Governamental/Legal Trânsito

Presidente eleito quer ampliar para 10 anos a validade da CNH

Presidente eleito quer ampliar para 10 anos a validade da CNH

Atualmente a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) tem validade de cinco anos, mas isso pode mudar a partir de 2019. O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) manifestou nas redes sociais o interesse em duplicar o período de vigência do documento, o que significa que o mesmo passaria a ter validade de 10 anos.


O desejo do próximo presidente foi expresso após congratulações ao governo do Rio de Janeiro, que extinguiu a vistoria anual obrigatória, único caso dentre os estados da federação.

Jair Bolsonaro disse: “Parabenizo o governo do RJ por extinguir a vistoria anual de veículos. Outrossim, informo que faremos gestões no sentido de passar para 10 anos a validade da carteira nacional de habilitação (hoje, seu prazo é de 5 anos).”

Atualmente, a cada cinco anos, os motoristas com idade até 65 anos são obrigados à renovar a CNH, mediante pagamento de taxas e exame médico, incluindo toxicológico para condutor profissionais.


Presidente eleito quer ampliar para 10 anos a validade da CNH

Para quem descumprir a renovação, a multa é de R$ 293,47 e serão imputados na CNH sete pontos, referentes à infração gravíssima. A licença para dirigir só tem prazo menor, de três anos, para condutores com mais de 65 anos. Se de fato o documento tiver a validade dobrada, o condutor passará mais tempo sem o risco de ter a “carta” vencida.

Além disso, a CNH passaria a ter a mesma validade de outro documento, que parte dos brasileiros possui, o passaporte. Este, há pouco tempo, teve a validade duplicada de cinco para dez anos. Mas, ao contrário deste, que obriga a emissão de um novo documento, a licença para dirigir é apenas atualizada, custo que varia de acordo com o estado da federação.

Outro ponto importante é que a CNH agregará outras funções, além da versão digital. Até 2022, o documento será obrigatoriamente um cartão eletrônico com chip e QR Code (foto acima), podendo ser usada para pagar pedágios e até em transporte público.

[Fonte: Twitter]

 

 

Presidente eleito quer ampliar para 10 anos a validade da CNH
Nota média 4.4 de 7 votos

  • Fanjos

    Presidente bom

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Falam que em mais de 20 anos como deputado nunca teve projetos aprovados, como presidente vai fazer tudo o que não fez em 4 anos.

      • Geraldo Xavier

        Não fala besteira. Ele não consegue aprovar sozinho tudo que ele propõe. Todo deputado apresenta o projeto de lei pra votação e depende do voto dos outros deputados pra tornar o projeto em lei. Ele votou contra alguns projetos e a favor de outros. Mas caso não saiba ele foi o responsável por apresentar as leis de ampliava a isenção de ipi pra produtos de informática. Certamente você foi beneficiado quando comprou seu computador e apresentou projeto que virou lei que autoriza medicação para tratamento de câncer.

        • LKenappe

          Geraldo creio que voce entendeu de forma errada o comentário do colega, acho que ele quis dizer que agora como presidente ele se libertou de certa forma dessa dependencia da Câmara para aprovar as coisas, e que agora podera colocar esses projetos engavetados em andamento.

          • Geraldo Xavier

            Realmente ficou com duplo sentido

          • Hugo Leonardo Dos Santos

            Até que enfim alguém que entendeu

        • Hugo Leonardo Dos Santos

          Eu disse “falam”, eu não disse que foi eu.

          • Geraldo Xavier

            Foi mal. Interpretação errada da minha parte

        • André Silvestre

          Muito bom

      • LKenappe

        Quem fala isso so escancara sua ignorância política. Apresentar projetos é uma coisa, aprovar os mesmos é outra totalmente diferente. O cara não aprovou nada porque nao ficava fazendo conchavos pelos cantos.

      • Marcio Souza

        Pesquise pelos projetos propostos. Infelizmente o congresso é um antro de sujeira e para se dar bem lá tem que estar neste lamaçal também. Por isso tenho esperança num cara que não tem rabo preso com ninguém.

        • Roxxton

          “Um cara que não tem rabo preso com ninguém”.
          Se esse cara existe, não é no Brasil que ele reside.

      • Rbs

        Não ter projeto é uma coisa não ter projeto aprovado é outra coisa! Procura na internet quais são os projetos dele ou que ele apoia que não foram aprovados! Voce terá uma surpresa.

      • Hodney Fortuna

        Não teve projetos aprovados por uma simples coisa: os deputados não aprovavam por questões pessoais! Bolsonaro era um ponto fora da curva do tradicionalismo maldito na política brasileira! E ele teve um projeto importantíssimo que foi aprovado e virou lei, a do voto impresso e que foi desobedecida pelo STF e Procuradoria da República!

      • José Barbosa

        Sem fazer parte do mensalão e sendo oposição ao PT fica mesmo difícil aprovar projetos. Mas agora ele tem a caneta, facilita muito a tornar alguns deputados mais flexíveis às propostas.

      • Renato Texeira

        Com projetos do tipo de “criação do dia do detetive”, “abolir anúncios de língua estrangeira” ou de “liberação do uso da fosfoetanolamina“ (que não passa de um placebo) da para entender o porquê da baixa quantidade de projetos aprovados.

    • RX8

      bom mesmo! vamos desburocratizar e desregulamentar”, diz Bolsonaro

    • globonaotemjapa

      vai depender do congresso

      • Emanuel Schott

        Muita coisa não depende do Congresso. A maioria dessas burocracias são coisas de ministerios, secretarias, agências reguladoras e outras coisas que podem ser derrubadas com uma canetada presidencial.

    • Rafael Rodrigo

      Ia dar like, mas vc já chegou no número certo! 17

  • RicLuthor

    Acredito que 5 anos seja o período ideal, se nesse tempo a pessoa já perde um pouco de acuidade visual e talvez um pouco de reflexo, imagine em 10.

    Agora eu espero que a atenção de Bolsonaro se volte para outras questões, como a crise generalizada na segurança pública.

    • Jhon

      Como se alguém reprovasse nesses testes por perder reflexo ou visão. Esses exames só servem pra encher o bolso de alguns.

      • Edinaldo_Tapica

        Ne isso, sempre tem que ter um moralista falando pouco e falando aresia hahahahaha. Acha bom pagar renovação a cada cinco anos, pois pague a minha também Ric Luthor! Kkkkkkkkkk

    • Tarcio

      Só por curiosidade RicLuthor, acredito que o brasileiro assim como qualquer outro cidadão de outra nacionalidade enfrente problemas de saúde. Mas em Portugal em si, o motorista só renova a habilitação aos 60 anos. Mas só no Brasil que se perde a acuidade visual e reflexos? Antigamente a prova teórica para se tirar a habilitação podia ser feita no seu próprio veículo. Mas o LOOBY das auto escolas acabou com isso. Então acho que os brasileiros devemos sim olhar o que acontece de bom fora do nosso pais e desburocratizar o sistema. PARABÉNS BOLSONARO, QUE VENHA MAIS MELHORIAS.

      • RicLuthor

        Infelizmente, temos que enfrentar as diferenças que se apresentam. Acuidade visual e reflexos se perdem com o passar do tempo em qualquer lugar do mundo, pois é uma característica do corpo humano. Já falaram aqui que ninguém é reprovado por isso, mas de quem é a culpa?

        Eu na minha 1a renovação em 2004 percebi que não enxergava tão bem quanto enxergava 5 anos antes e procurei um oftalmologista. Quantos no Brasil procuram um especialista?

        De nada adianta renovar a cada 10 anos e nesse período a pessoa não ter sua visão e reflexos avaliados, bem como o serviço ter seu preço dobrado.

