*Destaque Dacia Esportivos Europa Projeções

Projeção: Duster R.S. seria possível?

Dacia-Duster-GT Projeção: Duster R.S. seria possível?

O Dacia Duster 2018 chegou para mudar a cara dos produtos da marca romena, extremamente focados no baixo custo, preços competitivos e robustez mecânica. Com visual mais sofisticado, o SUV chega a ter barras longitudinais no teto em alumínio, um luxo que poucos utilitários esportivos têm, mesmo no segmento premium. Isso nos faz lembrar do amortecedor de capô dos Logan e Sandero, um contraste em relação aos demais itens da dupla da Renault, cuja origem é a mesma.



Mas, o Dacia Duster 2018 poderia alçar voos mais longos? Apesar de manter-se fiel ao seu público, não aumentando de tamanho e nem agregando dois assentos extras para ter sete passageiros, o que necessitaria de uma reengenharia por conta do bagageiro de piso elevado, o SUV poderia ir para outras direções e uma delas talvez venha a ser uma pegada mais esportiva.

A Renault já provou que pode transformar um popular simples e robusto em um carro esportivo até com modos de condução, como é o caso do Sandero R.S. 2.0 criado especialmente para o Brasil. Se esse fosse o caso do Dacia Duster 2018, provavelmente a designação seria GT, mas ainda assim a equipe da Renaultsport é quem tomaria a dianteira do projeto, naturalmente com a participação da equipe técnica romena.

renault-sandero-rs-avaliação-NA-30 Projeção: Duster R.S. seria possível?

O X-Tomi Design fez uma projeção mostrando como poderia ser um Dacia Duster GT. Em nosso caso, ele seria chamado de Renault Duster R.S., uma vez que também teria um potencial no mercado brasileiro. Mas por que? Atualmente não existe nenhum SUV de pegada esportiva sendo oferecido por aqui. Aliás, existem pouquíssimos do tipo mesmo na Europa. Mas, por ter um apelo que outros rivais não tem, o utilitário acabaria chamando bastante atenção por seu ineditismo.

Na projeção, o Duster GT aparece com uma grade preta e sem cromados, que bem poderia ser estilizada como no Sandero R.S., ostentando ainda o logotipo GT logo abaixo do logotipo da Dacia. O para-choque ganha um estilo mais esportivo e sem a barra de proteção destacada, tendo friso cromado, grade ampliada e LEDs diurnos incorporados. Na parte superior do conjunto, um acabamento em preto brilhante.

No visual, o Dacia Duster GT, apresenta barras longitudinais no teto em preto fosco, mesma tonalidade dos espelhos retrovisores. Os apliques laterais também são em preto fosco. As rodas de liga leve de estilo esportivo provavelmente seriam aro 19 polegadas com pneus de perfil baixo. A suspensão seria rebaixada.

Os discos de freio nas quatro rodas teriam pinças vermelhas. Atrás, escape duplo cromado, difusor de ar e aerofólio no teto, este último em preto fosco, estariam presentes. As lanternas quadradas seriam escurecidas. Dentro? Bancos esportivos GT com volante de três raios, instrumentação personalizada e multimídia com dados de performance. Na mecânica, um motor 1.2 TCe de 125 cv seria o suficiente para a Europa. Aqui, um Duster R.S. obrigatoriamente teria o mesmo 2.0 do Sandero R.S. Ficou bom?

[Fonte: X-Tomi Design]

  • Louis

    Vade retro.

  • Mario Souza

    Bela iniciativa, so falta um visual e acabamento interno melhor!

  • PVAL .Seguros

    Eu comprava ….. logico se tivesse grana !!!!

  • Vattt

    Com as alterações feitas para a nova Duster, vai ser um ótimo custo benefício com a diversão do motorzão turbo garantidos!!!!!! Só colocaria no visual, um rack de teto menos protuberante, mais discreto e aerodinâmico em consonância com a proposta esportiva!

  • Franco da Silva

    SUV esportivo: o mundo não precisa disso!
    Se você quer um esportivo, compra um esportivo. Por exemplo, o próprio Sandero nesse caso. A meia duzia de litros a mais no porta malas não vai fazer diferença. Já mataram as peruas, estão matando os sedãs e os hatches médios, logo vão matar os hatches pequenos… se matar os esportivos, não teremos nada pra comprar, só SUV! Socorro!!!!

    • Rafael Toth

      Eu pensava exatamente como você, mas cada dia mais tenho pensado em adquirir um SUV. Eu moro no ABC paulista e vou muito para São Paulo e pelo menos por aqui cada vez mais as ruas estão esburacadas. Final de semana mesmo peguei tanto buraco em um trecho de 10km que cheguei em casa o carro estava com a roda amassada e o pneu com bolha (Aro 18 perfil baixo original). Tenho um carro esportivo e preciso andar muito abaixo do limite das vias pra não acabar com o carro. Por conta disso já penso em um SUV mesmo achando que é carro de mãe levar filho na escola, já vejo a compra de um com bons olhos. No meu caso um SUV esportivo seria o carro ideal.

