Governamental/Legal Motos

Projeto de lei tenta proibir motos de andar entre os carros

materia-na-buscando-solucoes-para-melhorar-o-transito-da-cidade-de-sao-paulo-e-outras-cidades-1 Projeto de lei tenta proibir motos de andar entre os carros

Um novo projeto de lei acaba de ser aprovado pela câmara dos deputados. Ele quer proibir as motos de circular entre os carros nas ruas e avenidas. Tanto entre as várias faixas, no caso de avenidas mais largas, como no caso de andar perto da calçada, em ruas estreitas.

Essa prática dos motoqueiros é uma das que mais irritam os motoristas, tanto em cidades grandes quanto pequenas. Em lugares como São Paulo, eles querem criar uma via mais rápida, enquanto os carros são obrigados a andar lentamente.

E em cidades pequenas, o carro está andando pela rua e o motoqueiro vêm buzinando desde lá de trás, quer seja para o carro dar a passagem quer seja para ele continuar no canto, como se fosse um direito a moto passar por ele.

A proposta ainda precisa ser aprovada pelo senado e depois pelo presidente. Aí, quando o projeto virar lei mesmo, a pessoa que descumprir com ela terá de pagar multa de 85 reais. Esperamos ansiosamente que o projeto vire lei!

[Fonte: Auto Estrada]

  • Bavecch

    Galera,eu estou COM RAIVA DAQUELES QUE DESRESPEITAM TODAS A LEIS,como disse o Robinho,se criarem uma faixa exclusiva ai tudo bem.

  • J0hnHGT

    Primeiro!!!! Hehehehe, seu sou phoda.

    Melhor que fosse feita vias exclusivas para as motos, pois elas são fundamentais para um transporte agil de pessoas e material nas grandes metrópoles, apesar dos acidentes, deveria haver simplesmente uma maior fiscalização para com os motoqueiros que não respeitam as leis de trânsito, mesmo que nem sempre eles sejam os culpados pela maioria dos acidentes com motos envolvidas.

    Semana passada eu comprei um FIAT Linea T-JET! :drinkk:

    • HardHZ

      Não sabia que tinha Linea no Need For Speed :humpf:

      • Márcio

        Eita fura olho. Ta pagando prestação de astra e fica queimando os outros.

      • Felipe Chieregato

        kkkkkkkkkkkk tnc q cara chato
        duvido que ele tem um melhor que o Linea!?
        :clown:

      • Navi92

        hahaha…muito boa!!!!Acho que mesmo lá ele foi enganado pela fiat :teeth2:

    • J0hnHGT

      Concordo com vc John! Mas eu comprei um FIAT Marea Turbo 5 cilindros 180 cavalinhos, dou pau em vc! :glass:

      • eduardo82

        Só quando vc consegue tirar ele da oficina né? Brincadeira, não leve pela maldade! :drinkk:

    • Márcio

      Ué, o que tem a ver com o tema vc ter comprado um linea t-jet? É carro de motoboy? Não entendi. Vc tá comemorando ter pago 70 contos nesse carro? O linea não é lá essas coisas, mas que é melhor que vectra, astra, golf, s-10 e demais porcarias, isto é.

    • Leo

      Comprou um Linea T-Jet.
      Meus Pesames. A separação vai ser difícil e cara.

      • J0hnHGT

        Sua inveja me deixa tão feliz!!! :assob: ehehehehehehe :teeth2:

    • Pedro – Blumenau

      antes de fazer vias exclusiva pra motos, que façam vias exclusivas pra onibus, depois p/ bicicletas a função desses meios de transporte são muito mais importantes do que a moto.

    • Valmir Vieira

      Tenho quase 50 (cincoenta) anos, que eu saiba, moto sempre foi proibido andar entre dois veículos, pode pesquisar.

  • Bavecch

    John,parabens pela compra,se é que isso é verdade.

    MOTOBOYS FILHOS DAS POMBAS,ESSAS COISAS NÃO ESPERAM NEM SENHORES DE IDADE POR 3 SEGUNDOS QUE JÁ ESTOURAM O RETROVISOR DO COITADO,TEM GENTE QUE NÃO VEM AQUI EM SAMPA POR CAUSA DESSA PRAGA.

  • Robinho

    Sou Motoqueiro e digo: se criar faixa exclusiva para motos é uma boa :clapp:
    Sou Motorista tbm e digo: acho um boa tirar a motos do meio dos carro, não atrapalha e corre se menos risco de acidente :drinkk:
    Sou Consumidor consciente e digo tbm: Existem opções muito melhores do que Linea T-JET, o custo-beneficio deste carro não compensa e é um mico como todos carros médio da fiat :rolleyes:

  • Bavecch

    Na primeira oportunidade de acelerar e pegar um merda desses,ah! :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana: :banana:

    VAI FICAR NA UTI POR 1 SEMANA PELO MENOS

    :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau: :hauhau:

  • Gerald

    Vou te ser sincero, tanto quanto proprietario de carro, quanto de moto: A solução não é essa. A moto passar por entre os carros, é um grande escoador de tráfego. Imaginem o tamanho dos congestionamentos, com a promulgação dessa lei, na qual cada moto fica ali quietinha ocupando o espaço de um carro.

    Agora, não há a mínima fiscalização para que o motorista pare de ter aquela sensação, quando olha no retrovisor, vê uma moto se aproximando e de repente… adeus retrovisor!

    As vezes tento buscar a raiz do problema lá no fundo, e é assim que faço: Motoboys andam com prazos curtíssimos, pressionados por uma demanda que nao cumpririam nem se batessem asas. Endinheirados acham que vãos entre carros é o espaço ideal para andar de superesportiva a 180 km/h.

    Tem motoristas que acham que motos são conduzidas por patos de caça que devem ser abatidos (de preferência, esmagados pelos pneus).

    É aí que reside o problema: Onde fica o respeito mútuo? Onde fica o bom senso do motociclista em usar as facilidades da moto? Onde fica o senso de civilidade do motorista que sabe que pode ferir mortalmente um motociclista, se quiser?

    Entendam: O motorista quer dificultar a vida do motociclista, e vai piorar a dele mesmo, por causa do aumento dos congestionamentos. O motociclista acha que nenhum motorista tem o direito de mudar de faixa na rua e que pode fazer o que quiser.

