Europa Híbridos Hatches Volkswagen

Próximo Golf virá com sistema híbrido de 48 volts, segundo revista

volkswagen-golf-r-kit-performance-1 Próximo Golf virá com sistema híbrido de 48 volts, segundo revista

A próxima geração do Volkswagen Golf deve chegar com um sistema híbrido leve de 48 volts, de acordo com a revista inglesa Auto Express. Mas não para por aí, já que hatch médio alemão terá a plataforma modular MQB um pouco mais leve, poupando em torno de 70 kg. Além disso, haverá uma renovação completa do interior.



Com chegada esperada para 2019, o próximo Golf chegará junto com a versão de produção do elétrico I.D., iniciando o que se espera de uma longa convivência no mercado mundial. De acordo com Herbert Diess, CEO da Volkswagen, apesar do surgimento do elétrico, o foco da marca continua no best seller europeu por muito tempo ainda.

A Volkswagen promete cinco modelos elétricos globais até 2025, mas a gama deve ser maior com variantes locais, mais nitidamente na China, onde a empresa firmou parceria com a JAC Motors para produção de carros elétricos dedicados ao mercado local. Estes, por sua vez, terão plataforma JAC e tecnologia de baterias da VW.

Mas de volta ao Volkswagen Golf, a montadora vai focar na eficiência energética, mas sem tirar do modelo, sua característica principal, a funcionalidade. O modelo terá materiais mais leve na estrutura, a fim de cortar o peso em 70 kg. Além disso, será mais rígido e seguro que o atual. No entanto, nada de mudanças radicas no estilo. O hatch continuará mantendo sua essência, agora com capô mais baixo e faróis mais estreitos, dotados exclusivamente com LEDs.

Da mesma forma que no Arteon, o Volkswagen Golf 2019 terá o nome posicionado sob o logotipo da VW. Já no interior, a mudança sim será mais radical. Muitos comandos físicos serão extintos por conta do uso de telas digitais para cluster, multimídia e climatização. Nos dois últimos, as informações serão fusionadas em uma única e grande tela central.

Mas a grande novidade mesmo será o uso da tecnologia de hibridização leve, com sistema elétrico de 48 volts. Ainda não será um item de série, sendo oferecido apenas em algumas versões diesel, mas já será um grande começo para o clássico germânico, que precisará baixar os níveis de NOx. O Volkswagen Golf ainda terá versão diesel pura, mas o foco da empresa será mesmo um “TDIe” como híbrido leve.

A publicação fala do uso do 1.5 TSI a gasolina, bem como um 2.0 TSI para uso nos esportivos GTI e R, que terão potências em torno de 252 cv e 354 cv, respectivamente. Não se falou em transmissão, mas a DSG com oito marchas poderá ajudar na redução do consumo e emissão.

[Fonte: Auto Express]

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend