Vale lembrar que é uma sociedade que está mal acostumada a sofrer prejuízos e dar valor ao dinheiro.

  • Lucas

    Matéria excelente, mostra que todos têm parcela de culpa do que ocorre nesse país.. uma vergonha.

    • Ⓜ️arcelo

      Outro ponto que ajuda a subir os custos e não ponderado na matéria são as dimensões do país, mas obviamente não justifica nada.

      • DevXav

        Concordo plenamente.. Ao meu ver, o Brasil sempre será impossível de se administrar nessas dimensões e dessa forma que é conduzido.

        É só reparar.. Na Europa os países são do tamanho de um estado aqui do Hu3zil, enquanto nos EUA os estados tem total liberdade pra conduzir suas próprias decisões.

        No papel, na CF/88 tudo aqui é muito bonito, muito lindo, etc… Mas na prática isso aqui é uma zona e eu penso que jamais será administrável desse tamanho, nessas dimensões, nessa configuração, especialmente levando em consideração um sistema e código tributário totalmente fora de sintonia com a realidade do país.

        Simples assim.

        Quanto maior, mais fácil de ter recursos desviados, mais fácil de enganar o contribuinte, menos repasses, menos controle, etc..

        Como já dizia a música: “Vamos terceirizar o Brasil”. (Já é terceirizado, só não explicitamente)

        • José Barbosa

          Isto é verdade, em especial se pensarmos culturalmente. São realidades muito distintas para que tantas vozes e histórias tão diferentes cheguem a um acordo. Nos EUA, como cada Estado é muito independente para as suas questões, o desenvolvimento é muito mais claro, e de acordo com as opções de cada um, resultando numa sinergia positiva.

      • Lucas

        Sim, e se for levado em conta, vai ser mais uma desculpa para as montadoras continuarem com seus lucros exorbitantes.

  • L. Gobbi

    porque somos IDIOTAS; aceitamos tudo. Veja por exemplo, 300% juros nos cartões, gasolina com preço exorbitante,taxas bancárias altíssimas, políticos com verbas para tudo, por aí vaí. Enquanto tem otário pagando, tem esperto vendendo. Muitos compram carros zeros para mostrar ao vizinho que pode, mesmo parcelando em 60 vezes. O dia que a população aprender, EU JÁ APRENDI, fica com um bom usado e pronto. sem vendas, com certeza terão alterações nos preços.

    • Diego

      Exato, faço a mesma, ou, compro um carro na fábrica, com algum amigo/ parente que trabalhe na montadora, caso contrário, compras na concessionária? nem a pau!

    • Luiz Romeu

      não apenas somos idiotas porque queremos, somos idiotas porque somos obrigados a agir assim.
      ou vc tem um carro, ou vc vai penar no transporte publico.
      Dou graças ao UBER pra aliviar a situação, mas veja só o uberista hoje é o maior cliente de autos tanto de compra quanto locadora.

      • Dario Lemos

        Tenho um ponto de vista diferente, Luiz. Não somos obrigados a agir assim, pelo contrário, um povo ordeiro obedece e acata as “ordens”, sem reclamar, justamente por achar que tem que se comportar assim. Isso não vem de hoje, vem de décadas (ou séculos). Para mim, o cidadão brasileiro vê o político como seu “patrão” (ou como o coronelismo, que ainda vive em pleno século XXI).; enquanto o brasileiro não entender que político é seu empregado, é servo do povo, nada irá mudar.

        • Luiz Romeu

          concordo, eu digo que somos obrigados por falta de opção, pela mafia do Brasil s/a nos dar como opção ou pagar caro por um auto ou se foder num transporte publico horroroso. Morar em locais nobres perto do trabalho tbm é inviável devido ao preço absurdo.

        • RTEC30

          Isso, nossos juros caíram de 14% para 6,5%, mudou alguma coisa para financiarmos casa e carros?
          Teriam que queimar o Bacen faz tempo! mas quem cogitar isso vira “petista” “Vagabundo”, comunista, e qq outro ista depreciativo.

  • Wadih Jereissati Cos

    Resposta: MUITOS LADRÕES. Onde todos ganham(Fábrica, Governo Federal e Estadual), o lado que perde é sempre o mais fraco: OS CONSUMIDORES.

    • Raimundo A.

      Se fosse tão fraca não compraria carro com os preços ofertados por saber que os valores estão altos demais, mas compram não só carros, smartphone da moda ou mais moderno, etc. Já viu o quanto o preço de um celular oscila entre o lançamento e quando é substituído por outro mais novo?

      Outros bens de consumo não são diferentes e o povo, muitos, pagam. Eu não aceito pagar por um lata de refrigerante que compro num supermercado varejista a R$ 2,50, valor de R$ 4,00, R$ 5,00 num restaurante que também está revendendo. Não peço esse tipo de bebida.
      Uma bolacha paga absurdos quase 40% de impostos, mas a mesma tem o seu valor variando 100% ou mais a depender de quem vende mesmo pagando os impostos.

      E ainda tem os que pagaram imposto cheio, comprou cerveja em lata em supermercado, revendendo a R$ 4 ou mais em eventos de rua sem recolher por essa revenda.

      Em suma, a cadeia toda é problemática para ganhar mais com lucros, tributos, não recolhimento porque tributos altos é para cobrir parcela que não paga devido à ineficiência da gestão e fiscalização, protecionismo, consumidores que aceitam os preços, etc.

      • afonso200

        lata de pepsi nos EUA 38cents dollar

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Já foi respondido, cobram o quanto querem, e os patetas (eu inclusive) pagam

  • Marcio Souza

    O Brasil tem potencial para ser o 3o maior produtor de veículos no mundo (atrás de China e EUA). Mas a ganância do governo e dos fabricantes fazem com que os carros produzidos aqui sejam um dos mais caros do mundo. Se quiserem comparar, é só ver com quantos salários seu vc compra um sedan médio aqui e com quantos salários nos EUA do mesmo profissional compra esse mesmo sedan médio lá.

    • Maycon Farias

      Se nao me engano la é 1 ano e aqui 10 anos.

    • TijucaBH

      Nao são só as margens de lucro e impostos que nos impede de crescer. O tal do custo Brasil existe é muito alto. Quem aqui nunca comprou algo na China pelo Aliexpress? Gasta-se mais tempo em transito interno do que pra atravessar meio mundo, se isso acontece com 1 misera muamba, imagina importando grandes volumes…
      Outro custo significativo é de transporte dos carroa prontos. Na Europa eles sao transportados em grande volume por trem, aqui por caminhão que encarece muito, sem contar que existe um lobby de umas 5 transportadoras que sao responsáveis por todo transporte.
      Ainda no cuato Brasil temos os sindicatos dos trabalhadores que impede demissão em massa em prol de uma maior automação e menores custos de produção.
      Pra piorar, ainda temos a volatilidade do mosso mercado. Enquanto o mercado está bom, se nao ganhar muito dinheiro, em momentos de baixa demanda, a operação vai gerar enorme prejuízo, nosso mercado ainda é muito instável.
      Acho que as gordas margens das montadoras tem culpa no cartório, mas nao são a principal culpada como o texto leva a crer.

