Fiat Hatches Projeções

Projeção: Fiat Mobi 2018 com visual renovado

Fiat-Mobi-2018-01 Projeção: Fiat Mobi 2018 com visual renovado

O leitor Filipe Augustus analisou o estilo do Fiat Mobi e promoveu uma reestilização do subcompacto da marca italiana para uma eventual linha 2018. Ele decidiu mexer o menos possível no desenho geral do carro, bem como em sua carroceria.



Em sua visão, esta atualização seria praticável no Fiat Mobi. A projeção mostra um hatch com pintura em dois tons, com teto contrastando com o restante do conjunto.

Na frente, novos faróis com dupla parábola com LEDs diurnos, grade com elementos destacados e para-choque com cromados em “C”. A frente foi inspirada no Fiat Tipo, de acordo com Augustus.

Fiat-Mobi-2018-01 Projeção: Fiat Mobi 2018 com visual renovado

Nas laterais, ele mudou as maçanetas traseiras de lugar, passando-as para as colunas C. Além disso, adicionou novas rodas de liga leve e maçanetas cromadas. Na traseira, mais mudanças.

A tampa de vidro seria reduzida, tendo a parte inferior feita em aço, assim como a Volkswagen procedeu com o up! em relação ao europeu. Da mesma forma que no up! TSI, seria pintada de preto brilhante.

As lanternas, mais envolventes, são inspiradas igualmente no Fiat Tipo, sendo ligadas entre si por um friso cromado. A tampa ainda apresenta um defletor de ar integrado no teto, enquanto o para-choque ganhou vincos mais espaçados.

[Projeção: Filipe Augustus]

COMPARTILHAR:
  • invalid_pilot

    Continua bizarro…

    Esse carrinho só começando do zero de novo pra ficar minimamente decente

    • Rodrigo

      DEIXOU ESSE CARRO BIZARRO BEM MAIS CARO, E TÃO BIZARRO QUANTO O ORIGINAL.

      • Artur

        Ô loko! A projeção do cara aumentou o preço do carro! Kkkkkkk

    • Piloto

      Continua horroroso!
      E como já falaram nos comentários, ainda aumentou o custo com pintura dois tons, leds, etc.
      Só començando do zero mesmo!

      • invalid_pilot

        A frente desse carro por motivos obvios não casa com a traseira minúscula e curta.

        Fora que esses cromados, dupla parabola e etc aumentariam o custo de forma absurda.

        • leandro

          O Fiat 147 era menor e muito mais harmonioso. Comparado ao Mobi ele tem 7,5 cm a menos de entre eixos, mas pra quem andava no banco de trás tinha maior impressão de espaço interno

          • invalid_pilot

            Uno Mille é outro exemplo de carro pequeno bem resolvido.

        • Peuooo

          Eles quiseram fazer um concorrente pro Kwid (se passando como um “mini-SUV”). Mas acho que falharam.

    • Mario

      As maçanetas na coluna C, tipo HR-V, não foi uma boa idéia. Não são ‘funcionais’. A frente ficou legal, mas a traseira, parece que piorou. Essas projeções são legais, mas o que me passa é o seguinte: as montadoras gastam milhões de dólares com projetos, pesquisa, etc para lançar um carro, e uma simples projeção tenta ser melhor. Mas vale pela discussão.

      • invalid_pilot

        Sim, certas coisas são invenções de moda…

      • Eduardo Gregório

        Achei a projeção muito boa e bastante racional até. Pro meu gostou ficou melhor que o original.

      • Bruno Calazans

        O pior é gastar tempo e dinheiro e ainda fazer um carro horroroso desse, é desanimador isso

    • Mardem

      Exato! O problema do Mobi está nas proporções muito ruins, que reforçam a feiura das linhas abrutalhadas e “carregadas”. É um projeto que nasceu desenganado!

  • SAVEIRO CD

    Consegui deixar pior do que já e…..

  • Aroldo Alves

    Bem melhor do que o atual né!!!

    A FIAT parece que já lança os carros com design cansado! Está faltando arrojo!

    Parabéns ao Filipe Augustus !!!

    • invalid_pilot

      Isso se chama redução de custos, por isso a cara cansada.

      • Aroldo Alves

        País miserável!

    • Rodrigo Alves Buriti

      Aquele vermelho já compraria para um Daily pequeno e econômico……

    • Diego Germán de Paco

      Indiscutivelmente melhor. Principalmente a traseira que no Mobi é horrorosa

    • Martini Stripes

      Ficou bem melhor!
      Só não gostei do desenho do parachoque traseiro.

    • celso

      Também achei melhor que o atual, só não gostei da parte inferior do para-choque traseiro.

  • Audi a5

    Simplesmente arrasou. O autor está na profissão errada! Deveria ser contratado urgentemente para melhorar os nossos nacionais…

    • Raimundo A.

      Você acha que a equipe de design e não apenas um que gosta tanto quanto os outros não tem essa capacidade? Só esquecem nessas sugestões de mandar o cara para a montadora para corrigir o que ela faz, a montadora vai dizer as diretrizes para fazer o produto e estará embutido o preço.

      Observe veículos city cars e até key cars e notará que o disponível no Mobi pra uma realidade de custos baixos segue a mesma cartilha.
      O Mobi não é nenhum 500 para permitir elementos mais caros como o autor sugeriu nas modificações que fez. Pintura em dois tons é só vermos o quanto a Nissan cobra no Kicks e termos uma noção de quanto poderia impactar num popular.

      O que ele e qualquer um fã pode fazer, basta opinar, é dar um banho de loja no produto, só que isso custa caro numa linha em série. É mais fácil empresas de acessórios criarem elementos como ele sugeriu e aí deixar para donos que gostam de customizar o veículo pagarem caro pela diferenciação.

      • Artur

        Tem toda a razão, mas mesmo assim alguns elementos desse “facelift” poderiam ser aplicados ao Mobi para reduzir sua feiura. A frente, por exemplo, deu outros ares ao carrinho sem necessariamente implicar em alterações caras que possam ensejar aumento de preço (como na lataria e na estrutura do carro). A traseira mudou bastante (para-choque, tampa do porta-malas, lanternas – principalmente aquele aplique na tampa etc.) e, assim, não acho que a Fiat iria aplicar as alterações sugeridas.
        Enfim, se dessem uma boa consertada no design desse modelo, acho que ele venderia bem mais do que vende hoje…
        Ah, a pintura em dois tons também acho inviável.

        • Raimundo A.

          Reduzir a feiura e aumentar o preço, aí você ou quem ver algum atrativo continuaria pensando em comprar um veículo que é mais pequeno que os outros tendo preço ruim só porque melhorou a aparência?
          Lembro do Celta que de tão discreto não percebiam ele nas ruas e era um Corsa e Tigra simplificados. Veículo neutro e com o tempo ganhou terreno. O Mobi tem um design polêmico, mas talvez por isso cative a atenção e o preço de certa forma ajuda.

          A frente deu outros ares, mas o UP tem farol com dupla parábola? A Fiat tinha no Palio o ótimo farol com projetor elíptico, mas sendo caro, trocou por parábola já tendo o facho alto essa arquitetura. O Palio Fire estava acima do Uno Mille e como era da linha Palio ainda tinha os bons faróis de dupla parábola, mas teve geração que só tinha uma para os dois fachos e uma delas se manteve até pouco tempo no sedan Siena EL.
          Trocar um sistema ótico por outro que exibe mais lâmpadas encare o produto. Quem sabe em nova geração revejam isso.

          Detalhes cromados encarece o veículo também e nem todo mundo gosta disso. Eu mesmo não vejo graça. O desenho da grade sem os detalhes cromados poderia ser aplicado num face-lift, mas será que o Mobi seguirá a identidade visual de outros veículos. O Tipo existia no seu lançamento e seguiram outro estilo para promover um ar de crossover. É isso que o Mobi tenta buscar apesar de ser um city car. É o caso do Panda, city car, porém crossover. É um mini SUV ainda que digam ser um hatch. Dizem que o Fit é uma minivan, então por que aparece em algumas classificações como hatch? Veículo que não tem identidade bem definida é um crossover.

