*Destaque *Featured Carros mais vendidos Mercado

Primeira metade de Fevereiro tem Polo em quarto e Corolla querendo deixar o Top 10

toyota-corolla-2018-NA-1009-1024x682

O mês de fevereiro já é curto e ainda tem o feriado de Carnaval para reduzir ainda mais os dias úteis. Por conta disso, as vendas de automóveis geralmente são fracas e esse ano não está sendo diferente. Com apenas 5,8 mil vendidos, o Onix não perde a liderança nem em mês de vacas magras, sendo fielmente seguido pelo HB20.


Mas, uma disputa tentar esquentar esse período de baixo emplacamento com Ka e Polo tendo uma diferença de apenas cinco exemplares. O Gol ficou em quarto, enquanto Prisma e Argo literalmente empataram. O Mobi também ficou há poucas unidades dos dois.

Já o HR-V acelerou e liderou o segmento de SUVs nessa primeira metade de fevereiro, deixando o Corolla em décimo. Faz muito tempo que o sedã médio da Toyota não ficava assim tão perto da porta de saída do Top 10. Será que deixa espaço para os compactos e mais baratos? O Compass saiu do grupo e forma uma trinca com Kicks e Creta.

Citroen-Jumpy-2018-Brasil-7


Em fim de carreira, o Fox consegue vender mais que o Etios. Já o Fit aparece bem no segundo pelotão, assim como o Kwid. Mas note, os emplacamentos pouco passam de mil unidades nessa altura. Etios Sedan e HB20S ainda resistem nos sedãs compactos, enquanto o Renegade continua surfando na saída do Top 20.

Nos comerciais leves, a Strada não perde uma, mesmo com o volume baixo. Toro e Saveiro mantiveram suas posições, enquanto a S10 deixou a Hilux para trás, pelo menos nessa fase do mês. A Amarok conseguiu deixar Montana e Ranger para trás. Fiorino e Oroch fecham o Top 10. L200, HR e Master começam o segundo grupo com troca de lugares. A Frontier se mantém longe das rivais e os velhos Partner e Kangoo dividem espaço com o novo Jumpy. Sprinter e Daily são os furgões restantes no Top 20, assim como o caminhão leve K2500.

Confira abaixo os automóveis e comerciais leves mais vendidos da primeira metade de fevereiro de 2018:

Automóveis

  1. Onix – 5.804 unidades
  2. HB20 – 3.039
  3. Ka – 2.152
  4. Polo – 2.147
  5. Gol – 1.658
  6. Prisma – 1.536
  7. Argo – 1.536
  8. Mobi – 1.524
  9. HR-V – 1.487
  10. Corolla – 1.464
  11. Compass – 1.420
  12. Kicks – 1.279
  13. Creta – 1.257
  14. Fox – 1.162
  15. Etios – 1.153
  16. Fit – 1.080
  17. Kwid – 1.035
  18. Etios Sedan – 963
  19. HB20S – 920
  20. Renegade – 861

Comerciais leves

  1. Strada – 1.849 unidades
  2. Toro – 1.148
  3. Saveiro –  1.113
  4. S10 – 1.014
  5. Hilux – 939
  6. Amarok – 444
  7. Montana – 427
  8. Ranger – 347
  9. Fiorino – 287
  10. Oroch – 279
  11. L200 – 264
  12. HR – 169
  13. Master – 168
  14. Frontier – 124
  15. Partner – 102
  16. Daily 3514 – 71
  17. K2500 – 54
  18. Kangoo – 45
  19. Jumpy – 39
  20. Sprinter 313 – 36

[Fonte: Fenabrave]

COMPARTILHAR:
  • Luccas Villela

    Partner pra cá de uns tempos pra cá vem vendendo bem. Que bom, pena não termos mais a versão de passageiros.

    • Hoffmann

      O Partner tem custo x benefício excelente. Ele custa pouca coisa a mais que um Fiorino e tem motor mais forte, acabamento melhor, capacidade de carga maior, porta corrediça lateral e ainda conta com AC de série. Apesar de bastante envelhecido é um carro robusto e confiável, estive recentemente na Argentina e lá a versão de passageiros, chamada atualmente de Partner Patagónica, é amplamente usada como táxi. Aposto que teria mercado aqui, ainda mais agora que o Doblò está morrendo.

      • TijucaBH

        Nao sei se teria muito mercado a versão de passageiros. Uma coisa é carro pra trabalho, que nao precisa de projeto de ponta nem design atual, precisa apenas de custo x benefício interessante. Já no caso de passageiros, a coisa é diferente… Doblo esta morrendo justamente por causa disso.

        • JOSE DO EGITO

          A DOBLO esta morrendo somente aqui pois na Argentina ela ja esta na sua terceira geraçao onde desputa mercado com a Partner,Kamgoo e em breve com a Renault DOKKER

        • Leonardo M. G.

          http://www.fiat.it
          Dá uma olhada na Doblo e no Qubo que vendem lá e chore… Fiat aqui no BR traz as matrizes de peças todas detonadas depois de fabricar na Europa por anos…

      • Raul Cotrim de Mattos

        Por 20mil a mais dá para comprar um Jumpy, bem maior e com motor diesel… é outro tipo de carro e utilidade, mas só pelo motor diesel e pelo tamanho já mostra que o Partner não está nada barato, ainda mais por ser um carro de serviço.

        • Hoffmann

          O Partner custa o mesmo que seus concorrentes (Fiat Fiorino e Renault Kangoo). 20 mil não é uma quantia baixa e, como você disse, o Expert/Jumpy é para outro público, não para aquele que procura um furgão pequeno, sem contar que 20k é uma boa grana.

      • Osni Duarte

        Doblò está morrendo no Brasil, porque na Argentina roda a nova geração.

        • Hoffmann

          Isso, aqui, fabricação nacional. Na Argentina só oferecem atualmente o modelo furgão. Por lá também vi algumas unidades do simpático Qubo, que descobri que não é mais vendido no país.

      • Luccas Villela

        Apesar de ser bem velho, gosto do carrinho. O Escapade era simpático, o Kangoo Stepway com facelift que ficou só um ano em linha aqui, na versão pra passageiros, tbm era bem bacana.

  • SDS SP

    Corolla depois de ter perdido a versão mais barata tende a perder o fôlego, e acredito que foi feito de maneira conveniente pela Toyota para abrir espaço ao Yaris.