      • Marcio Souza

        E complemento a respeito da automação: aqui alguns anos atrás houve uma tentativa de tirar os frentistas e deixarem o próprio motorista a abastecer o próprio veículo. Mas nosso ministro de Minas e Energia da época, Edson Lobão, atendeu os sindicatos e não permitiu essa mudança. Os sindicatos precisam ser extintos ou serem reduzidos a 1 por categoria para o país inteiro, pois essa instituição perdeu seu verdadeiro fim e virou um negócio muito lucrativo.

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    Impostos Altos + Conlúio/Ganância das Automobilísticas com Governo + um certo gostar de ser ” trouxa ” brasileiro

    • Mario

      Simplista demais!

      • Munn Rá : O de Vida Eterna

        Se você considera que Impostos Altos ( encarecendo em demasia o produto final ) + Conlúio/Ganância das Automobilísticas com Governo ( as empresas adoram ” jogar preço dos carros nas alturas ” fora as várias ” ajudazinhas ” do governo ) + um certo gostar de ser ” trouxa ” brasileiro ( o brasileiro adora um carro novo mesmo que isso signifique se endividar ) é simplista demais então ………………… ” tá serto ” !

    • Munn Rá : O de Vida Eterna

      Se você considera que Impostos Altos ( encarecendo o produto final ) + Conlúio/Ganância das Automobilísticas com Governo ( empresas ” jogando o preço nas alturas ” fora as várias ” ajudazinhas ” do governo ) + um certo gostar de ser ” trouxa ” brasileiro ( brasileiro adora carro novo mesmo se endividando ) então ………. ” tá serto ” !

    • Lucas

      Resumiu tudo em uma linha com coerência.

  • Jefferson Ferreira

    Resumindo aqui o mercado é fechado e cartelizado, as montadoras fecharam o mercado e legislam sobre ele comprando deputados e senadores (o que já ocorre com os setores da cadeia de produção)

    • Fanjos

      Bingo

    • Guilherme Lana

      Ou seja, CULPA DO GOVERNO! Solução óbvia: menos governo (esquerda) => menos impostos, barreiras, corrupção, etc.

  • Ricardo

    Até que enfim uma matéria sensata não botando a culpa somente nos impostos, o pior de tudo são os superlucros e no final das contas o principal culpado são os consumidores que aceitam pagar esses absurdos!

  • Whering Alberto

    “…geramos uma reflexão sobre dizer que existe carro popular no Brasil, na verdade, isso é uma grande contradição porque os populares não são baratos”. o Brasil está cheio de carros populares sim; o preço dos mesmos é que não é popular. Num país onde se paga R$ 954,00 a um trabalhador, nenhum carro terá preço popular.

    • Danillo Barros

      Vivo falando isso, carro popular só na qualidade, no preço são todos de luxo.

  • Ricardo

    Agora eu penso: já há carros demais nas ruas com esses preços absurdos, imagine se tivessem preços justos, o trânsito de todas as cidades médias e grandes viraria um caos.

    • Matthew

      Não necessariamente, cara. Poderia incentivar as pessoas a substituírem seu carro velho por um novo e tirar de circulação as sucatas que vemos por aí. Consequentemente, a idade média da frota seria reduzida drasticamente. E há outras variáveis que não o preço em si que influenciam nas vendas dos automóveis, sobretudo as condições de oferta de crédito. Além das financeiras estarem mais seletivas na concessão, a conjuntura econômica do país ainda é muito instável pro consumidor tomar empréstimo de 4 ou 5 anos, cujas parcelas superam facilmente os mil reais. Portanto, o preço tem que baixar, sim.

    • Nicolas_RS

      Isso é outra questão! Se seguir seu raciocínio as pessoas deveriam viver 24h em casa para evitar de serem vitimas da criminalidade e assim “solucionar” a questão da segurança.

      • Ricardo

        Não adiantaria!

  • Leonardo

    Errado não é a montadora a cobrar o que quer, errado é o povo que continua comprando.
    As montadoras são empresas capitalistas como quaisquer lojinha da esquina, todos visam obviamente o lucro.
    Se a população está insatisfeita apenas não compre, ou você compra no mercado mais caro mesmo sabendo que tem outros mercados que vendem mais barato?
    Mude e verás mudar

    • Fanjos

      Vou corrigir
      “Errado não é a montadora a cobrar o que quer, errado é o povo não ter direito de importar carro novo ou usado com um imposto justo de no máximo 10%”

      Ai sim as montadoras daqui não teriam nenhuma culpa e poderiam cobrar o que quisesse, o pessoal iria lá fora e pagaria um valor justo, mas vc esta preso em um Show dentro de Estadio onde o cachorro quente com salsicha cinza e pão seco custa HuE$ 50,00 e logo ali na sua frente atravessando a rua o dogão completasso e delicioso custa HuE$ 5,00, mas vc não pode ir até o outro lado da rua comprar e voltar para o Show

      • Luiz Romeu

        E quem obriga vc a ser mercado cativo das montadoras é o conluio corrupto entre as proprias montadoras e o governo.

        • Fanjos

          Exatamente, eles são a banda (montadoras) e os seguranças (Governo), que não deixa ninguém fugir

    • Eduardo

      Respeito a sua opinião, porém a considero um tanto quanto utópica. Mesmo durante o período de quedas acentuadas nas vendas, as montadoras continuaram reajustando os preços dos automóveis. Na verdade, o brasileiro virou refém desse cartel de “fábricas automotivas” há muitas décadas.

  • Diego

    De fato a afirmação de que as montadoras locais aumentam muito suas margens de lucro, sim… e isso acontece exponencialmente a cada modelo lançado que começa a ter um relativo “sucesso” em suas vendas, o que acontece também, é que as filiais da banânia, precisam abastecer os luxos das matrizes… e isso está em toda a cadeia produtiva…trabalha-se com uma margem de lucro alta, para bancar a operação local e ainda sustentar a matriz…

  • Renato Alves

    Resumindo: Consumidor brasileiro é idiota e as montadoras sabem disso.

  • Suvaco de cobra

    Tem um país que ganha do Brasil, a Singapura. Um Honda Civic 1.6 zero com todos os impostos é vendido por U$77.000,00. Por ser um país pequeno e haver pouco espaço, o governo desestimula a compra de automóveis cobrando altas taxas.

    • Danillo Barros

      mas em compensação Singapura te dá a oportunidade de usar transporte público de qualidade.

  • REDDINGTON

    Essa eu sei! POVO IDIOTA. GOVERNO LADRÃO. MONTADORAS SAFADAS.

  • Maycon Farias

    Por mim que feche. Se depender e mim não compro carro zero. É um absurdo imensurável. Pelo preço atual a ccs devia ir na minha porta de casa implorar para comprar, E ainda me dá um Cruzeiro para a Europa de cortesia.

  • Luiz Romeu

    Faltou falar dos sindicatos + conluio com o governo em manter o mercado fechado.
    O custo de produção tbm é muito alto, devido às exigencias e taxas sindicais, burocracia, infra entre outras deseconomias dum país ineficiente.
    o resultado, além de caro, são tecnologicamente atrasados.
    E por fim, falta opção, o tranporte publico no BR é um lixo, ruim e caro, fiz recente viagem casa-aeroporto com a familia e o UBER saiu +barato que onibus, fora o conforto!!!