      • Raimundo A.

        Será que você precisa mesmo de SUV? Um SUV que entregue desempenho usa pneus com perfil baixo também, então o risco que você tem com um veículo tradicional esportivo não irá mudar com um SUV que só entregaria maior vão livre.
        Ex colega teve pneu de uma L200 Triton rasgado por conta de raspada em meio fio danificado.
        Adiantou está numa picape com pneus off road que são mais resistentes que os usados num SUV que tenha desempenho mais esportivo.
        Acho que você precisa é rever o itinerário que usa. Vias ruins vão trazer danos a qualquer veículo. Pode demorar mais, mas vai causar danos.

        • Rafael Toth

          Já troquei 3 pneus por bolha, não foi um caso isolado como o do seu colega. Fora que em um trajeto que você poderia fazer um pouco mais rápido com uma SUV por conta do vão livre, em um esportivo você tem que fazer com muito mais tempo, qualquer valeta é um precipício. Eu imagino que a preparação de um SUV seja totalmente diferente de um esportivo hatch. Recentemente fui para o interior com um amigo proprietário de uma Evoque e fiquei besta de ver o quanto o carro aguenta o tranco em situações praticamente extremas e não estamos falando de um SUV de 100 e poucos cavalos, aquilo tem 240 cavalos e um torque bom, é praticamente um esportivo que anda na terra, se eu tivesse pego uns 4 ou 5 buracos que ele pegou, provavelmente teria sério problemas com roda, pneu e amortecedor. Quanto ao itinerário, desafio você fazer qualquer caminho do ABC pra SP e não pegar pelo menos uma rua TOTALMENTE esburacada. Quanto as vias ruins trazer danos a qualquer veículo, isso eu concordo plenamente, mas como você disse, um SUV provavelmente aguente mais tempo.

      • Franco da Silva

        Isso já me aconteceu. Mas já passei dessa e comecei a pensar em nem ter carro. Só que é uma paixão, não dá pra largar assim…

        • Rafael Toth

          Eu to entrando nessa fase ai. Cogitando vender tudo e andar de Uber, com certeza passarei menos estresse. Infelizmente é a triste realidade para nós que somos apaixonados por carro.

      • Zé Mundico

        Ou então trocar os pneus por outros de perfil mais alto.
        Tenho uma Outlander que originalmente usa pneus aro 18 de perfil 55. Na primeira oportunidade coloquei pneus com perfil 60. Ficou mais altinha e mais macia, sem afetar segurança nem equilíbrio.

        • Rafael Toth

          Como ficou o consumo e a performance?

          • Zé Mundico

            Consumo e performance não mudaram nada mas o rodar ficou mais “macio”.

    • Raimundo A.

      O mundo já tem SUV esportivo ou você acha lerdo Cayenne e Macan turbos.
      Tem os SAV, X4 e X6 por exemplo, que são SUV com design coupe direcionados a condução esportiva.

      • André

        Realmente, o Cayenne e o Macan são excelentes opções. Não precisamos de Duster R.S.
        Fala sério!

        • Raimundo A.

          Pelo que consta no texto, o Duster RS usaria o motor 2.0 aqui, mas ele já usa esse motor que não entrega desempenho esportivo e mesmo se fosse com as alterações do Sandero, não mudaria muito.
          Duster RS ou GT seria só visual. Se usasse o 2.0 turbo do Fluence GT ….

      • Franco da Silva

        um 911 é muito mais divertido

    • Antonio Sergio

      SUV esportivo: o mundo não precisa disso!
      Ocorre que o mundo só quer isso: SUV = Sport Utility Vehicle.
      Ou seja, veículo utilitário esportivo.
      Por definição – ou tradução – TODOS os SUV são esportivos, até mesmo o Renault Kwid.

  • Ric53

    Curti

  • Ricardo

    Q bosta! Já não basta SUV para andar em cidades, agora SUVs esportivas.

  • Edson Fernandes

    Em cima do Duster acho que não tem muito proveito não.

    Talvez em cima do Captur… mas aí vem de confronto ao que o pessoal desse perfil de veiculos prefere: CArros automaticos.

    Além do que, melhor comprar um 2008 bem mais completo com motor turbo e cambio MT do que esse esportivo com motor 2.0 do proprio Duster com escalonamento do cambio encurtado. (alias, a versão 4×4 já tem esse encurtamento).

    Pra mim não tem como existir para o duster uma versão assim, ainda que essa projeção tenha deixado ele lindo em minha opinião.

    • Ric53

      Em cima do Captur ia sair muito caro.
      Só o pacote estético mesmo.. é a cara do brasileiro e eu pessoalmente também consideraria uma boa pedida trocar o off road de mentirinha por esportivo de mentirinha. Que venham as pedras

      • Edson Fernandes

        As pessoas preferem o altinho, altinho mesmo!

        É isso que faz a compra. Ele sendo mais baixo, perderia o interesse da maioria dos clientes. Ou seja, isso só será uma projeção mesmo…rs

        • Ric53

          Não sei não viu, ser alto, posição do banco elevada ok.. mas a maioria dos crossovers e SUVs de luxo em que este pode se inspirar tem altura do solo baixa. Tese refutada! kkkkk

          • Edson Fernandes

            Mas é um nicho especifico e que a pessoa que compra os tais esportivos, compram cientes disso. A pessoa que ocmpra os mais baratos tem a expectativa muito mais de visual do que uso efetivamente dito.

  • Leonardo azevedo

    Ja que o motor 2.0 é igual do fluence poderia usar aquele 2.0 Turbo que teve no Fluence GT. Apesar que esse motor 2.0 ja ta ultrapassado.

    • Raimundo A.

      E o do Sandero RS é referência? Antes por um motor que entrega desempenho mesmo não novo a recalibrar um mais usual que foi o feito no Sandero.

    • fschulz84

      Na verdade, o motor do Fluence aspirado não é o mesmo do GT.

      O 2.0 aspirado é motor Nissan (mesmo do Sentra) com bloco de alumínio e corrente, enquanto o do GT, usava o antigo motor F4R Renault (o mesmo dos antigos Mégane/Scenic) turboalimentado, com correia dentada.

      Acho que a Renault deveria mesmo era começar a trazer os motores TCe para começar a termos mais opções de turboalimentados por aqui

  • Ricardo

    O teto do Sandero é tão ridicularmente alto que ficou quase a mesma altura dessa projeção. Hahaha

  • Eva M

    Bonito, sim. Sem sentindo, certamente (mas qual marca não tem o seu esportivo de boutique, né?). A pegada esportiva já morreria pela ausência de câmbio manual, impensável para o público que compra esse tipo de carro e pela faixa de preço.

  • Lobão

    pode ate ser!!!! mais que ele venha pra terra de ninguém, acho difícil!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • ObservadorCWB

    O pessoal devia dar BOAS sugestões. E não pensar num Dacia RS. Apaguem antes que alguém da Renault veja e ache isto viável.

  • Alvarenga

    Não faz o menor sentido. SUV tem que ser alto, com maior vão livre do solo, suspensão de curso longo, etc……Isto não combina com velocidade. Potencia no motor nunca é demais, mas fazer SUV com spoiler, pneu de perfil baixo, suspensão rebaixada, etc, é uma tremenda besteira.

    • Rodrigo Alves Buriti

      Jeep Grand Cherokee SRT8 e Trackhawk que o diga :)

      • Alvarenga

        Fantasia de americano não conta…..eles são capazes de qualquer absurdo automotivo.

  • Rogério R.

    Como Sandero e Duster são irmãos, creio que cada um nasceu com a sua proposta. Portanto, na minha opinião não vejo sentido num Duster GT ou RS. Que o Duster continue sendo um SUV e o Sandero um hatch compacto com versões normais e esportiva. Comparem bem as duas fotos, a do Duster GT e a do Sandero RS e vocês entenderão o que eu estou querendo dizer.

  • Dudu Pimentel

    Até poderia…se viesse com o 1.3 TCe para se diferenciar do Sandero…mas não demanda para SUVs compactos esportivos, no máximo pode vir o kit GT Line para o Duster, mas acho que nem isso ele terá, então melhor nos acostumarmos com o 2.0 SCe e uma caixa CVT de 6 marchas.

  • beto

    Fico feliz que é só uma projeção.

  • O Pato

    Eu achei interessante.
    Bastaria reduzir um pouco o aro da roda e colocar um motor V6 com tração awd, seria um land rover de pobre.

  • Hodney Fortuna

    Mas a Duster 2.0 usa o mesmo motor do Sandero RS!

  • mjprio

    Se socar mais ainda no chão os manauaras vao adorar. Aqui em Manaus temos saveiro Strada Adventure, Toro e até S10 arrastando no asfalto ( ou nos inúmeros buracos). Vai entender.

  • Caio

    SUV, como o próprio nome diz, é Sport Utility Vehicle. A questão é que o termo Sport não denota necessariamente que o carro será voltado para pistas de asfalto. SUVs como o Duster, até onde enxergo, cabem melhor na categoria dos veículos off-road, com suspensão mais longa e robusta, para encarar estradas de terra, lama, áreas alagadas, etc. Aplicar modificações voltadas para carros de pista em um SUV não parece fazer sentido nenhum, já que as características do próprio projeto do carro (como centro de gravidade bem elevado) vão limitar em muito o fator esportividade a que estamos acostumados.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend