*Destaque Cupês Mercado Projeções Volkswagen

Projeção: Como seria o Volkswagen Logus nos dias atuais?

Projeção: Como seria o Volkswagen Logus nos dias atuais?

Estaria o mercado automotivo mundial vivendo uma ditadura? Com a moda dos utilitários esportivos, praticamente não se fala em mais nada, a não ser SUV e crossover. Todas as grandes marcas – e mesmo as pequenas ou as muito exclusivas – entraram na moda e querem ter seus equivalentes no segmento, que vem crescendo rapidamente não só no Brasil, mas também nos EUA, Europa, Índia e China, por exemplo.


A onda os utilitários esportivos – especialmente os compactos – é tão grande que está matando outros segmentos. Nos EUA, por exemplo, impulsionados pela gasolina barata, os americanos não pensam em outra coisa que não tenha as três siglas mágicas: SUV. E isso está acabando com o mercado de hatch, sedã e minivan. Podemos incluir também os cupê e demais, exceto, é claro, as picapes. Na Europa, o movimento ainda é tênue, mas a onda parece ganhar mais volume a cada ano.

Projeção: Como seria o Volkswagen Logus nos dias atuais?

Na China, nem se fala, pois uma enxurrada de SUVs – até com marcas praticamente dedicadas ao segmento – está avançando com força sobre os sedãs, que sempre foram preferência entre os chineses. A Índia mostra o mesmo com recordes de venda e filas… No Brasil, dos 20 carros mais vendidos mensalmente, seis são utilitários esportivos e só não entra mais porque algumas marcas importantes ainda não estão presentes na categoria.


E o restante? Com exceção dos hatches e sedãs – menos o segmento médio – o mercado não quer outros tipos de veículos leves de passageiro. Assim, sentimos falta de produtos que há alguns anos atrás, eram bem aceitos pelo público. Adeus minivans, peruas, sedãs duas portas, cupês e assim por diante.

Projeção: Como seria o Volkswagen Logus nos dias atuais?

Mas e se onda de SUV e mudanças no mercado não tivesse ocorrido? Sem dúvida, ainda veríamos alguns modelos que marcaram época. Um exemplo é o Volkswagen Logus, fruto da Autolatina dos anos 80 e 90, que chegou ao século 21 sem nunca ter adicionado as entradas traseiras, algo que seu irmão Pointer o fez com louvor. Hoje em dia, como seria então um Logus 2018?

Essa projeção do designer Kleber Silva pode dar uma pista. Com carroceria mais próxima de um cupê, o Volkswagen Logus 2018 se apresenta com base na plataforma MQB A0 do Virtus 2018, ostentando parte do estilo deste e adicionando uma traseira mais saliente, porém, sem perder o volume dedicado aos porta-malas. Com vigias pequenas e largas colunas C, o modelo parece até mais musculoso que o Virtus.

Apresentado nas versões Highline, GTS e R, a proposta de Kleber para um Volkswagen Logus 2018 adiciona faróis grandes e grades com visual diferenciado em cada versão, assim como para-choques, rodas e outros detalhes exclusivos. E o que moveria cada uma delas? Não custa imaginar o 1.0 TSI de até 128 cv no Highline, 1.4 TSI de 150 cv no GTS e, sem dúvidas, o 2.0 TSI de 220 cv no R. E então, seria interessante um Logus assim em dias de domínio dos SUVs?

[Projeção: Kleber Silva]

Projeção: Como seria o Volkswagen Logus nos dias atuais?
Este texto lhe foi útil??

  • RRROL

    Animal! Gostei das três projeções

    • Ⓜ️arcelo

      As três são iguais, só muda a cor, e eu achei toscas.

      • Seven23

        Precisa ter um visual pelo menos diferente.

  • Carlos Henrique

    Vendi um 1.8 GL a pouco tempo, eu gostava d+ do carro. Essa projeção me agradou, eu teria um facilmente!