  • Louis

    Não são só impostos e lucro das montadoras. No alto “custo banânia” tem bem mais coisa, como excesso de burocracia, falta de segurança. Tudo joga contra.
    Esses dias eu li que tinha empresa de transporte que só fazia frete de alguns produtos por avião. Isso por causa da insegurança, pois o assalto é algo praticamente certo. Em que outro país tem tanta explosão de carro-forte e caixa eletrônico? Parece não ter nada a ver, mas está tudo interligado. Praticamente TUDO aqui é mais caro que nos outros países, não é só carro, não.
    Certamente, manter uma concessionária aberta por aqui é muito mais caro que em outros países, e isso também influi nos preços.

    • Cesar

      Tem mita empresa por aí que tem mais advogados e contadores do que o pessoal necessário para a atividade fim. Isso tudo impacta no preço..

  • Razzo

    “Um dos maiores motivos pelos quais os carros são caros no Brasil é porque as montadoras estão sempre aumentando suas margens de
    lucro, isso elas não admitem abertamente, mas estabelecem os preços que os consumidores devem pagar, e o povo paga.

    Isso ocorre devido aos impostos brasileiros, claro, mas também porque aqui se lucra muito mais na produção de um carro. Por conta do valor absurdo, ter um carro no Brasil virou um símbolo de status. Elas cobram caro porque o consumidor brasileiro aceita e já está acostumado e pagar.

    Se dividirmos as porcentagens de impostos na hora da venda de um veículo, ficaria cerca de 12% de tributo para o Governo Estadual e 30% para o Governo Federal, os outros 58% restantes seria porcentagem sem os impostos. Com tudo isso, o Brasil se torna um dos países que têm os carros mais caros do mundo.”

    –> Isto já explica tudo.

    • Cesar

      12

  • Bruno Costa

    Quase metade do preço do carro são impostos (leve um pelo preço de dois ou um pra você e outro pro governo) e a culpa majoritariamente não são dos impostos? Isso porque até pouco tempo atrás se uma montadora ultrapassasse o limite de importação os impostos poderiam chegar a suaves 60% do valor. Brasil não é pra amadores. Se o governo não está te cobrando por algo que você gosta ou faz, acredite, ele só não descobriu como fazer isso ainda.

    • Luiz Romeu

      no mundo inteiro os autos tem impostos salgados, até maiores que aqui, mas lá eles são honestos, pegam esse dinheiro e reinveste em transporte, vc não precisa ter carro, e msmo que queira um o mercado é competitivo, vc paga muito menos e tem um produto tecnologicamente décadas a frente, em vários países quase 1/3 das vendas são carros eletricos, por exemplo.

      • Verdades sobre o mercado

        Errado, veja o imposto sobre autos nos EUA.

  • Guilherme Lana

    Resumindo: GOVERNO. Impostos abusivos, barreiras comerciais, custo-Brasil, etc. Quem é ANALFABETO em economia costuma acusar clientes e montadoras. Sabe quando um cliente que tem $ vai deixar de comprar um carro zero p/ pressionar a redução de preços => NUNCA! Sabe qdo uma montadora vai abaixar espontaneamente seu preço p/ ajudar o povo => NUNCA!! Ou seja, o debate é válido, mas o 1o, 2o e 3o culpado é o governo.

  • dsralves .

    Estou vendendo meu Golf 2015 e abdicando de ter um carro no Brasil pra usar Uber e outros aplicativos de transporte. Preenchi aquela tabelinha da Infomoney com o custo real do meu carro e é absurdo o quanto se gasta pra manter aqui um modelo que é o segundo ou terceiro mais vendido no mundo (e que, sim, por isso, é um carro popular). Vou economizar bastante dinheiro e parar de me preocupar com a safadeza de IPVA (absurdos 4% no RJ), gasolina adulterada, concessionárias com péssimo pós-venda (seja a marca que for), burocracia de Detran, etc.

  • Gabriel

    Impostos e custo Brasil.

    Mas acima de tudo, somos pobres. A renda Brasileira é baixa, logo produtos industrializados com tecnologia importada, altamente dependente do dólar, são muito caros.

  • O_Domador_d_Xana

    Se quando o mercado tava em baixa os preços só subiram, imaginem agora que o setor tá se recuperando. Estamos todos fufu! Aqui no Brasil tem cartel das montadoras, governo esperto e mercado consumidor trouxa. Repito, estamos fud…! Não vislumbro uma mudandça pra melhor a curto e médio prazo, quiçá, nem a longo.

  • Rodrigo almeida

    Alguem já viu uma materia dessa passar no Jornal nacional no horario nobre da televisao? Esta semana tive um susto com a concessionaria porque queriam cobrar quase “mil reais” para um alarme para o FIAT MOBY…. Fazem o que querem porque a maioria dos brasileiros financiam os carros de 80 vezes sei la…. e isso vai ter um impacto de 3 ou 4 reais na parcela… E assim não se assustam. Enquanto tiver gente que n se importa com isso eles fazem o que querem.

  • Nicolas_RS

    Resumindo a matéria:
    1 – Tem muitos impostos.
    2 – A Margem de lucro das empresas no Brasil é maior que em outros países.
    3 – O Brasileiro é burro*, continua a comprar carros por status e acha que é celular para ficar trocando de 3 em 3 anos, quando for menos.

    * – Isso é comprovado, o QI do Brasileiro é abaixo da media mundial, assim como o ensino é um dos piores.

    • ObservadorCWB

      Que é isso. Já elegemos presidentes com pós Doutorado. Já esqueceu da mandioca ? Estocar vento ? Atrás de uma criança tem sempre um cachorro ? E o que dizer do outro que sabe EXATAMENTE como resolver TODOS os problemas do país….embora minutos depois apresente lapsos de memória. Que outro país teve um familiar responsável pela eliminação do esterco no zoológico virando multimilionário ? Só aqui…mostrando a inteligência inerente à família…….Concordo que o ensino é um dos piores…e estamos a caminho de DOBRAR A META…..kkkkkkkkk

  • HugoCT

    imposto e margem de lucro são os principais fatores. Tem carro que não custa 15 mil para fabricar e o preço é R$ 50 mil, onde a categoria determina valor. Os proprios sedas custam mais barato que os hatchs, a tampa traseira dos hatbacks é mais cara de fazer que a tampa de um sedan por exemplo, veja exemplo do cruze sedan e sport6.

  • Verdades sobre o mercado

    Que a margem de lucro dos automóveis no Brasil é maior que na grande maioria dos demais países não é novidade nenhuma, o próprio Carlos Ghosn(Renault/Nissan) já declarou isso, mas não pensem que é 3 ou 4x o que se lucra em outros países. A verdade é que TUDO neste país custa os “olhos da cara”, automóveis, vestuário, alimentação, higiene pessoal, medicamentos, etc. Quanto ao querer lucrar mais, faz parte do capitalismo, o que não se pode tolerar é a falta de ética, desonestidade, competição desleal, de resto torcer para que nosso país tenha um ambiente de negócios mais favorável para o investimento, pois quanto mais favorável, mais competição, menor os juros, e menor o risco que o investidor aceita assumir e consequentemente aceitar ganhar menos para assumir este risco e enfrentar a competição.

    • Everson Favaro

      No ano passado mesmo, o governo da Venezuela tomou a fábrica da GM. E o governo aqui apóia o governo de lá. Os fabricantes levam a política em conta, com certeza.

      • Verdades sobre o mercado

        ? ?

