Segurança

Posição de dirigir correta, como encontrar?

posição-de-dirigir-3 Posição de dirigir correta, como encontrar?

O prazer em dirigir não vem apenas de um bom carro, mas também de uma posição de guiar correta, para que a experiência não se torne cansativa e até perigosa. Por isso, antes de mais nada, é preciso saber que existem diversas posições para que o motorista possa guiar de forma correta, mas em números, elas surgem por causa de algo peculiar a qualquer ser vivo, seu tamanho.



Mas, apesar de um motorista de baixa estatura e outro de alta estatura terem grande diferença de altura, ambos podem guiar um mesmo carro de forma correta, apenas sabendo como fazer a regulagem geral de forma correta. Nessa mesma posição, embora com ajustes diferentes, os dois podem usufruir melhor do conforto e da segurança.

Um ajuste correto evita dores nas costas, pernas, pescoço, braços e cansaço de forma geral. Um corpo bem posicionado permite também que o condutor se sinta mais a vontade e evita também que o mesmo relaxe, reduzindo assim o stress ao volante e a distração, que pode vir de um cochilo de segundos, suficiente para ocorrer um acidente até fatal.

posição-de-dirigir-3 Posição de dirigir correta, como encontrar?



Dessa forma, o motorista pode dirigir por mais tempo, embora o recomendado seja no máximo duas horas, com pausas para tomar um café e esticar as pernas, afinal, em viagens longas ou muito tempo no trânsito urbano, o corpo necessitará de uma saída do veículo para recompor os músculos que se mantiveram um bom tempo na mesma posição. Uma postura correta também evita problemas de saúde a longo prazo, tais como problemas de coluna, por exemplo.

Bem posicionado entre o banco e o volante, o condutor também evita acidentes. Com a postura certa, o motorista terá facilidade nos movimentos e assim conseguirá reagir a tempo e com precisão para desfiar de um potencial acidente ou mesmo evitar a perda de controle em certas manobras ou curvas. O posicionamento correto também permite visualizar melhor as informações do painel, ter acesso aos comandos e também observar o trânsito em todos os ângulos possíveis.

A visibilidade gerada pela condução de forma correta em termos de posição, é importante para que os pontos cegos sejam mínimos e para se observar também os movimentos e a atitude de outros carros. A ideia não é ficar caçando os alvos nos espelhos ou janelas, bem como também ficar se inclinando para ver ou acionar determinada função. A ergonomia, nesse caso, também em muito tem relação com o carro que se dirige.

posição-de-dirigir-3 Posição de dirigir correta, como encontrar?

Antigamente, os carros mal possuíam cinto de segurança e a regulagem do assento era apenas em distância e, dependendo do modelo, havia também ajuste do encosto. Fora isso, não havia mais opções para um melhor posicionamento do condutor. Hoje, porém, a maioria dos carros conta com ajustes para cintos (altura), coluna de direção (altura e/ou profundidade) e banco (distância, inclinação e/ou altura).

Alguns até tem ajuste lombar, fora os que possuem ajustes elétricos, que podem até estender o próprio assento, ajustar a altura do apoio de cabeça, aumentar ou diminuir as abas laterais e até massagem, com direito a aquecimento e ventilação. Para quem pode pagar, há tudo isso e até mais, tais como memórias, modo de entrada e saída, bem como coluna de direção automatizada. Mas, se você não pode pagar para ter todo esse conforto, pode pelo menos dirigir da maneira correta.

Além disso, não se pode esquecer dos espelhos retrovisores externos e do interno. No passado, havia somente um do lado do motorista (fora) e com ajuste externo. Hoje, os controles estão dentro, mas tem muito lançamento exigindo esforço do motorista para ajustes manuais, especialmente no direito, que fica bem distante. O interno geralmente é dia e noite ou eletrocrômico, mas precisa ser ajustado. Veja abaixo como fazer:

posição-de-dirigir-3 Posição de dirigir correta, como encontrar?

Posição correta de dirigir

Ao entrar no carro, o condutor precisa achar sua posição ideal de conforto e comodidade. Como já mencionado, não existem ajustes específicos, isso vai depender da estatura do condutor e/ou sua preferência. Mas, neste último caso, ela deve atender aos requisitos de uma direção segura. As costas devem estar sempre em contato pleno com o encosto e a cabeça encostada no apoio superior (de cabeça).

Os espelhos retrovisores externos precisam cobrir um campo de visão suficiente para que se veja também os carros que estão ao lado de forma parcial e apenas uma pequena parte da carroceria para orientação nas manobras. O horizonte precisa estar nivelado com a área do espelho. O espelho interno deve cobrir toda a área do vidro traseiro. O cinto de segurança precisa passar no meio do ombro do condutor e não perto do pescoço ou ao lado do braço. Ajuste-o para que fique justo ao corpo, mas não apertado.

Com banco ajustado também, o condutor pode até alterar a inclinação do encosto durante a condução, se esta for muito longa e não houver local adequado para parar, a fim de tentar relaxar mais. Uma mudança momentânea de posição no assento também ajuda a aliviar a tensão do corpo em posição fixa durante muito tempo.

posição-de-dirigir-3 Posição de dirigir correta, como encontrar?

Assim, o ideal é manter pedais ao alcance dos pés e das pernas, apenas as coxas devem permanecer apoiadas no assento, sem a parte posterior do joelho ou panturrilha junto ao banco. Uns três dedos são necessários para um movimento livre de pressão nessas áreas. As pernas precisam ficar levemente flexionadas com os pés pisando fundo nos pedais, especialmente no da embreagem, que é o mais usado até seu fim nos carros manuais. O pé deve se apoiar totalmente no assoalho quando não em uso nos pedais.

No caso do encosto, a melhor posição fica entre 100 e 120 graus, onde o corpo pode relaxar melhor e os movimentos não serão comprometidos. Com o encosto muito vertical, haverá tensão sobre os braços, coluna e pescoço. Além disso, o desconforto será maior ao longo do trajeto. No caso de muito inclinado, o condutor pode ficar com os braços esticados, o que é inseguro para se fazer manobras e desvios, bem como cansativo. Além disso, numa freada forte, o corpo pode deslizar por baixo do cinto. O apoio de cabeça tem de estar centrado com a visão do condutor, mas se não for possível medir, deixe dois ou três dedos de altura.

posição-de-dirigir-3 Posição de dirigir correta, como encontrar?

A posição precisa estar de acordo com a instrumentação, para que esta possa ser vista sem interferência do volante. Caso este possua um ajuste em altura, coloque-o de forma a ter essa visual limpa. Os braços precisam ficar levemente flexionados sem que haja movimentação dos ombros e em posição “10:10” ou “9:15”, como num relógio, para que em um desvio, o movimento não seja impedido pelos próprios braços cruzados durante a ação. Para medir a distância correta ao volante, o condutor deve estender os braços até passar o punho por cima do aro da direção. O volante não deve tocar nas pernas. As mãos também precisam acionar com conforto a alavanca de câmbio e o freio de estacionamento.

Com essas recomendações, a condução será muito menos cansativa e prazerosa. Lembre-se, os ajustes dependem de cada condutor. Faça todos os que forem necessários para se encontrar a melhor posição. Não se utilize de travesseiros ou almofadas para aumentar o conforto, pois na verdade isso só prejudicará o motorista e aumentará o risco de lesões em um acidente. Esteja sempre atento e relaxado, mas ao menor sinal de cansaço, procure um local seguro para descansar e esticar os músculos. Boa viagem!

 

COMPARTILHAR:
  • Dherik

    Tinha um colega de trabalho que era exemplo do que não fazer: ele reclinava muito o banco para trás, quase deitando-se. O volante era inclinado ao máximo no sentido contrário, e ele dirigia apenas segurando a parte inferior do volante, sem nem conseguir alcançar a parte superior do volante mesmo esticando o braço.

    • zekinha71

      É o que mais tem nas ruas, pessoas dirigindo assim, são os famosos “Manolos”, e todos eles tem péssimos gostos pra música, carro, acessórios.

