Chevrolet Mercado Sedãs

Projeção: Chevrolet Prisma 2019 poderia ser grande como o Buick Excelle?

prisma-2019-project-1-1024x591

O Buick Excelle 2019 chamou a atenção por conta de seu porte, em torno de 4,46 m de comprimento com 2,61 m de entre-eixos, tendo ainda 1,76 m de largura. Como se sabe, a GM planeja uma nova família de carros compactos para Brasil e China, sendo este sedã um produto que atenderia as exigências da Chevrolet tanto lá quanto aqui, onde tem tamanho próximo do Cobalt.


Com esse porte, um eventual sedã da Chevrolet ocuparia a posição que hoje é a do conhecido sedã brasileiro e também do Cavalier na China. Lá, a chinesa Baojun ajuda a SAIC-GM no compartilhamento de plataforma, especialmente nesse caso. Mas, não é um produto novo, assim como o polêmico três volumes nacional, criticado inicialmente por seu estilo e motor 1.4, considerado fraco para suas dimensões.

prisma-lt-1-1024x576

Agora, como seria o Excelle como um produto Chevrolet? Essa projeção de Kleber Silva tenta responder essa pergunta. Mudando-se a grade, embora com os faróis semelhantes aos da Buick, o sedã chinês parece receber bem uma frente com a gravata dourada e grade dupla. O designer fez a sua interpretação do modelo e a batizou de “Chevy Prisma 2019”. Poderia o sedã compacto da GM crescer a ponto de assumir um porte semelhante ao do Cobalt?


Em termos de estilo, o sedã ficou equilibrado, como no original, mas essa designação nos chamou a atenção para um fato interessante: seria viável manter dois produtos num mesmo segmento, quando as principais rivais estão simplificando suas gamas de sedãs? Como se sabe, a Volkswagen deve cortar o Voyage nos próximos anos, focando exclusivamente no Virtus, que já está cumprindo sua missão de vender bem. No caso da Fiat, fica evidente o fim do Grand Siena para muito breve diante do mais atraente Cronos.

cobalt-2019-project-1-1024x598

Na Ford, o Ka Sedan ainda é bem pequeno e justifica um New Fiesta Sedan, mas da mesma forma, sabemos também que o sedã mexicano está com os dias contados e não há previsão de sua nacionalização. Ou seja, o próximo sedã compacto da Ford terá de crescer e convencer, ainda mais diante de um futuro sem o Focus.

Se voltarmos para a GM, a Chevrolet tem hoje uma dupla que somou 91.937 unidades em 2017. Destes, o Prisma emplacou quase 69 mil exemplares, sendo líder entre os três volumes. Hoje, o sedã de acesso da marca começa na versão Joy um pouco acima de R$ 47 mil e o Cobalt não passa dos R$ 75 mil na versão topo de linha. Com exceção na faixa inicial, os preços estão no mesmo patamar dos concorrentes, mas Virtus e Cronos, por exemplo, sobem acima de R$ 85 mil completos, abrangendo uma faixa maior.

chevrolet-cobalt-2017-4-1-1024x655

Poderia então o próximo Prisma assumir uma posição mais ampla dentro da Chevrolet, tomando o espaço do Cobalt e centrando em si toda a atenção abaixo do Cruze? As vendas do atual compacto “grande” são boas para uma retirada de cena e não se sabe o tamanho do porta-malas do Excelle, mas em termos de entre-eixos, o chinês tem apenas 1 cm a menos.

Mas e o motor? Sem dúvida, um motor 1.0 de 80 cavalos não atenderia esse tipo de carro. Virtus e Cronos também não o tem, embora o segundo seja um candidato com a morte do Grand Siena. Na China, o Buick começa com um 1.3 de 107 cavalos.Claro, a cereja do bolo é o novo 1.0 Turbo de 125 cavalos.

Então, caberia aqui uma mescla de propostas motoras parecidas com as dos dois concorrentes citados? Seria interessante, mas a GM já falou em 8 modelos com a mesma base e isso obviamente deve incluir o Cobalt, mantendo assim Prisma e Sail com porte menor. O que você acha? Para imaginar um Cobalt ainda maior que esse Prisma grandão, Kleber fez outra projeção com base no Excelle GT, que usa a base do Cruze, algo improvável de acontecer, mas que não deixa de ser interessante.

[Projeção: Kleber Silva]

 

COMPARTILHAR:
  • Dafomg

    Claro que não, não faz o menor sentido lançar um produto entre o Cobalt e o Cruze.

    • Fortuner

      quando é possível obter lucro, faz todo o sentido.

    • Tosca16

      Tirando o velho Cobalt, sim; poderia ser o novo a concorrer com Cronos e Virtus, este último em especial. Qual nome é mais forte, Prisma ou Cobalt? Seria o “New” de um destes.

      • Fortuner

        New Chevette

      • Danillo Barros

        New Prisma! o Sedã mais vendido do Brasil está de cara nova… Pronto abrem-se as carteiras….

