Projeção: Chevrolet Cruze RS baseado na nova Blazer?

cruze rs blazer

Ao contrário de nossos carros, sonhar não paga imposto, não é mesmo? Com o direcionamento do mercado cada vez mais para SUVs e crossovers, assim como para elétricos, pouca coisa anda sobrando para quem realmente aprecia modelos diversificados.


Hoje, para muitos que apreciam o bom e belo hatchback, só há uma única opção em carro nacional ou quase isso. Nesse caso, estamos falando do Chevrolet Cruze, o último hatch de marca tradicional que sobrou.

Obviamente, a GM já tem o obituário pronto do modelo argentino, o único que restou no mundo, mas como seria se ele migrasse para o novo mundo dos carros elétricos?

Ainda que os “utilitários esportivos” estejam dominando meio mundo, algumas propostas elétricas tentam resgatar os segmentos que estavam morrendo com os motores a combustão.

No caso da GM, ela até fez uma perua híbrida e sua versão elétrica na China, então, porque não um hatchback eletrificado?

A sugestão aqui é uma releitura do hatch com base no estilo da Nova Blazer, já confirmada para o Brasil, mas essa não era exatamente a proposta de Car Front Swaps, que comentou sobre o uso de nomes antigos.

chevrolet cruze rs 2022 1

Como a Nova Blazer EV está muito longe da primeira, originalmente com chassi de longarinas e tração 4×4, a projeção mostra o novo modelo como um hatchback.

Com visual expressivo, baixa altura e área envidraçada em harmonia com a linha de cintura, essa Blazer rebaixada cairia bem como um Chevrolet Cruze RS?

Num universo paralelo ao mercado automotivo vigente, sem dúvidas seria uma proposta atraente, ainda que a motorização fosse plenamente elétrica ou não, afinal, para muitos, o bom e velho ciclo Otto seria o ideal.

Como algumas marcas “descobriram”, as plataformas elétricas permitem até resgatar modelos clássicos em propostas impossíveis com motores a combustão.

Daria até para a GM trazer de volta um Convair, que dirá um Novo Cruze RS. Você apostaria seu dinheiro nele?

[Projeção: Car Front Swaps via Auto Evolution]

 

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.