    • Rafael

      Carro de sorveteria!
      Sabem aqueles manolos que tem um socadão no asfalto, dirigem a 5km/h pq soca muito e pára no posto e põe só vintão pro fds todo ficar dando voltas no quarteirão passando em frente as sorveterias/açaí mais lotadas só pra “chamar a atenção”? Então, são esses caras que dirigem assim.

  • Unknown

    “Dessa forma, o motorista pode dirigir por mais tempo, embora o recomendado seja no máximo duas horas”. Uma vez fiz uma viagem de Porto Seguro para SP e dirigi 17hs, só parando umas duas vezes para ir ao banheiro! Entreguei o carro para meu cunhado já na divisa do RJ com SP, na Dutra! Cada pessoa tem o seu limite e resistência, apesar que eu tinha 7 anos a menos do que hoje… rsrs. O tempo ideal não é uma regra geral!

    • José Barbosa

      haha… eu também sou assim!
      Eu sinceramente não entendo porque as pessoas tem a mania de parar ao longo de viagem. Já fiz viagem de 3 horas em que dava para fazer tranquilamente numa tacada só, mas aí o povo quer parar, fazer o lanche, ficar perdendo tempo etc.

      Em geral, o que dita o ritmo de parada, salvo emergências, é o tanque de combustível. E quando paro para abastecer, é um lanchinho rápido e voltar para a estrada.

      O duro é que muitos dos que ficam enrolando é que depois andam a > 150 kmh e ficam querendo chegar cedo.

      • Unknown

        Verdade, também não gosto de ficar parando, mas minha família (esposa) sempre tem a palavra final! rsrs

  • Rbs

    Do lado dessa gatinha qualquer posição será correta!

  • Alexandre Maciel

    Confesso que sinto falta dos ajustas milimétricos que costumavam equipar a grande maioria dos carros. Atualmente, o que mais vejo é ajuste por alavanca, impreciso e que às vezes dificulta encontrar uma boa posição para guiar.

    • José Barbosa

      Pior de tudo é que com o tempo os ajustes com alavancas vão tendo pequenas folgas e dá a horrível impressão de banco solto.

      • Edson Fernandes

        E no meu ex C3 que nessa historia de desgaste, por vezes o dente de um lado do banco não ficava no mesmo nivel do outro? Aí vc ia dirigir torto… depois percebia e ficava ajustando (eu tinha que ajustar pq eu e a esposa dirigiamos o mesmo carro). Hoje com o ajuste por roldana do Fluence isso ficou tranquilo (e curiosamente gostamos do posicionamento de dirigir igual, então é menos uma dor de cabeça nele).

  • Edson Fernandes

    O correto são os braços esticados? Eu pensava que devia ter uma pequena curvatura para evitar que nos acidentes venha a ter alguma lesão. Será que eu estou errado?

  • Cromo

    A ergonomia dos carros é péssima, péssima, péssima. São feitos para chimpanzés e não para homo sapiens (bem, não lá muito sapiens). Se ajusto o banco para os pedais, o volante fica super longe (por isso é feito para chimpanzés). Muitos carros tem ajuste de altura do volante, mas o de profundidade, + raro, é muito + importante, e muitas vezes a amplitude não é suficiente. Os pedais são deslocados para a direita devido à caixa de roda esquerda, dirigimos com pernas tortas. Melhor seria então deslocar o motorista inteiro (e volante) + pra direita (5 a 10 cm), assim inclusive a coluna A esquerda atrapalharia menos a visibilidade. Idealmente as pernas e pés estariam + afastados, com um vão entre embreagem e freio. As colunas A estão muito largas e avançadas, nisso carros antigos eram melhores. Não vejo problema do espelho retrovisor esquerdo manual, mas o direito, longe, (e a janela direita) precisa ser elétrico. Prefiriria q todos os assentos dos bancos, onde apoiamos o bumbum, (inclusive do sofá de casa) fossem bem + inclinados, e o apóio das costas acompanharia.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email