História Matérias NA

Quando os carros foram inventados?

benz-motorwagen-1

Hoje em dia nós nos acostumamos com os automóveis. Para muitos, o carro faz parte integral de suas vidas e o motivo de sustento de milhões pelo planeta. Mas, a história desse meio de transporte que foi muito além do transporte de massa ou do individual, começou bem antes de qualquer homem pensar em se locomover por outros meios que não fossem a pé, a cavalo ou de navio, a vela, é claro.


Mas, ainda muito antes disso, séculos atrás, as carruagens surgiram como um meio bem próximo do que hoje é o automóvel, diferindo em muito, é claro, mas no conceito, apenas a autopropulsão é que deu ao automóvel sua característica. Não depender de um animal para mover-se livremente, foi pensando por alguns no passado, mas a ideia só ganhou impulso a partir de 1769, quando Nicolas-Joseph Cugnot inventou o veículo propulsado a vapor, que ele chamou de Cugnot Trolley. Hoje em dia existe uma réplica desse misto de trem e carroça.

A Revolução Industrial começara a ganhar força e a necessidade de se transportar cargas pesadas acima da capacidade animal era urgente. Antes deste veículo, porém, o Imperador da China ganhou um presente em forma de escala do jesuíta Ferdinand Verbiest em 1672. Era um veículo a vapor pequeno, que não podia levar sequer uma pessoa, mas demonstrou que era possível um vapor automóvel.

cugnot


Era do Vapor

Nos primórdios ao automóvel, o vapor era a força que movia os estranhos, assustadores e barulhentos veículos de autopropulsão por ruas e estradas da Europa. O berço dessa revolução deveria ter sido a França, mas o projeto de Cugnot foi considerado impraticável. Por isso, a ideia tomou nova forma no Reino Unido, ainda no século XIX. A partir da virada de século, o carro a vapor começou a se proliferar pelas estradas britânicas numa velocidade incrível.

Mas fora da agora Grã-Bretanha, o carro a vapor foi evoluindo. Nos EUA, o primeiro automóvel foi um vapor de 1804, feito por Oliver Evans, que tinha capacidade de se locomover na água, sendo o primeiro carro americano. Em 1815, por exemplo, Josef Bozek, professor da Escola Politécnica de Praga, inventou um motor a vapor movido por óleo. Poucos anos depois, em 1838, surgiu no Reino Unido uma carruagem motorizada (a vapor) para quatro passageiros, sendo um precursor do ônibus, pois não era de uso particular, mas de transporte público.

carro-a-vapor

Mas a evolução continuava, apesar da maioria das pessoas já estarem utilizando as locomotivas a vapor com seus inúmeros vagões. Pouco antes de uma grande revés para os carros primitivos, o belga Étienne Lenoir, inventou o automóvel com motor de combustão interna, que utilizava o gás de carvão. Porém, o veículo era tão lento que a proposta fracassou totalmente, mas a ideia não. Nessa época, já existia no Reino Unido uma pressão sobre o setor ferroviário.

Em respostas, a companhias de trens forçaram a criação da chamada Lei da Locomotiva, de 1865. Ela dizia que o veículo a vapor deveria rodar por ruas e estradas com um ajudante a pé, um homem portando uma buzina e uma bandeira, avisando da passagem do carro a vapor. Logicamente que isso contrariava o conceito do veículo e sua proposta. Diante da dificuldade em ampliar a velocidade além do passo humano nas vias públicas, a fim de que passageiros retornassem aos trens, cada vez mais velozes.

A obrigatoriedade da bandeira vermelha acabou em 1878, mas só em 1896 é que o Reino Unido permitiu que os carros circulassem livremente. Ou seja, o lobby das companhias ferroviárias era enorme e durou mais de 30 anos. Com esse freio na evolução do automóvel, o Reino Unido perdeu para a Alemanha (ou Prússia, melhor dizendo), o desenvolvimento de novas tecnologias automotoras.

benz-motorwagen

A explosão que moveu o mundo

Em 1874, o austríaco Siegfried Markus criou o motor de 4 tempos em Viena, que hoje em dia sedia o Simpósio de Motores, um evento sempre marcado por inovações tecnológicas referentes ao mundo dos propulsores. Dois anos depois, o conde alemão Nicolaus Otto, cria o motor de ciclo Otto, a base dos motores a gasolina ou flex atuais. Esse novo ciclo de 4 tempos foi usado com êxito a partir desse ano e fez com que os motores de combustão interna, que queimavam o combustível, provocando uma pequena explosão dentro da câmara, tomassem com êxito o lugar dos motores a vapor, que eram de combustão externa, enormes e pouco eficientes.

Na década seguinte, a Alemanha mergulhava definitivamente numa viagem em busca do automóvel da qual hoje praticamente faz parte de sua cultura industrial e economia. É comumente aceito que o automóvel surgiu de fato nessa década de 1880, na qual nomes como Gottlieb Daimler e Karl Benz foram imortalizados. A distância entre Stuttgart e Mannheim é atualmente de 133 km pela Autobahn e leva uma hora e meia, em média, com automóvel.

daimler-motorrad

Foram estas duas cidades germânicas que viram o despertar do automóvel. Em 1885, Karl Benz inventou seu primeiro automóvel, aquele triciclo que também imortalizou a figura de sua esposa, Bertha Benz. Embora o motor originalmente fosse movido a gasolina, o Benz Patent-Motorwagen, primeiro modelo patenteado de Karl, podia ser movido por benzina ou ligroína, destilados derivadso de petróleo e muitos comuns na época, em boticários (farmácias).

Foi com base na localização destes, para reabastecimento, que Bertha Benz e seus dois filhos (Eugen e Richard) viajaram sem autorização do marido até Pforzheim, onde ela visitou seus pais. De família rica, foi a esposa que financiou a construção dos primeiros protótipos de Benz em 1885-1886, pegando o número 3 para a primeira viagem de automóvel da história.

bertha-benz

Saiu de madrugada e chegou ao anoitecer, num percurso (hoje oficialmente histórico da República Federal da Alemanha) de 100 km, que hoje é feito em uma hora e meia por uma Autobahn. A publicidade rendeu fama e dinheiro a Karl Benz, que pôde inclusive fazer as inovações no veículo. Mas, ao mesmo tempo em que Bertha e Benz faziam fama em Mannheim, na não muito distante Stuttgart, Gottlieb Daimler e desenvolveu em 1885 a primeira motocicleta. No ano seguinte, ele inventou o primeiro automóvel de quatro rodas.

Ligado à Daimler, August Wilhelm Maybach gerenciou a Daimler-Motoren-Gesellschaft e ajudou no desenvolvimento do motor de 4 tempos da empresa e nos projetos acima e subsequentes. Ele e Daimler patentearam também o frio a disco na mesma época. Pouco tempo depois, outro alemão seria eternizado pela história ao inventar um novo tipo de motor a combustão, que utilizava o processo de ignição por compressão da mistura ar-combustível.

Rudolf Diesel patenteou em 1897 o motor de ciclo Diesel, hoje amplamente usado em veículos comerciais e em automóveis, embora já em declínio por conta das emissões de poluentes. O invento desse alemão, que morava na França, rendeu a ele uma homenagem dos fabricantes de óleo combustível, obtido na primeira fase do refino do petróleo. Assim, além de dar origem ao motor de ciclo Diesel, Rudolf também batizou o combustível que usamos até hoje.

peugeot-vis-a-vis

No Brasil

Foi nesse período glorioso da história que o automóvel surgiu e apenas cinco anos após a lendária viagem de Bertha a bordo de seu triciclo Benz, Alberto Santos Dumont trouxe da França o primeiro automóvel que rodou sobre o Brasil, um modelo Type 3 ou “Vis-a-Vis” 1891 da Peugeot.

santos-dumont-1903

Provavelmente outro exemplar rodou com seu irmão Henrique antes de 1900, pois o mesmo pediu isenção de imposto à prefeitura de São Paulo em 1901 e reclamou das condições das vias da cidade, mas o pedido foi negado. O célebre inventor brasileiro nunca construiu um automóvel, mas teve seu nome dado a um modelo da americana Columbus Motor Company em 1903, que custava US$ 1.800.

COMPARTILHAR:
  • Rogério R.

    As montadoras que nasceram no séc. XIX e ainda vivem: Mercedes-Benz, Peugeot, Renault e Fiat. Qdo James Watt começou a comercializar suas máquinas a vapor ele comparava o trabalho realizado por sua máquina ao mesmo trabalho realizado por certa qtidade de cavalos para facilitar as vendas. Por esse motivo existe a unidade com o termo cavalo e que lógicamente varia conforme a língua falada na região: cv, hp, ch, ps,…

    • Pedro Henrique

      na verdade o cv = cavalo vapor é um pouco diferente de hp = horse power
      a medida feita no brasil tem diferença da norte americana MAS essa diferença é tão pequena que se você pegar dois motores iguais e testar eles em um dino, a diferença entre eles é capaz de ser maior que a diferença de potencias de hp pra cv.

      • Rogério R.

        Eu sei. Mas eu quis dizer que nas unidades de medida de potência referente a motores existe a palavra cavalo nas suas respectivas línguas. Atualmente na maioria das vezes é usado o hp métrico = cv = 0,735 kW. Já o hp imperial = 0,746 kW.

  • Catucadao

    mercedes benz fez o primeiro carro do mundo

  • HPaulo

    O nome Mercedes surgiu mais tarde. E foi adotado para evitar que na França os carros fossem rejeitados pelo nome Daimler-Benz.

  • Maycon Farias

    Levando em conta o curtíssimo tempo em que se passou do primeiro até os dias de hoje, mal da pra imaginar o que será daqui a 500 ou 1000 mil anos no futuro. Tudo que temos hoje em relação a idade da terra é apenas uma fagulha. Inveja dos nossos descendentes.

    • Luciano RC

      A evolução que os carros tiveram em 20 anos já nos faz pensar como será daqui 10 anos… quais tecnologias estarão disponíveis.

      • RRodrigo Souza

        daqui a 20 anos os cruze serão os opalas para nossos netos kkkk e os camaro e mustang poderá ainda ser eles mesmo kkkk

        • Luciano RC

          Amigo… acho que Opala sempre será Opala… e pela tecnologia colocada nesses carros atuais, acho que eles serão sucatas. KKKK

          • RRodrigo Souza

            entendi seu ponto de vista, estou informando no modo de sucessores sabe, tipo quantos anos fabricam o mustang e o camaro, acredito que eles continuaram por muito mais tempo tipo para serem os carros de linha de produção mais longa,

            • Luciano RC

              Camaro, Mustang e seus concorrentes serão fabricados por todo o tempo… sempre vai existir.

              • RRodrigo Souza

                vai saber se faram 100 anos de produção, 150 anos de produção ?

    • Marcelo Martins

      Do jeito que estamos caminhando a extinção da raça humana vai acontecer muito antes dos 500, 1000 anos ….

    • Eu iria mais longe, daqui a 500 anos haverá carros? O próprio planeta creio que tenha mudado até lá, e vai que o tele transporte alá jornada nas estrelas se torne real kkkk.

      • Maycon Farias

        Exatamente, quanto ao teletransporte ainda é um campo muito avançado, eu diria para milhares de anos a frente (Atualmente só foi possível teletransportar fótons permitidos pelo Entrelaçamento Quântico), em 500 talvez o mais provável é que seja como o filme O Quinto Elemento. De qualquer forma em 500 muita coisa será diferente de hoje, queria estar vivo para ver. kkkkk

  • th!nk.t4nk

    Curiosidade: na terra da Mercedes (Baden-Württemberg) até hoje é forte a tradição de se construir carros do zero na garagem de casa, como um hobby. Os caras têm uma paixão e um know-how sobre o assunto que impressiona (lembrando que lá fica a gigante Bosch também). E pra quem ainda nao conhece, recomendo muito a visita aos museus da Daimler e da Porsche, ficam bem próximos entre si e estão entre os melhores do mundo no gênero (fora que Stuttgart tem cervejas/festas muito boas e lugares incríveis ao seu redor, como Esslingen, Ludwigsburg, etc). Relativamente próximo ainda tem Heidelberg, Strasbourg, a Floresta Negra, etc. Pra quem curte carro vale a pena passar uns dias na regiao, ainda aluga um Mercedão pra curtir as Autobahnen.

    • Allan Marconato Marum

      A ZF também fica em Baden-Württemberg, está no TOP 5 maiores autopeças do mundo.

      • th!nk.t4nk

        Em Friedrichshafen (Bodensee), outro lugar sensacional pra visitar (fronteira com a Suíça, Bavaria e Tirol). Esses caras não são fracos, tem tudo do melhor nessa região.

  • jvc

    Sugestão: colocar legenda nas fotos!

  • Freaky Boss

    Alemanha sempre deu valor à ciência, Isso é cultural. É desde cedo. E são pragmáticos e portanto ganham $ (e bem estar) com isso! (não é igual em um país que conheço onde tipicamente pesquisa em universidade é descolada da indústria e da lógica econômica, por ideologia).

  • Lareiro

    Três coisas me chamaram a atenção:
    – A imagem da Bertha Benz no triciclo e 2 ajudantes é uma encenação né? deve ser uma modelo, de tão bonita…
    – Em 5 anos, o carro evoluiu tanto assim? (vendo a foto do carro de Santos Dumont para o triciclo de Bertha Benz)
    – Que imposto é esse de São Paulo que tinha que pagar, se não existia carro no Brasil???

  • Pedro Neto

    … E as fotos sem legenda…mancada.

  • WAGNER XAVIER

    pulou totalmente o surgimento dos carros movidos a eletricidade na primeira metade do seculo XIX…e o estrangulamento deles pela industria inglesa que nos atrasou 200 anos!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email