        • Everson Favaro

          A GM atua aqui também. O fato do governo brasileiro apoiar um governo que toma uma fábrica da GM num país vizinho, com certeza não colabora para propiciar um ambiente de negócios mais favorável. Apenas um exemplo do que você tinha dito…

          • Ernesto

            O atual Governo não apoia o Governo Venezuelano, quem apoiava era o Governo petista!

            • Everson Favaro

              Você sabe a origem do PMDB e desde quando Temer está por lá? Sabe dos motivos da chapa PT-PMDB? Acha mesmo que foi só composição para governar? Prestou atenção às políticas adotadas desde que tomaram posse? Verificou os nomes que compõem os ministérios, em especial ao da Defesa.. em tempos de agito social extremo na AL? Por favor.. escutar um político discursando e acreditar que o que ele diz é verdade…em 2018?

              • Ernesto

                Falou falou, mas não falou sobre o que apontei: o Governo atual envia $$ para a Venezuela como o Governo petista fazia?

                • Everson Favaro

                  Em nenhum momento fiz referência a financiamento, mas a apoio. Existem diversas formas de apoio, e o financeiro é apenas um deles. Em todo o caso, apesar de saber que houveram envios e financiamentos favorecendo a Venezuela no governo petista, que É aliado de longa data do governo atual, não tenho conhecimento do mesmo estar acontecendo no momento. E digo isso apesar de não duvidar nem um pouco, porque como mostrei anteriormente, são farinha do mesmo saco, na exata acepção do termo.
                  Mas, esse é o meu argumento, e eu o defendi e mostrei o caminho para qualquer um que leia o comentário anterior possa chegar à mesma conclusão.. acho que está na hora de você apresentar os seus argumentos, pois até o momento tudo o que fez foi dizer que eu estou errado, sem mostrar nada que refute o que eu disse.

                  • Ernesto

                    Financiamento? Que financiamento? Você por acaso acha que esse dinheiro repassado pelo PT para países como a Venezuela, Bolívia, países da África, etc, vai ser devolvido? Isso não é financiamento! Na época do PT o Brasil sustentou esses países! Por acaso isso ocorre hoje? Claro que não! E qual o tipo de apoio que o Governo atual está dando à Venezuela? Receber refugiados? Rsrsrsrs. Se fosse na época do Governo petista, o Brasil mandaria embora os venezuelanos que estão entrando pelo norte do País, assim como fez com os pugilistas cubanos!
                    E quanto aos partidos serem todos farinha do mesmo saco, sim, em termos sim, mas o PT quis estabelecer um governo bolivariano não só no Brasil, mas em toda a América Latina. Por acaso você vê isso no PMDB? Eu sinceramente não vejo. Outros partidos de esquerda, mais radicais você também pode esperar o mesmo que o PT fez, como PSOL, PSTU.

                    • Everson Favaro

                      hehehe.. Ernesto.. Para mim, quem aceita se aliar ao PT é NO MÍNIMO tão ruim quanto eles.
                      Sim.. eu vejo a mesma ação no PMDB. Recentemente decidi verificar a história dessa meia dúzia de manda chuvas que temos, há décadas no poder. E essa pesquisa mostrou, sem sombra de dúvidas, as ligações e a afinidade de pensamentos e objetivos. Essa divergência que vemos diariamente entre eles é basicamente discordância em como atingir o objetivo e disputas internas de poder. Te convido a fazer a mesma pesquisa, com certeza encontrará alguns dados semelhantes e outros diferentes, mas acho que chegará à mesma conclusão.
                      PS.. Financiamentos, na política = Prover dinheiro para alcançar determinado objetivo. Não se espera receber de volta aquele dinheiro, mas atingir o objetivo que vai, por exemplo, permitir a um grupo permanecer no poder, ou tirar um grupo do poder, ou desestabilizar um regime… a lista é longa. O objetivo, atingido, será lucrativo, ou permitirá ao financiador continuar tendo o lucro atual, ou acesso a um mercado, ou a um recurso estratégico, etc.. Mas nenhum carnê é impresso.

    • Luiz Romeu

      negativo, nem tudo no BR custa muito mais caro
      somente algumas coisas, normalmente as que o governo mete a colher pra distorcer o mercado, como autos, remédios e imóveis, de resto, somos bem normais, comida por exemplo aqui é +barato que fora, muito mais, cerveja tbm, ainda que não seja a mesma qualidade, até a coca-cola aqui é uma das mais baratas do mundo.

      • Verdades sobre o mercado

        Comida perante nossa renda também é caro. Há cerca de 20 anos a diferença de preço de alimentos para Europa era imensa, hoje já não é mais, com alguns países custando muito próximo ao preço do Brasil, porém a diferença de renda é absurda. Existem casos até que ocorre o inverso, pegue um lanche McDonalds em Londres (cidade de custo de vida elevado) e compare com o Brasil, aqui é significativamente mais caro.

      • Eduardo

        Não dá idéia, por favor.

      • Nicolas_RS

        Esta louco? Comida no Brasil é caríssimo! Procure ai videos e fotos comparando os preços alimentos do Brasileiro vs Europa e EUA.

  • Everson Favaro

    Segundo a matéria, pelo que eu consegui entender, em um carro que custe R$ 100.000,00, 42%, ou R$ 42.000,00 são de impostos.
    Daí, segundo a maneira que considero errada de calcular, dizem que o imposto é 42%. No meu modo de ver, o imposto é de 72,5%,

    • Louis

      Por isso que, toda vez que penso em pegar um Civic zerado, logo desisto. Fora o imposto inicial, todo ano tem o IPVA para os governos saffados.

    • Pai Nosso

      Se essa informação for correta, você tem inteira razão. Seriam 42.000 reais de impostos sobre um custo de venda de 58.000 reais, ou seja 72,4%. Também conhecido como “imposto por dentro” que foi considerado legal pelo judiciário.

  • Fabricio Guassaloca

    Melhor trecho da matéria: “Isso ocorre devido aos impostos brasileiros, claro, mas também porque aqui se lucra muito mais na produção de um carro. Por conta do valor absurdo, ter um carro no Brasil virou um símbolo de status. Elas cobram caro porque o consumidor brasileiro aceita e já está acostumado e pagar.”

    • Fanjos

      Lembro do presidente da Toyota ou Honda não lembro, falando que vender no HuEzil era bom porque o carro tinha um valor “justo” para a montadora e no EUA era ruim porque era muito “sacrificante” vender muito para ganhar pouco

  • Agora, a pergunta do milhão: dá para reduzir o lucro das montadoras? Em princípio, talvez dê, SE… não considerarmos os custos de produzir no Brasil, com peças brasileiras e particularidades do nosso sistema (sem falar, é claro, que há montadoras que produzem carros a “preço justo” e, por detalhes do mercado, não vendem, como a PSA).

    Outro detalhe relevante a ressaltar é que o InovarAuto colocou bastantes exigências nos carros produzidos por aqui. Colocar ABS, ESP e toda a sopa de letrinhas referente à segurança é muito bom – mas cada centavo será acrescentado ao preço final do produto.

    • Fanjos

      Abrir as impostações
      Simples, rápido e fácil de fazer.
      Mas ai precisaria de uma reforma tributaria para ser justo com as nacionais e depois deixar que o melhor ganhe (produto nacional ou importado)

      • Quando a primeira ameaça de demissões aparecer o governo fechará o mercado. Se não o fizer, alguém vai lembrar de que a Constituição Federal tem como objetivo “promover o desenvolvimento nacional” – e o Judiciário fechará o mercado.