        • Good Doctor

          Meu pai tem 76 anos e é taxista, já deve ter uns 20 anos que na carteira dele tá escrito que tem que usar óculos, mas ele nunca usa para dirigir…
          Na teoria até o comunismo é bonito, na prática não é bem como vc imagina.
          Aposto que 99% das pessoas conseguem renovar a carteira de alguma forma

          • RicLuthor

            Mas a culpa é de quem? Se seu pai precisa usar e não usa, digamos que ele fosse parado numa blitz e o atento agente de trânsito ou policial percebesse isso na cnh, mas seu pai estivesse sem óculos… Se ele levasse uma multa, ganhasse pontos na carteira ou até tivesse o direito de dirigir suspenso ia reclamar do agente ou policial, ia reclamar do governo, do país…

            A consciência é individual, quem exige seus direitos tem que lembrar de cumprir seus deveres. Se nós compactuamos com as coisas erradas, nada muda.

            • Good Doctor

              Concordo plenamente com vc! Nas suas palavras “a consciência é individual”.

              Nesses termos vão em ressonância de que pode sim esticar o prazo de renovação para 10 anos ou mais uma vez que só depende da consciência do cidadão, o resto tudo se resolve com dinheiro…

              Já tentou fazer o exame médico de renovar carteira pelo convênio? Só particular… Pede recibo entre para declarar no imposto de renda?? Vê lá o que acontece..

    • Marcio Souza

      Concordo com vc para pessoas que estão na terceira idade. Mas mesmo assim isso não assegura a integridade desses idosos pois a degeneração vai além da visão.

      • RicLuthor

        Basta fazer um exame médico mais exigente, mas haverá quem reclame.

        De nada adianta também colocar um prazo de 10 anos e dobrar ou triplicar o valor da renovação, afinal os governadores e seus Detrans não vão querer perder a boquinha.

    • heliofig

      Para o pessoal mais novo pode até ser. Com mais idade fica ruim, mesmo.

    • Rodrigo

      Já passou da hora do estado deixar de ser “pai” das pessoas. Esse modelo já demonstrou ser ineficaz e passível de corrupção. A pessoa está com problemas de visão, motricidade ou reflexo? Que procure auxílio profissional para corrigir a condição. Se envolveu em um acidente decorrente disso? Que pague, inclusive com detenção se for o caso. Quem dirige são pessoas adultas e precisam ser responsabilizadas pelos seus atos.

      • Samuelson

        Exatamente o que ia comentar, o que tem uma coisa com a outra? Se a pessoa está com a visão debilitada que procure um médico especifico uai.
        A pessoa só vai descobrir essas limitações no momento da renovação da CNH? Cada uma.

      • Alexandre Maciel

        E os interesses dos demais contribuintes ficam à mercê do senso de responsabilidade do condutor com problema de visão? É isso? A questão de se fixar regra para renovação nem de longe tem a ver com paternalismo. Isso é feito no sentido de proteger a todos. Se o Estado não tiver sequer essa incumbência, que ele seja extinto. Aliás, pensando por esse viés que de pronto já se acabem as polícias; afinal, proteção da incolumidade pública parece ser paternalismo.

        EDIT: no mais, sou a favor do aumento do prazo dependendo da faixa etária. Não há justificativa para jovens renovarem as suas CNH’s após 5 anos.

        • Rodrigo

          Não é do meu interesse que o Estado cuide da minha vida como se eu fosse uma criança de 10 anos. Aliás, pelo seu linguajar acredito que vc seja servidor, mas se não for deixe-me dizer uma coisa: mais do que meros contribuintes somos CİDADÃOS. Com direitos e deveres, o Estado está aí para servir aos nossos interesses, nunca o contrário. Afinal, sem cidadãos (e contribuintes) o Estado não existiria.
          Aproveitando, só pra relatar uma estória pessoal: quando tirei minha 1a CNH eu tinha 6 graus de miopia em ambas as vistas. Obviamente que nela saiu escrito a necessidade de uso de lentes corretivas obrigatório. Na primeira renovação o médico do CIRETRAN resolveu remover tal obrigatoriedade uma vez que eu sequer conseguiria sair a pé sem óculos, que dirá dirigir. Nem pedi. 1 ano depois fiz a cirurgia de correção e nunca mais precisei usar óculos, olha que beleza. O médico usou de seu bom senso, simples assim.