    • Pedro154

      Exato, e o próximo passo provavelmente será matar as versões XLS e Platinum do Etios. A Toyota deve estar muito confiante com o Yaris. Só espero que tragam motor 1.8 + CVT + 7 air-bags nos modelos topo de linha, já vão ser bons argumentos para deixar o City no retrovisor.

      • Danillo Barros

        7 air-bags não vem não, o argumento de venda da toyota é o T na grade, preço de revisão e revenda, nunca foi o conteúdo… vc sabe que ela é humilhada nisso…

        • afonso200

          tanto que etios X e XS nao tem nem alarme

          • Edson Fernandes

            Mas uma boa parte dos compactos atuais de entrada que chamamos de kit dignidade tbm não oferta alarme.

          • Eduardo

            XS tem alarme!

          • Gran RS 78

            Mas tbm nem ladrão quer roubar esses carros feios do inferno.

            • Ricardo Diniz

              Isso é uma realidade…seguro do Etios é bem barato…

    • Maycon Farias

      De certa forma sim, acho que foi o comentário mais racional.

    • Marcelo Martins Ferreira

      Com certeza o Yaris vai ocupar esse espaço, essa queda nas vendas do Corolla já era esperada por conta da retirada do modelo para PCD..

      • Henrique Bittancourt Gouveia

        Tenho a impressão que a maior parte dos Corolla vendidos era justamente para PCD.

        • Marcelo Martins Ferreira

          Sim, era uma porcentagem grande, acho que passava dos 30 % do total..

    • FocusMan

      80% das vendas do Corolla eram do XEi. A queda nas vendas do Corolla pode ser explicada por outras coisas, não pelo aumento de preço.

      • SDS SP

        De quando são esses números?
        Pois ultimamente o Corolla andava vendendo bastante na versão PCD. Números de vendas diretas, ajudam a explicar em partes.

        • Ernesto

          Há 6 meses foi anunciado o fim do Corolla para PCD (teve matéria aqui no NA). Será que só agora influencia?

          • Verdades sobre o mercado

            Sim, porque na época a Toyota parou de aceitar pedidos PCD os quais tinham previsão de até 6 meses para serem atendidos.

            • Ernesto

              Mas as maiores vendas não são de versão XEi?

              • Marcelo Martins Ferreira

                As vendas para PCD se não me engano chegava a mais de 30 % do total …

        • FocusMan

          Essa info não procede. A versão PCD não é nem ofertada direito. Você chega na concessionária e eles dizem que não pode vender.

          • SDS SP

            Então de onde saiu os 80% da versão XEI?

  • André A

    Nenhuma novidade. Corolla perdeu a versão PCD e só é TOP 10 ainda por causa da fama de “inquebrável”.
    Já é possível notar que o Polo consolidou a vantagem na briga com o Argo, mesmo com este último sendo vendido com descontos generosos, o que pode denotar que, finalmente, o brasileiro começa a enxergar outras coisas em um carro além de design e frufrus, como segurança, tecnologia, vantagem técnica etc.

    • Duh

      Oq pesou contra o Argo foi a Fiat achando que o brasileiro ainda não conhecia que o dualogic não é at de verdade (não adiantou trocar de nome) e que ia aceitar o velho 1.8. Troca esses dois e o carro dispara.

      • Elias Silva

        Cara sinceramente, eu acho que esse não é o caso. Não sei, mas meu pai aqui em casa nem meus irmãos mais velhos sabem dizer se um motor é antigo ou não. Acho que tem muita gente (a maioria) que não sabe qual tecnologia é a do motor se ele é um projeto velho ou não. É mais quem gosta mesmo de carros e motores e transmissões e etc. É o que eu enxergo.

        • Fabão Rocky

          Sinceramente, na minha humilde opinião, antes de olhar se o projeto do motor é moderno ou é de concepção antiga, pouco me importo, me importo mais (assim como mtos brasileiros) é c/ o consumo de combustível. Acho q de nada adianta um carro ter um motor supermoderno, de última geração e ser tão beberrão qto um motor antigo. N tô aqui p/ defender A nem B, pois nenhuma montadora paga meu salário. O Onix por exemplo tem um motor jurássico, porém não faz feio qdo o assunto é economia. Não fosse a estrutura tão porca qto a de um Fragile (0 estrelas) até cogitaria em comprar um.

          • Marcelo Martins Ferreira

            Sim, nem sempre um motor mais antigo é pior que um novo !!

          • Emanuel Schott

            Mas o Argo não possui só 1.8. o 1.3 por exemplo da uma surra no 1.6 do Polo quando se fala em consumo.

            • Cristiano_RJ

              É como já te respondi detalhadamente mais embaixo. O Argo 1.3 quando equipado com itens que já deveriam ser de série sobe dos R$ 55 mil originais para indigestos R$ 62 mil. E aí o que era bom já não fica tão bom assim.

            • Victor Hugo

              Não eh tanta coisa assim, a vantagem é maior na cidade por conta do start-stop.

          • Ander33x

            Concordo com que disse, e só pra complementar o Onix 18/18 recebeu nota 3 em novo teste do LatiNCAP.
            Agora podemos chama-lo de bonitinho más ordinário. Rs…

      • Guilherme Batista

        Eu ainda acredito que o maior calcanhar do Argo é o motor 1.8 beberrão.
        Nos tempos de gasolina beirando os 5 reais, o polo consome praticamente a metade e isso pesa muito.

        • invalid_pilot

          Calma que daqui a pouco vem os defensores da Fiat dizendo o contrário

        • Tosca16

          O maior ao meu ver é o GSR, pois a 1.3 sabiamente é a versão mais racional do modelo, entretanto automatizado não dá!

          • Marcelo Martins Ferreira

            Tb acho que deveriam ter colocado o AT convencional no 1.3 e já que a Fiat quer tanto usar o GSR, poderia criar uma versão do 1.0 com esse câmbio …

            • Tosca16

              Tenho dó de quem pegar um 1.0 GSR mas creio que venderia sim, entretanto se não quiserem por o AT6 no 1.3 um CVT estaria de bom tamanho.

              • Eduardo

                eu gosto muito de câmbio CVT

                • Tosca16

                  Também gosto e sinceramente um carro menor sem nenhuma vocação esportiva por mim poderia usar sempre CVT.