        • Fanjos

          Se for necessário empregos migram de fabricação para importação, peças, lojas etc.
          Não há desculpas, o baque seria pesado no começo mas o mercado se regularia, com uma reforma tributaria as montadoras nacionais iriam poder competir mas teriam que melhorar e abaixar as margens

          Alias o Trumpão já quer taxar de 10 a 25% o aço e alumino do HuEzil e China, esta um choro tremendo por isso, mas ninguém lembra que o HuEzil faz muuuuuuito pior que a antiga União Soviética com todo mundo e ninguém fala nada.
          Por mim o EUA e Europa deveriam taxar todos os produtos do HuEzil na mesma proporção de no minimo 60% para cima

          • Até “o mercado se regular” o choro de gente desempregada bateria firme nos nossos políticos, e nos reguladores estatais. O último que pagou para ver foi o Olívio Dutra, que tirou subsídios de montadora e nunca mais foi eleito para cargo político.

            Quanto ao Trump, está fazendo o certo para o povo dele, ainda que no médio prazo isso provoque inflação nos EUA. Aliás, nisso concordo: o Brasil deveria há muito tempo ter sido punido pela OMC.

  • zeh

    ….números altos/ impostos/ mentiras e máfia centenária instalada em nosso sistema…é a praga da nossa economia…..troca o governo e parece que tudo volta a estaca zero…”o controle sobre” essa situação está sempre nas mão das montadoras….já vendem o “carro” super caro e o sujeito ainda financia em 60x no banco pagando por 2 carros….são 5 anos com o mesmo automóvel….

  • Mario

    Tudo muito bom, tudo muito bem, mas realmente, o que fazer então? Não comprar? Andar a pé? Todos sabemos, há anos, que os carros são caros aqui, mas não temos outra opção. Esse papo de alta lucratividade é falácia, os impostos são o maior culpado. Por que então, as montadoras só praticam aqui isso? Por que não falam, que os preços altos, se devem ao custo Brasil, à antiquíssima legislação trabalhista, aos sangue-sugas dos sindicatos; ao pior índice de produtividade???? Ah, porque somos ignorantes e idiotas. Me poupem! Para a matéria ficar correta, deveriam mostrar os impostos de outros países, por exemplo os EUA.

  • Mario

    A culpa é do LatinNcap, que dá 5 estrelas e os caras acham que tem que cobrar pelas estrelas!kkkkkkkkkkkkkk vide up! e mini-golf.

    • Ernesto

      O “mini-Golf” tem um preço bem razoável perante os concorrentes e é 5 estrelas como você mesmo disse, agora veja o Argo que nem sabemos qual será a sua pontuação (a Fiat não patrocina o teste por que?) e tem o preço bem parecido com o do Polo.

  • Eduardo Aguiar

    NÃO PAGO!!!!!! ando de fusca !!!!

  • Leonardo azevedo

    50% impostos, 20% lucro, 15% mão de obra, 15% materiais (sem contar que lucro, mao de obra e materiais tbm tem imposto)

  • pelaordemejustica .

    São caros porque o brasileiro se sujeita a pagar o valor que for em nome de “status”.

  • Luiz Romeu

    as pessoas costumam pensar que patrão e empregado são adversários, NADA mais falso execelente exemplo o dos automóveis onde sindicatos e anfavea se uniram para extorquir o bolso do consumidor, elegendo diversos politicos que antenda a ambos, a começar pelo lula criado no quintal da vw de são bernardo

  • Diego

    Falta maior concorrência, não é apenas os tributos que criaram essa reserva de mercado.

  • Guedes

    é uma tecla que sempre bato. essa história de carro ser caro por conta do imposto é balela. é caro porque pagam. A recessão já passou e os sucessivos aumentos de preço continuam, vide Polo. Imposto isso também?

  • Edu da Barra

    Já vi por aqui comentários do tipo “se baixar os impostos as montadoras aumentam as margens de lucro”…dito isso, qual é a solução então?

    • Tygra

      Obrigar as montadoras a abrir seus balanços, como fazer política de desonerações para um setor que mantém seu faturamento em segredo? Revogar a Lei Ferrari, permitindo maior concorrência no setor e consequente redução dos preços. Reduzir os impostos para níveis internacionais (somente depois de atendidas as duas proposições anteriores).

  • Fernando_S

    Faço uma conta um pouco diferente. Aqui o custo de aquisição é elevado mas o valor venal também. Onde o valor de aquisição e baixo e a renda per capita é alta, o valor venal é insignificante. Nesse cenário, para quem esta suficientemente capitalizado e não depende de financiamentos, o custo final de ter carro zero não é tão mais alto assim. O benga fica na reba do povão que não tem dinheiro e por isso não pode comprar, ou, no pior cenário, do povo que financia.

  • Dill

    Acho que pode-se colocar a ganancia do povo nesta lista, aqui no brasil parece que e feio pagar barato, ja vi casos em que a pessoa consegui comprar determinado item por preço inferior a outra, e a que pagou caro ficar desdenhando desta por ter pago mais barato como se fosse humilhação conseguir descontos e um preço que realmente vale o item

  • Hugo Henrique Silva Lange

    as montadoras nos sugam… a FIAT na grande crise de 2008 (salvo engano) mandou daqui bilhões para a matriarca na Itália… resumindo, nos sustentamos eles tranquilamente na crise. hj em dia tanto ela qnt outras, vendem carros feitos aqui e mais recheados la fora por um preço muito menor do que o praticado aqui…mas o protecionismo dado pelo governo criou o mito de que os preços altos é culpa somente do governo.

  • SK15

    A questão é do jeito que está o que vai mudar? Reposta fácil NADA estamos refém desse sistema mal feito, refém da sociedade passiva que somos por exemplo se eu fizer greve meu chefe não vai querer saber e vai querer me ferrar e o chefe dele também não, para os políticos é ótimo que fique assim ninguém luta por nada o que eles decidirem esta decidido dane-se a gente, esse negócio de resolver nas urnas é ilusão cartas marcadas conchavos entre eles apenas nunca possuímos o real poder de escolher.

    Pois não é só carros que sobem, água subiu recentemente, conta de luz sobe toda hora com bandeiras para ter uma desculpa de te esfaquear, gasolina tem 700x aumentos por semana e detalhe gasolina adulterada com 74% de adulteração como saio nos jornais, os Correiros vai subir em 50% os frente e os salários cada dia menores com sub-empregos anos que não vejo uma vaga com salários descentes só o deles [políticos] sobem meu salário está parado a anos, meu avó analfabeto conseguiu comprar algumas casas eu com pós-graduação não consigo as próximas geração serão extremante fracassadas viveram do que os mais antigos deixaram.

    Minha única e pequena esperança é que nesses ritmo ocorra o fracasso total, assim sim quem sabe se faça algo, igual ocorreu na Revolução francesa, mas pelo jeito esta mais fácil viramos uma Venezuela pois lá ninguém luta estão fugindo apenas para onde podem.

  • TOLOT

    Caros de NA, é necessário a prática do capitalismo no setor; o custo-frança (ou o custo-alemanha, por exemplo) é infinitamente maior que o custo-Brasil; um grande problema é a precificação, sustentada por um público consumidor com pouca formação econômica.