          • Alexandre Maciel

            Em qualquer Estado Democrático na Terra o Estado existe por um propósito: organizar a vida dos contribuintes. Isso é feito quando o Estado pinta faixas nas vias ou quando exige que, para conceder a permissão para dirigir (a CNH é apenas uma permissão, ato precário), o cidadão esteja bem de saúde. E ele assim o faz pensando principalmente na segurança dos demais; ele está muito mais preocupado comigo que estou à calçada do que com você que pode morrer ao guiar sem condições. Como você mesmo falou, existe para servir aos nossos interesses e, creio, ninguém deseja que a segurança de todos seja ameaçada pela desídia de um (não é o seu caso). Em qualquer área da administração há medidas corretivas e preventivas. Os exames para renovação da CNH estão no último grupo.

            No mais, o médico do DETRAN é apenas um porta-voz do poder público. Ele não está lá para fazer julgamentos de acordo com a própria preferência. Ele é pago para seguir normas e, por sinal, deixou de cumprir a Resolução nº 425/2012 do CONTRAN. Enfim, o fato de você ser responsável e ter usado suas lentes não faz com que os demais condutores também o sejam.

      • RicLuthor

        A renovação é gratuita? O exame médico não é obrigatório? Esse exame exclui a hipótese de você fazer um outro mais detalhado posteriormente?

        Na renovação do registro de posse de uma arma, exames e avaliações não são exigidas e pagas?

        Onde está o paternalismo nos dois casos?

        Eu concordo quando você diz que a pessoa deve ser responsabilizada pelos seus atos. Aí eu me lembro do cidadão (ou cidadã) que bebe, causa um acidente e ainda debocha da cara do agente de trânsito ou do policial ao dizer que não fará o teste do bafômetro, essa mentalidade é que mantém o país no atraso e cheio de mazelas.

        O estado exigir que o cidadão tenha condições físicas e psicológicas de dirigir, não é nada mais nada menos que cumprir o seu papel, afinal o veículo será guiado em vias públicas.

        • Rodrigo

          Não confunda paternalismo com populismo. Mesmo que fosse tudo de graça (populismo) ainda assim é o Estado se intrometendo na esfera privada do cidadão – insisto no termo, ao contrário do colega burocrata que nos chama de contribuinte.
          Mas concordo contigo no que tange a fiscalização. O Brasileiro médio ainda é muito atrasado na sua visão de sociedades. Atrasado e egoísta, além do fato de nossa justiça favorecer quem tem $$$. Em Nações mais evoluídas o simples fato de conduzir com bebidas alcoólicas dentro do habitáculo, mesmo que fechadas, já é razão para serem multados.

          • Alexandre Maciel

            Eu também não gosto de que se intrometam na minha vida. Aliás, sou extremamente reservado e discreto exatamente por isso. Não quero uma babá mas quero segurança para me locomover. É uma das funções do Estado. Acho que um pouco de ciência política lhe mostraria que a noção de Estado não se compatibiliza com o estilo de vida dos ciganos. Há regras na sociedade e há a necessidade de se protegerem interesses que ultrapassam a esfera individual. Regras que defendem interesses coletivos não constituem paternalismo; são diretrizes para a boa convivência em qualquer sociedade. O contrário disso que você acredita ser paternalismo é a anomia, hipótese também incompatível com a noção de Estado.

            • Rodrigo

              Concordo com seus argumentos mas gostaria de lhe perguntar o seguinte: você prefere (a) um Estado que lhe obrigue realizar exames periódicos a cada 5 ou 10 anos (como motorista amador) sob o argumento de que fazendo isso estará protegendo a sua integridade e a de outrem ou (b) um Estado que faça valer a lei em caso de um sinistro – e isso independentemente do fato causador?
              Ao referir-me ao paternalismo, não estou apenas relacionando ao fator obrigar o cidadão a cumprir normas burocráticas mas principalmente ao “passar a mão na cabeça” perante algumas situações. O próprio nome “acidente de trânsito” é uma aberração: mais de 90% dos acidentes ou são gerados por imprudência, imperícia ou negligência.
              Na Rússia (para sair das comparações com EUA) se vc causar um acidente com vítimas, vc vai ser julgado e se considerado culpado pode até pagar pensão vitalícia para a vítima ou seus parentes. İsso porque estamos falando de um país ex-socialista e com governos com viés de esquerda. Por isso que a maioria dos carros de lá possuem câmeras para servirem de provas.