    • Racer

      Tive um GLi 96. Fiquei 7 anos com ele e nunca deu uma problema sequer. Só era baixo demais, mas muito confortável.

      • Carlos Henrique

        Realmente ele é muito baixo, quando colocava lotação máxima era dificil trafegar nessas ruas cheias de valetas e lombadas das nossas cidades. Eu sou apaixonado pela belezas externa e interna do carro, seu design envelhece bem devagar.

    • Eduardo

      Que notícia boa, agora compra um carro.

  • leandro

    Tentar vender um carro duas portas em 2018??

    • Fabio Thasmo

      Provavelmente você não leu a matéria, em especial a parte que fala.
      “Mas e se onda de SUV e mudanças no mercado não tivesse ocorrido? Sem dúvida, ainda veríamos alguns modelos que marcaram época”

      • daneloi

        O @disqus_1PE4UxqAFA:disqus está certo. No Brasil, antes da febre dos SUVs carros duas portas já não vendiam tanto. Mesmo antes dos SUVs carros 2 portas estavam rareando. Inclusive no exterior. Pegue o exemplo do novo Polo e Focus 3.5, ambos são vendidos por lá apenas na versão 4 portas.

    • Pedro Cunha

      Seu comentário é a prova que o marketing dos fabricantes atingiu máximo sucesso.
      Apesar de você, há ainda pessoas que admitem não precisar de um carro alto cheio de portas. E pessoas essas que sentem falta de modelos com 2 portas, de modelos médios/grandes em versões cupê, ou versões simplificadas, com o mínimo de acessórios, bancos de veludo e câmbios manuais.

      • leandro

        Qual marketing de fabricante fala que devemos comprar carro com 4 portas ao invés de 2?
        Pra mim carro precisa só de duas coisas: conforto e segurança!
        Meu primeiro carro era um Palio 2 portas e era uma mer** ter que levantar toda hora pra alguém entrar pelo meu lado, fora que as pessoas pisavam o tempo todo na soleira… Além disso em caso de acidente retirar um passageiro do banco de trás em um carro 2 portas é muito mais difícil e sacrificante..

      • Ana Guto Castelhano

        Verdade, eu mesmo adoro carro duas portas dá um ar de esportividade no modelo.

  • Júnior Nascimento

    Dependendo do preço, poderia vender bem. O problema da VW são os pacotes opcionais, que encarecem demais seus carros. Ford e Hyundai, por exemplo, já perderam esse péssimo costume e dão suas versões ‘fechadas’.

    • Djalma

      Mas isso mudou muito; pode olhar no Site da marca que os pacotes de opcionais foram bem reduzidos.

  • Julian Lobos

    Parabéns para o designer, excelente trabalho. O Logus e o Pointer eram mais bem do tamanho de um Golf, portanto acho que a volumetria atual seria nesse nicho e sendo VW, bem poderia ser derivado dos irmãos tchecos Skoda Rapid e Octavia. Seria legal ver esses carros nas ruas hoje.

  • FearWRX

    Eles podem não ser tão prático quanto os de duas portas mas a torção deles é bem menor, logo, são carros bem mais gostoso de dirigir e bem mais rígidos que seus equivalentes. Uma pena que essa moda dos altinhos está matando todos esses segmentos legais.

    Triste. Muito triste.

  • Antonio

    O Logus trazia junto a se a abertura para um mundo tecnológico da era moderna, lembro que ate o comercial que botaram na tv, era composto de um jovem pai com uma criança eufórica com a beleza do carro numa ampla e moderna avenida, ali via se a abertura para novos carros que vieram logo depois, pena que deixaram o Lógus morrer, poderia estar na ponta da fila!

    • joao vicente da costa

      Lembro da 4R falando que ele tinha uma “traseira de carro importado”… realmente chamava a atenção!

      • daneloi

        lembrou bem. Também foi dito por um executivo da matriz alemã que era o VW mais bonito do mundo a venda em meados dos anos 90 (Pointer).