              • Marcelo Martins Ferreira

                Concordo … e li hoje no site motor1 que a GM está lançando uma versão econômica (Advantage) do Onix R$ 53.990,00 e Prisma R$ 58.690,00, ambos com o motor 1.4 e câmbio automático de 6 marchas, acho que vai incomodar bastante os Fiat Argo 1.3 e Cronos que nem foi lançado ainda !!!

          • Cristiano_RJ

            A versão Drive 1.3 M/T é a mais racional, mas o preço inicial de R$ 55 mil só serve de isca. Quando você equipa com itens que já deveriam ser de série como sensor e câmera de ré, vidros traseiros elétricos, retrovisores externos com comandos elétricos e roda de liga leve 15″ o preço sobe para R$ 62 mil (pintura metálica inclusa).

            • Tosca16

              Esse são os contras da Fiat e de tantas outras, VW é assim também; muitos opcionais que deveriam ser de série.

              • Cristiano_RJ

                Na verdade acho que só a Fiat (e Jeep) e a VW (e a Audi) insistem comessa política anacrônica do século passado.

                • Leonardo azevedo

                  Sim, realmente Fiat e VW são as únicas marcas que exageram em opcionais e seu preços. Curiosamente o pódio dos 3 carros mais vendidos não tem essa palhaçada de colocar opcionais porq não tem item de serie.

          • Guilherme Batista

            Pesquisei aqui e vi que as versões mais vendidas do Argo é 1.3 Drive manual e a do Polo é a 1.6 MSI manual.

            Então o fator do câmbio não explicaria essa diferença

        • Marcelo Martins Ferreira

          Li outro dia de a Fiat deve tirar de linha esse 1.8 em 2020 e deve vir com opções turbo, e os coitados que estão comprando o carro agora vão ficar com o mico … provavelmente vai ter uma desvalorização maior..

          • Emanuel Schott

            Ela deve manter os dois por algum tempo. Mobi por exemplo até hoje é vendido com motor Fire, apesar de já ter adotado Firefly em uma versão.

            • Marcelo Martins Ferreira

              Não sei, pelo que me lembro ela deve manter somente o Firefly e substituir de vez o 1.8 pelos novos motores, tanto no Argo como no Cronos.

        • Emanuel Schott

          Isso não explica. O motor 1.3 é esperto e tem consumo excelente.

          • Cristiano_RJ

            Só que tem preço alto demais. Acompanhe comigo:

            A versão GSR dispensa qualquer comentário, é carta fora do baralho.

            Aí o cara vai ver quanto custa um Drive 1.3 M/T com pintura metálica: R$ 56.690. Bem, não é um carro barato. Mas aí, o cara que compra um carro nessa faixa de preço, obviamente também quer que seu carro venha com sensor de estacionamento e câmera de ré, ok? Pois bem, a Fiat cobra R$ 1.600 a mais por esses itens. O valor sobe para R$ 58.290. Nada, nada barato, não é mesmo? Mas aí você há de concordar comigo que quem paga mais de R$ 58 mil em um carro não quer vidro traseiro na manivela e nem retrovisores externos com ajustes manuais, não é? Não combina com um carrinho bacana desse valor. Pois então, a Fiat te cobra mais R$ 1.500 por outro pacote. E o brinquedinho já bate os R$ 59.790!… E mais, se o cara quiser faróis de neblina e rodas de liga leve 15″, que em minha opinião são indispensáveis em um carro de R$ 60 mil, a conta sobe para
            R$ 61.890!!! Isso mesmo, são quase R$ 62 mil em um hatch compacto com motor 1.3 e câmbio manual! Tá caro pra kct!!!

            Então é esse o preço que temos que ter em mente quando dizemos que o Argo Drive 1.3 M/T é
            uma boa compra, R$ 61.890 e não os R$ 54.990 dos anúncios. E aí, meu camarada, já era custo-benefício alto. Só mesmo à base de desconto. Ainda assim, você levará uns R$ 1 mil ou R$ 2 mil de desconto e não R$ 5 mil, que tornariam o preço mais justo.

            • Emanuel Schott

              As noticias que vi por ai é que a Fiat estava vendendo o Argo com descontos absurdos pra emplacar o modelo. Aqui na concessionária vendem o modelo com todos os opcionais pelo valor de tabela base.

              E pra isso que você disse valer, Polo tá vivendo de Highline só, porque a versão intermediária é muito pelada, nem opcionais possui.

              • Cristiano_RJ

                Se tiver dando descontos de R$ 5 mil aí vale a pena mesmo. Só acho que seria mais honesto deixar logo de vender esses opcionais absurdos e definir versões com seus pacotes fechados de equipamentos. Para o consumidor só tem vantagens: menor custo dos equipamentos adicionais e menor desvalorização do usado.

                • Edson Fernandes

                  Cristiano, mas a media de desconto tem beirado entre 4 a 5 mil reais a depender da versão. Os 1.0 e 1.3 que tem uma redução menos drastica, já os precision são os que ganham mais desconto. (de até 7000).

                  Só que o 1.8 está mto mal precificado em qualquer versão.

                  • Cristiano_RJ

                    Então Edson, se for isso aí, vou concordar que o Argo passa a ser vantajoso. O carro é bom, mas tecnicamente inferior ao seu maior rival. Tem que compensar essa desvantagem no preço. Só que a Fiat toda garbosa, achou que estava com essa bola toda, ou acreditou que a VW iria acompanhá-la no posicionamento do Polo, e acabou com seu principal lançamento de 2017 com preços completamente fora da realidade. Desnecessário, mas, pelo menos está tomando uma atitude coerente.

                • Ernesto

                  Pra mim a versão do Polo com o melhor custo/benefício é a Comfortline.

                  • Cristiano_RJ

                    Sem dúvida Ernesto. A versao Highline é para quem faz questão de diferenciais tecnológicos, como o Virtual Cockpit, mas na versão Comfortline você já terá o ótimo conjunto mecânico e a segurança do Highline e com alguns opcionais já terá os equipamentos esperados para essa faixa de preço.

              • Marcelo Martins Ferreira

                Para mim a Fiat errou nos valores iniciais do carro, colocou muito alto e agora com a concorrência aumentado tem que dar esses descontos grandes para ajustar no valor correto ..

                • Cristiano_RJ

                  Pois é…

                • Emanuel Schott

                  Com o tempo ela deve incorporar os opcionais na versão básica porque viu a cagada que fez. O 1.0 já se tem notícias que virá com central multimidia de série, mantendo o mesmo preço.