              • Alexandre Maciel

                Colega, se você parar para pensar um pouquinho em coletividade – e aqui, sim, você pode propor, em acepção larga, o termo cidadão, consequência da ideia de nação – verá que o interesse particular de forma nenhuma deve prevalecer sobre um interesse geral da coletividade. O Estado determina a realização do exame porque, para você guiar nas vias de um país soberano, em que, espera-se, impere a lei, e, principalmente, para que outros não sejam ameaçados pela “autorização” expedida pelo Poder Público, além de demonstrar que você é qualificado para tal, você precisa, periodicamente, deixar claro que permanece atendendo aos requisitos. Como falei noutro comentário, o Estado assim o faz principalmente pensando no outro. Ademais, fazer valer a lei apenas na condição de Estado punitivo é o avesso da organização do Estado. Noutro comentário eu mencionei que a Administração age prevenindo e corrigindo. Ela assim o faz porque, segundo nossa Constituição, segundo o Pacto de São José da Costa Rica, do qual o Brasil é signatário, e segundo o senso comum sobre a ideia de humanidade, a vida é bem inestimável. Então, respondendo a sua pergunta: sim, nesse caso eu prefiro que os direitos coletivos sejam previamente preservados. A vida da população, nesse conflito de valores, prepondera sobre o direito de dirigir de qualquer pessoa.

                No que se refere ao acidente, qualquer evento de trânsito, regra geral, não passa disso. Afinal, um sinistro é ou não um evento casual, não desejado, fortuito? Ademais, imprudência, imperícia e negligência são acepções vinculadas à culpa em sentido estrito. Ou seja, quem age segundo uma dessas classificações não desejou o evento; i.e., envolveu-se num acidente e por essa razão a noção de culpabilidade não pode pesar sobre a pessoa da mesma forma que pesará caso o evento seja produzido por vontade livre e consciente (é o caso do dolo eventual do acidente evento provocado por motorista embriagado). Isso não é passar a mão na cabeça; isso é aplicar a ciência do Direito.

                Finalmente, pelo que me consta a razão das câmeras nos veículos na Rússia tem relação direta com as fraudes provocadas em acidentes. As pessoas simplesmente forjavam acidentes graves para receberem pensão.

              • Alexandro Vieira Lopes

                tomara q aqui no brasil, tb comecemos a usar cameras

  • Uma idéia simples, mas em contrapartida ajuda milhões de motorista com menos burocracia e um custo menor e o principal, sem risco nenhum aos motoristas e demais pessoas. Boa parte das soluções para o Brasil são simples.

  • rodpe

    Menos Brasília, mais Brasil.

    Ação pequena, mas significativa. Mostra o objetivo de tirar a intromissão exagerada do Estado na vida das pessoas.

    • Marcio Souza

      Falou tudo. Menos Estado. Mais cidadão.

  • Luciano

    Bolsonaro sempre pensando no motorista 😉

    • R. Rover

      Não fale assim do Mito! Ele prometeu melhorar a vida do trabalhador,
      E antes de posse já conseguiu. Tem motorista emprestando dinheiro para a mulher do patrão.

      • LKenappe

        Ta lendo torto as coisas ein, nem a Folha errou como você.

        • Mas que o comentário do colega R. Rover é fato amplamente comprovado é kkkk.

          • Allysson Santos

            É o contrário, o motorista estava pagando um empréstimo à mulher do patrão…

  • CanalhaRS

    Acho que o foco deveria ser redução dos valores da obtenção e renovação da CNH, que andam caríssimos e sem lógica. Poderia cortar pela metade os preços. Mas, de certa forma, já é um começo.

