Brasil China Ford India SUVs

Próximo Ford EcoSport pode surgir em parceria com a Changan, diz site

Próximo Ford EcoSport pode surgir em parceria com a Changan, diz site

A Ford está se movimentando numa direção bem diferente daquela pregada pela estratégia One Ford de alguns anos atrás. Sabe-se que a marca americana tem parcerias sólidas com Changan na China e agora com a Mahindra, na Índia.


O futuro da Ford em mercados emergentes está intimamente ligado a estes parceiros e parece que por aqui, a coisa deve ser ampliada. Como se sabe, o Territory feito na China será vendido aqui e logo mais fabricado na Argentina.

E o restante da gama? O futuro de Ka e Ka Sedan para a região do Mercosul, ainda é desconhecido. Porém, no caso do EcoSport, parece que uma luz se acende numa visão futura do produto por aqui.

Próximo Ford EcoSport pode surgir em parceria com a Changan, diz site


De acordo com o site argentino Autoblog, a próxima geração do EcoSport será desenvolvida em parceria com a chinesa Changan. Ele continuará um produto global e deverá ser produzido também na Índia, além de China e Brasil.

Fala-se que a plataforma será a mesma do atual, mas alongada e que sua aparição ocorrerá em 2021, provavelmente na China. Ele terá mais espaço interno e – espera-se – porta-malas, assim como perderá definitivamente o estepe na tampa traseira. A produção se dará em Camaçari, como o atual.

Com tamanho maior, o Ford EcoSport poderia ser um produto mais combativo no segmento de SUVs compactos. No entanto, a Índia surge como um calcanhar-de-aquiles para um modelo maior, que necessariamente ficaria longe dos 4,00 m de comprimento.

Próximo Ford EcoSport pode surgir em parceria com a Changan, diz site

Nesse caso, a Ford Índia terá que desenvolver um SUV menor que essa medida para manter os incetivos tributários e ainda brigar com um grupo de rivais de peso. O projeto atual do EcoSport leva o mercado indiano em grande consideração com seu porte pequeno.

Para ser desenvolvido pela Changan, esta precisa ganhar algo em troca e isso pode ser em forma de um novo SUV compacto. O problema, se for realmente isso, é que a marca chinesa já tem vários em seu portfólio.

O projeto do terceiro EcoSport é conhecido internamente como BX563 e deve manter os motores atuais: Dragon e Duratec.

[Fonte: Autoblog]

Próximo Ford EcoSport pode surgir em parceria com a Changan, diz site
Nota média 4.8 de 5 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • MarcosGojira

    O futuro é chinês e altinho.
    Ou seja, péssimo pra quem gosta de carro.

    • David Diniz

      E o que seria gostar de carro? Ter um carro nada prático no dia a dia?

      • Alfredo Araujo

        Desde quando um Sedan, ou uma Perua, não é prático no dia a dia ?

        • Minivan é bem mais prático do que sedã ou perua. É muito mais espaçosa dentro do mesmo comprimento.

    • Cosi fan Tutti

      ambos preconceitos descabidos, afinal, brasileiro gosta tanto de carro que os modelos mais vendidos são lixo. Não entendo preconceito com chinês, qualquer povo no mundo pode adquirir know-how pra fazer qualquer coisa, brasileiros tem síndrome de vira-lata, como o Brasil não investe em nada tecnológico, não gostam que outros países parecidos se destaquem. Pois vão ter de engolir os chinas agora kkk os kras dominam o mercado de carros elétricos, 99% dos carros elétricos vendidos no mundo são da China, e o kra vem falar mal kkk meu deus

    • Hodney Fortuna

      Vc tem observado que a Ford e a GM está deixando de projetar seus carros nos EUA para realizar isso na China? Os modelos de marcas americanas estão perdendo suas identidades com o país natal. Enquanto isso alguns modelos Honda como o Civic e Accord, assim também alguns Toyotas como o novo Camry e Tundra foram projetados também nos EUA. Ou seja: esses modelos japoneses são mais americanos que os de marcas nativas. Hoje eu não compraria um GM ou Ford, prefiro marcas japonesas.

  • Doyle

    quanto drama. Chevrolet fez a linha 2020 do onix junto com a chinesa SAIC e n vi ngm fazendo disso uma novela mexicana

    • Natán Barreto

      Pq pra galera só vale o q faz sucesso. Onix ta vendendo mais de 20k por mês. A Ford tá só a ladeira, aí que o pessoal pega no pé mesmo

  • CanalhaRS

    Ford e GM (ambas norte americanas) transformando seus portfólios em uma futura salada chinesa e indianos.
    Foram incompetentes para se manter com as próprias pernas e agora terão que vender sua almas aos asiáticos para conseguirem se manter.
    Meu dinheiro nunca verão.

    • David Diniz

      Nossa quando drama…

    • Zé Mundico

      Calma,fio. Parcerias,compartilhamentos, fusões e associações sempre existiram em todo ramo industrial. Com carro não seria diferente. Do mesmo jeito que a Ford precisa dos asiáticos, eles também precisam da Ford. Todas as indústrias automotivas européias e americanas tem parcerias com indústrias japonesas, chinesas, coreanas e indianas. A única que não se associou foi a Fiat e olha só no estado que ela se encontra…vive nas costas da Jeep.

      • CanalhaRS

        No papel é muito legal e normal. Tudo certo.
        Vamos ver na prática, quando esse modelos chineses, com plaquetas da Ford e GM, chegarem aqui e começarem a enfrentar nosso dia a dia.

        • Doyle

          agora pegue o seu xiaomi chinês e use

          • CanalhaRS

            kkkkkkk….aham…

      • Cosi fan Tutti

        A FCA tem parceria na China sim, com a GAC.

        • Zé Mundico

          A parceria é com o grupo FCA e baseia-se em produtos da marca Jeep (Renegade e Compass).
          A marca Fiat propriamente dita não existe na China.

          • Cosi fan Tutti

            E pq os chineses iriam querer comprar carros da Fiat (Na verdade existem modelos Fiat lá sim, licenciados e feitos por empresas locais, tem Multipla, tem até Palio), chineses querem SUVs ou sedans grandes ou modelos elétricos, em nenhum dos 3 a Fiat é especialista.

    • Luiz camurça neto

      Toda a industria americana iconica, como Ford, GM, Apple tem o apendice na China agora. Veja a preocupação da Apple com as barreiras que o presidente americano tem colocado no comercial internacional. Isso é a batalha comercial global pendendo para o lado mais forte. e aí parece que a CAOA enxergou isso antes de algumas outras de volume.

      • CanalhaRS

        Apple já começou a tirar a produção da China, Até a Samsung está saindo também.

        • José Carlos Fontes VIII

          Todo o mundo livre está saindo aos poucos da ditadura comunista chinesa e em vez de voltar a seus países de origem, estão indo pra democrática e liberal Índia, a qual, por isso mesmo, cresce 8,5% a.a. enquanto a outrora super rápida China cresce 6% tendendo no curto prazo a 5 e no longo a menos. O planeta inteiro se dispôs a ajudar a China supondo (erradamente, claro) que com a adesão ao liberalismo econômico a China mudaria pra democracia, mas ela está no mínimo fazendo isso muito devagar e parecendo querer se impor ao mundo inteiro. Então a Índia em mais uma década ultrapassa a China em população e em duas no mínimo se iguala em tamanho de mercado. Japão, Coréia, EUA e UE saem da China, é o certo a fazer.

    • Hodney Fortuna

      Vc tem observado que a Ford e a GM está deixando de projetar seus carros nos EUA para realizar isso na China? Os modelos de marcas americanas estão perdendo suas identidades com o país natal. Enquanto isso alguns modelos Honda como o Civic e Accord, assim também alguns Toyotas como o novo Camry e Tundra foram projetados também nos EUA. Ou seja: esses modelos japoneses são mais americanos que os de marcas nativas. Hoje eu não compraria um GM ou Ford, prefiro marcas japonesas.
      Penso que se essas montadoras dos EUA não se fundirem, dentro de dez anos estarão sendo extintas. A única marca que pretende ainda se manter existindo será a Chrysler, graças a fusão com a FCA e em breve com a Renault-Nissan.

  • Chap

    A Ford trabalha em vários projetos de crossovers pequenos…
    Tem esse BX563, tem BX722, BX726 (Puma), BX745, BX755…
    O que sei é que o BX563 é um derivado do Ka e não está certo se será lançado.
    O que a Ford estava efetivamente trabalhando para substituir o EcoSport é o BX755. Mas aí veio a oficialização da parceria com a Mahindra para criar o sucessor do EcoSport no 3° mundo e então agora já não sei a que pé está.

    • passis

      Eu suspeito que venham dois veículos abaixo do Territory: um do tamanho do Eco atual (563) e outro maiorzinho (755), com opção de 7 lugares. Sobre a Mahindra, eu imagino que a “venda” de parte da Ford Índia acabe deixando os produtos de lá isolados do resto do portfólio. Nesse sentido, o alinhamento nosso com a China fez certo sentido. E espero que com isso venha o Escort pra substituir o Ka.

      • Chap

        Os sucessores da linha Ka já estão em desenvolvimento e respondem pelos codinomes B680 e B680S.
        O Escort atual tem o codinome C490.

        • passis

          Imaginava que fossem sair dos carros de entrada (com exceção da India, onde a Mahindra assumiu o comando) e migrar para uma única família não-SUV de maior valor agregado (algo como matar Etios e manter só Yaris; ou Onix Joy x Plus). Dava até para aproveitar a linha de produção de Pacheco, que já usa a plataforma C. Aí poderiam mandar todos esses crossovers chineses para Camaçari.

        • Doyle

          qual plataforma o C490 usará?

          • Chap

            Esse Escort da China é feito na plataforma C1 dos Focus de 2ª e 3ª geração porém com reduções de custos como a substituição da suspensão traseira multilink pelo eixo de torção. A próxima geração será produzida na plataforma C2 do Focus 4ª geração.

      • Dudu Pimentel

        O Escort tem porte de Fiesta…sendo assim, faz mais sentido que ele venha para ocupar o lugar do Fiesta (sendo um pouco mais espichado, para que assim a linha Ka cresca e não canibalize o Escort por conta do tamanho)

  • David Diniz

    Não vejo problema nenhum a ford fazer parceria com alguma marca chinesa, ambas tem a ganhar com isso que continue assim e sirva de exemplo para outras montadoras também.

  • Dick Buck

    Do jeito que a Ford do Brasil é, não consigo ver essa nova geração do Ecosport antes de 2023 por aqui. Vai fazer um ano que ela prometeu aquele Lá Sedan com os penduricalhos aventureiros e até agora nada.

    • Zé Mundico

      Cá prá nós, você quer mesmo ter um Ka versão urban warrior?

      • Dick Buck

        Apesar de eu ainda achar bastante estranho pensar em um sedã aventureiro, faz sentido pra realidade das ruas brasileiras.

    • Dudu Pimentel

      Até agora, o Logan Stepway não convenceu, então seria arriscado a Ford adotar tal estratégia…veja que nem ela, nem Chevrolet, Peugeot, Citroen e qualquer outra marca foi na onda da Renault.

  • Vae Victis

    O plano da Ford é claro. Eles se concentrarão apenas no mercado norte-americano. Eles não produzirão mais nada na Europa ou no Brasil porque eles vêm perdendo muito dinheiro nessas regiões há muitos anos.

  • Zé Mundico

    Tirando aquele estepe pendurado atrás já é um grande avanço.

  • LL

    Pra mim ecosport está um patamar abaixo dos concorrentes em tamanho, considerando o carro sem estepe tem 4,09 com 2,52 ficando distante até do pequeno kicks 4,29 e 2,62 respectivamente, além disso ele não tem nada a mais para transforma-lo em uma categoria superior.

    Deveriam baratear a proxima geração e colocar outro produto logo acima com capacidade de brigar em pé de igualdade com os concorrentes, assim o atual poderia se manter com 4m da india.

    • lucas de jesus

      Ele já existe amigo, se chama Puma, mas difícil que ele dê as caras por aqui.

  • mark heinrichs

    O grande problema nao é ser chines… ser indiano…. ou argentino, a questão é ser projeto de segunda linha. voltado para mercados emergentes que nao sao exigentes, da pra meter plastico, cortar acessorios e superficializar tecnologias… em simples palavras mercado de ponta (EUA, CA e UE) receberão carro na base do focus emergentes ignorantes satisfeitos com qualquer coisa projeto baseado em KA/ Fiesta

    • Zé Mundico

      Mas o mercado automotivo brasileiro é tudo isso que você falou, emergente, sub-desenvolvido, meia-sola mesmo.
      A qualidade de um mercado está diretamente relacionada ao nível de renda dos consumidores e o que vemos por aqui é muita liseira, infelizmente.

    • Cosi fan Tutti

      Mas o Ford EcoSport já não é assim? kkk e outra, quer ter carros de primeiro mundo, seja um, tenha tecnologia propria, tenha dinheiro pra comprar etc.. No caso o Brasil está longe disso, quem tem grana compra importado. Se a Ford hoje pegar qualquer modelo da Chang’an, como o CS55, já é muito melhor que o atual EcoSport.

  • Murilo Soares de O. Filho

    O carro genuinamente Chinês ainda tem muito a provar…eu passo.

    • José Carlos Fontes VIII

      Claro.

  • Vinícius Sza

    E o que é gostar de carro ?

    • Tibúrcio

      Comprar seu carro dentro das suas expectativas, não na expectativa dos “entusiastas”.

    • Igor Guimasi

      Lembra daquele ditado? Gosto é igual…. cada um tem o seu…

      • Raul Mafra

        É bem isso amigo, tem gente que acha horrivel sedan gente que acha lindo, gente que acha lindo perua gente que acha horrivel, e por ai vai, dificilmente haverá uma concordância ainda mais nessa infinidade de opções que temos, ainda bem que existe isso senao todos carros seriam sedans prata ehheheh

  • Luiz Felipe S. Silva

    Ford sempre rápida…
    Até 2021 o HRV, Renegade e Creta já estarão nas duas novas gerações

  • Mateus Pinheiro de Carvalho

    morra!

  • Mateus Pinheiro de Carvalho

    ninguem suporta mais, declaro falencia a isso

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email