Honda Projeções Sedãs

Projeção: Novo Honda City 2020

Projeção: Novo Honda City 2020

O Novo Honda City 2020 foi visto em testes camuflados na Tailândia, país que deve estrear a sétima geração do sedã compacto, que nasceu como hatch compacto, virou sedã sem laços com o Fit e depois mesclou-se com o monovolume, com o qual compartilha muitos elementos desde a quarta geração.


Nessa projeção do Indian Autos Blog, o Novo City mostra como deve chegar aos mercados em que atua no mundo todo, especialmente no Brasil. O modelo deve incorporar um conjunto ótico full LED numa eventual versão Touring, que o deixará mais completo, porém, muito mais caro.

Na reprodução, a grade tem a parte superior preta e com aberturas, mas provavelmente esta manterá a barra cromada em vários lugares, inclusive por aqui. Já a parte inferior, com friso em cinza e grelha ampla, espera-se para todas as regiões.

Projeção: Novo Honda City 2020


O para-choque do Novo Honda City 2020 deve empregar spoilers integrados ao desenho e faróis de neblina em LED, realçando o visual do compacto. A projeção não revela a traseira, que manterá as lanternas bipartidas, mas com formato novo e luzes de LED diferenciadas.

Com interior voltado ao compartilhamento com o Novo Fit, o City 2020 poderá até mesmo ampliar o bom espaço interior da geração atual, mas ampliando o porta-malas. Em alguns mercados, o sedã compacto terá versão híbrida, que está longe de chegar ao mercado brasileiro.

Projeção: Novo Honda City 2020

Aqui, o motor 1.0 VTC Turbo de 127 cavalos na gasolina, poderia alcançar 128 ou 130 cavalos com etanol, igualando-se aos principais rivais do mercado. Com mais de 18 kgfm em rotação baixa e muita disposição, o City 2020 deverá ser muito mais eficiente em consumo, ainda mais com câmbio CVT.

Além de boa performance e economia, o Novo City ampliará a conectividade a bordo, assim como a segurança, com os itens faltantes da geração atual e mais alguns recursos para fazer a diferença.

[Fonte: IAB]

 

Projeção: Novo Honda City 2020
Nota média 3 de 10 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Domenico Monteleone

    Se ficar assim, está ótimo, vou ficar na torcida que a Honda não decepcione dessa vez.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Problema que aquela grade dianteira vai ser igual a do Civic, toda cromada, coisa que não gosto muito nesse DNA Honda. Eu pintaria de preto

    • leomix leo

      Um amigo plotou de preto fosco, ficou mais interessante que ela cromada, acho que se fosse preto brilhante tb ficaria bonita, assim como no Sport.

  • Está muito indiano. Não me agrada. Pode ter qualidade mas não colocaria meu dinheiro em um desses. Parece pesado na frente e mirrado na traseira. A honda também me incomoda pela falta de simetria no painel.

  • Dudu Pimentel

    Enfim vão aposentar o 1.5 16V em favor do novo 1.0 12V EarthDreams Turbo GDI, que é menor, mais potente, mais torcudo e ainda mais econômico…só vantagem…mas acho que deveria ter ser assim em relação às opções mecânicas:

    – Uma configuração mais mansa (Virtus 1.6 16V, Yaris 1.3 e Cronos 1.3) com opção MT5 e AT6
    – Uma outra mais forte (Virtus 200 TSI, Yaris 1.5, Onix Sedan 1.0 Ecotec Turbo GDI e ao futuro Cronos 1.0 FF T120) MT6 e AT6
    – Um 1.3 EarthDreams Turbo GDI (Virtus GTS, Cronos 1.3 FF T150) AT6, pois seriam versões esportivas.

    • Paulo Lustosa

      e ainda acho que o onix sedan pode ter o 1.4 ou o 1.8 na versão mais simples e talvez nem se chamar Onix Sedan

      • Dudu Pimentel

        Pois é…a própria Honda disse que essa geração iria ganhar o motor 1.8 16V do Civic…pensei “vai ficar interessante e tal”…mas infelizmente ficamos com o velho 1.5 16V e o preço da EXL beirando o do Civic LXS 1.8…dá hora, hein Honda.

        • Edson Fernandes

          Lembra que ainda ela tem como colocar injeção direta no City e assim evitar o uso de um novo motor(seria o 1.5 Earth Dreams de 132cv).

          • Dudu Pimentel

            Olha, tenho que confessar que não sabia que ela tinha essa ótima ideia, que tb poderia poderia ser uma boa solução para melhorar o desempenho do City e de quebra ainda ia ter um motor mais moderno…a Honda poderia tb reduzir o 1.5 ED T para 1.3 e assim o City ter 1.0 e 1.3 ED T, fazendo rivalidade com Polo, Argo e Onix NG com motor 1.0 Ecotec T. Dessa forma, o City iria ficar caro, mas tb teria uma mecânica moderna, como seus rivais…

            Tendo 1.5 16V com injeção direta, 1.0T ou 1.3T, ele e o Fit seriam produtos mais coerentes com o preço que custam, pq do jeito que está atualmente está horrível (o mesmo vale para o Yaris e March e Versa, outros modelos japoneses que não tem motor moderno, mas pelo menos March e Versa são mais em conta, já o Yaris não se pode dizer o mesmo né)

  • Diego G. de Lima

    HB20 S e o City são os sedãs mais bonitos no mercado. Raramente se estraga a frente, a cagada acontece é na traseira…
    Espero que não seja o caso, porque o visual do Fit ficou pavoroso, e um carro feio no portfólio tá bom.

  • Bruno Silva

    Tá aí um carro que a Honda deveria explorar melhor por aqui. Eu gosto do City, mas inaceitável o Fit (que é mais barato) ter ESP, ASR e Hill Holder de série, e o sedã nem como opcional (até porque a política da Honda são versões fechadas).

    • Dudu Pimentel

      Inadmissivel mesmo pois a plataforma é a mesma…se o Fit tem, pq não colocaram no City? E os freios a disco traseiro: na geração anterior na versão top tinha em ambos, mas na atual perdeu…e olha que não são nada baratos…

  • Clayton

    Pela política da Honda… Seu por R$ 99 mil.

    • Dudu Pimentel

      Tenha certeza disso, ainda mais ao ganhar a versão Touring, enquanto isso os concorrentes custarão entre 80 e 85 mil reais e provavelmente serão mais completos e até terão desempenho melhor, mas as pessoas vão comprar o City pq é Honda, Onix pq é o mais vendido e Yaris pq é Toyota…foda-se os demais…

  • Fellipe Z

    sem graça igual todo honda city ja feito

    • Alexandre Nozawa

      mas é o carro ideal para pessoas sem graça

    • Dudu Pimentel

      Gosto é algo pessoal…vc acha sem graça, mas tem quem goste…eu mesmo se não fosse custo-benefício muito fraco até pensaria comprar…mas por 80 mil reais em um carro com motor velho e freios a tambor na traseira? Só se me der, pagando, nem com um bom desconto…

  • Paulo

    Só precisam colocar uma roda com um tamanho que combine com o carro.

  • Ufólogo Ricardo

    Honda só sabe lançar novos modelos, mas se preocupar com pós venda não é preciso, estou penando com um honda city TODO ENFERRUJADO veículo com pouco uso e já esta com mais d 24 pontos de FERRUGEM, veja você mesmo no google: HONDA FERRUGENS e vai ver o que fazem com os clientes.

    • th!nk.t4nk

      Ferrugem onde exatamente? Nos pontos de solda das chapas internas? Suspensão?

      • Ufólogo Ricardo

        olha em tudo, nos pontos de solda, longarinas já foram trocadas, capô já foi trocado, voltou tudo. obs: não moro no litoral, LATARIA NÃO PRESTA, hoje a honda lava as ,mãos

    • Guilherme Ferreira Lucio Lemes

      Rapaz, tenho um HONDA Fit 2008, mas quando fui comprar pesquisei muito e reparei que quase todos que eu olhava tinha ferrugens. Comprei e estou gostando da economia, mas estranho demais esses pontos de ferrugens espalhados no carro.

      • Ufólogo Ricardo

        deu sorte, fit é o que mais da FERRUGEM, lataria destes novos NÃO PRESTA

  • globonaotemjapa

    Mini Civic

  • RKK

    Que milagre, motor 1.0 VTC Turbo de 127 cv… Agora vai ter ESC/ESP ? E freios à disco nas 4 rodas retornam ?

    • Raimundo Nonato

      Vejo um monte de gente reclamando de falta de freio a disco traseiro, mas na prática o freio traseiro a disco ou tambor a diferença de capacidade de frenagem muda muito pouco..
      Vantagem do freio a disco traseiro é um freio de mão muito melhor e mais macio, por outro lado o freio a tambor tem manutenção muito mais barata.
      Não ter freio a disco traseiro não é o fim do mundo

      • RKK

        O freio à disco traseiro tem maior capacidade de dissipação de energia evitando assim o fadind, algo essencial em um descida íngreme de serra.

        • Raimundo Nonato

          É só questão de dimensionamento para evitar o fading, se isso fosse realmente o ponto chave do problema nenhum caminhão teria freio a tambor.
          Não estou discutindo tecnologia, mas sim a correta aplicação dela

          • RKK

            Caminhões utilizam tambor divido à maior capacidade de contra-torque do tambor, devido à maior área de de contato, e não devido à dissipação. Atualmente algumas pickup já estão abandonando os tambores traseiros em favor dos discos traseiros visando a capacidade de dissipação térmica destes.

      • Deadlock

        Não há necessidade técnica de freio à disco nas rodas traseiras, que respondem por cerca de 30% da frenagem. Agora, colocar o freio à disco na traseira impressiona mais, ajuda a vender, por isso muitas marcas colocam. Para mim tanto faz.

        • RKK

          E quando ocorrer fading você perde 30% da capacidade de frenagem.

          • Edson Fernandes

            “Ah mas não uso então não interessa. Pode ser quaquer coisa”.

            • RKK

              ??

              • Edson Fernandes

                Quis me referir a consumidores que não gostam de um recurso e que se para ele não interessa, deve ser universal. O que eu discordo veemente.

  • 4lex5andro

    Vem renovado pra enfrentar Virtus e Cronos, além do conterrâneo Yaris.

    • leitor

      O preço não vai deixar. Pode ser até melhor mas é muito mais caro. Ainda mais que não tem nenhum destaque na marca.

  • Guilherme Martins

    Não… vai parecer o que sempre pareceu… um civic menor!
    Essa tá muito cara de Cronos , com traseira de K mais ( falam q nomes parecidos não podem , acho q “camais” parece demais com “Camaro” e acho q ficaria melhor “caplus “, além de uma fonética mais interessante)

    • Alexandre Nozawa

      City sempre me pareceu carro para cornos

      • Guilherme Martins

        Rs. Acho City, soul ,tr4 carros dos “to nem ae pra carro, mas sou classe média”. Carros pruma galera “hipster “.

        • Alexandre Nozawa

          o cara que se pudesse iria até o RJ de patinete elétrico rsrsrs

  • Alexandre Nozawa

    não adianta tentar ficar “bonito” se o carro continua igual e as concessionárias pioram

  • hinotory O

    Que coisa mais tosca. Só Hondeiro para engolir isso ai. Vai ter sensor de estacionamento?

    • Dudu Pimentel

      Vai pow, na frente e atrás…vc desce do carro e vê se dá prá avançar ou quanto vc pode voltar…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email