    • T1000

      seria como se cortasse o preço pela metade, uma vez que o prazo dobrou

  • pmol30

    A muito tempo atrás o tempo de renovação era de 20 anos ou mais se não estiver errado.

    • Thiago

      Primeira renovação era aos 40 anos de idade.

  • vicegag

    Para mim, o mais interessante foi o boato que ele iria acabar com o IPVA.

    • Renato Duarte

      assim pagamos apenas o licenciamento,, como já ocorre lá fora.

    • Cesar

      Não tem como ele acabar com o IPVA.
      IPVA é imposto estadual, portanto, conforme o pacto federativo depende da concordância dos 27 governadores para se mexer.

      • Luciano

        E é uma das principais fontes de recursos dos Estados e municípios, então sem chance de acabar.

      • Thiago

        Depende de uma emenda constitucional Não dos 27 estados

        • Cesar

          Isso é Cláusula Pétrea então só com nova Constituição. Sem chance de emenda.

          • Thiago

            Baseado em quê? Que eu saiba são cláusulas pétreas a forma federativa de Estado; o voto direto, secreto, universal e periódico; a separação dos Poderes; e os direitos e garantias individuais. Aonde que se encaixa o IPVA por gentileza?

            • Cesar

              Você mesmo respondeu: “a forma federativa de Estado”.
              O Estado Brasileiro é composto pela União, os Estados, os Municípios e o Distrito Federal.

              • Thiago

                Bem, a menos que haja manifestação expressa do STF nesse sentido, no meu modo de ver há margem de interpretação. Não poder mudar a forma federativa de Estado não significa em linha direta imutabilidade do sistema tributário. O fato de ser competência dos Estados a instituição decorre da sua criação ter sido autorizada pela constituição. Havendo a substituição por outro tributo, de competência estadual e com base distinta, que proporcione aos Estados arrecadação equivalente, não vejo um atentado direto à forma federativa do Estado. Lógico na minha opinião.

                • Cesar

                  Exatamente. É uma questão interpretativa. Eu por outro lado, entendo que como está bem expresso na Constituição, em se tratando do ponto aqui em discussão (IPVA), somente poderia ser alterada a competência para eliminação ou substituição por expressa vontade dos entes da Federação (Estados e Distrito Federal) ou por uma Assembleia Constituinte.
                  Agora a palavra final caberia ao STF através de uma ADI ou ADPF.

                  Com a palavra, os Advogados.
                  Se tiver algum aqui favor se manifestar.

        • Cosi fan Tutti

          Podia mudar a forma de cobrar, ao invés de ser no valor do carro (onde já incidiu vários impostos), ser no peso do carro, seria bem mais justo. E trocar esse negócio de carros antigos pagarem menos ou zerar, tem de ser o contrário, carros novos e econômicos serem isentos por um tempo, e antigos pagarem pq poluem e são um perigo nas vias (dependendo do estado de conservação).

          • Iran Borges

            Por mim cobraria uma taxa geral sem distinção, de valor baixo (uns 50 reais por exemplo). Ou seja, um dono de ferrari pagaria o mesmo q um dono de um chery QQ, e não ficaria pesado pra ninguém. A frota seria muito melhor e mais nova, e o cidadão não seria tolhido no seu direito de simples aquisição de um bem. Do jeito que é hoje, o cara que tem um pouquinho mais de poder aquisitivo é punido.

      • thewes

        E está previsto na CF. Precisaríamos de um epopeia para mudar isso.

    • Roberto Dias

      É, como o Cesar disse, tirar o IPVA está longe do alcance dele.

  • R. Rover

    Deve ser para ajudar o Queiroz. Só pode.

    • Marcio Souza

      Esquerdista com avatar da bandeira do Reino Unido? Socialista capitalista? Pode isso Arnaldo?

      • Cesar

        Esquerda caviar.
        Se bem que um dos maiores nomes do Partidão é de origem de uma das famílias mais tradicionais de SP.

        • Osni Duarte

          Bota caviar nisso. Além do avatar, tem nome R. (Range) Rover.

      • João Carlos

        Criticar Bolsonaro é ser esquerdista agora?! E não há mais nada a se falar sobre o comentário, o foco é no avatar do comentarista? Impressionante como a ideologia política cega e aliena o brasileiro.

        • thewes

          É que para a direita, um liberal-libertário virou esquerdista.

  • Dherik

    Com todo respeito a quem discorda, mas há tantos problemas relacionados com a CNH, Detran, etc (valores cobrados, burocracia, qualidade do serviço, etc) que este tipo de medida é mais populista que outra coisa. O difícil, o vespeiro mesmo, poucos políticos querem mexer ou iniciar a discussão.

    Mas enfim, pelo menos é alguma coisa.

    • Marcio Souza

      O brasilieiro reclama pra kct da burocracia, tributação excessiva e quando vem alguém pra tirar, reduzir ou simplificar nossa vida, ai reclamam?? Brasileiro merece se f…. mesmo.

      • Dherik

        Comentário esperado e previsível, sabia que alguém ia me responder isto, mesmo eu explicando meu comentário e dizendo que “pelo menos é alguma coisa”. Santa paciência, o problema é o brasileiro mesmo!

    • Cosi fan Tutti

      Na nossa atual situação, melhor isso do que nada, pelo menos ele já vai começar trabalhando e cumprindo o que prometeu!

  • SDS SP

    Medida interessante e simples para tirar um pouco da burocracia que tanto prejudica a nossa baixa e estagnada produtividade.

    • Douglas

      Pensei exatamente nisto, quanto menos burocracia melhor.

  • Incitatus

    Aí sim.

  • Douglas

    Finalmente esse cara pensa em algo que preste.

  • heliofig

    Eu já tive CNH com validade de 10 anos. Existiu por um prazo bem curto (por cerca de 3 meses foi assim) e voltou para 5 anos na renovação.

  • Nique

    Esse é o nosso Mito, sempre pensando no MOTORISTA kkkkkkkkk

  • Andre Pestana

    Em Portugal a 1º carta de condução categoria A e B tem validade até os 30 anos e depois renova quando completar 40, 50, 60 até 65 anos e depois vai até 70 anos. Poderia no Brasil ser assim também para não ficar pagando os tais dudas e exames de clinicas que alimentam os esquemas dos políticos corruptos via detrans.

  • mjprio

    Boa iniciativa do nosso presidente. Mas acho que a partir de certa idade a renovação deve ser feita em prazos mais curtos, ja que na média, eu disse na média, a acuidade visual decresce a partir dos 40 anos e os reflexos se degradam na terceira idade.
    Na verdade, o Detran tem que ser mais uma de uma série de devassas que o JB tem que fazer nas repartições públicas. Aquilo e um atro de gente corrupta e incompetente ganhando as custas do povo. Quanto a isenção do IPVA, sei lá, acho difícil terminar, mas na minha opinião os carros mais novos , que poluem menos deveriam pagar menos, de modo a estimular a renovação da frota,ou levar em conta o peso que uma variável OBJETIVA.

  • Hodney Fortuna

    Não é a toa que votei nele e o apoio, até que não haja nenhuma coisa que o comprometa no futuro já que não tenho político de estimação.

  • Rod1970

    Não sei se alguém prestou atenção nessa parte: “Multa por descumprir a renovação de R$ 293,47”. E se o cara não quiser mais renovar a carteira por algum motivo de força maior, seja pela idade avançada, saúde ou outra coisa que o impeça de dirigir o cara ainda leva multa?
    Multa por deixar de renovar a CNH, essa é nova pra mim. Essa multa existe mesmo?

    • Alexandre Maciel

      A multa só existe se a pessoa for flagrada conduzindo veículo com a carteira vencida. Art. 162, VI, do CTB.

  • Rbs

    Agora entendi o que vc tentou dizer mas perceba que vc não formulou bem o seu cometário, a prova disso é que mais pessoas não entenderam assim como eu! Sds.

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Sim, mas o importante é que tudo se acerta no final 😂😂

  • Ricardo

    Acabar com o IPVA, o valor absurdo para tirar CNH e com as máfias das auto-escolas também tem que ser feito.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email