  • R1 o comentário no1

    Virado em rodas esse “Voiajão”

  • Eduardo Sad

    É uma pena pois estes modelos não teriam Mercado atualmente, se tornando inviáveis do ponto de vista comercial e logístico. Carros 2 portas, esportivos de verdade, peruas, enfim… Hoje mal pode-se ter um sedã médio com simples câmbio manual, quanto mais versões inteiras exclusivas. Pra quem gosta e pode, vai uma dica: compre seu modelo antigo, dê um bom capricho e cuide dele para ser sua válvula de escape.

  • Fabão Rocky

    Poderia ter uma imagem da traseira do carro pelo menos. Saudades daqueles tempos em q tínhamos um leque maior de opções no mercado: Sedã médio de 2 portas, cupê (médio e compacto), station wagon (média e compacta), notchbacks/fastbacks, conversíveis derivados de um hatch, notchback ou sedã, picapes médias com cabine estendida, hatches compactos de 2 portas. Infelizmente n vemos mais nada disso no mercado. Seria legal vermos mais opções como Onix e Prisma 2 portas, Ranger-Toro e S10 c/ cabine estendida, Golf e Cruze cupês e suas variantes conversíveis, Civic 2 portas, etc.

    • Vesgo

      Tem civic duas portas hoje em dia (Civic Si), pena que é muito caro

  • Coaras

    Penso que não seria assim…..rs…..o Logus na verdade era um Verona de duas portas, assim como o Pointer era o Escort da época com 4 portas, devido à Autolatina, Ford + VW, Casa uma tinha o seu modelo para não canibalizar as vendas das marcas, assim o logus de hj seria mais como um Focus sedã ou melhor um Focus Fastback, sucessor direto do Escort/Verona. A Ford teria um Focus 2 portas e o Focus sedã 4 portas, ficando a VW com o Hatch 4 portas, Que seria o Focus 4 portas versão VW. Alguém faz essas projeções……rs

    • Racer

      Eles tinha a base em comum….e só. Diferente das duplas Apollo/Verona (antigo) e Santana/Versailes, eram completamente diferentes entre si.

      • MauroRF

        O Apollo foi dose, cópia escarrada do Verona. Até o Versailles tinha um pouco mais de diferença. O Apollo mudava o emblema na frente e tinha as lanternas traseiras fumê, e só. Na motorização, todos os Apollos saíram 1.8, e o Verona chegou a ter 1.6 na versão LX. Meu preferido era o Verona GLX com teto solar. Meu pai teve um 1990 a álcool na cor azul claro e com teto, andava bem e era muito confortável, especialmente os bancos, eram muito bonitos os tecidos. E quem tinha um Verona na cor dourado, o interior tinha acabamento em marrom.

        • RRodrigo Souza

          mudava tambem a grade do radiador apenas, enquanto o verona tinha o emblema no capo, o apollo tinha na grade.

          • Racer

            O interior (painel) era diferente também.

  • joao vicente da costa

    A melhor parte do VW Logus era a traseira e a dianteira de todo VW atual é igual. Ou seja, ao não mostrar a traseira do carro, essa projeção não tem nada de Logus…

    • RRodrigo Souza

      pra mim é a frente do polo novo, com mudança só nas grades do milha basicamente

  • Hoffmann

    Veio Logus foi em Bora.

    • zekinha71

      Conseguiu colocar em uma frase os dois piores carros da VW.
      E pensar que o irmão Pointer foi o mais belo feito aqui, até hj o desenho é lindo, pena que é raro achar algum, mesmo na época ninguém queria e teve vida curta, também por causa do fim da Autolatina.

      • Hoffmann

        Ah, o Bora eu não acho tão ruim assim…era um Golf 4 sedã, ele tinha algum problema crônico?

        O Pointer era lindo, tinha aura de carro importado. Minha mãe teve um em 1994, tirado zero…mas eram tantos problemas que ela ficou pouco mais de um ano com ele. Tinha algo MUITO errado com a parte elétrica daquele carro e as concessionárias VW pelas quais passou nunca conseguiram resolver os faniquitos que ele dava. Era o clássico “bonitinho mas ordinário”.

        • MauroRF

          Sua mãe teve qual versão, você se recorda?

          • Hoffmann

            Me recordo sim, foi um GLi 1.8

        • zekinha71

          O Bora acho que teve a “tropicalização” feita nas coxas, uma vez levei meu carro pra trocar o escapamento e tinha um Bora também trocando, fui olhar como era por dentro, e o rapaz que estava mexendo no carro, falou que aquilo era uma bomba.
          A suspensão inteira do carro estava bixada, e nem adiantava trocar, porque estragava novamente rapidamente e mais um monte de falhas que nem lembro porque o cara descreveu praticamente o carro inteiro.
          Tanto que nem lembo quando foi que vi um Bora, sumiram, e o Golf da mesma época está cheio nas ruas.

        • Racer

          Tive um Logus GLi 94, que fiquei por 7 anos. Deu só um problema na elétrica, que eu mesmo resolvi. A caixa de fusíveis apresentou uma trinca em uma solda, e o ar parou de funcionar. Refiz a solda e nunca mais tive problemas.

      • MauroRF

        O Pointer GTI era bem bacana, raro ver um hoje.

      • Denis

        Então pouco tempo de mercado, o Pointer (1994/1996), foi o VW mais bonito em uma época adversa de concorrentes modernos e antigos. Mesmo tendo a companhia do importado Golf, que seria uma espécie de sombra, o Pointer se manteve num patamar mediano. A medida dos erros da engenharia e o fim da Autolatina, o Pointer veria seu fim próximo, sem ter a oportunidade de ganhar sobrevida, assim então pouquíssimo tempo, o que é lamentável…..

  • V12 for life

    Mesmo antes da onda SUV, os sedãs de duas portas já tinham morrido a muito tempo, mas seria interessante.

  • Marcio Souza

    Sempre achei os modelos 2 portas mais bonitos. Uma pena que nosso mercado não aceite isso.

    • Edu

      O mercado preferiu a praticidade do 4 portas.

  • vi.22

    me lembro na epoca do lancamento do pointer uma reportagem dizendo que o pointer era o vw medio mais bonito produzido na epoca e que era uma auternativa ao golf que era muito caro, e que dependeria da aceitacao dele e o golf para poderem decidirem qual iria ficar, caso o mercado optasse pelo golf , esse seria o ultimo medio desenvolvido pela Vw brasil …

  • Denis

    Assim como Polo e Voyage, a VW deveria ressuscitar o Logus, e dar ao modelo uma nova oportunidade ao mercado. Assim como nas projeções de Kléber Silva, o Logus renasceria como um cupê esportivo derivado do novo Polo, mas com o entreeixos do sedã Virtus. O novo Logus seria uma forma ousada da VW de criar um esportivo nacional de preço competitivo. Usando o motor 1.0 TSI 200 da dupla, e em versão GTS, com certeza faria do Logus um belo cartão visita no upgrade da linha VW…..

  • Razzo

    Isto me parece um Virtus 2 portas.

  • Ricardo Blume

    Certamente o novo Logus teria essa linha conservadora lembrando o Polo. Gostei da projeção, até por que eu admirava o design do Logus. Duas portas, assim como está, ficou irado! Quem sabe não lançariam até uma versão limitada Wolfsburg?

  • Luis Burro

    Por ser um Escort modificado teria q ser baseado no Focus e não em um Volks!

  • Ricardo

    Logus Wolfsburg Edition e Pointer GTi eram sonhos meu.

  • Luis Fernando Pozas

    Achei muito legal a projeção!! Só faço uma observação: não teria 1.4tsi… na versão top, cheia de adesivos, seria o motor 1.0tsi…

  • Rafael Straus

    Nostalgia faz as pessoas perderem o foco.

    Logus e (principalmente) Pointer ficaram na história apenas pela beleza, pois eram da mesma safra que o problemático Escort de 2ª geração, infestados de problemas elétricos – tanto que, ao saírem de linha, não deixaram um pingo de saudades (na época, entre 1996 e 1997).

    Além disso, o acabamento do Logus era impiedosamente inferior ao da concorrência, com exceção feita ao caríssimo GLSi.

    • Djalma

      E falta de estabilidade também, já que a suspensão à la Escort era ruim nesse aspecto.

  • O Logus e também o Pointer eram muito bonitos, mas eles só existiram por causa da Autolatina, não fosse nosso mercado fechadíssimo e bem instável, teríamos Jetta e Golf.
    Um russo disse em um fórum há uns anos atrás que algumas unidades dos dois foram exportadas para lá, mas devido “à baixa qualidade” das peças eles enferrujaram rapidamente e em poucos anos já sumiram das ruas… Isso nas terras do Lada Samara… me pergunto que tipo de aço a VW teve de usar para viabilizar essas exportações hehehe…

  • Isaac Ferreira Santo

    Não haveria espaço pra esse modelo. Na verdade com a chegada do VIRTUS até o voayage irá perder compradores em potencial.

  • Guimasi

    Jesus, quatro parágrafos de “nariz de cera”.

  • RRodrigo Souza

    desculpa ,mas para mim essas projeções é apenas um um virtus com 2 portas ,se por a casa lançassem este logus da mesma forma da projeção eu iria lodo de virtus mesmo, o que mudou neste projeção é apenas a quantidade de portas, e colocaram as grades de milha baseadas no golf e do fox novo .

  • Felipe Politano

    Na verdade pra fazer uma projeção precisa de como seria um improvável Logus hoje em dia, o designer teria que pegar um Ford Focus e transformar em um coupe duas portas com estilo VW adaptado, já que o Logus era um Escort remendado, fruto da Autolatina…

  • Djalma

    Tirando as 2 portas, ficou quase o Virtus!

  • Pedro Cunha

    O Logus foi um carro com todos predicados para alcançar sucesso, mas problemas de qualidade(carroceria principalmente, pois apodrecia muito prematuramente) e o fim da autolatina, fadaram-no ao fracasso e ao status de “mico”.
    A projeção mostra um carro lindo, como não existe mais no mercado local. Apesar do “rótulo VW”(ou family-face, se não fosse tão ostensivo como é no portfólio VW) é muito agradável e “inspirador”.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Tivesse a VW optado pela plataforma do Gol ou do Passat a dupla Pointer e Logus poderiam ter sido modelos longevos.

  • FocusMan

    Vixe…. não gostei! Apesar das projeções estarem lindas.

  • Eskarmory .

    Frente muito mais bonita que do Novo Polo, perdeu hein VW…

  • Alvaro

    Poxa muito interessante, meio desproporcional mas considerando o trabalho que é fazer essas edições, parabéns pelas projeções! Mas fazendo jus a Autolatina, teria que ter uma opção Comfortline 1.6 Sigma com câmbio Powershift hahaha.

  • Cincinato

    Muito pertinente a matéria.
    Talvez se o brasileiro enxergasse melhor, teríamos esses carros aí.
    Gol teria saído de linha a tempos.

  • Celso

    As projeções são de 3 supostos Virtus 2 portas. Mas a ideia me parece boa, batizar de Virtus a versão 4 portas e de Logus a versão 2 portas, isso daria um diferencial ao 2 portas. Antes q digam, eu sei q este Virtus 2 portas (ou Logus) é praticamente impossível de chegar ao mercado. O rareamento dos 2 portas é uma catástrofe, eu os prefiro.

  • Marcio Andriani

    Ridículo. Pointer e Logus estavam muito a frente do seu tempo em design. Esse desenho seria do Voyage Sport, mais do mesmo na VW….aliás quem será que desenhou os dois originais???

  • Daniel

    Nada a ver… Ele seria um focus sedan 2p com frente de golf!😂

  • Eduardo

    Seria horrível!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email