                  • Marcelo Martins Ferreira

                    Concordo…

              • Guilherme Batista

                Pior que não viu.
                Tava pesquisando aqui e as versões peladas do Polo são as que mais vendem. 39% das vendas são da versão 1.6 MSI sem opcionais e 38% nas versões 1.0 aspiradas.
                O resto é de versões Highline e as outras com opcionais.

                Brasileiro tem que ser estudado

                • Verdades sobre o mercado

                  Certamente sua fonte de informação (ou sua leitura/interpretação) está errada, pois a versao 1.0 aspirada é a que menos vende e a 1.6 básica é raro de vender também, muito raro de ver nas ruas um Polo com calotas (versão basica)

                  • Guilherme Batista

                    A minha fonte é o site da Webmotors que divulgou esses resultados no inicio do ano em parceira com a Jato Brasil. (basta pesquisar “versão mais vendida polo” que você encontra).
                    Mas se você tem uma fonte melhor e tão mais confiável aí, fique a vontade pra colocar ai pra todo mundo ver, porque o argumento “eu não vejo na rua” não serve pra nada

                    • Verdades sobre o mercado

                      Acabo de ver que a notícia publicada no início de dezembro refere-se aos emplacamentos de novembro, portanto temos a primeira divergência aí, pois realmente no primeiro mês de vendas quase não havia Polo Confortline e Highline disponíveis para venda, sendo que boa parte dos emplacamentos destas 2 versões foram de veículos para test-drive. Como praticamente só havia MSI e MPI para venda é natural que eles fossem os mais vendidos naquele mês. A partir de dezembro a VW passou a entregar um volume maior de Confortline e Highline que estavam(e ainda estão) com alta demanda e aí o mix de vendas é completamente outro. Portanto a informação que você apresentou não reflete a realidade atual.
                      Outro ponto é um erro de interpretação de sua parte com relação à notícia. Ela não cita que 39% das vendas de novembro foram da versão 1.6 sem opcionais, ela cita que 39% das vendas de novembro foram da versão 1.6, A QUAL tem preço de R$ 54.990,00 se não tiver opcionais.
                      Se ainda não acredita vá até uma css VW e fale com algum vendedor, ele vai te dar a real. Se não quiser se dar a este trabalho, observe os Polos na rua, verá que a quantidade de Confortline e Highline é significativa(tem a indicação 200TSI no lado direito da tampa do porta-malas e o nome da versão nos para-lamas), e que raramente se vê um 1.0 aspirado(não tem identificação 200TSI ou MSI no lado direito da tampa traseira), além de raramente se ver um Polo com calotas (versão MPI ou MSI básica ou básica + ESP). Eu não sei qual o mix de vendas do Polo atualmente, mas arrisco dizer que pelo menos 50% são das versões TSI. Se alguém tiver acesso aos números do site da ASSOBRAV(acesso restrito aos css), pode descobrir o mix de vendas atual.

            • Marcelo Martins Ferreira

              Bem colocado !!

            • Eduardo

              Etios XLS, com câmbio automárito, banco de couro e mais uma série de coisas manda abraço!

              • Verdades sobre o mercado

                Só não vende muito mais porque é feio por dentro por fora

              • Cristiano_RJ

                Um abraço para ele também.

          • Guilherme Batista

            Pois é, pesquisei melhor e vi que a versão mais vendida do argo é a 1.3 mas com câmbio manual. A do Polo é a 1.6 também com câmbio manual. Então o câmbio não é fator pra essa diferença. Já não sei mais o qual motivo racional faz com que o Polo venda tanto a mais

            • Verdades sobre o mercado

              Segurança é um item a ser considerado.

              • Guilherme Batista

                Concordo, mas se tratando de Brasil, segurança nunca está nas prioridades

      • Ricardo

        Troca o câmbio, motor e chassis que engrena. Haha

        • RRodrigo Souza

          traduzindo ” trocar tudo”

    • Marcelo Martins Ferreira

      Sim já era esperada a queda nas vendas do Corolla por conta da retirada da versão para PCD,. se não me engano o volume de vendas para essa categoria chegava perto de 40 % do total.

  • Bruno Leite

    A mentalidade dos brasileiros tendem a mudar quando aperta o bolso… 110k num carro é demais! Mesmo se for um Toyota. E 1.8 beberrão pesa demais quando vai abastecer a 5 Temers. isso é bom. espero que também esteja no jogo a questão segurança. Só devíamos comprar carro com 5 estrelas e no mínimo 4 airbags além de todos os controles de tração, estabilidade, freios etc.

  • delvane sousa

    Curioso pra saber as vendas da dupla virtus e cronos.pra mim vai roubar clientes dos sedans medios.

    • Nicolas_RS

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk vai sonhando, nunca que um cronos/virtus vai roubar as vendas de um Honda Ciciv 10, Cruze.

      • SDS SP

        Pior que faz sentido, os sedans médios aos poucos estão sendo reposicionados e suas versões mais interessante passam tranquilamente dos 100 – 120k. Infelizmente ficaremos à mercê desses sedãs “compactos” que já beiram os 90k.

        • Nicolas_RS

          Então não vai roubar, e sim deixar de comprar pelos preços, um seda médio por falta de dinheiro. Quem tem 100 mil reais hoje e quer comprar um seda médio nem cogita comprar um pequeno. Eu no meu caso não tenho dinheiro e daria preferencia para os Hatchs médios do que um seda pequeno.

          • SDS SP

            Eu diria que deixará potenciais clientes, com o poder de compra da população cada vez mais comprometido, essa categoria de sedan compacto é o que tem para hoje, em que pese ser inferior tecnicamente.
            Hoje com 100k no bolso, o leque de opções está diminuindo.

          • PEDAORM

            Em geral, hatch médios com motorização equivalente custa tanto quanto os sedans, não vejo economia ai. Algumas versoes de entrada tem preço mais acessível, mas normalmente com motor mais fraco e câmbio manual… Pelo valor, muita gente quer automático e acaba indo de compacto.

            • Nicolas_RS

              Trocar de categoria por causa de um cambio, na minha opinião é burrice. Um Golf 1.0 TSI custa 75 mil, praticamente o mesmo que os sedas compactos em suas versões topo de linha.

