Projeção: Chevrolet Montana 2022 por fora e por dentro

Projeção: Chevrolet Montana 2022 por fora e por dentro

A General Motors já iniciou o projeto de produção da terceira geração da Chevrolet Montana, que chegará em 2022. A nova picape da marca americana teve o primeiro esboço revelado e, nele, uma semelhança com a Trailblazer americana.


Com cabine dupla e porte bem superior ao da picape que saiu de cena recentemente, a Nova Montana está disposta a acabar com o reinado da Fiat Toro e para isso deve explorar um design mais agressivo.

Nessa projeção de Kleber Silva, a Chevrolet Montana 2022 aparece com um aspecto muito próximo ao da Trailblazer, com luzes diurnas e piscas integrados, ambos em LED e separados dos faróis.

Projeção: Chevrolet Montana 2022 por fora e por dentro

O vinco criado pelo conjunto é nítido no teaser da Chevrolet Montana. Assim, o modelo da marca mais próximo disso é a Trailblazer vendida nos EUA, sendo inspirada na Blazer mexicana.

Esta primeira, por sinal, compartilha a mesma plataforma VSS-F da picape brasileira, que na projeção mostra ainda um conjunto ótico ousado, com luzes em LED atravessando toda a parte traseira.

Projeção: Chevrolet Montana 2022 por fora e por dentro

Na imagem da GM, as lanternas são bem compactas, o que sugere serem horizontais, no mínimo. Já na projeção, um recurso usado é o abaulamento das portas e relevo mais baixo das colunas C, que nesse caso, parece muito com a reprodução da marca.

Por dentro, o painel seria inspirado na Blazer mexicana, com grandes difusores de ar e um túnel largo, com alavanca deslocada para o lado do motorista. Além disso, um volante vistoso e cluster amplo com tela de 7 polegadas é uma boa sugestão.

Projeção: Chevrolet Montana 2022 por fora e por dentro

Assim como a Fiat Toro trouxe alguns recursos inéditos, a Chevrolet Montana 2022 também deve fazê-lo. Ainda não se sabe de mais detalhes do produto, mas poderíamos ver uma tampa de caçamba articulada ou até mesmo degraus retráteis, por exemplo.

A Toro sugeriu tampa traseira dupla, enquanto a VW Tarok veio com a ideia de expansão da caçamba para dentro da cabine. Na Ford Maverick, a ideia foi usar módulos internos sob os bancos para armazenar objetos.

O novo produto da GM não deve usar o motor 1.2 Turbo do Tracker, uma vez que ele não produziria a força necessária para brigar com a Toro, porém, o motor 1.3 Turbo chinês tem 163 cavalos e poderia chegar a 170 cavalos com sistema Flex. E você, o que acha que virá?

[Projeção: KDesign AG]

 

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.