_Featured Avaliações Honda Sedãs zav-lateral

Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

honda-accord-ex-NA-2-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

O Honda Accord é um dos carros mais vendidos do mundo, um best seller mundial ao lado de seu irmão menor, o Civic. Apesar de popular lá fora, o sedã japonês ainda é pouco visto no Brasil, onde é vendido como top de linha da marca.



Em sua nona geração, o Honda Accord é produzido nos EUA, Japão, Tailândia e China. O modelo vendido no Brasil é de origem americana e não japonesa como muitos podem imaginar. Afinal, trazer algo da terra do sol nascente com o iene em alta é prejuízo na certa.

No entanto, seu preço não é exatamente competitivo e ao contrário de alguns rivais, já se distanciou bastante da faixa dos R$ 100.000. A versão EX 2.4, testada pelo NA, custa R$ 119.900, enquanto a top de linha EX-L V6 3.5, sai por R$ 147.900.

Com isso suas vendas não poderiam ser boas, tendo sido emplacados apenas 164 exemplares no primeiro semestre. Ele chega a perder para o Mercedes-Benz Classe E e mantém um discreto nono lugar em seu segmento, de acordo com a Fenabrave. Em junho, somente 21 foram emplacados. Poderia ser mais barato? Se viesse do México, provavelmente, mas isso por enquanto não é possível.

Com imposto de importação o valor não baixa. Mas apesar disso, vale a pena ter um Honda Accord EX 2.4 na garagem? Atributos ele tem, mas serão suficientes para compensar o valor sugerido? Vamos analisar.

honda-accord-ex-NA-6-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

Por fora…

O Honda Accord EX 2.4 é a opção de entrada do sedã nipônico e apresenta um visual geral bastante sóbrio e um ar até mesmo elegante. Discreto, ele não chama muita atenção e para quem gosta disso, ele é um prato cheio. No entanto, ainda assim ele é atraente e ganhou linhas mais modernas na geração atual.

Na frente, os grandes faróis duplos com lente tipo canhão no facho baixo se destacam. O conjunto ótico dispõe ainda de LEDs diurnos integrados e piscas normais, bem como faróis de neblina no para-choque. A grade cromada tem um grande “V” e dois frisos horizontais. O protetor apresenta ainda outro friso cromado e acabamento preto na grelha.

honda-accord-ex-NA-11-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

Nas laterais, frisos cromados envolvem as janelas, que são grandes e garantem boa visibilidade para condutor e passageiros. Os retrovisores não possuem repetidores de direção, disponível apenas no V6, assim como teto solar elétrico. O visual é limpo e apenas dois vincos pronunciados podem ser notados. As maçanetas são pintadas na cor do carro e as rodas de liga leve aro 16 com pneus 215/60 R16 apresentam acabamento diamantado com interior pintado de cinza.

Na traseira, as grandes lanternas possuem iluminação por LEDs, exceto os piscas. Elas são unidas por um friso cromado sobre a tampa do porta-malas, que acaba dividindo as lentes e abrigando a placa de identificação. O para-choque é limpo e dispõe de sensores de estacionamento, bem como um fundo preto com filete cromado, assim como o escape.

honda-accord-ex-NA-20-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

Por dentro…

O Honda Accord EX 2.4 apresenta um visual interno igualmente sóbrio. Trata-se de um sedã enorme (4,89 m de comprimento e 2,77 de entre-eixos), garantindo assim um grande espaço para os ocupantes, especialmente atrás. O conforto é um dos principais atributos do Accord.

O painel é amplo e tem três conjuntos para visualização do condutor. O acabamento superior é feito em material emborrachado, o mesmo encontrado nas portas, contando ainda com material plástico texturizado nas laterais. O quadro de instrumentos é bem semelhante ao do CR-V, por exemplo, destacando-se o velocímetro com indicador com display digital central e indicador luminoso de economia.

O computador de bordo ainda dispõe de um econômetro para melhor informação do motorista, além das funções tradicionais. O Honda Accord EX 2.4 oferece o sistema ECON, que ajuda na redução do consumo de combustível. O indicador é uma folha no alto e do lado esquerdo do cluster.

honda-accord-ex-NA-25-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

O volante é revestido em couro e apresenta comandos de telefonia, computador de bordo, multimídia e controle de cruzeiro. Possui regulagem de altura e profundidade. As hastes na coluna controlam faróis e limpadores. O modelo dispõe de sensores de chuva e crepuscular. O botão do ECON e do sensor de estacionamento, desligamento do VSA (ESP) e alarme ficam mais abaixo no painel.

Ao centro, uma grande tela de LCD apresenta as informações da multimídia, que inclui CD player, USB, entrada auxiliar, Bluetooth, imagem da câmera de ré e dados do veículo, incluindo gráficos de consumo. No entanto, o Honda Accord EX 2.4 não oferece navegador GPS, que seria muito útil com esse visor. Outro display – sensível ao toque – fica logo abaixo e permite discar para chamadas de telefone.

Nas laterais, difusores de ar. O acabamento no entorno é prateado, assim como a base do ar condicionado, que é automático e com duas zonas de climatização. Frisos prateados paralelos envolvem as laterais do túnel central, que tem acabamento preto. Há um porta-objetos com tampa estilizada e um cinzeiro com tampa e isqueiro logo abaixo.

honda-accord-ex-NA-75-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

A alavanca da transmissão tem revestimento em couro e detalhes cromados, tendo ainda um seletor que denuncia o tipo de transmissão usado pelo modelo. Nesse caso, não era o que imaginamos inicialmente.

O freio de estacionamento é manual, sendo que poderia ser elétrico nesta faixa de preço. Os porta-copos não tem tampa e o apoio de braço é discreto. Em seu interior, entrada USB, auxiliar e fonte 12V. Detalhe: todos com tampas. De volta ao painel, o porta-luvas tem bom espaço e iluminação.

As portas têm acabamento em parte feito com material emborrachado, bem como couro e plástico duro, sendo o que envolve a maçaneta cromada com textura. As dianteiras podem abrigar até garrafas e apresentam alto-falantes (4) e tweeters (2). As traseiras chamam a atenção por um detalhe: possuem cinzeiros móveis com tampa.

honda-accord-ex-NA-53-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

Os bancos são revestidos em couro e apresentam regulagens elétricas nos assentos dianteiros, tendo o do motorista também ajuste lombar. Não há aquecimento e o traseiro apresenta um apoio de braço central com porta-copos. Há apoio de cabeça para o quinto passageiro, assim como cinto de três pontos e Isofix.

Não há luzes de leitura atrás, bem como difusores de ar ou tomada 12V, por exemplo. O teto tem retrovisor comum (poderia ser eletrocrômico, visto apenas no V6) e luzes de leitura. Os para-sóis têm espelhos e iluminação, porta-óculos, luz ambiente em LED (azul) e luz central “padrão Honda” (a mesma do Fit da primeira geração, por exemplo). No assoalho, abertura interna do tanque e do porta-malas.

Já o porta-malas deveria ser bem grande. Aliás, em realidade ele é, mas a Honda decidiu utilizar um estepe de tamanho original (roda de liga leve) e o espaço ficou reduzido, tanto que o fundo do baú tem uma inclinação no assoalho apontando exatamente o enorme volume perdido. Ainda assim são 461 litros disponíveis.

honda-accord-ex-NA-67-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

Por ruas e estradas…

Se espaço e conforto são dois pontos importantes oferecidos pelo Honda Accord EX 2.4, a economia é outro item fundamental em sua apresentação. Para o segmento, até que não é tão imprescindível, já que o público-alvo tem bom poder aquisitivo e em teoria não liga muito para o consumo. Mas isso é aqui no Brasil, pois nos EUA o modelo é um médio e os consumidores agora prezam pela eficiência.

O sedã da Honda vem equipado com um motor 2.4 i-VTEC com a tecnologia Earth Dream, centrada na injeção direta de combustível. Movido apenas por gasolina, o propulsor é muito eficiente em consumo e não peca em performance. Ele entrega 175 cv a 6.200 rpm e 22,9 kgfm a 4.000 rpm. Mas, não espere atingir esses níveis no dia a dia para ter um desempenho condizente com seu tamanho e peso.

Combinado com uma transmissão automática de cinco marchas (daí a letra D3 no seletor da alavanca, que limita o uso a apenas as três primeiras marchas, se desejado), o 2.4 Earth Dream mostra que bebe muito pouco. Quando se começa a andar com o Accord 2.4, a sensação é de que estamos em um carro com CVT, pois as trocas são muito suaves e o indicador de consumo divulga números animadores.

honda-accord-ex-NA-57-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

Conseguimos 8,5 km/litro na cidade e 17,5 km/litro na estrada, números bons para um sedã de seu porte. Se fosse realmente um CVT, o propulsor melhoraria ainda mais esses números. O conjunto motriz agradou também no que diz respeito ao desempenho. Rodando a 110 km/h, o conta-giros marca apenas 2.300 rpm.

Silencioso, ele responde bem quando exigido, mesmo com o ECON ligado. Sem este limitador de consumo, o propulsor torna a condução um pouco mais animada para quem gosta de andar rápido. No entanto, seu papel é entregar um desempenho moderado para o dia a dia. Mesmo porque esportividade não é seu foco.

A suspensão é macia e privilegia o conforto, por isso o VSA (ESP) é sempre útil. A direção é leve e bem progressiva, enquanto os freios atuam de forma exemplar. Os pneus altos também favorecem na filtragem de imperfeições do piso e na economia.

honda-accord-ex-NA-30-700x466 Pouco visto nas ruas, Honda Accord EX 2.4 exibe bons atributos

Por você…

O Honda Accord EX 2.4 é um sedã com muito espaço interno, conforto e economia. Faltam alguns itens, já mencionados acima e que infelizmente não foram colocados no sedã para que seu preço não ficasse ainda maior. Ele seria melhor visto se custasse R$ 99.900, por exemplo.

Vem com um pacote de itens até certo ponto generoso, contando com seis airbags, ESP, TCS, direção elétrica, ar condicionado dual zone, multimídia, bluetooth, câmera de ré, alarme, assistente de partida em rampa, bancos em couro com ajustes elétricos, faróis de neblina, LEDs diurnos, sensor de estacionamento, rodas de liga leve aro 16, entre outros.

Disponível nas cores White Orchid Pearl, Crystal Black Pearl e Alabaster Silver Metallic, o Honda Accord EX 2.4 tem um bom conjunto mecânico, agrada pelo conforto e espaço abundante, mas carece de um porta-malas maior e itens adicionais para segurança e auxílio à condução. Infelizmente os R$ 119.900 não condizem com a proposta.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Honda Accord EX 2.4

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 4 em linha, injeção direta de combustível
Cilindrada – 2356 cm³
Potência – 175 cv a 6.200 rpm (gasolina)
Torque – 22,9 kgfm a 4.000 rpm (gasolina)
Transmissão – Automática com cinco marchas
Tração – Dianteira

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 9,4 segundos
Velocidade máxima – 195 km/h

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Multilink
Elétrica

Freios
Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 16 com pneus 215/60 R16

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.890 mm
Largura – 1.850 mm (sem retrovisores)
Altura – 1.475 mm
Entre-eixos – 2.775 mm
Peso em ordem de marcha – 1.506 kg
Tanque – 65 litros
Porta-malas – 461 litros

Galeria de fotos do Honda Accord EX 2.4:

  • Mr. Car

    Um primo nos E.U.A tem um 2009, 4 cilindros. Na época, convertendo em reais, pagou o mesmo que eu paguei (ambos 0km) em um Logan Privilège 1.6 8v. Aqui, pelo mesmo valor, também se comprava um Fiesta Rocam Class 1.6 sedã.

    • Diego Nameko

      Mr. Car, quando se compara carro daqui com os de fora não se converte o preço, americanos não ganham em reais. Uma boa comparação é o ganho mes/preço do produto.
      Aí veremos uma boa comparação.

      Ex.: U$S 5.000,00 o salário, e preço U$S 20.000,00 de um carro qualquer (um Corolla).
      20.000,00/5.000,00= 4 meses de trabalho para comprar
      No Brasil
      Ex.: R$ 5.000,00 o salário, e preço do Corolla R$ 75.000,00
      75.000/5.000,00= 15 meses de trabalho para comprar
      Ex. de um Logan Privilége
      45.000,00/5.000,00= 9 meses de trabalho pra comprar um carro ruim em relação ao Corolla.

      Brasileiro sofre mesmo, nem pode ter um mínimo de conforto na própria vida, e quando tem o povão acha que é ostentação ou metido.
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Claro que tem outros fatores, mas o melhor jeito de comparar os preços em outros mercados é deste modo.

      • dougkmt

        Concordo que existe este ponto de vista em não converter pelo câmbio. Mas e se eu tiver que ir pra lá a trabalho, por 6 meses, e quiser comprar um carro pra depois vender quando voltar pro Brasil? Quero chegar lá e comprar um novo ou usado, tanto faz, no primeiro final de semana. Então vou trocar meu dinheiro em real por dólar e vale a comparação convertendo pelo câmbio. Kkk

    • Daniel Blinkerbaum

      vc nao pode esquecer que eles ganham 3 vezes mais e as coisas custam 3 vezes menos.. Bonito, e triste.

      • mauro cimonel

        Exatamente!!

  • Alfredo Araujo

    Realmente o preço mata…
    120 mil em um carro com bancos de tecido é dose p mamute.

    • ngd_10

      acho que como e acessorio e questao de preferencia…. tem banco de couro muito bom e tem aqueles lastimaveis e vice versa

      • Gustavo73

        Porque tem banco de couro de verdade. E os sintéticos, e nesse caso existem bons e ruins.

    • vdd, e com esse preço, eu pego um fusion hybrid top, por isso que nao vende nada

      • Romualdo Vieira

        Pois é, o Fusion neste caso é um negócio (muito) melhor. Eu tb iria de Fusion. Aliás, ele está muito mais capado que o Altima, que tb pode ser uma opção.

        • iih a lista dos que são melhores que ele e sao mais baratos é grande, tem fusion, kia optima, azera, nissan altima, sonata, passat, malibu, se bobear até o camry, so nao sei quanto ele ta custando rsrs

          • Romualdo Vieira

            O passat está mais caro, está partindo de 120 paus. O malibu saiu de linha. Com bons equipamentos chega fácil a 153.

        • Pacheco

          O problema e q a propria Honda nao quer vender esse carro. E caro e poucas concessionariaa tem pra vc ver.

    • Hen_Par

      E sem coisas tão básicas e simples como retrovisor eletrocrômico e luzes de leitura traseiras… economia porca!

    • Pacheco

      Eu vi 1 na semana passada. Cada vez mais raro esse carro nas ruas.

  • Roger Bersch

    Quem vai deixar de comprar um Azera, que custa o mesmo preço é de um segmento superior, ou de economizar uma boa grana e levar um Fusion, ao menos no mês passado 21 pessoas fizeram isso, provavelmente alguns senhores de 60+ e algumas senhoras para levar os filhos na escola.

    • Wagner

      Amigo o Azera não é de um segmento superior, eu preferia o accord que esses que citou, inclusive ja tive um 2007 e era uma puta nave.

      • dougkmt

        Independente de posicionamento do mercado, categorização da sombra projetada ao solo, ou da plataforma médio-grande ou grande utilizada, eu prefiro o Azera V6 se estivermos falando de 120k, pelo custo benefício dos equipamentos e melhor desempenho. Agora somente no quesito visual, fico com a sobriedade do Accord.

        • Wagner

          a manutenção do honda é bem mais barata, o meu accord 2007 vendo com 106 mil km sem NUNCA ter dado um problema sequer, só o previsto em revisão e itens de desgaste natural como pneus e bateria, vai ver o valor de revisão de um azera e de um accord, e de uma volta em cada um pra vc ver a diferença, eu sem sombra de duvidas iria de honda, minha duvida realmente seria entre ele e um A3 sedan por exemplo, mas um carro da hyundai eu nem cogitaria.

          • André Vidigal

            Puro preconceito seu, as revisões da hyundai são preços tabelados e muito bem realizadas, já tive 3 em casa e NUNCA tive dor de cabeça, estou com uma Vera Cruz com 80.000km rodados ainda novinha em folha. Tb tenho um Audi, nesse quesito você vai ter uma surpresa com i preços das revisões, as 2 primeiras não tem mao-de-obra, depois disso é de 1000 em 1000 se for a básica e muito a mais se tiver que trocar peças como pastilhas, bateria, pneus, etc etc

        • alixgracus

          A 4 Rodas testou os dois e conseguiu os melhores resultados no Accord 2.4! Fora a boa vantagem no consumo do Honda. Conclusão: esse novo Azera não anda nada e, ao mesmo tempo, o Accord 2.4 anda muito!

          • Rubem

            cavalos hyundai….

        • GPE

          Por 120k eu iria de Accord V6 ao invés do Azera, se tivesse q escolher entre os dois. Pesaria a exclusividade e custo de manutenção justo, além de ser um carro que dificilmente traria surpresas.
          Sendo a escolha livre entre os médio-grandes, Fusion.

          • Romualdo Vieira

            pelos 120 eu iria de Fusion ecoboost

            • Cristiano_RJ

              E basta olhar a diferença de vendas entre Accord e Fusion e você perceberá que a “torcida do flamengo” inteira também prefere o sedã da Ford.

          • dougkmt

            Mas o Accord V6 não é 147k (vide matéria)?

            • GPE

              Esqueci de escrever “se o Accord V6 custasse 120k” entre ele e o Azera, escolheria o Honda

              • Cristiano_RJ

                Pois é, mas não custa. Esse era para ser o preço do Accord V6. O 2.4 da matéria deveria custar uns R$ 100 mil. Mas novamente os japoneses sobem no salto e posicionam seu produto bem acima do mercado, confiados na força de sua marca em nosso país. O resultado em vendas fala por si.

                • GPE

                  Maior prova de que quem só engole o engodo dos Japas nos carros acima de 90mil são os que gostam de SUV e caminhonete(CR-V, Rav4, Hilux e SW4, pra ser mais específico).
                  Hatch, perua e sedan japoneses só vendem no mercado mais barato.

      • Cristiano_RJ

        O Azera é de segmento superior sim. O Sonata é que é concorrente direto de Fusion e Accord. Agora, você preferir um ou outro, isso é outro assunto.

        • Wagner

          ah é? pq entao o accord V6 é muito mais potente que o Azera? Pq ele é mais caro? eles tem praticamente o mesmo tamanho, o accord 2.4 é apenas uma versão mais barata do accord, mas tem a versão V6 que da um banho em conforto e tecnologia no azera, alem claro da potencia, 280cv com injeção direta de combustivel, tecnologia que desliga alguns cilindros quando o motor está em baixas rotações, tanto que nos EUA o azera nem sonha em ameaçar as vendas do accord, o sonho do azera é ser um accord, o sonho da hyundai é ser a honda, o simbolo tentaram copiar, infelizmente em materia de carros estão muito distantes ainda.

          • GPE

            Qual é o banho de tecnologia que o Accord V6 dá no Azera?

            Não estou sendo irônico. Apenas fiquei curioso

            • Wagner

              o Accord desativa 3 cilindros do motor pra consumir menos combustivel quando não tem necessidade de uso desses, fazendo um consumo de 8,1km/l na cidade, em um carro V6 com 280cv, cara dirija um e veja por si só, a suspensão do carro é animal, o comportamento dinamico, vc vai perceber que não é um dos carros mais vendidos dos EUA a toa.

              • GPE

                Ok. Isso é legal mas não posso considerar um “banho de tecnologia”. Esperava que vc fosse falar mais coisas, como uma frenagem regenerativa, star-stop,gadgets internos, piloto automático adaptativo, rodas traseiras que giram, etc…
                Ainda que o Honda seja superior, o Azera é um carro a se considerar.

                • Wagner

                  infelizmente nao tenho muito conhecimento das tecnologias presentes no accord 2014 ou 2015 e muito menos no azera que é um carro que realmente nao tenho interesse, mas o accord que tive era um carro muito competente, como ja disse vendi com 106 mil km se nao me falha a memoria e sem nunca ter dado um defeito, sempre apenas manutenção rotineira, pelo que vejo nos carros da hyundai é bem diferente a historia, pra mim o banho de tecnologia é ter peças que realmente durem e o carro funcione ok.

    • jamilton costa

      Eu, mas vai do gosto do cliente, Pessoalmente não gosto do estilo do Azera, nesse segmento do Accord prefiro o Camry e o Passat.

  • GPE

    Pelo menos colocaram 6 airbags e ESP na versão de entrada. Tenso era o modelo antigo que não tinha esses itens (apenas 2AB e ABS) e custava mais de 90mil.

    Entretanto, não vale mais de 100mil e a V6 não deveria passar de 120mil.

    • Hofmann

      Esse modelo msm da matéria, até pouco tempo atrás só tinha 2 airbags e ABS.

      • Edson Fernandes

        Isso que eu iria dizer! No lançamento, esse carro era super capado!

        Para se ter ideia, não tinha nem farol de neblina! Para se ter “tudo” tinha que apelar para o V6 que torna a escolha ainda mais dificil.

        Eu escolheria um 300C no lugar.

    • oloko

      O modelo antigo era ridiculo, me desculpe quem tem, porque esse carro não oferecia nem computador de bordo, o cúmulo pra um carro deste nivel, além dos básicos 2AB e abs. Pelo menos esse melhorou muito no quesito itens de série, mas dizer que é generoso pra um carro desta faixa acho errado, eu acho que é o minimo pra ter num carro desse, pecando ainda na falta de retrovisor eletrocomico, e pisca no retrovisor.
      Pelo menos o consumo é ótimo, mesmo tendo um cambio sem ser sequencial, parece fazer bem o seu trabalho

    • 4lex5andro

      fusion agradece os 120 k cobrados pela honda pelo seu top line ..

      nesse segmento faltou a chevrolet trazer o malibu, enquanto isso a ford domina entre os sedans grandes ..

      • GPE

        O TOP custa 147mil

        • 4lex5andro

          o v6 né, nem dá pra cogitar esse accord ..

  • Leonardo M

    Jamais deixaria de levar um Azera ou um Fusion para levar um Accord.
    Aliás vi Azera em promoção aqui em BSB, 114k, perante os 130k(com ágio) que era quando chegou tá até barato.

    • Louis

      Se os 3 fossem o mesmo preço, eu iria de Accord. Mas o preço surreal realmente mata o Accord.

      • Edson Fernandes

        Mesmo que seja o menos equipado em tudo? Pois eu nessa levaria um Fusion.

        Para mim, a versão “boa” do Accord (ainda que atualmente eles colocaram itens que no lançamento não existiam nessa versão) é a V6 que igualmente é tão economico qto esse.

        E isso já existia desde a versão anterior que tinha desligamento de cilindros.

        • Lucas Souza

          Eu acho o fusion muito top. Só odeio as lanternas traseiras =/
          Eu levaria o Accord se fosse na faixa dos 90-95milmil (pq ele pra mim briga com o fusion de entrada, pela motoração). Mas a Honda ia acabar atrapalhando o civic que top de linha custa 85mil.

          • Edson Fernandes

            Bem… nesse caso eu concordo. O problema é que falta justamente um preço condizente. A Peugeot fez isso com o 508 (que ue acho uma otima opção frente ao Fusion 2.5), porque a Honda não poderia se não R$95000, colocar por R$105000? Já melhoraria.

            • Fanjos

              A Honda não pode colocar o Accord a esse preço, porque em breve esse será o preço do Civic

              • Alessandro Lagoeiro

                @Fanjos:disqus, uma coisa que corrobora com sua idéia: As vezes um carro de uma categoria inferior tem uma renovação de geração antes da categoria superior, o que acaba o tornando uma opção mais racional (Como Fiesta e Focus Mk2). E isso também aconteceu com o New Civic e Accord. E qual foi a solução da Honda para essa questão? Aumentar o preço do Accord, sem qualquer justificativa.

              • do jeito que as coisas andam, nao duvido muito que daqui uns 3 anos o civic ja ultrapassou a barreira dos 100k, ex: corolla, focus ja estao custando 94 mil

                • Fanjos

                  3 Anos?
                  Quem bom que ainda tem otimistas no país! xD

                  • xD

                    fui otimista mesmo, e digo mais, daqui uns 2 anos os populares ja estarão ultrapassando a barreira dos 55k… não, pera… . . ….
                    gol rallye e hb20 =

              • Edson Fernandes

                Ué…. faz que nem a Ford entre os Focus e Fusion. Seria mais do que o suficiente. Hoje, o cara que vislumbra um Fit ao se deparar com os preços deste, percebe que o pulo das versões de topo do Fit para o Civic de entrada é pequeno e acaba por pegar o sedan (para quem inclusive não precisa de ter um carro menor)

                Mas no caso do civic mesmo topo de linha para o Accord o pulo é gigantesco, não há uma hegemonia de crescimento na marca a não ser que vc realmente junte bons trocados.

                • dougkmt

                  É aquele negócio: construa uma escada com altura de 20cm para cada degrau, mas no último coloque 23cm e veja várias pessoas tropeçando, rsrs.

            • Cristiano_RJ

              O 508 não consta mais no configurador da Peugeot.

              • Edson Fernandes

                Ele não consta como configurar, mas se vc colocar em modelos, ele aparece.

                Mas isso é indicativo de descontinuidade sem duvidas…

      • Lucas de Lucca

        A escolha pelo Accord seria pela discrição do mesmo, pois nesse caso Azera e Fusion realmente chama atenção demais e tem gente que não quer ser visado, porque de resto, não vejo onde esse Accord supere os outros dois.

        • Gustavo73

          Se é pra ser discreto, compra um Passat. Que segundo alguns vai parecer um Voyage.

          • Thiago_NCO

            VW tem todos a mesma cara. Fato.

            • Gustavo73

              Sim, agora dê uma olhada no Fiesta, o Focus com facelift europeu o Fusion e até o novo Mustang. Como eu disse o VW pode ter começado essa história de facefamily, mas nem de longe é a única.

              • Thiago_NCO

                Sim. Você tem razão.

        • jamilton costa

          Concordo, acho o design dos carros Hyundai/Kia bastante chamativos, nesse segmento prefiro o Camry.

      • Leonardo M

        Olha, mesmo que custasse o mesmo preço não escolheria o Accord nunca, muito cara de “carro do vovô”

    • Robinho

      Cara com certeza, se custasse todos os mesmos valores iria de Fusion e em segundo Azera.

  • saosao

    Como assim 17,5km/l na estrada?????
    Earth Dreams, I love it!!!

    • João Cagnoni

      Descendo a serra no cut-off.

      • Obviamente nossos testes são feitos em estrada plana, não descendo a serra.

        • Renato

          Até que em estrada plana dá pra acreditar. É um consumo baixo pela categoria mas acho q se pegar uma BR 381 por exemplo, q não é duplicada e muita subida, acho q o motor vai pesar contra e o consumo num deve passar de 11 km/l.

        • GPE

          Qual é a velocidade padrão utilizada? 110km/h constantes e AC/ligado?

    • alixgracus

      Na 4 Rodas ficou bem atrás, mas também não decepcionou, pelo porte do carro.
      http://quatrorodas.abril.com.br/galerias/imagens/645_accord_dese.jpg

    • Eduardo Brito

      17,5Km/l não chega a ser nenhum absurdo. O Vectra 2.2 16v aut. fazia 16km/l na estrada…

      • saosao

        Sim, meu Civic tbm faz fez 17km/l na estrada.

        Mas o Accord é mais pesado que o Civic e Vectra…

      • GPE

        Vectra 2.2 fazendo 16km/l?
        Não é querendo duvidar mas já duvidando, diria que isso é impossível numa situação de pista plana e andando 110km/h.

        Talvez o consumo instantâneo aparecesse isso, mas impossível de conseguir manter isso por mais de 3 ou 4km.

        Conseguir uma média dessa numa viagem nesse motor, só andando até a 90km/h e com mt descida p ajudar.

        • Eduardo Brito

          Isso é o que o computador de bordo marca quando esta numa reta e com o piloto automático ligado. Numa viagem norma marcava 13,5km/l. isso com gasolina aditivada.

          • GPE

            Agora vc falou minha língua. É praticamente o consumo instantâneo numa retinha. Basta alguma variação que ele muda bastante.
            Pra vc ter uma idéia, com ar ligado a 110km/h, a 320i fica entre 19 e 21km/l, mas no fim do percurso a média é por volta de 15km/l

    • cepereira2006

      Com um consumo destes um tanque cheio faz a incrível marca de 1.137 km.

      • saosao

        Pois é!
        Vale lembrar que acho que esse valor é a máxima obtida, e não a média. Mas mesmo assim está excelente, pela motorização e peso.

        Tenho um Civic que uma vez fiz São Paulo-Piracicaba-São Paulo. A estrada tem altos e baixos mas no geral é plano. Corri um pouco além da conta com ar condicionado a uns 60% do tempo. Fiz 17km/l!
        Porém quando fui para Minas, com um tanque cheio (50l), consegui rodar 730km até esvaziar quase por completo. Ou seja, 14,6km/l. Fui de São Paulo-várias cidades de Minas-São Paulo. Quase consegui chegar de volta para casa sem abastecer…

        Tudo varia… rs

  • Gustavo73

    Lembro que no início da abertura do mercado lá nos anos noventa, era um carro que se via bastante.

    • ObservadorCWB

      Depois vieram super IPI. Inovar Auto. E mesmo assim há férias coletivas. Há projetos indo embora do brasil. Isso se chama desvio de rota. Estávamaos indo para a meritocracia e mercados abertos, hoje estamos indo em direção a Cuba, Venezuela, Haiti….

      • Gustavo73

        Bem por aí. Também víamos mais Passat, e o Taurus da Ford.

    • Thiago_NCO

      Verdade. E hoje se encontra no mercado de usados vários Accord que caíram nas mãos de gente sem conhecimento/condições/vontade de manter o carro como deveria ser feito.
      Uma pena.

  • MrBacon

    Bom carro, mas a Honda sö o oferece aqui no Brasil para cumprir tabela, essas vendas devem estar ligadas a frotistas, provavelmente para atender executivos japoneses. Custa tanto quanto um C 180, no way.

  • Davi Millan

    Deve ser um ótimo carro, mas nunca vi um por aqui. Como a matéria cita: “Ele seria melhor visto se custasse 99mil”. Como a Honda tem o “nariz empinado” e esse carro infelizmente só cumpre tabela aqui, ele é massacrado pelo Fusion, fica atras do altima e nem chegou a fazer faz cócegas ao Optima*. (*2013).

