Projeção: Fiat Panda SUV 2023 será menor que o Fiat 500X

Projeção: Fiat Panda SUV 2023 será menor que o Fiat 500X

O Fiat Panda terá sucessor em 2023, porém, não mais como um hatch popular no mercado europeu. De acordo com a revista inglesa Auto Express, o modelo será um pequeno SUV, abaixo do Fiat 500x.

Além disso, ele será inspirado no conceito Centoventi, confirmado pelo próprio CEO da Fiat, Olivier François, que respondeu à pergunta sobre o conceito: “Exatamente, você está certo”.

François não confirmou o nome Panda, mas comentou: “O que é certo é que tenho agora a possibilidade de inventar um novo nome ou explorar algum nome lendário do passado”.

Projeção: Fiat Panda SUV 2023 será menor que o Fiat 500X

Ele completou: “Estou mais inclinado para o segundo, porque realmente temos esses modelos favoráveis, com muitos clientes satisfeitos”.

Decidido a falar mais sobre a novidade, Olivier continuou: “Então eu vou fazer um segmento B, e então será um novo Punto? Vai ser um super Panda? Eu não sei. Vamos descobrir. O que é muito importante, e é aqui que você tem meu total compromisso, é que obviamente à primeira vista — mesmo sem emblema ou marca — você o reconhecerá como um Fiat.”

Sem mais detalhes, o Novo Panda SUV deverá ser construído sobre a plataforma modular CMP, devidamente modificada para atender os requisitos do novo produto, que deve bater de frente com o Toyota Aygo X.

Projeção: Fiat Panda SUV 2023 será menor que o Fiat 500X

Isso significa que ele terá propulsão elétrica, mas com potência menor que os 136 cavalos e 26,5 kgfm dos compactos ex-PSA. Como deve ficar abaixo de qualquer proposta atual da Stellantis, pode medir entre 3,60 m e 3,80 m.

Provavelmente seu motor pode ser compartilhado do Fiat 500e para reduzir os custos, com as baterias indo de 30 kWh a 50 kWh. Também deve utilizar motor Firefly GSE de três cilindros, com opção CVT, automática ou de dupla embreagem, nas versões comuns, assim como MHEV.

Já a versão 4×4 pode abrir caminho para uma propulsão traseira elétrica, o que permitiria também que as versões híbridas ou elétricas atendam a esse segmento com tração nas quatro rodas.

[Fonte: Auto Express]

 

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.