              • PEDAORM

                Também iria no Golf 1.0tsi mt, talvez eu vá inclusive como próximo carro (dependendo do preço da 200tsi at). Mas não se pode escolher as necessidades dos outros pela sua. Conheço muito gente que considera primordial um AT, quem pega muito transito nas grandes cidades sabe disso, e aí faltam opções na faixa de preço.

        • Maycon Farias

          E esses mesmo compactos chegarão aos 100k muito em breve, pode anotar.

        • Freaky Boss

          classe média antes olhava para o CIVIC, agora olha é para o CITY.
          País rico é país que empobrece.

          • Guilhe

            Pois é, há uns 3 anos eu tinha condições de comprar um CIVIC LXR zero okm, mas acabei comprando um usado, hoje talvez conseguiria pegar o CITY Top e olhe lá….

          • Chris

            Imagina a tristeza de quem olhava c3, 208, punto, new fiesta ( que partiam de 38.900,00 com versões interessantes por 44k. Olhar moibi, kwind etc rs

  • Paulo Cesar Segund

    O UP faleceu, o preço matou a proposta do carro.

    • O UP era para ser comercializado em versão única e abaixo do Gol.

      • th!nk.t4nk

        O Up tecnicamente é do mesmo segmento do Gol, ficando só ligeiramente acima pela construção mais refinada (ele é posicionado assim em outros mercados também, se você comparar com o Sandero por exemplo). O problema é que ninguém no Brasil conseguiu ver dessa forma, porque visualmente o Up parece muito mais simples (acabamento, visual). O carrinho é racional até demais, esse foi o grande erro. Se tivessem economizado na estrutura, aí sim ele teria condiçoes de ser vendido abaixo do Gol e seria sucesso provavelmente. Mas pode ter certeza de que não seria tão seguro quanto ele é hoje, nem de longe.

        • Edson Fernandes

          No Brasil não… em qualquer lugar do mundo né? Porque ele não vende bem em outros locais.

          • SDS SP

            Na Europa esse tipo de carro é para um público bem específico e nunca tiveram vendas expressivas. Salvo algumas exceções.

            • Edson Fernandes

              Um Fiat 500 que é um subcompacto teve mais sucesso na europa que o up, mesmo sendo mais caro.

              • SDS SP

                Sim, salvo raras exceções (como mencionei acima), tais como os Fiat 500 e Panda que tiveram relativo sucesso, o restante nunca teve vendas expressivas. Esses carros dificilmente ficam no top 10 de um mercado grande e desenvolvido, como o alemão, por ex.

    • Duh

      já nasceu morto.

      • Ricardo

        Eu acho que ainda dá para reanimá-lo, basta a VW querer!

        • Bruno Gomes

          Verdade. A VW querendo consegue realinhar o portfólio e dar um ânimo ao UP. Começando com versões mais em conta. O Gol mesmo vendendo já deu o que tinha que dar, assim como fox. Se colocassem o up numa faixa de 32000 até a versão TSI completa por 43000 daria um fôlego no carro. Fora que quem quiser um carro maior terá o Polo por 49000 na versão de entrada.
          Fiquei surpreso com o Compass mantendo as vendas, foi sucesso absoluto da jeep assim como o Renegade no lançamento. Vamos esperar os números finais.

          • Nelson Oliveira

            Em 2015 tava pensando em meu prisma por um up 15/16 tsi (versão move up) por 43.000 na cor preta. Hoje em dia, a mesma versão tá beirando os 60k. Realmente, tinha tudo pra ser um otimo carro, mas a ganância da VW matou as vendas do carro

          • Edson Fernandes

            Com certeza. Eu mesmo por R$43000 pensaria no up tsi sem duvidas.

        • Maycon Farias

          Não acho mais possível, vai acontecer o mesmo que aconteceu com o 500. O cartel de aumentos frequentes vai matar muitos carros bons ainda.

        • Emanuel Schott

          Teria que piora-lo muito pra deixar com mesmo preço de Mobi e Kwid. Maioria compra carro por metro.

          • RRodrigo Souza

            pessoal não compra muito o carro por metro e sim pelo preço ,

          • Edson Fernandes

            Se fosse isso, os que vc citou não venderiam mais queo up tbm.

            • Emanuel Schott

              Acho que não me entenderam:

              Seguinte: tem-se R$44.000 e pode escolher entre Up e Onix. Vão no Onix, o carro maior.

              Entendeu? Pelo mesmo valor, vão quase sempre escolher o maior, não interessa mecânica ou acabamento. O negócio é poder carregar todo mundo e de preferência com bom consumo. Pra carros pequenos serem vendidos, precisam estar na faixa dos R$30.000 (como o Mobi). O leigo quando vê dois carros de tamanhos iguais, não entende porque um custa R$10.000 a mais que o outro.

              • Edson Fernandes

                Não entende mesmo.

                Mas eu digo mais: Eu acho que todos deveriam sem excessão dirigir um carro superior.

                Porque é a partir dele que vc conseguiria trazer um termometro e entender o porque um compacto é tão empobrecido em relação a um superior.

                O brasileiro ele olha tamanho e beleza. E no mercado o Onix agrada visualmente bem mais que o up tbm.

                Mas tem outro ponto que particularmente eu critico a VW: Precificação.

                Desde sempre ela sempre precificou sempre seus carros acima dos rivais. E apesar do up ter atributos bons, não acho que ele vale o que custa. Mas tbm não acho que o Onix tenha bom preço.

                • Emanuel Schott

                  É exatamente isso que tô dizendo: o Up é caro pro tamanho dele (assim como o Uno que perdeu mercado quando ficou melhor e mais caro).

                  • Edson Fernandes

                    Eu já não digo tamanho, digo o produto num geral.

                    Ele tem espaço e porta malas de compacto. Mas apesar de seguro, não podemos só ficar aceitando preço alto por ter qualidades. O produto precisa se enciaxar no perfil do possível comprador. E eu acho que nesse aspecto o up foge muito a regra.

        • Duh

          Pra isso teria que reforma-lo por completo, seja o visual de frigobar por fora e o acabamento de Kombi por dentro, se tornaria outro carro.

          • Ricardo

            Compare com seus concorrentes, QQ, Mobi e Kwid, e veja que o Up perto deles é um Audi, o problema é o preço pago por esse requinte e modernidade a mais.

            • Edson Fernandes

              Mas diante do preço que ele custa, encosta em outros bons produtos. E aí esse “Audi” parece ser um Fusca.