  • Rafael Peres

    nos EUA, entre as opções de carro médio (fusion, mazda 6, malibu, camry, altima, sonata), provavelmente seria minha opção, especialmente na versão híbrida. mas aí no Brasil, com esse preço, fica difícil, né?
    para quem estava curioso, aqui nos EUA o accord EX parte de 24.880 dólares (por volta de 59.712 reais)

  • Netovski

    Concorrente direto do Altima nos EUA, igualmente importado de lá.

    Custando no mínimo 20 mil a mais, ajuda a ter noção das “pequenas” margens de lucro que a Honda tem aqui.

    • Gustavo73

      Ainda mais os dois vindo dos EUA. Eu achava que o Accord vinha do Japão.

      • João Martini

        O problema é a Honda mesmo, que pensa que concorre com BMW e Audi no Brasil.

        • Thiago_NCO

          O público cativo das japas faz elas pensarem isso. Simples assim.

          • Cristiano_RJ

            Disse tudo companheiro. O problema é o próprio consumidor brasileiro dessa marca, que a supervaloriza colocando-a em um pedestal e abrindo as portas para preços abusivos como o deste Accord.

    • Cristiano_RJ

      Pois e Netovski, e olha que a Nissan reposicionou o Altima. Ele chegou aqui por R$ 99 mil e em pouco mais de 6 meses passou a custar R$ 113 mil. Brigava diretamente com o Fusion flex e agora foi alçado ao patamar do Fusion Ecoboost FWD. Isso só coloca por terra esse argumento de que o Accord 2.4 custa o mesmo que um Fusion AWD só porque vem dos EUA.

  • Rafael Jandre

    Pagar valores entre 65 e 90 num Civic/Corolla também é absurdo. Mas isso aqui é Brasil e estamos falando de Honda, que faz carros muito bons, mas que simplesmente não valem o que é cobrado.

  • Louis

    Esse carro é um dos meus sonhos de consumo.
    Mas ontem mesmo eu estava pensando em uma possível futura aquisição, usado. Comecei a pesquisar os anúncios, e verifiquei que há pouquíssimas unidades no mercado, ou seja, será dor de cabeça na certa pra conseguir peças de reposição, pois é um carro bastante raro hoje. E esse é um dos fatores que me fazem descartar um carro. Se tivesse preços na faixa do Fusion, venderia muito!

    Ps: 17,5 km/l em uma barca desse tamanho é algo excepcional !

    • Netovski

      É um “best-seller” nos EUA penso que importando as peças de lá não teria problema.

    • Edson Fernandes

      Vc não teria falta de peças.

      É o mesmo que dizer que há falta de peças para o fusion 2.3.

      A realidade é que esse carro tem oferta de peças pois a Honda tem como metodologia fornecer peças além do normal. Para vc ter ideia, Accords dos anos 1990 tem peça disponivel na Honda (não a pronta entrega é claro) caso vc queira decidir por um.

      Eu escolheria o Accord imediatamente da versão anterior a essa com o motor V6, pois o 4 cilindros anterior é totalmente capado de itens de série.

    • kikofar

      Louis, tenho um V6 2006, há 3 anos. Peças importadas, via E-bay ou compradas por um conhecido lá nos EUA e enviado pra mim via USPS Mail. Nunca tive problemas. Pago imposto de alguns. Outros chegaram sem taxação. Tenho um mecânico de confiança que trabalhou na Honda da minha cidade por 11 anos, foi chefe de oficina inclusive, de forma que orçamento de 9 mil reais na concessionária, reduzi a menos de 2 mil ou por comprar peças de fora, ou porque não havia necessidade de trocar uma peça inteira como as concessionárias sempre fazem. 8,5 km/L, rodar silencioso, muito espaçoso (minha esposa usa o carro pra levar as crianças às atividades rotineiras) e bem acabado.

      Não se preocupe com peças. Aqui raramente você vai adquiri-las. E carros como esse que vendem como pão quente lá nos EUA, fique tranquilo pois o mercado é farto de peças e não é difícil conseguí-las.

      • Louis

        Valeu pelo relato kikofar. Realmente nos EUA esse carro é igual a Gol por aqui, deve ter de monte. Agora, por aqui, acho que só vi 1 dessa última versão até agora.

      • CabraSJC

        Este seu relato serve também para o Fusion V6?

        Estou tentado a comprar um e ficar com ele até o fim da década, pois rodo no máximo 12 mil kms/ano. E não é tão difícil achar um 2011 ou 2012 com menos de 50 a 60 mil Kms rodados.

        Porém morro de medo de ficar “orfão” de peças no médio/longo prazo.

        Agradeço!

        • kikofar

          Veja esse site: http://online.wsj.com/mdc/public/page/2_3022-autosales.html De acordo com ele, só em junho foram 27 mil unidades dele vendidas na terra dos Yankees. Accord foram 31 mil unidades. Ou seja, vende e bem lá. Quanto ao carro propriamente dito, dê uma boa leitura em foruns e sites nacionais em que se pode opinar (tipo Bestcars da UOL). Li alguma coisa sobre problema em câmbio, mas não me lembro, confesso, se era do primeiro modelo vendido aqui ou do segundo (geração anterior). Ainda assim, acredito piamente que seja algo puntual. Um amigo meu tem um 2.5 e adora o carro. Consegue sempre médias de 10 a 11 km/L aqui em Brasília. Outra dica é procurar as peças sempre pelo Part Number. Sem demorar muito eu achei esse site: http://www.autopartswarehouse.com/category/auto_body_parts_-and-_mirrors.html (já para o modelo Fusion). Aí não tem muito jeito… tem que conhecer o nome das peças em inglês, o que não é difícil de se achar/saber. As básicas (tipo vela, filtros, palheta, pastilhas etc…) eu fiz uma tabela em Word, quando ainda não tinha decorado, imprimi e deixava na pasta do Accord pra ver quando precisasse. Agora, já nem preciso mais, pois decorei. E boa sorte na procura aí. Abraço

    • jamilton costa
    • jamilton costa

      Para mim um modelo 1994 completo, ja esta de bom tamanho.

  • Roger Rosato

    Excelente consumo rodoviário! A Honda está perdendo tempo em não colocar esses novos motores nos modelos nacionais, sem falar da insistência no seu câmbio automático ultrapassado e ruim.

  • MarcioMaster

    Depois dizem que brasileiro não sabe comprar carro, ainda bem que se vê pouco na rua.

    • zeuslinux

      Brasileiro mais rico não é rico à toa. Quanto mais dinheiro tem, mais valoriza o dinheiro que gasta.

      • ObservadorCWB

        verdade verdadeira…rsrsrs Aliás, reparou como os preços dos carros TOP nemtem aumentado tanto ? Enquanto isso Fiat, VW, GM e Ford não cansam de aumentar preços, quase semanalmente.

        • Edson Fernandes

          Por enquanto. A ideia é sempre essa: “Sente-se” no carros de entrada para “não pegar” nos carros mais caros.

          Perceba que nosso mercado parece o salario minimo: Os carros de entrada que empurram para cima os preços dos demais.

          • Lucas Souza

            O problema é que nos states vc paga 14mil dólares num e no superior é 16mil, no outro já é 19mil no outro 22 mil. A diferença de um fiesta prum mustang lá é a mesma diferença de um Fiesta de entrada pra um top de linha aqui. Tu com 60mil compra um Fiesta, com 120mil tu compra um fusion (ambos top de linha). Fiesta top de linha é quase 18mil dólares nos states, com o dobro, ou seja, 36mil dólares, se compra um Mustang top de linha (só não o SHelby GT500), que é superior ao fusion =/
            Mas se um mustang top de linha fosse vendido no Brasil, nos moldes do Camaro SS, custaria o valor de 4 Fiestas top de linha.

            • Lucas Souza

              traduzindo, a gente só de f***

            • Edson Fernandes

              Como eu disse…. os modelos de entrada empurram os preços dos carros amis caros.

              E então chegamos a pergunta: Porque o Fiesta de entrada custa R$40000? O que ele justifica para custar isso? E o C3? E o 208? E então, por mais que possamos dizer sobre itens estruturais, ainda é um carro compacto.

              E querendo ou não, ele não é “O carro”, mas é apenas a atualização do Fiesta já vendido aqui.(só para citar o exemplo em cima do que vc disse).

              • João Cagnoni

                O C3 e o 208 são vendidos por 40k pq tem Palio e Gol custando 50k. A idéia é que você começa pensando que o C3 é muito caro, mas depois vê o Gol e pensa que ta muito barato e fecha a negociação na hora com medo de andar de Gol.

                • Edson Fernandes

                  Isso eu entendo, mas a pergunta que faço não é sob a visão do consumidor comum, mas sim pensar que simplesmente, esse é apenas uma atualização do modelo anterior;

                  Pensando nisso, deveria ser obvio para o brasileiro que a melhoria não viria só de visual, mas de tudo que é relacionado ao carro. Qualquer carro atualizado recebe melhorias e costumam rechea-lo melhor, então é mais do que comum pensar que foi apenas uma atualização e nada mais.

              • João Cagnoni

                Edson, faço de suas as minhas palavras. Carro compacto é carro compacto, não gosto de classificar como premium ou de entrada pois sempre resulta em injustiça. Alguns são caros, outros mais em conta, alguns são melhores e outros piores. Isso nem sempre está relacionado ao preço.

            • João Martini

              Mas o Fusion Titanium sem o ACC, sem park assist, sem o monitor de ponto cego e sem teto solar (fora outros detalhes como aquecimento dos bancos e tapetes que são todos opcionais por lá) sai por 31 mil dólares. Ele todo equipado sai por 36 mil dólares. Embora absurda a diferença, a lógica é a mesma: Fusion com o preço de 2 Fiestas.

      • ʎɐƃ ʎʞsʇoɹıs oıɔıɹnɐɯ

        Se valorizar o que gasta é comprar garrafas de Dom Pérignon por mais de 5k em baladas ou mulheres que gastam o mesmo ou mais em bolsas para ter mais status entre suas amigas ;eu devo estar por fora o que é VALORIZAR o dinheiro

        • zeuslinux

          Eu estou falando dos ricos de verdade, não de playboyzinhos que fazem essas festas com o dinheiro do papai rico, de pessoas que ficaram ricas de modo fácil, roubando, e de metidos a ricos que fazem essas festas para se exibirem (os “reis do camarote”).

          Rico gosta de coisa boa e até pode tomar champagne porque pode e gosta, mas não jogará dinheiro no ralo desnecessariamente.

  • Mak Mak

    É um belíssimo carro!

  • Também temos que lembrar que o Accord japonês é igual ao Europeu de dimensões menores e o Accord que era igual ao Americano era o Inspire, mas esse saiu de linha 2011 ou 2012 e com isso a decisão de importar o Accord dos Estados Unidos.

  • Pablo Lourenço

    Blá blá CVT. Nada haver essa parada q se fosse CVT melhoraria o consumo. Isso não e regra.

    • João Cagnoni

      Por qual motivo, razão ou circunstância um CVT não melhora sempre o consumo?

      • Pablo Lourenço

        Por diversos. Tudo e relativo.

        • Ândiel Ortiz

          Hum. Bons argumentos. Nunca tinha visto por essa perspectiva…

  • Anderson Lopes

    Até hoje só vi um andando aqui na minha cidade, e vejo ele diariamente acho bonito, porém nada viável!

  • Tosca16

    Salvo as medidas proporções o Geely EC7 parece com o Accord … mas que o Honda é um baita carro isso é .

  • AndreiVieira

    Se Custasse 99 a 2.4 e 119 a v6 teria um preço mais justo (justo no Brasil)!!!

  • João Cagnoni

    Só tem premium no preço. Se custasse 70k as pessoas continuariam não comprando e o carro perderia o status.

  • Lucas de Lucca

    Porque não vende? Caríssimo, visual sem sal, motor não condiz com o preço e esse câmbio AT5 da década de 90…
    Aí, a pessoa olha um Fusion EcoBoost FWD por R$ 108 mil e BINGO! Já era o Accord.

  • Diggo

    Resumo desse carro: preço acima de sedã-grande e equipamentos abaixo de sedã-médio. Não vale o que cobram só isso.

  • Jonas Augusto

    Por esse preço vou de Fusion 0km, ou C180 ou C200 semi-nova a preços módicos.

  • Bonito.

  • Junoba

    Esse carro custa $21.955 nos EUA. Os veículos vendidos no Brasil não valem a matade que custam, e depois dizem que o lucro é pequeno, e ficam chorando pro governo quando as vendas estão baixas, sendo que ficam nadando no dinheiro.

  • RCX05

    Mas se ele vem dos EUA é CVT não é ? Lá o 2.4 automático é CVT, só o V6 que usa um automático normal de 6 marchas.

  • Fabio Yoshinobu Honda

    E o optima??? O q vcs acham???

  • Fabio Yoshinobu Honda

    Mudando de carro!! Oq vcs acham do optima?? Estou querendo trocar meu carro e me interessei por um Optima 12/13 com 5000km por 80mil!! Estou saindo de uma Bm 118 12/12 e fico meio assim em trocar por um carro coreano, mas achei esse optima lindo e está dentro do que quero pagar em um carro ( até 90 mil reais )

    • Minerius Valioso

      Por que quer trocar o seu Série 1?

      • Fabio Yoshinobu Honda

        Jà estou há 03 anos com o carro e agora tenho um filho e preciso de um carro maior! Estou vendo alguns outros, mas não queria gastar mais do que 90 mil e achei o optima uma boa opção!!

  • LeandroBalmant

    Qual é o diferencial desse carro que me faria levar ele, ao invés de uma 320?

  • Gran RS 78

    A matéria insiste em culpar somente os impostos pelo altos preço desse modelo, mas se esquece que o Azera que tbm paga os mesmos impostos do Accord, custa bem menos e oferece bem mais.

    • FaloNaCara ¯ _ (ツ) _ / ¯

      Mas o Azera é feito na Coréia, país que ainda oferece custo menor para os fabricantes, com mão de obra mais barata do que nos EUA.

      • Gran RS 78

        Mas não se esqueça que o Azera está um nível acima do Accord, pois o concorrente dele é o Sonata.

  • Renan21

    8,5 na cidade e 17,5 na estrada, é mais que o dobro da cidade? Tá certo isso? Não é 11,5 não?
    Tem algo errado ae kkk.
    Esses 17,5 mostrou no computador de bordo, ou a conta foi feita na mão?

  • johnnyburanelo

    problema é que teria que custar 90 a 99
    mas aí a toyota já colocou o corolla top de linha

  • Magnus Cordeiro

    Nunca que eu deixo de comprar uma Fusion Titanium AWD pra comprar isso aí . . . . . . .

  • Pesao

    foda é o carro custar prativamente o mesmo que uma CRV(CRV 24.500 e o accord 25.500 no site americano) e a CRV ser vendida na casa de 100 e o accord 120. essa ideia do nosso mercado ver quanto estamos dispostos a pagar por um carro tem que acabar. isso porque a CRV é supervalorizada devido ao numero de vendas. vai entender a politica de lucros.

  • João Carlos

    Tudo bem que é uma marca de produtos duráveis e fiáveis. Mas embora nenhum carro no Brasil valer o que custa, este, pelo que oferece, bate o recorde!

  • Leozeradf

    Me espantei em ver que pesa quase o mesmo que um corolla da nova geração. É isso mesmo?

  • AMB

    Tenho um accord v6 2014/14. Paguei 131k nele. O carro esta com 1500 km. No primeiro tanque fiz média de 12,5 km/l 70% estrada e 30% cidade. Antes de compra-lo fui ver Fusion, Bmw 320, Mercedes e Camry. Nenhum deles tem o custo beneficio desse carro. Fusion grande carro, mta tecnologia embarcada mas falta xenon, a versão turbo segundo relatos de colegas meus que tem o carro não consegue passar de 6,5 km/l de média. BMW e mercedes tem revisõmuito caras Outro ponto importante 3 anos de garantia, as duas primeiras revisoes tem mão de obra gratuita dos 10 e 20 mil km. Ele tem varios recursos como desligamento dos cilindros para economia de combustivel, sistema i-mid que é uma camera no retrovisor que quando voce utiliza a seta aparece a imagem na tela central, muito util em São Paulo por exemplo para trocar de faixa nas avenidas que os motoqueiros andam no corredor, noise cancelling para diminuir o ruido na cabine. É sem duvida um dos carros mais silenciosos que já andei, comparavel com bmw serie 5. Desempenho fantastico, tinha um passat 2012, esse motor é tão forte quanto os 2.0 tsi. Enfim um carro muito bem projetado, unico ponto que fica devendo é a falta de gps.

  • WagnerSCS

    Tem potência de Fusion SE, mas preço de Titanium.
    Oferece bons equipamentos, mas por 119900 eu juntaria uns trocados a mais e optaria pelo Ford.
    Na minha opinião, o Accord só compensaria na versão V6, mas custa muito caro também. Talvez o correto seria a versão EX custar na faixa de 99900, competindo aí com Fusion SE, Nissan Altima e Hyundai Sonata, trazendo o preço da V6 mais perto do Fusion Titanium.

  • MMM

    Estranho esse carro vir dos Estados Unidos com um cambio automático de 5 marchas, enquanto o modelo vendido lá já vem com CVT. Será que eles produzem um modelo capado pra exportação?

  • Guido Ferreira de Almeida

    Será que as fabricantes veem retrovisor retrovisor eletrocrômico e seta nos piscas como itens de luxo? Pra mim são itens de segurança!

  • Fred Ribeiro

    A reportagem podia ter apenas uma frase: “não vale o quanto custa. ponto” eheheh… agora falando serio, 120pilas num civic Espichado? ehehe se ainda fosse no V6 eu me calava

  • Vinicius Bonelli

    Duas telas no painel e eu ainda preciso prender meu GPS no vidro se quiser navegação? Por 120k? Ta de sacanagem Honda?

  • afonso200

    ja aluguei o 4cil e o V6 nos EUA, o V6 desligava alguns cilindros e o sistema de som emitia um sinal inverso ao ruido para anular os ruidos externos, muito bom carro, no BR esse preço nem ferrando

  • Thiago Sz

    Estou no meu segundo Accord e não arrependo. Com certeza será meu próximo usado daqui alguns anos. Comprar zero é ruim porque desvaloriza bastante, mas usado é bom negócio. Tenho um 2006 V6 que faz 7km/l na cidade BH e 12km/l estrada, muitos carros 2.0 que tive não faziam isso, tive um fusion 2.3 que fazia 6 e 11 (andava menos e bebia mais). Accord V6 anda mais que Civic Si, e bebe igual 2.0.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Send this to a friend