Cupês Híbridos Porsche

Porsche Panamera 4 E-Hybrid chega ao Brasil por R$ 529 mil

Porsche-Panamera-4-E-Hybrid-2018-8 Porsche Panamera 4 E-Hybrid chega ao Brasil por R$ 529 mil

Lançado em versões convencionais em fevereiro deste ano, o Porsche Panamera de segunda geração acaba de estrear uma opção híbrida em nosso mercado. O novo Porsche Panamera 4 E-Hybrid foi anunciado pela fabricante alemã nesta quinta-feira, 14, e se sobressai pelo conjunto mecânico eficiente e com 462 cavalos de potência. A novidade já pode ser adquirida e tem preço sugerido de R$ 529 mil.



O Porsche Panamera 4 E-Hybrid oferece um motor V6 biturbo de 2.9 litros, com quatro válvulas por cilindro, a gasolina, que consegue desenvolver 330 cavalos de potência, entre 5.250 rpm e 6.500 rpm, e 45,9 kgfm de torque, disponível de 1.750 a 5.000 rpm. Ele está associado a outro propulsor elétrico de 136 cv e 40,8 kgfm. Juntos, desenvolvem 426 cv, a 6.000 rpm, e 71,4 kgfm, entre 1.100 e 4.500 giros.

Porsche-Panamera-4-E-Hybrid-2018-8 Porsche Panamera 4 E-Hybrid chega ao Brasil por R$ 529 mil

Ambos os propulsores estão associados ao câmbio automatizado PDK de oito velocidades e dupla embreagem e sistema de tração nas quatro rodas. Segundo dados da Porsche, o cupê híbrido de quatro portas pode acelerar de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e atinge velocidade máxima de 278 km/h.



O motor elétrico do carro é alimentado por uma bateria que pode ser recarregada com um carregador universal de 3,6 kWh entre quatro e seis horas quando conectado a uma tomada de 220V com 20 amperes. Como opcional, há um carregador de 7,2 kWh, que recarrega a bateria em apenas duas horas. A bateria pode ser recarregada ainda durante desacelerações e frenagens.

Porsche-Panamera-4-E-Hybrid-2018-8 Porsche Panamera 4 E-Hybrid chega ao Brasil por R$ 529 mil

Há ainda o pacote Sport Chrono com os modos de condução Sport (a carga da bateria é mantida em nível mínimo), Sport Plus (entrega performance como prioridade), E-Power (puramente elétrico), Hybrid Auto (alterna e combina automaticamente as fontes de propulsão), E-Hold (possibilita escolher entre o uso de ambos) e E-Charge (o motor a gasolina entrega mais potência do que o necessário para a condução).

O conjunto inclui também suspensão a ar adaptável com amortecedores pneumáticos e ajustáveis, tração integral ativa com embreagem multidisco regulada eletronicamente, sistema Porsche Advanced Cockpit com telas sensíveis ao toque, entre outros.

Confira abaixo os preços da nova linha Porsche Panamera 2018:

Panamera 4 E-Hybrid R$ 529.000
Panamera 4 E-Hybrid Sport Turismo R$ 542.000
Panamera 4 E-Hybrid Executive R$ 554.000
Panamera Turbo S E-Hybrid R$ 1.233.000
Panamera Turbo S E-Hybrid Sport Turismo R$ 1.212.000
Panamera Turbo S E-Hybrid Executive R$ 1.242.000

Galeria de fotos do Porsche Panamera 4 E-Hybrid

COMPARTILHAR:
  • Gustavo

    Que ABSURDO o salto de valor da versão 4 E-Hybrid Executive para a Turbo S E-Hybrid Executive. E a diferença de valores das versões turbo são mínimas comparado ao valor do carro.

    • TT 230

      O arranjo das versões está errado. Nesse meio ainda tem as 4S e a Turbo de entrada.

    • TT 230

      Entre os 554 mil e 1.233 milhão, existem as versões à gasolina 4S, 4S Executive e a Turbo.

  • TT 230

    Tem uma certa confusão na lista de versões.

    Primeiro que nem todos são híbridos. As versões 4, 4S, 4S Executive e a Turbo foram parar aonde?

    No mais, pelo que percebo, a Porsche deve estar querendo deixar as versões híbridas como opções de entrada, deixanso de entregar uma versão à gasolina ligeiramente abaixo dos 529 mil iniciais.

  • TT 230

    Achei esse valor de 529 mil da 4 E-Hybrid tão baixo, comparado aos 758 mil da 4S gasolina (até ontem, opção mais barata), que acredito que a Porsche possa estar pensando em não lançar as versões “Paranamera”, “Panamera 4” e “Panamera 4 Executive” como opções de entrada.

    Tirando o motor elétrico e a tração integral, o “Panamera” chegaria por volta dos 469 mil.

  • Ricardo

    Barato!

  • F30FLORIPA

    A versão Turbo custa MAIS DO QUE O DOBRO da versão 4.
    É mais carro, mas não justifica uma diferença tão grande.
    Com os 700 mil de diferença, da para comprar um 911 Carrera GTS.

  • Leonel

    Olha o interior desse carro, que coisa maravilhosa!!! Mas por pouco mais de 1.2M eu já iria de Aston Martin ou Bentley :)

  • what_the_hell??

    Realmente a diferença de preços do Turbo não se justificam!

    Mas creio que essas versões mais “baratas” devam vender bem, dentro das expectativas da marca, lógico! Mas ainda não entendi direito esses “pacotes”. São opcionais a serem comprados ou configurações a se escolher???

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email