              • Ricardo

                Por isso disse que o problema é o preço, se fosse R$ 5000 a mais que os concorrentes seria justo, mas R$ 15.000 a mais é de foder, apesar que as versões completas de Mobi e Kwid ficam bem caras também!

                • Edson Fernandes

                  Nossa nem fala. Eu teria facilmente um TSI por esses R$5000 a mais (considerando as versões de topo sem os opcionais).

                  • Ricardo

                    TSi por só 5.000 a mais que os concorrentes já é querer demais. Hehe

                    • Edson Fernandes

                      Olha… ao menos uma versão move up por R$45000 TSI seria justo hein?

                    • Ricardo

                      Um Gol TSi seria legal.

                    • Edson Fernandes

                      Seria… mas tenho minhas duvidas que o Gol irá recebe-lo viu.

          • Pedro154

            Acabamento ruim? Só se for os modelos 15, 16 e 17, por que o acabamento do 18 é bom para o segmento.

    • FPC

      Rapaz, up ate morto eu troco o meu por outro, satisfeito demais!

    • RRodrigo Souza

      concordo, se os preços estivem mantidos ele venderia bem mais, foi um carro que foi lançado com vendas ótimas mas que hoje devido os preços perdeu muitas vendas.

  • Tosca16

    Strada em 5° geral, sendo o produto de maior saída da Fiat.

  • Murilo Diêgo

    O polo só não esta na segunda posição ou até primeira porque não tem pronto para entrega. Estou aguardando um polo highline dês de novembro. Espero que a concessionária cumpra o prazo máximo de 90 dias que me pediram para aguardar.

  • The punisher

    Se a Jeep nao trocar esse motor 1.8 com consumo de 3.0 e desempenho de 1.2 do Renegade URGENTEMENTE, esse carro vai para o fundo do poço, infelizmente, pq é meu SUV preferido em relação a estilo e acabamento. Cade o 1.3 turbo????

    • Leopss

      Estão desenvolvendo. Até inicio do ano que vem devem lançar.

    • Maycon Farias

      Rapaz, o Renegade está no ranking desde o lançamento, e naquela época só tinha ele e o Honda como lançamentos, devemos levar em conta que ele está vendendo muito bem ainda com meia dúzia de Suvs novos ou atualizados, além do irmão maior. O Ecosporte e Duster não ficam nos 20 mais a muito tempo. Sem dúvida um motor maior e econômico faria vender um pouco mais, porem a sensação que tenho é que a diferença entre os Suv dos 20 mais estão sempre muito próximas, é como se cada um estivesse consumindo o mesmo tamanho da fatia do bolo.

    • Elder Walker

      Particularmente, concordo com seu pensamento. Também gosto do carro mas não compraria com esse motor 1.8, e o diesel já começa a ficar muito caro nas versões mais completas. O problema é que, pelo visto, o público dele não liga muito para essa questão…

  • Ricardo

    Penca de SUVs roubando vendas de Corolla!

    • Mario Souza

      Disseram que foi a extinção do PCD

      • Marcelo Martins Ferreira

        Sim, as vendas para PCD tinha um porcentagem grande nas vendas do Corolla, já era esperada essa queda por conta da retirada do modelo..

        • Maycon Farias

          Mas… mesmo com as prováveis 3 mil unidades no final do mês ainda sim deve ser mais que os concorrentes juntos. Confesso que abaixo dos 20 deve estar parecendo um cemitério total.

  • Leandro

    Polo segue desmentindo quem achava que seria um mico.

    • th!nk.t4nk

      Lembro de pessoas aqui dizendo que ele jamais iria vender tão bem quanto o Argo haha.

      • Verdades sobre o mercado

        Eu tenho um Polo, considero-o superior ao Argo pois minhas prioridades são dirigibilidade e segurança, mas pensei que o Argo venderia de 20 a 30% mais que o Polo pois o design sobrio da VW (que eu particularmente gosto) não agrada a média do consumidor brasileiro e além disso o Argo tem ofertas a partir de 43.990, ou seja, seu preço médio é inferior, mas parece que o Argo não agradou tanto assim ao mercado e o Polo agradou mais do que se imaginava.

  • Bryant Rosado Silva

    Algumas disputas estão muito interessantes no momento. Polo vs Ka vs HB20, os dois últimos sempre andam brigando e agora o polo parece querer entrar na briga por definitivo. Ansioso para ver os próximos capítulos disso aí. Mais um que está empolgante é o Kicks, subindo vagarosamente com seu motor 1.6… Acho que é um carro muito mais legal que o Creta mas outras opções de motorizaçao cairiam bem. A Amarok deu uma guinada bacana, apesar de preferir a Ranger, seria bom ver uma picape se aproximando de Hilux e S-10. Por fim, acho que a PSA ta comendo mosca nao oferecendo a Jumpy/Expert em outras versões, me parecem ótimos carros e o preço é convidativo. Me pergunto quantos Expert foram vendidos já que, tradicionalmente, a Peugeot vende mais que Citroën.

  • Maycon Farias

    Realmente vai ser um mês magro para todos da lista.

  • afonso200

    mes ruim heim

    • Debraido

      Carnaval.

  • Fernando

    O Onix só perderá o reinado o dia que lançarem uma “popular” completo, automatico custando menos de R$60 mil. Sim, se eu abrir o webmotors agora verei Onix ltz automatico 2017/18 por mês de R$60 mil.

    O Polo pra vc ter tudo isso precisa de pelo menos mais 6 mil. Posso estará enganado,mas 6 mil faz diferença pra qualquer família brasileira, salvo exceção daquelas mantidas por políticos com caixa sem limite de gastos

    • Elder Walker

      Esse é o legítimo pensamento de brasileiro. Acha que carro completo é aquele do tempo do ar+direção+trio-elétrico, não dá a mínima atenção a segurança e segue sempre a boiada no que “todos compram” porque depois “o fulano diz que é bão de mercado”. Se couber o valor das parcelas no orçamento então, é só abraçar!
      Veja bem, não acho que o Polo custando 6mil a mais (que neste caso dá 10% a mais que o Onix) seja o melhor negócio do mundo, mas ao meu ver, certamente justifica o gasto extra só pela diferença no nível de segurança, tanto ativa quanto passiva, isso sem falar do projeto muito mais moderno, motor muito mais eficiente (anda muito mais e gasta menos) e por aí vai…

      • Fábio Henrique

        Mas é o q ele falou, 6 mil faz diferença. Todos querem algo melhor, quem puder pagar pelas 5 estrelas pague, os que não podem tem um 3 estrelas. A GM acabou de lançar um Onix automatico por 53.990,00, nem dá para dizer que são concorrentes diretos com o Polo mto mais sofisticado custando 65

        • Elder Walker

          Sim, concordo que faz diferença. Só quis ressaltar que é o pensamento da maioria “do povo”, que pensa sempre no mais barato possível, muitas vezes não analisando a relação custo/benefício. Ou mesmo que não seja o mais barato, mas naquela de “ir com a maioria”, como o próprio exemplo do Corolla que também está no foco da discussão, que cobra mais que a média do segmento e entrega menos, mas vende mais (muito mais) pela fama de revenda fácil.
          Ao meu ver, atualmente o Corolla está ocupando o lugar que já foi do glorioso VW Santana, assim como o Onix ocupa o lugar que já foi do Gol.

      • Fernando

        Que o Polo é mais carro, melhor, isso nao discuto, porque é. Mas o brasileiro, de modo geral, nao tem dinheiro pra comprar sempe o que gostaria, e precisa olhar para o que PODE comprar. E aí, o Onix, mesmo com seus problemas e algumas vantagens (cambio automatico, seguro baixo, manutençao barata) pode fazer a diferença.

        R$ 6 mil vc disse que nao faz diferença pra esse tipo de situaçao, mas eu penso, que faz sim. Com 6 conto eu posso fazer um aporte no financiamento da minha casa, fazer uma viagem nacional de uma semana pra um lugar bacana, me dar o luxo de consumir R$ 1 mil por mes só de tranqueira pra mim por 6 meses.

        Entao, acho que faz diferença sim. Se a diferença fosse uns 2 ou 3 mil aí concordaria contigo, uma vez q o sujeito estaria investindo 60 mil, nao é 2 ou 3 conto q faria diferença..

  • Lucas

    Amarok em terceiro lugar, gostei de ver. Realmente é um ótima picape, finalmente o mercado está percebendo isso.

  • Douglas

    O Corolla está parecendo um jipe com essas rodas gigantes de 17″ e suspensão mais alta, está horrível, era óbvio que cairia nas vendas. Sem falar que perdeu a versão PCD.

    • Maycon Farias

      No pior mês de vendas para o mercado inteiro ele vai fechar com 3 mil unidades, se puder cite quando foi a ultima vez que algum concorrente conseguiu vender 3 mil unidades.

    • Ernesto

      O óbvio na queda das vendas eu acredito que seja por causa da versão PCD e não porque ele está com a suspensão mais alta.

  • Mauricio Antonello

    PCD saiu de linha…

  • Freaky Boss

    O POLO é um excelente carro. Seguro, econômico e esperto (TSI).
    Parabéns a VW por ter trago o TSI para sua gama de veículos nos nichos mais baixos.

    • Ananias Anacleto

      É, a VW só tomou “trago” demais na hora de decidir os equipamentos opcionais da versão MSI, tomou tanto “trago” que esqueceu dos retrovisores elétricos e do sensor de estacionamento.

      • Freaky Boss

        Para mim o Polo MSI é um carro e o TSI é outro. O MSI para mim não é tão interessante, ao contrário do TSI.

        • Ananias Anacleto

          Já fez o test drive nos dois? Eu fiz, e em rodovia são a mesma coisa, o comportamento de retomada muda pouca coisa. São praticamente a mesma coisa, muda só um pouco o acabamento e os equipamentos.

          • Ernesto

            Um é automático e o outro é manual, portanto o comportamento dificilmente será o mesmo.

            • Ananias Anacleto

              Já andou nos dois em rodovia e fez você mesmo a comparação??? Eu fiz, os dois no mesmo dia, um depois do outro.

              • Ernesto

                Só andei no TSi. Vou ver se consigo fazer com o 1.6 MSi. Quanto ao acabamento, é gritante a diferença entre os dois. Só ter diferença de tonalidades já melhora em muito o TSi do MSi.

                • Ananias Anacleto

                  Sim, no acabamento tem uma diferença na questão das cores. O msi passa um impressão bem ruim de carro “feito nas coxas” por causa dos tons de cinza muito claros.

  • HugoCT

    Independente de estar em 7°, o Fiat Argo esta vendendo bem para um lançamento de 2017, o Polo surpreendeu. Acho que a linha 2019 do Argo terá novidades no quesito de versões, como a já comentada Argo 1.0, que deve vir por 43 mil e a drive em 47. O motor etorq não é tão beberão como falam, a inumeros videos no youtube que mostram isso, ate um canal viu que em um percurso o Argo foi mais economico que o TSI do Polo. O etorq tem consumo melhor que um carro meu 1.0 de 2014, então não acho ele beberão, quem acho é os VWdetes

    • Freaky Boss

      “ate um canal viu que em um percurso o Argo foi mais economico que o TSI do Polo”
      Devem ter tentado uns 30 percursos até achar um de 20 segundos onde isso ocorreu.
      Numa boa, o ARGO tem suas qualidades, mas não é em motor.

      • alfista

        O e torq e um bom motor , tive um bravo por 5 anos e cheguei a fazer 17 km litro em viagen na boa, apenas em todos os casos e aplicado em carrocerias mais pesadas que a concorencia. Argo hgt 1275 kg. Polo msi 1.100 kg ou seja o argo esta sempre com 4 pessoa.

        • Freaky Boss

          camarada estava se referindo ao Polo TSI x Argo. Não polo MSI.

    • Ernesto

      Você que normalmente lê os comentários aqui do NA deve saber que vídeo de youtube não é assim tão confiável. Tinha um cara que sempre postava um lnk de um Renegade Etorq acelerando a 215KM/h. Dá para acreditar? E ele falava que era motor original! Rsrsrs.
      Voltando ao consumo, para saber qual o real consumo só fazendo o cálculo na bomba. Essa de ver pelo computador normalmente dá erro, e sempre para melhor.

  • alfista

    Esse papo de que o argo tem descontos, nao se aplica aqui em caxias do sul, fui comprar e aos descontos eram minimos , acabei comprando um polo msi mais barato que o argo 1.3, ainda cotei o hgt, e por estes precos o argo vai encalhar.

    • Ernesto

      Acredito que quanto mais longe a cidade for da fábrica onde é produzido o veículo, menor será o desconto. Ou então, nem terá desconto. Na região Norte eu acredito que tenha até sobre preço pois a logística para lá é muito ruim.

  • HugoCT

    No car.bost@.VW estão em festa devido ao Polo em 4° kkkk.

  • Bruno Albuquerque

    Pro preço praticado no Up!(tive a informação de uma vendedora numa concessionária daqui de Recife que em breve só irá vender a versão TSI…será mesmo?!), a tendência é ele sumir desse ranking mesmo, aumentando a venda de Gol (mais em conta e maior, porém menos seguro) e Polo.

  • Bruno Voz

    É o fim dos sedans, agora só hatch pequeno e SUV que vende…quem gostava de Sedan migrou para os Suvs.

  • Erivelton Freitas

    Eu acho isso maravilhoso, tomei um Ranço muito grande da Toyota por sua política de +Custo – Benefício por aqui. Carros absolutamente capados, faltando milhares de itens que em concorrentes mais baratos do mesmo segmento existem, e com preços 20-30% mais caros. Inaceitável. Ela tem que levar uma na cara mesmo.

    O Chevrolet Cruze, o Nissan Sentra e até o Citroën C4 Lounge dão um banho de tecnologia e preço no Corolla e o povo ainda compra esse carro inexpressivo. Ridículo isso… Materiais resistentes e boa fama de não quebrar não ia sustentar esse carro por muito tempo. Existem milhares de exemplos de carros que não quebram com nada e que são absolutamente capados. E considerando que o Brasileiro ta cada vez mais interessado em conforto, segurança e luxo, Corolla começaria a cair cedo ou tarde.

    Eu não me esqueço e não perdoo que até a versão 2017 dele, o carro não tinha Controle de Estabilidade e Tração custando R$ 120.000.

    • Maycon Farias

      Mas um carro bom não se resume a apenas esses dois itens. Afinal andamos no carro todo e não nos itens. Realmente era um pecado apenas, mas não existe nenhum carro tão completo quanto a nave espacial Apollo. Todos concorrentes devem ter um item ou outro diferente ou ausente dos demais.

      • Erivelton Freitas

        Do mesmo jeito que existe muito mais variáveis para se considerar do que simplesmente valor de Revenda após um ano, durabilidade e confiabilidade. Pra mim, a junção desses três fatores não justifica vendas de 6000 unidades por mês de um carro como o Corolla.

    • Guilherme Batista

      Eu falo isso a muito tempo aqui, carro capado não da manutenção porque não há nada pra quebrar.

      Além disso, carro hoje em dia quebra muito menos em relação aos anos 80/90 .
      Eu que viajo muito, antigamente via muitos carros parados na estrada, hoje em dia vejo muito pouco, mesmo tendo muita gente que continua fazendo manutenção porca

      • Erivelton Freitas

        Eu acho que as pessoas vão muito pelo ‘ouvi falar de fulano que teve o carro’, e nisso, as más e boas famas de alguns carros e marcas, mesmo que imerecidas, se propagam. Como eu disse, existem opções melhores entre os sedãs médios que o Corolla, mas… Se tem gente que quer comprar esse carro, não posso ser bom em nada!

        • Ernesto

          Diz aí qual a sua experiência com um Corolla.

    • Ernesto

      Chora mais!

  • carlos4carros

    O Corolla já passou o HR-V e está a uma unidade do Mobi e a trinta e duas do Argo. Provavelmente fecha o mês em sétimo.

  • Tibúrcio

    A situação já mudou hoje… Ka já abriu quase 200 carros de vantagem sobre o Polo.
    Onix já dá quase o dobro de HB20.

    • Verdades sobre o mercado

      Ka abrir 200 carros em um único dia certamente é volume de emplacamento de venda direta.

      • Tibúrcio

        E daí? É venda!

        • Verdades sobre o mercado

          Por acaso eu afirmei que não era ?

  • Henrique Bittancourt Gouveia

    Pra mim essa queda do Corolla e privavel saída do top 10 muito está ligado ao fato da diminuição da compra por parte das pessoas que compravam como PCD é tinham desconto integral no IPVA. A regra mudou em São Paulo e agora veículos acima de R$70.000,00 pagam IPVA integral. Depois disso só ladeira abaixo nas vendas.

    • Jhalin Rabey

      Exato muita venda pcd,pior de tudo e que muitos mais muitos compram veiculos acima do limite de 70000 so com desconto de ipi e com isençao de ipva,fui um duro golpe dos cobradores de ipva nesses que compram carros acima dos 70000 so com desconto de ipi,sei que 70000 esta muito baixo,mas nao acho certo o governo dar desconto de ipi e isentar de pagar ipva no hilux sw de 200 e poucos conto

  • Sílvia

    O Pólo ainda vai ser motivo de homenagem em escola de samba no Carnaval , hein ! Escutem o que eu tô falando . . .

    • Jhalin Rabey

      Eu fui na concessionaria ver o polo,pensa numa coisa bonita,essas conversa de golzao,vw tudo igual,nada a ver,o carro e grande,muito lindo,eu fiquei orfao do corolla pcd,agora estou analisando as opçoes,polo,virtus,kicks,captur,etc

  • Sergio M

    Tem que começar a contabilizar veículos vendidos pelo PCD. Tem muito Corolla, Creta, FIT no PCD.
    Faz uma diferença enorme na quantidade de unidades vendidas.

  • Jhalin Rabey

    Nossa,lendario corolla vai começar o declinio,tantos anos vendendo barbaridades,num levantamento que fiz de ranking de vendas percebi que depois que foi retirado a opçao pcd e o pagamento de ipva acima do teto de 70000,que fazia render altos numeros de vendas,nao vai ser mais aquilo tudo,nao botava muita fe na VW,mas estou torcendo pra que o polo, virtus,argo,cronus,etc reduzam as vendas do corolla,e so olhar o gol,campeao de vendas,numero 1,hoje vende pouco,ta na hora da Toyota renovar o design,parar de trazer modelos indianos pra vender aqui

  • Breno Carneiro

    Apenas 4 sedans no top 20, dois da toyota. Será que os sedans serão extintos também em razão dos SUVs?

  • Jean Lehn

    Quem diria que veriamos o Polo na frente do Gol em vendas, esse Argo nao vai nem com reza brava, alerta vermelho ligado na FIAT !

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email