Manutenção

Quando o frentista exagera no cuidado com seu carro

verificar-nivel-oleo Quando o frentista exagera no cuidado com seu carro

O leitor Marco Fração nos mandou um email comentando sobre o exagero de produtos e serviços oferecidos por alguns frentistas de postos de gasolina. É claro que por um lado eles querem mesmo cuidar de nosso carro e por outro lado tem metas de vendas de produtos para alcançar, mas o que é correto que eles façam e o que não é?



Não vai fazer nenhum mal para nosso carro que o frentista verifique o nível de água do reservatório do limpador de parabrisa ou que ele calibre os pneus com a pressão recomendada pelo fabricante, mas algumas coisas não deveriam ser feitas em postos de gasolina.

Por exemplo, no radiador o correto é que coloquemos um produto adequado que evita que a temperatura do sistema suba muito, não apenas água, muito menos água de torneira. E nos postos, o que muitas vezes é usado para se completar o nível da água do radiador é água da torneira.

Outro ponto importante a se salientar é a famosa completada de óleo. Muitas vezes o frentista nem mesmo pergunta qual é a especificação correta do óleo para seu carro, e vai colocando o que ele imagina ser o correto. Se um modelo usa óleo 5w30 e você completar com óleo 20w50, vai ter problemas futuros.

Para vermos o nível correto de óleo do motor é necessário deixar o carro desligado por pelo menos cinco minutos, para que o óleo desça por completo. Muitos frentistas medem o nível sem esperar esses cinco minutos, o que faz com que o óleo medido sempre esteja abaixo do correto, por não ter descido por completo. Então ele vai lá, completa com mais óleo e seu motor acaba rodando com muito óleo.

O Marco Fração comentou que o carro que ele usa também é utilizado por outras pessoas da família, e como essas pessoas são desinformadas, acabam aceitando todas as sugestões do frentista. Ele já viu gente trocando o óleo de um carro recém revisado ”por falta de viscosidade” (teste esse feito com os dedos, um medidor de viscosidade infalível).

Outra coisa que alguns postos mal-intencionados fazem é não enfiar a vareta até o final, simulando falta de óleo, e depois usar uma embalagem vazia de óleo para também simular a adição de óleo até o nível correto.

É claro que não podemos generalizar o trabalho de muitos postos sérios com alguns que fazem essas picaretagens, então vamos sempre abastecer e verificar níveis de reservatórios e pressão dos pneus em um posto que seja de nossa confiança.

  • Lucas Guimarães

    Bom saber isso , tenho q informar principalmente minha mãe

    • betowmf

      eu nem dexo mais minha mãe mecher no carro, no máximo ela abastece kkkk, mais o resto so eu que faço

      • bittcorp

        no meu carro e no de D. Patroa, frentista só abastece combustível e calibra os pneus.
        E mexer é com X. :)
        Depois de ME e EN se usa X em lugar de CH. Exceto, encher, enchente, mecha de cabelo

    • V8_sempre

      Eu não deixo frentista nem abrir o capô dos meus carros !

      • Magno_p10

        Eu também não uma vez um frentista me ofereceu um produto para limpar o radiador como não entendia bem de carro aceitei achando que estava fazendo uma coisa boa resultado o produto corroeu tudo tive que trocar a bomba as mangueiras o radiador os canos foi um prejuizo que hoje só deixo colocar gasolina no máximo e agua do parabrisa.

  • Rochahofman

    Já aconteceu o frentista coloca gasolina e não fechar direito onde põe o combustivel

    • MathewBMW

      O que acontece também é você pedir para completar, mas só até o "desarme". O cara "dorme no ponto" e esquece de tirar a porcaria do negócio. Resultado: gasolina extravasa e escorre na pintura do carro.

    • DCald

      Já aconteceu de frentista deixar o capo do BR 800 mal encaixado, dai voltamos pra estrada (meu pai no BR 800) e eu no Corsa atras… proximo dos 130km/k abriu o capo e tampou completamente a visão… meu pai freou bruscamente… eu fiquei entre as duas faixas atras e acionei o pisca pra segurar o transito que vinha atras… paramos no acostamento e fechamos o capo… baita susto!

      • bittcorp

        BR 800 a 130 km/h ??? Tem certeza… hehehe

        • DCald

          130 estava marcando no velocimetro do Corsa! mantendo a distancia constante…
          Mas, com o GPS, já peguei 143km/h nele…
          O velhocimetro dele já ta doidinho de tanto que bateu no final…

          • Eu sou mais chato que vcs…rs

            Me lembro qdo fui encher a primeira vez o tanque do C3…. o FDP sem eu perceber (sabe qdo vc ainda está vendo os detalhes do carro comprado?) ficou com aquela mania de querer encher até onde dar… (que enche o canister…)

            E claro… derrubou. Ainda bem que não fez nada… mas eu fiquei P**o. Enfim, depois disso, ou eu faço o seguinte: Determino um valor proximo do que vai praticamente encher o tanque, ou peço para encher o tanque e qdo já trava na primeira eu já aviso, "Ta bom, pode deixar nesse". Teve um frentista que quis insistir e eu tive que travar da mão dele. Eu sou mto chato com meu carro para essas coisas. Se eu falei que está bom, está bom. Só fico quieto naquilo que nao entendo a fundo que é o caso demeu mecanico me comentar algo em especifico, senao eu sou chato mesmo.

  • É o que comento no meu vídeo sobre Empurroterapia.
    http://www.youtube.com/watch?v=4iMm92IVO_I

  • LuizVieira

    Quem deixa Frentista abrir o capô do carro, completar óleo, água de radiador, só pode ser louco. Me desculpa, mais está procurando dor de cabeça e problemas para o carro.

  • MarcosMV

    E infelizmente isso tem se proliferado Brasil à fora, esses frentistas gaiatos…

    Mas no posto que eu abasteço regularmente o frentista é muito gente boa.

  • O_Corsario

    Como sempre, a solução é a informação.
    Infelizmente poucos lêem o manual, e mesmo assim os manuais são confusos.

    • DCald

      os manuais são simples… o problema é que falta interpretação de texto a maioria da população…

      • paganeli

        Não acredito apenas na falta de interpretação. É falta de leitura mesmo. Por isso algumas concessionárias, na hora da entrega do carro zero, têm explicado tim tim por tim tim. isso não é cortesia, e sim evitar que o proprietário quebre o veículo por mal uso, e depois saia falando que a marca é ruim.

      • pablo

        Ia falar, mas você falou antes. É realmente impressionante como o povo não consegue interpretar coisas simples. Sei lá, se confundir ou não as vezes é normal com a correria do dia a dia, mas sempre?

        • Guilherme_M

          O pior é que isso vem desde os tempos da escola. São os chamados analfabetos funcionais, eles sabem ler a palavra "A P L I C A Ç Ã O" por exemplo, mas não entendem-á em uma frase. Muita gente vai mal no ENEM por causa disso, se você tiver dois neurônios e souber interpretar o que está lendo, não precisará em momento nenhum roubar o gabarito da prova, como ocorreu por ai.

          • DCald

            Na epoca que eu fiz o ENEM (o sistema ainda era o antigo, de 63 questoes) eu acertei 60 das 63 questoes… era ridiculamente facil… mas muita gente ia mal… tinha os que comemoravam que acertaram 30 questoes e tal…

            A mesma coisa na provinha teorica para tirar a CNH…

            • bittcorp

              Quando vou fazer seleção de técnicos e analista de informática aqui na empresa é um sofrimento… o povo não sabe escrever… e não é só ortografia… alguns não conseguem nem estruturar uma única frase.

            • Não fala isso…rs Eu acertei 38 questões e fiquei super feliz…rs

              Mas também na redação, fiquei em terceiro lugar do primeiro Enem e depois fiz novamente e fiquei em segundo. Pena que no segundo eu fui bem mal na prova (de fato, pois nao havia estudado).

  • Frentista só coloca gasolina no meu carro, a troca de óleo faço com um conhecido e a verificação de fluidos e outros cuidados eu mesmo tomo… Já frentista fazendo caquinhas diversas também. Tenho um conhecido que simplesmente esqueceu de colocar água no carro e deixando o mesmo seco, resultado, o carro esquentou e ele parou no posto para pedir ajuda, o frentista espertão foi lá e encheu o reservatório de água, o motor simplesmente trincou…

    • paganeli

      Já perdí um motor por culpa do frentista, pois o mesmo, sem meu consentimento (estava na conveniência enquanto terminava de abastecer) abriu o reservatório de expansão para "verificar" o nível, e fechou com a rosca meio torta. Foi evaporando aos poucos, e quando acendeu a luz de temperatura, já era. Quem tem ou teve gol quadrado, sabe do problema que é a tampa do reservatório de expansão.

  • DCald

    Eu odeio frentista metido a mecanico… os caras mal sabem colocar combustivel! tem os que ficam enchendo até a boca – o que é prejudicial, o correto é até a primeira travada da bomba.
    Esses dias pedi para o frentista completar o nivel da agua do lavador (coisa que se não é eu fazer, ninguem aqui em casa faz! hauhauhau) o cara já queria meter agua no radiador (tá abaixo o nivel, vai ferver o motor) quando o nivel estava entre as duas marcas… o cara ainda quis discutir comigo… huahauhau… Falei que estava tudo sobre controle e que ele não precisava verificar o nivel do oleo, apenas encher o reservatorio do lavador…
    Por isso que não deixo esses manés nem olhar debaixo do capo do carro… mas, como dessa vez me deixaram sem agua no lavador tive que abrir o capo e passar raiva com o frentista metido a especialista… huahuahua

    • É por isso que eu falo, nao deixo o frentista fazer nada. Eu mesmo abro o capô (esteja ele sujo ou não) e eu mesmo coloco agua no reservatorio. Como já dito mais acima, sempre fiz a manutenção e limpeza do arrefecimento conforme o manual (se bem que no caso especifico do C3 a manutenção não é tão curta de um ciclo para o outro, de acordo com o manual).

      Mas somente eu que faço essas coisas para evitar discussão e chatice de frentista.

  • FORECAR

    Nunca abasteci um carro por que não tenho,mas quando tiver um terei esse cuidado!

  • wolfburger

    O medidor de viscosidade "polegar X indicador" é o cúmulo…

  • Rod70

    Uma vez depois de abastecer, o frentista perguntou se eu queria mais alguma coisa, respondi para ele colocar apenas agua no reservatório do limpador de parabrisa. Depois que ele colocou, foi logo vendo o óleo do carro, tirando a varetinha e tal, saí do carro e reclamei que não pedi para ver o óleo.
    Tem frentista muito folgado mesmo.
    Outra vez tinha feito uma revisão no carro com meu mecânico de confiança há mais de 20 anos, aproveitando para trocar o óleo também. Mais tarde, vou no posto abastecer, pedi para colocar a água no reservatorio do limpador (outra coincidência, rss) e o mané olha o óleo sem eu pedir e dispara essa: – "Precisa trocar o óleo, tá baixo". Chamei o metido a mecânico e mostrei a ele o adesivo da troca de óleo feito no mesmo dia mais cedo. Ele ficou sem graça.
    Os postos eram diferentes.

  • marcio233

    Eu só permito que ele complete o reservatório de água do para-brisas. A água do radiador sempre fica com um espaço acima da linha de água, para que os vapores de água se expandam – frentista nem se dá o trabalho de observar a marca que todo carro tem indicando o máximo: vê este espaço vazio no reservatório e completa-o com água. Isso faz aumentar a pressão do sistema e ocasiona vazamentos. O óleo naturalmente baixa um pouco até o intervalo de troca, mas se não observar os cuidados citados anteriormente para medir o nível, vai ter óleo demais no motor e problemas adiante.
    O melhor é você mesmo criar um hábito de checar alguns itens do carro preventivamente e ler o manual.

    • DCald

      Cara, meus carros não baixam oleo não! nem o BR 800 com 22 aninhos nas costas…
      Troca a cada 5mil km no corsa (10000 se for mais 70% estrada) e 7500 na Meriva (ou 15mil).. no BR é uma troca de oleo a cada 200km ultimamente… hauhauhau (falando nisso tem mais de um ano da ultima troca, vou ter que trocar… :( )

      • marcio233

        Eu também obedeço os intervalos de troca, e o óleo baixa, mas nada preocupante. Quem obedece os intervalos do manual nem vai se preocupar com isso. Para carros acima de 150 000 rodados e que não foram obedecidos estes intervalos anteriormente, esta queda do nível se torna mais perceptível. Recomendação: obedecer os intervalos de troca para não se preocupar com reposições.

        • Exatamente. É isso que eu iria dizer, baixar o oleo em si não é ruim, desde que cuide preventivamente disso.

          Curiosamente, sou cuidadoso e procuro seguir a risca a manutenção.

          Essa coisa de trocar o oleo antes da hora é bom trato que o motorista faz. Porque se vc seguir o manual nas indicações vendo que vc não esta maltratando o carro e sempre verificando de tempo em tempo os niveis, vc não terá problema. Eu rodo dependendo da situação os 10000km do oleo que meu carro permite (isso qdo utilizo o carro mais de 80% na estrada), agora qdo vejo que realmente o carro é exigido para pegar trafego pesado de cidade, as trocas costumam ser entre 7000 a 8000km como recomenda o manual, pois se trata de uso intenso que claro, faz maior uso da lubrificação e que força amsi o motor.

  • Guilherme_M

    O único frentista realmente cuidadoso que me atendeu foi em uma vez após voltarmos de um sítio de amigos, o cara viu que o nosso carro estava realmente sujo, e limpou o para-brisa, mas não como o pirralho do sinal, o cara limpou o para brisa e o vidro traseiro direitinho, com sabão e após água, e ainda passou uma flanelinha para secar depois. Sem pedirmos, ele ofereceu, e limpou. Cara bastante prestativo. Ele só abriu o capô para ver o nível de água, que ele mesmo afirmou estar certo. Se todo frentista fosse assim, nossos postos seriam lugares melhores.

    • DCald

      Se fosse realmente um bom frentista… ao ver que o carro estava sujo, lavaria tbm as lentes dos farois! :)

      • Não necessariamente. O fato do carro estar sujo necessariamente não quer dizer que a lente esteja a esse ponto. Só citando meu exemplo, que teve uma epoca que costumava ir ao sitio do meu tio, vc sujava geralmente a lateral do carro, pois era uma epoca bem umida para os lados do sitio do meu tio e o carro geralmente se sujava mais nas laterais. A lente em si pegava o pó do uso, coisa normal. Portanto nesse caso sem problemas.

        Curiosamente um local onde o frentista eera prestativo, eraem Poços de Caldas. E de fato tinha que limpar a lente, pois além da sujeira, pois eu rodar em estrada era bem comum ter varios insetos mortos na lente. (isso porque eu também tinha que rodar de noite). Masacho que tudo depende. Nem sempre há necessidade e essa cortesia seja feita ela completa ou não de forma prestativa e pro ativa é o que importa.

        • DCald

          Claro que cortesia é sempre bem vinda, completa ou não… o que eu quis dizer é que o "serviço completo" incluiria a limpeza dos farois (e até lanternas traseiras em caso de ter pego estrada de terra) e até mesmo da placa…

          Já teve posto que o cara viu que tava cheio de bichinho (viagem a noite) e praticamente lavou a frente inteira do carro, retrovisores e tudo!… hehehe… mas isso é raro, normalmente querem te vender um aditivo para combustivel, para oleo, para ar dos pneus, para passar nos vidros, etc… hehehe…

          Me lembro quando peguei a meriva e fui abastecer… o carro 0km e tinindo… dai o cara "quer que eu olhe oleo e agua?"…
          hehehe… tem uns que não tem muita noção…

    • 7roll3r

      Se todo trabalhador tivesse esse empenho e esmero na profissão, esse país andava um pouco.

  • Thiago_Matos

    Verificar níveis de água do limpador do pára-brisa, nível do óleo do motor calibração óleo da direção hidráulica e fluido de freios isso só eu que faço ou na autorizada, faço antes de cada viagem longa incluindo a calibração dos pneus, posto e frentista só gasolina.

    • DCald

      Calibrar pneu tem que fazer semanalmente! (na pratica faço a cada abastecimento o que deve dar uns 15-20 dias) mesmo que normalmente não baixe a pressão… agua e oleo verifico em casa de vez em qdo (só pra não ser pego de surpresa) e a troca, somente na concessionaria…

      • r_marola

        O valor do óleo na concessionaria costuma a ser mais caro não?

      • Nossa e eu que calibro todasemana…rs

        Qdo eu deixo de fazer e faço somente na segunda semana fico preocupado…rs (como é o caso dessa semana…hehe)

        Agora, no meu caso, para fazer um checkup, eu uso o serviço da minha seguradora que é gratuito. Claro que nao para todas as viagens, mas costumo fazer em periodos de 3 em 3 meses qdo utilizo com intensidade o carro para viagens. Qdo diminuo essa "maratona" faço de 6 em 6 meses ou de 1 ano a 1 ano. Isso varia muito da situaçao e uso do meu veiculo.

  • fabiowbl

    A algum tempo atrás um frentista resolveu dizer que o extintor estava vencido num carro com 2 anos de uso! Quando questionei ele sobre isso ficou cheio de argumentos. Terminou dizendo que o problema era meu se fosse pego com o extintor vencido. Acabei pegando o extintor da mão dele e mostrando o selo e a validade, até porque comecei a desconfiar que ele fosse romper o lacre. Bom, ele ficou alterado e saiu andando e esbravejando.

  • r_marola

    Não faz nem 1 mês que comprei o carro e o frentista falou que o óleo tava baixo ,ele alegou que todo carro novo se você andar muito com ele tem que completar o óleo,pois a fabrica não coloca a quantidade certa no carro 0km. Olhei para cara do frentista e não sabia nem o que falar,sorte que era sexta feira,pois se fosse segunda feira com meu humor………

  • Cil

    Curioso… ontem passei por isso em um posto. Fui abastecer e o infeliz ficou enfiando gasolina depois da primeira trava da bomba. Até eu sair do carro e reclamar já tinha escorrido gasosa na pintura. O cara ainda perguntou se eu não queria checar o óleo e blá blá blá…como se eu fosse confiar em uma pessoa que propositadamente enche o tanque até a boca para eu pagar mais.

    No meu carrinho só eu ponho a mão. Como tenho acesso a água destilada, até a água do limpador é dessa daí. De resto, eu mesma prefiro verificar.

    • PauloECosta

      Puxa, que preciosismo! Mas é bom que você tenha este capricho todo né. Afinal de contas, é o olho do dono que engorda o boi!

    • Cil, colocando agua destilada no limpador de parabrisa faz alguma diferença na hora de acionar o limpador (digo, limpa melhor?)

      • Cil

        Eu acho que não faz diferença na hora da limpeza. O problema é que a água potável aqui em Aracaju, de potável só tem o nome. Ehehehehehhe… Até já comentei isso em outro post. Tem muito material particulado (ferro, lama???). Então optei pela água destilada, que eu consigo de graça. Podia usar a mineral também, mas aí sai do bolso. Uso esse tipo de água apenas para não ficar com material dentro do tanque do limpador. Do jeito que a água de torneira aqui é, eu teria que trocar o reservatório por estar cheio de barro… rsrsrsrs… Se a água da sua região for boa, não tem porque usar destilada não.

  • PauloECosta

    Não use isso nunca! Isso vem carregado de solventes que corroem as partes de borracha/plástico no interior do motor e seu estrago não aparecerá imediatamente, mas gradualmente e em pouco tempo começarão a pipocar pelo seu motor: Guarnições, vedações, juntas, retentores e afins, vão ser corroídos, ressecados e vitrificadas tendo sua vida útil completamente comprometida. Flush jamais! Basta trocar o óleo no prazo…

    • Bem… mas o flush é geralmente para "forçar" a retirada do oleo certo?

      Porque uma coisa é ter o "sugador" outra é ter uma maquina que adiciona solvente e outras quimicas para auxilio da limpeza (mas que ferram internamente o motor).

      No lugar onde troco o oleo graças a Deus é o metodo que considero mais correto, tirando parafuso e realmente retirando o oleo. O lugar é tão cuidadoso que troca toda vez o parafuso e anel de vedação. Pago R$5 a mais por isso. Vale a pena? Sim, pois vc evita de ter um parafuso com folga ou espanado e ainda evita contaminação das peças.

      ADR, se eu falei besteira por favor me diga.

      • PauloECosta

        O processo de sucção com a mangueira até aonde sei é equivalente ao de escorrimento pelo bujão de óleo (não sei dizer se eles usam algum tipo de produto junto, pois nunca utilizei nos meus carros). Aliás dizem que a vantagem desse método seria o de que não há perigo do "gaiato" estragar o parafuso do bujão. Por outro lado, o método normal tem a vantagem que a limalha de metal "microscópica" fica depositada no parafuso do carter que é magnético e vai retendo as impurezas metálicas que ficam em suspensão no óleo, saindo na hora da troca. No seu caso acho que está perfeito pois nada melhor que um mecânico caprichoso para fazer este serviço. Um abraço!

  • german&chinesehater

    Nunca deixei frentista mecher nos pneus, muito menos abrir o cofre do motor, infelizmente nesse país somos obrigados a ter nossos carros abastecidos por eles, por mim seria como boa parte da europa, e teria bombas self-service com preço ligeramente mais baixo.

  • fw190

    Nunca troque óleo em posto também prefira as casas de óleo ou seu mecânico de confiança pois o bujão do cárter é de alumínio para deformar e não romper em caso batidas embaixo, bom assim a rosca também é, os sem noção de posto encaixam torto e rosqueiam forçado espanando a rosca e causando aquele pinga pinga que nunca vai resolver.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend