Ecologia Europa Finanças GM Governamental/Legal Opel PSA

PSA quer da GM metade do que pagou pela Opel por conta de emissões

psa-opel1 PSA quer da GM metade do que pagou pela Opel por conta de emissões

A PSA estaria cobrando da General Motors metade do valor pago pela Opel/Vauxhall. O grupo francês pagou 1,3 bilhão de euros pelas duas marcas, mas agora quer 50% do investimento por conta das emissões de poluentes geradas pelas empresas adquiridas. O montante seria para cobrir os custos com a contenção dos níveis de CO2 emitidos pelos carros da marca, bem como a exposição às multas que podem ocorrer dentro da União Europeia.



Segundo a PSA, foi necessária a migração de tecnologias mais eficientes por parte da empresa para que Opel e Vauxhall atendam as exigências ambientais da União Europeia após 2021. Tal movimento não havia sido planejado pela Peugeot Citroën no plano de compra das marcas anglo-teutônicas. O valor mais aproximado para essa compensação passa de meio bilhão de euros e a montadora francesa acredita que foi enganada em relação às emissões produzidas pelas novas aquisições.

Outra fonte fala em um valor que vai de 600 a 800 milhões de euros. A General Motors já teria sido informada sobre a cobrança e os dois grupos estariam em conversações, mas não houve ainda, por parte da PSA, uma reivindicação formal sobre os valores. Oficialmente, a GM diz que não tem conhecimento de uma reclamação formal da Peugeot Citroën e nem pode “especular sobre questões que não foram levantadas conosco”, segundo porta-voz da montadora, David Caldwell.

De acordo com a GM, a empresa forneceu todos os dados e registros que a PSA exigiu, tendo esta empregado diversos especialistas e advogados no processo de compra. “Nós fornecemos-lhes informações substanciais”, segundo Caldwell. A empresa francesa não comentou o assunto, mas o mercado financeiro já reagiu. As ações da PSA caíram 3,9% na quarta (29), enquanto a GM apresentou queda de 2,1%.

opel-insignia-grand-sport-produçao-2017-3 PSA quer da GM metade do que pagou pela Opel por conta de emissões

“Nós nos tornamos conscientes algumas semanas depois de finalizar o fechamento de que a empresa estava indo à parede sobre as emissões de CO2” , segundo Carlos Tavares, CEO da PSA. O chefe do grupo francês insinua que a GM distorceu os desafios de redução das emissões na Opel. Por conta da revelação sobre as dificuldades da montadora alemã de cumprir as metas de emissão para 2021, a PSA teve que investir mais do que esperava para contornar o problema e evitar multas.

Tavares revelou: “Nós colocamos nossas equipes para trabalhar e reconstruir completamente as estratégias de produtos e tecnologia”. O executivo português completou: “Se você não cumprir [com as regras da UE], o peso das multas com que você é atingido pode ameaçar a existência da empresa”.

Nas entrelinhas do acordo de compra, a PSA teria descoberto que as metas de redução de emissões de CO2 na Opel, fornecidas pela GM, dependeriam de um volume considerável em vendas para o Opel Ampera-E, que exigiria um grande volume de importação do modelo, que é fabricado nos EUA. Mas o pior é que isso significaria perdas de 10 mil euros por carro, o que também confirmaria que a GM estaria bancando a produção do Bolt para o mercado americano.

Para a PSA, a questão é complicada, pois a solução apresentada pela GM para redução das emissões da Opel significaria perdas enormes para o comprador francês. Assim, este decidiu eliminar essa fonte de prejuízo ao cancelar novos pedidos para o Opel Ampera-E, como já começou a ser feito a partir da Noruega.

opel-ampera-e-2 PSA quer da GM metade do que pagou pela Opel por conta de emissões

No entanto, a média de emissão da marca sobe de forma perigosa. No momento, o limite da UE é de 130 g/km de CO2, mas a partir de 2021, será de 95 g/km. Com a atual situação da Opel em relação às emissões, a montadora corre o risco de pagar multa de até 1 bilhão de euros. Para resolver o problema, a PSA estaria fazendo investimentos emergenciais não previstos no processo de compra, que envolve a hibridização forçada dos modelos Corsa, Crossland X e Grandland X com tecnologia plug-in.

Além disso, a sinergia completa entre as marcas adquiridas e a PSA não ocorrerá mais em 2027, mas três anos antes, por conta dessa discrepâncias de emissão. O acordo de compra das marcas garante à qualquer parte envolvida o ressarcimento por indução ao erro. Só a PSA pagou 650 milhões de euros em dinheiro e outros 670 milhões em garantias que poderão ser convertidas em ações da empresa.

Com o BNP Paribás, a montadora adquiriu a divisão financeira da alemã por 900 milhões de euros. Durante o processo de compra, se comenta que a GM proibiu a Opel de conversar com a PSA e qualquer demanda dos franceses deveria ser tratada diretamente com Detroit. Ou seja, é mais ou menos como comprar um carro sem ver ou andar nele. Se a PSA conseguir a devolução, com ou sem arbitragem, o custo de saída da GM na Europa deve ficar bem acima dos mais de US$ 6 bilhões atuais.

[Fonte: Reuters]

 

 

  • Rodrigo

    Aqui um 171 de 9 dedos engana 50% da população do país.

  • G.Alonso

    Quem deveria ter estudado mais a fundo isso aí é a PSA que estava comprando. Agora não adianta ela tentar colocar a culpa na GM, pois a americana queria mesmo é sair desse custo elevado para abaixar as emissões até 2021.

    • carroair30

      Realmente,quem compra tem que saber o que esta levando

      • Fernando Sampaio

        Se fosse assim não existiria direito do consumidor e você seria enganado diariamente em tudo o que consumisse.

    • Uranium

      A GM forneceu dados maquiados e o nome disso é fraude.

    • Fernando Sampaio

      Rapaz…ÓBVIO QUE NÃO!
      Documento maquiado é fraude em qualquer lugar do mundo.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Departamento jurídico juntando as tralhas em 5… 4… 3…

  • Duh

    Tá certa, se isso ocorreu na época que não era dona quem tem que pagar é a GM msm.

    • th!nk.t4nk

      Sim, e possivelmente está no contrato de venda que a responsabilidade por processos relativos a períodos antigos sejam da proprietária na época. Tudo indica que a GM vai ter que pagar mesmo.

  • Dafomg

    Prova que não é só no Brasil a incompetência da PSA em gerir seus negócios.

    • Josê Fagundes

      dá mesma forma que é ilegal você vender algo que não corresponde ao anunciado (em questão, nesse caso, de informações sobre regularização de seus produtos sob a legislação), você tem direito de renegociar, ainda mais nesse caso em que a PSA tem direitos previstos no negócio de renegociação quando comprovado alguma espécie de fraude

      • Filipo

        Como a Reuters disse: “igual a quem compra um carro sem andar nele antes”.
        Penso que nenhuma das partes é inocente no negócio. Como a PSA compra sem ter conhecimentos mínimos?
        Para mim, ambos são culpados e a GM paga “somente” a metade desse montante que a PSA está pedindo: cerca de 660 milhões de Euros. E está acabada a questão!

        • VINÍCIUS FREITAS DE SOUZA

          Já ouviu falar em fraude ?

        • Fernando Bento Chaves Santana

          Faz sentido pensar que a PSA já tinha conhecimento prévio e esperou o momento adequado para “negociar” um “descontinho” a posteriori.

  • Josê Fagundes

    Certíssima! GM ocultou dados, e no contrato prevê a renegociação quando houver comprovação de dados irregulares. GM não foi transparente, e quis dar um golpe vendendo algo em que se achava X, mas na prática estava Y

  • Moreno Rocha

    Olha, se a GM enrola até empresas com departamentos técnicos e jurídicos substanciais como a PSA, imagina o que ela não faz com reles consumidores, especialmente ofertando produtos ‘especificamente desenvolvidos’ para seus mercados. Ônix, estou olhando pra você! Nas duas situações, feliz ou infelizmente, quem tem que tomar cuidado redobrado é o comprador, que precisa averiguar o que está levando pra casa.

    • Alexandre Viotto

      Mas convenhamos que não é só a GM que faz este tipo de coisa. Todas as montadoras fazem!

  • NaoFaloComBandeirantes

    The bomb has been planted…

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Vixe, como anda as finanças da GM? já saiu de uma pá de mercados e agora esse ocultação em um transação dessas? capaz de ate o Governo Americano começar a investigar a GM depois dessas manobras com a Opel na Europa, se ficar provado que ela esta ocultando emissões no EUA o buraco vai ser mais embaixo !!

    • FrankTesl

      Haja ônix para vender aqui no BRASeelll para compensar a piaba

      • Alexandre Viotto

        Piaba? Mesmo que ela tenha que devolver metade da grana, ainda assim terá lucrado com a venda!

  • Alexandre Viotto

    A GM deu um passa-moleque na coitada da PSA! Kkkkkk

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend