Projeto de lei torna obrigatório sensor de ponto cego

O sensor de ponto cego ou alerta de ponto cego, é um dispositivo de segurança que existe em alguns modelos de carros, tais como Chevrolet Onix e Renault Duster, por exemplo.


Em modelos de marcas de luxo, o recurso é mais comum, agregando funções adicionais, como ajuste de direção, redução de velocidade e até alerta de aproximação de veículo com o carro parado.

Contudo, o sensor de ponto cego não é obrigatório, mas o Projeto de Lei 673/2022 quer mudar isso.

Já em tramitação no congresso, o PL 673/2022 torna o sensor de colisão lateral – alerta de ponto cego – obrigatório nos veículos vendidos no país.

De autoria da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), o texto exige a instalação do dispositivo em forma de sensores com alerta sonoro.

Eliziane justifica que “a medida contribuirá para a redução de acidentes de trânsito e não terá impactos significativos nos preços dos automóveis”.

Instalado nas laterais do veículo, geralmente nos para-choques, os sensores detectam a aproximação de objetos e/ou veículos nas proximidades do carro, cobrindo áreas não vistas através dos espelhos retrovisores.

Tais sensores inclusive são usados na função de estacionamento, assim como também no alerta de tráfego traseiro, que detecta a aproximação de um carro durante manobras de estacionamento perpendicular ou em 45 graus.

Nesse caso, eles até acionam a frenagem automática, dependendo da marca e modelo do veículo. Algumas marcas, contudo, usam recursos diferentes para cobrir o ponto cego, geralmente maior no lado direito.

Esse é o caso do Lane Watch da Honda, que utiliza uma câmera para visualização da lateral direita do carro, quando se aciona o pisca para o mesmo lado ou ativa-se a função na haste dos faróis.

O PL 673/2022 será analisado por várias comissões do Senado e depois será votado no plenário da casa. Se aprovado, impactará nos preços dos modelos mais baratos.

[Fonte: Agência Senado]

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.