Qual o melhor carro popular?

Qual o melhor carro popular?

Qual o melhor carro popular? Bem, o carro popular ainda está muito presente no mercado nacional, embora as projeções sejam de encolhimento desse segmento nos próximos anos diante da alteração de perfil dos clientes.


Para responder essa pergunta, atribuímos alguns aspectos que os consumidores mais desejam em um carro popular.

O termo por si só não mais se justifica como um produto de massa, visto que entre os 20 carros mais vendidos em 2020, 13 são modelos que não são considerados como tal, especialmente os sete SUVs presentes nesse grupo, fora algumas picapes e outros com preço bem acima dos R$ 100.000.

Hoje, o carro popular se situa na casa dos R$ 40 mil ou R$ 50 mil, numa faixa que está encolhendo. Para termos uma ideia, existem até modelos nesse nicho que apenas estão fazendo número, como o Fiat Uno, por exemplo.

Mas, o que eles têm para que as pessoas mirem nessa faixa?

Um dos pontos principais – senão o prioritário – é o preço. Ainda existem muitos consumidores que não podem ou não querem gastar acima dessa faixa para ter um carro, especialmente em dias onde os serviços de aplicativos estão tirando potenciais clientes do mercado.

Outro ponto é o custo de manutenção, que precisa ser baixo para compensar os inúmeros gastos atribuídos ao veículo. Um porta-malas grande ainda é uma exigência para a maioria, tanto que projetos globais no Brasil são alterados nesse aspecto.

A questão financeira também vem na forma da economia e os mais frugais são desejáveis.

Aspectos como desempenho, espaço interno, conteúdo, estilo e outros, não fazem tanto impacto para a maioria dos clientes, visto que a maioria está nivelada, exceto no segundo quesito, que também não está impactando nas vendas.

Um exemplo é o pequeno Ka, que sempre vendeu mais que modelos mais espaçosos na mesma faixa de preço.

Qual o melhor carro popular?

Melhor carro popular – Preço

Qual o melhor carro popular?

1) Renault Kwid – O melhor carro popular em preço é sem dúvidas o Kwid. O motivo é que sua faixa de preço fica perto dos R$ 50.000. Descartando-se a versão Life de entrada, sem ar e direção, a preferida do consumidor é a Zen, que custa R$ 52.090. Ela tem um conteúdo razoável e a Renault já percebeu a grande procura, elevando bastante o preço desde o lançamento. A Intense, por exemplo, engordou menos desde a estreia.

2) Fiat Mobi – O subcompacto da Fiat também começa na faixa acima de R$ 40.000, mas suas versões mais completas estão acima de R$ 56.000, no caso a Trekking por R$ 56.590. Em contrapartida, ele possui o confiável motor Fire Evo 1.0 de até 75 cavalos, bem como desempenho urbano satisfatório. A versão mais barata custa o mesmo que o Kwid mais em conta, perdendo por oferecer menos itens de segurança, mas com um pouco mais em termos de conforto.

3) Fiat Uno – O terceiro modelo dessa lista mostra o quanto a dupla Kwid e Mobi são baratos. Enquanto os dois primeiros aqui custam R$ 45.090, a versão mais barata do Fiat Uno não sai por menos de R$ 59.190. Essa é a versão Attractive, que tem motor 1.0 de 75 cv e deixa de oferecer itens básicos como um sistema de som (aliás, não tem nem a preparação para receber esse item).

Melhor carro popular – Economia

Qual o melhor carro popular?

1) Renault Kwid – Novamente, o subcompacto da Renault se destaca, dessa vez em consumo. Com 1,39 MJ/km de eficiência energética, de acordo com o Inmetro, o pequenino faz 14,9 km/l na cidade  e 15,6 km/l na estrada, ambos com gasolina. No etanol, faz 10,3 km/l no ciclo urbano e 10,8 km/l no rodoviário.

2) Fiat Mobi – Por ter apenas um conjunto mecânico, o Mobi tem sempre 1,43 MJ/km, com consumo na casa dos 9,7 km/l  e 11,5 km/l, respectivamente cidade/estrada com etanol. Na gasolina, faz quase o mesmo que o Kwid: 13,8 km/l na cidade e 16,4 km/l na estrada.

3) Renault Sandero – Em sua versão de acesso, o hatch da Renault com motor 1.0 de três cilindros, tem consumo energético de 1,52 MJ/km com médias de 9,5 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada, ambos com etanol. Na gasolina, ele faz 14,2 km/l no ciclo urbano e 14,1 km/l no rodoviário.

Melhor carro popular – Custo de manutenção

Qual o melhor carro popular?

1) Hyundai HB20 – O novo HB20 não recebeu alterações nos valores de suas revisões, o que foi uma inteligente tática da Hyundai para chamar a atenção para seu modelo. Atualmente ele tem o menor valor de revisão até os 60.000 km, totalizando R$ 2.932,34 para as versões 1.0, seja hatch ou sedã. As versões 1.6 da família também tem preço interessante, na casa dos R$ 3,1 mil nas seis paradas.

2) Renault Logan, Renault Sandero e Renault Kwid – O Logan é o maior carro popular da Renault e assim tem um baixo custo de manutenção com revisões até 60.000 km, totalizando R$ 3.105,80. O valor somado de Sandero e Kwid é quase o mesmo, com uma diferença de R$ 0,30 a favor do menor. Já a versão sem A/C do Kwid tem um custo ainda mais baixo, de R$ 3.068,20.

3) Fiat Argo – Um dos poucos modelos a aparecer com um custo de revisão abaixo dos R$ 3,5 mil é o Argo, mais especificamente na sua versão 1.0 de entrada. O valor exato é de R$ 3.404, enquanto que a versão 1.3 custa R$ 3.808 e a 1.8 sai por R$ 4.284.

Melhor carro popular – Porta-malas

1) Grand Siena – Mesmo já sem evidência dentro do portfólio da Fiat, diante do Cronos, o irmão mais velho ainda tem algo que os consumidores de carros populares apreciam, o porta-malas. O espaço para bagagens e compra é de 520 litros no compacto, um volume realmente bom. O Cronos, por exemplo, tem somente 5 litros a mais.

2) Logan – O sedã compacto da Renault sempre foi um pequeno gigante por dentro e seu bagageiro é um desses espaçosos volumosos deste carro, que tem 510 litros. Preferido atualmente por motoristas de aplicativo, o modelo tem fácil acesso ao compartimento.

3) Joy Plus – O compacto líder dos sedãs aparece em terceiro nesse quesito do segmento de carro popular. Apesar do tamanho, ele tem bons 500 litros, algo que o novo Onix Plus não tem, já que seu compartimento tem 469 litros. Obviamente ele perde para o Cobalt, mas esse não pode ser considerado um popular.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.