*Destaque Hatches Hyundai Projeções

Projeção: Hyundai HB20 2020

hb20 2020 project 1 - Projeção: Hyundai HB20 2020

O Hyundai HB20 foi lançado no segundo semestre de 2012. O hatch compacto da marca sul-coreana foi desenvolvido exclusivamente para o mercado brasileiro, onde até então a importadora havia se arriscado no segmento muitos anos antes, onde modelos como Atos e Accent foram oferecidos ao consumidor brasileiro.


Com enorme sucesso na chegada, inclusive com filas de espera de meses, o Hyundai HB20 rapidamente acelerou para as primeiras colocações. O compacto só estava limitado pela capacidade de produção em Piracicaba-SP e pela divisão do volume com o sedã HB20S, que chegou pouco tempo depois e também foi bem recebido.

De lá para cá, o Hyundai HB20 recebeu algumas modificações e séries especiais, incluindo uma atualização visual de meia vida, bem como a adição de um motor 1.0 Turbo que, no entanto, não trouxe o benefício da injeção direta de combustível. De qualquer forma, o compacto fez a lição de casa para atuar bem no Brasil e trouxe na bagagem um visual arrebatador, que conquistou muito depressa quem procurava um carro com bom estilo.


hb20 2020 project 2 - Projeção: Hyundai HB20 2020

Mas, como já sabemos, o ciclo de vida de uma geração dentro do portfólio global da Hyundai é curto, em média cinco anos. Por isso, o HB20 já está no limite de sua primeira geração. Apesar de continuar vendendo bem, ele continua preso ao volume limitado no interior paulista, porém, sabe-se que a montadora planeja uma ampliação da fábrica. Afinal, não dá para ter um produto que pode ser líder com capacidade instalada reduzida.

Com a chegada do Creta, a coisa ficou pior, pois agora o HB20 tem um player forte dentro da linha, apesar da planta ter sido ampliada até 180 mil carros por ano. Mas e o próximo carro, como será? O ditado diz que em time que está ganhando não se mexe. Mas, no mercado automotivo é preciso sempre estar atualizando seus jogadores e este Hyundai não é exceção.

Ainda pouco se sabe sobre o projeto, mas fica claro que a plataforma atual pode ser prolongada para a próxima geração, inclusive mantendo o porte do produto, que fica bem posicionado perto dos novos concorrentes, que são Fiat Argo e Volkswagen Polo. Pode até haver um pequeno acréscimo no entre-eixos, mas se prestarmos atenção em outros produtos da marca, veremos que a base geralmente é preservada em mais de uma geração.

hyundai hb20 5 anos NA 1 - Projeção: Hyundai HB20 2020

Assim, o que deve ser mudado é a carroceria, que pode ganhar contornos mais fluídos e aerodinâmicos, porém, o principal deve ser a importação do estilo que está sendo atualmente empregado pela Hyundai em lançamentos recentes, tais como os Hyundai Kona e Nexo. Com base nisso, essa projeção de Kleber Silva mostra como poderia ser o próximo HB20 com estilo semelhante ao dos crossovers mais novos da marca.

Mais largo, o Hyundai HB20 2020 – que provavelmente chegará em 2019 – pode chegar com luzes diurnas em LED, assim como os repetidores, ficando estes separados do conjunto ótico principal, instalado no para-choque, junto com assinatura em LED, que poderia ser opcional de acordo com a versão. Uma lente convencional de forma triangular não seria algo estranho de se ver em versões mais baratas.

hyundai hb20x 2016 17 - Projeção: Hyundai HB20 2020

O para-choque, com conjunto de grades em “X” e entradas de ar nas laterais, mesmo que falsas, daria um aspecto mais esportivo ao Hyundai HB20 2020. Já as lanternas traseiras, com formato mais amendoado, teriam luzes de LED e uma opção com iluminação comum e outra com máscara negra para versões específicas, como a R Spec, por exemplo.

Já as rodas da projeção, de design aerodinâmico, podem transmitir a mensagem de maior eficiência energética do novo produto. Isso significaria uso de direção elétrica, Start&Stop e motor Kappa 1.0 T-GDI, que enfim traria a boa união do turbo com a injeção direta. O Hyundai HB20 2020 também deverá ganhar um interior completamente renovado e com foco na conectividade com Android Auto e Car Play, mas sem um cluster digital, infelizmente. E então, você acha que assim ele ficaria bom? O que é preciso melhorar no próximo HB20?

[Projeção: Kleber Silva]

COMPARTILHAR:
  • André Francisco

    HBToro ou HB20 Picasso? kkkkkkkk

    • Piloto

      Projeção terrível. Que a Hyundai não veja e se “inspire” kkkkkk
      Melhor a versão atual que esse monstrinho.

    • Xtodos

      Não sei de onde a NA coletou estas imagens, mas sugiro que tenha mais sensatez.
      Essa projeção não tem absolutamente nada haver com o futuro HB20.
      Ao invés de veicular uma matéria especulativa e longe da realidade pq não trabalham melhor o conteúdo das matérias para melhorar a reputação do site?

      • Handlay P.B.

        Mas a nova identidade visual da Hyundai é essa, até o Santa Fé vai usar. Não duvido do próximo HB20 ter essa filosofia de design.

        • Xtodos

          Até a nova geração do HB20 concretizar tem muita água pra rolar e este canal nada poderá fazer.
          No entanto, a NA poderia olhar para si própria e melhorar a qualidade daquilo que veicula pq passa longe do ordinário

          • Piloto

            Com certeza, acho a mesma coisa. Ficar veiculando “projeção” sem nexo, sem fonte confiável, é falta de matéria mesmo, me parece que estão jogando isso só pra manter o site atualizado (essa não é a primeira projeção desse nivel).