    Não é bem por ai. Ou crescemos, ou lei nenhuma resolve.

    • Márcio

      Mano que parada é essa que tu ta consumindo. Larga de mão isso aí que faz é mal.

    • Salsicha

      Mano obrigado, tu me poupou um tempão de digitação!! :teeth2: :teeth2: :teeth2:

      Brincadeiras a parte eu concordo contigo 100% e tb acho q essa idéia pode ser uma furada grande pq passariamos de 130/140km de transito as 18hrs em São Paulo para no mínimo 200km!! Quem mora por aqui e utiliza akela Av. Sumaré, vê que akela faixa p/ motociclistas é boa mesmo e resolve boa parte do problema…só que ai caimos em outro problema, não é em todo lugar que poderíamos ter isso, como é o caso da Av. Rebouças, onde as duas faixas p/carros já são exprimidas e dai nem tem o que fazer!

      Eu vou ser chingado mas espero sinceramente que procurem outro jeito pra resolver esse problema (volto a dizer que a faixa de motociclistas é um bom começo), pq essa dai eh furada total!

      Abraços,

      Salsicha!

    • Angelo

      Um dos melhores comentários que já li no N.A.

      Acredito mesmo que a raiz do problema está na falta de respeito mútuo, e do saber que o os meus direitos tem o limite final onde começam os direitos do próximo.

      Os motoristas de forma geral devem tomar conhecimento de que a via não foi construída como meio de provação de cavalaria, ou disputa pelo mais rápido ou esperto.

      Educação no trânsito é o princípio de tudo, não sendo assim, continuaremos a arcar com mais e mais consequentes de nossas atitudes no trânsito, e punidas com multas.

    • Pedro – Blumenau

      o fato de ter prazos “curtissimos” nao é causa justificadora de arriascar a propria vida no transito cometendo imprudencias absurdas como é visto!!!

    • Danilo

      Resumindo….

      não há transito livre, nem melhoria de fluxo pelos corredores entre os carros, que pague o prejuizo de uma vida.. que pague o prejuizo de um acidente..

      a contrapartida é obvia, acidentes, causam muita dor de cabeça, transito e altas despesas para o bolso de todos em virtude de motoqueiros irresponsaveis…

      minha proposta…. tirar motos “velharia” das ruas, aprender motos com escapamentos “mexidos”, criar zonas exclusivas com permissão para utilização do corredor (radial leste nem pensar, muito estreito).. e aumentar o seguro obrigatoria das motos..

      e obviamente, pedagio para moto já…..

      induzir o consumidor a jogar fora sua CG 125 93 e comprar uma CG novo, como fazer isso: pelo bolso.

      e sinceramente, culpar os ricos pela questão dos motoboys é piada, não vejo nenhum motoboy se organizar para melhorar a segurança no transito..

    • Jefferson

      É tem IGNORANTES que não pensam nisso, acha que se a moto parar ela some, se a moto parar ela vai ficar ENTRE OS CARROS, serão mais ESPAÇOS OCUPADOS e transito MUITO MAIS caotico!!!! … É por isso que tudo é assim, 90% do povo é ignorante, andei de pé, de bicicleta, de onibus, de carro, de moto ….. ande você com todos os meios e verá o lado de cada um ….

    • Clesio

      Parabens pelo seu comentario voce foi muito feliz nos seus dizeres, sou motorista e estava lendo alguns comentarios ai fiquei espantado quanta gente ignorante um abraço parabens!

  • Leonardo

    Vi que a maioria aqui é a favor de retirar os “corredores”.
    Também sou a favor, pois os motociclistas, infelizmente, no afã de chegar sempre na frente, geralmente se enfiam por todos os cantos, o que gera um enorme transtorno para quem dirige carros. Gosto muito de motos, e espero, em breve, conseguir comprar minha Boulevard, mas sou também a favor de os motociclistas se utilizarem do trânsito de forma mais consciente e prudente, sem querer passar por cima em nome da pressa ou da comissão.

    Aqui em Uberaba – MG, já vi vários motociclistas – inclusive um de Fireblade, cortando pela calçada. Fala sério!

    • Pedro – Blumenau

      vc esta confundindo motociclista com motoqueiro….
      motociclista é aquele que respeita o transito e o seu meio, nao sendo imprudente.
      motoqueiro já é o contrário aquele que nao tem respeito nem com o transito, mto menos com a propria vida.

  • Gerald

    Quanto ao Línea T-Jet: Downsizeing + motor turbo + Punto esticado = Besteira

  • Daniel

    Voltando ao assunto:
    É inquestionável a agilidade que as motos proporcionam, principalmente pelo fato de conseguir “driblar” o transito, mas isso acaba criando os “marginais” que nós motoristas de automóveis tanto odiamos, o projeto é muito bem vindo ao meu ver mas, é necessário que se proponham alternativas como
    em são paulo que há um projeto piloto de faixa exclusiva para motocicletas na Av. Sumaré desde 2006, bastaria que isso fosse estendido para os principais eixos de ligação como era previsto inicialmente, como 23 de maio(e todo o corredor norte-sul), radial leste e marginais tietê e pinheiros

  • mariostefanelli

    essa historia desses malucos “cachorro louco”= motoboys, o problema é a ganancia das agencias de motoboys, que ficam esperando juntar um monte de serviço, para libera-los prá rua, depois ficam nessa correria doida.Tem maluco que passam a mais de 100 km/h. nos corredores, aí de vez em quando se daõ mal.Se houvesse um pouco mais de responsabilidade dos motoboys, com certeza haveria menos acidente. Sou motorista e motociclista.

  • leobozo

    nao conseguem impedir motoqueiro de quebrar retrovisor alheio, andar pela calçada…. vão impedir os irresponsáveis (não são todos) de costurar no transito? piada né? na pratica vai continuar tudo a mesma coisa… Brasil: país da impunidade :down:

  • B.Navarro

    realmente, os motociclistas que passam por entre os carros no trânsito, são uma fonte de raiva para os motoristas (principalmete aqueles motoqueiros que tocam a buzina como se fosse o freio da moto, pq eles nããão freiam, eles buzinam)
    Que seja aprovada essa lei, porque ela vem tarde!

  • Rubem

    Sou Motociclista e Motorista tenho concienciencia de que a Maioria dos motoqueiros
    simplesmente ligam a moto e acelaram igual loucos mas isso nunca vai funcionar em SP
    com a grande quantidade de Motociclistas que vivem aqui proibilos de passar pelos corredores só aumentaria e Muito o Transito pra todos, imaginem 3 motos num espaco de um carro num grande congestionamento na marginal? :teeth2: o que falta é Educaçao de ambos os lados dos Motociclistas em compreender que as ruas não são só deles e dos Motoristas de que existem motociclistas nas cidades
    quanto a faixas exclusivas funcionariam muito bem mas só em grandes avenidas como a Marginal

  • Diogo

    Como eu fico puto qdo eu to parado em primeiro no farol vem um motoquero F.D.P. e para na minha frente.

    a o sangue sobe eu tenho vontade de passar por cima msm

    ontem msm eu voltando do aeroporto no fim da airton senna, to eu querendo ir pra faixa da esquerda, do seta espero um motoqueiro passar começo a manobra, um motoboy de m…. que vem muito acima da velocidade permitida la na pqp me passa e começa a me chingar. a vontade q eu tenho é de atropelar uns fdp desses.

    eu espero q esses motoboys se acidentem e morram. na boa eles fazem um favor a sociedade se matando. só acho ruim qdo eles se acidentam e ficam invalidos pq ai ficam exigindo porcaria do estado.

    MOTOBOY IMPRUDENTE E FOLGADO QUE SE FODA (não estou generalizando, tenho certeza q existem muitos motociclistas com senso de civilidade, isso vai aos motoboys folgados q acham q tem o direito de fazer o que bem entende no transito)

  • Golimar

    Moro em Belo Horizonte e aqui o trânsito é terrível.

    Sinal vermelho = de a preferência
    Sinal amarelo = acelera que ainda dá

    placa de pare = enfeite de cruzamento
    dar seta = pedir para ninguém te deixar mudar de pista

    pista da esquerda = pista padrão para os veículos
    pista central = pista para caminhões
    pista da direita = livre!
    acostamento = lugar de quem é “esperto” tirar vantagem em congestionamentos

    farol de xenon tabajara = fica ligado 100% do tempo, seja dia ou noite, incluindo os auxiliares/milha
    luz de neblina traseira = tem que ficar ligada direto

    chuva = corra mais que o normal e ande colado na traseira do carro da frente para tentar um engavetamentozinho

    Uma das coisas mais fodas é que se você aqui deixar uma margenzinha de distância de segurança em relação ao carro da frente, mesmo que você esteja acompanhando a a velocidade do transito, um “esperto” vai entrar neste espaço!!!!

    Outro fato é que meu carro já levou duas vezes “bauzada” de motoboy. E o carro estava paradinho no congestionamento. Mas os caras passam correndo ou costurando e dá nisso! Mas a gente aguenta!

    Por isso que eu digo: dirigir é um eterno exercício de paciência!

  • Anderson Puff

    O dia que essa lei for aprovada, será o dia mais feliz da minha vida, deus salve o relator do projeto
    :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp: :clapp:
    Preciso falar mais alguma coisa?

    • Sergio S.

      Não!!!!!
      PARA DE SOLTAR Puff

      :down:

  • Baltuilhe

    Ondes estão os dados relativos às mortes no trânsito envolvendo motociclistas?
    A industria de motos no Brasil nunca vendeu tanto, afinal, vc pega R$ 1,00, deixa de comprar um chiclete, e “POP!” Saiu de moto nova!
    O “piloto” motociclista sai de suas bicicletas, mobiletes e/ou mesmo do nada, direto para as MOTOS! São veículos automotores que, por menos potentes que sejam, alcançam velocidades alarmantes dado o princípio da inércia da física, sendo inversamente proporcional à qualidade dos freios das motos.
    Imprudência, imperícia (falta de habilidade), negligência (pneus carecas, falta de manutenção) e excesso de confiança formam o nosso ‘corpo de motociclistas’ nacional. O problema é que não existem mais ‘pinos’ pra colocar nesse corpo.
    O que falta é uma maior rigidez para se tirar a carteira de habilitação “A”, maior fiscalização (essa praticamente impossivel na realidade brasileira) depois de ‘tirada’ a carteira… E diminuição de vendas desse veículo tão democrático, tão democrático, que colocam todos iguais, lado-a-lado nas macas nos corredores dos hospitais.
    Pegue sua moto e “POP!”: fratura exposta! :bate: :bate: :bate:

  • lucas

    Minha opinião é a seguinte. em uma parte da cidade onde moro tem faixa pra motos. porem ninguem anda nela. acho que devia adotar ela em todas as PRINCIPAIS avenidas. e aplicar multas em quem não andasse nelas. acho que pior do que motoqueiro que sai buzinando e costurando e akeles que andam a 20por hora na tua frente (na faixa da esquerda) e nao vao pro canto.

    e quanto ao linea. ainda acho que tem carros melhores custo beneficio. porem preferiria um linea do q um vectra ou um bora!

  • Marco Antonio

    quando for aprovado essa lei quero fazer o concurso da CET só pra autua eles hauhuahuahuau
    :banana:
    como diz numa reportagem que a profissão de motoboy vai acabar….
    – fechadas
    – ignorancia
    – excesso de velocidade
    – mortes
    tá na hora!

  • Marco Antonio

    reforçando ainda
    só 85 pilas?
    infração média?
    teria que ser no minimo infração gravissima com 3x o valor

  • Ricardo Melo

    A farra dos motoqueiros vai acabar.

    Viva a nova lei! :banana::banana::banana:

  • Luciano.MS

    Sinuca de bico: O SUS está em colapso pela quantidade de acidende com motocicletas.
    Mas a maior quantidade de motos atualmente tbem faz aumentar esse numero.
    O transito entra em colapso pque vão eliminar motos nos corredores e de repente o transito de SP ganha 3 milhoes de veiculos e para de vez.
    A solução, penso q seria limitar a velocidade em 30 kph quando as motos estarem nos corredores, com multas pesadas, infração gravissima a quem desrespeitar.
    Sou motociclista e motorista tambem, 15 anos andando de moto na cidade sem cair…Quando bati o carro, sei como doi uma fratura…Minha moto,uma 125, ñ passa da 60 kph comigo, e é uma opçao perfeita na cidade. Uso o carro somente quando necessario.