          Pra não me alongar mais, se a intenção é para um Mobi entrar, digamos, como futura linha 500 da Fiat e ser vendido na Europa, ficou ótimo. Para nós, cuja Fiat claramente disse que não dá para ter uma linha de produtos alinhada com a da Europa porque os preços seriam superiores e o povo ver preço, não adianta sonhar muito com um face-lift do Mobi, até porque o X6H aqui irá numa tacada só atuar em três frentes (compacto que é Palio, premium para o Punto, e médio com ator o Bravo) sem ser médio e compacto pequeno. É mais um compacto grande cujo nível de acabamento,e espaço interno e mecânica permitirá atacar diferentes propostas. Se o contexto fosse melhor, então teríamos um veículo menos e mais refinado para se manter como Punto ou Palio e a Fiat traria o Tipo.

          • Artur

            Farois biparábola realmente não acho que implementariam no Mobi pelos motivos que você elencou. Com projetor, então, pior ainda. Talvez inserissem uma assinatura de LED, como virou moda ultimamente (vide Ônix).
            As demais alterações (grade, para-choque) poderiam sim ser aplicadas, mas restringido os cromados às versões mais caras (eu, particularmente, também não gosto de excesso de cromados).

      • Audi a5

        Em termos. Vide o picanto mk3, recem lancado: é um city car coreano, mas com acabamento e itens de diferenciação acima da média de muitos carros brasileiros de categoria superior. E certamente nos mercados onde de fato tem público alvo, não custará tão mais que os outros modelos. Ou seja, o mobi é pobre em design sim.

        • Raimundo A.

          O que posso te dizer sobre o Picanto é que ele concorre com o 500 e city cars mais elaborados. Assim, não tem a obrigação de ser baixo custo como é o Mobi aqui. Sobre o design, é questão de gosto. Eu não acho o Mobi tão feio, mas claro, poderia ser menos.

          Contudo, é bom lembrar que o Mobi teria esse desenho porque buscou apelo em SUVs como o Freemont. É um produto pequeno com desenho exagerado, concordo, para transmitir certa robustez e isso é mais notado na versão Way. Passa a sensação de ser um mini crossover.

          Agora, tem veículo mais bonito ou simpático vide o QQ da Chery. São estilos diferentes como eu não vejo graça no Mini Countryman cujo preço já é absurdo comparado a produtos tão ou mais sofisticados, mas aí você paga pelo estilo da marca.

          • Marco A

            Nossa, adoro o Countryman. Mas concordo, é caro.

    • Renato

      Concordo. Parabéns Filipe! E não se preocupe com os que não gostaram e colocam defeito em sua projeção. Estes devem ser fãs da Fiat, vendedores da Fiat ou empregados na fábrica da Fiat. Novamente parabéns pelo trabalho. Você tem muito talento!

      • Aroldo Alves

        Exatamente!

  • Ângelo Coppo

    ARRASOU!!!!!!! ficou com um ar de Picanto/Soul. Tá lindo d+++++++++. Meus parabéns!!!!!!

  • Matheus Amorim

    Criativa ideia, mas bem irreal. A projeção é boa, todavia o carro ficou bem estranho.

    • Fabrício Sanches

      Não entendi, eu não entendi nada…

  • Artur

    Ficou muito bom! Até viáveis as mudanças. Só acho que a Fiat não embutiria as maçanetas traseiras e nem mexeria muito na traseira.

  • Speed Racer

    Se fosse com esse visual seria o mais vendido do país. Humilhou os projetistas da FIAT, que diga se passagem são fracos.

    • Artur

      Os caras são bons (vide Toro), mas são limitados pela engenharia e pela própria fábrica, que deve exigir uma redução brusca no custo de produção de um subcompacto como esse vendido nesse preço.

      • Speed Racer

        Você tem razão. Fazem projetos fracos como Uno, Palio e Mobi, mas fizeram a Toro que é muito legal. A fábrica os tem limitado provavelmente.

  • Gueu Barboza

    Pronto… essa seria a desculpa para a fiat cobrar 45k na versão de entrada

  • Leandro

    Projeção tosca. Prefiro o atual.

  • RKK

    Parabéns, Filipe Augustus ! Designer de mão cheia, conseguiu melhorar a horrível traseira do Mobi.

  • Rbs

    A frente ficou perfeita porem a parte de baixo da traseira ficou muito quadrada, não conversa com a dianteira.

  • Rodrigo

    Ficou bem legal! Parabéns!!

  • Jamelao Silva da Silva

    ótimo trabalho de projeção. dito isso, pra mim essa traseira ficaria ainda mais bisonha que a atual.

  • Pedro Evandro Montini

    Amassa e joga fora!

  • Maycon Farias

    Adorei, ficou muito bom. Parabéns

  • Giuliano Luchetti

    Profissionalmente falando…mudou muito…frente,lateral e traseira….inviável, aliás, este é outro carro, outras ferramentas, outros casamentos, outros tudo…se o briefing era uma atualização do mobi, este projeto esta fora…

    • Vicktorio Lopez

      será? nos facelifts do palio/siena/strada a Fiat mudava muito mais, e é “viável”.
      Na projeção do Filipe, por exemplo, na frente mudou o para-choque, os faróis, e os para-lamas, o que quase sempre muda em qualquer facelift (por exemplo, do gol g5 pro gol g6).
      Na traseira sim pode ser consideravel “inviável”, mais por que muda o formato externo da lanterna, que por qualquer outra cosia, se não fosse isso, oq seria trocado seriam para-choque, lanternas e a tampa da mala, o que normalmente É trocado em qualquer facelift (vide voyage g5 pro voyage g6).

      • Marcos Souza

        O problema é o custo… Led diurno e lanternas mais complexas são caras… Fazer pintura em dois tons tbm sai mais caro

      • Giuliano Luchetti

        A questão em um facelift é deixar o mesmo dimensional das peças e mudar pra mais e não pra menos. Ali o carro sofreu uma mudança d geração…diferente daquilo q fala o texto…são coisas diferentes atualização/ facelift/ redesign…o chassi pode até continuar mas ali tem lanternagem, painéis externos laterais/frontal /traseiro,tampa traseira, até fechamento d porta q não cabem em algo mais simples como o proposto…como designer d produto não olho mais se ficou bonito ou feio, melhor ou pior q o atual, vejo q a ideia esta fora do objetivo descrito…

  • Lucas Mattos Azevedo

    A Fiat deveria contratar ele.

  • Robinho

    continua muito feio.

  • Aprendeu FIAT?

  • Zé Mundico

    Bem, eu acho que a lateral “afundada” não conversa bem com o resto do carro. Mas a frente ficou bem enxuta.

  • Eduardo Almeida

    Achei bem interessante a projecção. Seria realmente legal és Fiat fizesse estas mudanças.

  • MIN💀S

    Essa cruza não deu certo.

  • Marco A

    Tirando o teto de cor diferente, o restante gostei.

  • awatenor

    O Móbile é, em maneira análoga, o Trágile da Fiat. Não durarararará muito.

  • Diego Berri

    Se fosse pra comprar entre o da Fiat e do Felipe, com certeza ficaria com o do Felipe, mas acho que mesmo assim não compraria um Mobi, haha

  • Luis Burro

    Ficaria legal,mas tem carro q não adianta só mudar o visual!

  • Diego Sampaio

    E continua feio…

    Nada contra a tentativa de redesenhar o carro, mas ele já nasceu muito feio de natureza.

  • Rodrigo

    Ficou muito bom, Filipe! Parabéns!

  • Andre Cupertino

    A frente ficou boa, mas a traseira é de JAC J2.

  • Mardem

    Valeu a intenção mas, infelizmente, esse carro já nasceu errado e não tem facelift no mundo que dê jeito. O Mobi é um projeto que merece ser esquecido tanto pela Fiat quanto, principalmente, pelos consumidores.

    • Raimundo A.

      Se depender deste último, esqueça. O brasileiro parece esquecer o quanto suado é ter uma boa renda e se sujeita a comprar veículos cada vez mais caros. Quem não tem tanto dinheiro e não tem família grande ou tem crianças pequenas, o Mobi pelo preço, dinamismo, economia de combustível e tem montagem até melhor que outros Fiat e concorrentes, continuará sendo um atrativo tanto que as vendas mostram isso.

      Teriam as vendas estarem muito ruins para a Fiat pensar em adiantar em curto tempo uma mudança visual no produto para salvá-lo como já fez em outros produtos em mercados que inventou de investir tipo o 500 nos EUA.

      Num cenário onde todos poderiam comprar veículos realmente bons, city car seria carro de nicho ou segundo carro da família se tivesse vendas que o mantivesse vivo. Infelizmente, não é assim aqui.

      • Mardem

        Concordo com o que disse sobre os consumidores. Falta educação financeira e, acredito eu, estética também. Sobre as vendas, mesmo emplacando mais que o Up, o Mobi ainda é um fiasco para a Fiat, que esperava vender 9 mil carros mês, mas estagnou entre 3,5 e 4 mil un/mês.

  • Marco A

    Tirando o teto de cor diferente, o restante gostei.

  • Leandro

    Bem melhor, a Fiat poderia contratá-lo para melhorar o desenho do MObi. Acho ele muito feio e desproporcional.

  • Filipe

    Muito bom! Parabéns ao chará Filipe Augustus. O que mais me incomoda no Mini atual são aqueles víncuos laterais bem esquisitos, e a lanterna traseira que acho que não “casa” com o veículo.

  • Vattt

    Deixa o sucesso pra Renault mesmo, com o Kwid!!! Como dito nos comentários abaixo modificações feitas nessa projeção, só aumentam om custo de produção e o carro continua mo mesmo. É um chique feio.

  • R1 o comentário no1

    A dianteira ficou bonita, se a montadora adotasse a ideia de uma identidade visual global, mas a traseira ficou feia, a atual é melhor.

  • Novaess GTO

    Não é um primor, mas dentro do possível já é bem melhor do que o atual!

  • Vi Vendo

    Talvez a FCA deva aproveitar esta sugestão de desenho e lançar uma versão mais alongada do Mobi. Rsrs…

  • Rafael Trindade

    Acho que a única coisa que ficou mais ou menos foram as rodas :)

  • Autofahrer!

    Boa tentativa! Este é outro produto que nem deveria ter nascido.

  • leomix leo

    Sim é como o etios, não existe plástica que o deixe bonito.

  • Jad Bal Ja

    Ai meu deus… socorro!
    O problema do Mobi é excesso de “desenho”, a FIAT tem que dar um limpa geral nas linhas do carro, é um desenho muito carregado de vincos, grades, faróis imensos…. É muito detalhe pra pouco carro. Trocar a frente de caminhão por outra de caminhão “mais moderno” não ajuda em nada o carrinho…

  • Matheus Henrique
  • Ramon Oliveira

    Ficou perfeito se compararmos com o que temos atualmente, seguindo o design da marca e não apenas uma caixa bizarra com o logo da Fiat.

  • Lauro Agrizzi

    Mais criativo e efetivo que os profissionais da Marca. Muito bom.

  • Marcelo de Andrade

    Ficou bem melhor que o atual.

  • Renan Batista

    Impressionante a negatividade do pessoal. Realmente gosto não se discute mas achei que ficou muito boa o trabalho do Felipe. Lembrando que, pelo que entendi, o cara não é funcionario da FIAT ele só fez um desenho por conta própria. Òtimo trabalho!! Achei lindo! Acho o Mobi bonito por fora, porém, o carro peca em acabamento interno e itens que a FIAT considera como “opcionais” ao meu ver são peças básicas. O preço com kit completo deveria não passar dos 32 mil. Hoje esse carro com kit conforto normal vale o preço de um HB20. Só louco compraria esse carro.

  • IRA

    A frente e o teto lembrou (um pouco) a linha dos DS da Citrõen.

  • Marcos Drawer

    Achei que ficou bom, principalmente a traseira com as lanternas do Tipo. Imagina se a Fiat vê isso, acha bacana e resolve tirar o Fiat 500 de linha e colocar este Mobi no lugar pra concorrer com Opel Adam, Audi A1, etc? Nome? Mobi Lux? kkkk!

  • Francis Barrozo

    Gostei, muito mais bonito que o Digimon atual.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email