        • Diego Germán de Paco

          Pros SUVs né? Veja o teaser do Veloster que será apresentado brevemente, não tem essa frente à lá Toro, que deixa todo o conjunto visual mais elevado

      • Ricardo Santos

        A menos que você já tenha visto o carro, a sua afirmação é tão especulativa quanto essa projeção.

        • Xtodos

          Temos aqui um defensor dos fracos e oprimidos!?
          Que minha afirmação seja tão ou mais especulativa que a matéria, mas não mudará em nada o fato de o conteúdo veiculado pela NA continuar na mesma entoada medíocre de sempre.

      • Mauricio

        Creio que a “inspiração” pra essa projeção tenha partido daqui:
        http://bestcars.uol.com.br/bc/informe-se/noticias/hyundai-nexo-substitui-versao-a-hidrogenio-do-ix35/

      • Pete Alves

        Além de rancoroso é um analfabeto funcional desinformada. Toda projeção é intrinsecamente especulativa, mesmo se tivesse sido feita por um projetista da própria fábrica . Além disso é desinformado. Já ouviu falar de Hyundai Nexo http://bestcars.uol.com.br/bc/informe-se/noticias/hyundai-nexo-substitui-versao-a-hidrogenio-do-ix35/

    • Fabão Rocky

      Ou HB20 Aztek. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Diego Germán de Paco

      Pois é, essa frente cairia bem no Creta, mas no HB20 nada a ver…

  • Pedro154

    O que precisa melhorar no HB20? Muitas coisas:

    1) Trocar a arcaica direção hidráulica por uma elétrica (não importa o quanto a hidráulica do HB20 seja leve. Continua não sendo elétrica)

    2) Ter a “bondade” de ter cintos de três pontos e encosto de cabeça central de série desde a versão de entrada.

    3) Melhorar o espaço interno.

    4) Trocar o atual 1.0 turbo gambiarrento por um 1.0 turbo de verdade, com seus 120 cv e 18~20 kgfm de torque.

    • Hoffmann

      O HB20X tem direção elétrica…não estender o item para o HB20 “normal” e o sedã é pura má vontade da Hyundai.

      • Lucas086

        E não é progressiva, a Hyundai é osso mesmo.

        • fredggp .

          Lucas, acredito que todas as direções hidráulicas são progressivas a muitos anos…..(meu gol 1998 já era…)

          • Lucas086

            Falando da elétrica do hb20x, que foi noticiada na epoca do lançamento como não sendo progressiva.

      • Adriano Lazzari

        E tecnologia na própria planta já tem, mesmo que não seja na mesma plataforma, tenho o Creta e a direção é elétrica progressiva.

        • Luciano RC

          O Creta é feito na plataforma do Elantra. Porém a Hyundai não teria problema para trocar a caixa. O problema seria fazer algumas mudanças estruturais para melhorar a segurança.

    • Bruno Silva

      Acrescente a ausência de ESP até nas versões mais caras, algo que não ocorre com Polo, Argo e até mesmo Ka.

      • Pedro154

        Bem lembrado!

      • th!nk.t4nk

        O HB20 foi desenvolvido pra bater de frente com o Gol, então isso “justifica”, infelizmente.

        • JOSE DO EGITO

          O ETIOS da um SHOW em ROBUSTEZ MECANICA,ESPAÇO INTERNO,SEGURO BARATO e MANUTENÇAO BARATA ,e como BELEZA é SUBJETIVO acho o ETIOS MAIS BONITO

          • Pedrob

            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Jogou com o regulamento debaixo do braço memso!
            Já que é subjetivo de fato!

          • Flávio Pedroza

            https://www.noticiasautomotivas.com.br/toyota-etios-tem-problemas-em-embreagem-por-cabo-que-nao-e-usada-em-modelos-toyota-desde-1993/

        • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿®

          É um carro de 2012/13, de outra época quando sequer havia intenções de ter estes novos que estão no mercado.

        • Pedro154

          A tendência na nova geração deve ser se direcionar mais ao Argo, Polo e Yaris. Não me espantaria se eles deixassem o atual HB20 G1 convivendo com o G2 numa versão de entrada ao estilo Onix Joy para concorrer com o Gol.

    • Victor Hugo

      Acrescente uma suspensão traseira com curso maior, a atual bate feito um kart nas ruas esburacadas. Além de módulo de vidro com fechamento na chave, tapetes etc.

      • Na versão topo de linha Premium, os vidros tem módulo com fechamento na chave. Basta acionar duas vezes o “Lock”.
        Desde o facelift, a suspensão traseira possui cushions e não dá batente, em especial quando dotado de aro 15 (Comfort Plus em diante).
        Tapetes é negociação com a CSS, e normalmente são inclusos sem custo.

        • Victor Hugo

          Atualizado então. Minha irmã comprou um HB20 Premium, em 2015. O módulo para fechamento era opcional, apesar do carro possuir vidros elétricos, assim como os tapetes. Claro que vai da negociação com a CSS, mas não é regra. A regra é vir sem o tapete.

          • O HB20S Premium que tive, ano 2014, tinha de série e no 2017 que aluguei tbm tinha. Achei estranho o da sua irmã não ter.

            • Victor Hugo

              Então a CAOA de Marília a roubou rsrsrss, porque disseram que não tinha, e ela pagou a mais por isso… mas blz. Já está trocando de carro!

      • duhehe

        Pior ainda são os primeiros HB20S, bate no batente até em lombada, ficou muito melhor depois do facelift.

      • matheusguila

        Hb20 comfort style possui módulo de fechamento dos vidros. Basta um toque na chave para que o carro tranque e os vidros fechem.

    • A direção hidráulica do HB20 é de última geração, consumindo aproximadamente 1cv do motor, enquanto uma elétrica pode consumir até 0,8cv. Elétrica é bacana, mas tem quem prefira a hidráulica, pela notória robustez. Todavia, o HB20 receberá a elétrica.

      • th!nk.t4nk

        Elétrica menos robusta que a hidráulica? Cara, tinha muito mais problema com direçao hidráulica antigamente do que com as elétricas atuais. Passava longe de ser algo tão robusto assim.

        • Mas os tempos mudaram e a hidráulica é extremamente refinada e confiável atualmente.

      • ObservadorCWB

        Sem contar que elétrica “anestesia” as sensações das rodas. Não passando condições do piso para o motorista (que é diferente de piloto kkkk).

        • th!nk.t4nk

          Cara, depende da implementação. Nos carros mais baratos concordo que a direção elétrica tende a ser anestesiada, mas há diversas soluçoes técnicas pra deixá-la mais rápida e precisa. Se nao fosse assim, pode ter certeza de que muitos carros esportivos jamais usariam direçao elétrica, como ocorre atualmente. E cá entre nós, em carros simples/baratos ninguém vai querer dar uma de piloto mesmo, entao uma leve perda em precisão é plenamente aceitável, frente aos benefícios do sistema.

      • Filipo

        A direção elétrica não rouba potência do motor, esta é sua principal vantagem.

        • afonso200

          mas o alternador toca pra carregar a bateria entao rouba sim potencia

          • Filipo

            Mas estou falando da direção assistida, não de alternador. O alternador geralmente rouba potência, mas uma direção elétrica não. Num carro com direção hidráulica, teremos potência perdida não só pela demanda do alternador, mas principalmente pela bomba da direção hidráulica.

            • fredggp .

              Filipo, o motor elétrico da direção elétrica consome a energia gerada pelo alternador e este do motor a combustão que o aciona. A diferença é que a bomba hidráulica é arrastada o tempo todo pelo motor propulsor e a direção elétrica só demanda uma corrente maior ( e consequentemente carga para o alternador) quando é acionado. Essa quase equivalência de 1 cv para 0,8 cv não existe neste caso, pois a energia consumida (demandada) pela primeira é bem maior que a segunda. A direção elétrica é uma grande evolução neste sentido.

        • Isso é mito. A elétrica consome entre 0,6 e 0,8cv do motor. A hidráulica da Hyundai consome apenas 1cv, quase igual.

      • Brasileiro

        Direção Hidráulica sempre será inferior a direção elétrica, nao há comparação, pode ter a tecnologia alienígena!

        Direçao Hidraulica:
        A direção fica mais leve graças a uma bomba que faz circular o óleo dentro da caixa de direção. Essa lubrificação auxilia o motorista na hora das manobras. A bomba que toca o óleo é impulsionada pela força do motor. Ou seja, só funciona com o carro ligado. O sistema precisa de manutenção periódica, conforme recomenda o manual do proprietário de cada carro. Em média, o óleo é trocado a cada 50 mil quilômetros. O motorista precisa ficar atento a vazamentos e cuidar o nível do reservatório. Se o óleo estiver acima ou abaixo do nível, a direção ficará pesada.

        Direçao Eletrica:

        Não há óleo no sistema de direção. Junto à caixa de direção está fixado um motor elétrico que auxilia os braços da direção a ficarem mais leves. Ele é muito mais prático, pois elimina o óleo, mangueiras, correias e polias.

        • Não considero inferior. Tecnologias diversas somente.

        • Luciano RC

          Problema é a direção elétrica dar problema… já conheci quem teve um C3 e gastou horrores para arrumar.

          • matheusguila

            Se for para pensar dessa forma, compra um fusca então. Não vai ter que se preocupar com líquido de arrefecimento, não tem eletrônica nenhuma para dar pau, pode bater que não amassa. A direção hidráulica também pode dar defeito e nisso o conserto pode sair caro da mesma forma.

            • Luciano RC

              Amigo… tudo vai do que a montadora coloca no carro. Pega o índice de problema na caixa de direção do C3 e do Stilo. O Citroen tem muitos relatos de problema e veja o custo para reparar. Uma caixa nova vale o carro quase.

    • ObservadorCWB

      Apenas o ítem 1 não é nem verdadeiro, nem desejável. Ainda não conseguiram uma elétrica que transmita as sensações do piso. Dependendo onde se usa o carro, direção elétrica é uma droga. O restante concordo, sem esquecer ESP.

      • Pedro154

        Creio que as outras vantagens da DE sobre a DH compense esse ponto que você citou.

      • Daniel

        “sensações do piso”? vc quer dizer buracos?hehehe

        Olha, aqui em casa temos 4 carros:
        BR800 (direção mecanica levissima pelo peso do carro e largura do pneu)
        C4 hatch (que tá indo embora ;( ) direção eletro-hidraulica – pesada mesmo para manobras, na estrada é muito precisa!.
        Corolla 2017 (direção eletrica diferente do mod. 2018!) muito leve e anestesiada… na estrada, parece boba.

        Até ai, eu teria tudo para odiar direção eletrica… Maaaaas, tem o 4o carro:
        Cruze Sport6 2017 – direção eletrica, leve em manobras (não tanto quanto o corolla), e perfeitamente precisa e firme na estrada. A “resposta” que entrega da aderencia do piso é tão boa quanto uma direção mecanica.

        Talvez, pra vc só esteja faltando dirigir outras opções de direção eletrica.

        Estamos pegando um Onix pra minha irmã. Direção eletrica tbm. Fiz o test-drive em varios carrinhos da categoria, no Ford Ka, achei a DE tão “boba” e leve quanto no Corolla (minha irmã adorou). No Onix, achei bem melhor acertada. Claro que percurso de test drive não dá pra ter uma avaliação mais profunda, mas, a primeira impressão agradou!

        Ah, fora esses, tivemos vários carros com DH convencional, progressiva, interestelar, etc…

        • Ernesto

          Daniel, vocês não se preocupam do Onix ter obtido nota zero no Latin NCap? Até porque o carro será utilizado por sua irmã!

          • Daniel

            Sim, me preocupo com a nota zero do Onix. Mas, sei o que ela significa. Sei que o Onix 0 estrelas está no mesmo nível dos concorrentes atuais, e, muito melhor que os carros usados da categoria.
            Ela esta ciente disso, mas foi o que o dinheiro dela alcançou (a opção mais segura era R$8mil a mais! – ou bem mais, se considerar que não tem taxa 0!).
            Como disse no comentário abaixo, o Onix 2018 0 estrelas ainda é mais seguro que uns 80-90% da frota circulante no país. Na próxima troca, certamente vamos pegar um carro mais seguro.

        • ObservadorCWB

          NADA a ver o seu comentário com minha observação. O ponto aqui não é “pesada em manobras”, “precisa”, “boba”….. isto são pontos bastante subjetivos. você mesmo citou fatores: peso do carro, largura da banda de rodagem dos pneus, auxílio do sistema etc. O que é FATO é a sensação de piso que cada sistema transmite. Dirija o BR800 e o Cruze em estradas de chão…… no BR você sentirá para onde as “rodas movem a direção” – em cada lado da pista (normalmente vias de terra são inclinadas), você sentirá um “desvio” natural. É uma espécie de “feedback” que o volante transmite ao condutor. Quais carros “pilotáveis” você conhece que possuem direção elétrica ? Jaguar e Porsche seriam bons exemplos e somente nos modelos de ponta, e justamente naquilo que falei: contam com software que transmite ao volante o que acontece com o conjunto roda/pneu. O que vejo é mesmo a imprensa especializada embarcando na onda dos fabricantes, e endeusando um componente mais barato e mais leve para justificar sua adoção. Pesquise sobre sistemas de carros de corrida. Ou jogue seu videogame com o controle original, com um volante de “mola”, e com um G29 equipado com “force-feedback”. Se mesmo depois de tudo isso ainda não perceber a diferença siga em frente com SUA opinião. Comentário final: Pode justificar a compra de um veículo tão inseguro como o Onix ?

          • Daniel

            Amigo, a primeira frase foi uma brincadeira (tem um hehehe no final). Ou seja, as sensações do piso aqui no Brasil são basicamente os buracos.

            E, desculpa, mas, aonde não tem Nada a ver o comentario? Vc diz que não passa sensação do piso, que é uma droga, etc.

            Eu só falei que tem varios resultados com direção eletrica, e talvez vc esteja precisando dirigir outros modelos com DE pra ver que ela não é tão ruim quanto vc acha, que pode ser apenas acerto errado do veiculo que vc dirigiu.
            No caso do Corolla, a propria Toyota reconheceu que não estava legal e mudou o acerto na linha 2018 (ainda não testei pra ver se ficou tão melhor quanto os testes de sites e revistas disseram).

            No Cruze Sport6 (que tem calibragem diferente do Cruze sedan), como eu disse, a sensação de piso é tão boa quanto uma direção mecanica. (já viu como funciona o sistema de DE? é basicamente uma direção mecanica com um motorzinho que replica seu movimento, diminuindo seu esforço. Não é um sistema fly-by-wire como alguns pensam.

            No video-game, todos são “fly-by-wire” (até pq não existe um carro fisico pra vc fazer força mecanica).

            Sobre a compra do Onix, ele é tão inseguro quanto a concorrencia, foi o que deu pra comprar com o dinheiro dela. Dai muita gente vai falar que up e polo tem o mesmo preço. Bom, na VW eles se acham a ultima bolacha do pacote e a diferença do negocio ficava em R$8mil. Fiz de tudo pra dar certo num novo Polo, mas a VW não quis.
            Meu primeiro carro foi um Celta, 1 ano e meio depois passei para um Corsa Premium (2), dai passei para Meriva (testada e aprovada em crash test), Citroen C4 hatch (2) e agora estou com Cruze.
            Com o onix, ela está melhor do que eu no celta, corsa e meriva para impactos frontais (lateral acho que a meriva se sai melhor – já que infelizmente testei com capotamento), além disso já vem tbm com abs (que até a Meriva não tinha – mesmo com airbags).
            Acredite, um Onix pode ter zerado no teste LatinNCAP 2017, mas ainda está mais seguro que uns 80-90% da frota circulante pelo país.

        • th!nk.t4nk

          Pra carros como Onix e Ka, quanto mais “boba” a direção, melhor. Sao carros pra cidade, feitos pra baixas velocidades, em percursos com trânsito pesado (grande necessidade de manobra).

          • Daniel

            Discordo, o carro vai ser usado em cidade, mas, qualquer avenida ou pequeno trecho de estrada, a direção boba não ajuda.
            Nos fiat tinha a opção “City” que deixavam a direção extremamente leve e “BOBONA”! hahaha. Era um perigo dirigir daquele jeito, tomei um susto uma vez com o 500, esqueci o “City” ligado e ao precisar desviar de um carro, qse perdi o controle, de tão forte que foi a reação!

      • Pedro154

        Amigo, meu carro tem direção elétrica e eu nunca tive nenhum problema com ela, até me senti desacostumado quando dirigi um carro com direção hidráulica um tempo atrás. A maciez e progressividade da elétrica, particularmente, são itens que prezo bastante.

        • ObservadorCWB

          E qual a novidade ? Maciez, progressividade, menor peso, 0,1 CV a menos de “consumo de potência” que a DH, MAIS BARATA para o fabricante – e este é o grande mote da indústria…….. isso tudo é “chover no molhado”…. o que escrevi eu repito: ela não lhe dá “feedback”–sensação– de terreno. Não é por possuir um carro dom direção elétrica que deixaria de apontar o ponto negativo do sistema. Já viu algum carro “fórmula” ou “rallie” com DE ?? Eu não…

          • Pedro154

            Mas Fórmula e Rally são contextos totalmente diferentes de um automóvel/dirigibilidade comum.

          • Pedro154

            Mas a indústria praticamente inteira aderiu à DE, até mesmo o Uno, um projeto já bem datado, conta com esse recurso. Poucos ainda insistem na DH e por pressão, vão ter que mudar, cedo ou tarde.

    • Leonel

      Não esquece de falar para a HB investir de forma séria na segurança do carro, com ESP e uso de aços de alta resistência para, no mínimo, alcançar três estrelas nos testes atuais (ou quando lançado).

    • JOSE DO EGITO

      Acrescento a tudo isso o VALOR DO SEGURO que como diz um famoso jornalista ..ISSO É UMA VERGONHA…

      • duhehe

        O HB20 já é um modelo muito popular ( aqui no interior paulista tem mais HB20 que gente), seguro alto é um efeito colateral disso, o que mais influencia no valor do seguro é o índice de roubo, já que existe um tipo de gente que acha realmente que esta tirando vantagem ao comprar peças no ”robauto”
        Para resolver isso é fácil, só lançar um carro completamente diferente, se as peças de um servir no outro, o seguro continua altíssimo.

    • Edson Fernandes

      E colocar um batente hidraulico para evitar batida de limite de curso da suspensão.

    • Renato Duarte

      eu pensava que depois da atualização estética,, todo HB20 tivesse direção elétrica. Tô mal informado então. rsrsrsrs

    • Pedrob

      Minha opinião:

      1) Trocar a arcaica direção hidráulica por uma elétrica (não importa o quanto a hidráulica do HB20 seja leve. Continua não sendo elétrica) – Acredito que direção elétrica seria muito bem vindo de fato, só discordo que, apenas por ser hidráulica (Com um acerto muito bom, diga-se de passagem), é jurássica e TEM que ser trocada. Acho que essa alteração virá naturalmente para melhorar consumo de combustível.

      4) Trocar o atual 1.0 turbo gambiarrento por um 1.0 turbo de verdade, com seus 120 cv e 18~20 kgfm de torque. – A tendencia é que venha com um 1.0 turbo DI MAAAAAAS, acho que a Hyundai vai querer se amarrar um pouco com a produção do 1.6 (que é muito bom em termos de performance e apenas razoável em consumo), que já tem seus custos amortizados. Eu chutaria que o novo HB20 vem mantendo os mesmo motores e, pra dar um reforço mais na frente passa a adotar o 1.0T DI.

      • Pedro154

        A direção elétrica é uma tendência que eu acho que seja irreversível. Até mesmo projetos mais antigos, como o Uno e Fox contam com esse equipamento. Realmente não entendo o gosto que algumas pessoas ainda têm pela hidráulica sendo que já existe algo melhor disponível e que se expandiu pela maior parte do mercado. Mas enfim, gosto é gosto.

        • Pedrob

          Não falo em relação nem a gosto. Minha opinião é só que, pelo simples fato de que existe a direção elétrica, e que esta é de fato uma tendencia provavelmente irreversível, não torna uma direção hidráulica automaticamente “jurássica”. Uma analogia que faço é que, apenas por existirem transmissões de 9 marchas (ZF usada no renegade/Toro/Compass é um exemplo) não torna as mais comuns AT6 (até mesmo as já cansadas AT4) jurássicas. Tudo é uma questão de se atende ou não às necessidades do consumidor.

    • TSI

      Colocar um motor turbo com 120cv mataria o 1.6!
      Não acho que a HYUNDAI errou no turbo do HB20, mas sim os Brasileiros que não compreenderam que o motor turbo veio para bater de frente com o 1.4 do Onix e não com o UP TSi.

      UP Tsi é concorrente do HB20 1.6. Ambos ótimos populares!

  • Lucas086

    Apesar de não gostar do Hb20, reconheço que ele é um carro bom, honesto… melhorando o espaço interno no banco traseiro, e a suspensão traseira também, que dizem que no face lift mudou mas ouvindo donos dizem que continua meio ruim, não tem pontos muitos sérios para mudar… claro, encosto de cabeça e cinto 3 ponto para todos também. Penso eu que o Onix precisa mudar muito mais que ele .

    • Tosca16

      No dia que o Onix for melhorado verdadeiramente, apesar que do primeiro pro atual parecer outro carro, a GM vai por o Spark ou algum modelo abaixo, pois sabiamente esse novo Onix começaria em uns 48-50 mil reais kkk.

      • Lucas086

        E ai teremos Mobi, Kwid e outros por 50 mil kkkkk estamos lascados

      • Raimundo A.

        Quando surgir a nova geração de compactos, não estranhe manterem o atual Onix e Prisma como opções de acesso, do contrário não era para existir as versões Joy.
        Sairia mais em conta fazer isso do que desenvolver um compacto para ficar abaixo da nova geração ou trazer algo disponível em outros mercados que nas atuais circunstâncias poderiam ser ofertados.

        • Malvino Jose Moreira Junior

          O tal projeto do novo celta ou substituto foi engavetado né? Se a Chevrolet faz um compacto de entrada baseado no “spark” ou”beat” ai que ninguém alcança mais ela. Lembra das vendas do celta ?

          • Pedro154

            Deve ter sido. Essas versões Joy do Onix/Prisma são a mina de ouro para a GM. Acho que eles não se interessam em arriscar um produto inédito, ainda mais sendo um subompacto, para por no lugar.

            • Malvino Jose Moreira Junior

              Exatamente! Vejo muitos Joy na rua.

      • duhehe

        Estou curioso para saber oq a GM vai por no lugar ( mais uns 3 anos e o Onix não se sustenta), a GM tem o problema de acertar em cheio em uma familia e peder a mão na outra e assim vai.

  • Tosca16

    Bom, melhoraria visibilidade e espaço interno; mais equipamentos e um tapa no visual… Entretanto a HMB prefere logicamente vender Creta, mais lucrativo, e enquanto a capacidade produtiva de Piracicaba não for ampliada as vendas tão indo bem obrigado, precisa fazer nada.

  • matheusguila

    A verdade é que o polo com o seu painel digital elevou o patamar dos compactos premium. O Hb20 é um bom carro, mas ficou extremamente defasado ao lado da concorrência.

    • O painel digital seja no Polo ou no Argo é apenas opcional e que não correspondem nem a 10% do que é comercializado por ambos.

      • Edson Fernandes

        E na boa…. nao é o painel digital que faz toda a diferença no Polo.

        • matheusguila

          Não só ele. O carro apresenta outros atrativos que sobressaem diante da concorrência.

          • Edson Fernandes

            Concordo. Até porque, se fosse minha escolha, seria a versão Comfortline com pack 2. Os demais itens, ainda que interessantes, eu não faço questão porque nesse pack que citei tem tudo que gostaria.

            • matheusguila

              É a versão que ficou com o melhor custo beneficio.

      • matheusguila

        Mas é um diferencial que os concorrentes não oferecem. Além disso, o HB20 peca pela ausência de vários outros itens que já se tornaram comum no segmento.

    • No_Name

      HB20 não é compacto premium e sim compacto de entrada para competir com Gol, Onix, Ka, Etios etc. E é o melhor destes.

      • matheusguila

        Sim, é um compacto de entrada na classificação, mas não no preço. As versões automáticas da linha HB20 ficam bem próximas ou até ultrapassam o que é pedido pelo Polo com transmissão automática. O HB20 premium, por exemplo, tem preço tabelado de aproximadamente 66 mil reais, mas não oferece a grande maioria dos itens que o polo possui, além de não ter o mesmo nível de segurança de acordo com os dados do Latin NCap.

    • thi

      o polo vai muito alem do painel

      • matheusguila

        Sim , são vários outros diferenciais que deixam o carro ainda melhor. A questão do painel vai além da sua real funcionalidade. A grande sacada do painel digital, que até então era visto apenas em carros de luxo, foi a possibilidade de trazer a tecnologia para um carro compacto e com maior possibilidade de acesso.

    • TSI

      POLO não tem nada a ver com HB20.
      UP é concorrente do HB20, ambos simples populares!

      • matheusguila

        Não sei de onde que você tirou que o Polo não concorre com o HB20. Só na tua cabeça que não. Pode ser que o Polo não seja da mesma categoria que o HB20, mas ambos concorrem em preço. Você acha que alguém com 65 mil reais iria considerar o Polo ou o Up no lugar do Hb20 Premium, por exemplo?!
        Hb20 pode concorrer com o Up nas versões de entrada. Nas versões mais completas é claro que o concorrem será o Polo. A mesma coisa é o Virtus e o Cronos. Ambos são de categorias diferentes, porém para o consumidor o que importa não é somente a classificação.

        • TSI

          Pensamentos iguais o seu que enriquecem a Hyundai – e a maioria das montadoras, claro.

          Veja, o fato do HB20 custar o mesmo que o POLO não quer dizer que o HB20, que é um simples popular, seja concorrente do POLO. Isso só quer dizer que inflacionaram absurdamente o valor de um carro de entrada que está custando o mesmo preço de um Hatch “premium” como o POLO, C3, 208, New Fiesta.

          Ou seja, não faz sentido nenhum comprar o HB20 mais completo já que ele acaba custando o mesmo de um veículo de categoria superior!
          Para mim, veículos populares hoje em dia só valem a pena até as versões intermediárias. Passou disso, nem pensar!!

          Quem que vai pagar 70 mil reais em um HB20, sendo que com os mesmo 70 compra-se um POLO? Me digaaaaaa hahaha não faz sentido nenhum!

  • Natán Barreto

    Se ampliarem a fábrica ele não deixa o Onix nem chegar perto. A briga da virada vai ser HB20 e Polo

    • TSI

      POLO não é concorrente do HB20.
      O Modelo VW concorrente do HB20 é UP e GOL. Ambos populares, tal qual o carrinho da HYUNDAI!

  • Luconces

    Sei não hein, capaz de vir outro caminho de design aí.

    Se o próprio Creta segue um caminho mais sem sal quando comparado a linha de design atual da Hyundai, o Hb20 pode ir na mesma linha.

    Um visual mais “K-reta”.

    • Alexandre Viotto

      Acho o “visual” do Creta bem legal! As linhas dão a sensação de porte parrudo, ao estilo dos SUV’s americanos.

      • Luconces

        Eu acho bem careta mesmo. Ele não conversa com nada da linha atual da Hyundai. Fica muito na cara que é projeto para específico tipo de país.

        • Pedro Neto

          Verdade. Tb acho um projeto defasado

          • Luconces

            Único ponto negativo do modelo é esse mesmo, tanto design externo como interno.

    • thi

      careta em q?? vc deve gostar de carro papagiado e brega

      • Luconces

        Posso fazer um post aqui do Creta mas ele foge de tudo o que a Hyundai faz hoje na linha dela, o que deixa ele um estranho no linho.

        Para deixar claro, para mim carro papagoado e brega é Mobi e Argo.

  • rafael morozini

    Citroen hb20 kkk

  • Fernando Sampaio

    A Hyundai pode até ousar, mas não vai exagerar. As linhas modernas, mas sem exageros (para a época) do HB20 foi o que ajudou a alavancar nas vendas. Deve vir menos que esse desenho dianteiro, mais sóbrio, e na traseira, algo bem parecido.

  • Rafael Lima

    Não vejo muito investimento assim em design, o showroom da HMB é só o Creta e lá no fim tem uns HB20

  • Felipe Rond

    Essa projeção foi feita em cima do Kia Rio. Observem a linha de cintura e a traseira… Ficou horrorosa.

  • Bispo

    Fujam paras as montanhas…… virou mico micro suv

  • O i20 é muito mais bonito, poderiam usar a casca dele
    Eu devo ser um dos poucos que acha o HB20 feio

    • th!nk.t4nk

      Verdade. Mas o i20 é o segmento do Polo, Fiesta, 208, etc. Já o HB20 é do segmento de Gol, Onix, Sandero, Ka. Infelizmente os preços subiriam um bocado se fizessem o i20 no Brasil, mas seria uma opçao pra bater de frente com o Polo.

      • Aqui na minha cidade na Itália o i20 vende muito, já o polo novo ainda não vi, ou passou despercebido

    • TSI

      i20 seria uma ótima opção frente ao POLO, 208, New Fiesta.
      Assim, o HB20 ficaria apenas na categoria que lhe é justa, a dos populares, ou seja, concorrer com UP, Ka, Etios…

      Infelizmente a HYUNDAI está sobrecarregando muito seu modelo de entrada, tentando atingir 2 categorias ao mesmo tempo. Mas com a chegada principalmente do POLO, isso não está colando mais!!

  • Viagem total. O Kona não tem a family face da Hyundai, mas sim veio pra ser o descolado da turma, papel que era do Veloster, mas este já se enquadrou na linha de design dos irmãos. O HB20 vai ficar parecido com o novo i30 ficando bem claro um misto de i20 com i30 tal qual a atual geração.

  • Robinho

    que coisa feia.

  • André Pira

    Aqui na cidade (sou de Piracicaba), conversando com algumas pessoas que trabalham na montadora, o que eu mais ouço é que o novo carro não vai levar o nome HB 20, será um novo carro como um novo nome. É esperar pra ver!

    • Roberto

      e abrir mão de um nome consagrado? seria muita burrice… só se for para manter os dois em linha (duvido).

      • André Pira

        Também achei difícil, já que o nome é sinônimo de sucesso!…

      • invalid_pilot

        Não acho dificil manterem o HB20 atual e lançarem algo acima dele pra brigar com Polo e Argo.

    • Lello

      Muito improvável, ouvi falar que o sedan não será mais HB20s, tendo um nome próprio, mas não acho que o nome será abandonado no Hatch.

  • CanalhaRS

    A idéia é interessante. Eu acho o desenho do Nexo bonito, mas na projeção ele ficou com uma cara muito “chata” (alta), acho que o caminho vai ser esse, mas um pouco mais em cunha e suavizado.

  • Paulino Lino

    A CONCORRÊNCIA AGRADECE!

  • Malvino Jose Moreira Junior

    Ficou feio na minha opnião!!

  • Edson Fernandes

    De onde veio essa ideia? nenhum produto da marca tem esse visual dianteiro.

    Porque seria o HB20 fazer algo inspirado no concorrente? Acredito que ele vá se parecer com o i30 atual como foi o HB20 qdo lançado.

  • Filipo

    Qualquer informação sobre a nova geração, não passa de especulação. Mas para mim, ela será lançada ainda neste ano, lá pelo mês de setembro, já como modelo 2019. Seria maior e refinado e o atual continuaria, em sua versão de entrada, Comfort, como opção para enfrentar Mobi, Kwid, Up! e Ka de entrada.
    A atual geração (para mim) não consegue se sustentar em segundo lugar nas vendas por muito tempo, visto que o Ka vem subindo mês a mês e a chegada de sua restilização, com interior e motor novos e câmbio automático, não deixaria chance ao HB20, principalmente se o novo só vier no segundo semestre de 2019.

    • Lello

      Também acho que o carro chega agora em 2018, no Salão do Automóvel mesmo, a quantidade de séries especiais que tem saído já é um sinal de que vai ter mudanças (e não somente ânsia em alcançar o Onix). E, como aconteceu com o Creta, a HMB consegue manter em segredo o desenvolvimento de um novo produto.

      E acredito que veremos o Accent 2018, tanto hatch como sedan, sendo lançados por aqui como Novos HB20

    • TunAV

      Não lançarão uma nova geração sem aumentar a capacidade produtiva da fábrica atual para atender a maior demanda sobre o produto que viria em sequência. E como não há planos, e a fábrica vende tudo que produz, além de que estão priorizando o mais lucrativo Creta…

    • No_Name

      Nova geração em 6 anos de vida? Na indústria, há um consenso que os carros são feitos para durar pelo menos 8 anos, e em mercados subdesenvolvidos as marcas tem o costume de alongar ainda mais esse prazo. É para 2020 em diante mesmo. E é quando chegarão novas gerações do Gol e Onix.

  • Alexandre

    Na minha opinião não está na hora de mudar, já passou em muito tempo a hora de mudar! A Hyundai dormiu no ponto… essa carro está muito cansado já.

  • Wellinton Portugal

    nossa, apaga antes que alguem veja, principalmente a HMB

  • Vattt

    Deveria vir mais largo!!!

  • carloscomp

    Em minha opinião, na próxima geração deve aumentar o entre-eixos, adicionar opção de mais air bags, os obrigatórios controles de tração/estabilidade e o piloto automático. No quesito design, penso que a Hyundai dificilmente “erre a mão”.

    Minha irmã tem um HB20X AT e atesto a robustez e bom pós-venda da HMB.

  • Lello

    Acho mais provável que o caminho seguido pela Hyundai seja pegar o Accent 2018 e fazer um Hatch a partir dele e até mesmo lançar o sedan com o nome Accent.

    E, como dono de um HB20, o que me faria pensar em comprar um novo seria:

    – Maior entreeixo e largura
    – Suspensão melhor
    – Porta-mala mais amplo e com alguma modularidade interna
    – Motores mais eficientes e ecológicos
    – Câmbio melhor dimensionado
    – Mais itens de segurança

    Itens que estão me fazendo descartar trocar um HB20 comprado em 2013 por um mais novo

    • Pedro154

      Também achei essa aposta mais racional. Ainda não tinha visto essa atualização do Accent, ficou bem bonito. Se o HB20 seguir essas linhas, vai dar um bom salto. Linhas mais limpas, mas ao mesmo tempo, mais bonitas.

  • afonso200

    horrivel, por faorrrrrrrrr

  • Handlay P.B.

    Esse visual dessa projeção não ficou bom, está meio desagradável por causa dessa nova identidade visual da Hyundai. Conforme a matéria, o próximo HB20 manterá a plataforma PB, só alterando a casca. O i20 já usa uma nova base, a GB, então o HB20 ficará desatualizado nessa parte.

  • fredggp .

    Para mim faria mais sentido que o desenho se baseasse no I30 mesmo e não nos Hyundai Kona e Nexo.

  • Darlon Anacleto

    Horrível. Que a Hyundai deixe essa linha estilo para a dianteira com Citroen, que sabe fazer bom uso dessa solução.

  • pedro

    Ficou uma b*sta isso.

  • Renan Soares Veloso
  • RRodrigo Souza

    frente horrível demais, a traseira até daria para se basearem

  • Fabio Rovaris

    O Accent é uma boa referência para a nova geração do HB20. Essa projeção com frente de Toro e lanternas do Cerato não ficou legal.

  • Eskarmory .

    Horrorosooooo

  • Marco

    Que projeção esquisita (prá ser bonzinho). Ficou muito sem sal. Mas na boa, o que poderia ser mudado no próximo HB20 seria o espaço interno, que acho muito apertado, e a qualidade dos materiais do painel. Tenho um primo que tem um HB20 1.6 automático, de 4 marchas ainda, e o painel é uma verdadeira escola de samba quando passa por ruas de calçamento, sem falar que a tela do radio no painel já estragou duas vezes. Na concessionária disseram que tinham que trocar o painel inteiro por 3.500,00. Ele achou um absurdo e conseguiu o reparo da tela do painel numa loja de reparos de som automotivo. Só que não passou 6 meses e já estragou de novo. Segundo o atendente, os materiais usados não são bons. Vamos aguardar, na esperança que esta projeção horrorosa não se concretize. O atual é bem mais bonito.

  • Bruno Wendel Marcolino

    tomara que a hyundai nao mate o carro assim como fez com i30

  • invalid_pilot

    Que visual carregado, mas agrada quem compra o HB20 hoje. Passo.

  • Adriano Lazzari

    Na época da concepção do HB20, os concorrentes eram outros. Em 2012, HB20 e Onix surgiram como uma revolução no segmento e assim o foram…Traziam nível de acabamento muito superior aos rivais, novos itens de série, que Palio, Gol, nem sonhavam em ter….porém o tempo passou e com ele o projeto ficou ultrapassado. Novos carros com conceitos mais modernos chegaram como por exemplo Polo e Argo, que brigam com os dois primeiros em algumas faixas de preço. Creio que as próximas gerações, tanto de Onix (com o esperado reforço estrutural na nova planta da GM) como do HB20 virão mais modernos, para brigar de frente com Polo e Argo…Mas isso é um achismo meu e caso não venham com esse pensamento, além das marcas começarem a perder terreno, nosso mercado perderá também, em qualidade. O sonho ATUAL é que nossos “populares” sejam no nível de Argo e Polo. É um sonho pequeno, mas se tratando de Brasil está bom.

  • thi

    odeio esses desenhos lokão..mas aqui acho vai fazer sucesso

  • Daniel

    Para mim, e acho que exclusivamente para mim, o mal do HB20 sempre foi o design. Não que eu o ache feio. É até agradável. Mas é tipo um quadro de Picasso, que impacta, mas enjoa logo. Essa moda de muitos vincos torna o carro temporal. Envelhece rápido demais. Uma antítese dele seria o 206. Impressionante como um exemplar bem conservado ainda é belo.

  • Razzo

    O aumento do entre-eixos, direção elétrica e motor GDI é essencial para a próxima geração do HB20.

  • Ricardo Blume

    Projeção mais sem pé nem cabeça. Foge totalmente das linhas da Hyundai. Desta vez não vou nem dar parabéns ao responsável por que ficou uma jabuticaba.

  • WANDERSON ATHAYDE

    O NOVO HB20 2019, SÓ VEREMOS ELE TALVEZ EM MEADOS DE 2019, ELE ESTÁ EM DESENVOLVIMENTO NA CORÉIA NO CENTRO DE DESING DA HYUNADI EM SEUL.

  • Pablo MR

    Isso ai é um HB Frankenstein ou o carro capotou?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email