    • Pedro – Blumenau

      a soluçao do transito eh simples: respeito!
      nao trancar cruzamento, respeitar a faixa de transito, respeitar veiculo que necessita trocar de faixa…

      sao atitudes simples, que quando respeitadas geram um beneficio a todos. mas para serem respeitadas temos que começar a fazer o dever de casa p/ poder ensinar, principalmente, as proximas geracoes.

  • Jonathan

    Não gosto de motos, e nunca vou ter uma. Porém, vejo que muitos aqui não gostam de motos simplesmente por elas terem mais vantagem no trânsito, e sabemos como brasileiro gosta de levar vantagem em tudo…

    Meu problema com motos são os retrovisores que quebram, as buzinadas incessantes e o desrespeito que vejo nas ruas por parte de muitos motoqueiros, que chegam a usar as calçadas muitas vezes para se locomoverem, entre outros trajetos mirabolantes. Mas o pior para os motoristas de carros é que, um vacilo na cidade, você pega uma moto e aleja ou mata o infeliz do motoqueiro. E todo mundo erra, sabemos disto, só que quando batemos em um outro carro no máximo dá uma ralada ou amassado, mas em um motoqueiro isto pode ser fatal. Depois o motorista se enrola o resto da vida porque quase matou um motoqueiro, pagando despesas infinitas com hospita, além da consciência pesada para o resto da vida.

    Deviam haver leis mais rígidas para dirigir uma moto.

    • Sergio S.

      Comentário coerente!

  • Guilherme de Almeida

    “Gerald

    April 14th, 2009 at 17:35

    Vou te ser sincero, tanto quanto proprietario de carro, quanto de moto: A solução não é essa. A moto passar por entre os carros, é um grande escoador de tráfego. Imaginem o tamanho dos congestionamentos, com a promulgação dessa lei, na qual cada moto fica ali quietinha ocupando o espaço de um carro.

    Agora, não há a mínima fiscalização para que o motorista pare de ter aquela sensação, quando olha no retrovisor, vê uma moto se aproximando e de repente… adeus retrovisor!

    As vezes tento buscar a raiz do problema lá no fundo, e é assim que faço: Motoboys andam com prazos curtíssimos, pressionados por uma demanda que nao cumpririam nem se batessem asas. Endinheirados acham que vãos entre carros é o espaço ideal para andar de superesportiva a 180 km/h.

    Tem motoristas que acham que motos são conduzidas por patos de caça que devem ser abatidos (de preferência, esmagados pelos pneus).

    É aí que reside o problema: Onde fica o respeito mútuo? Onde fica o bom senso do motociclista em usar as facilidades da moto? Onde fica o senso de civilidade do motorista que sabe que pode ferir mortalmente um motociclista, se quiser?

    Entendam: O motorista quer dificultar a vida do motociclista, e vai piorar a dele mesmo, por causa do aumento dos congestionamentos. O motociclista acha que nenhum motorista tem o direito de mudar de faixa na rua e que pode fazer o que quiser.

    Não é bem por ai. Ou crescemos, ou lei nenhuma resolve.”

    Disse tudo. :!:

    • Pedro – Blumenau

      a fato da moto ter um tamanho menor que o carro não significa que ela tenha afunça de esvaziar o transito. a moto tem a funçao de ser um veiculo individual e de transporte, tanto que asism é considerada pelo CTB.

      ja respondi em outra oportunidade, que não existe prazo justificável p/ motoqueiros/motoboys correrem tanto e desrespeitarem tanto o transito. eles nao estao prestanto um servico de atendimento à vida! eles nao sao o SAMU p/ ficar correndo pelo transito! o SAMU sim tem uma funça importantissima e necessita de risco p/ que se consiga preservar a VIDA, (que mtas vezes é p/ salvar um motoqueiro, que justamente achava que tinha um serviço muito importante p/ entregar, mais importante que a propria vida).

      CABEÇA NÃO É SÓ PARA CAPACETE!

  • eduardo82

    Demorou para aparecer uma lei dessas.
    Nesse feriado, quase matei um motoqueiro na Imigrantes. O trânsito tava congestionado (andando no máximo à 50 km/h) e eu via motoqueiros passando muito rápido pelo meio dos carros. Pois bem, fiquei dando seta para passar para a faixa da esquerda e esperando que as motos dessem uma folga. Olhei pelo retrovisor e tinha uma moto vindo, porém estava longe.
    De repente, ouço a freiada da moto e o motoqueiro me xingando, perguntando se eu estava louco. Quem é o louco da história? Imagino que esse cidadão estava andando a pelo menos 100 km/h no meio dos carros em pleno congestionamento. Isso nem loucura é! É imprudência!

    • Giovanni

      O pior é eles acharem que estão certos… Que carros precisam prever que surgirá um motoqueiro em altíssima velocidade, do nada… E xingam como se tivessem razão. Quem nunca quase matou um motoqueiro? São suicidas.

  • oxley

    Mais uma lei fantasma que vão criar, quero ver na PRATICA.

    Como vão atuar as motos no meio do transito?????

  • nasser

    Sempre tive moto, mas tive que vender, porque os IMBE.CIS dos motoqueiros sem noção transformaram o trânsito numa guerra. Cansei de levar fechada proposital, e não era assim há 10 anos atrás, pois bem, vendi a moto e fiquei só com o carro. Pelo menos tem air-bag e barras laterais, pode levar meu retrovisor, que se continuar assim logo logo anda de ambulância, mané! E se vier com gracinha eu fecho mesmo, eles querem incentivar a lei do mais esperto, eu incentivo a do mais forte. Tata Nano para todos os motoboys já !!!! :teeth2:

  • Luis.J.R.

    Demorou para criar uma faixa só para motos!Gostei da lei a maioria dos motoqueiros é tudo forgado, já vi tanta barbaridade no transito por causa desse doidos. :angre:

  • Carrijo Costa

    Boa notícia … até que fim as autoridades estão acordando … os acidentes envolvendo motociclistas poderão diminuir 90% … entretanto, como é de praxe, praticamente não haverá fiscalização e o desrespeito será constante … que tal a instalação de câmeras instaladas em locais estratégicos com alto índice de acidentes e até mesmo a fiscalização com câmeras em veículos com o objetivo de flagrar infrações cometidas tanto por motociclistas quanto por motoristas.

  • Mauricio

    Que tal esta solução:

    Tornar obrigatório coletes reflexivos identificados por códigos de letras grandes para todos os motociclistas e motoqueiros, e criar faixas exclusivas para motos, pelo menos nas vias com 4 faixas ou mais.
    Creio que diminuiriam muito tanto acidentes de motos como roubos praticados por motoqueiros bandidos.

  • Henrique

    Demorou para punirem esses quase marginais com todo respeito aos honestos que não fazem maudades.

  • André

    Como motorista e motociclista acho essa lei ridicula … todos q falam mal é por inveja q nao podem passar na frente … imagina o transito com essa lei … iria parar…

    “o que falta é Educaçao de ambos os lados dos Motociclistas em compreender que as ruas não são só deles e dos Motoristas de que existem motociclistas nas cidades” (post acima)

    caso os motociclistas tomem cuidado nao acontece nada e tambem se o motorista tomar cuidado nao irao perder o retrovisor .. deixa o motoboy passar ele ta trabalhando e nao te atrapalha qnd vc esta trabalhando…

    adoro moto e simplismente essa lei é inviavel.

    • Giovanni

      Inveja de moto? Então é alucionação coletiva ver os motoqueiros cortando os carros de forma suicida, ultrapassando irregularmente, arrancando retrovisores e provocando acidentes? :hauhau: essa foi a piada do ano!

    • Sergio S.

      Concordo, o que falta é educação e respeito.
      Tenho motocicleta e tenho carro. Quando saio de moto ando, com cuidado e velocidade compatível, entre os carros. Quando saio de carro procuro facilitar a passagem das motos.
      Essa é mais uma lei inviável. Imagina como ficaria o trânsito se cada motocicleta ocupasse o o lugar de um carro na rua, e que sentido teria estar exposto a todas as intempéries, fumaça e ruído e ainda ficar preso nos engarrafamentos sujeito a todo momento a virar sanduiche entre dois para-choques?

      :zzz:

      • Marco Antonio

        Inveja meu amigo?
        inveja do que?
        se esta com pressa saia mais cedo, se organize, planeje.. e esta história de que cada dia se exige mais pressa pras coisas isso é coisa que vocês mesmo colocam , a partir do momento que muda a cultura de se exigir as coisas mais depressa não precisa fazer tudo rápido, é questão de hábito, e é possivel sim, fazer as entregas de vocês cumprindo a lei, porque é só no Brasil que acontece isso?
        Brasileiro adora tirar vantagem para si, principalmente MONSTROQUERO que não pensa como um todo.
        A revolta é tão grande emcima desses marginais, PRINCIPALMENTE que QUEM PAGA A CONTA DELES NO HOSPITAL EM VIRTUDE DA IMPRUDENCIA, SOMOS NÓS! nós motoristas que alem de tudo tem retrovisor quebrado!
        Se querem ser respeitado, RESPEITEM TBM!
        espero que o sr reflita em sua forma de pensar….

        • André

          Nossa acho que não estamos no mesmo mundo apesar de eu viver em uma cidade pequena tenho muito bem noção do que é cada vez mais ter necessidade de prazos cada vez menores para atender o cliente. Acha que é fácil entregar uma pizza que seja em meia hora a 30 km de onde é feita sendo que 20 min é para ela ser feita? E gostaria de receber uma pizza fria por demorar 1h apenas no transito? Isso apenas com uma pizza pode ser com vários outros produtos. Tanto como você tem direito ao Sistema Unico de Saúde eles também.

          obs: não sou moto boy, obedeço as leis de transito.

          Mas entendo o lado deles.

          Quem sabe você deva pensar nisso.

  • heliofig

    QUEM É QUE VAI FISCALIZAR ISSO EM SP??? OS AMARELINHOS???

  • heliofig

    O Brasil está virando uma Índia com tanta moto. No interior, se encontra daquelas paisagens da foto do lançamento do Tata Nano com uma família inteira em cima de uma moto…

    Tudo por causa da desorganização e falta de planejamento das grandes cidades, que estimula o uso de moto e carro em detrimento do transporte coletivo.

    Se a Kasisnki tivesse lançado o tuk-tuk agora seria sucesso de vendas, junto com a novela…

  • LokoLoko

    Eu derrubei um motoqueiro esses dias, o cara foi passar pela direita e me corto a frente, aí eu não pisei no freio e o cara caiu…depois ainda tentou fugir…
    Motoqueiro tem que aprender a andar que nem os motoristas de carros…Não tem que ter corredor pra moto coisa nenhuma, em nenhum lugar do mundo tem…aki vamodar privilégio pra esses enchedores de saco..mah por favor…

  • edu

    Hoje por volta das 08h00 tinha um “motoqueiro” de pé quebrado na Bandeirantes.
    Imaginem o trânsito! Faixa da esquerda interrompida.
    Eu pergunto: Onde está a vantagem? Olha o tamanho do prejuízo. O número de trabalhadores parados no trânsito, ao invés de estarem trabalhando. Não é só a conta do hospital!

    Outra coisa: Desde quando andar no meio das faixas é legal?
    Pra mim, sempre foi ilegal. E não tem sentido. Se existem as faixas, são para serem respeitadas.

    Tenho moto e carro, mas andar entre as faixas é muito arriscado. Por isso, sou a favor da lei. :clapp:

  • Wotan

    Para isso se concretizar, só se proibirem as motos de circularem, pois haja fiscalização, para tanta moto, moto é uma praga, imaginem o os congestionamentos com as motos andando nas faixas.
    Eu mesmo já vi engavetamento de motos entre os carros.
    Eles fazem sua própria lei:
    Artigo 1: Os carros são proibidos de mudar de Faixa. Pena: retrovisor arrancado.

  • Sergio S.

    Toda esta problemática pode ser resumida numa frase curta:

    F A L T A D E E D U C A Ç Ã O E D E R E S P E I T O .

  • wotan

    ATENÇãO a TODOS

    Se por infelicidade vc derrubar um desses animais FDP, e ele disser que: “nao foi nada, deixa pra lá” não caia nessa!
    Faça questao de fazer um B.O. , pois depois que ele vai embora, ele registra um BO, e diz que vc fugiu e não prestou socorro, aí ja viu o que te espera né?

  • Smuca

    Ando de moto em São Paulo faz 12 anos, nunca tive acidente por andar entre os corredores, é uma questão de respeito entre os carros e os motoqueiros, carro deu seta para mudar de faixa, o motoqueiro deveria deixar passar. Andar numa velocidade compatível com o trânsito, deveria ser algo que o motoqueiro deveria seguir (o mínimo de noção de física)

    Agora generalizar, pq tem uns doidos de 125 andando no limite do motor, e no limite dos freios é muito triste. Deveriam votar leis para forçar a fiscalização de motos mal cuidadas e até de motoqueiros que passam dos limites, como mudar de faixa, cruzar na frente de carros, não vejo nada de errado andar em corredores, desde que num limite que dê para parar. Agora tem doido que anda a 100km/h no corredor onde tem carro parado, é pedir para morrer mesmo…. e estes merecem ser fiscalizados e impedidos de andar de moto.

  • Pedro – Blumenau

    Moto não foi feita pra driblar o transito! moto foi feita p/ ser um veiculo individual, barato, de lomomoção.
    Tanto que seu espaço é devidamente protegido pelo CTB.

    Moto deve ter o seu espaço no transito respeitado. Assim como deve respeitar os outros veiculos.
    Argumetnam que ira aumentar os congestionamentos. Porem os congestionamentos nao sao causados apenas pelo excesso de veiculos nas ruas… mas tambem pela extrema falta de respeito dos proprios motoristas no transito, como fura sinal (obrigando outro motorista a freiar e bloquear a via que deveria estar circulando), bloquear cruzamentos, nao permitir a troca de via de outro veiculo (assim o veiculo que deveria trocar de pista ira reduzir a sua velocidade e provocando lentidao na sua pista, e talvez ate em outra caso outro veiculo tambem necessite trocar de pista), e principamente os acidentes, que alem de bloquerem no minimo uma pista, ainda tem os curiosos que praticamente param para ver!

    Entao o problema de congestionamento nao pode, NUNCA, ser atribuido ao respeito do espaço da moto no transito. Como pode-e obsrevar a maioria das causas sao simplesmente a falta de respeito entre os proprios motoristas.

    Moto utilizada como veiculo de entrega nao pode ser visto como serviço assistencial à vida, a ponto de cometer imprudencias inimaginaveis no transito p/ “cumprir prazo”. Motoboy não é ambulancia que pecisa chegar no seu destino com urgencia! Motqueiro tem que perceber que cabeça não é so pra colocar o capacete.

    A lei vem p/ dar maior segurança no transito, evitar acidentes. Evita acidentes, evita congestionamento causados por eles, evita custos com saude, evita custos com manutencao de invalidez, evita de ter mais um motoqueiro quebrado dentro de casa sem poder trabalhar (muitas vezes sem poder fazer qualquer outra coisa alem de comer, mesmo assim com ajuda).

    Nao acredito que a solucao seja criar uam via p/ moto, ate pq nao seria coerente criar uma via p/ um transporte individual antes de se criar uma p/ um transporte coletivo. A alem disso, antes criar uma ciclovia do que uma pista somente p/ motos, que eh um veiculo que cumpre completamente sua funcao, evitando carros nas vias e é extremamente fragil no transito, pois tem que disputar seu espaço junto com carros e onibus.

  • paulo

    Quando o problema não é resolvido pela educação, que seja pela punição. É uma boa lei, o problema, como em muitas outras áreas, é a fiscalização. Quem irá conseguir multar tantas motos?

  • madnando@gmail.com

    Bom, tenho carro e moto.

    Sinceramente… Se essa lei vigorar, não dou 3 meses para ser excluída. Simplesmente porque o transito ficará ainda pior do que já é, principalmente em são paulo.

    A moto tem como vantagem a mobilidade. É uma bicicleta com motor, e não faz sentido uma bicicleta ficar atrás do carro no transito. Eu como motorista, antes de andar de moto sentia raiva de ver os motoqueiros costurarem na minha frente, mas faz sentido agora, pois a moto dá margem para isso. É nisso que ela se destaca. MOBILIDADE.

    Ou faria sentido, ter uma moto, tomando fumaça no rosto, correndo o risco de cair e se detonar todo, pegar chuva e poeira, e ficar parado atrás do carro, como um carro mesmo? Melhor comprar um fusca/chevette/brasilia e por na rua.

    Como motorista, gostaria que a lei para tirar a carta fosse mais severa e o treino exaustivo. Tanto para carros quanto para motos.

    E como motociclista/motoqueiro como quiserem chamar, pois não existe diferença, assim como motorista/domingueiro e barbeiro. Basta um erro e voce já terá ganho um desses nomes. Essa lei é absurda e vai complicar ainda mais o caótico transito paulistado, e demais cidades grandes.

  • Morte aos motoboys

    MORTE AOS MOTOBOYS!
    ELES ESTACIONAM EM QUALQUER LUGAR ATRAPALHANDO OS CARROS A SAIREM DA BALIZA!
    FECHAM OS CARROS NO SINALEIRO E SAEM LENTAMENTE ATRAPALHANDO O FLUXO!

  • Fábio Luiz

    Q o problema é falta de educação não temos dúvida porém existe tambem uma omissão das autoridades e um “interesse” na venda alucinante das motos. Como disse um comentário com um real, pop, vc tá de moto, em Shopping Center não se paga estacionamento, nas ruas não se paga zona azul, nos pedágios passe Sem Pa(r)(G)ar !!! É muito beneficio, muita vantagem e o moleque que antes queria um carro aos dezoito hoje só quer moto. Acho q os corredores devem ser extintos sim, a fiscalização das faixas de pedestres incrementadas, os marrozinhos muitas vezes tbem motoqueiros devem ser mais imparciais, e os motoristas de carros mais solidários com os semelhantes pois muitas vezes abandonamos à própria sorte os envolvidos em acidentes. A pressa não pode nos escravizar vamos viver bem.

    PS. Quanto ao linea deixa o cara curtir vai ver ele nunca teve Tempra e Marea.

  • Vinicius

    Sou motociclista há mais de 20 anos. Nunca tive nenhum acidente sério. Dirijo carros também há mais de 20 anos também sem nenhum acidente sério.

    Estou torcendo para essa lei ser aprovada. Mais do que ser aprovada para que ela seja cumprida à risca por TODOS os motociclistas. Não dura nem dois meses que nem aquela do kit de primeiros socorros e ainda poderemos expor à sociedade os nossos legisladores tããão eficientes que ao invés de cuidar da causa do problema preferem fazer leis sem o menor estudo.

    Já foi muito divulgado que os motoboys que muitos aqui repudiaram são responsáveis por menos de 20% dos acidentes com motociclistas em SP. Ou seja: não são eles os grande causadores dos tais acidentes que a lei tem o sonho de diminuir.

    Vi muitos motoristas aqui defendendo que a moto tem que ficar no mesmo lugar de um carro. Tudo bem. É assim que eu dirijo. O que eu quero ver é o motorista respeitar esse espaço e não ficar espremendo o motociclista como ocorre hoje. Senão fica assim: você não pode me ultrapassar pelo corredor, mas eu posso te espremer para ocupar o seu espaço e, claro, dessa forma não é justo.

    Uma das coisas que me deixa mais tenso no trânsito é motorista colado atrás de mim quando estou de moto. Porque se eu estou de carro e o imprudente se distrai ele terá que pagar o conserto do meu caro no caso de um engavetamento. Mas se eu estou de moto é o meu conserto que tem que ser pago. E além de caro é dolorido.

    Para os que acham que são os motoristas quem pagam o tratamento dos acidentados de moto, chequem o seu DPVAT. Vejam se é de 184 Reais como o de uma moto. Aí verão quem paga os acidentados de moto.

    Já foi dito aqui e eu faço coro: o nosso maior problema é falta de respeito. Algo tão simples de se praticar e tão difícil de se ensinar.

    Não custa nada, absolutamente nada, ao motorista deixar um espaço homogêneo no corredor, quando a largura da faixa permite.

    Da mesma forma, não custa nada, absolutamente nada, ao motociclista facilitar a troca de faixa do motorista e andar numa velocidade compatível com a situação do trânsito quando estiver no corredor.

    Não custa nada, absolutamente nada, a nenhum dos dois sinalizar as suas intenções e buscar ajudar os demais motoristas, sejam de carros, motos, ônibus, vans ou jegues.

    Não custa nada a ninguém lembrar que o trânsito é uma comunidade e que estamos todos no mesmo barco. Se nos ajudamos a vida melhora. Se nos atrapalhamos a vida de todos piora.

    Não precisamos de novas leis. Precisamos sim cumprir as leis que já existem. As barbaridades que muitos lembraram que viram motociclistas cometerem já são proibidas por outras leis. Basta fiscalizar o cumprimento delas. Fiscalizemos pois mudar de faixa sem sinalizar, não deixar distância de segurança do veículo à frente, não transitar pelo acostamento, não parar sobre a faixa de pedestres, não fechar cruzamentos, não falar ao celular, fumar, comer ou beber enquanto dirige, não dirigir com o braço para fora da janela, não parar em fila dupla, não deixar de ceder passagem quando solicitado, não ultrapassar pela direita… Tudo isso já é lei. Basta cumprir…

  • FabAlm

    Deveria ser proibido a fabricacao dessa desgraca e tirar de circulacao as existentes, incentivando esses vagabundos a comprarem um meio de transporte decente.

    • FabAlm

      Esqueci de dizer que essa m…. e associada ao trafico de drogas, roubos, etc.

  • Daniel R. Freitas

    Acho impressionante como se faz um estardalhaço incrivel com essa polemica de moto transitando nos corredores e sendo alvo de críticas tanto de motoristas como dode fontes da imprensa.
    Eu sou motociclista e ando no s corredores sim.
    O que esta faltando no transito é bom senso, cortesia, responsabilidade e educação. Quando se corrigir o que esta sendo feito errado pelos motorista, vão descobrir que o motociclista não esta tão errado assim. Existem algumas combinações que são extremamente perigosas: 1ª- Telefone celular c/ direção. 2ª Vidro insufilmado falta de concentração e telefone celular. 3ª. Telefone celular , falta de atenção, vidro insufilmado e mudança de faixa de rolamento sem sinalização.
    A partir do momento que se observar essas faltas, vai diminuir muito o numero de acidentes envolvendo motos e automóveis.

    Observem que é difissílimo acidente envolvendo moto e caminhão. Por que será ? ?

    O motorista do caminhão é geralmente profissional de estrada, e ele respeita determinadas normas que ele sabe serem vitais. Nunca ele esta em cima da faixa, pois numa estrada ele sabe que é acidente na certa e que o veículo que vem no sentido contrário se estiver em cima da faixa também, será fatal.
    Se vc’s observarem, do lado direito junto a calçada, ou junto ao acostamento tem uma faixa contínua branca. se o auto se mantiver ali em sua condução, a faixa divisória de pista sera para uma emergência, ou p/ a passagem de moto. Ai acabou a confusão. Mas tem que se adquirir esses métodos. Todos vão viver melhor e em paz. Acho que o erro esta nos carros.

    • heliofig

      De acordo!!

      Quanto à lei, quem é que vai fiscalizar?????

      É mais fácil o governo proibir a fabricação de motos do que fazer cumprir uma lei destas…

  • João Ricardo

    Ao J0hnHGT. Meus pêsames. KKKKK.

    Quanto às motos…Demorou. Moto, como todo veículo automotor, ou não, deve obeder lei de trânsito.

  • zaxfd

    Há! É só colocar os motoqueiros na câmara de gás, falar que é chuveiro…. Aí… adeus problema! Morte aos motoqueiros!

    • Sergio S.

      Brilhante seu comentário, caro zaxf.. d.. sei lá que!
      Contribuiu nada para o debate, mas pelo menos nos mostra o quanto uma pessoa consegue ser ignorante!
      Fui.

  • Alexandre

    Ótimo, eu vou trocar minha moto por uma carro, assim eu faço mais trânsito. Fácil.

  • Marcionei

    Se estou parado na fila com o meu carro, porque o motociclista não pode fazer o mesmo, no que ele é melhor que qualquer outro para me desrespeitar e estar a minha frente, voces fazem isso no banco, mercado, buteco, mercearia ou em qualquer outro lugar? Isto se chama respeito, estou aqui na fila, fique atras de mim cheguei primeiro, funciona em outros lugares porque no transito não.

    • Vinicius

      Seguindo este raciocínio, Marcionei, não seria justo você andar com o seu carro mais rápido que o ônibus do transporte coletivo. Devendo, inclusive, ficar parado atrás dele no momento em que ele para para embarque e desembarque de passageiros.

      Parece absurda a comparação? Não é.

      O que o projeto de lei se propõe a combater são acidentes e mortes. Não o fato de alguns veículos serem mais rápidos que outros.

      Ninguém, ao andar pelo corredor, está atrasando o seu deslocamento pela faixa dos carros, como ocorre quando alguém fura uma fila. Muito pelo contrário: ao obrigar as motos a entrarem dentro das faixas o congestionamento se tornará ainda maior pois de um dia para o outro milhares de veículos passarão a ocupar um espaço que antes não ocupavam.

      Se você pensa nessa lei como uma forma de fazer com que todos seja iguais e por isso vai melhorar a vida de todos é bom imaginar como será para você quando você estiver com o seu carro, parado como hoje, mas vendo uma imensa faixa praticamente vazia à sua frente com uma moto aqui, a outra ali… e você não podendo andar. Já pensou? Aquele monte de espaço vazio e você parado… É… porque não é só a moto que tem que respeitar os carros. Os carros também têm que respeitar as motos e, mesmo que o seu carro caiba entre uma moto e outra paradas cada uma em uma faixa, você não poderá ocupar aquele espaço…

      Sinceramente creio que você não tenha refletido bem antes de externar sua opinião.

      Mas sempre é tempo para rever as nossas idéias e nossos preconceitos.

      • Marcionei

        Talvez não tenha me expressado(refletido) muito bem realmente, mas não creio que sirva de comparação com os ônibus, pois moro em uma cidade do interior de Santa Catarina (Blumenau), aqui na maioria das vezes, realmente ficamos atrás dos ônibus, esperando, por não ter outra opção, nos estressamos, perdemos a hora dos compromissos mas nem por isso devo sair cortando as motos e outros carros. Realmente tenho muito preconceito quanto a motos, mas acho que antes de nos respeitar, os motoqueiros deviam se respeitar, pois a maior vitima das loucuras deles são eles mesmos.

        • Vinicius

          De fato: as consequências da lei serão diferentes para cada cidade.

          Na minha, pouquíssima coisa vai mudar. Mas em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Fortaleza (para citar aquelas que conheço pessoalmente, mas creio que muitas outras podem entrar na lista), as consequências serão terríveis, tanto para os motociclistas que, de um dia para o outro terão seu tempo de deslocamento multiplicado, como para os motoristas que também terão seu tempo de deslocamento ampliado.

          Bem disse você: todos devemos nos respeitar. Mas isso não se obriga com lei. Infelizmente. Se fosse possível redigir uma lei que obrigasse as pessoas a se respeitarem, seja qual for o veículo que dirijam, estejam ou não dirigindo, creio que seria uma revolução na nossa sociedade. Mas, infelizmente, tal lei não é possível.

          Dentro desse aspecto do respeito, se as motos respeitarem as necessidades e limitações dos carros e andarem com cautela nos corredores E os carros buscassem uma convivência melhor com as motos teríamos um trânsito mais fluído e mais seguro. Mas isso só se consegue com muitas campanhas de conscientização e não com leis e políticas discriminatórias.

      • André

        100% apoiado

  • Ricardo

    Isso aí! Até q enfim alguém fez um projeto de lei útil.

    • luiz cesar

      ate que em fim o que seu louco, aposto que é taxita ou meia ro da que compro a carteira e algum motoqueiro andou te arregaçando o retrovisor por voce nao saber dirigir sua anta

  • luiz cesar

    primeiro de tudo, realmente posso concordar que deve ser criada uma via para motos, e uma coisa absurda esses fdps falando que motoqueiro é imprudente quem sao voces seus motoristas de carros do inferno que sao mais imprudentes do que todos que ja vi, sao uns meia rodas que provocam a maioria dos acidentes, pior deixam suas lindas esposas qe pagaram pra tirar a carteira andarem com seus carros provocando acidentes fatais taxitas que nao sabem dirigir falam demais e deveriam fikar quietos, se aprovar mesmo essa lei duvido que 9 de 10 motocicclistas nao saiam apedrejando a prefeitura da sua cidade por inconsequentes deputados ladroes que so sabem roubar o dinheiro do povo e fikam inventando leis idiotas como essa. po brasi ve se acorda pra vida vamo ser consciente no transito e parar de falar mer da

  • Cleber

    Oh eu to boqueaberto com tantos comentarios de alguns ignorantes que nao pensam em nenhum pouquinho no proximo, muitos dos comentarios se tivesse um pouquinho de fe em DEUS nao falaria tanta babaquice por isso que o BRASIL ta do jeito que ta, o problema e que esse mundo e pequeno demais pra tantos ignorantes aleluia DEUS me livre!

  • Roberto

    Essas soluções são paleativas, não há solução para o caos que são as grandes cidades e com toda certeza vai piorar muito mais.

    sou pedestre e morrem muitos, sou ciclista e morrem muitos, sou motociclista e morrem muitos, sou motorista de carrro pequeno, grande e morrem muitos.

    Cada proibição leva ao nascimento de outro problema, cada invenção com o decorrer do tempo tb.

    A essa altura do campeonato para esse formigueiro humano, talvez uma politica de controle demografico, habitantes por metro quadrado e isso não é só em são paulo, rio, tóquio…

    vejam só a china está invadindo o mundo… 1 bi e 300 milhões … o mundo já deve estar com uns 8 bilhões de humanos, já não há lugar nesse mundo que o homem não colocou o pé…

    Já não está dado para andar a pé, quanto mais de moto, carro, onibus… e vai por aí….

    É pelo chão, pela água e ar tudo está congestionado.

    Não há solução. Sem pessimismo é pura realidade.

    Morei em cidade grande. são paulo, rio, brasilia… hoje estou no interior…. onde ainda se respeita o pedestre, ciclista, mociclista, motorista e até a carroça… Mas vai acabar tb….

    Só lamento mais nada poderá dar solução a esse "inferno" chamado cidade grande.

    Pois o problema todo somos nós, mesmo… pare e pense….

Send this to a friend