      • Pedro Henrique

        mas dai teria de colocar um novo sedan compacto e seu respectivo hatch, a volks tem o gol e o voyage pra isso
        a não ser que depene bem nos equipamentos pra transformar em hatch/sedan compacto E as versões mais caras hatch/sedan compacto premium kkkkkkk
        melhor nem dar ideia… onix já é uma lata de sardinha, depenar mais vai vir sem as portas

      • Vitor Barcellos

        Mas duvido que a GM faça algo assim. Prisma vai continuar sendo o carro de entrada e o Cobalt deve se modernizar para brigar com Virtus.

      • Edson Fernandes

        Eu já penso que o Cobalt está meio perdido por culpa da Chevrolet que além de não melhorar os itens de série, ainda não mexe efetivamente para torna-lo atrativo. E vendo o Virtus, dá para perceber que a sensação de modernidade, é vista as pessoas. Não é só a “Novidade” mas ele tem conteudo que diferencia ao Cobalt que em teoria ao meu ver, o Cobalt poderia se destacar diante dos preços do Virtus. Mas não…

        Se a Chevrolet parar com mesquinharia para os produtos acima de Prisma e Onix e abaixo de Cruze e trazer uma pacote intermediario, ele passa a ser melhor visto.

        Mas não.. o cara anda no Virtus Comfortline/Highline e fica apaixonado. Aí anda no topo de linha do Cobalt e sente que falta. Aí pega a versão mais basica do Virtus e ainda acha superior (mesmo tendo menos itens de conforto)

        Tá na hora da Chevrolet se mexer e melhorar o produto.

        • Daniel dos Santos

          Cobalt é o queridinho de taxistas e motoristas de aplicativo…

          • yurieu

            O sucessor do Corsa e do Classic para trabalho.

          • Edson Fernandes

            Pelo menos não em SP e MG.

            Nesses locais, o que tem de Spin, Versa e Voyage não está no gibi. Já tenho visto alguns varios Virtus para essa situação.

          • Marcelo Cordeiro

            E dos idosos também. #monzafeelings

        • Tosca16

          Concordo, mas a GM é forte ao menos nas vendas diretas com o Cobalt.

        • Rafael Pereira da Silva

          o maior pecado do Cobalt é ter o interior igualzinho ao do Prisma, aquele deveria ser mais sofisticado, para se diferenciar ainda mais do ultimo e poder chegar na casa dos 80mil e concorrer melhor com o Virtus e Cronos

          • Edson Fernandes

            Curiosamente antes do facelift do Cobalt, eles eram mais diferentes em uso de materiais.

            Agora realmente tem sido bem parecido. Isso ajuda a piorar a situação do mesmo.

        • Pedrov

          Sim, a Chevrolet tem que correr, mesmo porque a VW tá na cola e já está trazendo produtos novos, entre eles o T-Cross, que tem um grande potencial de vendas.

          Eu sempre faço questão de parabenizar a VW por ter sido a primeira que se mexeu para trazer para o Brasil, carros alinhados com os que são vendidos no mercado europeu, inclusive na seara dos compactos.

          • Luconces

            Somos 2

      • Paulo Lustosa

        Prisma é mais forte nas versões mais baratas (Joy 1.0 e LT 1.4), no resto o Cobalt vende mais, ainda mais que é um carro superior ao Prisma em todos os aspectos

    • Ubiratã Muniz Silva

      Eu veria esse carro como um substituto para o Cobalt, não para o Prisma. Seria uma forma de reduzir o número de plataformas e projetos da marca.

  • Luis Carlos K.

    O Prisma vai ser tipo um Classic, carro antiquado mas que vende por causa do preço, e esse novo modelo ocupará o lugar do Cobalt, brigando com Cronos, Virtus e Yaris.

    • Jorge Osório Cortese Magalhães

      E City, que já tá meio cansado mas tem a força da Honda…

      • Matuska

        Nossa, o City EXL tá feio, 83k sem ESP e motor pequeno fica difícil justificar. Apesar que os 6 airbags são destaque.

    • Vitor Barcellos

      Mas os planos da GM incluem 2 sedans. Então novas gerações de Cobalt e Prisma. Fora que já tem flagras da nova geração do Cobalt

  • Rômulo M.

    A pergunta que não quer calar se isso acontecer é qual carro o brasileiro comum vai ter dinheiro pra comprar? O Prisma vende bem entre outras coisas pq é um dos poucos modelos que restou que nao parte de 60mil reais, batendo os 85mil nas versoes mais completas como Virtus e Cronos.
    Acho uma aposta muito arriscada pro carro que é líder do segmento. Apostaria num crescimento nao tão grande pro Prisma e e que esse modelo da projeção fosse um novo modelo que ficaria no lugar do Cobalt.

  • Eduardo Alves

    E mais facil eles tirarem o Cruze e o colocarem no lugar.

    • Itamar

      aqui nesse circo é capaz mesmo

    • yurieu

      Falou tudo. O povo apoia.

  • 1 Raul

    O caimento da traseira parece com o versa…

    • Guimasi

      com o versa mole

      • Lucas086

        O melhor comentário kkk

      • ADJR

        Muito boa kkkk

  • Robinho

    feio

  • BomdeBraço

    Eu acho o Cavalier uma opção mais bonita, para concorrer com o Virtus, do que o Excelle! E ele teria que entrar no lugar do Cobalt! Permanecendo o Onix na sua atual posição!

    • Vitor Barcellos

      Acho que a GM deve unificar Cavalier e Cobalt, já que a ideia é baixar custos e ter produtos similares. Prisma/Sail e Cobalt/Cavalier

      • BomdeBraço

        Mas bem que poderia trazer o corsa da antiga opel, já que os motores virão deles, com make de chevrolet para substituir o Onix.
        https://www.autoo.com.br/o-que-podemos-esperar-do-novo-onix-2020/

        • Vitor Barcellos

          O projeto seria muito caro. Fora que o Corsa agora é propriedade da PSA

      • BomdeBraço

        Pensando também, se viesse como Monza ao invez de Cobalt…

        • Vitor Barcellos

          Hahaha ia ser uma boa, mas a patente do nome ficou com a PSA

    • yurieu

      Esqueceu que carro bonito no Brasil não vende?

  • Leonel

    Quero é saber se vão investir de forma séria em segurança. Hoje, para mim, VW é referência nesse quesito e espero que todas passem a ser, ao menos, com 4 estrelas…

  • Renato Duarte

    É mais racional esse Excelle ser lançado aqui como novo Cobalt.

  • Sílvia

    Ai , meu Deus ! Um fake de Versa !! !! !! Só faltava essa..

  • ADJR

    Primeiro, parabéns pela projeção. Vai ser isso mesmo. Embora seja nítido o maior refinamento do estilo Buick frente ao Chevrolet, acho que a GMB var “Chevroletar” esse Excelle. Uma pena pois, para mim, bastaria colocar a gravata dourada no Buick chinês. Mas aí o carro ficaria mais “chique” que o Cruze e não ia pegar bem, né?

    Tendo em vista que muitos sucessores são lançados e seu antecessor permanece em fabricação, eu apostaria no seguinte:
    Excelle com estilo Chevrolet no lugar do Cobalt, mas com o nome New Prisma. O mesmo modelo, mas hatchback, como New Onix. E os atuais Onix e Prisma com facelift (outro) continuariam como modelos de entrada.

    Assim, o nome Cobalt seria aposentado, já que vende menos que o Prisma. E duvido a GM apostar nos sucessores e tirar seus campeões de venda do mercado. Quando este se cansar deles, ela cria outros dois modelos menores com outros nomes.

  • Leonardo azevedo

    Acho muito arriscado mexer na dupla campeã Ônix e Prisma, mais provável substituirem o Cobalt

    • Vitor Barcellos

      Mas todos serão substituídos a partir do ano que vem, começando por Onix e Prisma

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

    Com quase 4,5m é mais fácil ser um novo Cobalt do que um Prisma, é muito grande pra um compacto de entrada, se o Prisma tivesse este mesmo porte o Cobalt teria que ser maior que isso pra justificar a existência dele.

  • Erivelton Freitas

    Até que daria certo, mesmo ainda mantendo esse ‘Design’ de ‘carro de entrada’ (que é o que ele é mesmo).

  • Prisma = Sonic, Buick Ecxeclle = Opel Astra = Chevrolet Cruze. O Excelle poderia substituir o Cobalt, que vai penar frente ao Cronos e Virtus.

  • Daniel dos Santos

    new chevette

  • Julio Cesar Galli

    Carro de entrada tem que ser econômico e relativamente pequeno.

  • Marcelo Cordeiro

    Parece que a tendência seria a unificação dos dois produtos. Mas se isto ocorrer, deverá demorar bastante, pois a Chevrolet está trabalhando numa nova geração do Cobalt. A menos que esta nova geração seja um único carro com nome de “Prisma”. De qualquer forma, eu nem me empolgo com estas belas projeções, pois a Chevrolet manda muito mal nesse segmento de entrada no Brasil. Nossa é uma má vontade que dá raiva…

    • Vitor Barcellos

      Acho que irão continuar os 2 sedans. Lá nos planos tinham novas gerações de Cobalt e Prisma

      • Marcelo Cordeiro

        Pois é, foi o que falei. Existem gerações independentes de ambos os modelos sendo desenvolvidas. Mas é inegável que o portfólio da GM acaba ficando confuso e com determinados modelos em sobreposição. O mesmo ocorre com a VW, só que no quesito hatchs compactos, uma bagunça daquelas!!!!!

  • BomdeBraço

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email