Qual é a vantagem do freio de estacionamento eletrônico?

Muitos carros atualmente estão saindo de fábrica com sistema de freio de estacionamento eletrônico ou eletromecânico. Talvez o seu carro conte com essa tecnologia ou você já tenha visto isso em outro modelo.


Por ser algo diferente do que a maioria dos carros em nosso país apresenta, visto que boa parte deles ainda vem com a antiga alavanca de mão, isso tudo ainda pode parecer novo para muitos condutores.

Mas quais as vantagens e desvantagens dessa tecnologia? Será que você deveria optar por ela na próxima vez que trocar de carro?

A principal vantagem é a eliminação do esforço no acionamento do freio de estacionamento, em comparação com o dispositivo puramente mecânico.

Embora ele possa variar em sua forma de acionamento (pedal, manete ou alavanca), sempre exige algum esforço do motorista para seu acionamento, pois o mesmo é manual.

Outra vantagem do sistema de freio eletromecânico é o aproveitamento de espaço na cabine. Como se trata apenas de um botão, este pode ser instalado em qualquer lugar no habitáculo.

Em alguns carros, por exemplo, ele fica no painel, geralmente em posição próxima que outrora ficava o destravamento de dispositivos que utilizavam pedal e tornando muito mais fácil seu uso por parte do condutor.

No console, o arranjo de botões vai depender da marca, modelo e também da proposta. Além disso, não há como negar que é esteticamente bem mais atraente, deixando o visual mais limpo e até dando um ar de requinte ao automóvel.

Porém, o uso de sistema eletrônico no acionamento não permite modular sua atuação nos freios como num sistema mecânico.

Seu posicionamento e a facilidade de manuseio também faz com que muitos imaginem se existe o risco de acionamento acidental, até mesmo por parte de outras pessoas dentro do carro em movimento.

Em caso de acionamento em altas velocidades, o sistema eletrônico detecta a velocidade do veículo e, em razão dela, evita o travamento repentino das rodas. Nesse caso, o veículo irá desacelerar suavemente, evitando assim a perda de controle e um possível acidente.

Geralmente o botão trava os freios ao ser acionado para cima ou para fora de seu compartimento, enquanto o destravamento ocorre no sentido inverso, sendo feito isso como medida de segurança.

Alguns modelos de veículos liberam o freio de estacionamento eletrônico ou eletromecânico de forma automática quando o veículo é engatado. Basta engatar o câmbio e começar a acelerar que o freio é desligado automaticamente.

Da mesma forma, alguns acionam o freio de estacionamento com o câmbio em P (Parking), o que facilita muito a vida do motorista e elimina a possibilidade de qualquer problema por esquecimento ao acionar o botão.

E você, o que acha desse tipo de freio de estacionamento? Já dirigiu um veículo com essa tecnologia?

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Autor: