Primeira Ferrari elétrica terá um preço de R$ 2,9 milhões

ferrari 12cilindri e 12cilindri spider 4
ferrari 12cilindri e 12cilindri spider 4

A Ferrari prepara seu primeiro carro elétrico e o curso para a italiana é inevitável. Mesmo a contragosto, a marca de Maranello terá seu superesportivo 100% elétrico e isso significa que custará muito alto aos clientes.

Segundo a Reuters , o primeiro carro elétrico da Ferrari custará pelo menos 500 mil euros (R$ 2,9 milhões), conforme revelou uma fonte familiarizada com o assunto.

Para fazer esse carro, a Ferrari prepara uma fábrica inteiramente nova e tal modelo deve surgir oficialmente em março do próximo ano. O preço, segundo a publicação, não inclui customização dos clientes, que normalmente acrescentam 15-20% acima do preço.

Hoje, o preço médio de uma Ferrari está em cerca de 350.000 euros, incluindo os extras, mas esta Ferrari elétrica pretende desafiar os bolsos dos clientes da marca.

A Ferrari não respondeu a um pedido de comentário da Reuters sobre o preço de seu primeiro elétrico e nem mesmo sobre a nova fábrica que será inaugurada em Maranello.

Esta nova planta parece, ao que tudo indica, uma jogada ousada para a Ferrari, que entregou menos de 14 mil carros no ano passado, mas a meta é atingir 20.000.

Fabio Caldato, gestor de portfólio da AcomeA SGR, que detém ações da Ferrari, comentou: “Há uma demanda crescente por Ferraris, e eles têm espaço para atender parte dela sem comprometer a exclusividade. Isso não está diminuindo. Estar na lista de espera é em si um símbolo de status”.

A Ferrari observa o crescimento de pedidos de novos-ricos no Oriente Médio e Índia, por isso, há um entusiasmo sobre a venda desse novo carro e de players como o Purosangue.

A nova fábrica em Maranello dará à Ferrari uma linha de montagem de veículos extra e fabricará carros a gasolina e híbridos também. Segundo a fonte, ela estará totalmente operacional em três a quatro meses.

Um segundo modelo elétrico da Ferrari também está em desenvolvimento, mas ainda numa fase inicial e a Ferrari pode não querer aumentar a produção total para 20.000 veículos por ano, pelo menos no curto prazo.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X