  • João Carbone

    O carro é caro, pois o governo só se preocupa em arrumar o bolso dos governantes, que possuem casa em Orlando para curtir a vida no USA style. Tudo que aqui não compram, deixam para comprar na terrinha do tio Sam. Simples assim. Único jeito de mudar essa joça é com o passaporte.

  • João Victor Da Costa

    Um Golf highline no méxico é 71 mil reais. No Brasil é 110 mil, essa diferença é um absurdo. As revisões até 60 mil km, no méxico, tem o valor de total de 870 reais. No meu hb20, paguei 450 reais na última revisão de 20 mil km.

  • André Assis

    Realmente tem coisas que não dá para entender no Brasil, essa não é sobre carro mas sobre moto que no Brasil também é extremamente cara, seguindo a mesma lógica. Ao entrar no site da Honda tem lá CB 650F com preço sugerido R$ 33.900,00, aí quando você vai na concessionária da Honda quanto é????? R$ 39.000,00!!!! Isso mesmo, querem R$ 5.100,00 á mais do que a fabricante sugere…..vai entender!!!!!!!

  • Hodney Fortuna

    Bem como o texto frisou: pagar caro por um carro no brasil virou cultura! Sim, uma cultura do desejo de ser”vira-lata” de posição meramente social cujo o carro se tornou um “troféu” de sucesso profissional e vida daquele que compra! O carro não é um mero objeto de uso no brasil como ocorre em países desenvolvidos e até mesmo subdesenvolvidos (emergentes como termo politicamente correto) e sim um tipo de orgulho material de impressão nitidamente pessoal! É por conta dessa inferioridade consciente que somos obrigados a pagar muito por menos! Felizmente em nenhum país o mercado ofereceria preços tão anormais como no brasil. Seria a fórmula do fracasso da categoria de produto que é o automóvel. Temos carros que sequer são vendidos no mercado externo na configuração vendidas aqui com exceção de modelos similares como o Ka, Ecosport mas de superior qualidade. Mesmo os fabricantes locais entregando modelos. com motorização ineficiente com a promessa de entregar baixo consumo (que na realidade não é bem assim) pelo preço cobrado hoje no brasil dá para ver na cara que o responsável principal pelo alto custo oferecido ao cliente não é culpa majoritária dos malditos impostos, e sim do estilo de lucro selvagem dessas empresas que só vendem aqui se tor nessa margem! Menos do que isso elas estão fora! Tudo gira em torno de acordos espúriios e imorais! O brasil infelizmente JAMAIS oferecerá ao seu cidadão modelos a preço justo! Até o carro mais barato, que no Paraguai é vendido até em supermercados como é o caso do Chery QQ é vendido na versão básica por quase 30 mil reais somando custos com emplacamento e IPVA! O brasil é inviável mas, os teimosos jamais concordarão com isso!

  • kirig

    O alto imposto joga valores nas alturas, e o encargo na folha de pagamentos força o empresário a jogar o salário lá em baixo.
    Então temos uma distância maior entre o que ganhamos e o que desejamos.
    Resultado de uma administração perdulária.
    Aqui na banânia, não é para se viver, mas para pagar penitência

  • Alexandre

    Basicamente apenas duas afirmações são necessárias para responder essa pergunta:
    1 – Povo omisso que não luta e/ou vai as ruas (e claro, não deixa de comprar carro mesmo estando com valores abusivos);
    2 – Livre mercado.

  • Lorenzo Frigerio

    Tem um outro fator pouquíssimo lembrado (apontado por Luiz Alberto Melchert): o fato das “montadoras” todas terem capital fechado no Brasil, o que as desobriga de publicar balancetes e margens de lucro, e de serem administradas de forma mais democrática.

    • RTEC30

      Exatamente! cara, isso é um absurdo!
      Todos os setores precisam publicar os balanços.

    • Alexandre

      Lobista em Brasilia deve ter de monte pra impedir que isso aconteça. Pra começar o presidente da ANFAVEA que só pensa no interesse daquela organização oligopolista de merd*.

  • Erivelton Freitas

    O Brasil, historicamente, sempre foi um país que olhou para fora, sempre de olho no que está lá fora, e nunca pensou em desenvolver seu próprio mercado interno. Hoje em dia, o pensamento do Brasileiro é um reflexo disso! Sempre pensamos que o que vem de fora é melhor, e que o que é nacional não presta.

    A Tentativa de se criar uma montadora nacional aqui foi totalmente frustrada, porque a VW, Ford e Fiat já estavam estabelecidas, e haviam contratos milionários firmados com o Governo para que elas usassem a metalúrgica em RJ para desenvolver suas operações. A Gurgel, no Ceará, nunca teve apoio do Governo, nunca teve financiamento, e fizeram tudo o quanto possível para fazer a empresa falir e não se desenvolver, porque não era interessante brigar com os estrangeiros. A DKV foi outra tentativa frustrada, e a Troller agora é da Ford, vendida por míseros R$ 400 milhões. Ridículo!

    E não só no mercado automotivo, o Brasileiro não respeita sua própria indústria. A POSITIVO é Brasileira, e o que dizem dos nossos computadores?! Lixo! Preferem a HP, Dell e Lenovo. Como desenvolver uma potência no hardware aqui?! Não há!

    A GRADIENTE, finada Gradiente, era Brasileira, e o que fizeram?! Aumentaram impostos, dificultaram as coisas, e faliram a empresa, porque?! Porque SONY, LG e Samsung não deveriam ter concorrência nacional.

    E assim sempre foi… O Brasil não tem hoje uma grande indústria, porque o Governo abriu as pernas para os estrangeiros e nunca deu chance para o que é nosso prosperar! Brasileiro é ótimo para ir pra rua protestar e dizer que é patriota, mas patriota que compra produto nacional ele não é, é?!

    França, Itália, Alemanha, USA, China e Japão tem muito mais a ensinar ao Brasileiro sobre PATRIOTISMO!

    USA: #1 Ford
    FRANÇA: #1 Renault/Peugeot
    ITÁLIA: #1 Fiat
    Alemanha: #1 VW
    China: #1 As Chinesas
    Japão: #1 As Japonesas

    Brasil: #1 Qualquer uma que seja de fora, porque não existe montadora Brasileira.

    • Nicolas_RS

      Seu pensamento está equivocado, o brasileiro olha para fora pq os produtos de fora em sua maioria é melhor, você citou a Positivo que é uma vergonha em questão de qualidade, sempre focou em pessoas que não tem entendimento em tecnologia e iludia com seus PC’s e Notebook’s com 3D, entre um Positivo e nada, eu ficaria com nada.

      No período militar existia proteção e incentivo para empresas brasileiras, e adiantou, foram criadas varias naquela época, porem no fim no período militar, em menos de 6 meses a turma do PT já começou a criar impostos como IPVA e hoje é totalmente desinteressante criar uma empresa, é impostos em cima de imposto, burocracia em cima de burocracia, principalmente para quem está começando, que qualquer movimentação de dinheiro o governo passa a mão. Hoje o Brasil está nessa situação por causa desse governo que perpetua desde do final de 1985.

      assista no youtube:
      Crocs: Uma ameaça para a sociedade
      Veja como é difícil ser empresário no Brasil / Alexis Foteyne

      • Erivelton Freitas

        Toyota era um lixo de empresa quando começou. A Ford parecia ter tecnologia de outro mundo comparado a dela. E mesmo sendo Inferior, o povo Japonês optou por comprar o carro Japonês devido a comoção com os ataques Nucleares e o Patriotismo. Engoliram 20 anos de um produto inferior ao Americano e hoje, e Toyota é maior que a Ford.

        Enquanto esse for o pensamento Brasileiro, de não vou comprar porque tudo o que é nacional é ruim, a coisa ficará como está!

        No mais, eu não faço faculdade na área de Política para escutar de alguém que em 1985 havia predominância de Governo de Esquerda. Os Governos pós-ditadura fascista, eram totalmente alicerçados por políticas Neo-Liberais até os Governos Lula nos anos 2000. Ou será que eu devo presumir que Collor e FHC eram de Esquerda?! Desculpe, mas quem está equivocado é você!

        • Nicolas_RS

          Você está comparando casos extremos! E se os brasileiros se conscientizassem não pagaríamos em um carro “popular” 50 mil reais ou ter eleito dois analfabetos para presidente por exemplo.

          Realmente o ensino brasileiro é uma vergonha, você é a prova! Primeiro que não foi ditadura, tinha o direito e ir e vir, quem queria sair do país, saia, inclusive existia o slogan “Brasil Ame-o ou deixe-o”. Os militares assumiram o poder apoiados pelos americanos! O Brasil era para ser um um braço direito em infraestrutura para os americanos em um possível guerra contra a URSS, e por isso investiram pesado nas industrias. TODOS os partidos pós 1985 foram e são de ESQUERDA! Procure ai as fotos oo FHC com o Luladrao antes e depois do período militar, procure o que o FHC falou sobre o Luladrao caso fosse preso.

          Impostos criados desde o final de 1985:

          IMPOSTOS FEDERAIS
          • II – Imposto sobre a Importação de produtos estrangeiros
          • IE – Imposto sobre a exportação de produtos nacionais ou nacionalizados
          • IR – Imposto sobre a renda e proventos de qualquer natureza
          • IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados
          • IOF – Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários
          • ITR – Imposto Territorial Rural
          • IGF – Imposto sobre Grandes Fortunas (Inexistente em virtude de falta de regulamentação infraconstitucional)

          IMPOSTOS ESTADUAIS
          • ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços
          • IPVA – Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores
          • ITCMD – Imposto sobre Transmissões Causa Mortis e Doações de Qualquer Bem ou Direito.

          IMPOSTOS MUNICIPAIS
          • IPTU – Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana
          • ITBI – Imposto sobre Transmissão Inter Vivos de Bens e Imóveis e de Direitos Reais a Eles Relativos
          • ISSQN – Impostos sobre Serviços de Qualquer Natureza

          E tem muito mais!

          E depois dizem que o Olavo de Carvalho está errado ao afirma que 80% dos universitários brasileiros são analfabetos funcionais… Negar que FHC era é e sempre foi de esquerda é o cumulo da burrice.

        • Pai Nosso

          A Toyota automotiva era subsidiária de uma grande indústria japonesa. A produção de veículos automotores deveu-se a encomendas do governo nipônico, para uso militar. Depois da guerra teve dificuldades financeiras e só melhorou porque passou a abastecer o exército americano na Coréia. Seus carros eram cópias dos modelos ocidentais, embora a qualidade fosse inferior. Os japoneses não evitavam um Ford por patriotismo: o preço era muito alto, a gasolina e manutenção caríssimas, estrutura viária inadequada etc. O grande salto da Toyota foi quando passou a exportar seus modelos.

  • Evelasio Neto

    Falar que a mão de obra no brasil e´cara é um contra senso, a mercedes, a audi, e outras exportam para o mundo inteiro e quanto as montadoras que a matéria diz que abandonaram o país, elas nunca possuíram um fabrica em solo brasileiro, o máximo foi sistema em que o veículo é apenas montado aqui.

  • Tiago Souza

    acho muita omissão por parte das revistas e sites especializados, que tratam os altos valores cobrados nos carros hoje em dia como sendo algo normal, como se 50mil dinheiros em um simples carro popular fosse mero detalhe. valores como esses deveriam ser categoricamente criticados em todos os teste e comparativos por elas realizados, o mesmo poder de influenciar um consumidor indeciso vale para tira-lo do limpo de desvalorização do seu próprio dinheiro.

  • Mario Souza

    Já foi dito em duas entrevistas, o diretor da Honda disse que o povo paga mais porque quer e numa pesquisa também foi divulgado que consumidor de Honda e Toyota pagam mais pela probabilidade e menor risco que acham ter em manutenções. A indústria se adapta ao seu consumidor, não vamos deixar de considerar os impostos, mas o povo sem educação em quase tudo neste país gosta de pagar mais nas coisas por alguma doença. Tipo o idiota que paga 6 mil num telefone que custa 3 no maximo. Todos sabem do que estou falando não é mesmo! Vão passear em orlando, ver o Mickey e trazem seu iPhone X por 1000 dólares e quem vai depois mais quer logo paga 6/7k naquele plano de 500,00 ao mês da operadora!

    • Rubem

      “o diretor da Honda disse que o povo paga mais porque quer ” = “o diretor da Honda disse que o povo paga mais porque é otário “

  • Matafuego

    A culpa é do governo e das pessoas. Do governo por causa dos impostos na cadeia produtiva e por proteger o mercado de concorrência externa. Das pessoas por acharem que o governo tem de dar “direitos” – os tais “direitos” são custeados através de impostos.

  • spampolha

    Pq nos eua, por exemplo, o carro mais vendido fechou 2017 com quase 900 mil carros vendidos. E aqui nem chegou nos 200 mil, e olha que lá o catálogo é bem maior. Várias marcas e modelos. Aqui é bem pequeno. Lá cada consumidor é disputado no tapa. Aqui muitas vezes somos ‘esnobados’ na loja.
    São mercados diferentes.

  • O livre mercado muda muito o jogo logo de cara.

    Vejam como eram Focus, Golf, Vectra quando da chegada do i30.

  • Paula Santos

    Em primeiro lugar: as marcas sempre querem incentivos fiscais para nada. Os carros sempre vem com preços absurdos, como se esse incentivos não existissem.

    2°: o brasileiro aceita paga qualquer coisa que pedem. As marcas deitam e rolam felizes com isso. E Somos tratados como burros!!!

  • Luis Burro

    Mas acho q nenhum se compara ao país num comparação preço/poder de compra.
    E não foi só o setor automotivo q sofreu,mas ele é o único q mantém constantemente aumento de preços.

  • Rafael Henrique Arruda

    Automóvel no Brasil é caro devido à uma cadeia de variáveis. Mas, acredito que a mais importante delas é o fato do brasileiro ver carro como símbolo de status. Não vejo ninguém reclamando dos preços absurdos de imóveis no Brasil. Outra coisa que onera são os intermediários, no caso as concessionárias. Isso deveria acabar, carro poderia ser comprado em lojas como casas bahia da vida, porque hoje os concessionários estão concentrados em grandes grupos e isso facilita a formação de cartel e é apenas mais um custo para o comprador. Do ponto de vista financeiro, o automóvel é o maior passivo que podemos adquirir, porque ele nos deixa pobre, só da despesa como seguro, manutenção, imposto, depreciação e ainda tem custo de oportunidade. Quer rasgar dinheiro, compre carro 0 km com opcionais. A maneira de perder menos dinheiro é escolher modelos usados e com boa liquidez no mercado.

  • Rafael Gomes

    Carro é umas das minhas paixões, gosto de dirigir, quando posso e tenho tempo faço até uns conserto mas vendo meu carro para construir (outra coisa bem cara também) e não pretendo ter outra tão cedo e quando for comprar outro não vai ser o tão zero km não mesmo ainda vou pagar caro em um usado mais não os preço exorbitantes cobrados aqui pais do futebol.

  • Bourgelat Marinho

    Se não me engano, somos um dos poucos países do mundo a não permitirem importação de seminovos. Já pensou nesta concorrência?

  • Leonardo Teixeira

    Lembrando que impostos vem bem antes da cadeia produtiva, os impostos nao são só no momento da venda, antes de começar a montar o carro, tem impostos em cascata sobre todos os itens comprados para montar o carro, impostos trabalhistas (que chega a ser piada), e ainda tem os impostos no momento da venda pro consumidor!

  • Matheus

    Carro 0km popular por R$ 60 mil… não obrigado.

  • pedro

    O Brasil, entre os grande mercado, está fora da curva, pois tem infraestrutura de transporte público deficitária e carros caros, ou seja, não tem saída, o jeito é comprar carro caro.
    Esqueceram de dizer que tem IRPJ e CSLL ainda, pois sobre o lucro gerado na venda do veículos incidem estes dois tributos.

  • Nicolas_RS

    Tu viveu na época o mongoloide? Ou está repetindo o que seus professores disseram? Diga?!

    E realmente tu é um doutrinado, pois sempre que alguém discorda ficam repetindo “fascista”, não sabe nem o que significa, mas fica repetindo.

    Melhor jair se acostumando, sua teta vai acabar!

    • Erivelton Freitas

      huh! Típico!

      • Nicolas_RS

        Nego não viveu na época e quer tal palpite com base no ensino brasileiro, que é um dos piores, e faz o que todo esquerdista faz, se discordar chama de fascista, kkk tu é chacota!

        • Erivelton Freitas

          ¬¬

  • Ricardo

    Não consigo imaginar uma mudança na cabeça dos brasileiros, para mim não têm salvação!

    • Caio

      Bom, nem eu, por isso disse que se tivéssemos preços justos muitas outras coisas também seriam diferentes

  • Renato Duarte

    Posso falar que,, nesse ”crime” de vender carros com preços altos no brasil,, a culpa disso tudo é unica e exclusivamente da vítima.

  • Vattt

    No programa do Ratinho ontem vi o sínico ministro fazendo piada com o imposto brasileiro e a inda dizendo que é necessário cobrar mais ou vai faltar saúde, educação, segurança, transporte… vermes no comando!!!

  • Sergio

    Sei que várias questões influenciam no preço: impostos, custos elevados, perfil dos consumidores, demanda… mas gosto de ponderar acerca do lucro exorbitante das montadoras.

    Exemplo: minha mãe comprou um carro com isenção para deficiente. O preço do modelo no site e na loja era de 90.590,00 reais. A montadora deu um “desconto” para que o carro se enquadrasse nos valores exigidos pela legislação para este público, ou seja, o carro oficialmente passou a custar R$ 69.990,00 sem tirar sequer uma válvula do pneu. O valor do desconto referente a isenção dos impostos (federais e estaduais) IPI, ICMS, IOF foi de pouco mais de 15.000,00. Ou seja, o preço do carro sairia por R$ 54.500,00. No fim,a montadora ainda deu mais um desconto de 6.500,00 reais chegando ao valor pago pela minha mãe: R$ 48.097,00.

    Por fim, somados os valores pagos aos impostos retirados o valor do carro seria em torno de R$ 63.500,00, 27.500 reais a menos do que o valor “cobrado” pela montadora.

    Detalhe: o carro tem seis airbags, ESP, teto solar, rodas aro 17, sensores de chuva e crepuscular, motor turbo… não é um Onix.

  • Andre Henrique Melo

    bla!!!bla!!!bla!!! e caro por que compram…”Pegar colou…” como presidente da Mercedez Benz Brasil em matéria na revista quatro rodas.Estamos careca de saber disto tudo.Quero ver uma matéria com descrevendo a solução e ela sendo aplicada e nosso bolso de consumidor sendo respeitado.

  • Andre Henrique Melo

    Em 2013 paguei R$ 32.900 em 2018 o mesmo carro R$ 47.560 Explica isto em 5 anos.

  • Conferente Rafael

    Duvido que o custo da mão de obra seja caro se comparado aos outros países produtores, bem pelo contrário deve ser até barato!

  • Conferente Rafael

    Reflexo da corrupção endêmica de nosso governo! Fabricantes de fora oferecem facilidadesem troca ganham financiamentos á perder de vista!

  • Oberon de Megrez

    O brasileiro tem o que merece, tanto na politica quanto no mercado automotivo.

  • Samuelson

    Complicado!

  • adalberto ozelim

    O principal motivo é o mercado fechado para as importações ,
    1) com o fim do inovar auto , o Brasil teria que se alinha às trocas comerciais normais que regem no resto do mundo : já estamos em março e o lobby nem sequer está falando mais no assunto .
    2) quem está ganhando mesmo são as montadoras , em um raciocínio lógico ,menor preço ,mais vendas , e mais arrecadação de impostos , portanto o governo está sendo manipulado para manter esse estado de coisas – alguém está ganhando – e não é a arrecadação ,
    3) mercado fechado = menos concorrência = carros mais caros = menos trabalho para as montadoras , que não precisam produzir muito para ter bons lucros . é a lei natural do ´´menor esforço´´´.

  • Catucadao

    maldito imposto…. essa droga de brasil… menores salários, um dos países com menor salario minimo, custo de vida não é baixo e por ai vai.

  • Roni Caprix

    Cara, é muito fácil escrever um monte de besteira sem se dar ao trabalho de pesquisar nada. Pesquisa e coloca ai os lucros das montadoras aqui no Brasil então. Mais do que isso, calcule o Retorno sobre o Patrimonio (ROE) que elas tem para ver se realmente é um negócio tão bom assim antes de falar um monte de asneira sem ter noção de nada.

    • Esse sem dúvida é funcionário de alguma montadora. Se cadastrou no Disqus hoje, com nome falso e tudo, só para falar mal da matéria. Mas usou o nome verdadeiro no endereço de email… parabéns campeão.

  • Serginho_JEC

    Discordo. Os impostas são sempre o maior problema. Um exemplo claro é a divida da Ford Brasil. R$ 720 milhões/ano em media deste 2013. Não ha lucro.
    Veja a ultima imagem e reflita: Quanto você acha que custa aquele ferramental com os 4 braços que esta acoplado a ponte rolante no Brasil?????????/ Cara, é infinitamente mais caro que nos EUA, pq ali, para fabricar aquela peça tem muito imposto. Agora vc imagina criar uma estrutura gigantesca para montagem de veículos, quantos milhões a mais são pagos em impostos no Brasil do que nos EUA. São todos estes detalhes que somados ao final tornam o veiculo muito mais caro.
    É a falta de uma politica enxuta e do comunismo oculto com o repasse a Saúde, Educação etc…que jogam os impostos nas nuvens e tornando o Brasil um dos maiores pagadores de impostos do mundo, e as consequências são estas. Carros, combustível, Aparelhos eletrônicos, alimentação enfim, tudo muito, alias muito não, infinitamente mais alto que em mercados politicamente estáveis.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email