Chrysler EUA Projeções Sedãs

Projeção: Como seria um Chrysler 100 baseado no Fiat Tipo

chrysler-100-aegea-1

Já foi dito que a Chrysler não terá um modelo compacto 100. Mas, se realmente isso tivesse acontecido, como seria o menor dos sedãs da marca americana?

Essa projeção de Theophilus Chin usa o Fiat Tipo como base para o Chrysler 100, que provavelmente seria baseado no novo sedã compacto da marca italiana.

chrysler-100-aegea-2

O layout é inspirado no Chrysler 200, um equivalente do Dodge Dart/Fiat Viaggio, destacando-se pelos faróis de LED com LEDs diurnos. Na traseira, lanternas horizontais, o visto logotipo “alado” e belas rodas de liga leve.

Se fosse feito, naturalmente seria equipado com motores 1.4 MultiAir Turbo de 140 cv, 2.0 Tigershark com 164 cv e 2.4 Tigershark com 188 cv, além de uma provável versão diesel para o Reino Unido, usando aí um 2.0 Multijet com 140 ou 170 cv. O câmbio automático de nove marchas seria outra opção.

[Projeção: Theophilus Chin]





  • Emerson Lima

    Achei essa projeção tipo Chrysler melhor que o original Fiat. O Tipo é bonito, mas essa identidade mais americana ficou mais legal.

  • E ficou legal, hein? Gostei.

  • celso

    Não é exagerado, nem careta: ficou agradável.
    Poderia brigar com Ford Focus e Nissan Sentra.
    Porém, não daria pra encarar os novos Civic e Cruze, além, é claro, do Corolla.

  • Dieizon

    Essa frente de chery celer.

    • Holandês Louco

      Senho do espaço…
      Jason é você?

  • Mr. Car

    Como fã da Chrysler, eu digo: aprovado!

  • Whering Alberto

    Achei melhor do que o Tipo. Mais harmônico. Não que o FIAT seja feio, mas nele eu faria alguns retoques.

  • Filipo

    Eca, um Chrysler da Fiat! Ou seria um Fiat da Chrysler?
    De todo o modo, lixo!

    • Sabatino

      Mentalidade de Brasilieiro. Por isso que no Brasil as montadores sò manda lixo pro Brasil.
      Voce acha que na Europa a Fiat vende os lixos que vende no Brasil?

      • DiMais

        venderia tão bem quanto o Peugeot 2008, mas insistem em acreditar que não..
        ao invés dele (que é sofisticado demais para povão do terceiro mundo) teremos um modelo desenvolvido “especialmente” para o mercado local.

        • celso

          ” Venderia tão bem quanto o Peugeot 2008, mas insistem em acreditar que não…”,
          isso é ironia ou não ?

          • DiMais

            certa época todo mundo falava que a FCA deveria trazer o 500X para o Brasil no lugar do Jeep, porque a Fiat tem rede de concessionárias maior e outras lorotas..
            acha mesmo que um 500X venderia tão bem quanto HR-V e Renegade?
            duas coisas espantariam muitos compradores: o visual dele não agradaria o consumidor brasileiro e o alto preço cobrado por um Fiat de passeio por aqui, inclusive nos EUA ele tem preço inicial mais alto que o Renegade (US$18.000,00 Jeep x US$20.000,00 Fiat) justamente por buscar um público ainda mais restrito dentro de um segmento que já é considerado nicho para aquele mercado, imagina aqui onde as pessoas simplesmente chamariam ele de 500 maiorzinho (como falam do ‘Fitão’, mas esse tem imunidade pelo H na grade).

            • celso

              Sem dúvida. O 500X ,no máximo, agradaria parte do público feminino, mas seria um fiasco em termos de venda.

      • Filipo

        Cara, eu só sei de uma coisa: a Fiat só vende bem aqui e na Itália.

        • Sabatino

          A Fiat è lider no Brasil e na Italia mas nao que dizer que sò vende la.
          E’ como dizer que a Renault sò vende na França, a GM sò no EUA e a Ford sò na Inglaterra, a Toyota sò no Japao.
          O Panda e o 500 domina o segmento A na Europa. E o 500L domina o segmento de minivans pequenas na Europa.
          A fiat em 2015 cresceu de 12% na europa (19% na França e 29% na Espanha)

          • Filipo

            Sabatino, vejo que gostas muito da marca. Mas verifique as vendas dela em países como Alemanha, França, Inglaterra e Espanha, por exemplo e veja como vende pouco, muito pouco.
            * Não compare as vendas de Fiat com Chevrolet, Ford ou Renault, a diferença é abismal.

  • Thiago Maia

    CORRIJAM A INFORMAÇÃO: FOI DITO QUE O 100 SERÁ UM SEDAN E NÃO UM HATCH

    Estava previsto um Chrysler 100 para competir com Corolla e Cruze, e o Dart viraria um modelo mais esportivo, dentro da nova filosofia Dodge.

    Há algumas semanas, rumores surgiram dizendo que o projeto foi congelado pra apressar outros e sondar o mercado.

  • Thiago Maia

    O Chrysler 200 divide plataforma com Dart/Viaggio, mas é do segmento do Fusion.

  • Hox

    O Chrysler 200 é um “mid size car” e compete com outros médios nos EUA (Fusion, Altima, Camry, Accord, Sonata…), que aqui são tidos como médios-grandes ou grandes. O Dodge Dart é um “compact car” nos EUA e compete com outros tidos como compactos por lá (Focus Sedan, Corolla, Cruze, Elantra, Forte/Cerato, Sentra…), que aqui são considerados médios.

    • DiMais

      povo faz confusão com a linha Chrysler porque aqui no Brasil a FCA só traz o 300 (derivado do Classe E nos tempos da Daymler) e acha que ele é concorrente do Fusion, infelizmente o 200 não vem enquanto a produção dele for nos EUA e não tiver preço pra competir com o conterrâneo que já é feito no México.



Send this to friend